Artigo atualizado em 20/07/2013
Share on Google+Share on FacebookTweet about this on Twitter

AVC | ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Publicidade

O AVC (acidente vascular cerebral) possui vários nomes, o mais correto é AVE (acidente vascular encefálico), mas também pode ser chamado de infarto cerebral, isquemia cerebral, trombose cerebral ou o popular derrame cerebral. Neste texto abordaremos o AVC isquêmico e o AVC hemorrágico.

Para entender o AVC é preciso conhecer 4 conceitos básicos:

- Trombo = é um coágulo de sangue que se localiza dentro dos vasos sanguíneos, aderido à parede do mesmo, obstruindo a passagem de sangue. A obstrução pode ser parcial ou total. Quando o vaso é obstruído por um trombo, damos o nome de trombose.

- Êmbolo = é quando um trombo se solta e viaja pela corrente sanguínea até encontrar um vaso com calibre menor do que o próprio êmbolo, ficando preso e obstruindo a circulação do sangue. Quando um vaso é obstruído por um êmbolo, estamos diante de uma embolia. Um exemplo comum é a embolia pulmonar (leia: EMBOLIA PULMONAR)

- Isquemia = é a falta de suprimento de sangue para algum tecido ou órgão. Toda vez que a circulação de sangue não é suficiente para o funcionamento das células, ocorre a isquemia. É um processo reversível se tratado a tempo.

AVC - Trombose

Trombose

- Infarto = É a morte das células por uma isquemia prolongada. Ocorre em geral por obstrução da artéria por um trombo ou por um êmbolo. O infarto mais conhecido é o do miocárdio (músculo do coração), mas ele pode ocorrer em qualquer tecido ou órgão (leia: SINTOMAS DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO E ANGINA).

O AVC, portanto, nada mais é que um infarto de uma região do cérebro causado por um trombo que se forma em uma artéria cerebral ou por um êmbolo formado em algum lugar do corpo, que viaja na corrente sanguínea até se alojar em uma artéria do cérebro. Há também o AVC hemorrágico que será explicado mais abaixo.

AVC - Vascularização do cérebro

Vascularização do cérebro

Repare na vascularização do nosso cérebro (vasos em azul). Quando qualquer um desses vasos fica obstruído, ocorre uma isquemia e, consequentemente, um AVC.

a) AVC por trombose

O mecanismo da trombose cerebral é o mesmo do infarto do coração. A diferença é que o primeiro ocorre em artéria do cérebro e o outro em uma artéria coronária.

Pessoas com colesterol elevado apresentam deposição do mesmo na suas artérias em forma de placas de gordura. É em cima dessas placas que os trombos se desenvolvem. O trombo cresce silenciosamente em cima das placas de colesterol e só causa sintomas quando torna-se grande o suficiente para obstruir a passagem do sangue.

b) AVC por embolia

O AVC causado por um êmbolo normalmente tem origem no coração, mais especificamente no átrio esquerdo. Uma arritmia cardíaca chamada fibrilação atrial é a principal causa de embolia cerebral. O átrio quando está fibrilando não pulsa corretamente, com isso, o sangue dentro dele fica parado, o que favorece a coagulação e a formação de coágulos (Leia: PALPITAÇÕES, TAQUICARDIA E ARRITMIAS CARDÍACAS para entender melhor o conceito de arritmia).

Na foto abaixo podemos ver o coágulo (ou trombo) (ponto preto) se tornando um êmbolo ao sair do coração, ganhar a artéria carótida e se alojar em uma artéria cerebral, obstruindo a chegada de sangue para uma região do cérebro.

AVC - Fibrilação atrial e embolia cerebral

c) AVC por choque circulatório

Além da trombose e da embolia, existe um terceiro tipo de infarto cerebral; é o causado por uma parada cardíaca ou um estado de choque circulatório prolongado (leia:SAIBA O QUE É CHOQUE CIRCULATÓRIO). Este tipo de acidente vascular cerebral é o mais grave, pois a falta de circulação sanguínea apropriada faz com que todo o cérebro sofra isquemia, e não apenas uma região como nos AVCs causados por trombo ou êmbolo.

Pacientes com parada cardíaca prolongada costumam sofrer danos irreversíveis no cérebro. Três minutos de parada cardíaca, sem atendimento médico, já provocam lesões cerebrais graves. A partir do quinto minuto a chance de morte cerebral é próxima de 100%. Mesmo quando iniciam-se rapidamente as manobras de ressuscitação (massagem cardíaca) existe um limite de tempo para sobrevivência do cérebro. Poucos são os casos que evoluem bem após mais de 10 minutos de manobras de ressuscitação sem resposta.

Estes 3 tipos de infarto cerebral são chamados de AVC isquêmico, pois o mecanismo que leva ao infarto é uma isquemia (perfusão do sangue insuficiente), seja por trombo, êmbolo ou choque circulatório.

Os principais fatores de risco para o acidente vascular isquêmico (AVC) são:

- Idade avançada
- Diabetes (leia: DIAGNÓSTICO E SINTOMAS DO DIABETES MELLITUS)
- Cigarro (leia: COMO E PORQUE PARAR DE FUMAR CIGARRO)
- Hipertensão (leia: SINTOMAS E TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO)
- Colesterol alto (leia: COLESTEROL BOM (HDL) E COLESTEROL RUIM (LDL))
- Obesidade (leia: OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA)
- Fibrilação atrial

O AVC é um quadro que ocorre tipicamente de pessoas acima dos 50 anos com os fatores de risco listados acima, mas pode ocorrer em jovens que tenham alterações na coagulação sanguínea ou doenças inflamatórias dos vasos, como, por exemplo, anticorpo antifosfolipídio, fator V de Leiden, Lúpus ou vasculites (leia: LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO e SAIBA O QUE É VASCULITE).

AVC hemorrágico

Além do AVC isquêmico, responsável por até 85% dos casos, existe ainda o AVC hemorrágico, causado pela ruptura de um vaso do cérebro, que leva ao sangramento intracraniano. Em geral, o AVC hemorrágico ocorre por uma fraqueza da parede de uma artéria cerebral.

As principais causas de AVC hemorrágico são:

AVC hemorrágico

AVC hemorrágico

- Hipertensão
- Tabagismo
- Uso de medicamentos que inibem a coagulação como heparina e varfarina (leia: INTERAÇÕES COM A VARFARINA)
- Traumas.
- Aneurismas no cérebro (leia: O QUE É UM ANEURISMA?)
- Malformações dos vasos cerebrais
- Vasculites (leia: VASCULITE | Causas e sintomas)

O AVC hemorrágico costuma ser um quadro mais dramático que o AVC isquêmico por atingir quase sempre uma área cerebral maior.

O crânio é uma caixa fechada que não tem capacidade de se expandir. Quando há hemorragias grandes, o sangue vaza para o cérebro forma hematomas que começam a comprimi-lo em direção à calota craniana. Esta compressão do cérebro contribui ainda mais para lesão dos neurônios e para o risco de morte.

Existem dois tipos de AVC hemorrágico: hemorragia intracerebral e hemorragia subaracnóide. A primeira, como o próprio nome diz, ocorre quando o sangramento se localiza dentro do cérebro. Já a hemorragia subaracnóide ocorre quando o sangramento se dá entre o cérebro e a meninge (membrana que cobre o cérebro). Leia SINTOMAS DA MENINGITE para entender melhor melhor o conceito de meninge.

O AVC hemorrágico, principalmente o intraparenquimatoso (intracerebral), costuma ter prognóstico ruim. A mortalidade chega a ser superior a 50% e apenas cerca de 10% ficam sem sequelas. Quando há hemorragias grandes e perda de consciência, a taxa de mortalidade chega a 90%.

Agora que você já entendeu os tipos de AVC, vamos à parte mais importante que é o quadro clínico.

Consequências, sinais e sintomas do AVC

Os sintomas do AVC dependem da área do cérebro atingida. Quanto maior a área, em geral, mais grave é o quadro. Infartos pequenos em áreas nobres também são graves. Os sintomas mais comuns do AVC são:

- Paralisias motoras, normalmente em apenas um lado do corpo.
- Diminuição a força em um membro ou em todo um lado do corpo.
- Perda de equilíbrio com incapacidade de se manter em pé e dificuldade para realizar tarefas simples, como apertar um botão, ligar a luz ou levar um copo ou garfo a boca.
- Alterações na marcha.
- Dificuldades na fala e boca torta.
- Alterações na musculatura da face ou desvio dos olhos.
- Alterações visuais como visão dupla, cegueira parcial ou total.
- Desorientação, comportamento estranho ou discurso incoerente de início súbito.
- Diminuição do estado de consciência.
- Crise convulsiva.
- Coma (leia: COMA INDUZIDO).
- Morte.

A diminuição da sensibilidade e/ou formigamento isolado em um dos membros, ou apenas em parte deles, não costuma ser sinal de AVC, mas sim de lesões nos nervos periféricos ou na coluna. Acidente vascular cerebral costuma causar paralisias e diminuição de força.

Quadros de ansiedade e histeria podem simular um AVC, porém, na maioria absoluta das vezes são facilmente distinguidos pelo médico pelo fato dos sintomas não seguirem um lógica do ponto de vista neurológico. O que para o paciente e sua família pode ser um evento com toda cara de AVC, para o médico é claramente um quadro histeria.

O acidente vascular cerebral não causa dor, exceto por uma excruciante cefaleia (dor de cabeça) que pode ocorrer nos casos de AVC hemorrágico (leia: DOR DE CABEÇA).

Até 1/3 dos derrames ocorrem durante o sono e o paciente só nota alteração ao acordar.

Nos AVCs hemorrágicos o quadro pode evoluir muito rapidamente dependendo da sua extensão e da área do cérebro acometida. O paciente se queixa de mal-estar e rapidamente pode evoluir para perda de consciência e parada cardiorrespiratória.

É muito comum o AVC cursar com pico hipertensivo. A falta de sangue em regiões do cérebro leva o corpo a aumentar a pressão arterial em uma desesperada tentativa de aumentar a perfusão de sangue para o cérebro. Não se deve tentar controlar a pressão nestes casos (principalmente se ela estiver abaixo de 200/110 mmHg), pois há um perigo de piorar a isquemia cerebral se a pressão baixar rapidamente.  Se houver suspeita de AVC, vá imediatamente a um hospital e deixe os médicos controlarem a pressão do modo correto.

Para saber mais sobre os sintomas do AVC, leia: 7 SINTOMAS DO AVC.

Ataque isquêmico transitório

O ataque isquêmico transitório, conhecido como AIT, ocorre quando os sintomas do AVC desaparecem com menos de 24 horas após o seu início. O AIT é um derrame incompleto, que ocorre quando a isquemia consegue ser revertida espontaneamente antes que ocorra o infarto da região acometida.

Quem teve um AIT apresenta elevado risco de apresentar um AVC futuramente e deve ser seguido de perto por um neurologista.

AGORA, A INFORMAÇÃO MAIS IMPORTANTE DO TEXTO:

Existe uma classe de medicamento chamada de trombolítico, que dissolve trombos e êmbolos e restaura a circulação cerebral, acabando com a isquemia e impedindo a ocorrência do infarto. Porém, ele só tem efeito nas primeiras 3 horas do AVC, sendo ainda mais efetivo se administrado na primeira hora e meia.

Obs: os últimos trabalhos científicos têm demonstrado benefícios dos trombolíticos até 4,5 horas após o início dos sintomas.

Ao primeiro sinal de AVC o paciente deve ser levado imediatamente a uma emergência para que se tenha tempo de salvar a área cerebral isquemiada.

Portanto, a pior coisa que se pode fazer quando surgem sintomas de AVC é esperar para ver se o quadro vai melhorar sozinho. Se há suspeita de derrame durante a madrugada não se deve esperar amanhecer para levar o paciente ao hospital. Se não houver carro disponível, chame uma ambulância imediatamente.

Não se automedique e não espere para ver se os sintomas irão desaparecer. Se houver dúvidas em relação ao momento exato do início do sintomas, leve o paciente assim mesmo a um setor de emergência e deixe os médicos avaliarem a indicação ou não do trombolítico.

