Sibutramina: remédio para emagrecer

Foto do autor

Escrito por: Dr. Pedro Pinheiro

Atualizado em:
Tempo de leitura estimado do artigo: 4 minutos

Introdução

O cloridrato de sibutramina, também conhecida pelo nome comercial Reductil®, pertence a uma classe de fármacos chamada moderadores do apetite, habitualmente usada no tratamento da obesidade.

Proibida em vários vários desde 2011 por conta do aumento do risco de eventos cardiovasculares, a sibutramina ainda é comercializada no Brasil devido a um parecer favorável emitido pela Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem).

Atenção: esse texto não tem como objetivo reproduzir a bula completa da sibutramina. O que faremos é uma revisão crítica do fármaco em linguagem mais acessível ao público leigo, eliminando as partes da bula que contém linguagem mais técnica e ressaltando as informações que são realmente relevantes para os pacientes que desejam tomar o medicamento.

Para que serve a sibutramina?

A sibutramina é atualmente indicada como tratamento medicamentoso para perda de peso em pacientes obesos. A sua indicação clássica são pacientes com IMC (índice de massa corporal) maior que 30 kg/m2, ou maior que 25 kg/m2 quando houver associado outros fatores de risco, tais como diabetes mellitus, colesterol alto ou hipertensão arterial (apenas se controlada).

A sibutramina é comercializada desde 1997 e auxilia na perda de peso por agir diretamente sob neurotransmissores cerebrais responsáveis pela sensação de saciedade, entre eles, a serotonina, a dopamina e a noradrenalina.

Enquanto as drogas mais antigas, como a anfetamina, agiam estimulando a produção destes neurotransmissores, a sibutramina apenas faz com que elas permaneçam mais tempo circulando no cérebro, fazendo com que o paciente consiga permanecer mais tempo sem ter vontade de comer. A sibutramina também previne a redução do gasto calórico que costuma acontecer quando o paciente perde peso, aumentando a chance do paciente manter-se mais magro.

O cloridrato de sibutramina deve ser utilizado como parte de um programa de perda de peso, apresentando melhores resultados quando associado a exercícios físicos regulares e dieta hipocalórica. Quando a sibutramina é usada de modo correto, além da perda de peso, também é esperada uma redução nos níveis sanguíneos dos triglicerídeos e do LDL (colesterol ruim).

A sibutramina sozinha não faz milagres, e o tempo estimado para início do efeito terapêutico é de, pelo menos, 15 dias, podendo haver variações individuais.

Nomes comercias mais comuns

O cloridrato de sibutramina pode ser encontrado na sua forma genérica ou através dos diversos nomes comerciais disponíveis no mercado, entre os quais destacamos:

  • Biomag.
  • Grece.
  • Sibus.
  • Slenfig.
  • Vazy.
  • Nolipo.
  • Plenty.
  • Reductil.
  • Saciette.
  • Sibuctil.
  • Sibutran.
  • Sigran.

A sibutramina é comercializada em duas apresentações: comprimidos ou cápsulas de 10 mg ou 15 mg.

Preço médio

O preço varia de acordo com a marca, a dosagem e o número de comprimidos contidos na caixa. A opção mais barata costuma ser a caixa de 30 comprimidos de 10 mg na versão genérica, que custa ao redor de 15 reais. Já a caixa de 60 comprimidos de 15 mg do medicamento de marca pode chegar a custar cerca de 100 reais.

Como tomar

A sibutramina é um medicamento de venda controlada, que só deve ser tomada com indicação médica. NUNCA TOME MEDICAMENTOS POR CONTA PRÓPRIA.

A sibutramina deve ser tomada uma vez por dia, de preferência sempre no mesmo horário. Não é necessário estar em jejum. Se por algum motivo você esquecer de tomar o remédio, não há problemas. Não tome dois comprimidos no dia seguinte tentando compensar a dose perdida.

