Cloridrato de Terbinafina: remédio para micoses (bula)

Atualizado em
Comentários: 14

O que é o cloridrato de terbinafina?

O cloridrato de terbinafina é um medicamento com atividade antifúngica, que é atualmente o tratamento mais eficaz contra a micose das unhas (onicomicose).

Apesar de ser habitualmente prescrito para pacientes com onicomicose, a terbinafina também é eficaz contra outras formas de micose da pele.

Esse antifúngico pode ser encontrado nas farmácias sob a forma de comprimidos, creme, gel ou spray.

Atenção: este texto não aspira ser uma bula completa do cloridrato de terbinafina. Nosso objetivo é ser menos técnico que uma bula e mais útil aos pacientes que procuram informações objetivas e em linguagem acessível ao público leigo.

Vídeo

Antes de seguirmos em frente com as explicações, assista a esse curto vídeo sobre a micose de unha produzido pela equipe do MD.Saúde. A onicomicose é a principal indicação para o uso da terbinafina.

YouTube video

Para que serve

Como referido na introdução do artigo, a principal indicação para uso da terbinafina é a micose das unhas, com uma taxa de sucesso ao redor dos 80% (leia: MICOSE DE UNHA – Causas, Sintomas e Tratamento).

A terbinafina, também pode ser utilizada para outras formas de micose, sendo as seguintes as mais indicadas:

Nomes comerciais

O cloridrato de terbinafina já pode ser encontrado sob a forma de medicação genérica.

Entre os nomes comerciais, os mais conhecidos são:

  • Ceremil (comprimidos).
  • Funtyl (comprimidos e creme).
  • Lamisil (creme).
  • Lamisilate (comprimidos, creme, gel e spray).
  • Lorentil (creme).
  • Micosil (creme).
  • Termycol (creme).
  • Tertop (comprimidos).

Preço médio

A caixa com 28 comprimidos de 250 mg da terbinafina de marca pode custar mais de 250 reais, enquanto o equivalente genérico pode ser encontrado por até 60 reais. Em Portugal, os preços variam entre 12 e 24 euros.

Já a terbinafina em creme 1% costuma custar entre 10 e 20 reais no Brasil e entre 2 e 5 euros em Portugal.

Posologia

A posologia da terbinafina varia consoante o tipo de micose a ser tratada. Os esquemas terapêuticos mais indicados são os seguintes:

Onicomicose – micose das unhas

Uso oral:

  • Unhas das mãos: 1 comprimido de 250 mg por dia por 6 semanas.
  • Unhas dos pés: 1 comprimido de 250 mg por dia por 12 semanas.

A única forma eficaz de terbinafina contra a onicomicose é em comprimidos. O uso tópico do creme apresenta uma taxa de sucesso muito baixa.

Tinea capitis – micose do couro cabeludo 

  • Uso oral: 1 comprimido de 250 mg por dia por 6 semanas.

A única forma eficaz de terbinafina contra a tinea capitis é em comprimidos. O uso tópico de creme é ineficaz.

Tinea corporis

  • Via oral: 1 comprimido de 250 mg por dia por 1 ou 2 semanas.
  • Uso tópico: Aplicar o creme nas lesões 1 vez por dia por 1 semana.

Tinea pedis – pé-de-atleta 

  • Via oral: 1 comprimido de 250 mg por dia por 2 semanas.
  • Uso tópico: Aplicar o creme nas lesões 1 vez por dia por 1 ou 2 semanas.

Pitiríase versicolor – pano branco 

  • Uso tópico: Aplicar o creme nas lesões 1 ou 2 vezes por dia por 1 ou 2 semanas.

A única forma de tratamento eficaz da terbinafina contra a pitiríase versicolor é através do uso tópico de creme. O tratamento por via oral com comprimidos tem baixa eficácia.

Esporotricose

  • Via oral: 2 comprimidos de 250 mg (500 mg por dia) por 3 a 6 meses (até 2 semanas após todas as lesões terem desaparecido).

A única forma eficaz de terbinafina contra a esporotricose é em comprimidos. O uso tópico de creme é ineficaz.

Intertrigo por Candida

  • Uso tópico: Aplicar o creme nas lesões 1 ou 2 vezes por dia por 1 ou 2 semanas.
  • Via oral: 1 comprimido de 250 mg por dia por 2 semanas.

Efeitos colaterais

Uso tópico

Os efeitos colaterais da terbinafina em creme são limitados e costumam ficar restritos à região na qual o medicamento foi aplicado.