Nunca deixe o paciente com suspeita de AVC conduzir o carro. O quadro pode evoluir e um grave acidente pode ocorrer.

Os trombolíticos só estão indicados no AVC isquêmico. NÃO SE USA TROMBOLÍTICOS NO AVC HEMORRÁGICO. O diagnóstico diferencial entre esses dois tipos de AVC é feito através da tomografia computadorizada do cérebro.

No AVC hemorrágico pode ser necessária uma cirurgia de urgência caso o cérebro esteja sendo comprimido pelo sangramento. O tratamento consiste na remoção cirúrgica do coágulo/hematoma e de parte da calota craniana para que o cérebro possa se expandir sem ficar comprimido.

Vérsion en español: ACV | DERRAME CEREBRAL | Síntomas y tratamiento

Publicidade
  • Pedro

    Oi, Dr Pedro
    Queria agradecer pelo texto dos anabolizantes.
    Só consegui ver hoje.
    obrigado,

  • André Hacl Castro

    Dr. Pedro, bom dia.

    Meu pai ontem teve uma isquemia. Eu não sei ainda a gravidade, pois ele está em Botucatu/SP e eu em Guarulhos/SP.
    Ele estava em um sítio e me ligou com problemas na fala. Minha mãe que estava junto com ele foi orientada por mim a ligar para uma ambulância imediatamente. Levaram ele para o posto de saúde mais próximo e depois para o Hospital da Unesp em Botucatu. Entretanto, provavelmente, no posto de saúde não devem ter dado esse tal de trombolítico para ele, ou seja, ele só deve ter tomado esse remédio bem depois de três horas.
    Pode me tirar uma dúvida? Ele tem chances de ter seu quadro revertido após as três horas sem o remédio? Obrigado.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá André,
    O trombolitico só pode ser dado em ambiente hospitalar devido ao alto indice de complicações. Após 3 horas o seu uso é CONTRA-INDICADO, pois além de trazer pouco beneficio, apresenta grande risco de hemorragia.
    O quadro dele agora vai depender do local do sistema nervoso acometido e do tamanho do AVE. Existem casos que pode haver recuperação completa ou sequelas pequenas, mesmo sem os trombolíticos.

  • http://blog.fshark.com/ Fabiano Shark

    Olá Dr. Pedro, gostei do texto! Ao mesmo tempo que é simples e de fácil compreensão, é muito rico em informações. Sofri uma isquemia (aos 19) onde perdi os movimentos do lado direito(que graças a Deus foram recuperados) e de muitas coisas só fiquei sabendo agora, com seu texto.

    Já adicionei o endereço na seção de links úteis do meu blog.

    Forte abraço, Obrigado!

    Fabiano Shark
    http://blog.fshark.com

  • Anonymous

    Gostei muito do blog.
    Sou estudante de medicina, ainda estou no 2 ano. Sei que o blog não é p/ estudantes da área médica, mesmo asssim é muito interessante
    parabéns. Quando me formar terei o meu também.
    abraço
    Rafael

  • Jéssica B. Silva

    olá doutor,
    eu gostaria de ter uma orientação sobre uma situação que está acontecendo com um familiar meu. Ela teve um AVE hemorrágico e é possível que tenha ocorrido a formação de um coágulo. Ela está totalmente aérea, abobalhada, mas responde a estímulos e percebe quando falam com ela apertando a mão. Porém, não está recebendo tratamento adequado, julgo eu. O AVE ocorreu no domingo e ela esperou até segunda de noite para fazer uma tomografia e até hoje, terça feira, está esperando o diagnóstico de um neurologista. Gostaria de saber se toda essa demora do atendimento pode fazer com que os danos que ela sofreu sejam irreversíveis. Sua pressão sistólica foi ao incrível valor de 300 mmHg.
    Grata
    Jéssica

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Oi Jéssica,
    Sempre digo que é muito difícil fazer avaliações individuais sem ter conhecimento dos detalhes do caso e sem contato com o paciente.
    O que eu posso dizer é que o AVE hemorrágico tem 2 tipos de conduta. Deve ser avaliada por um neurocirurgião para decidir a necessidade ou não de abordagem cirurgica. Se for uma lesão pequena, ou uma muito profunda que não tenha condições de cirurgia, a conduta é mesmo de suporte clínico. Dependendo do resultado da TC os próprios médicos já conseguem ter uma idéia da possibilidade ou não de cirurgia.
    abraços e melhoras para sua mãe.

  • Giovani

    Ola Dr, sou de Juiz de Fora/MG e gostaria de uma informação, no sabado minha avo teve um AVC Hemorragico, e logo foi socorrida ate a santa casa onde deu entrada no CTI, foi feito tomografia e constatou que estava com bastante hemorragia. Submeteu-se a uma cirurgia na segunda feira as 19h e conseguiu pençar tres vasos com realização da drenagem. Pois bem, ela tem 80a e esta em coma induzido. Gostaria de saber quais seriam as chances vitais dela.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Giovani,

    Seria muito imprudente da minha parte estabelecer qualquer prognóstico de longe, sem acesso aos dados da paciente e sem ao menos conhecer a mesma.
    Isto fere inclusive o código de ética médico.

    Entendo sua ansiedade, mas espero que você também entenda o meu lado

    abraços e melhoras para sua avó

  • Letícia

    Dr. Pedro, estive lendo sobre AVC por mais de um mês… Queria saber algumas coisas.
    1-O AVC causado por um êmbolo pode durar vários dias e a pessoa aos poucos ir acordando, reagindo à voz de uma pessoa específica, falando coisas soltas confusamente até começar a demostrar que ouve através de movimentos, abertura espontânea dos olhos, apertos nas mãos dos familiares quando ouvia suas vozes. E aí depois a pessoa acordar e desaprender a andar, apenas, ou ficar com dificuldade de falar… Pode?
    2-Quanto tempo uma pessoa que desaprende a andar leva para voltar a caminhar?Pode voltar a andar como antes ou fica mais lenta?
    3-Quais critérios, basicamente,fazem o médico transferir um paciente da UTI para o quarto?
    4-Que tipo de tratamento pode ser usado para uma pessoa que tem arritmia/bradicardia? O estresse pode fazer uma bradicardia gerar um AVC?Jovens também podem ter problemas com aritmia cardíaca?
    Agradeço pelo blog tão informativo!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Bom Letícia, vamos lá…

    1- A fase aguda dos AVCs costuma
    ser a pior, pois além do infarto cerebral há uma grande área de edema e inflamação em volta da lesão. Conforme o tempo passa, essa área diminui e o paciente pode apresentar alguma melhora. As sequelas dependem do tamanho e do local do infarto. As alterações motoras e da fala podem melhorar com o tempo, sobretudo com fisoterapia.
    2- O paciente pode deixar de andar por lesão na área cerebral motora que comanda os membros inferiores ou na área que comanda o equilibrio e postura. Também pode ocorrer pela permanência prolongada na cama, com atrofia da musculatura por falta de utilização. Este último ocorre principalmente em idosos. Normalmente a pessoa quando consegue voltar a andar, não o faz tão bem quanto anteriormente. Mas isso é individual e depende da lesão.
    3- O doente só fica no UTI se precisar de observação médica constante. Se tiver estável do ponto de vista hemodinâmico e não apresentar sinais de evolução do AVC, pode ficar em um quarto. Isto depende também das comorbidades do paciente.
    4- Depende da arritmia e da bradicardia. As causas são várias. A mais comum é a fibrilação atrial e o tratamento visa controle da frequência cardíaca e anticoagulação para evitar formação de novos trombos. Se o problema for bradicardia, pode ser necessário um marcapasso, dependendo da causa.
    A bradicardia para gerar um AVC tem que ser grave e acompanhada de hipotensão severa. Tem que haver um baixo débito de sangue para o cérebro durante algum tempo para ocorrer o infarto.
    Jovens podem sim, ter arritmia cardíaca, mas esta é mais comuns e pessoas mais velhas e/ou com doença isquemica do coração

    abraços

  • Flávio

    Olá Doutor! Em primeiro lugar obrigado pelas informações ricas em conteúdo e parabéns pelo site! Doutro tive um AVE na região do cerebelo no início de Dezembro de 2008 e graças a Deus me recuperei 99% das sequelas q foram fraqueza e perda de coordenação dos braço e perna direitos. Estou fazendo o uso de Marevan 5 mg. Tive vergonha de perguntar ao Médico se eu poderia consumir cerveja nos finais de semana e a quantidade. É claro q se tiver de cortar o consumo definitivamente eu vou optar pela minha saúde mas de repente eu estou fazendo uma abstinência total à toa, talvez eu possa tomar alguma quantidade no fim de semana só pra matar a vontade. O q vc me diz Doutor? Desculpe a pergunta e desde já agradeço a atenção!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Oi Flávio,
    O grande problema é que o álcool interfere com os níveis sanguíneos do Marevan, aumentando o INR e a chance de sangramentos. A resposta é muito individual e acho que só o seu médico pode dar esse tipo de informação. Não tenha vergonha, querer tomar um chopinho de vez em quando todo mundo quer, até o seu médico provavelmente o faz também.
    Faça essa pergunta a ele, pois com todos os seus dados, fica mais fácil te responder.
    A principio a resposta é não, não se deve consumir álcool em uso de Marevan.
    abraços

  • Patricia

    Ola Doutor, meu tio teve uma isquemia, esta com o lado direito do corpp paralizado. A segunda tomografia sera daqui 2 dias. Este acidente aconteceu sabado, foi constatado arritmia nele. Ele eh um rapaz novo ainda, tem 35 anos. Estamos todos muito desorientados. Doutor minha pergunta eh se as seuqelas nestes casos sao definitivas? Ou pode-se reverter este caso. Desde ja agradeco. Patricia.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Payrícia,
    Muito difícil eu afirmar qualquer coisa de tão longe e com tão poucas informaçaõ. Tem que dar tempo ao tempo. Provavelmente ele irá iniciar fisioterapia e com o passar dos meses vocês poderão ter mais idéia da evolução do quadro. O mais importante agora é cuidar da arritmia para impedir novos episódios.
    Abraços e melhoras para o seu tio.

  • Anonymous

    Olá Doutor, um amigo meu morreu de aneurisma, tem pessoas da família que estão dizendo que é de estresse pelo fato de um problema familiar que ocorreu recentemente, estão dizendo que ele ficou nervoso e a veia se rompeu, isso é possível? acredito que não pois é um caso recente e para se ter aneurisma leva tempo até que ele fique frágil e se rompe.

  • Beatriz

    DR. gostaria de saber se pode ter alguma relação quanto ao meu marido ter sentido hoje sua lingua e lábios anestesiados, com algum tipo de problema pois ele tem uma válvula metálica aórtica e toma marevan diariamente (um dia 1 e 1/2 e no outro dia 2 comprimidos). no dia 07/03 fez o exame de sangue já que estava com dengue (2ª vez) e o INR estava em 1,85. Fiquei preocupada.
    O INR nesse patamar não é o aconselhável?
    realmente não entramos em contato com nenhum cardiologista pois o dele, recentemente faleceu bruscamente em uma tentantiva de assalto.
    iremos esta semama em outro cardiologista, mas gostaria se possível vodê me desse alguma orientação.
    Essa manifestação pode ter alguma relação a seu problema?

    Obrigada.

    Beatriz

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Beatriz,
    para quem tem vávula metálica, esse INR está muito baixo.

    Seu marido não pode ficar sem cardiologista. É preciso levá-lo a um para correção da dose do Marevan.

    Tenho um texto só sobre Varfarina e anticoagulantes, vc já o leu?

    Abraços

  • BEATRIZ

    obrigada Dr. já li sim, já está marcada a consulta com o cardiologista para sexta feira. hoje meu marido já retirou sangue para o exame de tempo e atividade de protombina/INR.
    o Senhor acha que pode ter alguma relação os sintomas que ele teve, ou seja, boca e língua anestesiada?
    Estou bastante preocupada, ele tem apenas 38 anos. colocou essa válvula em 2000. Esse INR baixo que deu a época pode ter sido em função da dengue, pois afeta a questão das plaquetas???
    mas hoje terei a tarce o novo resultado e vamos ver.
    muito obrigada.
    Beatriz

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Beatriz,
    Difícil dizer se os sintomas foram por alguma alteração devida a queda do INR. Provavelmente não.

