Artigo atualizado em 17/07/2014

O QUE É O COMA INDUZIDO?

Quem já não leu ou ouvir falar que fulano de tal está em coma induzido? Este termo é muito usado na imprensa e, às vezes, leva a conclusões equivocadas. O nome correto do coma induzido é sedação.

Neste texto vamos abordar os seguintes questões sobre o coma induzido:

  • O que é o coma?
  • O que é o coma induzido?
  • Para que serve o coma induzido?
  • Como se induz um coma?
  • Quanto tempo o paciente demora para sair do coma induzido?
  • Pacientes em coma podem ouvir os familiares?

Para uma melhor compreensão deste texto, sugerimos também a leitura de: ENTENDA O QUE ACONTECE COM OS PACIENTES NA UTI.

O que é o coma?

Dá-se o nome de coma ao estado de redução da consciência com perda parcial ou completa da responsividade aos estímulos externos. Falando de modo mais simples, o coma é uma redução do nível de consciência, estando o paciente incapaz de interagir adequadamente com o meio externo.

Há vários graus de coma. Uma pessoa em coma  pode estar inconsciente, mas ainda ser capaz de apresentar alguma resposta a estímulos dolorosos ou a chamados vigorosos.

Paciente sedado acoplado ao ventilador mecânico

Para avaliar a profundidade do coma, usamos uma escala chamada “escala de coma de Glasgow”, onde são levados em conta a resposta verbal, motora e abertura dos olhos aos chamados e a dor. São feitos testes simples com o paciente para observar como o mesmo reage a certos estímulos, como dor ou sons. Esta escala avalia o grau de consciência do indivíduo. A classificação varia de 3 a 15 pontos. A pontuação mínima (3 pontos) é dada quando o doente não responde a nenhum estimulo (coma profundo), e a máxima (15 pontos), em pessoas normais que não estão com seu estado de consciência afetado.

O coma normalmente acontece em casos de agressão ao sistema nervoso central, nomeadamente do tronco cerebral, área que controla o estado de consciência. Alguns comas são reversíveis, outros não.

Exemplos de situações que podem levar ao coma:
- Traumatismo craniano.
- Infecção do sistema nervoso central, como no caso de meningite (leia: MENINGITE | Sintomas e vacina).
- Tumores do cérebro.
- AVC (leia: 7 SINTOMAS DO AVC).
- Distúrbios metabólicos, como hipoglicemia, hiperglicemia, hipotiroidismo grave, insuficiência renal avançada, etc.
- Intoxicação, como coma alcoólico.

Perder a consciência é perigoso?

O estado de coma é perigoso porque o indivíduo inconsciente perde a capacidade de proteger suas vias aéreas, podendo facilmente aspirar secreções ou se asfixiar com a própria língua. O paciente normalmente perde o reflexo da tosse e a capacidade de engolir saliva. A aspiração de qualquer material que está na boca (saliva, água, vômitos…) é chamada de broncoaspiração e costuma causar pneumonias graves, além do risco de parada respiratória por obstrução da via aérea. Por isso, todo paciente com pontuação de Glasgow menor que 8 deve ser intubado para conseguir respirar sem risco de broncoaspiração.

O que é o coma induzido?

O chamado coma induzido é nada mais do que uma sedação farmacológica controlada, isto é, um estado de inconsciência provocado pela equipe médica através de drogas sedativas.

As pessoas tendem a imaginar que o coma induzido é uma forma de desligar o cérebro para que este descanse e possa se recuperar de uma agressão. Na verdade o cérebro nunca para. Ele é quem controla funções vitais, como a frequência cardíaca, respiratória, temperatura corporal… A consciência é apenas uma das funções do sistema nervoso central. Se realmente desligássemos o cérebro, o paciente morreria. O que fazemos é dar medicamentos que causam sedação.

Para que serve o coma induzido?

A sedação do paciente pode estar indicada em várias situações. Em geral, a sedação tem como objetivos:

• Manter a segurança e o bem-estar do paciente.
• Minimizar a dor física e desconforto.
• Controlar a ansiedade, minimizar o trauma psicológico e induzir amnésia.
• Acalmar o paciente e tornar a realização de procedimentos segura.

A causa mais comum para o uso da sedação é a necessidade de ventilação mecânica. O uso dos chamados respiradores artificiais está indicado nos casos em que o paciente não é capaz de manter boas oxigenações sem auxílio. Isto é muito comum em casos de infecção pulmonar, como em pneumonias graves. Se o pulmão está gravemente doente, ele tem dificuldade em oxigenar o sangue e o paciente pode entrar em insuficiência respiratória.

Pacientes com traumatismos cranianos podem deixar serem capazes de respirar espontaneamente, sendo esta outra indicação para o uso da ventilação mecânica.

Agora, imagine um tubo na sua garganta estimulando movimentos respiratórios através de fluxos cíclicos de ar vindos de uma máquina. Imagine você querer expirar e a maquina inspirar; você querendo respirar devagar e maquina respirar rápido; você querer tossir e a máquina não deixar. Para ocorrer uma ventilação mecânica eficaz, o paciente não pode “brigar” com o ventilador, por isso, o mesmo costuma estar sedado.

Além da ventilação mecânica, existem dezenas de outras indicações para sedar um paciente. Por exemplo, pacientes que apresentam intensa dor também podem ser sedados, isto é comum em politraumatizados e grandes queimados. Nestes casos, a sedação é feita junto com analgesia.

Indivíduos internados com quadro de agitação, que possam cair da cama ou que coloquem em risco seu tratamento, como aqueles que arrancam soros, sondas e cateteres, ou que não colaboram com procedimentos médicos de risco, como biópsias, endoscopias e pequenas cirurgias, também costumam receber sedativos. Neste caso a sedação é mais leve, o suficiente apenas para acalmá-los.

Durante as cirurgias com anestesia geral, os doentes são sedados e ficam em ventiladores mecânicos. Na anestesia a sedação vem acompanhada de analgesia e relaxamento muscular. O paciente, além de estar inconsciente, não pode sentir dor nem se mover durante o ato cirúrgico. A sedação da anestesia é feita com drogas de ação muito curta, pois o objetivo é que o paciente consiga acordar quando a cirurgia acaba (leia: ANESTESIA GERAL | Quais os riscos?). Por vezes, ao final do ato cirúrgico, o paciente pode não conseguir manter um boa oxigenação por conta própria, precisando permanecer sedado e no ventilador por mais algum tempo. Esta situação é mais comum em paciente graves, idosos ou com doença pulmonar ou cardíaca prévia. Pessoas jovens e saudáveis saem facilmente da ventilação mecânica.

Portanto, o coma induzido é uma manobra que nós médicos utilizamos para podermos implementar o tratamento necessário para manter um paciente grave vivo. Como já foi explicado, não chamamos de coma induzido, mas sim de sedação. Chamamos de coma apenas os casos de redução do nível de consciência não provocados intencionalmente pela equipe médica.

Intensidade da sedação

Existem várias indicações para se sedar o paciente, e para cada uma delas o nível de sedação indicado é diferente. Assim como a escala Glasgow de coma é usada para aferir o nível de consciência dos paciente em coma, na sedação também há critérios clínicos para controlarmos o grau de sedação do paciente. Uma das escalas mais usadas é a “escala de Ramsey de sedação”. Apenas como ilustração, a escala é feita assim:

Ramsey 1: paciente consciente; agitado e/ou inquieto.
Ramsey 2: paciente consciente; cooperativo, orientado e tranquilo.
Ramsey 3: paciente consciente, mas responde apenas a comandos.
Ramsey 4: paciente superficialmente inconsciente, porém com resposta rápida a estímulo auditivo alto ou a toques na glabela (região da testa entre as sobrancelhas).
Ramsey 5: paciente inconsciente; resposta lenta a estímulo auditivo alto ou a toques na glabela.
Ramsey 6: paciente inconsciente, sem resposta ao toque da glabela ou estímulo auditivo alto.

Por que o paciente em coma é sedado?

Mesmo pessoas em coma podem precisar de sedação. Dou o exemplo de um politraumatizado. Esta pessoa pode ter um traumatismo craniano e estar em um grau de coma que não seja suficiente para estar consciente, porém, não é tão profundo que consiga ficar conectado a um ventilador mecânico sem brigar com a máquina. Nestes casos, é necessário sedar o paciente e aprofundar seu coma para que ele possa ser tratado. Depois de alguns dias, dependendo da melhora clínica, retira-se a sedação para se poder avaliar o verdadeiro grau da lesão neurológica.

Pacientes em coma induzido demoram quanto tempo para acordar?

