10 sintomas da tuberculose (pulmonar ou extrapulmonar)

Atualizado em
Comentários: 44

O que é a tuberculose?

A tuberculose é uma doença contagiosa causada por uma bactéria conhecida como bacilo de Koch (BK).

Apenas 10% dos indivíduos expostos ao bacilo de Koch desenvolverão sintomas de tuberculose. Nos 90% restantes, a bactéria é controlada pelo sistema imunológico, ficando inativada, incapaz de ser transmitida ou de provocar qualquer sinal de doença.

Esses pacientes infectados, porém assintomáticos, podem desenvolver tuberculose anos depois se houver alguma queda nas suas defesas imunológicas que permita a proliferação da bactéria.

Nos pacientes que desenvolvem tuberculose ativa, a grande maioria o faz através da tuberculose pulmonar. Porém, o bacilo de Koch pode acometer outros órgãos do corpo que não os pulmões, tais como nos casos de tuberculose ganglionar, óssea, de pele, intestinal e do sistema nervoso.

Explicamos as diversas formas de tuberculose com detalhes, assim como seu diagnóstico, transmissão e tratamento, no texto: Tuberculose – Sintomas e tratamento.

Sinais e sintomas de tuberculose

Neste artigo abordaremos os mais comuns sinais e sintomas da tuberculose pulmonar e da tuberculose extrapulmonar. Como a forma pulmonar é a mais habitual, daremos ênfase aos seus sintomas.

Febre

A febre é um dos sintomas mais comuns da tuberculose, seja na forma pulmonar ou na tuberculose de outros órgãos. Em geral, a febre é alta, acima dos 38ºC, diária e com predomínio no final do dia, chamada de febre vespertina. Nos idosos, porém, a tuberculose pode surgir sem febre.

Suores noturnos

Outro sintoma de tuberculose muito comum. Além da febre vespertina, também é habitual os pacientes apresentarem suores noturnos. Em alguns pacientes com tuberculose, os suores noturnos podem ocorrer mesmo sem a presença da febre.

Tosse

A tosse é o sintoma mais comum da tuberculose pulmonar, mas não costuma estar presenta nas outras formas de tuberculose. Um paciente com tuberculose urinária ou gastrointestinal, por exemplo, só apresentará tosse se também tiver tuberculose pulmonar ativa.

A tosse da tuberculose pulmonar é crônica, com duração de semanas. Geralmente inicia-se como uma tosse seca, agravando-se ao longo dos dias, podendo evoluir para uma tosse purulenta, com expectoração amarelo-esverdeada.

A tosse com catarro da tuberculose difere da tosse da pneumonia por ser um quadro mais arrastado, que evolui durante semanas. Na pneumonia o quadro de febre alta e tosse evolui em poucas horas, fazendo com que o paciente procure ajuda médica em 24 a 48 horas. Na tuberculose, o paciente só se sente suficientemente mal para procurar um médico vários dias, às vezes semanas, depois do início da doença.

Expectoração com sangue

Com o passar dos dias, a expectoração purulenta pode se transformar em expectoração sanguinolenta, que recebe o nome de hemoptise. O catarro com sangue é um sintoma típico da tuberculose em fases mais avançadas.

Falta de ar e cansaço

A falta de ar é um sintoma comum da tuberculose pulmonar e ocorre geralmente em fases mais avançadas, quando o acometimento do pulmão já é extenso. A falta de ar no início do quadro ocorre apenas durante o esforço, porém, com a evolução da infecção, surge mesmo em repouso.

A falta de ar também pode ser causada por acometimento da pleura do pulmão, provocando derrame pleural (água na pleura) ou pneumotórax (ar na pleura).

O cansaço, por outro lado, é diferente da falta de ar e ocorre em qualquer forma de tuberculose, sendo caracterizado por falta de forças, sensação de mal-estar, vontade de ficar deitado o tempo todo e desânimo. O cansaço não é por acometimento pulmonar, mas sim pelo quadro de infecção grave.