    Em relação a dengue, o INR independe do valor das plaquetas. A dengue pode causar alterações no fígado e isso sim pode alterar o valor.

    abraços

  • Anonymous

    Olá Dr, meu nome é Paulo e gostaria de saber do Sr o seguinte:
    Minha mãe tem 70 anos, teve um AVC isquêmico. Ela levou um tombo 2 dias depois de ter passado mal, o olho dela, ficou um pouco torto e inchado, parecendo até que levou um soco e logo após o tombo, o rosto dela ficou vermelho ce passou a sangrar pelo nariz nariz. Não vimos o tombo, mas é bem provável que ela não bateu o rosto no chão, pois assim que percebemos, corremos para vê-la e ela estava sentada. É possível durante o AVC ocorrer esse tipo de hemorragia? Se foi devido ao AVC, foi pior ou melhor ter acontecido isso?
    Agradeço desde já pela seus esclarecimentos.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Paulo,
    A lesão que vc me descreve é compatível com trauma. Com certeza ela bateu com a cabeça em algum lugar.

    AVC isquÊmico é uma lesão dentro do cérebro, não tem nada a ver com lesões na face.

    O que provavelemte aconteceu, e a gente vê isso todos os dias nas emergÊncias, é a pessoa ter um AVC, cair, e traumatizar a cabeça/face.

    abs e melhoras para sua mãe.

  • CELY

    Olá Dr.Pedro! È muito importante essas declarações de saúde.Precisaria saber se um remedio de nome aguardente Alemã que é um laxante e desobstrui os vasos sanguineo serve para AVC?Porque conheço pessoas que ficaram curadas com esse medicamento.

    CéliA

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Célia,
    Nunca ouvi falar sobre tal droga. Acho muito difícil que isso realmente funcione.

    Abrir o vaso nós já conseguimos fazer com os trombolíticos. Isto não é nenhum mistério atualmente. o fato é que tecido cerebral morto não nasce novamente e daí não adianta nada abrir vaso algum.

    Não é por aí que se vai melhorar o tratamento dos AVCs

    abs

  • Alcione Zeferino

    Srs. Desculpem o conteúdo da mensagem, mas tive um AVC esquemico e meu medico não achou bom tomar vacina para gripe e febre amarela (foi contra) devido a formação de edema, uso Varfarina e Sinvasfatina diario. Pergunto: A tontura que sinto (muitas vezes) será devido o AVC?, que atingiu o Cerebelo? no mais não tive demais sequelas a não ser um pouquinho de enrrolar algumas palavras. Minha pressão arterial está variando muito as vezes 11X7 outras 12XC8 mas tambem já chegou a 15X10 onde tomei Captopril e n ormalizou, estyá correto?
    Agradeço pela resposta

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Alcione,
    Tonturas podem ser sequelas de AVC, sim.

    O que você poderia fazer é consultar um otorrinolaringologista para avaliar se essa tontura não pode ser labirintite ou algo do gênero.

    De repente vc descobre que sua tontura não tem a ver com o AVC e que pode ter uma solução.

    abs

  • Anonymous

    EXCELENTE A SUA ABORDAGEM SOBRE AVC/AVE. É DIDÁTIA , OBJETIVA E NÃO DEIXA DÚVIDAS A RESPEITO DO ASSUNTO. PARABÉNS. UM ABRAÇO,
    TÂNIA

  • Margarida ;o)

    Oi… Antes de tudo obrigado por ajudar no meu trabalho de patologia com esse artigo! Mais se possivel o senhor poderia me tirar uma duvida? Bem, o seguinte! O AVE não te idade pra aconcetecer. Mais é mais perigoso em um jovem ou em idoso? porque?

    Beijos meu querido e obrigado!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Margarida,

    O AVE é doença de idosos. SE ocorre em jovens, é porque ele é secundário a alguma outra doença. Nenum jovem tem AVE sem ter uma doença que predisponha a tromboses.

    Por isso podemos dizer que ele costuma ser mais grave nesta faixa etária.

  • Mercio

    Tenho 65 anos, sou aposentado e tenho uma vida tranquila, entretanto at´os 50 anos bebia e fumava, tinha uma vida muito sedentária. Há 3 anos tive um derrame ocular e perdi 70 % da visão, acontece que depois deste episódio já tive mais 8 derrame ocular no mesmo olho. Fiz tratamento com Lezer e não obtive resultados e parei por minha conta propria. Hoje apesar da vida tranquila me aborreci com um vizinho e senti meu corpo tremer, uma palidez muito grande e dificuldade para falar. Tenho muito medo de ir ao medico para avaliar meu estado e faço minhas dietas e caminhadas sempre. Tambem já perdi meu pai e dois irmãos vitimasd de ataque cardiaco fulminante, conversavam e sentiram o problema e morreram na hora sem ter chance de chegar ao hospital.
    Minha duvida é se eu tenho chance de ter mais alguns anos de vida já que eles se foram com menos de 50 anos ou emplacar uns 98 como minha mãe? Parabéns pelos comentarios, aprendi muito com eles.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Mercio,
    Se vc quiser tem uma vida longa, com o seu histórico é essencial que tenha um médico te acompanhando de perto.

    Vc tem que controlar os fatores de risco como glicemia, colesterol, pressão…

    Um check-up rotineiro também ajuda a identificar problemas precocemente.

    Procure ter pelo menos um cardiologista por perto

  • Anonymous

    Dr. Pedro Pinheiro, obrigado pela presteza da resposta, sinto-me mais aliviado. Resolvi procurar um cardiologista para fazer todos exames nescessários, quando tiver tudo OK, mando resultado para o Sr. Que Deus ilumine sempre o seu caminhar.fredi

  • Igor

    Boa tarde Dr. pedro,

    Minha mãe teve um AVC isquêmico na região do tálamo e mesencefálo esquerdos há 3 semanas, eu diria que ela já se recuperou por completo, fala claramente, anda todos os dias numa caminhada longa, limpa a casa, mas há uma única sequela, a movimentação do olho direito dela foi afetada e agora ela está vesga em um olho só, mas ela consegue enxergar com os dois se tapar um, o neurologista que tratou dela recomendou exercícios de ortóptica que ela começará a fazer em breve, mas as vezes sinto que ela fica chateada em ter de tapar um olho para enxergar. recentemente li que existem óculos que corrigem estrabismo, que se não me engano é um tipo de vesguice, então eu gostaria de saber se existe algum óculos que faça ela enxergar certo enquanto ela o usa.

    Obrigado, Igor.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Igor,
    Desculpe mas desconheço a existÊncia de óculos para esse caso. Mas eu não sou especialista, e não me adimiraria se eles existerem e eu não os conheça.

    Oftalmologia é uma área na qual tenho pouquíssima experiência. Eu simplesmente não vejo esse tipo de paciente.

    O melhor é vc procurar um oftalmologista para tirar essa dúvida

    abs

  • Vania

    Dr. Pedro
    Meu pai hj com 70anos, sofreu um AVC hemórrágico em junho 2007. Após 3 dias outro cirurgião de plantão pediu nova tomografia e viu que o grande coágulo não aumentara, mas tb não diminuira, e o levou a cirurgia. Graças a Deus foi tudo bem. Deixou sequelas na fala e nos membros do lado direito. No início com a fono, ele via uma palavra e junto com imagem lia ou associava (pronunciando co dificuldade), hj consegue andar com moleta, mas o braço não tem movimento, a fala tem dificuldades, repete palavras qdo houve. Sua compreesão foi totalmente preservada.
    1-Por que não consegue mais ler?
    2-Na cirurgia são sugados neuronios?
    3-Os neuronios que sobreviveram morrem pela falta dos outros?
    4-Ele pode atingir ainda algum progresso?
    Continuamos com fisio e fono.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Vania,
    As sequelas são do AVC e não da cirurgia. Quando se tem um AVC seja hemorrágico ou isquÊmico, temos a morte de milhares ou até milhões de neurônios.

    As sequelas então vão depender da área atingida. Se atingir a área motora, o paciente fica com alguma paralisia. Se atingir a área da fala, fica com dificuldade no discurso. Se atingir alguma área nobre que controle os sinais vitais, ela pode morrer.

    Quanto mais extenso for o AVC, mais sequelas existirão.

    Não existe morte de neurônio pela falta de outros.

    Pode ser que a fisio e a fono ainda tragam mais recuperação.

  • http://www.serravalle.xpg.com.br/ Ricardo

    Dr., sou triatleta e tive 3 avcs isquêmicos na última quarta-feira sem contudo ter ficado com alguma sequela, os médicos encontraram em meu coração uma espécie de ligação entre os dois lados do por onde o sangue está seguindo de forma contrária, ou seja, em vez de jogar possíveis coágulos para o pulmão está jogando para cima, ou seja, para o cérebro.

    Estão agora investigando meu sangue para ver se não tenho alguma pré-disposição genética no sangue para que se formem trombos.

    Enquanto isso estou sendo medicado com um comprimido de Somalgin Cardio por dia até que saiam os resultados destes exames.

    Segundo os médicos existem 02 possibilidades:

    01) Eu não ter problema algum no sangue e este problema estar sendo ocasionado por causa da fibrilação e do fluxo inverso do sangue. Neste caso existem 02 tratamentos, sendo tomar aspirinas (ou anti-trombolíticos) pelo resto da vida ou implantar via catéter uma espécie de “guarda-chuva” nesta ligação entre os dois lados do coração para que os possíveis coágulos não passem mais para o cérebro. A outra é que seja um problema apenas do sangue e eu tomaria para o resto da vida os medicamentos para não formarem trombos.

    Desta forma tenho também 02 perguntas:

    01) Poderei retornar a minha prática esportiva de alto rendimento independente do tratamento?

    02) Para o meu caso, sendo um triatleta, haveria um tratamento mais indicado?

    Desde já obrigado,

    Ricardo Guimarães

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Ricardo, se vc tiver algum problema na coagulação do sangue e precisar de anticoagulantes para o resto da vida, acho pouco prudente que contnue com o seu esporte.

    Caso consiga corrigir o defeito anatômico do coraçã,o e após isso nada mais sentir, vc poderia voltar a competir.

    Acho que sem corrigir o defeito, não vejo com bons olhos a prática frequente de exercícios em nível competitivo.

    Este é um fator a se levar em conta quando for decidir a conduta.

    Mas primeiro deve-se indentificar o problema.

    abs

  • branca

    Olá, Dr. gostei muito deste blog, aos 30 anos também tive um AVCe hoje tenho poucas sequelas, pois tive alta do hospital em 4 dias e 1 dia depois já estava fazendo fisioterapia mesmo com bastante esforço, pois não aceitava a doença e fiquei mas revoltada porque era nova, chegava em casa tomava um banho, e no banheiro mesmo sentada em um banco tentava lavar minha calcinha como fisioterapia, pois não aceitava a doença.entrei também na aula de vagonite (bordado) e não ficava parada.
    Um abraço, e obrigada pela ajuda, e ainda arrisco tomar uma cervejinha no fim de semana.

  • Anonymous

    Boa noite Dr.

    Quais as chances de uma pessoa que se alimenta bem, não tem colesterol nem ipertenção mais é muito nervosa, irritada tem um AVC?

    Vemos muitas pessoas novas tendo AVC quais as causas ?

    Obrigado e parabéns pelo blog que Deus te abençoe muito, isso é uma iniciativa muito humana.

    Att,
    Welington

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Welington,
    Uma pessao pessoa saudável pode se irritar a vontade que não faz AVC.

    Jovens com AVC normalmente apresentam algum doença por trás, em geral alterações da coagulação sanguínea ou vasculites.

  • welington

    Há sim entendi ..

    Pergunto isso, pois começei a me sentir muito ancioso, preocurei um psquiatra e o mesmo contatou que eu tinha sindrome do pânico …
    Então quanto tenho as minhas crises minha pressão sobe muito, tenho 23 anos e minha anciedade desrregulariza totalmente meu corpo as vezes se limitamos a muitas coisas, e por isso fiz a pergunta se jovens que não tenha problema de coração, colesterol poderia ter.

