PROSTATITE – Sintomas, Causas e Tratamento

A prostatite é um quadro comum, que surge quando a próstata encontra-se inflamada, geralmente por causa de uma infecção bacteriana.

Prostatite é um termo amplo que engloba várias condições que cursam com inflamação da próstata. Seus sintomas incluem febre, dor para urinar, dificuldade para urinar e dor na região pélvica.

Neste texto vamos abordar os diferentes tipos de prostatites, abordando suas causas, sintomas e opções de tratamento.

A próstata

A próstata é uma glândula do tamanho de uma noz (3 a 4 cm de diâmetro), com aproximadamente 20 gramas de peso, presente apenas no sexo masculino. Localiza-se na base da bexiga e circunda a parte inicial da uretra, canal que escoa a urina da bexiga.

Próstata
Localização da próstata

Cerca de 70% do líquido ejaculado durante o orgasmo é produzido pela próstata. Este líquido é uma secreção alcalina (com pH elevado) que se mistura e protege os espermatozoides do ambiente ácido da vagina, aumentando sua mobilidade e facilitando a chegada dos mesmos ao óvulo.

Devido a sua localização anatômica, as doenças da próstata costumam causar sintomas associados a urina e bexiga, como dor ao urinar e fraqueza do jato urinário.

Prostatite

A prostatite não é uma doença única, mas sim um grupo de quatro doenças que cursam com sintomas semelhante, relacionados à inflamação da próstata. Atualmente divide-se as prostatites em quatro grupos:

I- Prostatite aguda
II- Prostatite bacteriana crônica
III- Prostatite não bacteriana crônica ou Síndrome da dor pélvica crônica (IIIa. inflamatória / IIIb. não inflamatória)
IV- Prostatite inflamatória assintomática

A categoria IIIb (Prostatite não bacteriana crônica / síndrome da dor pélvica crônica não inflamatória) era antigamente chamada de prostatodinia.

Vamos falar um pouquinho sobre cada uma delas.

I. Prostatite aguda

A prostatite aguda é um quadro inflamatório normalmente causado por uma infecção bacteriana da próstata. As bactérias mais comuns são as mesmas que costumam causar infecção urinária, tais como E. coli, Klebsiella e Proteus. A contaminação da próstata se dá pela invasão da mesma por bactérias que se encontram na uretra ou na bexiga, normalmente devido a uma urina previamente contaminada.

Entre os principais fatores de risco para a prostatite aguda podemos citar:

– Infecção urinária (leia: INFECÇÃO URINÁRIA | Sintomas da cistite).
– Uso de cateter vesical.
– Traumas locais por uso prolongado de bicicletas ou andar a cavalo.
– Infecção pelo HIV (leia: SINTOMAS DO HIV E AIDS (SIDA)).
– Uretrites por DSTs (leia: GONORRÉIA | CLAMÍDIA | Sintomas e tratamento).

Sintomas da prostatite aguda

A prostatite aguda pode ocorrer tanto em homens jovens quanto em idosos e os seus principais sintomas incluem:

– Febre.
– Calafrios.
– Disúria (dor ao urinar) (leia: DISÚRIA | DOR AO URINAR | Causas).
– Dificuldade em urinar.
– Dor pélvica.
– Urina turva.
– Mal estar.
– Dores musculares e nas articulações.

Os sintomas da prostatite aguda podem ser muito intensos, fazendo com que muitas vezes o doente necessite de hospitalização. A sepse é uma complicação possível desta infecção (leia: O QUE É SEPSE E CHOQUE SÉPTICO?).

Diagnóstico da prostatite aguda

O diagnóstico é feito através da avaliação conjunta do sinais clínicos e do toque retal, que demonstram uma próstata dolorosa ao exame. Assim como na infecção urinária, a urocultura serve para identificar a bactéria responsável pela infecção (leia: EXAME UROCULTURA | Indicações e como colher). O exame simples de urina (EAS) costuma apresentar piócitos na urina (pus) e sangramento microscópico (leia: EXAME DE URINA | Entenda seus resultados).

Nas análises de sangue, a dosagem do PSA pode ajudar, pois o mesmo costuma estar elevado durante as os quadros de inflamação prostática. Os marcadores de atividade inflamatória como PCR e VHS também encontram-se elevados (leia: EXAMES DE SANGUE | VHS, PCR , LDH, Ferritina e CK) e o hemograma costuma apresentar leucocitose (leia: HEMOGRAMA | Entenda os seus resultados).

