DOENÇA DE BERGER | Nefropatia por IgA

A nefropatia por IgA, também chamada de doença de Berger (se pronuncia “berjê”), é uma doença renal de origem imunológica que pode levar à insuficiência renal terminal.

Publicidade

Como sempre fazemos aqui no MD.Saúde, vamos começar explicando o básico para que vocês possam entender do que se trata a doença de Berger. Ao longo da explicação vamos indicar links para outros textos de modo a que seja possível adquirir uma grande quantidade de conhecimento sobre o assunto.

Vamos começar pelos conceitos:

– Nefropatia significa doença dos rins.
– IgA, ou imunoglobulina A, é um tipo de anticorpo produzido para defender as mucosas dos trato respiratório e gastrointestinal contra germes do exterior.

A nefropatia por IgA é uma doença renal causada por um mal funcionamento destes anticorpos, que, por motivos ainda desconhecido, passam a se depositar nos rins, causando lesão nos mesmos. Como é uma doença causada por um mal funcionamento do sistema imunológico, ela é pode ser considerada uma espécie de doença autoimune, apesar de não haver a produção de um anticorpo diretamente contra o rim (leia: DOENÇA AUTOIMUNE | O que é e quais são as mais comuns).

A doença de Berger ataca preferencialmente os glomérulos (unidade funcional dos rins. O glomérulo está para os rins como o neurônio está para o cérebro), causando um quadro inflamatório chamado glomerulonefrite (para uma melhor compreensão deste texto, sugiro fortemente a leitura de GLOMERULONEFRITE | O que é, sintomas e tratamento).

Nefropatia por IgA

Resumindo a história, a doença de Berger, ou nefropatia por IgA, é uma doença que ocorre quando anticorpos do tipo IgA, por motivos ainda desconhecidos, começam a se depositar nos glomérulos. Esta deposição é um evento anormal e inesperado, levando à ativação de células inflamatórias, que, em última análise, causarão lesão dos glomérulos. Como os glomérulos são as principais unidades responsáveis pela filtragem do sangue, a sua destruição leva à insuficiência renal crônica (leia: INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA | Sintomas e tratamento).

Fatores de risco para doença de Berger (nefropatia por IgA)

Na imensa maioria dos casos, a nefropatia por IgA é uma glomerulopatia primária, ou seja, não ocorre devido a nenhuma outra doença. Não existe uma causa conhecida.

A doença de Berger é a glomerulopatia primária mais comum no mundo. Pode ocorrer em qualquer idade, mais o pico de incidência ocorre em pessoas entre 20 e 40 anos; é duas vezes mais comum em homens que em mulheres, e é uma doença de brancos e asiáticos, sendo rara em negros.

Apesar de ser uma glomerulonefrite primária na imensa maioria dos casos, eventualmente, a nefropatia por IgA por ser causada por outras doenças. As mais comuns são:

– Cirrose (leia: CIRROSE HEPÁTICA | Causas e Sintomas).
– AIDS (SIDA) (leia: SINTOMAS DO HIV E AIDS (SIDA)).
– Doença celíaca (leia: DOENÇA CELÍACA | Enteropatia por glúten).
– Purpura de Henoch-Schonlein.
– Granulomatose de Wegener (leia: GRANULOMATOSE DE WEGENER | Sintomas, diagnóstico e tratamento).

A distinção é simples: a nefropatia por IgA primária é aquela em que só há doença nos rins. O paciente nada mais tem; a nefropatia por IgA secundária é aquela que surge junto com outra doença, fazendo com que o paciente tenha, por exemplo, além da cirrose, também uma glomerulonefrite por depósitos de IgA.

Sintomas da doença de Berger (nefropatia por IgA)

A presentação clínica da nefropatia por IgA pode ser bem variável.

– Em pelo menos 50% dos casos, os pacientes apresentam quadros intermitentes de sangue na urina (hematúria), que ocorrem sempre após uma infecção das vias respiratórias, como amigdalites, faringites ou rinossinusites (leia: HEMATÚRIA | URINA COM SANGUE). Esse quadro ocorre porque toda vez que o paciente tem uma infecção respiratória há um estimulo à produção de IgA, o anticorpo responsável pelas defesas das vias aéreas. Como a IgA destes pacientes é defeituosa, ela acaba se depositando indevidamente nos glomérulos, causando hematúria, um sinal de irritação nos rins. Quando a infecção se cura, os níveis de IgA caem, e os sintomas de nefrite costumam desaparecer temporariamente.

– Em 40% dos casos, o paciente apresenta uma perda de sangue e de proteínas na urina, em pequenas quantidades, não sendo possível ser detectada ao olho nu. Este sangramento imperceptível na urina recebe o nome de hematúria microscópica. Normalmente, o paciente permanece anos com esta perda discreta de sangue, sem apresentar nenhum outro sintoma. O diagnóstico da hematúria microscópica  geralmente ocorre por acaso em exames de urina solicitados sem motivo especial (leia: EXAME DE URINA | Entenda os seus resultados).

– Em 10 % dos casos, a nefropatia por IgA se apresenta como uma nefrite mais grave, com grandes perdas de proteínas na urina, chamada de proteinúria, podendo causar síndrome nefrótica (leia: PROTEINÚRIA, URINA ESPUMOSA E SÍNDROME NEFRÓTICA). Estes pacientes podem também apresentar elevações na sua creatinina sanguínea, que é um sinal de insuficiência renal (leia: CREATININA e URÉIA | O que são e como indicam doença renal e INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA). A hipertensão é outro achado comum, que também sugere lesão renal mais grave (leia: HIPERTENSÃO ARTERIAL (PRESSÃO ALTA) | Sintomas e tratamento).