    Meio que saindo fora, qual é o melhor tratamento para sindrome do panico ?

    Grato,
    Welingto.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    A síndrome do pânico é tratada com psquiatra através de drogas específicas e psicoterapia.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Harry,
    Não tenho como opinar a distância, ainda mais baseado em relatos de pessoas não médicas.

    A quantidade de teorias que eu poderia inventar para tentar justifar o que ocorreu com seu pai só iria trazer mais confusão.

    Eu precisaria ter acesso ao prontuário dele, para ter pelo menos uma idéia do que ocorreu.

    Pelo o que vc me contou me parece que foi uma fatalidade. Seu pai era diabético e cardiopata. Qualquer cirurgia cardíaca é um grande risco.

    Não se tem muito como prever quando um AVC vai acontecer. O seu pai provavelmente tinha doença aterovascular difusa e do mesmo jeito que um vaso do coração se fechou, outros da cérebro também o fizeram.

    O que acontceu com teu pai não é nada incomum.

  • welington

    Boa noite Dr.

    Uma pessoa jovem que não tenha colesterol, diabetes, nenhum prblema de sangue, mais seja anciosa, tipo tenho sindrome do panico, tem dias que acordo a noite muito assustado, muitas vezes vou ao hospital e minha pressão está alta, tipo 19×12 eu tenho apenas 23 anos e muitas vezes tnho medo, pois fico ancioso de suar uma toalha, sofr muito com isso ….

    Quais as chances de uma pessoa assim ter AVC, pois no tópico do blog diz pressão alta contribui p/ que isso aconteça.

    Grato,
    Welington

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Wlington,
    A curto prazo a chance é quase zero. Caso vc continue hipertenso sem tratamento pelos próximos 10-15anos aí sim, suas chances passam a ser consideráveis.

    Se vc tem pânico deve ser seguido por um psiquiatra.

  • De

    Existe algum exame que possamos fazer para se detectar trombos /embolos? Podemos conviver com trombos /embolos sem saber? ou sempre existe um sintoma ligado. O que devemos fazer para que eles(trombos /embolos ) nao se formem?

    Muito Obrigado

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    De,
    Existe. Em geral o diagnóstico é feito com o ecodoppler. MAs pode também ser feito pela tomografia computadorizada, ressonâncioa magnética ou angiografia. Depende do caso e da localização do trombo.

    A não ser que o trombo seja muito pequeno e acometa um vaso com pouca importancia, em geral há sintomas.

    Não há nada muito específico a se fazer. Mas não fumar, praticar exercicíos e ter alimentaçõ saudável ajuda. Devo escrever um texto sobre trombos até o final do ano.

  • Anonymous

    Minha mãe tem 87 anos e há 10 anos tem uma válvula mitral suína e metade do pericárdio bovino. Há aproximadamente 5 anos teve um AVC isquêmico que deixou como única sequela uma pequena distorção na fala. Há 8 dias teve novo AVC isquêmico, e há 6 dia sofreu uma hemorragia cerebral na região mais nobre do cérebro. Atualmente está no hospital, recém saída da UTI, em quadro fisiológico de melhora, porém sem nenhuma evidência de recuperação da consciência. Os médicos dizem que a recuperação é praticamente impossível. Sei que não dá para fazer diagnósticos à distância e que cada caso é um caso, mas vocês já viram casos de recuperação nessas condições? Meu medo é que ela termine seus dias em estado vegetativo. Obrigado, Raul

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Raul,
    Se ela teve uma lesão em área nobre do cérebro, isso não tem volta. No sistema nervoso, o que morreu, morreu. Não há recuperação. Provavelmente não haverá melhora do estado de consciência.

    O que eu vou te falar agora pode parecer duro, mas é a experiência de quem já viu vários casos iguais.

    Este é o momento de vcs pensarem na sua mãe e se colocarem no lugar dela. Ela tem 87 anos, não é uma pessoa jovem. Tem um lesão cerebral gravíssiva com mínimas chances de recuperação. Já tinha uma lesão prévia e outras doenças.

    A questão agora é saber até que ponto vcs estão prolongando a vida dela ou prolongando a morte.

    Junte a família e decidam o que será melhor para ela e não para vcs. Não estou sugerindo eutanásia, apenas quero que vcs não permitam a distanásia

  • rita

    Ola Drs.
    O meu pai teve um avc no cerebelo,nao ficando nada afectado sem ser a perda de equilibrio.Isto foi ha 6 dias e nos primeiros dias mesmo de olhos fechados tinha muitas tonturas. agora ja se senta sem tonturas mas nao se consegue equilibrar em pe. o que gostava de saber é se acha que pode ser reversivel e quanto tempo demora em media estas situaçoes.
    obrigada

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Rita,
    Não existe regra. Provavlemente ela ainda vai melhorar um pouco mais, porém, existe grandes chances de ficar alguma sequela.

    Um dos papéis do cerebelo é mesmo o equilibrio e se ele teve morte um grande número de células desta região é compreensivel que com algum grau de desequilibrio ele fique.

  • Francisco Alexandre

    Caros Drs., boa tarde.

    Meu pai sofreu uma queda de escada no dia 10/05/09 e levado ao hospital teve diagnosticado um hematoma subdural que pressionava o cerebro, sendo o mesmo submetido a uma craniotomia descompressiva.
    A cirurgia foi realizada 3 horas após o acidente, sendo que ele ficou 37 dias na UTI e mais 3 meses no quarto.
    Os médicos falam que as lesões são extensas e difusas.
    Hoje ele se encontra totalmente dependente, faz fisioterapia diariamente e fonoaudiologia 3 vezes por semana.
    Ele já verbaliza alguma palavras e movimenta os quantro membros ( o hematoma foi do lado direito do cerebro ).
    Existe algum tipo de medicamento para deixa-lo mais alerta?
    Estou tentando além de fisio e fono, acumputura e estimulação neuro acustica.
    Gostaria de saber o que os srs. acham desta conduta e quais as chances de recuperação?

    Obrigado,

    Francisco Alexandre

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Francisco,
    Não existe remédio para isso. Se a lesão cerebral dele foi extensa, não há nada que traga grandes resultados. Os neurônois são células que não se regeneram, e uma vez mortos, não são substituidos.

    Não espere por tratamentos milagrosos porque eles não existem.

    Continue com a fisioterapia e a fono que os resultados virão com o tempo.

  • Meire

    Caros Doutores

    Minha mae teve um avc isquemico onde uma grande parte do lado direito do cerebro dela foi afetado o que causou a paralização de todo o lado esquerdo.
    Ela tinha pressao alta, arritimia, colesterol alto e angiopatia.
    Minhas duvidas são:
    1. Quando se afeta os movimentos do corpo, afeta tambem a função dos orgaos internos? por exemplo: o coração , que fica do lado esquerdo, tambem pode ser afetado pelo AVC e ficar mais fraco?
    2. 20 dias após o AVC e alta do hospital ela morreu em casa enquando comia um pedaço de pão.Uma pessoa com que teve todo seu lado esquerdo afetado pode morrer ao se alimentar?
    A causa da morte foi descrita como infarto do coração, mas nenhum exame foi feito. Embora acreditamos que possa ter sido que ela engasgou com o pao. Isso é possivel?

    Obrigada
    Meire

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Meire,
    1- Não. Os órgãos internos não recebem a mesma inervação dos músculos. O fato do lado esquerdo dela ter ficado paralisado não significa que os órgãos a esquerda tenham problemas.

    2- Pode. Se ela tinha alguma sequela do AVC que a dificultava deglutir. Isso pode ter favorecido ela aspirar o conteúdo da comida para o pulmão.

    Mas o quadro é bem diferente de um infarto. É difícil de se confundir.

  • Katia

    Olá Dr(a)
    Tenho um sobrinho que tem 5 anos, e tem tido um comportamento estranho, e não sei qual medico ir primeiro, as vezes, ele fica dando voltas na sala dando passadas igual noiva entrando na igreja, e fica com os dedinhos como se tivesse tocando piano.Sei que qdo tinhamais ou menos dois anos, ele teve uma febre muito alta e teve convulsão, ele foi ao hospital mas, ele não conseguiram descobrir o motivo dessa febre. Obrigada por me ajudar…

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Katia,
    O primeiro médico é o pediatra. A partir daí ele saberá indicar ao especialista adequado.

  • Jussara

    Descobri o blog buscando alguma orientação sobre que atividade física adotar para minha mãe de 85 anos que teve um AVC que afetou o cerebelo e, portanto, o equilibrio. Ela fez fisioterapia por 1 ano e o profissional disse que agora ela deveria praticar uma atividade física. Parada já há alguns meses percebo que ela está regredindo apresentando passos mais inseguros e tendo sofrido duas quedas. Onde encontro orientação sobre a atividade mais indicada? A hidroterapia individual seria recomendável?
    Muito obrigada pela ajuda.
    Jussara

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Jussara,
    Escolha da atividade físcia mais indicada deve ser feita em conjunto com o neurologista e o fisioterapeuta. Em geral a hidroginástica é muito bom, mas é preciso individualizar caso a caso.

  • Jussara

    Agradeço muito a atenção.

  • cris

    Boa Noite.
    Dr.Pedro, minha avó teve um AVE e esteve internada durante 10 dias antes de falecer.Ela entrou no hospital falando um pouco enrolado e com a pressão alta, com 3 dias ela já não andava mais e nen falava.Mesmo hospitalizada e recebendo médicação para controle de pressão ela pode ter tido outro AVE. abçs Cris.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Cris,
    Sim ela pode ter tido outro AVE, mas o mais provável é que aquele primeiro tenha se agravado e aumentado a área de isquemia cerebral.

  • cristiane

    D.Pedro.
    Obrigada por me responder, e tenho outra pergunta.
    O que poderia ter acontecido para que a área afetada pelo AVE aumentasse e a situação da minha avó piorasse.Desculpe-me estou sem o ponto de interrogação.Abçs Cris

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Cristiane,
    isso pode ter sido somente a evolução natural da isquemia.

  • cristiane

    Dr. Pedro, obrigada pelas respostas.Diante da perda de uma pessoa querida a gente fica tentando encontrar respostas que faça com que diminua a dor que sentimos e por isto tantos pqs, mais a morte não tem uma resposta exata, ela simplesmente acontece e o modo como acontece e só uma consequencia não é mesmo.
    Sucesso e mais uma vez obrigada. Abçs Cris.

  • Marcio

    Dr. Pedro, boa noite!

    Minha esposa 31 anos, teve um avci, ficou 3 horas em casa sozinha, e meu sogro encontrou ela e levou para o hospital (são camilo zn – SP), fez o procedimento para dissolver o trombo após 6 horas e obteve sucesso, saiu do centro de hemodinamica mexendo a perna direita e recuperou o braço, agora faz fono mas segundo os médicos o procedimento foi um sucesso.

    abraços

    Marcio

    marcio.moraess@gmail.com

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Marcio,
    Mês passado saiu um trabalho que mostrava beneficio da terapia até 4,5h do início dos sintomas, sem que haja aumento do risco de hemorragias. Até o momento, não há evidencias claras que o uso de trobolíticos seja benéfico a partir deste período.

    Isso não significa que alguns doentes selecionados não possam se beneficiar de tal tratamento com 6 horas. O problema é que ainda não é seguro indicar tal procedimento para todos. É um risco que os médicos resolveram correr e felizmente deu tudo certo.

  • chel_zinha

    Olá, Dr.!
    Gostaria de saber quais as possíveis complicações de um AVC hemorrágico, estando o paciente hospitalizado após a craniotomia.
    Grata,
    Rachel

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Raquel,
    São inúmeras e vão desde infecções a um novo AVC. Falando genericamente fica difícil pois a lista de possíveis complicações é imensa.