Depende. Alguns pacientes acordam após algumas horas, outros demoram vários dias. Alguns fatores contribuem o paciente demorar a acordar, entre eles podemos citar:

- Uso prolongado de drogas sedativas.
- Uso de doses elevadas de drogas sedativas.
- Uso de drogas sedativas de vida longa.
- Pacientes com doença grave ou múltiplas doenças.
- Pacientes idosos .
- Pacientes com lesão do sistema nervoso central.
- Pacientes com insuficiência renal ou hepática

É também importante salientar que alguns pacientes podem nunca acordar se houver grave lesão cerebral, como por exemplo, pessoas com grave traumatismo craniano, AVC hemorrágico ou parada cardíaca prolongada.

Nos casos em que há suspeita de lesão cerebral, as sequelas neurológicas só podem ser definidas após vários dias de suspensão dos sedativos. Enquanto houver drogas na circulação, é difícil definir se o paciente apresenta ou não sequelas neurológicas.

Paciente em coma ou sedados conseguem ouvir os familiares?

Esta é uma das dúvidas mais comuns dos familiares. Como já foi explicado, existem graus distintos de coma e sedação. Um dos modos de se avaliar a profundidade do estado de inconsciência é através da resposta aos sons. Portanto, há casos em que o paciente pode escutar, sim, as vozes dos familiares. A grande questão é saber se o paciente entende o que lhe dizem. Em casos de sedação ou coma superficial é bem provável que o paciente seja capaz de compreender algumas coisas e reconhecer a voz da família.

O problema é que muitas das drogas usadas na sedação tem efeito amnésico. Esta amnésia para fatos recentes é importante, pois permanecer vários dias no hospital é muito estressante. O paciente sofre muito, seja pela imobilidade, pelas múltiplas picadas de agulha, pelos tubos inseridos em seu corpo, pela falta de noção do tempo, etc. A amnésia torna a situação muito mais suportável e faz com que o paciente não tenha traumas psicológicos após a alta hospitalar. Portanto, não adianta perguntar ao paciente se ele ouvia algo enquanto estava sedado; mesmo que tenha ouvido, é bem provável que ele não vá se lembrar.

Nos casos de coma ou sedação profunda, é pouco provável que o paciente mantenha algum contato com o meio externo. O cérebro naquele momento não é capaz de processar estímulos externos. Movimentos involuntários podem ocorrer devido a sons, mas isso não significa que o paciente tenha noção do que está ocorrendo.

Vérsion en español:  COMA INDUCIDO
Publicidade
  • Marcos

    Pedro, legal essa sua iniciativa de fazer um blog com temas médicos em uma lingugem de fácil entendimento pelo leigo. Sou médico (salvador – BA) e um paciente meu me falou sobre o blog, achei bem interessante. Parabéns e boa sorte pra vc aí em Lisboa!
    Marcos

  • Camile

    Quando uma pessoa esta em coma induzido qual são as chances dele voltar ao normal?E existe alguma sequela relacionada ao traumatismo craniano, qual?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Oi Camile,
    O coma induzido (sedação) não causa nenhum mal. Ele faz parte do tratamento de doentes graves. A chance de voltar ao normal ou de ter sequelas, depende da lesão ou da gravidade da doença que levou o paciente a precisar estar sedado.
    Não existe uma resposta universal para aua pergunta. Depende de cada caso.
    abraços

  • Anonymous

    Olá, gostaria de saber quais as chances de sobrevivência de um paciente com tétano que foi submetido ao estado de coma induzido.
    Obrigada pela atenção.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Praticamente todos os doentes com tétano precisam ser sedados devidos as contrações musculares violentas. Tenho um texto sobre tétano:
    http://mdsaude.blogspot.com/2008/12/ttano-quando-e-porqu-vacinar.html

    A mortalidade do tétano é de mais ou menos 30%

  • Anonymous

    ola,gostaria de saber quais as chances de sobrevivencia de uma paciente q passou por uma cirurgia da vauvula do coração,onde os rins ja não estavam funcionando e ela fazia hemodialise,a qual foi submetida ao coma induzido?e por q o coma?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    O sucesso ou não de determinada cirurgia depende de inúmeros fatores clínicos do doente. Não tenho como te dar um número sem maiores dados sobre o paciente.

    Provavelmente o paciente mantém-se sedado porque deve estar precisando de ventilação artificial. As cirurgias cardíacas são de alta complexidade e muitas vezes o doente não consegue ficar sem o ventilador mecânico no pós-operatório imediato. Ao longo dos dias os médicos vão tentando diminuir a dependência dele pelo ventilador.
    abraços

  • ~Direto do Fim do Mundo~

    Quem houve “coma induzido” logo deve cair na cabeca um tipo de “coma”…comigo nao foi diferente, mas lendo aqui o post, vi que nao e bem um coma que nem esta escrito, e uma “sedacao”.
    Achei interessante a explicacao do porque, como e feito o tratamento.
    Acho que eu estou vendo uma luz no fim do tunel, risos, explicacoes para as coisas que eu vejo no dia a dia no meu trabalho que eu nao sei o porque das coisa toda.

  • Yá Yá

    Dr. Pedro,
    uma pessoa que está com pneumonia, é necessário induzí-la a um coma ?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Yá Yá,
    Se a pneumonia for grave e o paciente necessitar de ventilação mecânica, sim.

    abs

  • Karina

    Boa noite Dr Pedro!

    Parece que Deus me mandou ler o seu texto. Acabo de ter uma prima de 20 anos, que acaba de ter uma gravidez interrompida por causa de diabetes, pressão alta e disfunção dos rins. Há dez dias ela teve o parto induzido, e o neném( de penas 6 meses) não resistiu.Desde então o quadro dela em relação ao rim e a glicose piorou. Ela foi para o CTI. O rim funciona somente 10% de sua capacidade e a glicose está totalmente descontrolada. Esyão fazendo sessões de diálise nela. Induziram o coma dela para intubação. Ela já estava com confusão mental. Foi muito esclarecedor o seu texto pra mim. Repassarei á minha família as informações. Temo pelo pior. Mas agora entendi melhor o motivo para o coma induzido. Sei que vc não diagnostica, até porque n acompanha o caso. Mas o senhor acha que o pior pode acontecer?
    Ela se encontra internada no hospital Julia Kubitscheck aqui em Belo Horizonte.( hospital público) O processo de intubacão facilita o surgimento de infecções?

    Obrigada Dr.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Karina,
    O CTI é uma unidade de cuidados intensivos, indicada para todos aqueles que correm risco de morte.

    Claro que nem todo mundo que vai ao CTI falece, mas o risco existe, senão ela estaria em uma enfermaria.

    O processo de intubação, principalmente se prolongado está associado a uma maior incidência de infecções, principalmente dos pulmões.

    Se ela fosse idosa e com muitas doenças, dificilmente resistiria. Porém, sua prima é jovem e aparentemente não tinha doenças anteriores. Este tipo de paciente costuma ser muito forte e já vi vários saírem de situações muito ruins.

    Vamos ficar na torcida

    Se quiser mais informações procure os textos sobre CTI aqui do blog

    abs

  • Anonymous

    Qual o tempo máximo (se existe) que uma pessoa pode permanecer em coma induzido?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Não existe tempo máximo.

    Porém, quanto maior o tempo, maior as chances de complicações como pneumonias, úlceras de pele etc…

    abs

  • Davi

    Prezado Dr. Pedro

    Tenho uma amiga que sofre de um tipo raro de cancer nos ossos. Conhecido por sarcoma de erwing.
    Ela comentou comigo que pretende conversar com o médico dela para realizar o coma induzido durante o tratamento. Que por hora restringe-se à Radioterapia.
    Ela não está com a doença em um estágio super avançado ainda, apesar de o tumor ja ter avançado para outros orgaos.
    Entrar em coma induzido por espontanea vontade para realizar o tratamento desse cancer é possível? É recomendável?

    Aguardo anciosamente sua resposta

    Willians S. Barros

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Willians,
    O médico não vai aceitar isso.
    Não consegui entender o porquê dela querer ficar em coma induzido.

    As sessões de radioterapia são curtas e o paciente vai para casa depois de cada uma.

    Se ela estiver em coma vai precisar ficar hospitalizada e corre risco de contrair um infecção hospital e falecer. Além de de ocupar um leito que poderia ser usado por alguém que realmente precisa estar hospitalizado.

