7 SINTOMAS DO CÂNCER DE MAMA

Introdução

Em todo mundo, o câncer de mama é o segundo tipo de tumor maligno mais diagnosticado, logo atrás do câncer de pulmão. Ele é responsável por mais de dois milhões de casos por ano.

Quando olhamos só para as mulheres, o câncer de mama não só é o tipo de câncer mais comum, como também é o que mais mortes provoca.

Embora a realização de testes regulares de rastreio do câncer de mama seja indispensável, as mamografias não são 100% eficazes para todos os tumores da mama. Resultados falsos negativos existem.

Ainda que os tumores da mama não costumem apresentar sintomas no estágio inicial, a detecção precoce dos primeiros sinais pode transformar um caso de câncer mama em uma história com final feliz.

Sendo assim, saber como é a aparência normal dos seus seios e conhecer os sinais e sintomas do câncer de mama têm um papel importante no diagnóstico precoce e na sobrevida das pacientes com esses tumores.

Neste artigo vamos explicar resumidamente quais são os sinais e sintomas mamários aos quais a mulher deve sempre estar atenta.

Principais sinais de tumor na mama
Principais sinais de tumor na mama

Nódulo na mama

Um nódulo papável na mama é o sinal de câncer mais conhecido. Porém, nem todo nódulo mamário é maligno. Na verdade, a imensa maioria não é. Aproximadamente 90% das massas palpáveis nas mamas de mulheres entre os 20 e os 50 anos são benignas.

Exemplos de nódulos benignos na mama incluem:

Apenas pela palpação do nódulo não é possível descartar uma lesão maligna. Portanto, todo nódulo novo deve ser avaliado por um ginecologista ou mastologista, que são os profissionais mais capacitados para avaliar as características de nódulos mamários.

Um nódulo benigno tem habitualmente um formato meio arredondado, com bordas regulares, consistência elástica e é móvel à palpação.

Já um nódulo mamário provocado por câncer costuma ter as seguintes características:

  • Duros e bem aderidos aos planos profundos da pele.
  • Massa com bordas e formato irregulares.
  • Nódulo que está crescendo.
  • Nódulo que provoca retração da pele.
  • Podem ou não ser dolorosos.

Cabe destacar que mesmo nódulos com essas características ainda podem ser benignos. Exames de imagem da mama, como a mamografia, ultrassonografia ou a ressonância magnética ajudam a definir a natureza na massa.

Mudanças na textura da pele

O câncer de mama localmente invasivo pode causar alterações e inflamação nas células da pele, o que leva a alterações na sua textura.

Exemplos de alterações da textura da pele nos câncer de mama incluem:

  • Descamação da pele ao redor do mamilo e da aréola, como se a pele estivesse queimada pelo sol ou extremamente seca.
  • Espessamento da pele em qualquer parte da mama.
  • Vermelhidão da pele, habitualmente com aparência de casca de laranja por dilatação dos poros (sinal chamado peau d’orange).
Câncer de mama inflamatório com a caraterística aparência de peau d'orange
Câncer de mama inflamatório com a caraterística aparência de peau d’orange

Essas alterações inflamatórias cutâneas costumam ocorrer em um tipo raro de câncer de mama, chamado doença de Paget.

Alterações semelhantes também podem ocorrer como resultado de condições benignas da pele, tais como mastite ou eczemas.

Secreção no mamilo

Secreção pelo mamilo (fora do período de aleitamento materno) pode ser um sinal de câncer de mama. 50% das mulheres com carcinoma papilar invasivo apresentam secreção mamária, geralmente de aspecto sanguinolento.

Secreções amareladas, esverdeadas ou leitosas também podem ser sinal de tumor na mama, embora haja diversas outras condições que possam causar alteração semelhante. Alguns exemplos:

  • Infecções de mama.
  • Efeito colateral das pílulas anticoncepcionais ou outros medicamentos.
  • Doença da tireoide.
  • Tumores benignos da mama.
  • Ectasia do ducto mamário.
  • Prolactinoma.

Linfonodos na axila

Os linfonodos são pequenas estruturas arredondadas de tecido linfático que ficam localizados em pontos específicos do corpo. Em condições normais, os linfonodos não costumam ser palpáveis.

Sistema linfático e linfonodos
Sistema linfático e linfonodos

Os linfonodos filtram fluidos e capturam células e germes potencialmente prejudiciais, incluindo bactérias, vírus e células cancerígenas. Quando isso ocorre, eles ficam inflamados e crescem de tamanho.

Quando uma célula tumoral sai do seio, o primeiro local para onde ela viaja é a região dos linfonodos na axila do lado da mama afetada. Sendo assim, linfonodos palpáveis na região da axila podem ser um sinal de câncer de mama se espalhando.

Assimetria da mama

Alguns tipos de tumor da mama podem causar assimetria entre as mamas, tornando uma delas maior, com desvio para algum lado, com elevações, ondulações, depressões visíveis em alguns pontos ou alterações persistentes da coloração da pele em um dos seios.

Novamente, cabe ressaltar que nem toda mama assimétrica é causada por tumores. Na maioria dos casos, a causa é benigna e está relacionada com traumas, procedimentos médicos anteriores, como biópsia, ou variações hormonais ao longo do ciclo menstrual.

Retração ou reversão do mamilo

O câncer de mama, principalmente os inflamatórios, podem provocar alterações no mamilo e na aréola, incluindo mudanças no tamanho ou inversão do mamilo para dentro da mama.

Dor na mama

A maioria dos tumores mamários não provoca dor. A exceção é a doença de Paget da mama (tumor inflamatório).

Os nódulos mamários provocados por tumores não costumam doer.

Falamos com detalhes sobre as causas de dor nos seios no artigo: DOR NAS MAMAS – Causas, tratamento e risco de ser câncer.

Sintomas do câncer de mama em homens

O câncer de mama ocorre principalmente em mulheres, mas, eventualmente, algum homens também podem desenvolvê-lo.

Muitas pessoas não sabem, mas os homens também têm tecido mamário e, por isso, podem desenvolver câncer de mama. A baixa produção de hormônios femininos, porém, mantém o tecido mamário pequeno e diminui o risco.

Os sintomas do câncer de mama masculino podem ser semelhantes aos experimentados pelas mulheres. Os mais comuns são:

  • Nódulos indolores na mama.
  • Espessamento da mama.
  • Alterações na pele dos mamilos ou dos seios, como ondulações, depressões ou vermelhidão.
  • Secreção um um dos mamilos.

Referências


RELACIONADOS