  • Danielle Rodrigues Manzoli

    Dr. Pedro,
    O senhor poderia fazer um artigo sobre Policitemia Vera? tenho dificuldade de encontrar textos completos como os vossos, sobre esse tema! E sei do risco de AVC para quem tem Policitemia e como tenho um amigo com essa doença, me interesso por esclarecimentos.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    ok. pedido anotado

  • Anonymous

    Dr. Pedro vc merece mil parabéns pela página, nunca vi um médico tão empenhado em contribuir com tamanhas informações ao publico leigo, dá gosto de ver essa riqueza do seu blog, sou enfermeiro e trabalho com emergência e psiquiatria, direto contribuo no atendimento a avc, mas tem informações aqui que não havia me atinado a observar. Tenho só uma dúvida, não consegui achar uma literatura mais precisa, afinal, é recomendável dizer ave… qual a diferença de avc? obrigado e mais uma vez fantástico seu trabalho… Leandro triangulo mineiro

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Leandro,
    o mais correto é AVE. O termo encefálo compreende o cérebro, porém também o hipotálamo, hipófise, ponte, bulbo, tronco…

    Por exemplo, chamar um infarto no cerebelo de AVC estaria tecnicamente errado, pois este não é o cérebro. Os infartos podem ocorrer em todo encéfalo, não só no cérebro.

    Portanto, o termo acidente vascular encefálico é mais abrangente e correto.

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • GuidA aLmeidA

    Prezado Dr Pedro,
    É possível uma pessoa ser diagnosticada com presença de mais de vinte isquemia ao faze exames e nunca ter sentido ou percebido nenhum sintoma?
    Grata

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Guida,
    se forem microinfartos cerebrais, sim.

  • Marcio

    Dr. Pedro, é verdade que o Cérebro não funciona perfeitamente sem a calota craniana (casos de craniotomia)
    Abraços

    Marcio

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Marcio, desconheço esta informação. Mas talvez um cirurgião cerebral possa responder melhor esta pergunta

  • Anonymous

    Parabens !! Nao so pela abordagem do tema AVC mas sim pela site enteiro. Muito bom, direto e preciso, tem de tudo um pouco. Está sendo de grande ajuda para os meus estudos. Waleu.

  • Anonymous

    Olá Dr. Pedro Pinheiro, encontrei este site hoje ao acaso,rs, e ameiii, my parabéns, Deus abençõe, já está em my favoritos. Abraço!

  • Anonymous

    Caro Doutor Pedro Pinheiro. Em teu site existe uma abundância de informações que todos deveriam consultar. Inclusive médicos, pois nem todos são tão preparados como o senhor em termos de conhecimento… Fico grato em ter este site nos meus favoritos.
    Luiz Carlos Bressam
    Ponta Grossa – Pr

  • DANIELA VIEIRA

    Sinceramente, fico feliz que existam sites como este, a 2 anos minha mãe têve um AVC esquemico e ainda em casa perdeu os movimentos do lado direito e sem andar levamos ela imediatamente ao hospital e lá ela retomou os movimentos sozinha ainda sem atendimento andou usou o banheiro conversou normalmente, mas por falta de atendimento, depois de horas ela apagou, achamos (eu e minha irmã) que estivesse dormindo, mas por não ser atendida têve outro ou outros AVCs e perdeu os movimentos novamente e a fala.
    Se na época eu tivesse essas informações, sobre o remédio que pode parar o trombo e a brevidade que se deve ter em casos como esse com certeza hoje minha mãe não estaria a 2 anos em uma cama sem poder andar ou se comunicar direito.
    Com tudo, agradeço a Deus por ter minha mãe, poder cuidar dela e agradeço tambem ao senhor por orientar tão bem as pessoas. Agradecida de coração.

  • Anonymous

    Dr. parabéns pela materia, é interessante saber um pouco sobre as doenças e seus sintomas. Perdi meu vô em 2008 por falta de competencia e falta de preparos dos profissionais de saude da minha cidade. Meu avô tinha 80 anos, era um homem forte, ativo que ha mais ou menos 9 anos antes da sua morte ele passou por uma cirurgia para trocar uma valvula do coração, ele resistiu ao cateterismo e a operação mas em 2008 do nada encontramos ele caido no chão sem reflexos, não conseguia segurar a urina e nem falar. Levado ao Pronto socorro só colocaram ele pra tomar soro por meia hora e voltar pra casa, após isso conseguimos interna-lo mas 4 dias depois ele veio a entrar em obito.
    Não sei as causas que levARAm ele a morrer, o certidão de obito diz que foi falencia multiplas dos orgão, mas eu acredito que se ele tivesse passado por uma avaliação mais minuciosa hj ele poderia estar vivo. Eu ACHO, na minha leiiiiga opinião que ele teve um principio de AVC e por falta do tratamento adequado piorou.

    Patricia

  • Daniely

    Olá Dr. Pedro , adorei o seu blog o senhor está de parabéns. Sou estudante e preciso apresentar um trabalho sobre Doenças cerebrais , cardiovasculares, Doenças crônicas, qualidade de vida , hipertensão, diabetes entre outros. O senhor me deixou muito exclarecida e agora já sei como dar inicio a minha explicação. Só tenho uma dúvida em relação ao estress, será que ele pode vir a estar relacionado com o AVE?
    e estaria certo eu afirmar que a hipertensão esta relacionada com o AVE devido a compressão nos vazos sanguineos ocasionando um trombro , embolo ? Me desculpe se estou falando coisa com coisa kk’ é que tenho duvidas. Aguardo Respostas

    Abraços (!) Daniely

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Daniely
    Não há evidências que stress por si só cause AVC.

    Não, o mecanismo do AVC pela hipertensão é por lesão direta dos vasos, principalmente os menores e mais frágeis, facilitando a formação de aterosclerose e trombos.

  • marco antonio badaro athayde

    Parabéns mais um !
    Dr Pedro e dra daniely, Realizam aqui uma excelente exposição,destes eventos da saúde , que leva a óbito mais pessoas do que a guerra e acidentes automotivos
    E para os leigos e neófitos estas exposições didáticas e altura dos limites nossos ,onde poderemos tomar conhecimentos e também partir para prevenção .
    mestrybadahra@hotmail.com Vitoria ES

  • Sabrina A.

    Quando uma pessoa tem AVC, é normal que o nariz dela sangre? Obrigada.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Sabrina A.
    Não, nariz sangrar não é um sinal de AVC.

  • zilda machert

    Meu marido teve 3 AVC, como ele não fumava e nem bebia, fomos investigar a causa, 1º no Ritmologista, não tinha problema nenhum
    no coração, ele pediu o exame da Proteina S, que comprovou que o nivel da mesma é 32, quando o normal é de 60 a 130, ai fomos numa Hematologista que repetiu os exames e a proteina continua baixa, ai que ficamos sabendo que era hereditario, sendo que temos 3 filhos e 1 deles ja fez o exame e foi confirmado o nivel de 43 que é baixo tambem. fora a alimentação, o Sr. indicaria outra area da medicina que devemos procurar para nos ajudar se tem como melhorar o nivel dessa proteina. (inclusive amanhã vamos num endocrinologista)

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @zilda machert
    Com o hematologista vc está bem servida.

  • Pãmela marion

    Bom dia Doutor, minha avó tem 78
    anos e á vários meses tem se queixado de sentir uma irritação do lado direito
    da cabeça, tipo uma ‘ardência’ tem vezes que senti sua cabeça estufar e sente
    vontade de fechar os olhos e ficar em silencio. Há exatamente 1 mês atrás ela
    teve um desmaio achamos que fosse isquemia, foram feitos exames por um
    neurologista e ele descarto a hipótese de ser isquemia, disse que havia sim uma
    lesão no cérebro,mas isso foi de uma isquemia que deu nela á muito tempo atrás.
    Ela está tomando o hidantal para evitar convulsões e o carbidol para tratar o
    mal de parkinson. Quinta passada ela teve uma nova consulta e o médico diminuiu
    as doses, pois alegou que minha avó estava tomando errado por isso ainda não
    havia melhorado de seus ‘tremores’ estamos com um  pouco de medo e perdemos a fé neste médico,
    pois minha avó continua sentindo muita fraqueza durante o dia, ardências na
    cabeça  ele diz ser normal por conta dos
    remédio mas estou muito  preocupada. O
    que podemos fazer doutor?

     

    Desde já agradeço sua atenção e a possível ajuda.

  • Vander silveira

    Dr. minha mãe teve AVC isquêmico, diante de pesquisa descobri que quanto antes o atend. melhor. ela estava em uma cidade pequena (Ipanema-Mg) quando sofreu,em seguida encaminhada para Ponte Nova-Mg 3,5 horas de viagem daí que se fez a TCC e iniciou o trat. pergunto: se o médico em Ipanema ao detectar sintomas do AVC estivesse usado algum trombolítico poderia ter evitado um estado pior? ela já teve alta e ficou sequelas – boca torta, perda de movimento do lado oposto do cerébro lesionado.foi receitado fisioterapia motora, uma vez que a parte sensorial não foi perdida. isto está devidamente correto diante do acontecido?  

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Quanto mais rápido o trombolítico é administrado menor a chance de sequelas. Não podemos afirmar que ela ficaria melhor, mas aumentaria a probabilidade. A questão é saber se lá em Ipanema eles têm trombolítico e tomografia computadorizada. Provavelmente não.

  • Fabiana Saraiva

    Dr. Pedro Pinheiro
    Parabens pela materia, um dos melhores que ja li na internet
    Existe a possibilidade de identificar o motivo de um AVCH mesmo apos 8 meses?

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Dependendo da causa sim.

  • Cristiane

    eu nao sabia direito como era o avc pena que o meu sogro esta passando por isso e o medico opero ele tiraram um croaculo dele no celebro entrou em como induzido por 2 dias e no 3 dia entrou em coma profundo esta todo emparelhado e o medico disse que tudo indicar ele so tem 5 por cento de chance porque 95 por cento ja perdeu mais eu creio em deus so ele pode ajudar ele  ass cris

  • Marlynferreira

    Boa noite,

      Eu tenho 27 anos e a 6 anos eu tive alguns ACV devido a um angioma cavernoso, o qual foi operado (retirado). Gostaria de entender o por que eu não posso ser doadora de sangue uma vez que já estou a anos definitivamente curada e saudavel?

  • Denisemaria

    Dr. meu marido com apenas 34 anos teve um avc esquemico.Ele estava com 115 kg estava muito estressado e não tomava remedio para presão ( ja sabia que tinha que tomar ).fui depois relação sexual ele falou que esta tonto e começou a ficar torto.levamos ele para hospital muito rapido e fui atendido no maximo em 10 minutos.ficou um mes no hospital e ja voltou para casa.O medico falou que so atingio o cerebelo.Vai fazer 3 meses e ele ainda esta lerdo, o medico fala que é normal.
       Quanto tempo é a recuperação de um avc ?
       Ele faz fisoterapia e esta ainda na dieta,mais ta muito irritado com a recuparação.

    obrigado !!

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Isso varia de caso a caso. Pode haver recuperação completa, mas também pode não haver mais melhora nenhuma. Só o neurologista dele pode responder esta pergunta.

  • Diana

    Meu pai ta passando pelo 4º AVC, mas os outros foram transitórios e não deixaram sequelas, mas esse ultimo paralisou o lado direito do corpo dele, depois 24horas os movimentos começaram a voltar: isso é sinal de que ele não vai perder os movimentos???? ele tb está sem falar, esse quadro também pode ser revertido??? Quanto tempo geralmente demora a recuperação???

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Impossível prever.

  • Mony M. Beneduzzi

    Dr. minha sogra teve um AVE, durante a cirurgia ocorreu outro derramamento, o médico teve que clipar em 3 lugares, comprometendo a passagem de sangue, seu braço e perna esquerda estão paralisados, fazem 6 meses do AVE, o médico disse que só um milagre trará os movimentos de volta, por não haver passagem de sangue no lado direito. Qdo saiu do hospital ela tinha reflexos na perna, estava c/ um fisio que parece q não sabia oq estava fazendo, trocamos a fisio, ela fez os testes, minha sogra perdeu os reflexos da perna, mas faz algumas forças, ela acredita que minha sogra volte a andar, e diz q quem tem que falar se ela voltará a andar ou não é um fisioterapeuta e não médico.. Em quem devemos acreditar? 

