EXAME DE URINA – Leucócitos, Nitritos, Hemoglobina…

O exame de urina é uma das principais formas de diagnóstico das doenças do trato urinário. Entenda o que significam cada um dos itens do exame.

149

O exame de urina é usado como método diagnóstico complementar desde o século II. Trata-se de um exame indolor, de simples coleta e resultado rápido, o que o torna muito menos penoso que as análises de sangue, que só podem ser colhidas através de agulhas.

O exame sumário da urina pode nos fornecer pistas importantes sobre doenças, principalmente sobre problemas nos rins e nas vias urinárias. A presença de sangue, piócitos (pus), proteínas, glicose e diversas outras substâncias na urina costuma ser uma dica importante para doenças que podem ainda não estar apresentando sinais ou sintomas muito claros.

O fato da urina ter uma aparência completamente normal não significa que ela não possa conter alterações. Mesmo a presença de sangue pode ser apenas microscópica, não sendo possível a sua identificação por qualquer outro meio que não através do exame laboratorial da urina.

A urina também pode ser usada para pesquisar a presença de drogas no organismo, sejam elas lícitas ou ilícitas. Todavia, para esse tipo de pesquisa, exames especiais precisam ser solicitados. O exame simples de urina, chamado EAS ou Urina tipo 1, não tem como objetivo fazer doseamentos de drogas ou medicamentos.

Advertisements

As três análises de urina mais comuns são:

1- EAS (elementos anormais do sedimento) ou urina tipo 1*
2- URINA DE 24 HORAS
3- UROCULTURA

* Em Portugal, o EAS é chamado de Urina 2.

Neste artigo iremos abordar apenas o exame simples de urina, conhecido também como EAS, urina tipo I ou urina tipo II.

As informações contidas aqui têm como objetivo ajudar na compreensão dos resultados das análises de urina. De modo algum o paciente deve usar este texto para interpretar exames sem a orientação de um médico. A presença de leucócitos na urina, um pH alterado, a descrição de células epiteliais, a existência de muco ou qualquer outro achado no EAS devem ser sempre correlacionados com a história clínica, os sintomas e o exame físico do paciente.

EAS ou urina tipo I

O EAS é o exame de urina mais simples, feito através da coleta de 40-50 ml de urina em um pequeno pote de plástico. Normalmente solicitamos que se use a primeira urina da manhã, desprezando o primeiro jato. Esta pequena quantidade de urina desprezada serve para eliminar as impurezas que possam estar na uretra (canal urinário que traz a urina da bexiga). Após a eliminação do primeiro jato, enche-se o recipiente com o resto da urina.

A primeira urina da manhã é a mais usada, mas não é obrigatório. A urina pode ser coletada em qualquer período do dia.

A amostra de urina deve ser colhida idealmente no próprio laboratório, pois quanto mais fresca estiver, mais confiáveis são os seus resultados. Um intervalo de mais de duas horas entre a coleta e a avaliação pode invalidar o resultado, principalmente se a urina não tiver sido mantida sob refrigeração.

O EAS é divido em duas partes. A primeira é feita através de reações químicas e a segunda por visualização de gotas da urina pelo microscópio.

Advertisements

Na primeira parte mergulha-se  uma fita na urina, chamada de dipstick, como na foto do início do texto. Cada fita possuiu vários quadradinhos coloridos compostos por substâncias químicas que reagem com determinados elementos da urina. Esta parte é tão simples que pode ser feita no próprio consultório médico. Após 1 minuto, compara-se a cores dos quadradinhos com uma tabela de referência que costuma vir na embalagem das próprias fitas do EAS.

Através destas reações e com o complemento do exame microscópico, podemos detectar a presença e a quantidade dos seguintes dados da urina:

– Densidade.
– pH.
– Glicose.
– Proteínas.
– Hemácias (sangue).
– Leucócitos.
– Cetonas.
– Urobilinogênio e bilirrubina.
– Nitrito.
– Cristais.
– Células epiteliais e cilindros.

Os resultados do dipstick são qualitativos e não quantitativos, isto é, a fita identifica a presença dessas substâncias citadas acima, mas a quantificação é apenas aproximada. O resultado é normalmente fornecido em uma graduação de cruzes de 1 a 4. Por exemplo: uma urina com “proteínas 4+” apresenta grande quantidade de proteínas; uma urina com “proteínas 1+” apresenta pequena quantidade de proteínas. Quando a concentração é muito pequena, alguns laboratórios fornecem o resultado como “traços de proteínas”.

Vamos, então, aos valores de referência do EAS:

Densidade:

A densidade da água pura é igual a 1000. Quanto mais próximo deste valor, mais diluída está a urina. Os valores normais variam de 1005 a 1035. Urinas com densidade próximas de 1005 estão bem diluídas; próximas de 1035 estão muito concentradas, indicando desidratação. Urinas com densidade próxima de 1035 costumam ser muito amareladas e normalmente possuem odor forte (leia: URINA COM CHEIRO FORTE E MAL CHEIROSA).

