Principais causas de urina com cheiro forte

Autor(a): Dr. Pedro Pinheiro

27 comentários

Atualizado:

Tempo estimado de leitura: 3 minutos.

Por que a urina tem cheiro forte?

A urina é um subproduto do nosso metabolismo produzido a partir da filtração do sangue pelos rins. Ela é composta basicamente por grande quantidade de água e um percentual pequeno de vários tipos de solutos presentes no sangue.

A urina apresenta um odor característico causado pela presença de uma substância chamada ureia. Quanto maior for a concentração de ureia, mais forte será o cheiro da urina. Na imensa maioria dos casos, uma urina malcheirosa indica uma urina com menos quantidade de água para diluir a ureia.

Tipicamente, em um litro de urina temos a seguinte composição:

  • Água: 950 ml.
  • Ureia: 9 a 23 mg.
  • Cloro: 1,8 a 8,4 mg.
  • Sódio: 1,2 a 4,4 mg.
  • Potássio: 0,7 a 2,6 mg.
  • Sulfatos: 0,2 a 2,2 mg.
  • Creatinina: 0,6 a 2,1 mg.
  • Fósforo: 0,4 a 1 mg
  • Amônia: 0,2 a 0,7 mg.
  • Ácido úrico: 0,04 a 0,6 mg.
  • Bicarbonato: 0,02 a 0,5 mg
  • Cálcio: 0,03 a 0,4 mg.

Portanto, 95% da urina é formada de água. Essa quantidade pode variar para mais ou para menos de acordo com o estado de hidratação do indivíduo. Se está um dia quente e você não se hidrata adequadamente, a tendência dos rins é preservar água, diminuindo a sua eliminação na urina e aumentando a concentração dos solutos. Por outro lado, se você bebe grandes quantidades de água, mais do que o necessário para o organismo, mais água será excretada e mais diluída ficará a urina.

Repare na ilustração abaixo. Quanto mais desidratado o paciente estiver, mais água os rins precisam preservar, o que leva à produção de urina concentrada, caracterizada pela coloração mais amarelada e um odor mais intenso.

Graus de hidratação da urina - Quanto mais concentrada, mais amarelada.

Sendo assim, o primeiro passo para que tem uma urina com cheiro forte é aumentar a ingestão de líquidos. Principalmente se a urina estiver com coloração amarelo forte. Não existe um número mágico, temos que beber líquidos até a urina ficar quase transparente. Às vezes, são necessários até três litros de água por dia (leia: Quantos litros de água devemos beber por dia?).

Ter uma urina mais diluída além de melhorar o seu odor também reduz o risco de formação de cálculos renais, conforme explicamos no artigo: Pedra nos rins: sintomas da cólica renal.

Falamos também sobre as diferentes cores da urina, incluindo urinas verdes, vermelhas e azuis, no texto: Alterações na cor da urina.

A urina concentrada é o principal motivo para um odor mais forte, mas não é o único. Uma urina mal cheirosa também pode ser provocada por infecção urinária, substâncias presentes em certos alimentos ou determinados tipos de medicamentos, conforme veremos a seguir.

Mau cheiro na urina causado por bactérias

Se a urina já está bem diluída e ainda cheira mal, devemos pensar na presença de bactérias que metabolizam a ureia em amônia, substância que apresenta odor ainda mais forte que a própria ureia. Porém, nem todas as bactérias produzem odores e a maior parte dos quadros de infecção urinária não cursam com urina malcheirosa.

É importante salientar também que apesar de a urina ser normalmente estéril, a presença de pequena quantidade de bactérias não indica necessariamente que haja uma infecção urinária. Esse quadro é chamado de bacteriúria assintomática, ou seja, bactérias na urina sem existirem sintomas.

Para ser infecção urinária, o paciente tem que ter bactérias e sintomas compatíveis com infecção. Ter uma urina com cheiro ruim sem qualquer outro sintoma de infecção urinária não é indicação para o tratamento com antibióticos. A maior parte das bacteriúrias assintomáticas melhoram espontaneamente.

Além da presença de bactérias na urina, algumas uretrites (infecções da uretra), como a gonorreia, também podem ser a causa do mau cheiro. Um odor forte associado a um corrimento da uretra é muito indicativo de que a origem do cheiro seja uma uretrite.