Irritação da pele, com vermelhidão, ardência ou coceira são os efeitos adversos mais comuns.

Uso oral

Os efeitos colaterais mais comuns da terbinafina em comprimidos são:

  • Dor de cabeça (cerca de 10%).
  • Diarreia (6%).
  • Reação alérgica na pele (6%).
  • Azia ou dor de estômago (4%).
  • Alterações do paladar (3%)
  • Perda do apetite (3%).
  • Náuseas (3%)

Outros eventos adversos possíveis são: alterações oculares, depressão, alterações do olfato, perda de peso involuntária e toxicidade hepática.

Precauções e contra-indicações

Creme

Como menos de 5% da composição da terbinafina em creme é absorvida pelo organismo, a única contraindicação ao seu uso é uma história anterior de reação alérgica ao medicamento.

Comprimidos

O cloridrato de terbinafina em comprimidos em contra-indicado em pacientes com insuficiência renal ou hepática avançada.

Como o número de estudos clínicos sobre a ação da terbinafina em mulheres grávidas é muito limitado, o medicamento em comprimidos não deve ser administrado em gestantes.

A terbinafina é excretada no leite materno, portanto, o medicamento não deve ser administrado em mães que estão amamentando.

Pacientes com lúpus eritematoso sistêmico podem apresentar exacerbações da doença após iniciarem o tratamento. Caso isso ocorra, o medicamento deve ser imediatamente suspenso.

Interações medicamentosas

1. Medicamentos que podem aumentar a concentração sanguínea da terbinafina, aumentando o risco de toxicidade: cimetidina, fluconazol, cetoconazol e amiodarona.

2. Medicamentos que podem reduzir a concentração sanguínea da terbinafina, diminuindo a sua eficácia: rifampicina.

3. A terbinafina pode aumentar a concentração sanguínea dos seguintes fármacos: amitriptilina, cafeína, clozapina, imipramina, metoprolol, nebivolol, nortriptilina e propafenona.

4. A terbinafina pode reduzir a concentração sanguínea dos seguintes medicamentos: tramadol, tamoxifeno, codeína e ciclosporina.


Referências


Autor(es)

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.

Temas relacionados
Albendazol Albendazol (bula): para que serve e como tomar
Cetoconazol Cetoconazol: Bula simplificada
Micose virilha Micose na virilha (tinea cruris): sintomas e tratamento
Candidíase no homem Candidíase em homens: sintomas, fotos e tratamento
Paroníquia no dedo da mão Unha inflamada (paroníquia): causas e tratamento
Micose de virilha Fotos de micose na virilha (tinea cruris)
Tínea corporis Impinge (tínea): causas, sintomas e tratamento
metoclopramida Cloridrato de metoclopramida (Plasil) – Para que serve?
Fluconazol Fluconazol: tratamento para candidíase
Onicomicose Micose de unha: sintomas, causas e tratamento
Unha encravada Unha encravada (onicocriptose): causas e tratamento
Ivermectina Ivermectina (Bula): para que serve e posologia
Dexametasona Dexametasona (bula): para que serve e posologia
Rash pruriginoso 8 Causas de manchas vermelhas na pele que coçam
Candidíase vaginal Tratamento da candidíase vaginal: cremes e remédios
Ácido mefenâmico para cólica menstrual Ácido mefenâmico (Postan) para cólica menstrual
- Publicidade -
COMENTÁRIOS
Por favor, leia as regras do site antes de enviar a sua pergunta.

Deixe um comentário

14 comentários em “Cloridrato de Terbinafina: remédio para micoses (bula)”

  1. Fiz nefrectomia total do rim esquerdo(CA). Posso fazer uso do Terbinafine oral. Tenho onicomicose com espessamento nos dois dedos grandes do pé. Tenho 71 anos, não sou diabético, nem doença hepática. Tenho esôfago di Barret.

    Responder
  2. Bom dia!

    Tenho micoses nas unhas a mais de vinte anos.

    Sou ipertensso e tomo remédio pra glicose. Posso tomar terbinafina 250?

    Responder
    • Se for comprido, não, porque o fármaco é excretado no leite. A forma em creme não tem problema, porque a absorção sistêmica nesse caso é muito pequena.

      Responder
  3. Excelente explicação estou a 3 anos com uma micose nos pés que sobe na lateral do pe coça descamação a pele já está finíssima e coça mui tô e os médicos do passar cetoconazol que nao resolve posso tomar terbinafina em comprimido?grata Arlene

    Responder