A densidade indica a concentração das substâncias sólidas diluídas na urina, sais minerais na sua maioria. Quanto menos água houver na urina, maior será sua densidade.

pH:

A urina é naturalmente ácida, já que o rim é o principal meio de eliminação dos ácidos do organismo. Enquanto o pH do sangue costuma estar em torno de 7,4, o pH da urina varia entre 5,5 e 7,0, ou seja, bem mais ácida.

Advertisements

Valores de pH maiores ou igual 7 podem indicar a presença de bactérias que alcalinizam a urina. Outros fatores que podem deixar a urina mais alcalina são uma dieta pobre em proteína animal, dieta rica em frutas cítricas ou derivados de leite, e uso de medicamentos como acetazolamida, citrato de potássio ou bicarbonato de sódio. Ter tido vômitos horas antes do exame também pode ser uma causa de urina mais alcalina. Em casos mais raros, algumas doenças dos túbulos renais também podem deixar a urina com pH acima de 7,0.

Valores menores que 5,5 podem indicar acidose no sangue ou doença nos túbulos renais. Uma dieta com elevada carga de proteína animal também pode causar uma urina mais ácida. Outras situações que aumentam a acidez da urina incluem episódios de diarreia ou uso de diurético como hidroclorotiazida ou clortalidona.

O valor mais comum é um pH por volta de 5,5-6,5, porém, mesmo valores acima ou abaixo dos descritos podem não necessariamente indicar alguma doença. Este resultado deve ser interpretado pelo seu médico.

Glicose:

Toda a glicose que é filtrada nos rins é reabsorvida de volta para o sangue pelo túbulos renais. Deste modo, o normal é não apresentar evidências de glicose na urina.

A presença de glicose na urina é um forte indício de que os níveis sanguíneos estão altos. É muito comum pessoas com diabetes mellitus apresentarem perda de glicose pela urina. Isto ocorre porque a quantidade de açúcar no sangue está tão alta, que parte deste acaba saindo pela urina. Quando os níveis de glicose no sangue estão acima de 180 mg/dl, geralmente há perda na urina (leia: DIAGNÓSTICO E SINTOMAS DO DIABETES MELLITUS).

A presença de glicose na urina sem que o indivíduo tenha diabetes costuma ser um sinal de doença nos túbulos renais. Isso significa que apesar de não haver excesso de glicose na urina, os rins não conseguem impedir sua perda.

Basicamente, a presença de glicose na urina indica excesso de glicose no sangue ou doença dos rins.

Proteínas:

A maioria das proteínas que circula no sangue é grande demais para ser filtrada pelo rim, por isso, em situações normais, não costumamos ver proteínas presentes na urina. Na verdade, podem até existir pequenas quantidades de proteínas na urina, mas elas são tão poucas que não costumam ser detectadas pelo teste da fita. Portanto, uma urina normal não possui proteínas.

Advertisements

Quantidades pequenas de proteínas na urina podem ser causadas por dezenas de situações, que vão desde situações benignas e triviais, tais como presença de febre, exercício físico horas antes da coleta de urina, desidratação ou estresse emocional, até causas mais graves, como infecção urinária, lúpus, doenças do glomérulo renal e lesão renal pelo diabetes.

Grandes quantidade de proteínas na urina, por outro lado, quase sempre indicam a presença de uma doença dos rins, geralmente doenças do glomérulos renais, que são as estruturas microscópicas responsáveis pela filtração do sangue.

Existem duas maneiras de se apresentar o resultado das proteínas na urina: em cruzes ou através de uma estimativa em mg/dL:

Ausência = menos que 10 mg/dL (valor normal)
Traços = entre 10 e 30 mg/dL
1+ = 30 mg/dl
2+ = 40 a 100 mg/dL
3+ = 150 a 350 mg/dL
4+ = Maior que 500 mg/dL

A presença de proteínas na urina é chamada de proteinúria e deve ser sempre investigada. O exame da urina de 24h é normalmente feito para se quantificar com exatidão a quantidade de proteínas que se está perdendo na urina (leia: URINA 24 HORAS | Como colher e para que serve).

Hemácias na urina – hemoglobina na urina – sangue na urina:

Assim como nas proteínas, a quantidade de hemácias (glóbulos vermelhos) na urina é desprezível e não consegue ser detectada pelo exame da fita. Mais uma vez, os resultados costumam ser fornecidos em cruzes. O normal é haver ausência de hemácias (hemoglobina).

Como as hemácias são células, elas podem ser vistas com um microscópio. Deste modo, além do teste da fita, também podemos procurar por hemácias diretamente pelo exame microscópico, uma técnica chamada de sedimentoscopia. Através do microscópio consegue-se detectar qualquer presença de sangue, mesmo quantidades mínimas não detectadas pela fita.

Neste caso, os valores normais são descritos de duas maneiras:
– Menos que 3 a 5 hemácias por campo ou menos que 10.000 células por mL

A presença de sangue na urina chama-se hematúria e pode ocorrer por diversas doenças, tais como infecções, pedras nos rins e doenças renais graves (para saber mais detalhes sobre a hematúria, leia: HEMATÚRIA (URINA COM SANGUE)).