Tratamento da prostatite aguda

A prostatite aguda tem cura e o tratamento é feito com administração de antibióticos por um período médio de quatro semanas. Como as bactérias que causam a prostatite costumam ser as mesmas da infecção urinária, os antibióticos também são iguais, sendo o Bactrim® e as quinolonas (ciprofloxacina, levofloxacina e norfloxacina) os mais usados. Os antibióticos podem ser alterados posteriormente de acordo com os resultados da urocultura, que costumam demorar de 48 a 72h para ficarem prontos.

Os sintomas costumam começar a desaparecer com 48 horas de antibioticoterapia. Depois de sete dias de tratamento a urocultura já é negativa, não apresentando mais bactérias na urina.

Para o alívio da dor analgésicos comuns e anti-inflamatórios podem ser usados, se não houver contraindicações.

II. Prostatite bacteriana crônica

A prostatite bacteriana crônica é um complicação possível da inflamação aguda que não foi devidamente tratada.

O quadro é bem mais brando que na  prostatite aguda e os sintomas podem ser sutis. Na maioria das vezes as queixas se restringem a disúria (incômodo ao urinar), vontade urinar frequentemente e mal-estar. A febre, quando presente, costuma ser baixa.

Como vocês já puderam notar, muitos dos sintomas da prostatite crônica são semelhantes aos da cistite (infecção da bexiga), podendo causar alguma confusão no diagnóstico (leia: INFECÇÃO URINÁRIA | CISTITE | Sintomas e Tratamento). É importante saber que nos homens adultos e/ou jovens a cistite é uma infecção pouco comum, devendo a prostatite ser sempre uma das hipóteses diagnósticas nos pacientes do sexo masculino com sintomas semelhantes aos de uma infecção urinária.

O diagnóstico da prostatite crônica também é feito através da história clínica e do toque retal. Neste caso, durante o toque retal, é possível realizar a massagem da próstata para estimular a secreção de líquidos para a análise laboratorial. A massagem prostática nunca deve ser feita na prostatite aguda devido ao risco de estimular a liberação de bactérias para a corrente sanguínea. A urocultura colhida após massagem também é uma opção para o diagnóstico da prostatite crônica.

As bactérias que causam a prostatite crônica são, em geral, as mesmas da aguda. Paciente que apresentam sintomas de prostatite crônica, com pus no exame simples de urina, mas cujas uroculturas e culturas da secreção prostática são persistentemente negativas, devem ser investigados para infecção por clamídia (leia: GONORRÉIA | CLAMÍDIA | Sintomas e tratamento).

O tratamento da prostatite crônica é semelhante ao da aguda, com duração entre 4 a 6 semanas. Pacientes que apresentam infecção recorrente podem precisar de tratamento mais prolongado.

III. Prostatite não bacteriana crônica ou Síndrome da dor pélvica crônica

A síndrome da dor pélvica crônica é uma síndrome que cursa com sintomas urológicos e desconforto na região pélvica. O termo síndrome da dor pélvica crônica é mais correto que prostatite não bacteriana crônica, porque muitas vezes não há envolvimento da próstata no quadro, apesar dos sintomas serem sugestivos de prostatite crônica.

A síndrome da dor pélvica crônica é um diagnóstico de exclusão, ou seja, só pode ser dado depois que se descartam a prostatite bacteriana e outras causas para dor pélvica como tumores, infecções urinárias, hemorroidas e doenças testiculares.

Os sintomas da síndrome da dor pélvica crônica incluem aqueles da prostatite crônica e outros como dor pélvica, desconforto anal e incômodo nos testículos.

Não há tratamento específico para a síndrome da dor pélvica crônica. Quando não se consegue descartar uma prostatite bacteriana crônica, um curso de quatro semanas de antibióticos é uma conduta aceitável. Nos casos onde não é possível determinar a causa da dor, o tratamento se limita ao uso de analgésicos.

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.

54 Comentários

  1. Araujo

    em caso de Síndrome da dor pélvica crônica, pode ocorrer o aumento do PSA total?

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      O PSA não costuma estar alterado na síndrome da dor pélvica crônica. Se estiver, tem que investigar a próstata.

  2. RITA

    A mulher pode ter infecção caso o esposo tenha cancer de próstata com relação sem preservativo?

    1. Pedro Pinheiro

      Não, não tem nada a ver.

