DOR NO PEITO – Sinais de Gravidade

Descubra se aquela dor no peito que você sente pode ser sinal de um infarto do miocárdio.

dor-no-peito-ilustracao

Uma dor no peito não significa necessariamente um problema do coração. A maioria das pessoas que procura atendimento médico em serviços de emergência por conta de dor no peito não está tendo um ataque cardíaco, mas sim problemas menos graves, como dor muscular, refluxo ou crises de ansiedade. Entretanto, como a dor no peito pode significar um problema de saúde com risco de morte, o melhor mesmo é não arriscar.

Muitos pacientes demoram a procurar ajuda para um ataque de coração por achar que os sintomas não são graves ou que a dor irá melhorar espontaneamente. Muitas vezes, este tempo de espera em casa é a diferença entre sobreviver ou não a um infarto.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Neste texto vamos explicar os seguintes pontos sobre a dor no peito:

  • Sinais de gravidade de uma dor no peito.
  • Causas de dor no peito.
  • Sintomas do infarto.
  • Outras causas graves de dor no peito além do infarto.
  • Quando procurar atendimento médico.

Dor no peito

Um trabalho feito há alguns anos na Universidade de Michigan, EUA, avaliou 400 pacientes que chegaram ao setor de urgências com queixas de dores no peito. Após a avaliação diagnóstica, 53% dos casos não tinham uma causa orgânica definida, ou seja, não eram causados por nenhuma doença nos órgãos internos do tórax, como coração, pulmão e esôfago, por exemplo. Mais da metade eram apenas casos de ansiedade. 36% eram causados por dores músculo-esqueléticas ou por doenças do esôfago, e apenas 11% eram devidos a causas mais graves, como doenças cardiovasculares.

Vamos, então, falar um pouquinho sobre dor torácica, dando ênfase ao sinais de gravidade. É sempre bom lembrar que o que segue são apenas orientações gerais, não devendo nunca servir de base para auto-diagnósticos. Apenas um médico, através da história clínica, do exame físico e de exames complementares, quando necessários, pode estabelecer diagnósticos para dor torácica.

Em alguns momentos vou usar o termo dor torácica em vez de dor no peito, uma vez que este é mais preciso, pois várias doenças que podem se manifestar com dor no peito, podem fazê-lo envolvendo todo o tórax, inclusive nas costas. Também vale ser dito que evitarei o termo ataque cardíaco, chamando-o do modo mais correto, ou seja, infarto do miocárdio ou doença isquêmica cardíaca.

Quais fatores são importantes na avaliação de uma dor no peito?

Existem dois fatores primordiais na avaliação clínica da dor torácica:

– Características da dor.
– História clínica do paciente.

1- Características da dor no peito

Quando se tem uma dor no peito, a primeira coisa que se deve tentar esclarecer é se a mesma indica uma dor anginosa, ou seja, dor de isquemia cardíaca (infarto). A angina de peito apresenta algumas características típicas que podem ser usadas para afastar ou reforçar a suspeita de uma doença cardiovascular.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Características da dor no peito de isquemia cardíaca:

– ser mais um peso ou uma forte sensação de aperto no peito do que uma propriamente uma dor (é muito comum o paciente descrever a dor encostando o punho fechado em frente ao peito, para mostrar que a dor é em aperto)
– ser desencadeado por esforço físico ou estresse emocional.
– ser uma dor difusa no lado esquerdo e centro do tórax, frequentemente com irradiação para braço esquerdo, costas e/ou pescoço.
– vir acompanhada de suores, falta de ar, palidez ou hipotensão.
– vir acompanhada de palpitações.
– ser uma dor que dura vários minutos.
– ser uma dor que não cede aos analgésicos comuns.
– um sinal de extrema gravidade, e que fala a favor de doença cardíaca, é a perda de consciência após o início da dor torácica (leia: INFARTO FULMINANTE | Causas e sintomas).

Na maioria das vezes, o infarto se apresenta como uma dor intensa e muito incomodativa. Porém, a intensidade da dor não é um fator determinante, uma vez que até 1/3 dos infartos ocorrem com leves desconfortos. Pacientes diabéticos ou idosos podem ter dores leves e, às vezes, se queixam mais de cansaços e mal estar do que propriamente de dor no peito.

