PERÍODO FÉRTIL PARA ENGRAVIDAR

Saber identificar o período fértil não é uma tarefa simples. Em geral, a mulher só fica fértil uma vez a cada mês e o óvulo liberado tem uma janela de tempo muito curta para ser fertilizado, ao redor de 24 horas.

Muitas mulheres que estão à procura de engravidar têm dúvidas sobre quando é o seu período fértil e quando é melhor momento para ter relações sexuais visando uma gravidez.

Ao contrário dos homens, que são férteis o tempo inteiro, a mulher só pode engravidar durante um período muito curto em cada mês. Na verdade, cada óvulo liberado pelo ovário só fica viável por cerca de 24 horas. Se não for fecundado nesta curta janela, ele degenera e termina o período fértil daquele mês.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Portanto, saber reconhecer o seu período fértil é essencial não só para facilitar, como também para evitar uma gravidez, dependendo de qual é o seu desejo.

Neste texto iremos responder as seguintes questões sobre o período fértil:

  • Como funciona o ciclo ovulatório normal?
  • Quando ocorre o período fértil?
  • Como aumentar as chances de engravidar?
  • Quais são os melhores dias do ciclo menstrual para ter relações sexuais?
  • Como saber se está ovulando?
  • É possível engravidar estando menstruada?

Este artigo é uma versão simplificada do texto CICLO MENSTRUAL | PERÍODO FÉRTIL, mais completo e com maiores explicações sobre as alterações hormonais que regem o ciclo ovulatório. Neste texto vamos abordar o ciclo menstrual de modo mais superficial, dando mais ênfase ao período fértil e fornecendo dicas de como reconhecer a ovulação.

Ciclo menstrual normal

Para que você entenda o que é o período fértil, vamos antes fazer uma breve e simples revisão sobre o aparelho reprodutor feminino, ciclo menstrual e ação dos hormônios sobre a ovulação. Não se assuste, vamos tentar escrever de forma bem simples e didática para que todos possam entender.

O ciclo menstrual é um processo natural que ocorre de modo cíclico em todas as mulheres férteis. Todo ciclo em que ocorre uma ovulação inicia-se e termina com a menstruação. A menstruação é um sinal que mostra que a mulher ovulou, mas este óvulo não foi fecundado.

A primeira menstruação da vida da mulher chama-se menarca. A última chama-se menopausa.

Componentes do sistema reprodutor feminino
Sistema reprodutor feminino

Por convenção, o ciclo menstrual (ciclo ovulatório) inicia-se no primeiro dia da menstruação, durando, em média, 28 dias e terminando no primeiro dia da menstruação seguinte. Algumas mulheres têm períodos mais curtos de até 21 dias, enquanto outras possuem períodos mais longos, indo até 35 dias. Mulheres adolescentes com menarca recente podem ter ciclos de até 45 dias, uma vez que seu sistema reprodutor ainda está amadurecendo. O mesmo prolongamento pode ocorrer com mulheres próximas da menopausa, quando já começam a haver sinais de falência dos ovários (leia: SINTOMAS DA MENOPAUSA).

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Ao contrário dos homens que produzem seus espermatozoides continuamente ao longo de toda a vida, as mulheres nascem com um número contado de óvulos. São cerca de 450.000 e eles ficam estocados nos ovários, sendo liberados, na maioria das vezes, apenas um por ciclo. Enquanto os homens são férteis por toda a vida, as mulheres só podem engravidar entre o período de anos que compreende a menarca e a menopausa.

Os órgãos reprodutores das mulheres consistem em dois ovários, duas trompas, um útero e a vagina.

Para facilitar o entendimento, vamos considerar o ciclo normal aquele com 28 dias, começando e terminando sempre no primeiro dia da menstruação.

O ciclo menstrual é regido pelos hormônios TSH e LH, produzidos na hipófise, glândula localizada no cérebro, e pelos hormônios estrogênio e progesterona, produzidos pelos ovários.

Todo o processo hormonal têm duas funções: provocar a ovulação e preparar o útero para receber o feto, caso óvulo seja fecundado.

Resumidamente, o que ocorre é o seguinte:

1- Durante os primeiros dias do ciclo, o cérebro produz o hormônio FSH que provoca o amadurecimento dos óvulos, que por sua vez, passam a produzir estrogênio.

2- Enquanto os óvulos vão ficando maduros, o estrogênio age no útero, fazendo com sua parede (endométrio) cresça e se torne um local propício para a implantação do óvulo, caso este seja fecundado.

3- 14 dias antes da próxima menstruação, quando pelo menos um dos óvulos já encontra-se suficientemente maduro, a hipófise lança na corrente sanguínea um outro hormônio, chamado LH, que dentro de 36 horas provocará a ovulação.