As duas primeiras apresentações clínicas descritas acima, que envolvem quase 90% dos casos, são de uma doença crônica, com progressão ao longo de 15-20 anos. No caso de nefrite mais grave, como no último exemplo, a doença é mais aguda, podendo evoluir para insuficiência renal crônica avançada em menos de 5 anos.

Diagnóstico da doença de Berger (nefropatia por IgA)

O diagnóstico da doença de Berger deve ser sempre suspeitado em pacientes com hematúria microscópica ou macroscópica persistentes ou recorrentes, que se agravam após quadros de infecção respiratória.

O diagnóstico definitivo, porém, só pode ser feito através da biópsia renal, um procedimento onde um pequeno pedaço do tecido renal é extraído para avaliação microscópica. Através dela é possível detectar os anticorpos IgA depositados nos glomérulos e avaliar o grau de inflamação e destruição que eles estão provocando (leia: BIÓPSIA RENAL | Indicações, precauções e riscos).

Prognóstico da doença de Berger (nefropatia por IgA)

O prognóstico da nefropatia por IgA é muito variável. Os casos mais leves podem até apresentar cura espontânea. Nos mais graves, o paciente acaba por desenvolver insuficiência renal crônica avançada, necessitando de hemodiálise (leia: O QUE É HEMODIÁLISE).

Na maioria dos casos, a doença de Berger costuma ser uma doença de progressão muito lenta. Em 20 anos, menos de 30% dos paciente vão precisar entrar em hemodiálise. Algum dados podem predizer a evolução clínica. São fatores de mau prognóstico:

– Doentes que apresentam creatinina elevada no momento do diagnóstico.
– Doentes que apresentam progressiva elevação da creatinina ao longo do tempo, apesar dos tratamentos.
– Doentes que apresentam proteinúria importante persistentemente, normalmente acima de 1,5g por dia.
– Doentes que apresentam hipertensão têm maior risco de evoluírem para insuficiência renal crônica.
– Doentes que na biópsia renal apresentam avançado grau de fibrose e atrofia das estruturas dos rins, como túbulos, vasos sanguíneos e glomérulos.

Ao contrário do que possa parecer, a simples presença de hematúria macroscópica recorrente (sem os fatores listados acima) não indica um pior prognóstico.

Tratamento da doença de Berger (nefropatia por IgA)

1.) O tratamento da nefropatia por IgA varia de acordo com o prognóstico estimado. Os casos mais benignos, com apenas uma discreta hematúria, sem hipertensão, sem proteinúria e sem elevação da creatinina, não precisam de tratamento e devem apenas ser seguidos a cada 6 meses. Nestes casos, a maioria dos nefrologista sequer pedem a biópsia renal, já que dificilmente seu resultado servirá para alterar a conduta.

2.) Nos pacientes que apresentam proteinúria leve, abaixo de 1 grama por dia, ou hipertensão, está indicado o tratamento com 2 classes de anti-hipertensivos: Inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA) ou Antagonistas do receptor da angiotensina II (ARA-2) (leia: TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO – Captopril, Enalapril, Losartan…). São medicamentos que controlam a pressão arterial, diminuem a perda de proteínas e protegem os rins.

Nestes casos também se pode usar comprimidos de óleo de peixe (Ômega 3), que possui atividade anti-inflamatória.

3.) Nos casos mais graves, com proteinúria importante ou elevação da creatinina, o tratamento com drogas imunossupressoras está indicado. O principal é o corticoide, normalmente prednisona ou prednisolona. (leia: PREDNISONA E CORTICÓIDES | Indicações e efeitos colaterais).

Se não houver melhora, a ciclofosfamida está indicada.

A não resposta ao tratamento indica que o paciente provavelmente evoluirá com perda irreversível da função renal e necessidade de hemodiálise a curto prazo.

"DOENÇA DE BERGER | Nefropatia por IgA", 5 out of 5 based on 27 ratings.
Publicidade
  • robson

    Dr acabei de urina de uma forma q nunca urinei parecia uma cor maron oq pode ser

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Pode ser presença de sangue, pode ser presença de bilirrubina… só fazendo um exame de urina pra saber.

  • Kel

    Boa tarde,

    Meu nivel de iga é 445 ml e em todos os meus exames de urina são positivos para sangue.
    Sera que eu tenho nefropatia por igia?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      É uma possibilidade.

  • Marcia

    Bom dia, Doutor !!!
    O senhor pode responder ao meu comentário que foi postado em 12/09/2013 ou até por e-mail…aguardo uma orientação, o porque da alteração da PCR e o que significa o IgA…obrigada.

    • Marcia

      Obrigada, doutor pela atenção.

    • https://plus.google.com/u/0/113288925849694682313/posts Pedro Pinheiro

      Marcia, sua pergunta não foi selecionada, pois além de ser um caso pessoal, ele não tem nada a ver com o assunto doença de Berger. Infelizmente não posso opinar pela Internet neste tipo de situação. Lamento.