Características da dor no peito que falam contra uma isquemia cardíaca:

– ser uma dor que dura poucos segundos e surge sem esforço físico ou estresse emocional.
– uma dor de curta duração que vai e volta sem fatores desencadeantes precisos.
– ser uma dor muito bem localizada, sendo o paciente capaz de apontar com o dedo indicador exatamente onde ela incide.
– ser uma dor que piora quando se aperta o local com o dedo ou quando se faz algum movimento com o tórax.
– dor em pontada ou que piora com a respiração profunda costumam ter origem outra que infarto.
– ser uma dor que vai e volta há muitos anos sem haver sinais de progressão ou piora.
– ser uma dor que melhora muito com um simples analgésico.
– ser uma dor que não irradia e não vem acompanhada de outros sintomas como falta de ar, suores, vômitos, hipotensão, etc.

Devemos salientar que as características acima são apenas orientações, de modo algum são suficientes para se descartar ou diagnosticar uma dor no peito. Algumas pessoas com crises de ansiedade podem apresentar sintomas muito parecidos com um infarto, queixando-se de palpitação, suores, falta de ar, tonturas, etc.

Também é bom lembrar que a isquemia cardíaca não é a única causa grave de dor no peito, podendo esta também ser causada por pneumonia, embolia pulmonar e aneurisma de aorta, por exemplo, doenças com sintomas distintos do infarto do miocárdio.

Temos um texto exclusivo sobre a angina de peito (a dor do isquemia do coração), como maiores explicações sobre este tipo de dor torácica: SINTOMAS DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO E ANGINA.

2- História clínica do paciente com dores no peito

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Além das características da dor, os dados clínicos do próprio paciente também são extremamente relevantes. A abordagem de uma dor no peito em um paciente de 19 anos e sadio é completamente diferente da de um paciente de 63 anos, obeso, com história de diabetes, hipertensão e tabagismo.

Quanto mais fatores de risco para doença cardiovascular um paciente tiver, maiores as chances de sua dor no peito indicar uma doença mais grave. Um paciente sem fatores de risco conhecidos pode infartar? Pode, mas é pouco comum, e isso deve ser sempre levado em conta (leia: INFARTO EM JOVENS | Causas).

Os principais fatores de risco para doença cardiovascular que devem ser avaliados em um paciente com dor no peito são:

– Idade maior que 40 anos.
– História prévia de doença isquêmica cardíaca.
– Sedentarismo e dieta rica em gorduras saturadas.
– Forte história familiar para doença isquêmica cardíaca.
– Tabagismo (leia: MALEFÍCIOS DO CIGARRO | Tratamento do tabagismo).
– Obesidade (leia: OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA | Definições e consequências).
– Diabetes mellitus (leia: DIABETES MELLITUS | DIAGNÓSTICO E SINTOMAS).
– Hipertensão arterial (leia: HIPERTENSÃO ARTERIAL (PRESSÃO ALTA) | Sintomas e tratamento).
– Colesterol elevado (leia: COLESTEROL HDL | COLESTEROL LDL | TRIGLICERÍDEOS).
– Insuficiência renal crônica (leia: INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA | Sintomas e tratamento).
– Uso de cocaína (leia: COCAÍNA | CRACK | Efeitos e complicações).

A partir dos dados explicados acima, junto com o exame físico, o médico é capaz de estabelecer os diagnósticos diferenciais para a sua dor no peito. Se a avaliação clínica indicar algum risco da dor ser de origem cardíaca, o médico irá solicitar exames para tentar diagnosticar ou descartar esta causa. Em avaliações de dor torácica, muitas vezes é mais importante descartar causas graves do que estabelecer um diagnóstico definitivo para a dor.

Causas de dor no peito

A dor no peito sempre traz consigo o medo de um infarto, porém, existem dezenas de causas para dor torácica, algumas delas tão ou mais graves que a doença isquêmica cardíaca. Na verdade, a dor no peito pode ser causada por doenças em qualquer um dos órgãos dentro e fora da caixa torácica, incluindo coração, esôfago, pulmão, pleura, mediastino, grandes vasos, costelas, cartilagens, articulações, músculos do tórax, pele, etc.