A dose inicial usual é de 10 mg por dia, podendo ser elevada até o máximo de 15 mg, se após 4 semanas de tratamento não houver resposta satisfatória. O objetivo é perder pelo menos 2 kg no primeiro mês. Nos casos em que o aumento da dose seja necessária, deve-se antes levar em consideração a frequência cardíaca e a pressão arterial do paciente.

Os pacientes perdem em média 10 a 15% do peso nos primeiros 6 meses. A partir deste ponto, o peso tende a estabilizar-se, mas a medicação deve ser mantida até ordem contrária para reduzir o risco do paciente voltar a engordar. Em geral, o medicamento pode ser tomado por até 2 anos.

O tratamento deve ser descontinuado em pacientes que após 3 meses não tenham conseguido perder pelo menos 5% do peso inicial. O medicamento também deve ser interrompido nos pacientes que inicialmente tiveram boa resposta, mas acabaram por voltar a engordar pelo menos 3 kg durante o tratamento.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns do tratamento com sibutramina são:

Um efeito colateral, obviamente pouco desejado nos pacientes que querem perder peso, é o aumento paradoxal do apetite. Isto chega a ocorrer em até 9% das pessoas que tomam sibutramina.

A sibutramina pode alterar os níveis pressóricos, provocando hipertensão arterial ou dificultando o controle da pressão em quem já é hipertenso. Portanto, a monitorização da pressão arterial e da frequência cardíaca são necessárias durante o tratamento.

Nos primeiros três meses de tratamento, a pressão arterial e a frequência cardíaca devem ser verificadas a cada duas semanas. Entre 3 e 6 meses estes parâmetros devem ser verificados mensalmente e, se tudo estiver bem, a partir do 6ª mês, os parâmetros podem ser avaliados a cada 3 meses.

O tratamento deve ser descontinuado se o paciente tiver um aumento persistente (em mais de 2 consultas seguidas) da frequência cardíaca de repouso de mais de 10 bpm ou da pressão arterial sistólica ou diastólica de mais 10 mmHg. Nos pacientes previamente hipertensos, mas bem controlados com medicação, se a pressão arterial exceder a 145/90 mmHg em duas consultas consecutivas, o tratamento também deve ser descontinuado.

Contraindicações

A sibutramina não deve ser tomada por pacientes que apresentem as seguintes condições:

  • Histórico de infarto ou doença coronariana.
  • Insuficiência cardíaca congestiva.
  • Histórico de AVC ou AIT.
  • Arritmias cardíacas.
  • Doença arterial periférica.
  • Hipertensão arterial mal controlada (acima de 145/90 mmHg).
  • Diabetes mellitus tipo 2, com pelo menos mais um outro fator de risco cardiovascular, tais como hipertensão arterial controlada por medicamentos, dislipidemia, tabagismo ou nefropatia diabética com evidência de microalbuminúria.
  • Histórico de transtornos alimentares, como bulimia e anorexia.
  • Pacientes em uso de inibidores da monoaminoxidase (IMAO). É recomendado um intervalo de pelo menos duas semanas após a interrupção dos IMAO antes de iniciar o tratamento com sibutramina.
  • Gravidez ou aleitamento materno.

Além das doenças acima, também não devem tomar sibutramina os pacientes com: depressão grave, doença das válvulas cardíacas, hipertensão pulmonar, glaucoma de ângulo fechado e doença hepática grave.

Por que alguns países proibiram a sibutramina, mas o Brasil não?

Em 21 de janeiro de 2010, a European Medicines Agency (EMA) publicou um comunicado recomendando a suspensão da licença de comercialização da sibutramina, baseada na análise do seu Committee for Medicinal Products for Human Use (CHMP), que concluiu que os benefícios da sibutramina são menores que os riscos de seus efeitos colaterais, principalmente os eventos cardiovasculares graves. No mesmo ano, EUA e Canadá também suspenderam a autorização para venda da Sibutramina.