Um resultado falso positivo pode acontecer nas mulheres que colhem urina enquanto estão na período menstrual. Neste caso, o sangue detectado não vem da urina, mas sim do sangue ainda residual presente na vagina. Nos homens, a presença de sêmen na urina também pode provocar falso positivo.

Uma vez detectada a hematúria, o próximo passo é avaliar a forma das hemácias em um exame chamado “pesquisa de dismorfismo eritrocitário”. As hemácias dismórficas são hemácias com morfologia alterada, comum em algumas doenças como a glomerulonefrite (leia: O QUE É UMA GLOMERULONEFRITE?). É possível haver pequenas quantidades de hemácias dismórficas na urina sem que isso tenha relevância clínica. Apenas valores acima de 40 a 50% costumam ser considerados relevantes.

Não é todo laboratório que possui gente capacitada para executar esse exame. Por isso, muitas vezes ele não é feito automaticamente. É preciso o médico solicitar especificamente essa avaliação.

Leucócitos ou piócitos – Esterase leucocitária

Os leucócitos, também chamados de piócitos, são os glóbulos brancos, nossas células de defesa. A presença de leucócitos na urina costuma indicar que há alguma inflamação nas vias urinárias. Em geral, sugere infecção urinária, mas pode estar presente em várias outras situações, como traumas, uso de substâncias irritantes ou qualquer outra inflamação não causada por um agente infeccioso. Podemos simplificar e dizer que leucócitos na urina significa pus na urina.

Como também são células, os leucócitos podem ser contados na sedimentoscopia. Valores normais estão abaixo dos 10.000 células por mL ou 5 células por campo

Alguns dipsticks apresentam um quadradinho para detecção de leucócitos, normalmente o resultado vem descrito como “esterase leucocitária”. O normal é estar negativo.

Cetonas ou corpos cetônicos:

Os corpos cetônicos são produtos da metabolização das gorduras. Os corpos cetônicos são produzidos quando o corpo está com dificuldade em utilizar a glicose como fonte de energia. As causas mais comuns são o diabetes, o jejum prolongado e dietas rigorosas. Outras situações menos comuns incluem febre, doença aguda, hipertireoidismo, gravidez e até aleitamento materno.

Normalmente a produção de cetonas é muito baixa e estas não estão presentes na urina.

Alguns medicamentos como captopril, ácido valproico, vitamina C (ácido ascórbico) e levodopa podem causar falso positivos.

Urobilinogênio e bilirrubina

Também normalmente ausentes na urina, podem indicar doença hepática (fígado) ou hemólise (destruição anormal das hemácias). A bilirrubina só costuma aparecer na urina quando os seus níveis sanguíneos ultrapassam 1,5 mg/dL. O urobilinogênio pode estar presente em pequenas quantidades sem que isso tenha relevância clínica.

Nitritos

A urina é rica em nitratos. A presença de bactérias na urina transforma esses nitratos em nitritos. Portanto, fita com nitrito positivo é um sinal indireto da presença de bactérias. Nem todas as bactérias têm a capacidade de metabolizar o nitrato, por isso, exame de urina com nitrito negativo de forma alguma descarta infecção urinária.

Na verdade, o EAS apenas sugere infecção. A presença de hemácias, associado a leucócitos e nitritos positivos, fala muito a favor de infecção urinária, porém, o exame de certeza é a urocultura (leia: EXAME UROCULTURA | Indicações e como colher).

A pesquisa do nitrito é feita através da reação de Griess, que é o nome dado a reação do nitrito com um meio ácido. Por isso, alguns laboratórios fornecem o resultado como Griess positivo ou Griess negativo, que é igual a nitrito positivo ou nitrito negativo, respectivamente.

Cristais

Esse é talvez o resultado mais mal interpretado, tanto por pacientes como por alguns médicos. A presença de cristais na urina, principalmente de oxalato de cálcio, fosfato de cálcio ou uratos amorfos, não tem nenhuma importância clínica. Ao contrário do que se possa imaginar, a presença de cristais não indica uma maior propensão à formação de cálculos renais. Dito isso, é importante destacar que, em alguns casos, a presença de determinados cristais pode ser um sinal para alguma doença.

Os cristais com relevância clínica são:

  • Cristais de cistina – Indicam uma doença chamada cistinúria.
  • Cristais de magnésio-amônio-fosfato (chamado de cristais de estruvita ou cristais de fosfato triplo) – podem ser normais, mas também podem estar presentes em casos de urina muito alcalina provocada por infecção urinária pelas bactérias Proteus ou Klebsiella. Pacientes com cálculo renal por pedras de estruvita costumam ter esses cristais na urina.
  • Cristais de tirosina – Presentes em uma doença chamada tirosinemia.
  • Cristais de bilirrubina – Costumam indicar doença do fígado.
  • Cristais de colesterol – Costuma ser um sinal de perdas maciças de proteína na urina.

