Antibióticos Cortam o Efeito do Anticoncepcional?

Atualizado em
Comentários: 145

Antibióticos e anticoncepcionais

Durante muito tempo os antibióticos foram considerados os grandes vilões das mulheres que tomavam a pílula anticoncepcional. A falta de estudos científicos desenvolvidos exclusivamente para pesquisar a interação entre antibióticos e a pílula, associado a relatos pontuais de falha dos anticoncepcionais orais após o uso de determinados antibióticos, ajudaram a criar, mesmo dentro da própria classe médica, o mito de que não se podia misturar antibióticos e anticoncepcionais hormonais.

Muitos médicos até hoje sentem-se desconfortáveis em prescrever alguns antibióticos, tais como amoxicilina, metronidazol ou tetraciclina, para mulheres em idade fértil e em uso de contraceptivos hormonais.

Esse suposto risco, porém, nunca foi baseado em evidências científicas robustas, mas sim em estudos não controlados e teorias não comprovadas.

Por exemplo, antibióticos como a ampicilina e a amoxicilina eram considerados perigosos para quem tomava a pílula simplesmente porque havia um risco teórico de uma alteração na flora bacteriana intestinal que provocasse uma redução na absorção dos hormônios estrogênio e progesterona pelos intestinos.

Apesar do risco teórico, nenhum estudo havia pesquisado o que realmente acontecia com as mulheres que tomavam pílula e amoxicilina juntos. Por mais que uma teoria faça sentido, é preciso provar na prática que ela está correta.

Nas últimas décadas isso mudou, pois a medicina baseada em evidências ganhou espaço em relação ao que podemos chamar de “medicina baseada em teorias”. Desde a década de 1990, o número de trabalhos publicados sobre mulheres que usavam antibióticos junto com a pílula aumentou exponencialmente, e, atualmente, temos muito mais segurança para emitir opiniões sobre os riscos da associação de antibióticos com os anticoncepcionais hormonais, sejam eles sob a forma de pílulas, implantes, adesivos ou injeções.

Quais são os antibióticos que eu posso tomar junto com a pílula?

Baseado em ampla literatura científica, somente um tipo de antibiótico pode ser realmente considerado responsável pela redução da eficácia dos anticoncepcionais hormonais: a Rifampicina (e o seu derivado rifabutina). Fora a Rifampicina, nenhum – sim, nenhum – outro antibiótico apresentou, aos diversos estudos, qualquer sinal de que possa cortar os efeitos da pílula anticoncepcional.

Portanto, do ponto de vista estritamente científico, não há provas de que a imensa maioria dos antibióticos cortem o efeito contraceptivo dos anticoncepcionais hormonais, incluindo a pílula do dia seguinte.

Isso significa que atualmente não há base científica para indicar nenhum tipo de cuidado adicional para as pacientes em uso de contraceptivos hormonais que precisam ser tratadas com os seguintes antibióticos:

* A lista acima não está completa, ela mostra apenas os antibióticos mais comumente prescritos.

É importante salientar que mulheres com alguma infecção e em uso de antibióticos podem apresentar atraso menstrual. Isso, porém, não significa que o antibiótico esteja influenciando diretamente no sistema hormonal de forma a diminuir a eficácia da pílula anticoncepcional.

Algumas mulheres podem apresentar sangramento vaginal de escape durante o uso de antibióticos. Isso não é um indício de falha da pílula ou redução relevante dos níveis de hormônios circulantes. Os estudos mostram que essas mulheres que apresentam sangramento de escape não têm maior risco de engravidarem de forma não intencional.

Outros medicamentos anti-infecciosos

Outras drogas com ação antimicrobiana, como antivirais ou antifúngicos, também não apresentam evidências de cortarem os efeitos dos anticoncepcionais, incluindo o aciclovir, valaciclovir, cetoconazol, fluconazol, miconazol, nistatina, etc.

A única exceção a esta regra são os antirretrovirais usados no tratamento da AIDS. Drogas como Nelfinavir, Nevirapine, Ritonavir, entre outras, estão relacionadas a uma diminuição da eficácia da pílula. Por razões óbvias, as pacientes portadoras do vírus HIV não devem ter relações sem o uso de preservativos, portanto, esta questão acaba ficando minimizada.

Se você quiser ler um texto mais completo sobre as interações de vários medicamentos com a pílula anticoncepcional, acesse o seguinte link: Pílula anticoncepcional | Interações medicamentosas

Atualmente, nenhuma das principais associações de ginecologia e obstetrícia do mundo, nem a própria Organização Mundial de Saúde, indicam o uso de qualquer proteção contraceptiva complementar para as mulheres que fazem uso de anticoncepção hormonal e precisam tomar algum antibiótico que não seja a rifampicina ou a rifambutina.