Abaixo segue uma lista das principais causas de dor torácica, algumas já abordadas em outros textos deste site:

– Aneurisma de aorta (leia: ANEURISMA | Causas e sintomas).
– Pneumotórax (leia: PNEUMOTÓRAX | Causas, sintomas e tratamento).
– Derrame pleural (leia: DERRAME PLEURAL | Tratamento, sintomas e causas).
– Embolia pulmonar (leia: EMBOLIA PULMONAR | Sintomas e tratamento).
– Pneumonia (leia: PNEUMONIA | Sintomas e tratamento).
– Refluxo gastroesofágico (leia: HÉRNIA DE HIATO | REFLUXO GASTROESOFÁGICO).
– Pericardite (inflamação do pericárdio) (leia: PERICARDITE AGUDA – Sintomas e Tratamento)
– Tumores do pulmão ou mediastino (leia: CÂNCER DE PULMÃO | Fatores de risco).
– Esofagite (inflamação do esôfago).
– Espasmo do esôfago.
– Hipertensão pulmonar.
– Costocondrite (inflamação das cartilagens que ligam as costelas ao osso esterno).
– Lesões nas costelas.
– Lesões musculares.
– Artrite (leia: ARTRITE e ARTROSE | Sintomas e diferenças).
– Fibromialgia (leia: FIBROMIALGIA | Sintomas e tratamento).
– Artrite reumatoide (leia: ARTRITE REUMATOIDE | Sintomas e tratamento).
– Herpes zoster (leia: CATAPORA (VARICELA) | HERPES ZOSTER | Sintomas e tratamento).

Além dos órgãos e tecido do tórax, algumas vezes problemas em órgãos do abdômen podem também causar dor torácica, entre eles:

– Colecistite (leia: PEDRA NA VESÍCULA | COLECISTITE | Sintomas e tratamento).
– Gastrite e úlcera péptica (leia: GASTRITE | ÚLCERA GÁSTRICA).
– Pancreatite (leia: PANCREATITE CRÔNICA | PANCREATITE AGUDA).

Como pôde ser visto, o diagnóstico da dor no peito é bem complexo, uma vez que este sintoma pode indicar uma extensa gama de patologias distintas. Na dúvida, o ideal é procurar um médico. Se a sua dor é diferente das que você já sentiu antes, procure ajuda de um profissional, principalmente se você tiver fatores de risco para doença cardiovascular.

Ansiedade e gases como causa de dor torácica

Pessoas com crises de ansiedade, síndrome do pânico, depressão e hipocondria também costumam apresentar dores no peito com frequência. Pelo menos 1/3 dos pacientes que se dirigem aos serviços de urgência com dor no peito, o fazem por causas de origem psicológicas/psiquiátricas.

A relação entre gases e dor no peito é bem conhecida. Normalmente a dor por gases não é bem no tórax, mas sim na porção inferior das costelas, que chamamos de hipocôndrio. Estas dores ocorrem por dilatação dos estômago e esôfago, muitas vezes pinçando os nervos ao seu redor. Pessoas com hérnia de hiato, uma condição onde o estômago acaba subindo em direção ao tórax, podem ter dor torácica com acumulo de gases no estômago.

Outra causa comum de dor na região do hipocôndrio e costelas, mas que pode ser confundida com dor torácica, é a dor que ocorre após exercício físico extenuante. Esta dor é causada por fadiga da musculatura torácica responsável pela respiração. Ela pode assustar por aparecer durante exercícios físicos, mas é bem diferente da dor do infarto, pois ocorre tardiamente durante a atividade, não irradia, é muito localizada, não é bem no peito e parece mais uma câimbra do que a dor em aperto do infarto.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.

58 Comentários

  1. Thays Azevedo

    Dr. no caso de dor no peito por ansiedade qual seria o tratamento?

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Psicoterapia e provavelmente ansiolíticos ou antidepressivos, dependendo da gravidade do seu distúrbio de ansiedade.