A presença de cristais de ácido úrico, caso em grande quantidade, também deve ser valorizada, pois podem surgir em pacientes com gota ou neoplasias, como linfoma ou leucemia. Cristais de ácido úrico em pequena quantidade, porém, são comuns e não indicam nenhum problema.

Células epiteliais e cilindros

A presença de células epiteliais na urina é normal. São as próprias células do trato urinário que descamam. Elas só têm valor quando se agrupam em forma de cilindro, recebendo o nome de cilindros epiteliais.

Como os túbulos renais são cilíndricos, toda vez que temos alguma substância (proteínas, células, sangue…) em grande quantidade na urina, elas se agrupam em forma de um cilindro. A presença de cilindros indica que esta substância veio dos túbulos renais e não de outros pontos do trato urinário como a bexiga, ureter, próstata, etc. Isto é muito relevante, por exemplo, nos casos de sangramento, onde um cilindro hemático indica o glomérulo como origem, e não a bexiga, por exemplo.

Os cilindros que podem indicar algum problema são:

– Cilindros hemáticos (sangue) = Indicam glomerulonefrite.
– Cilindros leucocitários = Indicam inflamação dos rins.
– Cilindros epiteliais = indicam lesão dos túbulos.
– Cilindros gordurosos = indicam proteinúria.

Cilindros hialinos não indicam doença, mas podem ser um sinal de desidratação.

A presença de muco na urina é inespecífica e normalmente ocorre pelo acúmulo de células epiteliais com cristais e leucócitos. Tem pouquíssima utilidade clínica. É mais uma observação.

Em relação ao EAS (urina tipo I) é importante salientar que esta é uma análise que deve ser sempre interpretada. Os falsos positivos e negativos são muito comuns e não dá para se fechar qualquer diagnóstico apenas comparando os resultados com os valores de referência.

Ácido ascórbico na urina

É comum os laboratórios chamarem a atenção quando há ácido ascórbico (vitamina C) na urina. Este dado é importante porque o ácido ascórbico pode alterar os resultados do dipstick, principalmente na detecção de hemoglobina, glicose, nitritos, bilirrubina e cetonas. É importante o médico saber que resultados inesperados podem ser falsos positivos ou falsos negativos causados pela vitamina C.

Exemplo de EAS (urina tipo I) normal

Apenas como exemplo, o que segue abaixo é um modelo de como os laboratórios apresentam os resultados do exame sumário de urina. Este exame está normal.

COR —- amarelo citrino
ASPECTO —- límpido
DENSIDADE —- 1.015 (normal varia entre 1005 e 1030)
PH —- 5,0 (normal varia entre 5,5 a 7.5)

EXAME QUÍMICO

Glicose —- ausente
Proteínas —- ausente
Cetona —- ausente
Bilirrubina —- ausente
Urobilinogênio —- ausente
Leucócitos —- ausente
Hemoglobina —- ausente
Nitrito —- negativo

MICROSCOPIA DO SEDIMENTO (sedimentoscopia)

Células epiteliais —- algumas
Leucócitos —- 5 por campo
Hemácias —- 3 por campo
Muco —- ausente
Bactérias  —- ausentes
Cristais —- ausentes
Cilindros —- ausentes

Este artigo foi útil?  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (78 votos, Total: 4,58 de 5)
Loading...
Advertisements
Advertisements
VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES
149 Comentários
  1. Clair Ribeiro

    Parabéns! Adorei o texto!

  2. Jennyfer Lemos

    – meu exame de leucócitos deu 21.208 & os medicos pediu para mim repetir o exame , então repeti & deu 26.790 . oque significa ?

    1. Se você tiver sintomas, pode ser um sinal de infecção urinária.

  3. amanda

    Doutor a minha urina deu ausência em proteínas glicose d.cetonicos bilirrubina hemoglobina nitrito ácido ascórbico leucócitos eritrocitos oque significa

    1. O normal é estar ausente.

  4. Lucas

    Dr. Pedro, realizei um exame de urina I com resultado normal, com apenas 3 leucócito por mm3, porém minha urocultura veio positiva. Isso é possível ou foi erro de laboratório??? abraço.

    1. Urocultura positiva não necessariamente indica infecção. Pode ser bacteriúria assintomática.

  5. luziene

    leucocitos deu raros o que significa por favor tire minhas duvidas

    1. Pedro Pinheiro

      Significa que quase não há leucócitos na amostra de urina analisada. É um achado que não tem significado clínico relevante.

  6. Thamara

    Doutor o que significa células epiteliais raras e bacterias raras?

    1. Que foram encontrados no exame da urina raras células e raras bactérias. Isso não tem nenhuma relevância clínica

  7. isa

    Dr meu exame de urina deu hemoglobina ++++, o que significa.????

    1. Que há sangue na urina. É preciso investigar a causa.

  8. Marli meiireles de Oliveira

    meus leucócitos deram 100 por campo o médico disse que é grave pode ser câncer?

    1. Não deve ter nada a ver com câncer.

  9. Andressa santos

    Os valores de referencia do exame de urina 24 horas, são os mesmos da urina tipo 1??