Essa decisão foi reforçada pela publicação do estudo The Sibutramine Cardiovascular Outcomes (SCOUT), que acompanhou cerca de 11 mil pacientes acima de 55 anos e com fatores de risco cardiovascular. O estudo mostrou que nessa população, o risco de infarto e AVC foi mais elevado nos pacientes que estavam medicados com sibutramina em comparação com o grupo controle com placebo.

Os endocrinologistas brasileiros argumentam que os achados no estudo SCOUT foram supervalorizados, já que os eventos cardiovasculares ocorreram em 11,4% dos pacientes que utilizaram a sibutramina em comparação com 10% dos que tomaram placebo. Uma diferença que, apesar de estatisticamente significativa, foi de apenas 1,4%. E apesar dessa pequena diferença, a taxa de mortalidade ao final do estudo não foi estatisticamente diferente.

Outra queixa é o fato de, apesar do estudo ter avaliado apenas pacientes com mais de 55 anos e com fatores de risco cardiovasculares, os seus resultados foram extrapolados para toda a população, incluindo pacientes jovens e sem fatores de risco.

Portanto, após intensa discussão com a ANVISA, a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Sbem) emitiram parecer favorável à manutenção da venda da Sibutramina, reforçando, no entanto, que ela não deve ser utilizada em pacientes com elevado risco cardiovascular.

Interação com outros medicamentos

Os seguintes medicamentos interagem com sibutramina e devem ser relatados ao seu médico antes do início do tratamento:

Esta lista está longe de ser completa. Lembre-se sempre de levar consigo a lista dos medicamentos que estás a tomar para que o seu médico possa avaliar a segurança da prescrição do tratamento para emagrecer.

Não se deve fumar maconha durante o tratamento com sibutramina pelo aumento do risco de hipertensão e arritmias cardíacas (leia: EFEITOS DA MACONHA).

Não há interação entre a sibutramina e os anticoncepcionais hormonais.


Referências


Autor(es)

Dr. Pedro Pinheiro

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.

Saiba mais

Artigos semelhantes

Ficou com alguma dúvida?

Comentários e perguntas

Deixe um comentário


56 respostas para “Sibutramina: remédio para emagrecer”

  1. Jessica
    Olá boa tarde eu estou a tomar SIBUTRAMINA e tanho o eplante no braço este compridomido corta o efeito do eplante?
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      A sibutramina não corta o efeito do implante contraceptivo.
  2. Francelina costa
    Bom dia
    Tenho 70 anos e já tomei o medicamento quando era nova, estou com mais uns 15 kilos e gostava de os perder, com a idade apareceu uma doença auto imune e faço tratamentos para ela de dois em dois meses, tenho colite ulcerosa habitualmente com prisão de ventre, tenho mais umas coisas da idade,pergunto se lhe parece que possa voltar a tomar sem prejuízo da saúde -obrigada
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Francelina, hoje em dia há fármacos bem melhores para perda de peso do que a sibutramina, como semaglutida (Ozempic®), liraglutida (Saxenda®), dulaglutida (Trulicity®) e tirzepatida (Mounjaro®). Procure um endocrinologista para ele te avaliar e decidir qual é a melhor opção no seu caso.
  3. Andrea

    Dr. Boa noite! Em Portugal foi proibido como sibutramina, mas tenho visto como Reductil na internet. Tem o mesmo efeito?

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Reductil e sibutramina são iguais. Mas há tratamentos novos melhores que a sibutramina.
      1. Vitória

        e quais seriam dr?

        1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
          Dr. Pedro Pinheiro
  4. Renata

    Dr, o que é interagem com outros medicamentos?

    Isso causa mal? Eu tomo venlafaxina e comecei com a Sibutramina!