Já as mulheres que precisam tomar rifampicina ou rifambutina devem utilizar um método contraceptivo alternativo e não hormonal durante todo o período de tratamento com esses antibióticos (leia: 20 Métodos anticoncepcionais mais comuns). O anticoncepcional hormonal pode ser retornado no primeiro dia do primeiro ciclo menstrual já sem o uso dos antibióticos.


Referências


Autor(es)

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.


O Artigo te Ajudou? Então nos Ajude Agora!
Se você achou este artigo informativo e útil, por favor, considere compartilhá-lo nas suas redes sociais. Cada compartilhamento não só ajuda outras pessoas a obterem informações de saúde de qualidade, mas também contribui significativamente para o crescimento do nosso site.
Temas relacionados
Pílula do dia seguinte Pílula do dia seguinte: como tomar e efeitos adversos
Azitromicina Azitromicina [Bula simplificada]
Fosfomicina Fosfomicina trometamol: Bula simplificada
Bactérias Quais são as doenças causadas por bactérias?
Pílula e câncer A pílula anticoncepcional causa ou previne câncer?
Álcool e antibióticos Misturar antibióticos com álcool: qual é o risco?
Amoxicilina Amoxicilina (bula simples): para que serve e como tomar
Interações da pílula Interações entre remédios e anticoncepcionais
nitrofurantoína Nitrofurantoína (Macrodantina): para que serve e doses
Antibióticos Antibióticos: o que é, tipos e para que serve
Metronidazol Metronidazol (bula): pomada, comprimidos e creme
Contraceptivos de barreira - camisinha Contracepção de barreira: (contra gravidez e DST)
Métodos contraceptivos 20 opções de métodos anticoncepcionais e suas taxas de êxito
Bactrim Bactrim (sulfametoxazol-trimetoprima): Bula simplificada
Benzetacil Benzetacil (penicilina benzatina) – Bula simplificada
Como tomar a pílula Qual é a forma correta de tomar a pílula anticoncepcional?
- Publicidade -
COMENTÁRIOS
Por favor, leia as regras do site antes de enviar a sua pergunta.

Deixe um comentário

145 comentários em “Antibióticos Cortam o Efeito do Anticoncepcional?”

  1. Anticoncepcional Belara + Cloridrato de Tetraciclina em caso de tratamento dermatológico. Diminui a eficácia do Belara? Tetraciclina já esteve na bula do belara como antibiótico que conflitua com a eficácia da pílula, mas desde 2016 não é mencionado mais após alteração (verificado pela Anvisa)

    Responder
    • Não há evidências de que interfira. As bulas antigas ainda continham essa indicação porque os fabricantes tinham medo de ser responsabilizados, mas atualmente já há estudos suficientes para garantir que a maioria dos antibióticos não afeta a eficácia da pílula.

      Responder
  2. Olá, eu tomo o anticoncepcional adoless, e estou tomando amoxilina. Acontece que estou no 7 dia da cartela do anticoncepcional e estou tendo sangramento de escape. Pode haver alguma alteração na eficácia do anticoncepcional? Há risco de engravidar?

    Responder
  3. Olá, estou tomando nitrofurantoína por 10 dias e tomo o anticoncepcional oral desogestrel 0,075mg , preciso usar outro método anticoncepcional? Corro risco de gravidez?

    Responder
  4. Pomada oftalmológica cinatrex tetraciclina corta o efeito do anticoncepcional? Tomo pilula de uso continuo regularmente sem atrasos tamisa 30,usei a pomada e não tive relações no período de uso e nem sete dias depois de terminar o tratamento nos olhos tive relação desprotegida no oitavo, tem risco?

    Responder
  5. Parei de tomar meu remédio para infecção de urina , na segunda e tive relação na sexta , porém não deixei de tomar meu anticoncepcional , tem algum problema?

    Responder
  6. minha duvida e tomei azitromicina di-hidratada tando mestruada no 1 dia so tomei 2 comprimido e no dia seguinte tivr relacao sem camisinha corre risco de engravidar?

    Responder
  7. Bom dia Dr! Tomei Amoxicilina+Ácido Clavulanico,Metronidazol durante 7dias e usei óvulos vaginais Nistantina por 14 dias e durante este tempo todo me relacionei sem proteção! Há probabilidade de engravidar? Não uso nenhum anticoncepcional!