    1. Não, são exames diferentes.

  10. Nadjeda

    Doutor sou estudante de análises clínicas e estou fazendo um trabalho sobre doenças que possam ser diagnosticadas pelo exame de urina, gostaria de saber que exame diagnostica o câncer de pâncreas e quais seus valores de referência. Obrigada desde já. Nadjeda

    1. Nenhum exame laboratorial faz o diagnóstico do câncer do pâncreas. O que chega mais próximo disso é o CA 19-9, mas ele é colhido no sangue e não na urina.

  11. Mirian Alves

    Bom dia! Dr. quais são as causas,de vim obter uma infecção urinária?

  12. Expedita

    Bom dia!
    No exame de cultura de urina , deu valor de referencia negativo, isso e infecção urinária!

  13. ANDRESSA

    urina demorando de pra sair é infecçao urinaria ????

    1. Pode ser um dos sintomas.

  14. Victor

    Dr. tem como o exame de urina tipo I detectar a gravidez ?

    1. Não, urina tipo I não serve para detectar gravidez.

  15. aurea

    bom dia , fiz um exame de urocultura e o resultado foi enterobacter aerogenes e alguns cristais de oxalato de cálcio e cristais de acido úrico, no exame anterior a bactéria estava com enterobacter sp, gostaria de saber se esta aumentando as bactérias, pois já estou fazendo tratamento com o urologista, mas o fato do nome ter mudado me assustou

    1. Provavelmente é a mesma bactéria. A sigla sp significa espécie. Qualquer Enterobacter que não seja completamente indicado cai na definição de Enterobacter sp.

  16. Bárbara

    Bom dia Dr.Pedro,meu exame deu Piócitos 6 p/ campo,significa alguma inflamação?

    1. Não necessariamente é algo relevante. É preciso correlacionar com dados clínicos para valorizar uma alteração tão pequena.

  17. flavia matias

    Olá
    Sou farmaceutica e gostaria de saber qual a importancia dos exames de EAS para o pacientes renais em tratamento de dialise, e quais sao os exames mais importantes nesse caso.

    1. Não vejo muita aplicação clínica para o EAS nos paciente em diálise. No máximo, uma avaliação de piuria em casos de suspeita de infecção urinária.

  18. Henrique Prado de Castro

    Já curti a página, mas esse material aqui está excepcional, parabéns cara. Acho que me economizou algumas horas diante do livro. :) :)

  19. dinho

    Boa tarde
    Meu exame de urina apresentou ++ de proteína mas não está espumando…pode ser algo grave?

    1. A urina só espuma se tiver muita proteína. Pequenas quantidades não causam espuma, mas ainda assim, podem ser o primeiro sinal de doença renal. Essa proteinúria deve ser melhor investigada.

      1. dinho

        Obrigado pela resposta mas realizei uma ultra dos rins e vias urinarias e nao apresentou nenhuma anormalidade. .com rins tópicos com dimensões contornos e ecogenicidade normais sem evidwncias de obstrucoes ou calculos. Ureteres terminais pervios e bexiga repleta com paredes lisaa e regularrs e conteúdo normal…prostata com 30g. Entao esse exame pode ter sido mal realizado ou pode ser algum outro tipo de doença pra investigar? Eu fiz o exame juma emergencia medica sem descartar o primeiro jato.

        1. O ultrassonografia dos rins não serve para investigar a proteinúria. Procure um nefrologista.

  20. raquel fernandes

    Boa noite Dr,Pedro,meu exame de urina acusou 51/cml nas células epiteliais,estou com infecção urinária?

    1. Células epiteliais não é parâmetro para ver infecção urinária.

  21. dinho

    boa tarde Dr.!
    presença de proteína na urina ++ é preocupante?

    1. Tem que ser investigada com exames mais específicos.

  22. Cris Santana

    Ola no exame de minha filha deu cristais de uratos amorfos*/3 o que isso segnifica?presença de infecçao?? Ou nao??

    1. Uratos amorfos na urina não tem significado clínico. É um achado normal.

  23. Gabi Lima

    Olá Dr. Pedro, gostaria de saber a importancia clinica dos Cristais de Fosfato triplo (amoniaco-magnesiano). E qual a relação, se houver alguma, com a hiperplasia prostática.

    1. Atualizei o texto com essa informação. Em geral ocorre em urina muito alcalina provocada por certas bactérias. Pode ter elação com cálculo de estruvita. Vi que alguns sites falam da hiperplasia prostática como causa, mas não achei a fonte desta informação. Que eu saiba, não existe essa relação.

  24. Tiago Spolador

    Boa noite, Dr Pedro. Parabéns pelo seu blog! Ele é muito didático! Sou médico e tenho uma dúvida. Uma densidade urinária abaixo ou acima do valor de referência indica sempre que há alguma patologia? Ou apenas o fato de o paciente ter ingerido pouco ou muito líquido no dia anterior ao exame pode causar esse achado? Agradeço desde já pela atenção!

    1. A densidade sozinha não tem praticamente utilidade nenhuma. Simplesmente indica o grau de diluição da urina. A quantidade de água ingerida horas antes faz toda a diferença.