Dor torácica

A dor na região torácica é outro sintoma comum da tuberculose pulmonar. Ela pode surgir por vários motivos, desde a lesão do pulmão pela própria tuberculose, quanto pelo esforço causado pela tosse crônica, ou mesmo pelo acometimento da pleura pela infecção, que se caracteriza por uma dor que surge durante a respiração profunda, chamada de dor pleurítica.

A dor torácica nos casos de infecção pulmonar pela tuberculose costuma ser na região das costas, geralmente do lado do pulmão mais acometido.

Perda de peso

A perda de peso e a falta de apetite ocorrem em todas as formas de tuberculose. É comum o paciente se apresentar ao médico assustado com uma perda de 5 a10 quilos nas últimas semanas.

Linfonodos aumentados

O aparecimento de um ou mais linfonodos aumentados e palpáveis pelo corpo é um sintoma típico da tuberculose ganglionar.

A apresentação mais comum é o surgimento de um único linfonodo aumentado, não doloroso, em um adulto jovem sem outros sintomas, como febre, perda de peso, tosse ou cansaço. Porém, não é incomum o paciente apresentar mais de um gânglio aumentado ou ter a forma pulmonar e ganglionar juntas, fazendo com que os sintomas descritos acima estejam presentes.

O exame do linfonodo revela uma massa endurecida e bem aderida. Em cerca de 70% dos casos o gânglio surge na região do pescoço. Outros locais onde costumam surgir linfonodos na tuberculose ganglionar são a região das axilas, acima da clavícula, no cotovelo ou na virilha. Exames radiológicos conseguem identificar linfonodos aumentados em regiões mais profundas, como na cavidade abdominal e no mediastino (região dentro do tórax).

Dor óssea

A tuberculose óssea costuma se manifestar como uma dor nos ossos, principalmente dor lombar, por acometimento das vértebras da coluna pela infecção (chamado de mal de Pott).

A tuberculose óssea não é uma forma muito comum e a dor costuma ser apenas leve a moderada no início do quadro. Se não houver febre e perda de peso, o médico não costuma (nem deve) suspeitar inicialmente de tuberculose nos pacientes com queixas de dor na coluna. A radiografia da coluna costuma ser normal nas fases inciais, sendo necessária a realização de tomografia computadorizada ou ressonância magnética para o diagnóstico precoce.

Sangue na urina

A tuberculose do sistema urinário costuma se apresentar como um quadro de infecção urinária que não cura com os antibióticos tradicionais e não é identificada pelas uroculturas.

A bactéria geralmente se aloja em um dos rins e provoca dor na região lombar associado a pus e sangue na urina, às vezes de forma microscópica, só detectável pelos exames de laboratoriais de urina. Se não tratada a tempo, leva a destruição dos rins.

Considerações finais

Mais de 90% dos pacientes infectados pelo bacilo de Koch vão desenvolver a forma pulmonar da doença, sendo a tosse, a febre e a perda de peso de evolução arrastada os sintomas mais típicos da doença. Como as formas extrapulmonares são menos comuns, o diagnóstico pode ser mais difícil de ser estabelecido, principalmente se o paciente não tiver também os sintomas sistêmicos típicos da tuberculose, como perda de peso, febre e/ou cansaço.

Há dezenas de formas de tuberculose extrapulmonar, o que leva a dezenas de formas de apresentação clínica da doença. Listamos acima apenas as formas mais comuns, mas pacientes com tuberculose do sistema nervoso central, dos intestinos, dos órgãos genitais, da pele, etc., podem ter sintomas completamente distintos aos descritos acima. De comum, apenas a febre, o emagrecimento e o cansaço, que  não necessariamente estarão presentes em todos os casos.


Referências

  • Clinical manifestations and complications of pulmonary tuberculosis – UpToDate.
  • Tuberculosis (TB) – CDC – Division of Tuberculosis Elimination.
  • South-Paul JE, et al. Tuberculosis. In: Current Diagnosis & Treatment in Family Medicine. 4rd ed. New York, N.Y.: The McGraw-Hill Companies; 2015. 
  • Longo DL, et al., eds. Tuberculosis. In: Harrison’s Principles of Internal Medicine. 20th ed. New York, N.Y.: McGraw-Hill Education; 2018. 

Autor(es)

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.