  • Raquelpiress

    Dr.Pedro Pinheiro                                                                                                                                          Tive um AVC no final de setembro,estou com talvez sequelas no cerebelo.Quando olho do lado quase que caio,volto a trabalhar no final deste mes.Isso sei que vai ser passageiro,mas mutas coisas terei que readaptar e com isso vou levando a vida

  • naira

    tive um avc isquemico em dezembro afetou o lado esquerdo do corpo e o olho direito os movimentod do lado esquerdo voltou mas o olho ainda esta com visao cruzada o tempo de rercuperaçao nesses casos é demorado mesmo tenho 38 anos

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Nem sempre recupera…

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Nem sempre recupera…

  • Ana Carolina

    Minha avó de 89 anos sofreu um AVC isquêmico no final de
    fevereiro de 2012 que afetou toda o lado direito do cérebro dela, ela estava
    consciente quando fomos para o hospital, a boca dela estava torta e o lado
    esquerdo paralisado. Uma semana após a AVC a boca não está mais torta,  ela alterna períodos de consciência
    e inconsciência, fala de maneira incompreensível, mexe a perna direita sem
    parar com movimentos circulares e reclama de dores. Gostaria que o senhor
    dissesse as reais chances que uma pessoa que sofreu uma isquemia maciça como
    essa tem de sobreviver. Sei que o meu Deus é o Deus do impossível e é esta
    esperança que ainda me põe de pé, pois minha avó é como uma mãe para mim e
    quero que ela presencie meu casamento, que se Deus permitir, será em setembrodeste ano.

  • LI DA RANGER

    NAIRA TENHO 47 TIVE IGUA VC AVC ISQ LD ESQUERDO ESTOU JA ANDANDO TIVE A 120 DIAS FAÇA MTAAA FISIO VC VAI FICAR OTIMA NOVAMENTE CREIA MORO EM GOIANIA …MEU MSN LIDARANGERPRETA@HOTMAIL.COM.  BOA SORTE

  • Aninha

    Dr. Pedro Pinheiro
    Conheço uma pessoa que te um avc e perdeu o movimento das pernas, é possivel que ela volte a andar?

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Possível é, mas na maioria dos casos não volta

  • Hermosatricolor

    Parabéns por esse brilhante trabalho, muito esclarecedor.
    Minha mãe é fumante há 45 anos, há poucos resolveu parar de fumar, ficou 4 meses sem fumar quando resolveu fumar teve uma AVC isquemico, Gostaria de saber se tem alguma coisa haver com esse retorno ao fumo .

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      É bem provável.

  • Milca gargiulo

    No dia 27/03 (terça-feira) minha mãe teve um AVC, ela mora
    no interior de PE e como o tratamento lá é quase impossível na manhã de
    quarta-feira ela foi transferida para o Hospital da Restauração em Recife,
    fizeram uma tomografia e foi detectado um sangramento no cérebro, ela ficou com
    um lado do corpo paralisado e sem fala, hoje ela foi transferida pra
    outro hospital lá além do tratamento com medicamentos que ela já estava
    recebendo, vai ter tratamento com fisioterapêutico e fonoaudiólogo. Até agora
    não repetiram a tomografia para saber como está o sangramento no cérebro… Gostaria de
    saber se esse é o tratamento adequado e se esse quadro é reversível. Minha mãe
    vai voltar a falar? Os movimentos vão voltar ao normal? Se sim essa recuperação é muito demorada? Por favor, me ajude Dr.
    Pedro Pinheiro. Desde já eu agradeço muito!

  • Naillasidya

    parabens por nesse lindo trabalho, eu tenho um amigo ele caiu de um telhado e bateu a cabeça que quebro em duas fazes do celebro e agora ele esta encomo enduzido e mais ainda deu anemia porque? e mais na cabeça tinha um coagulo mais foi feito uma cirugia.

  • Thalita

    Oi doutor, tenho 27 anos e a um ano e um mês fui diagnosticada com trombose venosa cerebral. Faço tratamento com marevan. Descobri depois que estou com o colesterol alto, mas não consigo diminuir, fiz tratamento com nutricionista e nada. Tenho medo que esse colesterol possa prejudicar o tratamento da trombose, é possivel? Aproveitando, estou sentindo tontura e uma leve dor no lado esquerdo da cabeça, onde existe o trombo, tem uma ligação essa tontura? Obrigada

  • Agomes_sa

    meus parabens pelo otimo comentario a respeito desta grave doença,temos que ficar atentos em nos e nossos familiares.obrigado pelas dicas

  • Verônica

    Gostaria de saber quem é mais fácil reverter de uma PCR um jovem de 30 anos ou um idoso de 60 anos? Muito obrigada. Esta questão foi levantada por um colega de trabalho em um 24h(Centro médico de urgência e emergência) de Curitiba, causando muita curiosidade em todos. 

  • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Depende da causa, mas em geral, quanto mais jovem e saudável for o paciente, maiores são as chances dele sobreviver.

  • Josiane

    ola Dr Pedro..
    Eu gostaria de saber se no AVC hemorrágico é usado anticoagulante e porque?
    Obrigada pela atenção..

  • Marcela

    Olá Dr. Pinheiro,
    Há uns 2 meses tenho sentido uma fraqueza no braço direito, muito sonoe perda de memória , como esquecimento de palavras usadas no cotidiano.
    Esses sintomas podem estar relacionados a algum AVC?
    Lembrando que não tive nenhum derrame ou algo semelhante.
    Obrigada

  • Robsoncandelorio

    Drº Pedro

    No natal passado estava jogando uma partida de basquete e me esforcei muito correndo além da conta (sou um pouco gordo) e de repente senti uma forte dor de cabeça meio enviesada, com se fosse somente no lado esquerdo da cabeça. Fique exausto e quase nao conseguia me levantar do chão de tão cansado.
    Depois disso, aquela mesma dor de cabeça, que nunca tinha sentido antes, sempre volta, às vezes quando caminho um pouco, às vezes quando acordo pela manhã às vezes até mesmo de madrugada acordo com aquela dor na cabeça.
    Nunca procurei nenhum médico por achar que nao era nada, mas lendo seu artigo fiquei meio preocupado.
    Há possibilidade de eu ter sofrido uma isquemia ou avc?
    Aguardo resposta.
    Grato
    robsoncandelorio@hotmail.com

  • Maristelapelachim

    Olá Dr Pedro, eu tive um avc isquemico do lado direito,eu fiquei com uma sequela na mão direita e eu gostaria de engravidar pois já faz dois anos que eu e meu marido que estamos tentando.Eu gostaria de uma resposta sua obrigada.

  • ana tonon

    por gentileza, gostaria de saber quais os prós e contras de se tomar anticonvulsivo neste caso: mulher, 59 anos, teve avch subaracnóide (foi um aneurisma grande que rompeu). Teve que retirar parte da calota do crânio para descomprimir o cérebro. Hoje, após 1 ano e 2 meses do ocorrido teve duas convulsões. Os médicos receitaram hidanthal pro resto da vida. Ela não anda, não fala, move um pouco o lado esquerdo do corpo. Qual benefício o anticonvulsivo trará a ela? O que acontecerá se optarmos por não dar.
    Desde já grata
    Ana Tonon

  • Ana Paula

    Boa noite, minha mãe teve um AVC isquêmico e recebeu alta no dia seguinte,15 dias depois ela caiu da cadeira de rodas, vomitou e voltou para o hospital.Agora ela está em coma e foram constatados através de tomografias vários outros AVC em várias áreas do cérebro.Gostaria de saber se a queda sofrida pode ter ocasionado estes outros AVC que inclusive afetaram a Ponte.Obrigada.

  • helder Baron

    doutor tenho um formigamento sem cesar no onbro esquerdo bem onde sai do onbro e sobe pelo pescoço em direção a cabeça , como se foce uma presão forte de baaixo pra cimna acho , isto sera a veia que esta entupindo abraços

  • Andreacbt2012

    meu pai fez a cirurgia de hidrocefalia colocou a valvula dai 2
    meses deu AVC e agora por fim teve que abrir novamente e fez 4 cortes
    na cabeça de + ou – 4 cm cada para drenar coagulo de sangue? estou muito
    preocupada pois o tratamento é muito lento e quase nao conseguimos
    falar com o doutor e agora um dos pontos esta inflamado e todos os dia
    esta com febre? existe alum diagnostico poderia me esclarecer por
    favor

  • Drika_sfarias

    Bom dia  meu esposo tem umas dores de cabeças repentinas ele costuma dizer que é tipo uma fisgada na cabeça repentina, demora  alguns minutos para passar fica fisgando, isso acontece  com alguma frequencia isso pode ser  um inicio de AVC .Ja que vem acontecendo  essa dor . Obrigado 

  • Lala

    Olá, Dr. Há mais de três meses ando sentido uma dor na mama e por vezes desconforto no peito, coração. Já fiz vários exames (ultrassonografia da mama, um pra ver o tamanho do coração, outro que mede a frequencia) mas tudo deu normal. O desconforto vai e volta….. Bom, há quinze dias sinto uma dorzinha na veia no pescoço do lado esquerdo. Fica constantemente como se tivesse inchada, eu sinto exatamente onde ela está. Estou muito preocupada, não sei quem procurar, que exames fazer. Tenho medo de ser entupimento. Meu pai é diabético e tem isso. Outra coisa, há quinze dias estou tomando sibutramina 15mg para ajudar a emagrecer com orientação da minha endocrinologista. Como fazendo dieta e exercício não conseguia resultado, ela sugeriu a medicação. Não sou obesa, estou apenas com sobrepeso (1.60 de altura e 66 quilos). Será que a medicação pode ter alguma relação com essa dor na veia do pescoço? Desde já, obrigada. 

  • Claudia Wicca

    ola doutor , boa tarde
    minha pergunta é, meu primo teve um avc e disse q teve seu orgao atrofiado, nao consegue mais uma ereçao, gostaria de saber se existe tratamento nesses casos, se tiver como fazer e onde , obrigada

  • Gledson F Santiago

    Olá Dr boa tarde!! em um semana meus membro superior e inferior direito não respondia meus comandos isso na primeira ver em um tempo de 15m no segundo foi mas longo 30 minutos , medir a pressão e estava 14,9 . sera que foi um avc?

  • Gledson F Santiago

    Olá Dr boa tarde!! em um semana meus membro superior e inferior direito não respondia meus comandos isso na primeira ver em um tempo de 15m no segundo foi mas longo 30 minutos , medir a pressão e estava 14,9 . sera que foi um avc?

  • Lidiane

    Bom Dia Dr. Tive um AVC ou AVE, por emoblia de liquido aminiotico apos o parto cesario, em fev deste ano, tenho 30 anos , fiquei com a boca torda dificuldades na fala e o meu lado direto esta com os movimentos lentos e o meu olho direito fica so aberto, apos cessoes de fisio ja recuperei um poucos dos movimentos do rosto e dos membros( perna e braço), isso faz 5 meses e meu olho ainda nao fexa a a minha boca esta um pouco torta e meu pé ficou caido… ainda voltarei ao normal?

  • Lidiane

    Bom Dia Dr. Tive um AVC ou AVE, por emoblia de liquido aminiotico apos o parto cesario, em fev deste ano, tenho 30 anos , fiquei com a boca torda dificuldades na fala e o meu lado direto esta com os movimentos lentos e o meu olho direito fica so aberto, apos cessoes de fisio ja recuperei um poucos dos movimentos do rosto e dos membros( perna e braço), isso faz 5 meses e meu olho ainda nao fexa a a minha boca esta um pouco torta e meu pé ficou caido… ainda voltarei ao normal?

  • http://www.facebook.com/sandra.desouza.568 Sandra de Souza

    meu esposo teve avc mas de vez em quando ele fica palido e perde o sentido ja e o segundo avc deu com vinte anos agora com 42anos mas e um passamento rapido logo ele volta e coisa de 2 minutos porque acontece estas coisas com ele

  • http://www.facebook.com/sandra.desouza.568 Sandra de Souza

    meu esposo teve avc mas de vez em quando ele fica palido e perde o sentido ja e o segundo avc deu com vinte anos agora com 42anos mas e um passamento rapido logo ele volta e coisa de 2 minutos porque acontece estas coisas com ele

  • naira

    tive um avc isquemico em dezembro afetou o lado esquerdo do corpo e o olho direito os movimentod do lado esquerdo voltou mas o olho ainda esta com visao cruzada o tempo de rercuperaçao nesses casos é demorado mesmo tenho 38 anos

  • Rosane

    Ola Dr, boa tarde. Fui diagnosticada com AIT. Ainda estou fazendo alguns exames.
    A dois dias atrás, senti muita dor de cabeça e meu nariz começou a sangrar. Fui para o hospital e minha pressão estava 15 x11, quando ela é normalmente 11 x 7.  Ando sentindo muita dor de cabeça e tonturas. minha pressão está oscilando muito. Estou tomando pravastatina sodica e somalgin cardio. Pode ser o uso desses remédios? o que devo fazer? 