  25. Karina Rodrigues

    Resultado de E. Coli >100.000 na urina e leucócitos em 3000/ml, pode haver infecção de urina sem reação de defesa do corpo?

    1. O que você quer dizer com reação de defesa do corpo? A presença de leucócitos na urina já é um sinal do sistema imunológico agindo.

  26. Gabriela Silva

    ok, mas ninguem falou células epiteliais de descamação positivo, o que isso quer dizer???

    1. O texto fala sobre células epiteliais na urina.

  27. Denise

    Consigo identificar gravidez no exame sumário de urina?

  28. MARCUS VINICIUS

    Bom dia Doutor, no meu exame de urina constatou a presença de cristais de oxalato de cálcio. Isso indica algum problema?

    1. Se for só isso, não.

  29. Nayara Negrini

    No meu exame deu nas observações: raras bactéria.. tem algum problema??

    1. Habitualmente, não.

  30. Bruno Machado

    Meu exame de urina acusou densidade da urina: 1030, Proteinas: Traços e Cetonas: Traços, glicose aparece como ausente. Existe grande indicio de diabetes ou a quantidade pequena não é alarmante?

    Obrigado.

    1. Se a glicose é ausente, o resultado está normal.

  31. Rodrigo Carlos

    Doutor, enviei uma pergunta mas acho que foi excluida, vou tentar reformular :
    – Sou homem, tenho 33 anos, estou com pouco corrimento, quando aperto a uretra. É um líquido mucoso mas quase transparente. Fiz exame de urina tipo I e não apareceu nenhum piócito e os outros resultados, todos ausentes. Se há corrimento por conta de Clamidia ou Gonorréia, o exame de Urina tipo 1 não deveria apresentar piócitos, ou qualquer outra alteração ?

    1. Sim, o esperado era haver piúria. Mas se você tem corrimento, isso não exclui totalmente a possibilidade de uretrite. A clínica é sempre mais importante que resultados laboratoriais.

  32. mayara

    bom dia meu exame de urina deu leucocitos 31000 , minhas hemacias deu 38000 meu muco deu+ e minha hemoglobina deu +.devo me preocupar?

    1. Tem sangue e pus na urina. Não necessariamente é algo grave, mas é preciso saber a causa.

  33. camila

    Boa noite Dr.
    Gostaria de saber se o exame sumário da urína acusa o consumo de canábis.
    Cumprimentos e muito obrigada

    1. Não, o exame simples de urina não inclui pesquisa toxicológica.

  34. murillomgj

    Fui ao medico com reclamções de uma pequena queimação apos o termino da urina, bem no canal, ele nao passou remedio nenhum e o exame de urina em Fila.Muco deu VARIOS e na frente apareceu que deveria ser Ausente, fiquei muito preocupado, o resto deu tudo conforme mostra no site.. devo me preocupar com esse Fila.Muco?

    1. Se for só isso, não.

  35. edileusa

    ola doutor boa noite,meu exame de urina deu (bacterias ++)o que significa e obgd

    1. Significa que há bactérias na urina. Não necessariamente indica infecção urinária. O exame tem que ser interpretado por um médico.

  36. Rosania Marques

    Fiz um sumario de urina e deu leucocitos 40 por campo e presença de filamentos de muco e presenca de bacilos gram negativos? Pode me ajudar a entender? Obrigada

    1. Tem pus e bactérias na urina. Se você tiver sintomas urinários, infecção urinária é um diagnóstico provável.

      1. Rosania Marques

        sim deu infecção urinária. mas ñ seria o caso de internamento? já que tem pus?

        1. Se você está bem, não precisa internar não. Na imensa maioria dos casos, o tratamento pode ser feito em casa com antibióticos orais.

        2. Rosania Marques

          Obrigada doutor. É normal a barriga ficar distendida, inchada?

          Enviado do Yahoo Mail no Android

  37. Nada de muito preocupante.

    1. carla

      muito obrigada, mas será que isso pode comprometer para assumir meu cargo de professora:

  38. Ele tem pus na urina, mas não necessariamente é infecção urinária. Tem que investigar.

    1. Catia Dias

      Muito obrigada pela ajuda e parabéns pela iniciativa!!!

  39. Franciely

    Boa Tarde!! meu nome é Franciely, por favor pode me informar o que significa bactérias ++ em exame de urina.
    Obrigado!

    1. Significa que foi detectada a presença de bactérias na urina em quantidade moderada.

  40. Josy

    Boa tarde Dr. primeiramente gostaria de parabenizá-lo pela iniciativa…realmente este blog é de muita serventia… Parabéns e muito sucesso em sua carreira.
    Gostaria de tirar uma dúvida, minha sogra realizou alguns exames, mas está aguardando até segunda-feira pra mostrar ao médico, porém eu e meu marido já abrimos prá olhar.
    Achamos as plaquetas dela muito baixas, está em 100, e o que nos deixou mais preocupados foi a glicose na urina: 520…claro que não é um bom sinal, pode-se confirmar a Diabetes?
    Ela pode esperar até segunda-feira? oq ue pode ser evitado até lá?
    Muito obrigada.