    Não faz sentido.

    abs

  • Anonymous

    Boa noite
    Dr. Pinheiro
    sou de Curitiba
    O meu tio de 47 anos sofreu um acidente grave de carro a 5 dias.Ele está na UTI do hospital Universitário Evangélico com traumatismo craniano,fez cirurgias de beixiga e intestino por causa da batida,com fratura exposta na perna e braço com pino ,estávamos com noticias de que ele estava comecando a falar,porém com confusao mental,mais hoje a tarde os médicos induziram ao coma*.
    Se ele chegou muito mal no hospital e nao houve uma certa melhora porque depois de 5 dias ele foi submetido a tal?Nao seria melhor induzi-lo logo na entrada do internamento nesse caso?
    obs:temos esperaças de melhora mais opinioes de profissionais sao interessantes para familiares.estive lendo o texto sobre coma induzido.
    Obrigada e aguardo sua opiniao.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Não se induz coma profilaticamente.

    Provavelmente, durante o internamento, ocorreu alguma alteração no quadro clínico dele que indicou a sedação.

    abs

  • Anonymous

    Boa tarde,

    Tenho uma enorme dúvida. Encontrei o site de vocês que já me ajudou demais.

    Uma pessoa muito querida saiu do coma induzido recentemente. Ele esta com leucemia entao o medico dele resolveu por induzi-lo ao coma para que as chances de tratamento aumentasse (nao sei ao certo, nao entendo muito disso).

    Ele ficou apenas 3 dias em coma e assim que acordou falou normalmente comigo.

    No outro dia ele acordou e nao se recordava mais de nada. Perdeu completamente a memoria, mas ele ja havia acordado e se lembrado de tudo. Apenas dormiu e de um dia pro outro ja nao se recordava mais.

    O medico havia dado um prazo de 3 a 5 dias para ele acordar. E de fato ele acordou em 3 porque respondeu muito bem ao tratamento. Assim que ele perdeu a memoria o medico informou tambem que ja esperava por isso mas nao tao rapido.

    A minha duvida é se ele recuperará todas a memoria. Ate lembranças simples ele nao se recorda como, se trabalha, no que era formado, se tinha familia, e ate da propria casa dele ele nao lembrava mais, apenas dizia estar numa casa.

    Eu estou muito apavorada, espero que voces possam me ajudar. Eu tentei ao maximo detalhar o fato para voces, mas caso reste alguma duvida podem me questionar que logo enviarei respostas.

    Será que ele nunca mais se lembrará de nada? isso é possivel?
    Ou é so uma questao de tempo?
    é normal ele reagir assim?

    Vou ficar muito grata com a ajuda de voces. E MUITO tranquila tambem!!!

    Desde ja muito obrigada,
    Erica Costa.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Erica,
    Alguns medicamentos usados na sedação realmente causam uma amnésia. Porém, esta só ocorre para fatos recentes, chamada de amnésia anterógrada.

    No caso que vc descreve essa amnésia é retrógrada ou seja, ele não se lembra de fatos do seu passado.

    É preciso uma maior investigação para se detectar a causa desta amnésia.

    abs

  • Carina

    Boa tarde, gostaria de saber se e possivel induzirem uma pessoa em coma por 2 horas…

    obrigado

    ja agora este blog ta mt bom…

    os meus parabens…

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Carina,
    Pode-se sedar um pessoa somente por 2 horas sem problema nenhum. Normalmente se faz isso para alguns exames ou pequenas cirurgias.

    abs

  • Anonymous

    Olá adorei o blog, comecei a trabalhar na enfermagem recentemente em uma UTI num hospital público no interio de são Paulo e apesar de estudar sempre vem as dúvidas, li em uma das suas resposta q o coma pode acontecer em casos de lesões no SNC, drogas etc neste caso como ocorre pra reverter o coma? pois quando é induzindo vai retirando a sedação gradualmente mas e no coma digamos não induzido?? isso se dá com medicações especificas?? durante a internação de um paciente em coma sem ser induzido é necessário reverter o quadro pra depois usar farmacos pra sedação?? desde já obrigada e desculpe as varias perguntas

  • Anonymous

    Não consegui assinar meu nome no meu tópico.. anterior o de cima ai das 22:50 do dia 22 de maio..

    mas assino agora

    Mari

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Mari,
    Se o coma for por lesão no SNC, ele só acordará quando a lesões melhorarem (caso melhorem. Se foi por alguma droga, o paciente sairá do coma quando os níveis sanguíneos da substÂncia forem sendo reduzidos pela ação dos rins e fígado. Em alguns caso pode ser necessária hemodiálise para remover a droga agressora.

    Se o doente já entra em coma no CTI, não é preciso retirá-lo do coma para depois induzi-lo. Se ele sair espontaneamente do coma, mas por algum motivo ainda for preciso mantê-lo sedado, aí sim inicia-se a sedação.

    abs

  • Kallyne

    Dr. Pedro,

    Gostaria de saber quanto tempo um paciente em Coma resiste! Sei que isso é impossível de advinhar, mas uma ‘média’ ajudaria muito!

    [Faz 70 dias que está na Uti, passou 4 dias no apt., voltou para Uti há 3 dias, com 2 entrou em pré-Coma, e hoje em Coma; Dependente da hemodiálise 3 vezes na semana, teve 3 bactérias e uma voltou: 'pseudomona', dependente do oxigenio (nivel 7), com muita secreção, teve pneumonia, uma cirurgia de 'escara' profundidade de uma mao fechada, urinando pouco, com sonda, e frequencia cardíaca inconstante, 85 anos]

    Quase um herói por tudo isso! Nao sei se falei muito, ou o suficiente.. mas ficaria feliz se você falasse o que pensa!

    ALGO MAIS PODE SER FEITO? QUAL A MÉDIA DE TEMPO PARA RESISTIR AO COMA?

    Abraço.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Kallyne,
    Acho que a questão não é resistir ou não ao coma. Não é isso que importa. O coma é um consequência do quadro

    O que vc me descreveu é muito grave. Um doente idoso, internamento prolongado, com sepse por pseudomonas e falência múltipla de órgãos. A mortalidade nestes casos é altíssima.

    Não é o coma que torna o quadro mais grave, isso é o de menos agora.

    Não tem muito mais o que fazer, ele já está em uma UT, em hemodiálise e tratando a sepse. É esperar e ver como será a resposta dele.

    abs e melhoras para o seu familiar.

  • Kallyne

    Obrigada!

    Hoje colocaram a sedação para que ele pudesse ‘dormir’, e: ”a esperança é a última que morre.”

  • http://katia.com/ katia

    Olá,meu pai teve um tombo,quebrou o femor,apos isso,ficou delirando,pois teve abstinencia,da bebida e do cigarro,passou mal e vomitou,do vomito engoliu um pouco,disseram que ele teve uma infecção no pulmão,induziram ele e agora tem picos de febres,ele tem 66 anos quais são as chances dele?desde ja obrigado,por tirar essa duvida!Katia Canuto

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Katia,
    É impossível estabelecer prognóticos a distância.

    Pelo o que vc contou ele tem pneumonia por broncoaspiração. Não existe bola de cristal. Tem que acompanhar dia a dia a evolução dele.

    abs e melhoras p/ o seu pai.

  • Joseane

    Olá dr. Pedro!
    Sua página já me esclreceu bastante, mas ainda reesta uma dúvida.
    Uma pessoa muito querida teve uma qqueda do 8° andar. Entrou em coma induzido, desde março.
    Tudo parece estar bem, não houve danos graves á coluna, e respira normalmente.
    Minha dúvida é: então, ele ainda não acordou porque ainda está sob efeito da medicação, ou chega um momento em que o coma tornou-se “original”?

    Obrigada
    Joseane

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Joseane,
    acho que esse coma dele é pelo trauma e não tem nada a ver com sedação.

    Mesmo os pacientes em coma, às vezes precisam ser sedados para poderem ficar bem adaptado ao ventilador mecânico. Como o seu amigo respira normalmente, não há porque deixá-lo sedado.

  • Fernanda

    Minha mae ficou em coma induzido por 2 semanas, necessitou de ventilação e estava com um quadro de broncopneumonia associado a uma DPOc ja existente.Ha 3 dias que saiu do coma induzido e que foi realizada a traqueostomia,todavia ela apresenta um quadro de confusao mental persistente, alem de amnesia(nao lembra p. ex que foi minha irma q a levou ára o hospital), fala coisas desconexas como que os enfermeiros colocam gravadores embaixo das camas, entre outros comentarios absurdos.Isto é normal?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Fernanda,
    Normal não é a melhor palavra. Podemos dizer que é comum.

    Doente com internamentos prolongados, submetidos a várias drogas, com quadros infecciosos, muitas vezes apresentam quadros de desorientação.