    Responder
  8. Doutor estou no intervalo do anticoncepcional reinicio sabado dia 7 posso tomar tetraciclina? E depois de quanto tempo ter tomado antibiotico tou protejida

    Responder
  9. Boa noite. Por engano tomei um comprimido de antibiotico ciprofloxacina (mandei o namorado buscar um paracetamol para eu tomar e trouxe aquilo). Tomo a pilula certinha. Interfere com a pilula?

    Responder
  10. Olá, bom dia! Tomei antibiótico por 7 dias e o tratamento terminou na terceira semana da cartela da pílula. O dia em que completa uma semana após o fim do tratamento cairá na pausa. Eu devo emendar a cartela ou faço a pausa normalmente? Em qualquer um dos dois casos, eu ficaria protegida a partir de que dia? Muito obrigada!

    Responder
    • Você deve manter a toma da pílula conforme sempre fez. Estar tomando antibiótico não muda nada. Você não deixa de estar protegida na pausa do anticoncepcional.

      Responder
  11. Oi. Boa noite eu tomei amoxicilina por 2 dias e tomo injeção mesigina isso interfere no anticoncepcional pois minha mestruaçao não veio só vem umas borras .

    Responder
  12. Dr. Tomei rifampicina durante 3 dias, 2 capsulas a cada 12 horas totalizando 8 comprimidos.
    Mo meio do tratamento tive relação sem proteção (ontem). Estou nos dias ferteis e minha ovulação é amanhã, ou seja 2 dias após o coito. O fato de estar nos dias ferteis aumenta a chance de engravidar.? obrigada

    Responder
  13. Olá, eu li vários artigos sobre os antibióticos realmente interferirem na eficácia da pílula anticoncepcional, porém ainda estou insegura. Tomo anticoncepcional a um bom tempo e fiz sexo desprotegida (porém com coito interrompido) faltando 7 pílulas pra eu terminar a cartela (ou seja, não estando no período fértil). Mas a 10 dias atrás eu tomei antibiótico por uma semana, terminei de tomar três dias antes deu transar desprotegida. obs: o antibiótico possui amoxicilina. tem alguma chance deu engravidar? obrigada

    Responder
    • Não há evidências científicas de que antibióticos afetem o efeito da pílula anticoncepcional de forma relevante. Se você está tomando a pílula de forma correta, o risco de gravidez indesejada é baixíssimo.

      Responder
  14. Doutor, há uma possivel diminuição do efeito contraceptivo do tamisa 30 sem parar com o antibiotico monuril (fosfomicina trometamol)? Obrigada

    Responder
  15. Doutor, gostaria de saber se os efeitos que a gastrite e o intestino irritado provocam no organismo podem cortar o efeito do anticoncepcional oral. Obrigada!

    Responder
  16. Doutor, seu site é ótimo, muito bem esclarecido… minha namorada toma ciclo 21, nisso ela tomou Omeprazol durante 1 semana, se cortou o efeito quanto tempo depois podemos ter relações sem correr riscos de uma gravidez não desejada ??

    Responder
  17. Doutor, seu site é muito interessante. Parabéns pelo trabalho ! Sei que você preza por publicar artigos com evidências científicas.
    Mas porque na bula dos medicamentos em questão ainda constam informações técnicas desatualizadas, ou seja sem o rigor científico ?
    Na bula da Amoxicilina alerta que o uso concomitante com anticoncepcionais pode diminuir a eficácia. E na bula do anticoncepcional Siblima também traz esta interação.
    É só um exemplo…

    Responder
    • Eles estão desatualizados. Provavelmente eles mantém esse informação por excesso de precaução, com medo de serem responsabilizados por falhas de outra natureza dos métodos contraceptivos. Do ponto de vista de evidências científicas, não dá para afirmar que a amoxicilina corta o efeito da pílula.

      Responder
  18. Dr, mandei uma pergunta e ainda não obtive resposta. Estou bem preocupado!

    Gostaria de saber se cefadroxila corta o efeito do anticoncepcional Minian?

    Responder
  19. Não vi o cloranfenicol na lista. Outras matérias dizem que ele corta o efeito. Estou usando a pomada Kollagenase com cloranfenicol, interfere em alguma coisa?

    Responder
  20. Tomo a pílula todos os dias a noite , tive relacoes com o meu namorado sem preservativo , e ao outro dia fiquei doente com uma otite e a minha médica deu-me um antibiótico e o antibiótico corta o efeito da pílula , será que existem possibilidades de ficar gravida ?