    1. Exceto alguns raros casos, a glicose só aparece na urina em grande quantidade em caso de diabetes.

  41. LUCIANA

    Dr. Pedro, minha mãe tem 55 anos fez o exame de proteinuria e o resultado foi 1000 mg/24h. Estou muito preocupada, pois o nefrologista está agendado para jan/ 2014, e não sei a alimentação adequada para o consumo dela que não está tomando nenhuma medicação. Aguardo retorno. Att. Luciana.

    1. A princípio, se ela não tem outros sintomas ou alterações analíticas, uma proteinúria de 1000 mg por dia não é uma urgência. Não há problema esperar até Janeiro sem tratamento.

  42. Emerson

    Dr, me tira uma dúvida? No exame de minha mãe apareceu apenas células epiteliais positivo, sem nenhuma ressalva à mais, é relevante se preocupar?

    1. Nenhuma relevância.

  43. Gilmário

    Boa noite D. Pedro.
    Recentemente fiz um exame de urina e acusou glicose +++
    Não tenho diabetes, posso estar com problemas renais ou devo repetir o exame para confirmar o resultado. Vou agendar uma consulta com um nefrologista.

    1. Pedro Pinheiro

      É melhor repetir para já levar 2 exames para o Nefrologista.

  44. Tamires Guerra

    Boa noite Dr, fiz exame de urina e constou “Cultura de urina. Resultado: Negativo…Nãp foi evidenciado o crescimento de microogarnismos”. Mas na urina tipo 1 constou: Leucócitos 42400 /ml, valor de referência até 31500 /ml. Estou ou não ainda com infecção? obrigada..

    1. Pedro Pinheiro

      Para infecção urinária, a urocultura é um exame mais confiável. Esses leucócitos na urina podem ter outro motivo que não uma infecção urinária. É preciso investigar.

  45. Amanda

    Parabéns! Foi muito útil esse artigo.
    Você explicou de uma forma tão simples…
    Muito obrigada.

    1. weberty

      nossa muito bom mesmo,entendi perfeitamente me ajudou muito..

  46. Igreni

    Gostaria de parabenizar o(s) autor(es) deste site, com este conteudo riquissimo em informacoes para quase todos os problemas. Parabens mesmo…

  47. Cristiane Santos

    Parabéns pela forma simples de compartilhar conhecimento.
    Mantenham o site e obrigada pelos esclarecimentos e informações.

  48. michella

    Ótimo site, respostas claras e objetivas, estou maravilhada pois chega a ser muito melhor que um resultado de um especialista. Parabéns de coração e continuem sempre assim, sucesso e muito obrigado!

  49. vanelia

    se 50% dos medicos explicasse assim tao bem,o nosso país seria seria maravilhoso.Que Deus te abençoem muito,parabens,

  50. Que foram visualizados raros cristais na urina. Isso é irrelevante.

  51. danielabastos1@gmail.com

    Boa tarde Dr., fiz um exame de urina onde deu 650 mg de proteína. O que pode ser?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Só indo a um nefrologista para saber.

  52. Ana Paula

    Boa Tarde Dr.,

    Sou biomédica e trabalho em um laboratório de análises clínicas, gostaria de saber se devemos colocar no laudo do exame de urina I presença de espermatozóide quando em excesso, em homens com faixa etária de 28 anos e em pacientes idosos. Tem algum significado clínico?
    Obrigada

    1. Que eu saiba, não. O esperma geralmente só tem significado em mulheres, principalmente nas crianças ou nas idosas institucionalizadas, pois isso pode ser um sinal de abuso sexual.

  53. SANDRA MELO

    Sou acadêmica de Biomedicina e aprendi na universidade que o Urobilinogênio na urina tem que ser normal e não ausente.Favor verificar e corrigir o erro. Obrigada!

    1. Não há erro algum. Tecnicamente há sempre uma pequena quantidade de urobilinogênio na urina, mas na prática clínica vários laboratórios usam negativo como referência para o normal. Isso depende da técnica usada e do limiar inferior de detecção.

  54. Rilque Rapozo

    Olá Dr. Gostaria de Saber se o exame de Urina tipo I pode detectar uma possivel gravidez?

  55. juliana

    Dr. meu chamo Juliana, e gostaria de saber como se chama o exame que introduz uma cânula para ver dentro da bexiga? Qual especialista devo procurar? obrigado.

    1. Cistoscopia. O Especialista é o urologista.

  56. Carlos Alberto Miranda

    Tive síndrome nefrótica a dois anos perdendo cerca de 6000mg de proteina em 24hs, e tive em consequencia dela uma embolia pulmonar. Meu útimo exame está indicando que perco cerca de 80mg/24hs. Esse resultado me mostra que não tenho mais protenúria. Porém continuo a urinar com espuma. Porque será?

    1. Estranho, 80mg não causa espuma. Tem que ver se a espuma que você tem é em excesso ou é apenas uma espuma normal que ocorre em toda urina.