  • sandra

    Ola dr pedro, fiquei apavorada qdo com 8 anos a minha filha apresentou uma hematuria macroscopica, e ocorre ate hje apos problemas respiratorios.o pediatra falou de iga e encaminhou para nefro.apresenta cr normal,proteinuria leve, pa normal.estou dando 1g capsulas , oleo peixe.gostaria de saber por ter descoberto no inicio a minha filha tem uma espectativa de vida maior, so tenho ela e estou sofrendo demais

    • https://plus.google.com/u/0/113288925849694682313/posts Pedro Pinheiro

      Berger não é uma doença que habitualmente diminua expectativa de vida. Na pior das hipóteses, o que costuma acontecer é ela desenvolver insuficiência renal e precisar de hemodiálise quando adulta.

      • sandra

        agradeço muito pela resposta,fiquei mais tranquila.

  • Paulo Ricardo

    a 12 anos eu tive uma perca de proteina muinto alta e fiz uma biopsia renal e fui diaguinosticado com nefreopatia po IGA e fiquei um ano fazendo tratamento com corticoide e parei o tratamento e fiquei 9 anos sem faser nenhun exame. fiz todos exames agora e minha proteinuria estava 19.2 totalmente normal nem o medico acreditou

    • Pedro Pinheiro

      :)

  • Marcos Franca

    sou um portador da doença , no caso a minha é a nefropatia por IgA é uma glomerulopatia primária , consumo bebidas alcoólicas não muito , moderadamente , queria saber se tem algum problema .

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Marcos, só o seu nefrologista é quem deve te orientar sobre dieta.

  • teixeira catia

    bom dia gostaria de saber se esta doença causa impotência sexual ?
    obrigado

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Qualquer doença pode ter efeitos nesta área. Mas, diretamente, ela não causa impotência.

  • http://pulse.yahoo.com/_6PMLAGFSSNY2QCI3DJREIEPFPA JOSÉ SILVA

    Tenho Berger, confirmado por meio de biópsia. Não preciso de hemodiálise. O nefrologista disse que meu Berger é leve. Estou me tratando com Losartana 100 mg e Hidroclorotiazida 25/mg para controlar a hipertensão. Com o tratamento e a redução de carne vermelha os parâmetros se normalizaram. Minha perda. Porém, no dia 31 de dezembro/2012 acordei com febre e dor lombar, da base da coluna ao pescoço. A urina estava com coloração escura. Meu médico está de férias. O plantonista pediu exames de sangue e urina. A creatinina estava a 2,0 mg/dl – nunca havia chegado a esse parâmetro, no máximo, 1.0. E a perda de sangue sempre foi microscópica. Tomo cerveja. A febre e a dor cederam, mas a urina continua com a cor alterada. Outros dados desse exame:

    Proteínas: ausente
    Glicose: ausente
    Corp. Cetônicos: ausente
    Urobilinogênio: normal
    Bilirrubina: ausente
    Hemoglobina: ++

    Isso pode ser transitório, pode ser devido a algum outro problema, ou sinal de que meu Berger não é tão leve assim e está progredindo.

    Doutor, grato pela resposta que puder me dar, e parabéns por este ótimo site.

  • http://pulse.yahoo.com/_6PMLAGFSSNY2QCI3DJREIEPFPA JOSÉ SILVA

    Tenho Berger, confirmado por meio de biópsia. Não preciso de hemodiálise. O nefrologista disse que meu Berger é leve. Estou me tratando com Losartana 100 mg e Hidroclorotiazida 25/mg para controlar a hipertensão. Com o tratamento e a redução de carne vermelha os parâmetros se normalizaram. Minha perda. Porém, no dia 31 de dezembro/2012 acordei com febre e dor lombar, da base da coluna ao pescoço. A urina estava com coloração escura. Meu médico está de férias. O plantonista pediu exames de sangue e urina. A creatinina estava a 2,0 mg/dl – nunca havia chegado a esse parâmetro, no máximo, 1.0. E a perda de sangue sempre foi microscópica. Tomo cerveja. A febre e a dor cederam, mas a urina continua com a cor alterada. Outros dados desse exame:

    Proteínas: ausente
    Glicose: ausente
    Corp. Cetônicos: ausente
    Urobilinogênio: normal
    Bilirrubina: ausente
    Hemoglobina: ++

    Isso pode ser transitório, pode ser devido a algum outro problema, ou sinal de que meu Berger não é tão leve assim e está progredindo.

    Doutor, grato pela resposta que puder me dar, e parabéns por este ótimo site.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    O Berger não costuma causar ceratite, mas realmente pode ocorrer. Também algumas drogas imunossupressoras usadas no seu tratamento, como corticoides, são um fator de risco.

  • Emília Mila

    Dr. Pinheiro. Tenho síndrome de Berger há 13 anos. Meu olho apresentou uma sensação estranha parecendo que havia um bagaço dentro. Fui ao oftalmologista e ele disse que eu tenho ceratite periférica da córnea, que é um problema, no meu caso, provocado por pessoas que tem doença autoimune. Há realmente uma relação entre a ceratite e a doença renal?

    Obrigada pela atenção!

  • Emília Mila

    Dr. Pinheiro. Tenho síndrome de Berger há 13 anos. Meu olho apresentou uma sensação estranha parecendo que havia um bagaço dentro. Fui ao oftalmologista e ele disse que eu tenho ceratite periférica da córnea, que é um problema, no meu caso, provocado por pessoas que tem doença autoimune. Há realmente uma relação entre a ceratite e a doença renal?

    Obrigada pela atenção!

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      O Berger não costuma causar ceratite, mas realmente pode ocorrer. Também algumas drogas imunossupressoras usadas no seu tratamento, como corticoides, são um fator de risco.