    Fique tranquila que isso tende a melhorar conforme ela melhore também.

    abs

  • Jheny

    Bom, Dr. Pedro á 2 dias atrás
    meu namorado sofreu um acidente de moto no qual bateu de frente á uma lambada de uma ponte e fraturou as duas pernas , perdeu os dois rins perfurou o pumão e está com uma bolha de sangue na cabeça creio que seja (coagulo) tem 17 anos e está em coma induzido , desde então estamos fazendo exames para doar rins para ele , quero saber se compativél com ele é so familia ou eu e outros amigos também podemos fazer o exame para doar , e enquanto tempo mais ou menos ele ficará sedado ?
    Quero também saber se pode existir sequelas mentais por causa do coagulo ou outros problemas mais !
    Obrigado , espero sua resposta !

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Olá Jheny,
    As sequelas não tem muito a ver com o coágulo, mas sim com o grau e a localização das lesões cerebrais que ele teve. Pelo o que vc descreveu o trauma foi muito forte o que não favorece. Não tem jeito, é preciso esperar.

    Em relação ao transplante, quanto mais próximo geneticamente for o doador, melhor é o resultado.

    Amigos podem doar, mas não é um processo livre de burocracia já que é preciso ficar comprovado que não há nenhum tipo de pressão, ameaça ou ganho secundário para a doação.

    É melhor e mais fácil ser algum parente.

    abs e melhoras para o seu namorado.

  • Jheny

    Hoje eu vim ler a sua resposta , e também dize-ló que acabou e meu namorado veio a falecer quarta feira as 11 horas da manhã e que muitas causas levaram ao obito irá sair daqui alguns dias o laudo da morte e se quiser lhe informo os motivos . Ele não aguentou sem os rins e outras mais coisas , e deu morte celebral !
    Obrigado pela atenção abraços .

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Meus pêsames.

  • evelyn

    Bom dia Dr. Tenho um parente que esta com fibrose pulmonar aproximadamente a tres anos. e nesta ultima semana eta internada mas de de dois dias pra ca deu uma recaida enorme tendo muitas grises de falata de ar, ate que entao o medico a levou para UTI para poupar a vida dela e a mesma encontra-se em sedada e so respira atraves da ventilacao mecanica. O medico diz q o caso dela é muito grave e eu gostaria de saber se mesmo ela estando nessa situacao q ela esta ela ainda pode se recuperar e voltar a respirar apenas com oxigenio como estav antes?Desde ja agrade;o a sua atencao…
    Abracos

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Evelyn,
    De longe e sem conhecer detalhes do caso é impossível estabelecer qualquer prognóstico.

    Qualquer coisa que eu diga seria mero chute.

    A possibilidade dela melhorar depende de inúmero fatores que não tenho como avaliar.

    abs

  • Rodolpho

    Boa Noite,

    Fiquei curioso, de ter o conhecimento a respeito de coma induzido, pois conforme noticiários brasileiros, a respeito do acidente do piloto de formula 1, Massa, que se encontra nesta noite em coma induzido, me despertou o interesse, pois a imprenssa brasileira, trata o coma induzido que ele foi submetido, como na verdade fosse o coma sem a intenção médica, ou melhor dizendo a imprensa ne, sou estudante de direito, e sou leigo neste assunto, mas pelo visto tirei todas minhas dúvidas a respeito. Parabéns pelo blog. Boa Noite!

  • Anonymous

    Dr. pedro gostaria de esclarecer uma dúvida um sobrinho meu de 09 anos sofreu um acidente e segundo os médicos ele teve traumatismo craniano e lesão celebral, o médico indicou uti de imediato e não conseguimos encontrar vaga em nenhum hospital público, e não tinhamos condições de pagar, então ele ficou 10 dias na enfermaria muito agitado me diga pode ter enfluenciado na morte dele por não ter ido para a uti, obrigado

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Por favor, leiam as regras antes de comentar.

    …………….

    Se havia indicação formal de CTI mas o paciente ficou em uma enfermaria e faleceu, vocÊ pode tentar processar o estado.

    Primeiro contacte o CRM e peça uma analise do episódio. De longe não tenho como dizer se esse fato foi determinante para o desfecho trágico

  • sandra

    Bom dia, meu sogro encontra-se internado na UTI, é paciente renal cronico, necessitando de hemodiálise, um dia sim, outro não, está com pneumonia,(segundo os médicos controlada), coração aumentado, respira com ajuda de ventilação mecânica. Estava sedado, até quinta-feira passada com dormonid, e até agora não acordou do coma induzido, é normal? Qto tempo demora para retomar a consciência num caso como o dele? Ele diante do quadro apresentado tem chances? è um senhor de 62 anos. Obrigada

  • Silvia

    OLá doutor,meu comentário não tem muito a ver com coma. Na verdade e uma dúvida sobre algo que aconteceu comigo. Eu tive uma cesária e durante a cirurgia eu setia muita dor, senti quando passaram um líqudo na minha barriga, a médica percebeu e somente perguntou se eu sabia se era quente ou frio, isso eu não soube responder então começaram a cirurgia. Não senti cortando não, mas senti muita dor durante.Depois que nasceu sentia os puxões da costura por dentro sabe? Por que será que isso aconteceu? O que devo fazer para não passar por isso de novo na próxima gravidez?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Sandra,
    Se a sedação foi prolongada, o sedativo pode circular no organismo por muito tempo. Pode-se dosar o dormonid na urina. Se este já não mais existir, deve-se pensar em alguma lesão neurológica que possa ester prolongado a inconsciência dele.

    Pelo o que vc me conta, ele tem sepse com falência de pelo menos 3 órgãos vitais (rins, coração e pulmão). É um quadro muito grave e com alto risco de mortalidade.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Silvia,
    A anestesia tira a dor mas não a sensação de tato. Da próxima vez converse com o anestesista e conte-lhe sua experiência. Talvez uma pouco mais de anestesia melhorasse… Não sei… Sem estar no local fica difícil opinar.

    abs

  • Anonymous

    Dr Pedro Boa noite, gostaria que tirasse uma duvida.
    Meu pai teve diabete descompensada e uma infeccao urinaria segundo os medicos caiu na rede sanguinea porem a infeccao ja esta controlada, ele estava em coma induzido há 4 dias no sabado ele tiraram a sedação so que ate o momento ele não acorda ele movimenta os corpo mais não abre os olhos. o que pode ser? sei que é dificil dar diagnostico mais é comum acontecer isso? meu pai tem alguma chance de vida?

    AGUARDO ANSIOSA PELA RESPOSTA!

    OBRIGADA!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Pode ser ainda sedação residual. É preciso esperar que não haja mais sedativos circulando na corrente sanguínea para se avalair o quaro neurológico.

    ————-
    Por favor leiam as regras antes de comentar.

  • Anonymous

    Dr. Agradeço muuito pela resposta fico pouco menos preocupada, ontem tentaram fazer uma transferencia para outro hosp para fazer uma tomografia, quando for por na ambulancia faltou oxigenio e quase ele teve outra parada, estou preocupada os medicos dizem que so depende dele, existe alguma outra forma de fazer exames para saber se esta faltando oxigenio no cerebro? e quais as consequencias se isso tiver ocorrido? a descompensação da diabete pode ter causado isso?

    AGUARDO DR. E MAIS UMA VEZ OBRIGADA, O SR ESTA SENDO UM ANJO EM MINHA VIDA!

  • Anonymous

    Boa tarde Dr Pedro e Dra Renata,

    Tenho uma amiga que foi submetida a uma retirada da apêndice. No pós operatório começou um inchaço e paralisia do rim ela foi direcionada a UTI, foi detectada infecção bacteriana no sangue. Induziram o coma.
    Ela fez hemodiálise e não respondeu, continua a inchar e sem eliminação de líquidos. Ela tem apenas 27 anos.
    Casos como o dela estatisticamente terminam em reestabelecimento total ou não?
    Muito Obrigada pela atenção.
    Maria Carolina

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Maria Carolina,
    Isso depende de vários fatores. Muito difícil dar uma opinião sem os dados do caso dela.

    Não tenho como te dar um dados estatístico pq eu não tenho acesso aos critérios de gravidade dela.