  57. icaro bruno

    Se levar apenas 30ml ou menos de urina no pote plástico, o exame pode ser feito normalmente ?

  58. Edenilze

    Se a hemoglobina estiver acima de 7,0, porque não é recomendado pelo oftalmologista efetuar a troca da lente dos oculos?

    1. A pegunta tá confusa. Não faz muito sentido isso que você perguntou.

  59. Carina

    cor da urina: amarelo âmbar é normal? apareceu no exame da minha bebe de 2 meses.

  60. Raquel Ap Gonçalves Elias

    Meu exame deu cristais e cilindros ausentes, o que significa?

    1. Que não há cristais nem cilindros na urina. Isso é normal.

  61. Leudazelaquette

    Entendi os resultados .Só que tem medicos que não esclarecem e nos informam o que fazer nestes casos

  62. Mmarynna

    Parabéns pelas informações claras e diretas aos leigos que recorrem esse meio como alivio de suas preocupações

  63. Cristina Borges

    Quero parabenizar o Dr. Pedro Pinheiro pelas explicações dos artigos. Todos eles esclarecem claramente as dúvidas de nós leigos no assunto.

  64. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

    Espuma em excesso na urina costuma indicar presença de proteínas na urina. Procure um nefrologista para ele investigar.

  65. Hugo

    O exame urina tipo II serve ou pode acusar drogas»?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não.

  66. maria ligia

     Boa noite.Desejo saber se o teste RPC,pode subestitui a proteinuria de 24 horas,se não por que?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      O que é significa a sigla RPC? É relação proteína/creatinina urinária? Se sim, pode substituir sim.

  67. Luciana Barros

    Gostaria de saber se quando uma mulher faz exame de urina logo após ter terminado a sua menstruação, se isso interfere no resultado do exame, mesmo tendo acabado de menstruar por exemplo a quatro dias atrás.

  68. Juliana

    Olá Dr. gostaria de saber se eu colher urina pela noite e fizer o exame de gravidez de farmacia algumas horas depois com a urina colhida anteriormente, nessas condições o exame ainda detecta o hcg?
    Obrigada.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      A urina tem que ser preferencialmente fresca, senão pode dar erro.

  69. leoneide

    oqe siginifica bacteriúria intensa?

    1. Que há muitas bactérias presentes na sua urina.

  70. Van

    muito bom este artigo , ficou bem claro de entender

  71. Patricia Queiroz

    Qual exame detecta que a pessoa usou drogas, como por exemplo maconha e cocaína?                                                                                                                                                        

    1. É só solicitar para o laboratório pesquisar a presença destas substâncias na urina.

  72. Francis

    levei minha mae a uma consuta de emergencia, a pressao chego a 27, fico no hospital o dia inteiro,no final a medica me falo q precisa fazer emodialise o rim praticamente nao funciona,f(chego a essa conclusao pelo exame de sangue)iquei assustada,mais para minha surpresa porem no dia seguinte minha mae passo mal novamente e a medica q atendeu falo q ela esta com anemia profunda.estou confusa pq o mesmo exame foi avaliado por 2 profissional e diagnostico diferentes.o que devo fazer para saber o diagnostico correto.obrigado

    1. Quem tem ins. renal costuma ter anemia também. Sugiro uma consulta com um nefrologista urgentemente.

  73. Nativbizarro

    Gostei muito do post. Está muito elucidativo! Muito obrigada :)

  74. Ana Paula

    Menstruação atrasada há 7 dias ; tenho oxalato de calcio na urina e fiz teste de gravidez de farmácia que deu positivo.Pode ter dado positivo devido aos cristais?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não.

  75. Cfbcjunior

    exame de urina mais cultura de urina detectam gonorreia?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Normalmente não.

  76. Roseamar26

    Obrigada pela explicação. Tirou minhas dúvidas.

  77. Lucruise

    Parabéns! adorei a explicação , muito me ajudou! obrigada.

  78. Bete porto pacheco

    Um exame de urocultura que indica:
    bacterioscopia: presença de bastonetes gram negativo
    cultura: escherichia coli
    quantificação: mais de 100.000 ufc/ml
    qual a porcentagem de isto estar se tornando um cancer, o pré cancer de negativo para neoplasia
    e deu alterações celulares benignas reativas ou reparativas: inflamação.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Isso não tem nada a ver com câncer. É uma urocultura típica de infecção urinária.

  79. Tayná

    Nossa adorei essa explicação dos resultados dos exames clínicos.
    Ótimo, parabéns.

  80. May Kon19

    Muito bom, parabéns aos criadores do site. Comparei o resultado do meu exame, e me deixou muito feliz. obg

  81. maria angelica fernandes

    Meu nome é Maria Angélica Fernandes. Gostaria de parabenizar o site. Muito esclarecedor e de fácil entendimento. Parabéns!!!!!! Minha dúvida: exame de sangue com glicose de 132 é sugestivo de diabetes? Sou fumante, tenho 53 anos, estou acima do peso.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Sim, mas este resultado precisa ser confirmado com outro exame

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.