  3. RITA

    doutor meu esposo sente fortes dores na relação sexual dor na bexiga e na ejaculação .
    pode ser cancer de próstata.
    seus pais morreram de cancer

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Provavelmente não. Mas de qualquer forma, o ideal é ele ser visto por um urologista.

  4. Ninguém

    Boas doutor, masturbação em excesso pode provocar, cancro na próstata, ou alguma doença assim parecida ?
    Cumprimentos.

    1. Pedro Pinheiro

      Não.

  5. Jean

    Dr. O médico recomendou meu pai fazer biopsia. Seu PSA era de 2,0 foi para 4,0. Já teve infecção de bexiga. Tem perigo de ser câncer?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      A biópsia serve exatamente para descartar câncer.

  6. Marcos

    Dr. Tudo bem? Pela manhã sai um pouco de pus pela uretra, nao sinto desconforto ao urinar, meu semen esta parecendo q tem pus, é um sintoma?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Sim, mas pode ser também uma uretrite. O ideal é que você procure um urologista.

  7. Julio

    Boa tarde Dr. Pedro, não sinto problema algum, mas de uns meses pra cá todas as vezes que ejaculo não sai esperma isto poderia ser o que? E qual seria a medicação correta para solucionar este problema?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Não adianta pensar em tratamento sem ter um diagnóstico correto da causa. Procure um urologista para ele avaliar o que há de errado.

  8. David

    Bom dia doutor, tenho 34 anos, e há quase um ano venho sentindo uma dor próximo ou atrás do testículo esquerdo, realizei vários exames, como o de urina, ressonância, ultra da bolsa escrotal, espermograma, fui até à um procto … e nenhum desses exames deu nada de anormal, fiz um tratamento em que uma urologista me medicou um antibiotico, e agora ele me passou um PSA … posso estar com prostatite ? tem algum medicamento que diminui essa dor ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Se o médico prescreveu um antibiótico e solicitou um PSA, ele deve estar suspeitando de prostatite.

  9. Marlucia Assunção

    boa tarde! DR meu pai está c a próstata 76 gramas gostaria de saber se isso e mau.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      É uma próstata grande. O peso normal é ao redor de 20 gramas. Ele deve ter sintomas de prostatismo com uma próstata desse tamanho. Ele precisa ser acompanhado por um urologista.

  10. William Jazz

    Bom dia. Dr. Estou sentindo dores pélvicas e desconfortos anal,(sem defecar), isso pode ser um sintoma da prostatite?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Pode.

  11. Gustavo

    Bom dia, tive uma relação sexual com meu parceiro e depois de duas semanas fui diagnosticado com prostatite minha duvida e se posso ter contraido devido em relacao a algum trauma na prostata?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Sim.

  12. Talita

    boa tarde Dr.O urologista examinou meu pai e disse que ele esta com a prostata inflamada,ele fez PSA esta normal,fez exame de urina normal,exame de sangue normal,e o ultimo que ele fez foi uma cultura e Antibiograma de semen acabamos de olhar e deu negativo,estamos preocupados ah alguma possibilidade de ser algo mais grave o que fazer?Ele sente dores nos testiculos ele sente ardencia ao urinar ja faz uns 8 meses já e o medico receitou bactrim !!Obrigado…Tenha uma boa tarde!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Prostatite com todos os exames normais é pouco comum. Agora, se o médico fez vários exames e nada encontrou, é pouco provável que seja algo grave.

  13. Paulo Vilar

    Tenho 30 anos e já sofro de prostatite aguda; sofri alguns traumas e lesões na região genital.
    quero saber qual o melhor tratamento e se corro o risco de contaminar alguem, sem fazer uso da camisinha? Percebo ejaculação precoce e a ereção demora voltar; entre outros sintomas. Estou angustiado…

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Prostatite não é uma doença sexualmente transmissível.

  14. emerson

    meu medico falou que estou com prostatite minhas dores sao no testiculo ele me passou prostem de 100 e nao passou nenhum antibiotico isto resolve

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      É possível que não.

  15. Antonio

    Dr, não sinto nenhuma dor, mas de uns dias pra cá, tenho notado que houve uma diminuição do jato ao urinar, Tenho que forçar um pouco para terminar de urinar. o que pode está acontencendo, ou o que houve em relação a esse sintoma. Vou marcar uma consulta no urologista, mas tenho medo de saber o pior (Cânce de Próstata), o que devo fazer?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Eu precisa saber sua idade para poder dizer qualquer coisa.