    O fato dela ter feito uma sepse e precisar de hemodiálise e ventilação mecÂnica é mau sinal. Se ela fosse idosa teria poucas chances. Mas sendo jovem e previamente saudável, as chances de recuperação são maiores.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Leitora anônima, peço que se identifque para eu saber com quem estou falando

  • Rose

    Dr(a)
    Ha treze dias meu pai teve uma hipoglicemia,que causou uma convulsão,broncoaspirou e teve avc(isso tudo na sexta feira dia 07/09)foi para o hospital e teve uma parada cariaca no sabado,no domingo foi entubado,na segunda estava com infecção generalizada,e recebendo droga para controlar a pressão e os batimentos cardiacos,no sabado seguinte(depois de 8 dias)a medica nos trouxe o resultado da tomografia,que o avc foi muito grande,pegou todo o lado direito,e nos desenganou,ja não havia a minima chance de sobreviver,resolveu(com acordo da familia)parar com as drogas,nisso ela falou q ele aguentaria em torno de 48 hs,hj fazem 4 dias e ele continua do mesmo jeito,esta totalmente em coma,não responde a nenhum estimulo,esta ate com a ligua caida para o lado direito,a pressão oscila muito,horas ta baixa horas esta normal,batimentos cardiacos normal(apesar de ter parado com as drogas)temperatura normal,mas continua entubado,nossos dias estão sendo uma tortura com essa espera,hj ela me falou q também esta surpresa com tudo isso,mas q o caso é irreversível mesmo,que ele provavelmente tinha uma reserva de energia no corpo e que assim q acabar ele entra em obito….me de uma luz…pos agora tenho muito medo que ele volte pra casa,pois o diagnostico era q se existisse a minima chance(coisa q não existia)ele teria q fazer uma traqueostomia e ficaria vegetando numa cama….por favor me ajude,essa agonia ta acabando comigo………

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Rose,
    tudo bem, entendi toda a história, mas exatamente o que vc quer saber?

    O seu medo é que ele receba alta e fique vegetando em casa?

    Isso não vai acontecer, principalmente se ele estiver entubado e no ventilador mecânico.

    Pelo o que vc me contou, os médicos parecem ser sensatos e não deixarão que isso aconteça.

  • Rose

    Obrigado DR Pedro,era exatamenete esse o meu medo……..Ele faleceu essa madrugada……….

  • Anonymous

    Oi Dr Bom dia! Eu já havia dito sobre o caso do meu pai que teve a diabete descompensada e o Sr me falou que precisava tirar toda sedação da rede sanguinea para avaliar o quadro neurologico, o que ocorre é já fazem 3 dias que ele esta sem nenhuma sedação, ele responde todos os movimentos do corpo mais não consegue acordar, ele não abre os olhos, não sei mais o que fazer estou desesperada no hosp que ele esta não tem tomografia e nem neurologista acredita?? tem que ser feita uma transferencia e eles não querem por causa da entubação pois ele ainda continua com o tubo mesmo respirando sozinho, por favor me ajude, me de um conselho o que podemos fazer? isso é normal? sera que foi uma avc?

    AGUARDO DR ANSIOSA

    OBRIGADA MAIS UMA VEZ

    SHEILA

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Sheila,
    Antes de mais nada seria bom fazer o exame de urina para ver se ainda há sinais de sedação

    Se realmente não há mais sedação, seria importante fazer uma tomografia para descartar AVC.

    Se ele já não está mais no ventilador porque está com o tubo ainda? Ele está em processos de retirada ? Sem a tomografia fica dificil avaliar o que está acontecendo.

  • Anonymous

    Dr Obrigada pela resposta…

    Então Dr ontem tentaram fazer a retirada do ventilador mais eles informaram que ele esta respirando muito devagar e eles acharam melhor não tirar e como ele ficou muito agitado eles sedaram ele ontem de novo…sei que ele precisa ser transferido para fazer a tomografia para desvendar tudo isso mais como Dr???? com este ventilador eles disseram que não vão transferir e meu pai vai ficar la ate quando? e se tiver agravando? o que posso fazer? que atitude devo tomar?? isso é normal?? me ajude pelo amor de Deus!!!

    obrigada mais uma vez

    SHEILA

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Sheila,
    Se o hospital não tem TC e os médicos acham que ele não tem condições de ser transportado, então não tem muito jeito.

    É uma questão de saber se os médicos acham que essa TC é muito importante ou não. Se for, o que vc pode fazer é ir direto ao diretor do hospital e ver o que ele sugere.

  • Anonymous

    Oi Dr. obrigada novamente o Sr. é excelente tem ajudado bastante, é muito bom ter uma segunda opinião.

    Ontem estive no hospital e ele continua entubado usando o ventilador a medica informou que ele precisa ser transferido o quanto antes e que eles vão fazer uma traqueostomia pois ele ja esta ha mais de 12 dias com o tubo e ela disse que não pode pois podera trazer outras complicações futuras, eles pediram para assinar um termo pois por ser um paciente diabetico e como ele ainda esta em caso grave pode ser uma cirurgia de risco, agora não sei o que fazer? autorizo esta cirurgia? este é o melhor meio? depois desta traqueostomia meu pai tera maiores chances de ser transferido? qual a diferença com e sem esta traqueostomia ? O Sr pode me ajudar por favor?

    AGRADEÇO MUITO DESDE JÁ.
    ESPER NÃO ESTA ATRAPALHANDO.

    OBRIGADA!

    ABS
    SHEILA

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Sheila,
    É indicado fazer a traqueostomia em pacientes entubados por muito tempo. Diminui a incidência de pneumonia associada ao ventilador.
    É um procedimento comum.

  • Anonymous

    Boa tarde, gostaria de saber ate que ponto uma pessoa em coma sente, porque nao ve nada esta sedado, entao continua ouvindo? Reconhece as pessoas que vao visitar? Como a pessoa fica? Seria a mesma sensação que dormir? Tenho um amigo que sofreu acidente e esta em coma induzido e sempre que a namorada vai visitá-lo ele se altera.
    Obrigada

    Camila Festa

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Camila,
    Depende do grau de sedação. Se a mesma for profunda, o doente não sente nada. É igual uma anestesia para cirugia. Ninguém sai de uma cirurgia e lembra do que aconeteceu ou do que os médicos falaram.

    Se ele reage é porque a sedação não está tão profunda.

    Independente do que ele sente, ele depois não vai se lembrar de nada, tanto pelo trauma como pelo efeito amnésico dos sedativos

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Carlos,
    Se o seu irmão tem cirrose avançada provavelmente o coma dele deve ser da doença.

    Tenho um texto sobre cirrose, onde falo sobre insuficiência renal em cirróticos. Procure por ele.

  • a carlos

    DR Pedro
    Não encontrei o texto sobre insuficiência renal em cirróticos.

  • Anonymous

    Boa tarde Dr. Pedro / Dra. Renata,

    Meu nome é André, meu pai tem 56 anos esta internado em CTI. Esteve em coma induzido por 19 dias devido à um Infarto. As drogas utilizadas na ocasião foram Dormonid e fentanil. O quadro dele hoje é instável, pressão arterial, batimento cardiáco normais, tomografia cerebral aparentemente sem lesões visivéis. Porém, hoje está fazendo 5 dias que a sedação foi retirada e até o momento ele não despertou! Esta fazendo uso somente 5 gotas de 8 em 8h de Haldol. A minha dúvida é: Qual o tempo máximo que seria considerado “comum” para um paciente em suas condições despertar levando em consideração os 19 dias sob sedação? Ele também esta fazendo diálise para ajudar na liberação dos resíduos!

    Desde já agradeço pela atenção!

    Abraço,

    André

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    http://www.mdsaude.com/2009/07/cirrose-hepatica.html

    O texto é sobre cirrose e suas complicações

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    André,
    Não existe tempo máximo. Seu pai ficou 19 dias sob sedação, o corpo demora a eliminar as drogas, principalmente em casos de insuficiência renal. O midazolan (Dormonid) não sai na diálise.

    Se ele urina uma opção é dosar as drogas na urina para ver se elas ainda estão presentes.

  • Anonymous

    Preazado Dr. Pedro,

    Ontem ele fez o exame de urocultura e ainda apresentou presença das drogas. Ele mexe com os olhos fechados e abre a boca, mas não desperta!!! Será que enquanto não for eliminadas completamente as drogas ele não despertará?
    Muito obrigado pelo esclarecimento, foi de grande valia para mim neste momento de angustia!!!

    Grande abraço,

    André

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    André,
    Enquanto houver sinais de que ainda há sedativos na circulação, não se pode tirar nenhuma conclusão quanto ao estado neurológico dele.

  • Anonymous

    UM PACIENTE Q TEM UMA ANEURISMA CEREBRAL, VAI PASSAR PELO PROCESSO DE EMBOLIZAÇÃO.
    GOSTARIA DE SABER SE HÁ RISCOS E QUAIS SÃO OS RICOS NESSE PROCESSO.

    DESDE JÁ, AGRADEÇO A ATENÇÃO.

    GLEIDSON GONÇALVES

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Gleidison,
    Todo procedimento médico tem risco. Mas a embolização apresnta menores taxas de complicações que a cirurgia. As pricipais são reação ao contraste e sangramentos.