  2. Maikon Micael

    Doutor tenho 19 anos e fiz eletrocardiograma e o raio x do tórax deu tudo normal , e ainda sinto dor perto do coração umas ficandas , ele vem e volta , já tem 2 semanas oq pode ser ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Na sua idade geralmente é ansiedade.

  3. Vilson

    Dr tenho 39 anos faço musculação jiu jítsu e muy thai.já faz Uns 4 meses q começo uma dorzinha no meio do peito quando jogo meus ombros para trás .quando tomo analgésico para totalmente a dor .o que deve ser e oque devo fazer

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Sem examinar é impossível afirmar qualquer coisa, mas geralmente, este tipo de dor mecânica que você descreve sugere algo muscular ou osteoarticular. Pode ser alguma lesão devido ao treinamento. Sugiro que você procure um ortopedista.

  4. Marcelo Santo

    Dr. Uma pessoa pode apresentar quadro de angina mesmo com a pressão arterial nomal?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Sim.

      1. Eude Colli

        Entendi que pode a ver um ataque cardíaco msm com a presao ok. Mas é mas provável com a presao irregular?? Pois se estiver tendo um ataque a presao subiria ne??

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

          Não necessariamente.

  5. bruno rodrigues

    ja fiz um eletro e exame de sangue e nao deu alteracoes raio x do torax tambem esta normal porem ainda continuo com as dores no peito o que eu faco ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Tem que continuar a investigação para encontrar a causa. Só o raio X e o ECG é muito pouco.

  6. Beatriz Andrade

    Dr. Tenho 17 anos e já faz duas semanas que sinto uma dor não exatamente no peito, mas entre eles. Essa dor geralmente surge quando movimento os ombros em sentindo contrário. O que pode ser?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Esse tipo de cor costuma ocorrer na osteocondrite, que é a inflamação das articulações que ligam as costelas ao osso esterno.

  7. Elainne

    Dr. Pedro, é normal ficar sentindo por dias dor torácica após um forte susto?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Não.

  8. Renan

    doutor tenho 20 anos e comecei a sentir uma dores no peito… será q é de origem cardíaca?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Se você sempre foi saudável, com 20 anos não é a principal hipótese diagnóstica

  9. Lucas Da Silva

    Ola doutor tenho 16 anos e hj comecei a sentir dores q vai e volta no peito oq pode ser

    Obs:sou muito ansioso

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Com essa idade e histórico de ansiedade, o mais provável é que não seja nada de origem cardíaca.

  10. Sales Filho

    Doutor tenho 33 anos e tenho sentido dores no peito e na psrte de trás do ombro esquerdo, ja fiz o ECG e o resultado deu normal mas mesmo assim a dor persiste, isso pode ser problema cardíaco?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Se você não tiver fatores de risco, como diabetes, obesidade, tabagismo ou hipertensão, na sua idade e com ECG normal é pouco provável que tenha origem cardíaca.

  11. Gabrieli

    Dr ansiedade dar dor no peito? Como a pessoa identifica essa dor?

  12. Eduardo L

    Ola Dr. Tenho 22 anos e um mes atras fui parar no hospital. Pois comecei a sentir uma dor forte no peito, e sempre que respirava tinha a sensacao de algo rasgando meu peito(uma fisgada). Fui pro hospital, tomei remedio e apos uma semana a dor passou. Ontem tive esse problema, fiz novamente o eletrocardiograma e nao deu nada. Dessa vez vou fazer um checape completo. Pelos sintomas apresentados é um problema cardiaco serio doutor ???

  13. vanessa sabino

    Ola Dr . , tenho 16 anos e desde os 8 anos , sinto pontadas no meu peito , e se eu respiro muito forte aumenta , além disso não faço movimento bruscos que aumenta também . Quando eu era criança , essa dor não demora muito pra passar , mas conforme eu fui crescendo ela cada vez mais demora pra passar . Isso pode ser uma dor psicologica ?? Ansiedade obs : na minha família tem pessoas com problemas no coração .
    Por favor me ajude
    Obrigada . Bjs

    1. Pedro Pinheiro

      Isso não parece dor de origem cardíaca. Pode ser psicológico, sim.