  • http://profile.yahoo.com/ARNYPGUWBTEIBDQ4DINVJ76UFM Fabiola

    Meu filho de 19 anos teve uma crise renal. Fez tc e o resultado foi cálclculo de 4 mm no ureter direito e claculos puntifurmes no rim esquerdo e direito. (Não menciona tamanho)
    EAS : hemácias ++++
    Solicitei ureia e creatinina,
    creatinina 1.6 com valor de referncia 1.4
    ureia 40 com valor de referencia 39
    potássio e sodo normal
    Hemograma todo normal
    Me preocupa a cretinina alta.
    ele pratica esporte, não faz uso de suplementos. inclusive no dia da crise tinha acabado de praticar exercicios físicos (é skatista) e sempre que vai andar de skte, não ingere liquido como deveria.
    A creatinina alta pode ser devido a obstrução do ureter?
    Ele pode abaixar logo que consiga expelir o calculo ou retirá-lo caso ele não saia espontaneamente?
    atenciosamente
    fabiola

  • IrisAlmeida

    Bom dia,
    Tenho 29 anos e uma biopsia renal efetuada em 2008 diagnosticou-me Nefropatia por IgA. Não tinha quaisquer sintomas (visívieis).. a não ser leves edemas nas pernas. Tudo começou quando fiz um simples “check up” e o boletim analítico revelou que algo não estava bem. Sou acompanhada desde então por um Nefrologista. A doença tem se mantido “estável” e não tem progredido; conseguimos reduzir o valor de creatinina (está em 1,7), controlar a ureia, proteinuria.
    Gostava de partilhar que anseio ser mãe nos próximos anos e que tem que ser uma gravidez bem planeada. Sei que levará a suspender alguma medicação que faço e que a insuficiência renal terá tendência a agravar-se, pelo que tenho algumas dúvidas e receios. Tenho a certeza que quero ser mãe, mesmo afetando a minha insuficiência renal mas será que nestes casos, quando mais cedo melhor? Será que devo planear a gravidez o mais “depressa” possível?
    Coninuaremos a luta! Obrigada.

  • IrisAlmeida

    Bom dia,
    Tenho 29 anos e uma biopsia renal efetuada em 2008 diagnosticou-me Nefropatia por IgA. Não tinha quaisquer sintomas (visívieis).. a não ser leves edemas nas pernas. Tudo começou quando fiz um simples “check up” e o boletim analítico revelou que algo não estava bem. Sou acompanhada desde então por um Nefrologista. A doença tem se mantido “estável” e não tem progredido; conseguimos reduzir o valor de creatinina (está em 1,7), controlar a ureia, proteinuria.
    Gostava de partilhar que anseio ser mãe nos próximos anos e que tem que ser uma gravidez bem planeada. Sei que levará a suspender alguma medicação que faço e que a insuficiência renal terá tendência a agravar-se, pelo que tenho algumas dúvidas e receios. Tenho a certeza que quero ser mãe, mesmo afetando a minha insuficiência renal mas será que nestes casos, quando mais cedo melhor? Será que devo planear a gravidez o mais “depressa” possível?
    Coninuaremos a luta! Obrigada.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Familiares têm mais riscos, mas não necessariamente terão a doença.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Essa biópsia, do jeito que está descrita, não sugere Berger como causa da sua nefropatia. As várias glomerulopatias podem ter quadros clínicos muito parecidos, sendo impossível dar o diagnóstico exato apenas pelos sintomas.

  • Nathalia Andrade

    a sindrome de berger é hereditária?pois na familia do meu marido dois irmãos dele já foram diagnosticados com a doença.estou preocupada se meu marido tambem pode ter.

  • Nathalia Andrade

    a sindrome de berger é hereditária?pois na familia do meu marido dois irmãos dele já foram diagnosticados com a doença.estou preocupada se meu marido tambem pode ter.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Familiares têm mais riscos, mas não necessariamente terão a doença.

  • Juliana Oliveira

    Eu estou com 33 anos, faço hemodiálise a dois anos. Eu tive todos os sintomas da doença de berger, sendo o primeiro episódio aos 16 anos de idade, porém ao fazer a biopsia no laudo constava: “a IMF direta é negativa (IgA, IgG, IgM e C’3)” e a conclusão foi a seguinte: “Biópsia de rim com quadro morgológico com glomerulopatia esclerosante”. Existe alguma outra nefropatia que tenha as mesmas caracterísca da doença de berger? Obrigada, Juliana

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Essa biópsia, do jeito que está descrita, não sugere Berger como causa da sua nefropatia. As várias glomerulopatias podem ter quadros clínicos muito parecidos, sendo impossível dar o diagnóstico exato apenas pelos sintomas.

  • Teascari

    DRº Meu marido foi diagnosticado com a doença de berger ,agora ele começou um tratamento que tera que ficar 3 dias internado para tomar medicações uma desta medicação é ciclofosfamida,esta medicação seria mais ou menos como uma quimioterapia , teria tambem esta queda de cabelo e vómitos?

  • Daniela

    Quais são os sintomas dessa doença berger…sinto mtas dores no corpo, fico inchada no periodo menstrual…essa doença mexe com o ciclo menstrual? Me trato com o Diovan de 80mg…tem alguma dieta?

  • Madalena

    Tenho 31 anos, fui diagnosticada com nefropatia por iga há 6 anos e agora estou enfrentando a hemodiálise através de cateter, pois fiz duas fístulas que não funcionaram devido a minha hipotensão. Minha dúvida é a seguinte: não há nada ainda em termos de novas pesquisas ou tratamentos diferentes relacionados à essa doença?