  • Marcia

    Boa tarde Dr.
    Minha mãe foi internada com suspeita de pancreatite. Ela ficou 2 dias no soro em jejum total. No terceiro dia ela piorou e levaram ela para a UTI. Os médicos disse que ela tinha algo mais.Falei com ela na UTI e ela disse que havia liquido em sua barriga.No mesmo dia ela foi entubada.No outro dia resolveram operar e viram que era uma ulcera estorada. O liquido atingiu todos os seu orgãos e ela teve uma sepse grave. Fazem 12 dias que ela está na UTI em coma induzido, ventilação mecânica e fazendo dialise. Os médicos disseram que não há mais nada a ser feito a não ser os antibióticos para tratar a infecção, e a dialise. Gostaria de saber se os antibióticos são realmente eficazes e se realmente só depende do organismo dela, ou eles podem fazer algo mais. E qual o risco que ela corre com essa infecção para ocasionar o óbito. Tipo: parada cardiaca, falencia dos orgãos….
    Agradeço a sua atenção e aguardo retorno.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Marcia,
    Não é que não haja mais nada a ser feito. O tratamento está feito, agora é ter paciencia e esperar que ele consiga resolver o problema. Teoricamente o que tinha que ser feito já o foi.

    Pelo o que vc conta o quadro é grave. Sepse com necessidade de ventilação mecância e hemodiálise apresenta alta mortalidade. Agora tudo depende do grau de resistência do corpo dela. Se ela for muito idosa e já tinha outras doenças como diabetes, problemas do coração ou pulmão, o risco é maior. Se ela tem menos de 60 anos e era saudável, a chance de sobreviver aumenta.

    Agora é um dia após o outro. O quadro tem que ser reavaliado diariamente. Se a cada dia ela apresenta alguma pequena melhora, ótimo. Se a cada dia surge um novo problema e ela piora, o prognóstico não será dos melhores.

  • Anonymous

    Boa Dia Dr. Pedro e Dra. Renata, gostaria de agradecer ao belo trabalho que realizam com esse blog, estou tendo uma experiencia bem dificil neste campo e lendo o blog consegui me tranquilizar. Minha irmã sofreu uma trombose do seio cavernoso e passou por varios procedimentos assustadores para mim e toda minha familia, mas agora já esta fora de risco, mesmo assim me sinto na obrigação de agradecer pelos esclarecimentos, Obrigada; Jozélia.

  • ઇ‍ઉ тнαтнα

    Boa tarde Dr. Pedro….
    Eu gostaria de saber que se um paciente com a gripe H1N1, pode ser induzido ao coma e pq isso é necessário???

    Obrigada.
    Aguardo retorno

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    ઇ‍ઉ тнαтнα,
    Qualqeur doente com insuficiência respiratório pode e deve ser induzido ao coma para poder ser acoplado a um ventilador mecânico. Acredito que este tenha sido o caso.

  • GAL

    Boa Tarde! Eu queria saber o que faz o paciente sair de um coma profundo para o coma induzido? Que reações ele tem que ter para acontecer isso? é verdade que pacientes em coma escutam? Desde já agradeço e parabenizo pelo espaço e pela preocupação com o próximo Deus abençoe vcs!

  • Lisa

    Boa tarde!
    Achei este site e achei interessante e decidi comentar aqui o que se passa com a minha irma…
    Ela tem um tumor no cerebro, numa parte que afecta o crescimento e não se pode mexer, desde os 7 anos de idade, hoje em dia com 43 nunca se tinha manifestado…
    Há uma semana e 5 dias entrou no hospital com sintomas pareçidos aos da gripe A, ficou internada no hospital. E veio a saber-se que era um rim que estava a funcionar mal. Domingo começou a a ficar muito pior, a ter ataques, fazer necessidades na cama, tirar o soro…Os médicos nunca dizeram nada em concreto só falavam do rim. Aconteçe que 2 dias depois disso começou a estar mesmo mal, ligada a todos as maquinas e sem falar e abrir os olhos. Na quinta fomos vê-la e foi tranferida para o Hospital Francisco Xavier em Lisboa e estava no Amadora Sintra. Mas sempre sem saber o que realmente se passava, mas sabiamos que era algo grave.
    Sexta ainda não tinhamos conseguido falar com o médico e finalmente sabado consegui falar com uma médica e saber o que realmente se passava. Então está com uma mancha muito grande no cerebro, tem os niveis da tiroide todos alterados, uma infecção respiratória e mais algumas coisinhas… Está em como induzido há alguns dias e a médica disse que ainda ia ficar assim até terem os niveis todos bem, mas o caso é muito grave. Ainda por cima veio desidratada do hospital Amadora Sintra. Ontem fomos lá, quer dizer vamos todos os dias, mas estou a mencionar os piores…e a enfermeira disse que ela tinha piorado. Estava mais inchada e tinha mais tubos na boca, pois ela está nos cuidados intensivos e esta ligada a todas as maquinas estranhas. Gostava que me ajudassem um pouco.
    A médica diz que a esperança é a ultima a morrer…mas infelizmente sei que o caso é muito grave. Podem me dizer alguma coisa sobre este casa.
    Muito Obrigado!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Lisa,
    Exactamente como vc gostava que eu te ajudasse? Qual é a sua dúvida?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Gal,
    Pacientes em coma podem até reagir a estimulos esternos como barulhos, mas não tem capacidade de guardar ou entender o que está sendo falado.

    Não se passa ninguém de coma profundo para coma induzido. Não transforma um tipo de como no outro. Se o doente se recupera de um coma natural, não há pq induzi-lo ao coma profundo.

  • GAL

    Pessoas com edemas no cerebro tem que ser assistidas obrigatóriamente por um neuro? Caso a pessoa não tenha acesso a um neuro mesmo numa CTI ela pode ser prejudicada no caso de não ter um diagnóstico preciso? Quais exames podem ser feitos após uma tumografia para avaliar melhor as condições do paciente? Quando não há um neuro num hospital, quem dá o laudo de uma tumografia? Um médico de UTI está apto para interpretar um laudo como este? São muitas as minhas dúvidas me desculpem estou anciosa…Agradeço de coração as informações passadas anteriormente e fico no aguardo de mais essas. Fiquem com Deus, até…

  • luci mari

    Olá,Dr. Pedro gostaria de saber se um paciente em coma induzido,pode ouvir e entender o que as pessoas estão falando.Se a pessoa,piscar os olhos ou fazer tipo uma careta,são reflexos?.Sua ajuda vai me esclarecer,muitas duvidas no caso que acabou de acontecer em minha família.obrigada desde já.

  • http://www.blogger.com/profile/04393336581392706630 Dra. Renata Campos

    Gal,
    não necessariamente, depende da causa do edema cerebral e esse diagnóstico pode ser feito por qualquer médico. Os exames a seguir a tomografia dependem do diagnóstico, do estado clínico do doente e do resultado do exame. O laudo da tomografia é dado pelo radiologista e o médico do CTI certamente tem capacidade para interpretá-lo.

  • http://www.blogger.com/profile/04393336581392706630 Dra. Renata Campos

    Luci Mari,
    depende do grau de sedação a que ele está submetido. Alguns doentes conseguem sim ouvir e podem piscar os olhos quando lhes é solicitado. Quem vai poder te esclarecer isso é o médico que está acompanhando o doente.
    Abraços.

  • GAL

    Dr, Renata obrigada pelos esclarecimentos.Infelizmente meu pai faleceu no dia 06/11…. Mesmo com esses problemas de derrame a causa da morte foi choque séptco, infecção no trato urinário e outra coisa urinária que não lembro… Mesmo assim agradeço a sua atenção e a disponibilidade de vcs em ajudar o próximo. Quem chega a postar uma pergunta tão pessoal online é porque está ancioso por respostas que nem sempre podemos ter junto aos médicos que nos assistem. Fiquem com Deus!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Gal,
    Nossos pêsames.

  • goretti

    meu cunhado esta internado a mais de 30 dias, ele tem erisipela e gota, e por demora de atendimento complicou tem mas de 10 dias que esta no salgado filho, foi internado com erisipela necrosante, quinta passada eles amputaram a ate a metade da coxa, tomou 5 bolsas de plasma, e após 24 horas teve uma parada cardiáca e insufucuência respiratória, foi para o CTI, onde está em coma induzido, os rins pararam de funcionar a pressão está 110x50mmhg,103 bcpm, todo inchado, os médicos dizem que não podem fazer hemodiliase enquanto a pressão chegar acima de 120×60,gostaria de saber se não outro meio ,como a dialise sem máquina, da a impressão que ele vai estourar,está deformado,peço uma orientação uma luz,desde já obrigado

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Goretti,
    Não existe essa história de só fazer diálise se a pressão estiver acima de 120x60mmHg. A justificativa deve ser outra, pois essa não faz sentido.