  14. Nice

    Olá doutor! Estou com uma dor bem no centro do peito, isso começou hoje de manha quando acordei respirava fundo e doia o peito… Agora pela tarde a dor está constante, será bque estou infartando. Tenho 26 anos.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Com 26 anos e essas características, é pouco provável que a dor seja um infarto. Porém, se ela está lhe incomodando, o ideal é procurar orientação médica.

  15. samara

    tem 2 dias que eu sinto uma dor no torax, e como se fosse pontadas e irradia no estomago, eu tomei refrigerante coca cola e depois começou essa dor, me falaram que pode ser gases, ou problemas de refluxo. Pode ser isso?

  16. Luzia De Moura Paco

    Ola Dr tenho 36 anos tempos ,comecei a sentir uma dor muito forte no peito principalmente quando me agito saio e nem caminho 2 minuto a dor começa .o braço esquerdo pesa .como se o sangue desse todo pra ele .tenho que levantá-lo para cima .Paro por alguns segundos e continuo caminhando a dor continua ela só para quando me sento .comecei a fazer caminhadas .Estou me arriscando ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Esse tipo de dor que aparece ao esforço e alivia com repouso deve ser sempre vista com algum cuidado. Pode não ser nada, mas sugiro que você procure um cardiologista para descartar problemas cardíacos.

  17. Bruno Mata Nunes

    ola doutor tenho 15 anos e estou com uma dor no peito como se fossem choques isso pode ser um infarto ?

  18. Bruna Moretto

    Olá Doutor , tenho 19 anos e estou sentindo uma dor forte no peito bem no centro , seguida por um pouco de falta de ar , isso pode ser um infarto ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Nessa idade é muito pouco comum ser infarto. Geralmente a causa da dor é outra. Mas não é impossível. Se é algo que realmente incomoda, procure um médico.

  19. caio Vinicius

    Olá Doutor, é possivel sentir pontadas no peito por motivos psicológicos?

  20. Sadyelle

    Olá boa noite tenho 15 anos e tenho um bebe de 3 meses , a mas de 1 mes estou sentindo falta de ar , dores no peito , palpitações , sesançao de bolo na garganta , queimor , dor embaixo do peito , tontura , sentia uma agua mechendo dentro da cabeça , a dor no peito tem vez que fica so no peito esquerdo e tem vez que se espalha por todo torax , e tem vez que vai paras costas , fiz o eletrocardiograma e deu tudo normal e os medicos diceram que erra ansiedade sera que é mesmo ? Me ajudem se poder .

    1. Pedro Pinheiro

      É bem provável.

  21. guilherme

    Dor no peito de origem psicológica acontece apenas durante uma crise ou ela pode aparecer inconscientemente numa situação normal no dia-a-dia?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Pode ocorrer a qualquer momento.

  22. Luis

    Primeiramente Boa noite.
    Gostaria de saber se devido a ansiedade pode ocorrer um infarto do miocárdio?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se o paciente tiver problemas cardíacos, uma crise de ansiedade pode desencadear um infarto, sim.

  23. color_slater

    Costocondrite causa dificuldade de respirar?

  24. Kath

    Drs,
    Cintilografia positiva para isquemia, com cateterismo normal afasta doença cardiovascular? Com hipertensão arterial grave secundaria. Mantendo dor precordial. Obrigada.

  25. Ferreira-leomar

    Meu nome é Leomar, quais exames que tenho que fazer quando estou com dor no peito e procurar um hospital, quais os primeiros exames ?

  26. Airton Luiz

    Bico de papagaio na coluna pode causar dor no peito?

  27. nuria

    eu continuo cm imensas dores axa k e grave? sera k vo morrer ek tenho 22 anos sera possivel ter um enfarte cm essa idade? ajude me

  28. Rodrigo SIlva

    DR .Pedro   ultimamente ando com respiração ofegante e dores no peito no lado esquerdo  emcima do coração   ,mesmo estando quase imóvel o as dores continuam   ,deve  procurar um cardiologista ou clinico geral   ,eu não fumo    bebo só socialmente 

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Comece pelo clínico