26 de julho de 2013

DEGENERAÇÃO MACULAR | Causas e sintomas

A degeneração macular é uma doença que causa perda da visão central, atrapalhando atividades simples como ler, assistir TV e dirigir. Saiba mais.

Publicidade

Mudanças significativas têm surgido nos últimos anos no cenário da Oftalmologia. A progressiva alteração das características da pirâmide populacional elevou significativamente a parcela de indivíduos maiores de 50 anos em nosso país. Aspectos sociais e econômicos atuais associaram esse aumento da expectativa de vida a uma manutenção desses indivíduos na faixa da população economicamente ativa.

Esses indivíduos estão sob um risco aumentado de desenvolvimento de uma doença conhecida como Degeneração Macular Relacionada à Idade – DMRI.

Degeneração macularA degeneração macular é uma doença complexa que compreende alterações progressivas da retina, estrutura localizada no fundo do olho, responsável pela captação dos estímulos luminosos e transformação em sinal elétrico para o cérebro. A mácula, porção central da retina, responsável pela visão central e de detalhes, é a principal região acometida.

A degeneração macular é a principal causa de cegueira irreversível nos países desenvolvidos, e essa tendência vem se revelando também em nosso país. Ela atinge 8% dos indivíduos maiores de 50 anos, com um aumento exponencial com o avanço da idade, acometendo 2/3 da população acima de 90 anos. Além da idade, outros fatores de risco são:

A boa notícia é que o recente aumento da incidência de degeneração macular foi acompanhado por uma sensível evolução nos métodos diagnósticos e, principalmente, no tratamento desta doença.

A forma mais comum, e menos grave, de degeneração macular é a forma seca. Esta se caracteriza pelo acúmulo de resíduos do metabolismo celular da retina, que se depositam sob a forma de drusas e que, aliado a graus variáveis de atrofia do tecido retiniano, causam uma perda visual central, de progressão lenta, podendo dificultar a realização de algumas atividades como ler e escrever ou a identificação de traços de fisionomia.

Degeneração macular

A degeneração macular causa uma perda da visão central que pode afetar atividades como ler e identificar traços de fisionomia

O diagnóstico é feito pelo médico oftalmologista através de uma avaliação cuidadosa dos sintomas e exame detalhado da retina, que é feito através da identificação das lesões características após dilatação das pupilas, comumente com auxílio de exames complementares. Neste estágio, é importante a detecção precoce e a definição adequada do momento em que o indivíduo deve receber suplementação vitamínica específica para diminuir o risco de evolução para a forma grave da doença, conhecida como forma úmida.

A forma úmida acomete cerca de 10% dos indivíduos com degeneração macular e ocorre quando, além das alterações da forma seca, surgem também hemorragias e acúmulo de líquido devido ao surgimento de vasos sanguíneos anormais sob a retina. Nesse momento, há uma perda visual de progressão rápida ou até mesmo súbita.

Até poucos anos atrás, os tratamentos disponíveis para a forma úmida da degeneração macular apresentavam baixa eficácia e era frequente vermos pacientes em plena atividade útil sofrerem perda visual progressiva, com grande limitação de sua qualidade de vida. Hoje, as novas medicações comumente aplicadas sob a forma de injeções intraoculares, propiciaram a interrupção da perda visual ou até mesmo a recuperação visual. Para isso, o diagnóstico precoce da forma úmida, mais rara e mais grave, é de grande importância, para imediata instituição do tratamento, a fim de que seja reduzido o risco de perda permanente de visão.

Inúmeras pesquisas científicas no campo da degeneração macular estão em andamento. Muitas envolvem a identificação em cada paciente de genes que poderiam estar associados à doença. Esse trabalho pode ser muito útil na prevenção e tratamento da degeneração macular, tanto para o paciente como para seus familiares.

Concluímos que apesar da gravidade e crescente incidência da degeneração macular, essa doença é ainda desconhecida pela maioria das pessoas, e, portanto, a conscientização da importância do diagnóstico e dos novos recursos de tratamento é de especial utilidade.