O Artigo te Ajudou? Então nos Ajude Agora!
Se você achou este artigo informativo e útil, por favor, considere compartilhá-lo nas suas redes sociais. Cada compartilhamento não só ajuda outras pessoas a obterem informações de saúde de qualidade, mas também contribui significativamente para o crescimento do nosso site.
Temas relacionados
Pneumonia Pneumonia: o que é, sintomas, causas e tratamento
Sintomas de pneumonia Sintomas de Pneumonia (em Crianças, Adultos e Idosos)
Legionelose Legionelose: sintomas, transmissão e tratamento
Tuberculose Tuberculose: causas, sintomas e tratamento
Tosse 35 Causas de Tosse com Sangue [hemoptise]
Tosse Tosse (seca, irritativa, catarrenta, com sangue…)
coqueluche Coqueluche – Transmissão, Sintomas e Tratamento
Edema pulmonar Edema pulmonar: sintomas, causas e tratamento
Tuberculose ou pneumonia Diferenças entre pneumonia e tuberculose
Pneumonia Pneumonia é contagiosa?
PCR Proteína C reativa quantitativa (PCR)
Cigarrillo electrónico Cigarro eletrônico faz mal?
Doenças infecciosas Infecção – Doenças provocadas por micróbios
Psitacose Psitacose: sintomas, transmissão e tratamento
- Publicidade -
COMENTÁRIOS
Por favor, leia as regras do site antes de enviar a sua pergunta.

Deixe um comentário

44 comentários em “10 sintomas da tuberculose (pulmonar ou extrapulmonar)”

    • Sem outros sintomas, como febre ou perda de peso, é pouco provável. De qualquer forma, não é comum ter esses sintomas, o ideal seria investigar com um pneumologista.

      Responder
  1. Estou com Tosse Seca a 4 Dias

    A uma semana antes da Tosse Aparecer Estava com dores no corpo🤦

    Estou a desconfiar que fui Infectada com o vírus da Tuberculose

    Oque devo fazer para combater a Doença

    Responder
    • Primeiro tem que fazer o diagnóstico correto. Não se inicia tratamento para tuberculose sem um diagnóstico. Nota: tuberculose é provocada por uma bactéria, não por um vírus.

      Responder
  2. Muito esclarecedor. Tirou dúvidas . Estou em tratamento de prevenção, porque sou Agente comunitário de saúde e visitando acompanhando paciemtes com tuberculose adquiri a bactéria no organismo, estou tratamento tem um mês para prevenção.. suas informações citadas acima me ajudarão muitíssi👏

    Responder
  3. Dr. Estou com tosse seca a meses porém sem secreção, mas estou com dor nas costas na região do tórax e perdi 5 kls também já tive pneumonia a um ano será que é tuberculose ou pneumonia denovo?

    Responder
  4. Estou a duas semanas com uma tosse muito forte e agora notei que quando
    eu tusso estou vendo uma pinta vermelha de sangue no catarro gostaria de
    saber se isso e preucupante

    Responder
    • Se a tosse tá muito forte e frequente, pode ser apenas uma lesão da vias aéreas por esforço. De qualquer forma, o ideal é procurar um médico, pois uma tosse forte por 2 semanas precisa ser investigada.

      Responder
  5. Dr. estou grávida fiz exame de tuberculose e deu positivo mais eles falaram que eu posso não estar então porque deu positivo ? Não estou entendendo nada

    Responder
  6. dr.bom dia.meu nome é lu, minha mãe faleceu a um ano e sete meses de tuberculose!e meses depois minha irmã tbem foi acometida,teve alta do tratamento a dois meses,e agora estou sentindo muitas dores nas costa e uma tose seca espaçosa,poso estar com tuberculose???? mim ajude.

    Responder
  7. Dr.boa noite. tenho uma crianca de 8 anos que derepente comecou a fazer febre sem causa aparente 38-39 ºC, tem falta de apetite em alguns momentos, dimunuiu o ritmo de actividade como brincar, sente muito frio quando dorme pedindo sempre cobertor.fez teste de malaria e foi negativo. o que devo fazer?