  • Roberto

    Dr. Pedro,tenho uma filha linda com 27 anos de idade, ela a um ano apresentou o quadro da doença de berger, hoje está sendo internada novamente pois o quadro de infecção aumentou.
    A minha esperança era de que um transplante viesse a resolver o problema de minha filha, mas lendo uma resposta baixo, fiquei mais triste ainda, em saber que a doença pode lesionar o rin transplantado também.
    Dr. será que realmente não existe uma medicação para cura de minha filha, ou só um milagre de Deus mesmo?
    Desde já agradeço atenção.

  • Roberto

    Dr. Pedro,tenho uma filha linda com 27 anos de idade, ela a um ano apresentou o quadro da doença de berger, hoje está sendo internada novamente pois o quadro de infecção aumentou.
    A minha esperança era de que um transplante viesse a resolver o problema de minha filha, mas lendo uma resposta baixo, fiquei mais triste ainda, em saber que a doença pode lesionar o rin transplantado também.
    Dr. será que realmente não existe uma medicação para cura de minha filha, ou só um milagre de Deus mesmo?
    Desde já agradeço atenção.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      O transplante é uma opção viável, sim. Estudos mostram que após 10 anos de transplante renal, apenas 10% dos pacientes haviam perdido o rim transplantado por recorrência da doença.

  • Daniela

    Muito bom saber que não sou a única.Tenho Nefropatia por IGA e Hipertensão.As vezes me sinto muito mal.Hoje foi um dia que passei mal no restaurante que estava almoçando.Sei que meu fim é em uma maquina de hemodialise.Tenho 30 anos,sou casada há 2 e já abri mão de ter um filho,apesar da grande vontade.Minha nefropatia foi diagnosticada por uma biopsia sem contraste.Desmaiei na hora do exame e senti muito frio após o efeito da anestesia.Mas,fazer o que?Se a vida assim quis….afff…..é muito sofrimento!

  • Daniela

    Muito bom saber que não sou a única.Tenho Nefropatia por IGA e Hipertensão.As vezes me sinto muito mal.Hoje foi um dia que passei mal no restaurante que estava almoçando.Sei que meu fim é em uma maquina de hemodialise.Tenho 30 anos,sou casada há 2 e já abri mão de ter um filho,apesar da grande vontade.Minha nefropatia foi diagnosticada por uma biopsia sem contraste.Desmaiei na hora do exame e senti muito frio após o efeito da anestesia.Mas,fazer o que?Se a vida assim quis….afff…..é muito sofrimento!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde
  • josy alves

    Olá Doutor a pessoa que tem nefropatia por IgA , se fizer um transplante de rins pode ser curada? ou é só temporariamente?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Geralmente cura, mas em alguns casos ela pode voltar e atacar o rim transplantado.

  • Mborges

    Dr. Pedro Pinheiro

    Tenho 44 anos e desde os 25 trato minha pressão arterial com Atenol, Renitec e Higroton ou Neolidona, que se mantém sempre abaixo dos 18 x 8, minha creatinina na ocasião chegou a 1,9 e hoje depois de quase 20 anos ela é de 1,65, e na urina 19,5 mg/kg 24h, proteína de 0,39 mg/kg 24h. Me cuido, tenho uma dieta e faço exercícios físicos, fiz uma biópsia a 15 anos mas deu inconclusiva, no ultra som demonstrou pequena alteração no córtex e pouca diminuição no tamanho dos rins.
    Tenho convivido com isso até agora, mas não tenho nenhuma informação de como será o amanhã, minha biópsia foi inconclusiva como lhe falei, os médicos desconfiam de Berger, mas sem confirmação.
    O Sr. sabe me dizer se existe casos como o meu e como eles se desenrolam?
    Há quem tenha uma situação igual a minha por vários anos estável?
    Será necessário diálise ou transplante?
    Parabenizo por sua atitude e clareza nas respostas.
    Grato.
    Abraço.
    MBorges

  • Laislacet

    oi Doutor, gostaria de saber se quem tem nefropatia por igA pode fazer drenagem linfatica….

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    A recorrência é de menos de 10%. O seu enxerto já tem 12 anos, a perda de função pode ser pela nefropatia crônica que ocorre nos transplantes com muito tempo. O transplante renal não dura para sempre. Não necessariamente é recorrência do Berger.

  • Barbracosta05

    Dr. Pedro, ontem fui diaguiniosticada com suspeita de SOL. BERGER, o medico disse que no meu caso não era tao grave pq eu não tenho pressao alta, não sou diabetica, não tenho edemas
     e a casua pode ter sido uma crise de garganta que eu tive. Mandou eu preocurar um Nefrologista.
    No meu exame de urina acusou: Intensa hematuria com dismorfismo eritrocit com presença con presença de cetonas e cilindros hematicoe cristais
    Dr. Isso pode gerar uma insuficiencia Renal?

  • Tamires

    Boa Noite Dr Pinheiro.
    Gostaria de saber a respeito de atividade física na doença de berger. è indicado fazer atividade fisic, como por ex., uma caminhada mais lenta, ou seria prejudicial?

  • Andreia_panhola

    Andreia filipa

    Muito boa tarde Doutores
    Eu tenho 23anos, e em 2004 quando urinei sangue junto com a urina, fiz uma biópsia renal, onde me foi diagnosticado nefropatia IgA. 