    Responder
  21. Boa tarde , eu tomo a pílula mas no entanto fiquei doente o que levou a minha médica a receitar-me um antibiótico , só que eu no dia anterior tive relações com o meu namorado sem preservativo tomei a pílula nesse mesmo dia a noite e na manhã seguinte Tomei o respetivo antibiótico cefixima Neocef. Será que existem probabilidades de engravidar ? Gostaria que respondesse o mais depressa possível obrigado

    Responder
  22. Essas alterações não são suficientes para atrapalhar o efeito da pílula. Há dezenas de estudos que mostram que as mulheres não engravidam se tomarem a pílula junto com o antibiótico.

    Responder
  23. O antibiótico sinot clav + rupafin tira o efeito do anticoncepcional Qlaira? PFVR ME RESPONDA, ESTOU DESESPERADA. (Ja mandei toda a história)

    Responder
  24. Tomirato. Meu neuro e psiquiatra afirmam que nao corta efeito. Porem tudo que leio tem esse remedio. E ai!??vou usura continuadamente por uns 3 meses. Tenho tremor essesncial.

    Responder
    • A literatura científica diz que o topiramato pode interferir na eficácia da pílula. Acho que o seu ginecologista deveria dar a palavra final.

      Responder
  25. Bom….vou abusar da sua boa vontade… uso o Rifocina spray até segunda.Até quantos dias devo ter essa proteção extra?Somente quando estou no tratamento ou continuo dias depois? Obrigada. :)

    Responder
  26. Olá.Não li nada relacionado a minha pergunta.Vou usar Rifocina spray, sei que é uso tópico mas gostaria de saber se existe alguma alteração no anticoncepcional Gynera.Estou no 5º dia de pausa da cartela e sábado começo outra, provavelmente ainda estarei usando o spray.Algum problema?

    Responder
    • A rifocina é a rifamicina, que é uma droga semelhante à rifampicina. Quando tomada por via oral ela pode sim interagir com os anticoncepcionais.

      Em relação ao uso tópico, eu não encontrei nenhuma informação sobre essa interação. A princípio, a absorção não parece suficiente para haver comprometimento da eficácia da pílula, porém, na dúvida, eu acho melhor você utilizar a camisinha durante o período de tratamento.

      Responder
  27. Doutor estou tomando este três antibióticos metronidazol, ibuprofeno, fluconazol e tomo injeção noregina de trinta dias, gostaria de saber se corta o efeito. Por que eu tomei no dia 19 de janeiro e o meu ciclo mestrual era pra iniciar dia 12 de fevereiro e não veio, tomei novamente a injeção e normal atrasar?

    Responder
  28. Bom dia Dr. Estou com infecção de garganta, estou tomando azitromicina, a médica disse que não iria cortar o efeito, mais fiquei na dúvida ainda. Eu tomo o anticoncepcional minima de 28.

    Responder
  29. Tive que tomar por cinco dias amoxilina , e eu eu estava ao mesmo tempo tomano anticoncepcional tâmisa 30 (sem para) neste meio tempo tive relaçao sem proteçao, e logo depois dos cinco dias ouve sangramento, eu posso estar gravida ?

    Responder
  30. Tomo anticoncepcional Microvlar a 7 anos, vou começar um tratamento de 2 meses com tetraciclina. Porem na bula diz que pode diminuir o efeito do anticoncepcional. Está correto?

    Responder
  31. Comecei hoje a tomar amoxicilina estou na pausa dos 7 dias da pílula e amanhã ou depois devo estar com o período. No proximo sábado começo nova carteira. Quantos dias depois deverei ter precauções. Obrigada.

    Responder
  32. Dr. Tenho 45 anos. Tomo anticoncepcional regularmente. Estou fazendo tratamento para h. Pylori com omepramix. Mantive relações sexuais sem camisinha no quinto dia da cartela de anticoncepcional. Tem alguma
    chance de eu engravidar?

    Responder
  33. Dr°. faço uso de anticoncepcional, e há algum tempo venho tendo cólicas extremamente fortes. Disseram-me que poderia ser o meu anticoncepcional que não estaria mais fazendo efeito. Há alguns dias também precisei fazer o uso de amoxicilina e tive relação sexual sem uso de preservativo. Preciso me preocupar com uma possível gravidez?

    Responder
  34. Dr, durante minha pausa de 7 dias do anticoncepcional fiz o uso do antibiótico amoxicilina por 6 dias, gostaria de saber se quando volto com anticoncepcional já estou 100% protegida ou se o antibiotico ainda tem efeito no organismo?