Este texto é de autoria do Dr. Flávio MacCord.
Especialista em Retina Clínica e Cirúrgica pela Universidade de São Paulo, Mestre em Ciências Médicas pela Universidade de Campinas, membro da Sociedade Brasileira de Oftalmologia e médico oftalmologista da Clínica São Vicente, Rio de Janeiro.

"DEGENERAÇÃO MACULAR | Causas e sintomas", 5 out of 5 based on 5 ratings.
Publicidade
      
ARTIGOS SELECIONADOS PARA VOCÊ:
- LEIA ANTES DE COMENTAR -
O nosso site tem recebido mais de 150 mil visitas por dia e centenas de perguntas espalhadas pelos mais de 550 textos que já publicamos. Como o volume de comentários é muito grande, as perguntas podem demorar até 10 dias para serem aprovadas e publicadas. Neste momento, temos mais de 1500 perguntas em fila para serem lidas, aprovadas e respondidas. Infelizmente, é humanamente impossível responder a todos, por isso, selecionamos diariamente apenas um percentual dos comentários para ser publicado. Lamentamos se a sua pergunta não for selecionada.

Não fazemos consultas nem opinamos sobre casos pessoais pela Internet. Antes de enviar uma pergunta ou comentário, leia atentamente as REGRAS DO SITE para entender os nossos critérios de seleção.

Para que possamos dar prioridade aos textos menos comentados, encerramos temporariamente a seção de perguntas dos artigos com mais de 400 comentários publicados. Agradecemos a paciência e a compreensão.
  • Ogoliveira e souza

    Todo site deveria informar de primeira o endereço da empresa, de maneira que se tivesse fácil acesso aos telefones. No presente caso precisa-se saber onde encontrar o médico Pedro Pinheiro. Sugiro que o responsável pelo site coloque em lugar de destaque as especilaidades, nome dos médicos respectivos endereços e telefones.
    At.
    Og Souza – Brasília – DF

  • Neobat29

    Tom
    Doutor, andei tirando algumas fotos com flash e notei que aparece uma mancha aproximadamente do tamanho da minha pupila, só que acima dela, na íris do meu olho direito. Gostaria de saber se isso é ruim e se preciso procurar um médico. Se necessário posso lhe enviar uma foto (acho que esse não é o procedimento padrão do site, mas estou preocupado e gostaria de saber se é realmente necessário procurar um médico; ainda não tenho plano de saúde e então é complicado ser atendido pelo SUS  – pior ainda ter todo o trabalho por causa de uma besteira, se não for nada sério) Peço que por favor, me ajude…

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Isso não é normal, acho que vc deveria procurar um oftalmologista.

  • Maria Passos Oliveira

    dr Pedro,Maria ap. e tenho 35 anos e tive perdir a visão central a um mes e estou vendo  igualzinho essa foto acima,com qual especialista tenho que passar . neuro ou oftalmo. pode me indicar algum em são paulo. email. m.passos.oliveira@bol.com.br
    Leia o texto original no site MD.Saúde: DEGENERAÇÃO MACULAR | Causas e sintomas http://www.mdsaude.com/2009/08/degeneracao-macular.html#ixzz23AWhh73U

  • leticia maia

    dr Pedro,tive neurite no olho esquerdo e vejo igualzinho essa foto acima,tem algum relacionamento as duas coisas?

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Procure aqui por um especialista no Rio: http://mdsaudemedicos.blogspot.com/

  • Vereadorchico

    Dr.
    Tenho sentido sintomas relacionados a Degeneração macular, gostaria de saber se o senhor tem consultório no Rio de Janeiro e qual endereço e telefone para que eu possa marcar uma consulta.
    obrigado.