    Os resultados das minhas analises foram:

    Descrição Macroscópica: Um fragmento com 1,2 cm de comprimento e outro bastante menor.

    Descrição Microscópica: Biópsia renal constituída essencialmente por medular e pequena porção de cortical com 2/3 glomérulos por secção sem alterações aparentes. Intersticio, tubos e vasos sem alterações valorizáveis observando-se apenas ligeira fibrose envolvendo 2 artérias interlobulares. I.F. negativa (fragmento com 3 glomérulos).

    São resultados com que me deva preocupar?

    Obrigada doutores.

  • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Geralmente cura, mas em alguns casos ela pode voltar e atacar o rim transplantado.

  • josy alves

    Olá Doutor a pessoa que tem nefropatia por IgA , se fizer um transplante de rins pode ser curada? ou é só temporariamente?

  • Anonymous

    Meu nome e Rafael e minha filha tem 06 anos, a uns dois mese, descobri os hematúria que esta aumentando, saiu de 22.000 para 60.000 após quadro de febre provavelmente vital, já fizemos duas ecografias que nao identificou nada. Ela tem atividade física normal para a idade e se alimenta super bem, posso introduzir o óleo de peixe buscando a prevenção de uma lesão ou devo esperar a confirmação pelo nefrologista? Ela nao tem proteinuria e nem alteração de creatnina e indicado biopsia? Aguardo ansioso sua resposta

  • Emilia Rios

    Oi Dr. Pinheiro
    O seu blog é ótimo. Muito esclarecedor.
    Quais são as características de um rim com glomérulos esclerosados?
    Como esse rim é por dentro?

    Obrigada pela atenção!

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Geralmente é um rim diminuido de tamanho e cheio de fibrose

  • Anonymous

    Tenho Nefropatia por IGA, minha creatinina está 5,08, minha glicose 136, uréia 140.
    Não tenho nenhum outro problema de saude, e não me sinto mal, ou passo mal de algum modo, sou hipertensa, e meu médico diz que provavelmente terei que dialisar, porém, ainda pode ser que demore um pouco, embora minha creatinina esteja bem alta, o restante dos meus exames é bom de uma forma geral. Isso realmente procede?

  • Lipe

    eu tenho a doença de berger e sei que nao posso fazer esforços e devia ter uma alimentaçao saudavel.. existe algum tratamento ou alguma coisa que possa fazer para os meus rins funcionarem melhor??

  • iracema

    meu  filho tem nefrpatia por iga,que esta com perta de 500em proteina,ele faz uso ,lanapril losortana,predinisona.histamin., agora inesiou omega 3eo oleo de peixe ele tem17 anos,descoprimos a doeça ha 2anos fez a biopes e descobriu que que ele so tem 1 rim e meio o fazer sou mae e sofro muito com isso ele faz contole mesalmente com neufrologista dr.elizandro fital

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Ela não é hereditária, mas a história familiar é um fator de risco.

    • Cris_and2006

      Obrigado pela resposta sei que há um risco, em uma escala de 0 a 10 como o senhor classifica a probabilidade de um filho nosso ter essa doença. Pergunto isso por que tenho muito medo e não engravido é um dos forte motivos é este. 

      • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

        Não tenho como ter dar um valor.

  • Cris_and2006

    ola Dr. meu marido tem essa doença, gostaria de saber se ela é uma doença hereditaria e qual a probabilidade de termos um filho com esta doença?

  • Cris_and2006

    ola Dr. meu marido tem essa doença, gostaria de saber se ela é uma doença hereditaria e qual a probabilidade de termos um filho com esta doença?

  • Martinselide

    Olá Dr., sou educadora física e estou começando trabalhar com um aluno que possui esta síndrome, comecei trabalhar com ele alguma atividade física de forma bem leve mas ele apresentou aumento de perda de proteína na urina…o sr. tem algum artigo , ou algum conhecimento de atividades fisicas das quais não o prejudique ainda mais…pretendo fazer um artigo sobre o assunto e gostaria que o senhor me ajudasse com seu conhecimento…sem mais, agradeço a atenção e aguardo seu retorno…obrigada.
    Élide Martins

  • Emilia

    Oi Dr. Pinheiro.

    Tenho síndrome de Berger e, recentemente, fiz vários exames como glicemia, potássio, ureia, creatinina, hemograma… Deu tudo normal. No entanto, estou sentindo uma fraqueza horrível nos músculos, principalmente após o café da manhã. O que pode ser? Há alguma relação entre esse quadro  e a doença?
    Obrigada pela atenção.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    De longe não tenho como te ajudar.

  • Valdirene

    Olá Dr. eu tenho essa deonça. minha creatinina está bastante elevanda (3,0) e a protrinuria nunca diminiiu de 3.000, já chegou a 4.200,00. Já tomei ciclofosfafima mas sem diminuição. o q fazer? moroem Rondonia e aqui não tem muito recursos. tenho 28 anos e dois filhos.

  • Valdirene

    Olá Dr. eu tenho essa deonça. minha creatinina está bastante elevanda (3,0) e a protrinuria nunca diminiiu de 3.000, já chegou a 4.200,00. Já tomei ciclofosfafima mas sem diminuição. o q fazer? moroem Rondonia e aqui não tem muito recursos. tenho 28 anos e dois filhos.

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      De longe não tenho como te ajudar.