  • goretti

    infelizmente Dr. Pedro ele veio a falecer na sexta-feira com sepse, estava todo transfigurado de tão inchado,os rins paralisaram a 3 dias,
    no atestado tava iscrito, sepse,amputação de menbro inferior direito, e erisipela bolhosa, obrigado pela informação e sempre entrarei ak para tirar minhas dúvidas

  • Anonymous

    Olá!

    Apenas vim avisar que meu pai faleceu sabado dia 21/11/09, está doendo muito a falta dele, mas que pena que não deu tempo de ler a resposta de vcs à minha pergunta.

    Obrigada mesmo assim.

    Abraços

    Vera Lucia

  • Robson Werneck

    Dr. Pedro e Dra. Renata, quando um paciente sai do coma induzido e volta a responder de varias maneiras. O paciente ouve, vê, meche com todos os membros do corpo, etc. Mas o mesmo não fala, quais os motivos possiveis para este quadro? É normal um paciente apresentar este tipo de comportamento após permanecer um grande numero de dias sedado? Obrigado pela atenção!

  • Nayara

    Dr Pedro,
    Minha Irmã (17anos) sofreu um acidente de automovel no dia 05/10, ela teve traumatismo cranianona,na madrugada do dia 06/10 ela passou por uma cirurgia na cabeça ( tiram um pedaço do cranio dela e colocaram na barriga, disseram que era para não afetar o célebro porque esta inchando muito e o pedaço do cranio na barriga iria ser preservado e assim que desinchasse colocoria de volta) e esta internada na UTI a 63 dias ( esta irternada no Hospital Municipal do Tatuapé),ficou em coma induzido e a uma semana aproximadamente tiraram o ventilador mecanico, ela consegue respirar praticamente sozinha com um pouco de dificuldade é claro, graças a Deus ela já recebeu alta da UTI e esta esperando uma vaga no quarto, porém tenho dúvidas !!
    ela ainda continua com um edema na cabeça do lado onde foi feito a cirurgia,e o corpinho dela esta atrofiando, acho que é pelo fato dela esta deitada todo este tempo!
    os braços não dobram,as mãos agora estAo normais, e os pés estão curvados para dentro. Ela pode receber alta assim mesmo ?
    tenho medo que o hospital a mande para casa, a minha família ( minha mãe e eu)não temos condições de contratar os servições de infermeiras e fisioterapeutas !!
    Gostaria de saber também se o senhor conhece algum instituto que aceite as condições que a minha irmã apresenta para transfiri-la do hospital onde a ela esta ?

    desde já meus agradecimentos,

    Nayara

    e-mail: nayaracontagem@hotmail.com

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Robson,
    De longe é impossível fazer uma avaliação. Mas isso não é uma reação esperada. Talvez seja necessária uma avaliação neurológica para saber se não houve danos cerebrais.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Nayara,
    Esses problemas devem ser passados para equipe médica. Se o hospital entender que ela tem condições de alta médica, o hospital através da equipe de assistentes sociais pode providenciar serviços de fisioterapia domiciliar pelo estado. É uma questão de discutir o caso com a equipe médica e se necessário, com a direção do hospital.

  • Janaina

    Uma colega sofre um acidente a cerca de quinze dias, teve traumatismo craniano e foi a coma induzido, ams quando tiraram ela do coma induzido, tive a informação que agora ela estava em coma vigio! Gostaria de saber o que isso significa ? coma vigio ? Ela pode se recuperar? Obrigada!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Janaina,
    o coma vigil é aquele em que a pessoa apesar de abrir os olhos, e aparentar estar acordada, mantém-se incapaz de interagir com o meio externo. Ela está inconsciente apesar de estar vigil.

  • Anonymous

    Sou Enfermeira, e vários pacientes já me falaram desse site.
    Parabéns!
    Flávia
    Camaçari-Ba.

  • monique

    Dr. Pedro, primeiro muito obrigada por sua ajuda esclarecedora e elucidativa, muitos de nos temos dificuldades de entender muitas das terminologias usadas pelos profissionais de saude e o sr vem aqui nos esclarecer, muito obrigada de coraÇao. Bem, o meu genro de 22 anos sofreu um acidente de moto ha 5 dias, todas as suas lesoes, inclusive traumatismo craniano,com edema importante, foram no lado esquerdo. Ele foi sedado coma induzido, e ao completar 48 horas de internaÇao teve pico de pressao intra craniana chegando a 35, os medicos disseram que isso foi contornado e a pressao nao passou mais de 20, 22, como havia acabado de comer, no ato da entubaÇao vomitou muito e apesar de estar com antibiotico intravenoso diagnosticaram atraves de exames laboratoriais que ha uma infeccao, os medicos estao achando que pode ser no pulmao, sera que no momento do vomito ele pode ter aspirado algum liquido e ter causado essa infeccao, a cura e dificil quais sao os tipos de sequela que ele pode ter, tem chances de sair ileso! desde ja agradeÇo.
    Monique – rj

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Monique,
    não só é possível como é algo que ocorre com alguma frequência.

  • Carlos Elias

    Meu irmão está internado com pneumonia, após cirurgia de desobstruçao intestinal. O quadro geral é bom, pelo que os médicos dizem. Ontem retiraram o respirador e começaram a fisiotrapia respiratória, mas hoje ele voltou ao respirador. Imagino que a pneumonia deverá estar totalmente controlada para retirarem novamente o tubo. Em quantos dias uma pneumonia é curada? O diabetes que ele tem (controlado) dificulta a cura da pneumonia? Agradeço antecipadamnte uma resposta.

  • Kamila Marques.

    Meu noivo esta nessa situação, coma induzido.
    E é exatamente o que vc escreveu sobre o caso da sensibilidade dos tubos na garganta.

    Adorei, obrigada!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Carlos,
    1- Em geral 8 a 10 dias
    2- sim

  • william leandro

    dr. meu pai faleceu de aneurisma os medicos falarm que a veia responsavel pelo oxigenio do cerebro rompeu.alguns diaas antes do obito levamos um pastor para orar por ele sou cristao e creio q se uma pessoa poder pedir perdao pra Deus esta salva.bom sera q ele podia ouvir o pastor?sera q ele podeeria somente pensar em Deus?pensar no arrependimento?ele nao tinha nenhuma reacao.apenas quando ele ouvia minha voz os batimentos se alteravam e uma lagrima corria de seus olhos (sempre fechados)obrigado.desculpa pela pergunta mt longa

  • IVSON

    Dr. Pedro, apenas queria lhe parabenizar pelo seu blog, pois acaba trazendo algum conforto através de suas palavras.

    att,

    Ivson Leal
    Olinda-PE

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    William,
    Provavelmente não, mas isso é algo que nunca se pode afirmar.

  • http://www.twitter.com/lucimunhoz Dra Luciana Munhoz

    Olá

    Parabéns aos doutores pelo blog!!

    Quando o coma induzido é indicado nos casos de pacientes em tratamento por leucemia?

    Desde já agradeço a resposta.

    Dra Luciana Munhoz (Cirurgiã Dentista)

  • Pança Cheia

    Olá Dr. Pedro, gostaria que o “senhor” explicasse-me melhor as duas afirmativas que fez em diferentes tópicos acima:

    _”Se a pneumonia for grave e o paciente necessitar de ventilação mecânica, sim.”
    _”O processo de intubação, principalmente se prolongado está associado a uma maior incidência de infecções, principalmente dos pulmões.”

    Gostaria de saber o custo/benefício de sedar um paciente com pneumonia ou pneumonite.

    Muito obrigada,
    Ana Carolina Gandini Panegossi.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Dra Luciana,
    o fato do paciente ter leucemia não influencia nas indicações para o coma induzido. As indicações continuam as mesmas.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Ana,
    Se o paciente tiver um pneumonia grave, entrar em insuficiência respiratória, e necessitar de ventilação mecânica, a sedação estará indicada.

    A ventilação mecânica está indicada nos casos onde o paciente já não é mais capaz de respirar adequadamente sozinho. Onde há risco de morte se ele não receber ajuda para respirar.

  • Ana Santos

    Boa tarde,
    Tenho o meu avô internado nos Hospitais da Universidade de Coimbra nos cuidados intensivos, sob efeito de coma induzido… O vosso blog foi bastante útil para mim, no entanto existe uma pergunta que persiste.

    Ele tem o sedativo muito baixo e qualquer pessoa da família que o acompanha sente que ele ouve. Não sabemos muito bem se percebe ou não mas parece gostar porque ele dirige o olhar para nós e parece que quer chorar sempre que alguém lá vai. As perguntas são: Acha correcto/importante falar com um paciente em coma induzido? Deve-se falar de tudo em geral ou deve-se ter alguma restrição naquilo que se diz? Já nos apercebemos que não podemos fazer perguntas como ‘Como estás hoje?’ porque ele se altera…

  • Natuxa

    como induzido faz a pessoa perder a memoria por causa da quantidade de remedios? essa perda de memoria demoraria qt tempo?

