SORO CASEIRO – Como fazer e para que serve?

Aprenda a fazer o soro caseiro e conheça as formas de hidratação que mais eficazes durante um quadro de diarreia.

5

O soro caseiro é uma solução à base de água, sal e açúcar que pode ser feita em casa e serve para o tratamento e para a prevenção da desidratação nos pacientes com quadros de diarreia e/ou vômitos.

A desidratação provocada por quadros gastroenterite ainda é uma das principais causas de mortes, principalmente nos países mais pobres. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), em todo o mundo, ainda morrem cerca de 3 milhões de crianças por complicações causadas por quadros de diarreia. Mas não são só as crianças que estão sob risco, a diarreia também causa complicações nos pacientes idosos, sendo essa uma das principais causas de internação hospitalar nessa faixa etária.

Neste artigo vamos explicar para que serve o soro caseiro, quando ele deve ser utilizado e como ele é preparado. Também vamos explicar porque atualmente a OMS e os ministérios da Saúde de vários países do mundo indicam a utilização das soluções de reidratação oral em vez do soro caseiro.

Falamos mais especificamente da diarreia e da gastroenterite nos seguintes artigos:

VIROSE GASTROINTESTINAL – Vômitos e Diarreia.
DIARREIA – Causas e Tratamento.
Diarreia pela bactéria Escherichia coli (E.coli)

Antes de seguirmos em frente com o artigo, assista a este vídeo de 3 minutos produzido pela equipe do MD.Saúde sobre como preparar o soro caseiro, que resume as informações mais importantes do texto. Ajude-nos a divulgar esse vídeo e a disseminar informações que podem salvar vidas.

Para que serve o soro caseiro?

O soro caseiro foi durante muitos anos a solução mais indicada para o tratamento da desidratação provocada por quadros de diarreia aguda.

Mas se o objetivo é hidratar, por que soro caseiro e não apenas água?

Quando um paciente tem diarreia e/ou vômitos, ele desidrata porque perde um grande volume de água. Mas essa perda não é de água pura, junto com a água há perda de diversos eletrólitos (sais minerais), tais como potássio, sódio e bicarbonato. Portanto, a reposição ideal deve ser feita com água e eletrólitos para evitar que o paciente desenvolva alterações hidreletrolíticas graves, como a hiponatremia (baixa de sódio no sangue), hipocalemia (baixa de potássio no sangue) ou acidose metabólica (acidez no sangue).

Por isso, o soro caseiro, que contém cloreto de sódio (sal) e glicose (açúcar), é uma fórmula mais adequada que a água pura para repor as perdas causadas por quadros de diarreia.

Apesar da diarreia, a capacidade intestinal de absorver glicose e sais minerais, principalmente de sódio, costuma estar intacta nos pacientes. Portanto, mesmo que o paciente continue a ter episódios de diarreia, os componentes do soro caseiro continuam a ser absorvidos pelo intestino.

Cerca de 95% dos quadros de diarreia conseguem ser tratados apenas com hidratação por via oral. Apenas 5% dos pacientes precisam de internação hospitalar para administração de soro por via intra-venosa.

Como fazer o soro caseiro?

O soro caseiro é uma solução que consiste em 3,5 gramas de sal + 20 gramas de açúcar diluídos em 1 litro de água filtrada ou previamente fervida. Na prática, isso significa 1 colher de chá de sal + 1 colher de sopa de açúcar.

O problema desta forma de preparação do soro caseiro é a frequência na qual a solução é preparada com quantidades erradas, seja de sal ou de açúcar. Ao usar colheres comuns de cozinha, a quantidade de sal e açúcar acaba variando muito, dependendo de quem vai preparar o soro.

Para evitar esses erros de preparação, existem colheres padrão recomendadas pela UNICEF, como exemplificado na imagem abaixo. Essa colher com as medidas corretas podem ser adquiridas em farmácias populares ou postos de saúde. Neste caso, basta misturar 1 medida rasa de sal e duas medidas rasas de açúcar em 200 mL de água para que o soro fique com as concentrações mais próximas do recomendado pelo Ministério da Saúde e a OMS.

Soro caseiro

É importante estar atendo para a quantidade de água. Se você for usar as colheres comuns de cozinha, a quantidade de água é 1 litro. Se você tiver a colher padrão para preparar o soro, a quantidade de água é 200 mL.

A validade do soro caseiro é de 24 horas.

Como tomar o soro caseiro?