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Nenhum desses dois remédios costuma aumentar a pressão.

  • Adriana R N

    Ola Dr, boa tarde minha mae teve presao alta no dia 19-07-2012 a presao chegou a 23 entao desde esse dia ela esta tendo sangramento pelo nariz ele esta internada neste momento,mais o sangramento nao para ,o medico sao ira chegar no domingo pra saber a causa desse sangramento ,acabaram de colocar uns tubo pelo nariz e boca pra ver se para o sangramento ,isso é grave oq devemos fazer me ajude ,me reponda por favor

  • Unilsondantas

    Dr. tive paralisia facial a tal chamada de Bell, e os medicos disseram para mim que poderia ter sido um AVC, que pode te dado incio, que poderia me matar, mas no diagnostico fincal a qual fiquei internado 15 dias eles disseram que era apenas uma paralisia facial periferica, mas ainda sinto sintomas de falta de oxigenio na cabeça, mal estar, nao durmo com um sono tranquilo, fico com alguns sintomas chato para viver o dia a dia.
    gostaria de saber o que fazer para melhor os sintomas que ja se apssarma 2 meses e nada de melhorar. agradecido.

  • Anabela

    Boa noite, Dr. Pedro Pinheiro. Tenho uma dúvida: quais são, no caso de existir, os exames complentares de diagnóstico que possam evitar, se isso for possível, um AVC?
    Agradeço resposta.
    Anabela

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não há em muitos casos como prever. Porém, em casos selecionados, um doppler das carótidas pode identificar pessoas com risco maior.

  • jane

    Estava dentro de um ônibus dia 18 de janeiro 2011 qdo acordei e meu marido estava tentando levantar, eu falava com ele, chamava pelo seu nome mas dava para perceber que ele não correspondia ao meu chamado. A 20 anos ele fez uma cirurgia cardiaca tendo até hoje uma válvula de pericárdio bovino. Quando chegamos ao hospital + – ápos umas 4 horas ele foi para UTI com suspeita de endocardite. Mais tarde apos exames me falaram que a aórtica esquerda esta 90% entupida. Ele ficou 2 dias na UTI e 15 no quarto no hospital de base em são josé do rio preto. Depois da alta viemos para nossa cidade. Moramos em Rancharia perto de Presidente Prudente onde dia 29 de março ele fooi operada por um medico vascularNo dia 17 de novembro ele foi hospitalizado por ter tido uma leve convulsão e cada dia ele mostrava melhora, ja caminhava com auxilio de uma bengala. Mas o que deixa ele nervoso é que ele entende tudo, fala algumas palavras mas não consegue dialogar. temos o convenio cabesp, então ele tem, fisio, fono e vai ao cariologista, neurologista,hortopedista. Tudo que falam que é bom corremos atras  eu e meu filho. Mas dia 14 de abril ele teve uma convulsão muito forte.Ele regrediu muito no andar, sabe tudo mas preciso olhar para ele e falar com calma, para ele compreender, esta babando muito, o medico até trocou o remédio de depressão mas não estou vendo melhora. O medico fala que ele teve uma esquemia.
    PERGUNTO: Esta duas convulsão é um novo avc.Meu marido tem só 57 anos . 
    Tenho muitas dúvidas, mas quando vou ao medico ele esta junto, deixo de fazer muitas perguntas para ele não ficar nervoso. O cardio já falou para ele que quando ele melhorar terá que fazer nova cirurgia para troca de valvula. Agradece pela atenção. Vou passar p vc o email do meu filho.
                   

  • Olivares

    Dr. Por favor esclareça:? há alguma complicação maior para a simples presença de sangue na caixa intracraniana, fora das veias, extravasado por  um AVC ou trauma? Falo somente do sangue em si,  não da falta de irrigação ou pela pressão intracraniana que possa causar, que possa “contaminar” ou causar algum outro tipo de complicação em contato direto com o tecido cerebral ou outros?

  • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Geralmente esse sangue é reabsorvido sem maiores problemas.

  • jane

    Estava dentro de um ônibus dia 18 de janeiro 2011 qdo acordei e meu marido estava tentando levantar, eu falava com ele, chamava pelo seu nome mas dava para perceber que ele não correspondia ao meu chamado. A 20 anos ele fez uma cirurgia cardiaca tendo até hoje uma válvula de pericárdio bovino. Quando chegamos ao hospital + – ápos umas 4 horas ele foi para UTI com suspeita de endocardite. Mais tarde apos exames me falaram que a aórtica esquerda esta 90% entupida. Ele ficou 2 dias na UTI e 15 no quarto no hospital de base em são josé do rio preto. Depois da alta viemos para nossa cidade. Moramos em Rancharia perto de Presidente Prudente onde dia 29 de março ele fooi operada por um medico vascularNo dia 17 de novembro ele foi hospitalizado por ter tido uma leve convulsão e cada dia ele mostrava melhora, ja caminhava com auxilio de uma bengala. Mas o que deixa ele nervoso é que ele entende tudo, fala algumas palavras mas não consegue dialogar. temos o convenio cabesp, então ele tem, fisio, fono e vai ao cariologista, neurologista,hortopedista. Tudo que falam que é bom corremos atras  eu e meu filho. Mas dia 14 de abril ele teve uma convulsão muito forte.Ele regrediu muito no andar, sabe tudo mas preciso olhar para ele e falar com calma, para ele compreender, esta babando muito, o medico até trocou o remédio de depressão mas não estou vendo melhora. O medico fala que ele teve uma esquemia.
    PERGUNTO: Esta duas convulsão é um novo avc.Meu marido tem só 57 anos . 
    Tenho muitas dúvidas, mas quando vou ao medico ele esta junto, deixo de fazer muitas perguntas para ele não ficar nervoso. O cardio já falou para ele que quando ele melhorar terá que fazer nova cirurgia para troca de valvula. Agradece pela atenção. Vou passar p vc o email do meu filho.
                   

  • Robsoncandelorio

    Drº Pedro

    No natal passado estava jogando uma partida de basquete e me esforcei muito correndo além da conta (sou um pouco gordo) e de repente senti uma forte dor de cabeça meio enviesada, com se fosse somente no lado esquerdo da cabeça. Fique exausto e quase nao conseguia me levantar do chão de tão cansado.
    Depois disso, aquela mesma dor de cabeça, que nunca tinha sentido antes, sempre volta, às vezes quando caminho um pouco, às vezes quando acordo pela manhã às vezes até mesmo de madrugada acordo com aquela dor na cabeça.
    Nunca procurei nenhum médico por achar que nao era nada, mas lendo seu artigo fiquei meio preocupado.
    Há possibilidade de eu ter sofrido uma isquemia ou avc?
    Aguardo resposta.
    Grato
    robsoncandelorio@hotmail.com

  • alessandra

    ola doutor boa noaite minha mae teve avc isquemico paralisou os moviamento dos braços,pernas e um dos olhos esta fechado e o outro nao si moviamenta,ela podera voltar ao normal ou ficara alguma sequela

  • Monicamel Santana

    DRº obrigaga! faço nutriçao e tenho uma prof° passando p/ um desses avcs, foi muito esclarecedor p/ mim ela é a cood. do nosso curso e eu precisa saber mais a esse respeito!

  • alessandra

    ola doutor boa noaite minha mae teve avc isquemico paralisou os moviamento dos braços,pernas e um dos olhos esta fechado e o outro nao si moviamenta,ela podera voltar ao normal ou ficara alguma sequela

  • Ingridlaryssaalmeida

    meu esposo te 21 anos  e no dia 22 de abril ele teve um derrame cefalico grave quais são os cuidados com ele ,ele estar tomando cebralat e oxigem por  quanto tempo ele deve tomar e a ACC TAMBEM

  • Fabiana Saraiva

    Dr. Pedro Pinheiro
    Parabens pela materia, um dos melhores que ja li na internet
    Existe a possibilidade de identificar o motivo de um AVCH mesmo apos 8 meses?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Nenhum desses dois remédios costuma aumentar a pressão.

  • Rosane

    Ola Dr, boa tarde. Fui diagnosticada com AIT. Ainda estou fazendo alguns exames.
    A dois dias atrás, senti muita dor de cabeça e meu nariz começou a sangrar. Fui para o hospital e minha pressão estava 15 x11, quando ela é normalmente 11 x 7.  Ando sentindo muita dor de cabeça e tonturas. minha pressão está oscilando muito. Estou tomando pravastatina sodica e somalgin cardio. Pode ser o uso desses remédios? o que devo fazer? 

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Possível é, mas na maioria dos casos não volta

  • priscila

    bom dia ! meu pai foi assaltado sofreu um espancamento e bateram só na casa isso causou um coagulo e o medico disse que pela tomografia as manchas estavam espalhadas e não precisaria de cirurgia e passou medicamentos.Mas ele sente fortes dores de cabeça ainda e disse que mesmo tomando os remedios nao alivia.

  • mone

    Olá Dr,parabéns pelo trabalho,gostaria de tirar algumas dúvidas, sei que o correto seria consultar um médico pessoalmente,mas derrepente só o que me disser já me ajudará.Sou muitíssimo estressada, tive à algumas semanas uma crise nervosa, fui parar no hospital, o médico na ocasião falou pra ficar tranquila, que só deveria tomar um calmante fitoterápico que ele receitou,só que de ontem pra cá fiquei um pouco atenta à um sintoma até então desconhecido por mim,sinto uma moleza no braço direito, com uma sensação dolorida,as vezes com um pouco de formigamento, não sei se está relacionado,mas as vezes sinto dor de cabeça forte, daquelas de deixar sonso,seria um sintoma casual ou relacionado à alguma doença?

  • Agomes_sa

    meus parabens pelo otimo comentario a respeito desta grave doença,temos que ficar atentos em nos e nossos familiares.obrigado pelas dicas

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Depende da causa, mas em geral, quanto mais jovem e saudável for o paciente, maiores são as chances dele sobreviver.

  • Verônica

    Gostaria de saber quem é mais fácil reverter de uma PCR um jovem de 30 anos ou um idoso de 60 anos? Muito obrigada. Esta questão foi levantada por um colega de trabalho em um 24h(Centro médico de urgência e emergência) de Curitiba, causando muita curiosidade em todos. 

  • Marcela

    Olá Dr. Pinheiro,
    Há uns 2 meses tenho sentido uma fraqueza no braço direito, muito sonoe perda de memória , como esquecimento de palavras usadas no cotidiano.
    Esses sintomas podem estar relacionados a algum AVC?
    Lembrando que não tive nenhum derrame ou algo semelhante.
    Obrigada

  • Drika_sfarias

    Bom dia  meu esposo tem umas dores de cabeças repentinas ele costuma dizer que é tipo uma fisgada na cabeça repentina, demora  alguns minutos para passar fica fisgando, isso acontece  com alguma frequencia isso pode ser  um inicio de AVC .Ja que vem acontecendo  essa dor . Obrigado 

  • Ariel macedo

    Dr Pedro eu sofri um AVC hemorragico em outubro de 2010 no 4º ventrículo do corno frontal direito

  • Arielmacedo_pira

    Dr Pedro tenho 38 anos eu sofri um AVC hemorragico em outubro de 2010 no 4º ventrículo do corno frontal direito e fiquei com diplopia fiz uma aplicação de botox no olho direito melhorou bem mais ainda estou com um ouco de visão dupla será que com o tempo tem chance de melhora

  • Hermosatricolor

    Parabéns por esse brilhante trabalho, muito esclarecedor.
    Minha mãe é fumante há 45 anos, há poucos resolveu parar de fumar, ficou 4 meses sem fumar quando resolveu fumar teve uma AVC isquemico, Gostaria de saber se tem alguma coisa haver com esse retorno ao fumo .