    Natuxa Beckhauser

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Ana,
    dependendo do grau de sedação é possível que o paciente reaja a estímulos do ambiente, como sons, por exemplo. Porém, é pouquíssimo provável que ele seja capaz de entender o que vocês dizem.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Natuxa,
    a amnésia é causada pelos medicamentos. É uma característica destas drogas. Ela dura para sempre, mas é referente apenas ao tempo em que as drogas agiam. Ele não esquece fatos passados da sua vida.

  • Paulo Andre

    Como ocorre o procedimento para se interromper o “coma induzido”, se retira a ventilação forçada antes ou depois?
    Obrigado.

    Paulo – SP

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Paulo,
    quando queremos acordar o paciente, basta suspender os sedativos e esperar que seu efeito desapareça. A ventilação artificial só é retirada quando o paciente já está consciente.

  • Anonymous

    Boa noite doutores !
    Por gentileza gostaria de tentar entender um pouco mais sobre o quadro do meu sogro o qual foi baleado em uma tentativa de assalto e o qual chegou ao hospital com o coração parado em razão da falta de sangue. Os médicos conseguiram reanimá-lo com massagem direta no coração ( 03 minutos ) com o coração parado… ele esta a 35 dias na UTI e já acorda mas tem picos de pressão alta e baixa, já venceu a infecção mas esta a 48 horas sem sedativo porém esta aéreo e bastante agitado… notei que o lado direito do corpo dele ( braço e perna ) não tem movimento algum.. pode ter havido dano neurológico ?… agradeço a atenção, muito obrigado !…Machado

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Machado, toda parada cardíaca pode causar danos cerebrais. Enquanto o coração está parado, o cérebro está sem receber oxigênio, fazendo com que haja morte maciça de neurônios.

  • Rayanne

    Olá Dr.
    Muito interessante essa sua iniciativa de criar esse blog!

    Gostaria de tirar algumas dúvidas.
    Sempre ouço coma induzido, e sempre tive dúvida como era feito, e qual a finalidade.
    Ao indagar um enfermeiro, ele me explicou que é feito através da sedação.
    Ai me surgiu outra dúvida: existe alguma diferença entre sedação e coma induzido?? (Algum medicamento, ou dose do mesmo)Se sim, qual?? E se não, porque essas duas nomeclaturas?
    Outra dúvida que me persegue: a diferença entre: coma, torpor, letargico, obnubilado, sonolento… :/

    Agradeço desde ja a atenção.
    meu email: rayanne_onofre@hotmail.com

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Rayanne
    Coma induzido é o nome que os leigos usam para sedação.

    Torpor, obnubilação e sonolência são semelhantes. Letargia é um estado onde as reações estão mais lentificadas.

  • Anonymous

    Ola doutor,
    primeiramente parabens pela materia, muito boa.
    Tenho uma duvida: é verdade que uma pessoa em coma é capaz de escutar o que você fala e ainda se lembrar disso e ser capaz de comentar o que ouviu dias depois de sair do coma?

    agradeço a resposta,
    Diego

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Diego
    Não. Mas dependendo do grau de coma ela pode reagir a estímulos sonoros.

  • Daiane

    Dr Pedro, parabéns pela iniciativa do blog, além de didático, o senhor, é paciente e atencioso em suas respostas.

  • http://hotmail.com/ alessandra freire

    Nem precisei perguntar, pois, tive a resposta que preciso diante de tantas pessoas que passam pelo que eu estou passando. Muito obrigada por ter uma iniciativa tão linda….capaz de ajudar a quem precisa num momento aonde somos leigos e queremos ajudar e ter esperanças……muito obrigada Dr.pedro pinheiro muito obrigada mesmo.

  • taise

    Oi Doutor, o senhor saberia me informar depois de quanto tempo que a pessoa volta a falar após sair dos aparelhos respiratórios ?
    Desde já agradeço !!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @taise
    Depende. Se a pessoa não tiver lesões neurológicas pode falar imediatamente.

  • Rachel

    Dr. Pedro, tenho uma amiga querida que está enfrentando um câncer, hoje, alojado na medula. Ela, muito corajosamente, aceitou fazer o 3° ciclo de quimioterapia. Ela teve complicações e agora entrou em coma induzido para realizar uma hemodiálise, já que os médicos nos informaram que os rins dela pararam. Hoje, obtivemos a resposta de que a hemodiálise não funcionou. O que eles quiseram dizer com isso? Ela será acordada desse coma? Será que ela sobreviverá?
    Desde já agradeço por ouvir meu desabafo.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Rachel
    Entendo seu desespero, mas seria muito irresponsável da minha parte opinar à distância sobre um caso tão grave. Eu não tenho as resposta que vc precisa. Só quem pode ajudá-la são os médicos que estão seguindo o caso.

  • Anonymous

    Boa noite! Acabo de chegar do CTI, onde estive visitando meu pai, que está sedado e usando o ventilador de UTI (desculpem qq erro técnico, pois não sou da área). A minha pergunta é: meu pai pode perceber que eu e minha mãe estamos ali com ele? Ele percebe os toques, beijos e carinhos que lhe fazemos? Percebe quando seguramos a sua mão? Fico falando com ele, na esperança de que ele esteja ouvindo mas, não sei!! Ele tem 82 anos, seqüela de AVC há 26 anos e recebeu diagnostico de Alzheimer há 3 anos. Foi internado por ter feito uma pneumonia por bronco aspiração e, já no hospital, ainda diagnosticaram uma infecção urinária. Tanto o médico particular dele como o médico do CTI nos disseram que o quadro dele é muito grave!! Drs. Pedro e Renata, só quero mesmo saber se ele está sentindo que estamos ao lado dele, passando amor e carinho naqueles poucos momentos de visita ao CTI. Dor eu sei que ele não está sentindo, o que já me conforta.
    Agradeço desde já a sua atenção! Parabéns pela iniciativa do blog! Vou divulgar seu trabalho.

  • Anonymous

    Não consegui assinar minha pergunta. Meu nome é Mirella e eu sou a filha do paciente idoso com Alzheimer no CTI, que lhes indagou se ele percebe nossas visitas.
    Grata mais uma vez!

    Mirella

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Mirella
    Sim, o carinho ele pode sentir, mas é muito difícil sabermos até que ponto ele consegue entender o que se passa. Porém, amor e carinho nunca são demais.

  • daiene

    Ola! tenho dois amigos que sofreram um acidente de carro, eles se encontram em estado grave, pois sofreram muitos danos na cabeça, inclusive, o medico não fechou o ferimento na cabeça de um deles. os dois se encontram em coma. A mãe de um deles foi o visitar e disse que ele reagiu ao que ela disse. Isso pode acontecer? é possivel uma pessoa em coma sentir o outra do seu lado, ouvir e até chorar?
    Obrigada, aguardo resposta! Daiene- MG

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @daiene
    Sim é possível.

  • Anonymous

    Olá DR. Pedro
    Meu irmão sofreu um acidente, ja fazem 10 dias q esta na UTI, na realidade osm edicos afirmaram q o acidente foi causado por talvez um AVc ou peqnos aneurismas, ele esta em coma induzido e agora ficamos sabendo q não há como detalhar exatamente qual sua lesão no cerebro, pq o pulmão dele esta bem ferido, trocaram o dreno p/ uma melhor retirada do liquido ; Ele tem 34 anos , jovem forte e cheio de vigor; Então DR por todos esses aspectos em sua visão médica ele pode ter maiores chances de recuperação comparando-se a pessoas mais velhas?
    E é normal o fato de vir a ter uma pneumonia msm estando no hospital?
    Qual o risco de uma infecção sanguinea?
    Desde ja agradeço toda sua boa vontade;
    Meu nome é Márcia
    Abraços

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Márcia
    Quantom mais jovem e saud[avel, maiores as chances de recuperação. Sim é comum pneumonias hospitalares em pacientes em coma induzido.

  • Rayanny Evelin

    Olá. Eu queria saber, se quando o paciente esta em coma induzido (sedação) pode escutar o que nós falamos com ele.. Muito Obrigado, aguardo resposta

  • ceça

    gostaria de saber se o pc esculta as pessoas falando com ele e se entende quando estao emtubados

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Rayanny Evelin
    Pode até ouvir se a sedação não estiver muito intensa, mas não consegue compreender bem e não vai se lembrar depois que sair da sedação.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @ceça
    Depende da intensidade da sedação.