    Responder
    • Não há evidências científicas de que os antibióticos atrapalhem os anticoncepcionais, incluindo o período de pausa.

      Responder
  35. Boa noite Dr., fiz uso da pomada nistatina para tratar uma infecção, por 7 dias, e faço uso de um anticoncepcional. Durante o tratamento com a pomada, entrei no período de pausa do remédio. Não tive relações por 7 noites, mas tive um dia depois que o tratamento com a pomada acabou e algumas horas antes de iniciá-lo também. Gostaria de saber se isso pode influenciar em algo, alterando meus hormônios e me tornando suscetível a engravidar? Obrigada.

    Responder
  36. bom dia Dr. estou tomando anticoncepcional YAZ e fiz um tratamento de infecção urinaria só que neste anti a pausa é de 4 dias e nesses 4 dias eu não tive uma menstruação com fluxo intenso e tive relações sem proteção, isso tem alguma chance de estar grávida?

    Responder
  37. Boa Noite…faço o tratamento com tetraciclina, e tomo meus anitconcepcionais todos certinho..nao tem perigo mesmo de cortar o efeito e eu acabar engravidando??..pois muitas pessoas me falam que esse antibiotico corta o efeito do anti…no aguardo

    Responder
    • Não há estudos que comprovem a interferência da tetraciclina. Pelo contrário, os que existem mostram que ela não interfere.

      Responder
  38. Doutor e porque muitas pessoas falam que o antibiotico corta o efeito entao?…posso ficar tranquila entao fazendo o tratamento com tetraciclina e tomando os anticoncepcionais, nao vai cortar o efeito mesmo?..no aguardo

    Responder
    • Não importa o que as pessoas falam ou quantas pessoas falam. O importante é conhecer as evidências científicas sobre o fato. Existem vários estudos sobre o assunto e nenhum deles mostrou haver risco. É isso que importa.

      Responder
  39. boa noite..esstou fazendo tratamento com tetraciclina e gostaria de ssaber se corta o efeito do meu anticoncepcional..eu tomo o diane35 certinho…estou com muita duvida…no aguardo obrigada

    Responder
      • posso ficar bem tranquila entao que nao vou engravidar tomando esse antibiotico e meus anticoncepcionais certinho??porq todos me dizem q esse antibiotico corta…cheguei a tomar ate a pilula do dia seguinte por medo..

        Responder
        • Pode. Na verdade, se o antibiótico cortasse o efeito da pílula comum, ele também cortaria da pílula do dia seguinte, pois ambas são feitas com os mesmos hormônios, apenas em doses diferentes.

  40. Olá Dr. Pedro, No dia 2/9 começei a tomar ciprofloxacino por conta de uma infecção urinária, nesse tempo continuei tomando meu anticoncepcional e no dia 9/9 terminou o antibiótico, nesse tempo não tive relações. Minha pílula acabou dia 18/9 e a menstruação veio normal, no dia 25/9 iniciei nova cartela e no domingo tive relações sem proteção com meu noivo. Nesse tempo o efeito do anticoncepcional já voltou ao normal ou corro algum risco? Obrigado

    Responder
  41. Dr. Sugiro ler mais sobre reabsorção intestinal causado por bactérias da flora intestinal, sendo assim a maioria dos anticoncepcionais passam por esse mecanismo. Se déstroi as bacterias o anticoncepcional não é absorvido e com isso nao tem efeito. *)

    Responder
    • A medicina hoje em dia é baseada em evidências, e os estudos mostram que as mulheres que tomam antibióticos (exceto rifampicina) junto com os anticoncepcionais não apresentam uma taxa de gravidez maior que as mulheres que não fazem essa associação.

      Responder
  42. Ola DR tomo anticoncepcional microvlar e no último dia p acabar a cartela tomei pílula do dia seguinte (sábado ). Era p minha menstruação vim quarta e nada. Isso pode ter interferido no meu ciclo ? Obh

    Responder
  43. Oi dr tomo o anticoncepcional microvlar e tomei amoxilina , o amoxilina corta o feito ? Tomei pílula do dia seguinte tbm e minha menstruação ta atrasada 1 dia, to grávida ou meu ciclo esta des regularizado ? Obg

    Responder
  44. Olá doutor! Confesso que estou aliviada ao ler seu estudo e lhe parabenizo por suas informações claras, objetivas e de fácil entendimento. Extraí 2 dentes cisos e meu dentista me receitou amoxicilina por isso a preocupação, gostaria de saber se a anestesia usada nesse procedimento pode afetar a eficácia do meu anticoncepcional (tomo o Ciclo 21)? Obrigado!

    Responder