  • Cristiane

    eu nao sabia direito como era o avc pena que o meu sogro esta passando por isso e o medico opero ele tiraram um croaculo dele no celebro entrou em como induzido por 2 dias e no 3 dia entrou em coma profundo esta todo emparelhado e o medico disse que tudo indicar ele so tem 5 por cento de chance porque 95 por cento ja perdeu mais eu creio em deus so ele pode ajudar ele  ass cris

  • Andreia

    A pessoa que teve um avc e teve que retirar a calota craniana tem alguma chance de voltar a andar

  • Maria eduarda

    Minha avo teve AVC e ela e diabetica,eu poderia dar aguardente alemã para ela?

  • Maria eduarda

    Minha avo teve AVC e ela e diabetica,eu poderia dar aguardente alemã para ela?

  • Cleusa machado

    doutor a 15 dias tive um ave mas nao ficou nenhuma sequela no cerebro minha boca ficou torta apenas um dia senti dor atras da orelha e nuca e minha presao estava normal

  • Cleusa machado

    doutor a 15 dias tive um ave mas nao ficou nenhuma sequela no cerebro minha boca ficou torta apenas um dia senti dor atras da orelha e nuca e minha presao estava normal

  • Verataguchimenezes

    obrigada pelas informações; pois tive avc isquemico a 10 dias + ou -, tive alta hospitalar, mas ainda não consegui uma consulta com neurologista; sendo assim estou preocupada, pois os dias d afastamento do trbalho estão se findando e não sei o q fazer.
    Vera Taguchi – Presidente Prudente – sp

  • Verataguchimenezes

    obrigada pelas informações; pois tive avc isquemico a 10 dias + ou -, tive alta hospitalar, mas ainda não consegui uma consulta com neurologista; sendo assim estou preocupada, pois os dias d afastamento do trbalho estão se findando e não sei o q fazer.
    Vera Taguchi – Presidente Prudente – sp

  • jonathas

    doutor, meu pai faz hemodialize,  e teve um AVC quanto terminou a sessão. ele ficou muito transtornado e se debatendo muito, bastante confuso e difuculdade pra falar. socorro demorou umas umas 4 horas.
    SUS nao conseguia vaga de uti, quando conseguimos, ja foram logo o intubando e o cedando para que nao debate-se para nao agravar a situação.
    hoje faz um semana que ele esta na uti, ja fez 3 tomografia e nem uma deu nada. dizem medicos que estão tratando dele que o avc foi bem pequeno que tomografia na pegou. eles dizem que ja estão o medicando, mas ja se passaram muito dias e quando tiram a sedação dele ele volta a se debater; voltam a entubar ele e o sedam. gostaria de uma opinião o que pode esta acontecendo?

  • jonathas

    doutor, meu pai faz hemodialize,  e teve um AVC quanto terminou a sessão. ele ficou muito transtornado e se debatendo muito, bastante confuso e difuculdade pra falar. socorro demorou umas umas 4 horas.
    SUS nao conseguia vaga de uti, quando conseguimos, ja foram logo o intubando e o cedando para que nao debate-se para nao agravar a situação.
    hoje faz um semana que ele esta na uti, ja fez 3 tomografia e nem uma deu nada. dizem medicos que estão tratando dele que o avc foi bem pequeno que tomografia na pegou. eles dizem que ja estão o medicando, mas ja se passaram muito dias e quando tiram a sedação dele ele volta a se debater; voltam a entubar ele e o sedam. gostaria de uma opinião o que pode esta acontecendo?

  • Deidaiane253

    doutor, tive hpv há 4 anos.fiz os exames e deram positivo mas benigno.fiz a calterização e depois de 3 meses fiz novamente o exame e deram negativo.o médico disse que estou curada.isso pode voltar a me dar novamente ou não.obrigada esperarei a sua resposta

  • daiane araujo

    doutor,tive hpv há 3 anos atras fiz calterização. depois de 2 meses repetir os exames e derão negativo isso significa que estou curada?

  • SEBASTIAO DEOLIVEIRA

    dr.minha mae teve um avc esquemico e esta em casa tomando medicamentos ,porem estou preocupada pois ela vem sentindo tonturas e soa muito ,o que devo fazer?

  • Anonymous

    Dr. Tenho23 anos desde de os 12 anos venho sofrendo com os repuxos,dormencia e formigamentos no lado direito do rosto fui ao neurologista fizeram o exame tomografia computadorizada so que ainda nao saiu o resultado pode ser um avc? obs:eu nao tenho a face torta so que percebo que esta diferente.certa vez nao sei o que aconteceu que derepente nao conseguia falar,fiquei apavorada mais logo passou dr me responda por favor desde ja agradeco.

  • Elainecrisoliveira139

    Tenho 37 anos e tive um AVC isquêmico em agosto de 2012. Sentia alguma lentidão em minhas mãos e agora percebo uma certa insensibilidade em minha mão direita. É normal isso? Como proceder daqui pra frente? É preciso fazer algum tipo de fisioterapia especifica para isso? Obrigada pela atenção.

  • Joycegatinha 21

    Olá Doutor, meu pai tem 79 anos e teve um AVC isquêmico muito estenso quais as possibilidades de recuperção??

  • Catiavreal

    Dr. Minha mãe tem 78 anos e teve um avc hemorrágico onde precisou ser feita intervenção cirurgica (26 dias de UTI) dentro da UTI ela teve outro isquemico, ficou um total de 60 dias hospotalizada ……. a geriatra agora acha que ela esta com mal de Alzheimer pois ela esta um pouco esquecida das coisa, eu acho normal o esquecimento pelo fato de tudo que ela passou, afinal ela retirou a sonda naso a apenas 15 dias. O Dr acha que devo procurar uma segunda opinião?

  • Akiko Arita

    Dr. Boa Noite,
    Gostaria de relatar uma situação de AVEI de uma amiga de 72 anos. O fato aconteceu quando ela acordou no dia 18/10/2012 e sentiu a boca torta e o lado esquerdo paralisado(hemiparesia), foi levado ao Pronto Socorro às 13:00 h do dia 18/10. Hoje ao visitá-la(19/10 às13:35 h) no PS, uma surpresa, recebeu Alta. Segundo a sua neta, o Dr. que atendeu-a, fez um comentário que ela teria falhado em não tomar AAS há algum tempo(Segundo relato da paciente de 72 anos). Na alta, o Dr. apenas encaminhou para iniciar fisioterapia. Quem sou eu, para ficar em dúvida quanto a Alta, mas estou meio confusa,tem algo a mais para atentar a esta paciente??? Algumas recomendações especiais aos cuidados da paciente de 72 anos em casa, família de classe baixa(financeiramente: paciente de 72 anos é aposentada e pensionista de marido). Gostaria de sua opinião

    Muito obrigada

    Akiko Arita
    Ac. de enfermagem

  • Akiko Arita

    Dr. Boa Noite,
    Gostaria de relatar uma situação de AVEI de uma amiga de 72 anos. O fato aconteceu quando ela acordou no dia 18/10/2012 e sentiu a boca torta e o lado esquerdo paralisado(hemiparesia), foi levado ao Pronto Socorro às 13:00 h do dia 18/10. Hoje ao visitá-la(19/10 às13:35 h) no PS, uma surpresa, recebeu Alta. Segundo a sua neta, o Dr. que atendeu-a, fez um comentário que ela teria falhado em não tomar AAS há algum tempo(Segundo relato da paciente de 72 anos). Na alta, o Dr. apenas encaminhou para iniciar fisioterapia. Quem sou eu, para ficar em dúvida quanto a Alta, mas estou meio confusa,tem algo a mais para atentar a esta paciente??? Algumas recomendações especiais aos cuidados da paciente de 72 anos em casa, família de classe baixa(financeiramente: paciente de 72 anos é aposentada e pensionista de marido). Gostaria de sua opinião

    Muito obrigada

    Akiko Arita
    Ac. de enfermagem

  • Josiane

    ola Dr Pedro..
    Eu gostaria de saber se no AVC hemorrágico é usado anticoagulante e porque?
    Obrigada pela atenção..

  • SEBASTIAO DEOLIVEIRA

    dr.minha mae teve um avc esquemico e esta em casa tomando medicamentos ,porem estou preocupada pois ela vem sentindo tonturas e soa muito ,o que devo fazer?

  • http://profile.yahoo.com/B35734FQZIZLTFS2XT6V4S3PDI Diogo

    olá vou relatar minha situação ,no mes de março quando acordava em direção para trabalho em casa ainda não conseguia colocar minha meia ,minha calça ,depois não conseguia falar minhas pernas ficaram dormentes e então não conseguia andar conclusão cheguei ao hospital foi confirmado que estava com avc isquemico trombose fiquei durante 13 dias no hospital ,depois isso tudo fiquei com sequelas na fala e principalmente minha memória que ficou afetada .hoje faço remedios hipertensivos,coagulantes,depressivos .minha pergunta qual o remedio que ajuda para memória no meu caso que tive avc ?

  • http://profile.yahoo.com/B35734FQZIZLTFS2XT6V4S3PDI Diogo

    olá doutor tive um avc isquemico com 30 anos fiquei com sequelas na fala e a memória ,qual o remédio para memoria que possa me ajudar?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não existe remédio para memória nestes casos.

  • ggcosta

    Dr. no dia 25/12 acordei com a mente confusa queria falar e não conseguia, minha perna direita sem força e não consegui andar, isso em questão de segundos. Sendo que meu braço direito ficou sem forças durante 3 dias, no primeiro atendimento me deram diazepan para relaxar os músculos e me mandaram pra casa, só que meu braço completamente sem forças, não conseguia ficar em posição de múmia. Fui para outro hospital e fiquei 48 hrs no CTI, lá fiz 2 tomografias e não acusou nada. Tive alta e fui orientada a fazer vários exames e acompanhamento de um neuro.
    Existe a possibilidade de eu ter tido um AIT?
    Estou com a coordenação motora da mão um pouco abalada e quando fico forçando os movimentos sinto dor no braço.
    Estou muito confusa…

  • Leonardo Ferreira

    ola, boa tarde , tive AVC isquemico dia 28/12/12 hj dia 16/1/13 estou bem mas minha mão direita esta com os dedos polegar,indicador e medio amortecido n consigo fazer nada praticamente com a mao direita so digito com a esquerda , estou fazendo fisioterapia mas esta demorando.
    E assim mesmo ?
    eu sou autonomo trabalho como agregado entrega carga e descarga nao passei pelo inss ainda esta agendado , sera q vai me afastar ? eu preciso melhorar e trabalhar est parado ate hj .
    Obrigado .
    Leonardo

  • michellitatiane

    Dr. o avô de 92 anos da minha amiga acordou com um lado do rosto torto, porem ele foi no medico e fez exemes e o medico disse que nao havia nenhum proplema. Ao mesmo tempo realmente ele so tem esse sintoma e mais nenhum, oque poderia ser?

  • Jessica

    Olá Doutor,
    Gostaria de saber se o uso de anticoncepcional colabora para um AVC.

  • Cristiane Chagas Araujo

    Dr. um paciente apos de 1 ano de um avc esquemico existe alguma chance de fazer uma cirurgia para reverter as sequelas que ficou na fala e na locomoção?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não. Só fisioterapia.

  • Marcela Menezes Martins

    Dr. meu filho está hj com 7 meses e foi diagnosticado com AVC Isquemico no primeiro dia de vida, porém ele não apresenta nenhuma perda motora, seu desenvolvimento está normal. Já fizemos vários exames pra descobrir a causa e todos negativos, inclusive os hematológicos (Fator v de leidem, Proteina S, dentre outros). De acordo com a Neuro, o AVC ocorreu intra-utero, Vc tem alguma hipotese diagnóstica pra q eu possa levar pra discutir com os médicos? Obs.: Tive uma gestação tranquila sem intercorrências e ele nasceu a termo de cesárea.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Marcela, pediatria não é minha área de atuação. Mas os AVC nos recém nascidos geralmente ocorrem por tromboembolismo da circulação placentária durante a gestação. Nestas situações, a ocorrência de novos AVC não é esperada. Má formações vaculares do cérebro também podem causar AVC nesta faixa etária.