4- Quando a mulher ovula, lança seu óvulo em direção as trompas e o ovário começa a produzir um novo hormônio, a progesterona, que será responsável em manter o útero rico em nutrientes e circulação de sangue, à espera do feto.

5- Se o óvulo não for fecundado, ele se degenera e a concentração de todos estes hormônios começa a cair. Sem hormônios, a parede espessa do útero não tem como se manter, e ela desaba. Isto é a menstruação. Agora, um novo ciclo se reinicia.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Como saber se estou no período fértil?

A menstruação ocorre sempre cerca de 14 dias após a ovulação. Não há como prever quando a mulher vai ovular, mas é possível saber retrospectivamente quando ela ovulou. Basta contar 14 antes do primeiro dia da menstruação. Isto significa que se o primeiro dia da nova menstruação foi no dia 20, a ovulação ocorreu ao redor do dia 6.

Mais uma vez, não é possível prever o dia da próxima ovulação com certeza, mas as mulheres com ciclos muito regulares, que conseguem prever com alguma exatidão o dia que a próxima menstruação virá, podem estimar o dia da ovulação com razoável eficiência. Portanto, vamos imaginar que o seu ciclo menstrual tenha 28 dias e funcione como um relógio. Você prevê que a próxima menstruação irá descer no próximo dia 24 deste mês. Se você estiver certa, isso significa que a sua ovulação ocorrerá por volta do dia 10. Infelizmente são poucas as mulheres que têm a sorte de ter um ciclo tão regular, que permita esse tipo de previsão. Na maioria dos casos, não é tão simples prever o dia da ovulação.

Mais à frente neste artigo explicaremos quais são os sintomas do período fértil e como saber se a mulher está ovulando.

Por Quantos dias a mulher permanece fértil?

O óvulo, após a ovulação, tem uma vida útil muito curta, cerca de 12-24 horas. Por isso, se a mulher ovular hoje, o espermatozoide tem uma prazo máximo de 24 horas até encontrá-lo. Como o espermatozoide tem uma vida muito mais longa, cerca de 3 a 7 dias, as maiores chances de fecundação ocorrem quando a relação sexual acontece 24 a 48 horas antes da ovulação. O ideal é que, quando o óvulo chegue nas trompas, já exista uma grande quantidade de espermatozoides à sua espera.

Levando-se em conta a vida média do óvulo e dos espermatozoides, na prática, o período fértil acaba por compreender, em média, os 5 a 6 dias antes da ovulação até o dia seguinte à mesma.

Para aprender a calcular o período fértil, leia: COMO CALCULAR O PERÍODO FÉRTIL.

É possível engravidar fora do período fértil?

Existem duas forma de interpretar essa pergunta. Se você considera período fértil apenas o momento em que o óvulo encontra-se viável, ou seja, dentro das 24 horas que se seguem após a ovulação, sim, é possível engravidar tendo relações fora do período fértil. Na verdade, a maioria das gravidezes ocorre quando a mulher tem relações sexuais 1 ou 2 dias antes de ovular, fora, portanto, do período fértil segundo esta interpretação.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Agora, se você considera período fértil o período de 5 ou 6 dias que antecedem a ovulação mais as 24 horas seguintes, neste caso, é impossível engravidar fora do período fértil. Para que a mulher engravide são necessários dois fatores: um óvulo viável é uma grande quantidade de espermatozoides viáveis. Se a relação sexual ocorrer mais de 24 horas depois da ovulação ou mais de 7 dias antes, não há como esses dois fatores estarem presentes o mesmo tempo.

Dicas de como engravidar

Trabalhos atuais mostram que a qualidade do sêmen é maior quando ocorre intervalo de 2 a 3 dias entre as ejaculações. Por isso, para quem deseja engravidar, indica-se o coito dia sim, dia não, ou pelo menos, a cada 2 dias.

Quando não é fácil prever o dia da ovulação, sugerimos aos casais que queiram engravidar ter relações sexuais 3 vezes por semana, iniciando-as logo após o fim da menstruação. Deste modo garante-se pelo menos 3 relações dentro do período fértil, com um sêmen de boa qualidade.

A posição em que se pratica o sexo e a presença ou não de orgasmo na mulher não influenciam na probabilidade de concepção. Do mesmo modo, ficar com as pernas para o alto ou qualquer outro tipo de posição ao final da relação sexual também não têm influência nenhuma. Nada indica que ocorra diminuição das chances de fecundação se a mulher retomar suas atividades logo após o fim do coito. Não é por falta de acrobacias ou devido a sua posição sexual favorita que você vai deixar de engravidar.