  • Martinselide

    Olá Dr., sou educadora física e estou começando trabalhar com um aluno que possui esta síndrome, comecei trabalhar com ele alguma atividade física de forma bem leve mas ele apresentou aumento de perda de proteína na urina…o sr. tem algum artigo , ou algum conhecimento de atividades fisicas das quais não o prejudique ainda mais…pretendo fazer um artigo sobre o assunto e gostaria que o senhor me ajudasse com seu conhecimento…sem mais, agradeço a atenção e aguardo seu retorno…obrigada.
    Élide Martins

  • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    A recorrência é de menos de 10%. O seu enxerto já tem 12 anos, a perda de função pode ser pela nefropatia crônica que ocorre nos transplantes com muito tempo. O transplante renal não dura para sempre. Não necessariamente é recorrência do Berger.

  • Anonymous

    Caro Dr. Pinheiro,

    Perdí meus rins em 1998, e em 1999 fiz transplante. O problema foi Nefropatia por Iga “Berger”. Minha creatinina estabilizou em 1,5. Agora passado 12 anos minha creatininina subiu para 2,2 num intervalo de três meses. Estou tratando com prednisona. Pergunto. Qual a reincidência do Berger nos transplantados? Qual o % de falência renal nesses casos.
    Abraço.

    Edson

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Lucivalda
    Há casos e casos de Berger. Alguns paciente apresentam doença mais branda ou respondem bem ao tratamento. Outro não. Não sabemos de antemão quem é quem.
    Geralmente ter proteinúria elevada e muita alteração da creatinina é um fator de mau prognóstico.

  • Lucivalda

    Oi Dr. Pinheiro, sempre leio o seu blog e acho ele muito interessante e esclarecedor. Na resposta quer deu a Márcia, o sr. disse que há casos em que é possível encontrar a cura para a doença de berger. Que casos seriam esses?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @marcia
    Ambos os rins são acometidos. Há casos em que se consegue a cura, há outros que evoluem para diálise. Tem que se avaliar caso a caso.

  • marcia

    A doença de berger, compromete os dois rins ou so um? Apos os anos se passarem a pessoa com esta do
    ença terá que fazer diálise mesmo se tratando?
    obrigado pela atenção.
    neide.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Renato Hoffmeister Garavello JR
    Não há dieta que melhore a nefropatia por IgA. Mas o excesso de sal e proteínas pode piorar.
    O ideal é dar preferência a carnes ricas em Omega 3

  • Renato Hoffmeister Garavello JR

    DR meun nome é Renato Hoffmeister
    Gostaria de saber se a algum tipo de dieta a ser feito para a melhora da nefropatia por iga
    E se a ingestao de carne vermelha pode trazer danos maiores ao meu rin
    Sou portador de nefropatia por iga
    muito obrigada

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Lorrane Amorim
    Sim. Em geral há hematúria macroscópica, ou seja, sangue visível na urina, mas podem haver casos em que a doença evolua de modo mais silencioso.

  • Lorrane Amorim

    olá Doutor Pinheiro.
    Estou escrevendo um livro onde minha personagem apresenta a Doença de Berger.É possivel que a doença só seja identificada na jovem quando já estiver no caso mais grave, com proteinúria importante ou elevação da creatinina?

    obrigada

  • Anonymous

    Bom Dia Dr. Pinheiro.
    Sou portador da dença de berger, minha doença foi descoberta em 2001 por acaso em uma consulta por estar com a garganta enflamada, foi verificado que minha pressão arterial estava alta e indicado um cardiologista,que me indicou um médico néfrologista em minha cidade, feito a biópsia e muitos outros exames recebi o diagnóstico de Nefrite Crônica, no começo do tratamento minha creatinina éra 2.2 e no decorrer do tratamento foi piorando e chegou a 3.2 em 07/2003, diagnosticado como normal neste tipo de doença, enfim, procurei outra opinião médica, fui indicado um especialista de R.Preto, que fes nova biópsia e diagnosticou doença de Berger(iga) mudando o tratamento, hoje estabilizou minha pressão e a creatinina parou em 3.3, controlo a anemia com eritropoitina e vivo uma vida praticamente normal. Gostaria de relatar a importância de um correto diagnóstico, pois póde ser tarde e a doença evoluir muito. Agradeço a atenção e gostaria de saber se existe uma diéta alimentar, ou algo parecido que contribua para a manutenção da doença.Um Abraço.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Joana Oliveira
    para interpretar uma biópsia não basta ter o laudo descritivo da microscopia ótica. Faltam a imunofluorescência e a microscopia eletrônica para se ter uma avaliação completa da biópsia renal. Além disso, é preciso conhecer todo o caso clínico e a investigação laboratorial. A única coisa que, à distância, posso dizer é que realmente vc tem uma glomerulonefrite que está destruindo seus glomérulos.

  • Joana Oliveira

    Oi Dr. Pinheiro,
    O seu Blog é muito bom. Ao lê-lo, fiquei a par de informações bastantes esclarecedoras sobre o meu problema de saúde. No resultado da minha biópsia, está escrito que a secção foi feita com seis glomérulos. Três estão esclerosados, dois estão normais e um apresenta esclerose segmentar com aderência de tufos capilares à capsula de Bowman. Poderia traduzir esse resultado de uma forma que eu, enquanto leiga em nomenclaturas próprias da medicina, pudesse entender?
    Muito obrigada!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Luis
    Esta doença não é rara. Eu, como nefrologista, vejo casos com o seu frequentemente.