Nas mulheres, o corrimento uretral não é tão fácil de ser percebido como no homem. Se não houver também corrimento vaginal, ele pode passar despercebido. Nesses casos, o mau cheiro na urina pode acabar sendo uma dica para o diagnóstico. Porém, é sempre importante ter certeza de que o suposto mau cheiro da urina não é na verdade um mau cheiro da vagina, causado por corrimentos vaginais. Uma consulta ao ginecologista pode descartar infecções vaginais e uretrites.

Outras causas de cheiro forte na urina

Existem medicamentos e alimentos que podem alterar o cheiro da urina. O aspargo talvez seja o alimento mais associado à produção de uma urina com cheiro forte. Não sabemos ainda exatamente qual é a substância responsável pelo cheiro sulfuroso da urina provocado pelo aspargo, mas ela costuma estar presente em mais de 90% dos casos.

Café, alho e suplementos vitamínicos, principalmente aqueles com vitamina B6, são outras causas possíveis de urina com cheiro forte. Alguns antibióticos, principalmente da família da penicilina, também podem ser responsáveis.

Às vezes, não conseguimos detectar a causa do mau cheiro, mas mudanças na dieta podem melhorar o quadro.

Doenças

O diabetes mellitus pode causar urina malcheirosa, mas em geral apresenta outros sintomas associados, como perda de peso, fraqueza, sede, excesso de urina (poliúria), etc. Dificilmente, a urina com cheiro ruim é o único sintoma do paciente com diabetes mellitus.

Em pessoas mais velhas, câncer de bexiga e fístula (ligação) da bexiga para o intestino podem ser a causa do cheiro ruim. O câncer de bexiga costuma surgir em fumantes e cursa com hematúria (presença de sangue na urina). A fístula da bexiga com o intestino causa um sintoma chamado pneumaturia, que é a saída de gases do intestino pela urina. São duas doenças que não devem ser pensadas em pessoas jovens, pois são muito raras nessa faixa etária.

Algumas doenças genéticas raras, tais como fenilcetonúria, doença da urina em xarope de ácer, cistinuria e trimetilaminúria também costumam provocar mau cheiro na urina.  Mas essas são doenças raras e o odor da urina é apenas um sintoma pouco importante no meio de tantos outros.

Tratamento para urina com cheiro forte

O melhor tratamento para uma urina malcheirosa é uma maior ingestão de líquidos. Antes de qualquer investigação, devemos nos certificar que a urina está bem diluída.

Se a causa da urina com cheiro forte for uma infecção urinária, uma uretrite ou uma vaginite, o odor melhora com o uso de antibióticos para tratar essas infecções. Se forem detectadas bactérias na urina, mas não existirem sintomas de infecção urinária, o tratamento com antibióticos não está recomendado. É preciso ter cuidado com o uso indiscriminado de antibióticos para evitar a ocorrências de bactérias resistentes.

Se o paciente faz uso de suplementos de vitamina, o mau cheiro pode desaparecer após alguns dias sem essas substâncias.

Se o odor for algo que incomoda muito e ele não melhora após boa hidratação, o ideal é que o paciente procure um urologista ou ginecologista para elucidação do quadro.

Referências


Autor(es)

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.

COMENTÁRIOS (por favor, leia as regras do site antes de enviar a sua pergunta).
Temas relacionados
Cistite Cistite: o que é, sintomas e tratamento
Hematúria Hematúria: principais causas de sangue na urina
Cistite pós coito Cistite da lua-de-mel: infecção urinária após sexo
Dor para urinar Dor ao urinar: principais causas de disúria
Disúria em homens 6 causas de dor para urinar em homens (disúria)
Infecção urinária 10 sintomas da infecção urinária (bexiga e rins)
Uretrite Uretrite: o que é, causas, sintomas e tratamento
Infecção urinária na gravidez Infecção urinária na gravidez: riscos e tratamento
nitrofurantoína Nitrofurantoína (Macrodantina): bula simplificada
ciprofloxacina Ciprofloxacino: indicações, posologia e efeitos
Bacteriúria assintomática Bacteriúria assintomática: devo tratar ou não?
Vídeo: por que as mulheres têm mais infecção urinária? Vídeo: por que as mulheres têm mais infecção urinária?
Ectopia renal Ectopia renal e rim em ferradura: o que são e complicações
EAS Exame de urina (EAS) – Entenda os resultados
Urina colorida 7 alterações na cor da urina (e suas causas)