O uso de alguns lubrificantes vaginais como KY e Astroglide inibem a motilidade dos espermatozoides e podem reduzir as chances de fecundação. Para casais com dificuldade em engravidar, sugere-se evitá-los.

Para saber mais dicas sobre como aumentar as chances de engravidar, leia: COMO ENGRAVIDAR?

Como saber se estou ovulando?

Existem algumas maneiras de se estimar o momento da ovulação. Como já foi dito, nas mulheres com ciclo menstrual muito regular é possível prever a data da próxima menstruação, prevendo, assim, que aproximadamente 14 dias antes será o dia da ovulação. O problema é que a maioria das mulheres não possui ciclos tão regulares que permitam utilizar essa técnica tão bem.

Logo após o pico de LH que induz a ovulação, a temperatura corporal da mulheres se eleva discretamente, cerca de 0,5ºC, permanecendo assim por mais 10 dias. Infelizmente esse método é pouco útil na prática. A medição da temperatura é um método bom para saber retrospectivamente se a mulher ovulou recentemente, mas essa subida costuma ocorrer tardiamente em relação a ovulação, não servindo para indicar o momento certo da relação sexual. Como o óvulo tem vida muito curta, quando se identifica a subida da temperatura, este praticamente já não está mais viável.

Outro modo pesquisar a ovulação é através do muco vaginal. Alguns dias antes da ovulação, o muco produzido pelo útero se altera, tornando-se mais espesso e elástico. Este muco é chamado de muco fértil, pois favorece a mobilidade dos espermatozoides em direção ao útero e às trompas.

Muitas mulheres conseguem detectar essa alteração nas características do seu muco, sendo uma indicação de que a ovulação está próxima de acontecer.

Algumas mulheres apresentam dor no momento da ovulação. A ruptura do folículo ovariano para liberar o óvulo, pode causar uma discreta irritação do peritônio, causando dor no lado onde está o ovário que ovulou. Esta síndrome é chamada de mittelschmerz, que significa dor no meio (do ciclo) em alemão.

Na prática, o modo mais simples para se identificar o período fértil é a dosagem do LH, uma vez que este se eleva 36 horas antes da ovulação. Já existem testes de urina, que podem ser adquiridos em farmácias, para detecção dos picos do LH pré-ovulatórios. É preciso salientar, porém, que existem falsos positivos.

Se você tem dificuldade em engravidar, o ideal é que este processo de acompanhamento da ovulação seja feito por um médico em uma consulta de infertilidade. Através da ultrassonografia o médico consegue visualizar diretamente os seus ovários e descobrir se há algum folículo maduro, pronto para romper-se e liberar um óvulo. O médico também pode estimular a ovulação com medicamentos, tornando o período fértil bastante previsível.

É possível engravidar durante a menstruação?

Possível é, mas é muito pouco comum. Os raros casos costumam acontecer em mulheres com ciclos ovulatórios curtos e período de menstruação longo. Na verdade, ninguém engravida durante a menstruação, o que pode acontecer é a relação sexual se dar durante a menstruação e o espermatozoide sobreviver tempo suficiente para encontrar um óvulo.

Por exemplo: imaginemos que uma mulher no 7º dia de menstruação, ou seja, 7 dias de ciclo, já com uma perda muito pequena de sangue, resolve ter relações sexuais desprotegidas imaginando não haver perigo por ainda estar menstruada. Se esta mulher tiver ciclos ovulatórios muito curtos ela pode ovular poucos dias após o início da menstruação. Como o espermatozoide pode sobreviver no sistema reprodutor feminino até 5 a 7 dias, existe a chance deste encontrar um óvulo e fecundá-lo. A relação sexual ocorreu durante a menstruação, mas fecundação se deu alguns dias depois.

Entretanto, ainda há outras questões que dificultam a gravidez durante a menstruação. Primeiro, o ambiente vaginal cheio de sangue menstrual é pouco amigável ao espermatozoide, diminuindo sua viabilidade. Segundo, o útero acabou de descamar, não estando pronto para receber um óvulo fecundado, diminuindo as chances de progressão da gravidez.

Portanto, quando se pergunta: é possível engravidar estando menstruada? A resposta é: sim, possível é, mas é pouco provável que uma relação sexual ocorrida durante a menstruação resulte em uma gravidez.

Se você quiser mais informações sobre o assunto: engravidar durante a menstruação, leia o seguinte artigo: É POSSÍVEL ENGRAVIDAR ESTANDO MENSTRUADA?.

Se você está na dúvida quanto a possibilidade de estar grávida, leia: POSSO ESTAR GRÁVIDA?.

Se você quer engravidar e está tendo dificuldades, temos uma gama de artigos no site que podem ajudá-la a entender melhor a sua situação. Acesse os links ao longo desta página e vá procurando pelos assuntos que mais lhe interessam.