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Interagir significa ter influência. Quando dizemos que um remédio tem interação com outro significa que um pode interferir na ação do outro. No caso da subitramina e da velafaxina, eles podem aumentar os efeitos colaterais um do outro.
  5. Débora Silva

    Dr. o meu IMC está em 24.9 a 30 estou tomando sibutramina sem orientação médica, minha intensão é tomar apenas os 30 comprimidos e depois não tomar mais, fazer mesmo um tratamento a curto prazo. o que me aconselha?

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Aconselho a não fazer isso sem orientação médica.
  6. Cristina

    em Portugal há algum que tenha o mm efeito que possamos comprar?

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Não.
  7. Maria Cecília Leite Cesarino

    Dr. Pedro, o senhor mora em Portugal ou no Brasil? Se no Brasil, tem clínica em qual estado? Sou do Rio de Janeiro.

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Portugal.
  8. Rozineide Reinaldo

    Como posso comprar o Subutramina aqui em Portugal.

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Não pode, a sibutramina foi suspensa pela Infarmed.
  9. Talita
    Estou tomando sibutramina e gostaria de saber se posso fumar narguilé ?
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro
      Dr. Pedro Pinheiro
      Narguilé aumenta o risco de diversas doenças pulmonares e de vários cânceres, como pulmões e laringe e boca. Além disso, se o narguilé for compartilhado por mais pessoas, há também risco de transmissão de doenças infecciosas, como herpes, influenza, resfriados, tuberculose, etc. Portanto, como médico, não indico o consumo de nenhum tipo de fumo.
  10. Rafael Morais Correa
    Boa Noite, Dr Pedro. Gostaria de perguntar, eu sou homem estou tomando Síbus 15mg e a minha esposa quer engravidar, no caso isso prejudicaria alguma coisa pra isso? Grato
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
      Não.
  11. Patriciia
    Gostaria de saber se a sibutramina e detectada em exames toxicológicos
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
      Não.
  12. joice
    olá doutor tenho medo de tomar sibutramina e depois que para de tomar meu peso amentar mais que o normal, corro esse risco?
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
      Tem que ter disciplina. O remédio não é milagroso. Ele ajuda a emagrecer quando a pessoa realmente se esforça para emagrecer.

      Se quando parar o remédio você voltar com todos os maus hábitos, logicamente vai engordar tudo de novo.

  13. Thiago
    Olá Doutor tomo sibutramina e gostaria de saber se posso tomar ecstasy usando esse medicamento?
  14. Rodrigo
    Olá Doutor, muito bom o artigo, me tire uma dúvida por favor, depois que comecei a tomar este medicamento comecei a ter dificuldade de ereção e ejaculação precoce sem estímulo ou sensação, isso pode ser relacionado a sibutramina? pois antes não tinha isso, caso eu suspenda o uso qual o tempo provável que pode levar para ela sair do corpo e voltar ao normal? Estou muito preocupado. Se puder responder eu agradeço…. Abs e parabéns pela colaboração ao responder dúvidas de usuários na internet.
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Pode estar relacionado. Mas não suspenda o medicamento sem conversar com o seu médico.
    2. Avatar de Pedro Pinheiro
      Pedro Pinheiro
      Pode estar relacionado. Mas não suspenda o medicamento sem conversar com o seu médico.
  15. Cássia
    Oi Dr. tomo hidroclorotiazida e losartana. Quero saber se posso tomar sibutramina também? Me responda por favor. um abraço! Obrigada!
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      A sibutramina pode agravar a hipertensão. Você só deve tomá-la sob estrita orientação médica.
  16. edivani
    Ola doutor meu nome Edivani, eu gostaria de saber se posso toma o sibutramina 15 mg. Pois faz dois meses que quebrei a tibia, eu posso toma? Me diz doutor? Obrigado.
    1. Avatar de Pedro Pinheiro
      Pedro Pinheiro
      A fratura da tíbia não interfere me nada.
  17. nayara
    Olá, parabéns pelo post. Minha pergunta é: quero muito engravidar, mas antes preciso eliminar 25 kg. Li em alguns lugares que a sibutramina ainda pode ficar no organismo mesmo depois de um tempo. Isso pode trazer riscos para uma futura gravidez? Grata!
    1. Avatar de Pedro Pinheiro
      Pedro Pinheiro
      Não, basta suspender a droga antes de começar a tentar engravidar.
  18. bru rios
    eu tomo sibutramina ,e acabei transando sem camisinha…se eu tomara a pilula do dia seguinte fará efeito?tenho medo de ficar gravida…
    1. Avatar de Pedro Pinheiro
      Pedro Pinheiro
      Sim, terá efeito. Mas a pílula tem que ser tomada o mais rápido possível.
  19. Anderson de Oliveira
    Estou para fazer cirurgia de varizes. Posso fazer cirurgia tomando sibutramina ou existe algum risco?
    1. Avatar de Pedro Pinheiro
      Pedro Pinheiro
      Em princípio, não há problema. De qualquer modo, o anestesista precisa saber de todas as medicações que você toma.
  20. Vanessa
    Sibutramina pode ser usada por quem faz uso de ácido acetilsalicílico (AS infantil)? Obrigada!
    1. Avatar de Pedro Pinheiro
      Pedro Pinheiro
      Pode.
  21. thatta1985
    Boa noite.
    Eu faço uso de dois tipos de remédios controlados:
    Venlifit OD e Depacote 150mg.
    Gostaria de saber se posso tomar sibutramina tomando estes medicamentos?
    Obrigada
  22. jessica lima
    olá, gostaria de saber se “`gordura no fígado“ também deve ser considerada como contraindicação…