  • Luis

    Oi Dr. Pinheiro,

    Eu sou negro e portador de nefropatia por iga pois perco sangue e proteínas no sangue. Quero saber se está doença é rara ou se é rara apenas em negros?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Ana Beatriz
    Sim, glomérulos esclerosados são glomérulos inviáveis. A eficácia do tratamento depende de quantos glomérulos doentes (inflamados mas não esclerosados) ainda podem ser salvos. Se na biópsia a maioria dos seus glomérulos está esclerosada, a resposta ao tratamento costuma ser pobre.

  • Ana Beatriz

    Oi Dr. Pinheiro,

    Obrigada pela resposta, mas eu gostaria de fazer mais uma pergunta. No resultado da minha biópsia de que os glomérulos são esclerosados. Isso que dizer que há cicatrizes neles? Será que eu não teria chances de ficar curada?

    Obrida, mais uma vez e abraços!!!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Ana Beatriz
    O início da doença não necessariamente indica poucos sintomas. No caso do Sbortoloto provavelmente os glomérulos estavam muito inflamados mas ainda eram viáveis, por isso muitos sintomas e uma boa resposta ao tratamento. Se já houvesse muita cicatriz nos glomérulos, o tratamento não teria funcionado.

  • Ana Beatriz

    Olá, Dr. Pinheiro!

    Eu sou portadora de nefropatia por iga e gostei muito do seu blog. As informações são bastante claras e interessantes.
    Gostaria que o sr. comentasse um pouco sobre o depoimento de Sbortoloto, pois eu achava que um portador dessa doença só tinha chances de cura se ainda estivesse no início da enfermidade e, pelo que parece, Sbortoloto descobriu que era portador de glomerulonefrite quando deu uma crise. A doença já estava em estágio avançado.

    Agradeço a atenção!!!

  • sbortoloto

    Olá a todos que leram esse artigo, eu tive esse quadro de Doença de Berger em janeiro de 2000 mais que só foi diagnosticado em fevereiro por uma biópsia, inchei muito tendo que fazer 2 diálises, chegando a ter o colesterol a 600 e trigliceris a 1500, a creatina foi 3.7, fiz tratamento com corticóide chegando a tomar 100 mg por dia. É uma história muito comprida mais hoje após 11 anos eu já fiz vários exames e não apresento mais nada dessa enfermidade.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Rone de Lima
    Dependendo da causa da insuficiência renal é possível haver recuperação.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro
  • Rone de Lima

    Oi Dr. Pinheiro,

    Parabéns pelo blog. Ele é interessantíssimo.
    É possível um doente renal perder parte da função dos rins e depois recuperá-la?
    Como por exemplo, os meus rins atualmente estão funcionando 54%. É possível recuperar a parte da função renal que foi perdida?
    Obrigada pela atenção.
    Abraços!

  • Emília Rios

    Obrigada pela atenção e pela resposta.
    Gostaria de mais uma coisa: que o sr. me passasse o nome de alguns remédios considerados nefrotóxicos.

    Mais uma vez agradeço.
    Um abraço!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Emília Rios
    Não há nada que seja 100% garantido para evitar a progressão para IRC. O que mais funciona é controlar a pressão, idealmente com inibidores de ECA ou ARA II, evitar drogas tóxicas ao rim, evitar o consumo excessivo de proteínas e consultas regulares com nefrologista

  • Emília Rios

    Olá Dr. Pinheiro!

    Gosto muito de ler seu blog. Ele me trouxe ótimos esclarecimentos sobre meu problema de saúde. Tenho nefropatia por IGA. O diagnóstico da doença foi dado a oito anos atrás, mas não sei ao certo quando foi que começou, pois nunca senti dores. Só descobri o problema depois que fiquei hipertensa. Gostaria de receber também algumas dicas suas para que eu possa me cuidar melhor, a fim de que meu organismo não desenvolva jamais IRC.
    Desde já, agradeço sua atenção.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Carol
    1- todo paciente com glomerulonefrite corre maior risco de desenvolver IRC.
    2- Depende de caso a caso. É preciso conversar com seu nefrologista para avaliar a viabilidade de uma gravidez no atual momento da sua doença.

  • Carol

    Olá,

    Tenho nefropatia por IGA e o último exame de creatinina apresentou 1,2 mg/dl, enquanto o clearence de creatinina 54,21 ml/min/1,73 s.c. Sou uma candidata a insuficiência renal crônica? Uma gestação aceleraria esse processo?

    Parabéns pelo blog.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Cléria,
    o ideal é não fazer nenhum grande consumo de proteínas sem autorização do nefrologista, pois as mesmas podem acelerar a lesão renal.

  • http://www.blogger.com/profile/15651206018883925938 Cléria

    Olá!
    Tenho 28 anos e fui diagnosticada com a Doença de Berger. Faço acompanhamento anual. Não tenho hipertensão e nem aumento na creatinina, mas meu último resultado de proteinúria 24h foi 609,29mg. Sou vegetariana e busco ingerir muita proteína através de suplementos alimentares porque pratico atividade física. Essa proteína que elimino na urina vai de encontro com a que eu ingiro? Ou seja, devo consumir mais proteína ou isso sobrecarregaria meus rins?

  • https://plus.google.com/u/0/113288925849694682313/posts Pedro Pinheiro

    Pode, mas há um grande risco. Nem sempre a nefropatia por IgA evolui com perda dos rins.

  • jose bezerra

    dr tenho 39 ano e fui diagnosticado cm nefropatia por iga ninha criatinina e 2.0 . posso chegar as 80 anos se dialisa ?

  • Marcos França

    muito obrigado pela atenção DR.
    passar bem