BROMIDROSE AXILAR – Como acabar com o mau cheiro das axilas?

O que é bromidrose?

O mau odor corporal provocado pelo suor é chamado de bromidrose, termo de origem grega: bromos = mau cheiro + hidros = suor.

Popularmente conhecido como cê-cê, a bromidrose é um fenômeno relativamente comum após a puberdade, mas que também pode ocorrer em alguma crianças.

Sua origem costuma ser o suor das axilas e está relacionada a um tipo específico de glândula sudorípara (glândula produtora de suor).

Neste artigo iremos explicar como surge o mau cheiro, quais são os fatores que favorecem o aparecimento do mau odor axilar e corporal, e como é feito o tratamento da bromidrose.

Temos um artigo exclusivo sobre o mau odor dos pés, chamado bromidrose plantar e conhecido popularmente como chulé: COMO ACABAR COM O CHULÉ.

Como surge o mau odor nas axilas?

O mau cheiro do nosso corpo, principalmente das axilas, tem origem no suor. Mas se suamos no corpo inteiro, por que o suor das axilas apresenta mais odor que do resto do corpo?

O nosso suor é um líquido naturalmente sem odor, produzido pelas glândulas sudoríparas localizadas na pele. Existem dois tipos de glândulas sudoríparas: écrinas e apócrinas.

A glândulas écrinas são as mais comuns e estão distribuídas por toda a superfície da pele. O suor produzido por essas glândulas é composto por 99% de água e 1% de sais minerais, como cloreto de sódio (sal) e ureia.

A principal função das glândulas écrinas é controlar a temperatura do nosso corpo, por isso, transpiramos toda vez que está muito quente ou quando fazemos exercícios. O suor das glândulas écrinas serve para esfriar o nosso corpo, ajudando-o a se manter entre 36ºCe 37ºC.

As glândulas apócrinas, por sua vez, só estão presentes em algumas partes do corpo, como nas axilas, virilhas, região ao redor dos mamilos e do ânus. As glândulas apócrinas surgem entre os 8 e 14 anos de idade e produzem um tipo de suor completamente diferente, mais oleoso, que não evapora e não tem função de controlar a temperatura do corpo.

Tanto as glândulas écrinas quanto as apócrinas produzem um suor inicialmente sem odor. Porém, devido à ação de bactérias presentes na pele, como a espécie Corynebacterium, as gorduras presentes no suor das glândulas apócrinas são digeridas e transformadas em ácidos voláteis, que apresentam odor forte e desagradável.

Fatores que favorecem o aparecimento do mau odor corporal

Todo mundo tem glândulas apócrinas e apresenta algum grau de odor nas axilas e nas virilhas. Algumas pessoas, porém, apresentam um mau odor corporal acima da média, difícil de ser controlado. Homens e jovens pós-puberais são o grupo com maior incidência de bromidrose.

Estudos mostram que as pessoas com mau cheiro corporal são aquelas que apresentam um maior número de glândulas apócrinas. Nesses indivíduos, as glândulas também costumam ser maiores do que nas pessoas que não apresentam relevante mau cheiro nas axilas.

Além dos fatores genéticos, que determinam as caraterísticas das glândulas apócrinas, há também outras condições que podem contribuir para o mau cheiro corporal.

Principais fatores que contribuem para o mau cheiro nas axilas:

  • Tipo e a quantidade de bactérias presentes na pele.
  • Excesso de suor.
  • Má higiene pessoal.
  • Obesidade.
  • Diabetes mellitus.
  • Tabagismo.
  • Micose nas axilas.
  • Ingestão excessiva de alguns alimentos, tais como cebola, curry, alho ou pimenta.
  • Ingestão excessiva de bebidas alcoólicas.
  • Uso de antibióticos, como a penicilina.

Como tratar o mau cheiro nas axilas?

Existem diversas modalidades terapêuticas disponíveis para o tratamento do odor corporal. O tratamento escolhido deve considerar a causa do mau odor e o grau de comprometimento na qualidade de vida do paciente.

Em geral, o tratamento objetiva dois alvos: controlar a quantidade de suor e reduzir o número de bactérias na pele.

Abaixo, listamos algumas opções simples para aliviar o mau cheiro das axilas:

  • Lavar as axilas pelo menos duas vezes por dia com sabão antibacteriano.
  • Usar desodorante antitranspirante para diminuir o suor nas axilas.
  • Não repetir roupas, pois o suor seco é causa frequente de mau odor.
  • Raspar os pelos da axila para retirar bactérias e suor seco que ficam aderidos aos mesmos.
  • Atenção à dieta.
  • Tratar problemas na pele que possam estar perpetuando o cheiro, como micoses.
  • Tomar banho diariamente.

Se o paciente apresentar hiperidrose (suor excessivo), o tratamento desta condição é necessário para controlar o mau cheiro. Opções incluem iontoforese, uso de toxina botulínica e até cirurgia para remoção das glândulas sudoríparas.

Explicamos com mais detalhes as causas e os tratamentos da hiperidrose no seguinte artigo: HIPERIDROSE – Suor em excesso.

Se as suas axilas produzem mau cheiro e as dicas acima não funcionarem, procure um dermatologista, que é o especialista indicado para esses casos.