    grata..

    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Não.
  23. gabriel
    qual a diferença de sibutrex e sibutramina?
    obrigado
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Sibutrex é um dos nomes comerciais da sibutramina.
  24. Thaty Crys
    olá estou começando a tomar a sibutramina qria saber quantos posso tomar ao dia?
    e se é verdade que tenho q tomar um calmante junto com a sibutramina para conseguir dormir e para não ter aceleração.
  25. Taisarcadepani
    Olá.Tenho miastenia gravis e após 3 anos e meio utilizando prednisona e agora tambem azitromicina engordei muito e não consigo emagrecer. A dieta passada por um nutricionista repõe minha massa muscular, que estava muito baixa(29%) mas quando diminui mais a ingestão calórica, perco a massa muscular, mas não a gordura e sigo aumentando o peso. A sibutramina pode ser usada nesse caso?
  26. Miriansielski
    ola tenho uma duvida: usei a sibutramina por 30 dias, e eu tomo anticoncepcional tâmisa 20; apos o uso da sibutramina qndo acabaram as capsulas comecei a ter tonturas, enjoos, fiz o exame beta hcg e deu negativo, ha possibilidades de eu estar gravida e a sibutramina alterar no resultado do exame? a sibutramina corta o efeito do anticoncepcional?
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Não e não.
  27. Fernandamachado057
    posso tomar reductil mesmo tomando o tamoxifeno??
  28. Sam
    De qualquer forma, é obrigatório o uso de prescrição médica para comprar o Sunitramina? E como é a interação dele com anticoncepcional Tâmisa?
    1. Avatar de Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
      Sim, sibutramina só com prescrição. Não há interação.
  29. Hellen
    Dr. Pedro Pinheiro!Estou tomando subitraina tem 1 mes, e gostaria muito de saber se eu posso fazer tratamento odontologico normalmente, tipo canal, restauracoes que levam anestesia. Quero muito saber se a anestesia odontologica implica no tratamento com a sibutramina fazendo mal a saude. Aguardo resposta!Obrigada!!!Elen
  30. Mfreitasgama
    esse medicamento deveria ser tirado de circulaçao, todo medicamento que enterferi no metabolismo celular nao deve ser indicado para ninguem.esse medicamento tambem causa de pendencia. assim sendo sera mais um paciente que teremos que tratar pisicoticamente nos hospitais.