  16. Roma

    Dr, tenho muita ardência ao urinar quando fico muito tempo em pé, ardência esta que começa perto do anus e continua por toda a uretra, já tenho esse sintoma a pelo menos 4 anos, já fiz vários exames que não apresentam nenhum problema. Detalhe: Nunca tive febre, sangue aparente na urina ou secreção.
    O que devo fazer?

    1. Pedro Pinheiro

      Procurar um urologista.

  17. johes

    Dr. Fazem 2 meses que estou com um pouco de secreção e ardencia a urinar e ejacular e sinto uma dor no testiculo direito as vezes ja fiz exames de urina e nao acusaram nada tudo normal o que pode ser ??

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Só procurando um urologista para saber.

  18. tarciana

    Muito enteresante tudo isso

  19. pericles coutinho

    Quando sai sangue na ejaculação é um sintoma tbm da prostatite

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Pode ser.

      1. Adalberto

        Masturbação pode fazer crescer a prósttata

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          Não.

  20. Paulo

    Atividade física intensa ( corrida de 10 km com subida e musculação) 48 hs antes do exame de PSA pode alterar o seu resultado?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Pode, mas não necessariamente alterará.

  21. Jurandir J

    doutor,estou indo para 04 meses de trantamento com o antbiotico levofloxacino 01 comp dia,prostatite bact crônica no ixame deu o resultado q tenho anticorpos para a bct chamada clamydia,tenho q adimitir que estou melhorando neste períudo dos sintomas,mas ainda sinto alguns.
    porque neste caso o tratamento é mais demorado?e demora para aparecer os resultados esperados e são devagar mediante a comparar as demais infecções como por ex: uma amidaliti.
    tem aver por causa desta bac clamydia ela é tão forte assim?ou por se tratar de ser na prostata um lugor tão dificil de chegar o antibiotico,ou as dus coisas!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      O antibiótico chega mal à próstata.

      1. Jurandir J

        existe hoje algum outro metodo de administrar antibioticos conhecido na medicina alem do via oral,que neste caso melhore a penetração dos antibioticos na prostata, já que sabemos que os mesmos tem dificuldade de chegar neste local?

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          Via venosa.

  22. Jurandir J

    doutor,estou em tratamento de uma prostatite cronica com antibiotico, e nos meus izames de espermocultura deu que eu tenho a bact clamidia e já tenho anticorpos para ela.
    minhas perguntas são!
    01)porque tratar com antibiotico?
    02)porque meus anticorpos não matam esta bacteria,já que tenho os tais segundo o izame?
    03)porque os sintomas desta prostatite custam em desaparecer?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Ter anticorpos não significa que necessariamente seu corpo vai conseguir se livrar do germe. Paciente com AIDS têm anticorpos contra o HIV, mas nem por isso conseguem se curar sozinhos do vírus. Por isso, o auxílio de antibióticos é importante.

      Em alguns casos os tratamento precisa ser prolongado para se livrar completamente da bactéria.

  23. tarciana

    Muito enteresante tudo isso

  24. Nobody

    Boas, o meu pai tem uma prostatite crônica, causada por tratamento com BCG a um tumor que teve na bexiga, reconheço muitas das propriedades curativas da cannabis, uma vez que o THC é expelido pela urina isto implica que o mesmo esteja em contacto com todo o sistema Urinário, não encontrei nada na internet que falasse sobre o uso para combater a prostatite, mas está provado que retarda e previne o aparecimento de cancro na próstata. A minha dúvida é, é possível tratar a prostatite com cannabis?

    British Journal of Cancer – http://www.nature.com/bjc/journal/v101/n6/full/6605248a.html
    Marijuana a medicina proibída – de Lester Grinspoon e James Bakalar.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Isso ainda é muito experimental. Não dá para afirmar que já está provado. Isto é apenas um trabalho, in vitro e em ratos, com a estimulação de um análogo do receptor de canabinoides. Isto tá muito longe de podermos imaginar que o uso da maconha possa ser benéfico em doenças da próstata. Existem, literalmente, milhares de estudos com milhares de substâncias que in vitro inibem a proliferação de tumores. Daí transformar isso em um medicamento eficaz, às vezes, levam décadas de desenvolvimento.

  25. Jurandir Jaime

    doutor,meu urologista relatou que algumas prostatites são dor de cabeça para ele e o paciente estou em tratamento a 03 meses,
    pq os antibioticos tem dificuldade de combater a bacteria na prostata?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Penetram mal.