Outras opções de tratamento para o mau cheiro das axilas que podem ser indicados pelo dermatologista incluem:

  • Remoção definitiva dos pelos das axilas.
  • Uso de antibióticos tópicos nas axilas, como clindamicina ou eritromicina.
  • Lipossucção para remoção das glândulas apócrinas da axila.
  • Tratamento a Laser das glândulas apócrinas.

Referências bibliográficas:


RELACIONADOS

Regras para Comentários

Antes de comentar, clique no link a seguir para ler as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.
Perguntas fora das regras serão descartadas.

Deixe um comentário

22 comentários em “BROMIDROSE AXILAR – Como acabar com o mau cheiro das axilas?”

  1. Tenho um mau cheiro terrivel entre os seios e pescoço de suor muito forte nunca fui ao medico em relacão a isso ,será q to com descontrole hormonal ou as glandulas estão em exerso

    Responder
  2. realmente, muito esclarecedor, é chatissimo isso, tamb estou na luta para resolver esta questão. No meu caso dependo do SUS, e sigo tentando vaga para dermatologia. Sou estudante de moda pela FMU e este problema tem afetado minhas tentativas de estágio!!

    Responder
  3. oi dotor, eu sou revoltada, eu cuido muito bem da minha higiene. mas nunca fico avontade ,pois esse mal cheiro de baixo do braço.nao mim deixa avontade, tem algum cosmetico para ajudar nesse caso

    Responder
  4. Realmente, só que tem para saber o constrangimento que o mal cheiro proporciona….. mas sempre tem uma luz no túnel, e recentemente chegou no Brasil o Miradry, laser com micro-ondas que “cozinha ” seletivamente as glândulas do suor ( ecrinas) e também as glândulas que promovem o odor ( apocrinas).
    Como ambas as glândulas não se regeneram o resultado é permanente e em uma sessão existe a redução de 70 % e 82% com 2 sessões. este parece ser o único tratamento realmente eficaz pois a simpatectomia torácica realizada em bloco cirúrgico inibe o estimulo nervoso que diminui o suor, mas não age na glândula apócrina, por isso este laser tem sido sucesso nos EUA com mais de 25 mil tratamentos pelo mundo e recentemente em algumas clínicas no Brasil.

    Responder
    • Roberto chacur como faço pra conseguir esse tratamento eu já não aguento mais tenho até vergonha de tá perto das pessoas

      Responder
  5. oii..tenho esse mau cheiro nas axilas, uso desodorante mas parece que piora mais ainda..queria saber de voces algum remédio caseiro que eu possa usar em casa. Tenho duvida, bicarbonato de sodio ajuda a tirar esse odor das axilas.

    Responder
    • Remédio caseiro ajuda muito pouco. Se o caso é complicado, e as dicas do texto não ajudam, você tem que procurar um dermatologista.

      Em relação ao bicarbonato, não encontrei nenhum relato do seu benefício na bromidrose em páginas científicas. Somente sites não médicos indicam isso. Não há estudos que apoiem essa indicação.

      Responder
  6. olá também tenho bromidrose já fiz a cirurgia ,cuido da minha higiene ,porém não entendo por que ainda continua não sei oque fazer me ajude.

    Responder
  7. Bom dia doutor tenho um problema muito serio minhas axilas tem um mau cheiro isso mim deixa muito mau as vezes choro muito com essa situaçao por favor me ajude por favor doutor um bom dia fiq com deussssssssssssssss.

    Responder
    • Olá. Também sofro de bromidrose. Bem, verifique se não tem nada de errado com sua higiene pessoal. Utilize sabonetes antibacterianos e desodorantes antitranspirantes. Se o problema persistir, vale a pena se consultar com um médico, pois você pode ter glândulas sudovíparas em excesso (podendo ser retiradas por cirurgia) ou outras doenças, como diabetes ou obesidade. Boa Sorte pra você, Ernilson.

      Responder
  8. DR. como consigo um médico para operar as axilas ,pois tenho hiperidrose e bromidrose axilar gostaria de fazer a lipoassucção nas axilas e não consigo encontrar nenhum médico que faça em são josé do rio preto.

    Responder
  9. Ola Dr. Nao suo muito, mas tenho mau odor forte. Gostaria de saber se tem algum remedio que eu possa comprar por conta propria na farmacia? Obrigada

    Responder
  10. Boa noite Doutor. Sempre suei muito pouco – tanto nas axilas, quanto em outras partes do corpo. O odor nas minhas axilas não cessa, logo após o banho inicia o odor. O odor se assemelha à cebola.
    Analisando as minhas axilas, estou tendo a impressão de que a substância/secreção expelida não é bem um suor comum. Parece uma substância um pouquinho mais densa e brilhosa. Essa secreção começa a ser expelida em forma de pequenos “pinguinhos” brilhosos até mesmo durante um banho frio. Já realizei aplicação de botox e não foi alterada em NADA minha bromidrose. Não suava quase nada nas axilas e continuei suando quase nada. Apenas essa pequena e persistente quantidade de secreção gerada durante o banho e logo após, é suficiente para me deixar com um horrível cheiro – mesmo no inverno!
    Por isso, gostaria que me respondesse se uma cirurgia é a única alternativa para casos como este. Se sim, qual tipo de cirurgia?
    Obrigado..

    Responder
    • Difícil opinar à distância. A cirurgia é reservada para os casos que não respondem a nenhum outro tratamento. Converse com o seu dermatologista. Ele saberá indicar qual é o melhor tratamento para o seu caso em especial.

      Responder