    Responder
  8. Dr. boa noite! tive contato com uma pessoa que veio a falecer por diagnostico errado.Só depois de seu falecimento e que veio o diagnostico positivo. (tuberculose) fiz o ppd deu negativo, pediram para refazer depois de 2 meses, agora o resultado foi 12 mm, o raio x não deu nada tenho que tomar remédios? poço doar sangue? falei com minha medica mais ficaram duvidas.

    Responder
    • Você pode ter indicação para fazer tratamento contra tuberculose latente. Sugiro que você procure um infectologista para esclarecer essa situação.

      Responder
  9. Bom dia doctor tenho muit dor nos ossos fiz examex de mantu expctoracao e raio-x deu negativo mas o texte rapido de tubercolose deu postivo estou sem entender o que se passa. Por favor me ajude.

    Responder
  10. Boa tarde dr eu fiz uma cirurgia tirei o ovario fiz uma larocospia e foi constatado o virus da tb na biospia estou em tratamento faz 2 meses ogora passei pr comprimido menor mesmo assim eu passo mal com ele gostaria de saber se sera os 6 meses assim e dificil eu fico arrotando ja descasquei fiquei muito ruim vai ser assim

    Responder
  11. boa noite, faz mais ou menos 10 anos tive tuberculose, tem hipotese de voltar a aparecer, nao tenho nenhum dos sintomas que aqui se referem, mas a pessoa que vive comigo fez o exame e deu positivo, estou com um pouco de receio, agradecia resposta o mais breve possivel. mais uma vez obrigado e boa noite.

    Responder
  12. Gilson

    Boa noite Dr!
    Estou a duas semanas com uma tosse muito forte e agora notei que quando eu tusso estou vendo uma pinta vermelha de sangue no catarro gostaria de saber se isso e preucupante.

    Responder
  13. Eu expectorei sangue, fiz uma radiografia e a medica falou que no meu pulmão esquerdo tinha uma infiltração ou seja um sangramento, mas ela não falou realmente qual era o meu problema, também fiz uma tomografia e o diagnóstico foi consolidações alvéolo-acinares, associadas a tenues áreas de opacidade, que apresentam limites impreciossos, com infiltrado do tipo ‘vidro fosco’, borrando trama vascular do segmento lingular do lobo superior do pulmão esquerdo, com aspecto inflamatório/infeccioso inespecífico. Por favor,diga o que eu tenho.

    Responder
  14. Meu filho está no exterior fazendo intercâmbio. Lá, foi solicitado q fizesse um exame e o resultado deu positivo para tuberculose “adormecida”, dando-lhe a opção de fazer um longo tratamento, mas q ele analisasse os prós e os contras dessa indicação. Como o tratamento foi opcional, sugeri que não fosse feito, pois ouve um alerta sobre seus efeitos colaterais e, por ele está longe da família, achei prudente não fazer o referido tratamento. Ele volta ao Brasil em dezembro, até lá há risco de algo complicador na saúde dele? Muito obrigada pela atenção.

    Responder
  15. Tenho um mês que comecei tomar os remédios para tuberculose, como comecei sentir inchaço e enjôôu minha médica pediu que eu parasse de tomar a medicação por alguns dias .Tenho que começar o tratamento do 0 sem levar em consideração os outro dias que tomei o medicamento?

    Responder
  16. Bom dia,
    Por gentileza, gostaria de saber se é possível eu estar contaminado pela bacteria transmissora da tuberculose apos ter beijado (sem saber) uma pessoa que tem inicio de tuberculose. Apos, alguns dias (3 dias) comecei com tosses secas, deve procurar um medico urgente ? obrigado

    Responder
  17. boa noite  já faz alguns meses ando com falta de e fico muito cansada e toda a vez k me vou deitar quero dizer dormir dá-me um tosse muito seca e transpiro uns suores frios estou com medo seja principio de tuberculose gostaria que sr doutor me diga algo sobre estes sintomas.
    cumprimentos

    Responder
  18. ola doutor eu tenho artrite reumatoide e fiz o ppd deu 9mm e meu medico disse que eu tinha que fazer o tratamento para tuberculose ;mas nao tenho nada no pumao e possivel eu ter outro tipo de tuberculose sem ter tido antes a pumonar

    Responder