  • Neobat29

    Tom
    Doutor, andei tirando algumas fotos com flash e notei que aparece uma mancha aproximadamente do tamanho da minha pupila, só que acima dela, na íris do meu olho direito. Gostaria de saber se isso é ruim e se preciso procurar um médico. Se necessário posso lhe enviar uma foto (acho que esse não é o procedimento padrão do site, mas estou preocupado e gostaria de saber se é realmente necessário procurar um médico; ainda não tenho plano de saúde e então é complicado ser atendido pelo SUS  – pior ainda ter todo o trabalho por causa de uma besteira, se não for nada sério) Peço que por favor, me ajude…

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Isso não é normal, acho que vc deveria procurar um oftalmologista.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Isiane,
    A doença que o dr Flávio cita se chama degeneraçao macular relacionada a idade (DMRI), ie, só acontece em idosos (>60a geralmente)
    A sua mãe provavelmente tem alguma outra degeneração de retina que nao a DMRI, e o numero de doenças nesse grupo é enorme. Só com exames especificos dá pra saber qual é.

  • isiane

    olá! parabéns pelo blog, e obrigada pelo texto, pois informações a respeito dessa doença são muito escassas.
    o texto diz que a degeneração macular é comum entre pessoas com mais de 50 anos. minha mãe tem esse problema desde os 17. é um caso normal? segundo os exames, ela sofre de ‘degeneração retiniana’, então gostaria de saber se toda degeneração retiniana é macular, ou se esse é apenas um caso específico. agradeço desde já. abraços!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Mára,
    Autorizo a reprodução de qualquer texto do blog contanto que se dê créditos ao autor.
    abraços

  • MaraLima Arts

    Boa tarde. Sofro de Degeneração Macular, sou desenhista realista, desenho rostos de pessoas, e tenho muito dificuldade para enxergar os detalhes minuciosos e as pessoas vivem me perguntando como consigo e qual é o meu problema com a visão. Gostaria de saber se posso colocar este artido em meu perfil do orkut e no meu blog, (pois foi o melhor explicado que encontrei até agora, tem exatamente o que eu digo a essa pessoas)para esclarecer às que me perguntam sobre o meu problema e preciso ficar explicando a cada um? O que é muito ruim pra mim, pois com a visão subnormal fica difícil de eu ficar digitando. Claro que os créditos não junto.
    Desde já agradeço.
    Mára Lima

  • Cecilia

    Muito obrigada, doutor! E obrigada pela resposta rápida. :)

    Bom trabalho e bom fim de semana!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Cecília,
    è preciso esperar ele sair da sedação para avalair os reias danos neurológicos. As sequelas vão depender do tamanho e da localização da lesão cerebral.

    Se a cirurgia para retirada do coágulo foi um sucesso, provavelmente ele está caminhando para a recuperação. Porém, as lesões sequelares às vezes são imprevisíveis.

    É preciso dar tempo ao tempo, esperar ele acordar e o edema cerebral diminuir. Nesta fase é difícil afirmar qualquer coisa.

  • Cecilia

    Olá! Primeiramente, gostaria de parabenizar o blog. Mesmo sabendo que o Google não é a melhor maneira de saber das coisas, é sempre bom ter uma informação a mais – até porque muitos médicos não tem tempo ou simplesmente a boa vontade de explicar os detalhes quando numa situação de emergência.

    Agora, recorro a uma pergunta pois já procurei pelo blog e não achei nada sobre. Se por acaso eu não procurei certo e esteja me repetindo, desculpe! Pois vamos lá: Um amigo meu estava jogando uma pelada, quando caiu, bateu a cabeça e teve que correr ao hospital após ficar inconsciente por alguns minutos e começar a apresentar nauseas e vômitos (pelo que procurei, isso se chama “pequena concussão”). No hospital, o colocaram em coma induzido (que já li aqui sobre o que é), e foi para a cirurgia retirar o tal coágulo que se formou em decorrência da queda infâme. Agora, o médico, embora diga que foi tudo um sucesso e que meu amigo está estável, só fala “Está nas mãos de Deus”. Como a fé é benvida mas informação também nunca é demais, gostaria de saber se o dito coágulo pode apresentar alguma sequela, ou o que pode ou não ocorrer nesse pós-operatório.

    Sei que vocês não podem ir falando algo sem estarem a par da situação completa, porém, como a mulher do meu amigo está desesperada, o máximo que posso fazer para ajudar é dizer algo que dê uma informação, junto as famosas palavras de otimismo.

    Muito obrigada. Parabéns, mais uma vez!

    Um abraço,
    Cecilia.