O soro deve ser tomado ao longo do dia em dose pequenas, mas frequentes, para evitar que uma rápida distensão do estômago estimule o reflexo do vômito. Existem várias formas de calcular o ritmo de administração do soro caseiro. Vamos sugerir algumas opções:

  • 150 a 300 mL por hora.
  • 1 colher de sobremesa a cada 2 minutos, de forma a consumir um copo por hora.
  • 10 mL por quilo de peso cada vez que o paciente tiver um episódio de diarreia.
  • 2 mL por quilo de peso cada vez que o paciente tiver um episódio de vômito.
  • Nas crianças, o recomendado é 50 mL por quilo de peso a cada 4 horas. Ex: uma criança de 10 quilos deve consumir 500 mL de soro no período de 4 horas.

Dependendo da gravidade da diarreia, esses valores podem ser adaptados. O objetivo é tentar ingerir, no mínimo, a mesma quantidade de líquido que foi perdida na diarreia e nos vômitos. Nem sempre isso é facilmente estimável. Portanto, a sensação de sede pode ser uma boa dica. O paciente deve se hidratar de forma a não ter sede, nem a boca seca.

Outro forma de controlar indiretamente o estado de hidratação é através da urina. Pacientes desidratados apresentam uma urina de cor mais concentrada, com odor mais forte e com pouco volume. Se você tem múltiplos episódios de diarreia e notou que quase não tem urinado, a a reposição de líquidos deve ser aumentada (leia: URINA COM CHEIRO FORTE).

Por que as soluções de reidratação oral são melhores que o soro caseiro?

O soro caseiro é uma solução que possui apenas cloreto de sódio e glicose. Além disso, como ele é preparada em casa, são frequentes os erros de dosagem. Por isso, nos últimos anos, a OMS passou a indicar o uso das soluções de reidratação oral, que são pequenas saquetas que contém cloreto de sódio, glicose, potássio e citrato em pó em quantidades mais adequadas.

Além de ser uma formulação mais completa em termos de sais minerais, a solução de reidratação oral vem em embalagens com uma quantidade já determinada, bastando diluir o conteúdo das saquetas em 1 litro de água limpa (fervida ou filtrada). Desta forma, minimiza-se o risco da solução conter quantidades erradas de sais minerais.

A  solução de reidratação oral é fornecida gratuitamente nos postos de saúde e nas farmácias populares. Também há fórmulas comerciais que podem ser adquiridas nas farmácias, como o Rehidrat, Hidrafix ou Pedialyte.

Refrigerantes e sucos de fruta

Refrigerantes e sucos de fruta, principalmente os industrializados, são bebidas com alto teor de açúcar.  O excesso de açúcar pode agravar a diarreia. Além disso, essas bebidas têm baixo teor de sódio, o que pode causar hiponatremia, se consumidos em grande quantidade.

Em casos de diarreia leve, sem sinais claros de desidratação, sucos naturais (sem adição de açúcar) e chás (que não tenham ação diurética) podem ser uma opção válida para hidratar o paciente.

Bebidas isotônicos ou esportivas, tais como o Gatorade, também não são o tipo de líquido mais adequado para reidratação em caso de diarreia mais intensa, mas podem ser usados em diarreias leves, nas quais o paciente encontra-se com bom estado geral.

E a água?

O paciente com diarreia pode manter a ingestão de água pura, principalmente nos casos mais leves. Porém, nos casos de diarreia mais intensa no qual o paciente apresenta sinais de desidratação (sede, boca seca, cansaço, câimbras, pressão baixa…), a hidratação não deve ser feita somente com água, pois há risco de hiponatremia.

Este artigo foi útil?  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (0 votos)
Loading...
VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES
5 Comentários
  1. Aline Moretti

    Boa noite meu medico me receitou soro caseiro, porem eu disse q açúcar com sal e agua sempre vomito logo em seguida…. Ele me sugeriu para eu fazer só agua com açúcar e quando for tomar coloco o sal direto na boca e depois tomo a agua com açúcar… Será q fará o mesmo efeito?

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Se as quantidades forem as mesmas, sim.

  2. Bárbara

    Finalmente descobri a receita correta do soro caseiro. Obrigada dr Pedro.

  3. noemia lazari

    Muito importante este artigo.Agora mesmo acabei de preparar o soro caseiro pra dar pro meu gato.zmuito obrigada.

  4. s40system s40system

    muito bom eu nao sabia

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.