TEMPO DE GRAVIDEZ – Calculadora Gestacional

Aprenda a calcular quanto tempo de gravidez você tem e quantas semanas faltam para o dia do parto.

Ao final deste artigo disponibilizamos uma calculadora gestacional para você poder calcular o tempo de gravidez, quando será a data provável do parto e para estimar qual foi o dia que ocorreu a concepção.

Mas antes de recorrer à calculadora, vale a pena entender como é feito o cálculo da idade gestacional.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

É de conhecimento geral que uma gravidez dura, em média, 9 meses. Porém, assim que a gestante passa a frequentar as consultas pré-natais, ela descobre que o seu obstetra não conta o tempo de gravidez em meses, mas sim em semanas. Para quem não está habituado com essa forma de contar a idade gestacional, tudo parece mais complicado. Afinal, 17 semanas são quantos meses mesmo? Não seria mais fácil o médico dizer que a gestante está no 4ª mês de gravidez?

Na verdade, os médicos não convencionaram contar o tempo de gravidez em semanas apenas para confundir a cabeça das futuras mães. Existe uma lógica por trás desta decisão. As mudanças no organismo da mulher e do feto são muitas e ocorrem de forma relativamente rápida, principalmente na primeira metade da gravidez. Em um único mês, acontecem dezenas de alterações importantes, e a contagem em semanas nos permite definir com mais exatidão o tempo de cada uma.

Por exemplo, o zigoto (óvulo fecundado) implanta-se na parede do útero na 3ª semana, o coração forma-se na 4ª, o embrião passa a ser visível à ultrassonografia na 5ª, os olhos surgem na 6ª e o futuro bebê já começa a se movimentar na 7ª semana (a mãe não nota porque ele ainda é muito pequeno). Se contássemos a gestação em meses, não seríamos tão precisos na hora de avaliar o tempo de tais mudanças.

Outro fator de confusão é o fato do calendário gregoriano que usamos não definir todos os meses com o mesmo número de dias. Há meses de 28, 29, 30 ou 31 dias. Portanto, para haver sincronicidade com as semanas, adotamos o mês lunar, que dura 28 dias ou 4 semanas. Sendo assim, as semanas, meses e trimestres de gestação são os seguintes:

Primeiro trimestre:
1 a 4 semanas de gestação: 1 mês
5 a 8 semanas de gestação: 2 meses
9 a 12 semanas de gestação: 3 meses

Segundo trimestre:
13 a 16 semanas de gestação: 4 meses
17 a 20 semanas de gestação: 5 meses
21 a 24 semanas de gestação: 6 meses

Terceiro trimestre:
25 a 28 semanas de gestação: 7 meses
29 a 32 semanas de gestação: 8 meses
33 a 36 semanas de gestação: 9 meses
37 a 40 semanas de gestação: 10 meses

Alguns autores consideram que o 3ª trimestre começa a partir da 27ª semana de gravidez. Isso, na verdade, tem pouca relevância clínica, pois as decisões médicas são baseadas de acordo com as semanas de gestação, e não com o trimestre.

Como calcular as semanas de gravidez

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

A forma mais correta de calcular o tempo de uma gravidez é através do dia da concepção. Porém, é muito difícil definir qual foi exatamente o dia que o espermatozoide encontrou o seu óvulo. É importante lembrar que mesmo que você só tenha tido uma única relação sexual no mês que engravidou, isso não significa que a concepção tenha ocorrido neste dia. Os espermatozoides podem permanecer viáveis dentro do aparelho reprodutor feminino por 5 a 7 dias, dependendo da vitabilidade dos mesmos. Portanto, se você teve relações no dia 16, mas só ovulou no dia 19, a concepção ocorreu somente 3 dias depois da cópula.

Se você tiver tido mais de uma relação sexual no mesmo mês, aí mesmo é que fica quase impossível descobrir qual foi o exato dia da fecundação. Como o óvulo fica viável por 24 horas e os espermatozoides por até 7 dias (em geral 3 a 5), se você engravidou em um mês que teve relações nos dias 12, 14, 17 e 19, isso significa que a fecundação do óvulo pode ter ocorrido entre os dias 12 e 26 do mesmo mês. Ou seja, um imenso intervalo de 2 semanas.

Portanto, como é quase impossível descobrir o dia exato que ocorreu a fecundação, de forma a tornar o cálculo mais simples, convencionou-se designar o primeiro dia da gravidez como o primeiro dia da última menstruação. É muito comum os médicos se referirem a este dia como DUM (sigla para Data da Última Menstruação).

Para facilitar a compreensão, vamos imaginar uma situação fictícia:

Um mulher com algumas semanas de atraso menstrual resolveu fazer um teste de gravidez, que veio positivo. Hoje é dia 09 de Março e o primeiro dia da sua última menstruação (DUM) foi no dia 23 de Janeiro.  Para efeito de cálculo da idade gestacional, consideramos o dia 23 de Janeiro como o primeiro dia de gravidez, mesmo ela não estando efetivamente grávida nessa data. Portanto, a primeira semana de gestação vai do dia 23/01 ao dia 29/01. A segunda semana vai do dia 30/01 ao dia 05/02, e assim por diante. Seguindo este cálculo, chegamos à conclusão que no dia 09 de Março a nossa gestante imaginária estaria 6 semanas e 4 dias de gestação.

Na imagem abaixo, dividimos as semanas em diferentes cores para facilitar o entendimento.

semanas de gravidez

Atente para o fato de que a ovulação e, consequentemente, a concepção só ocorreram  entre a 2ª e a 3ª semanas após a menstruação. Isso significa que, da forma que contamos o tempo de gravidez, nas duas primeiras semanas, a gestante ainda não estava realmente grávida. Portanto, quando dizemos que a paciente está na 10ª semana de gravidez, na vida real ela está ao redor da 8ª semana. Mas essa discrepância não causa nenhum problema. Como cada mulher ovula em um dia diferente do ciclo menstrual, usar o primeiro da menstruação facilita a padronização do tempo de gravidez, mesmo que isso signifique alguns dias de diferença em relação ao real tempo de gestação.

E se a gestante não se lembrar com exatidão quando foi a última menstruação?

Várias situações podem levar a mulher a não lembrar o dia exato da sua menstruação. Por exemplo, mulheres com ciclo menstrual muito irregular, mulheres que só descobrem a gravidez já com várias semanas de gestação, mulheres que tiveram sangramento de escape no início da gravidez e o confundiu com a menstruação, etc.

Nestes casos, a ultrassonografia transvaginal é a forma usada para estimar o tempo de gravidez. A partir da 5ª semana de gravidez, o embrião já pode ser identificado pelo ultrassom. Este exame tem uma acurácia muito elevada se for feito ainda no primeiro trimestre.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Até as primeiras 20 semanas de gravidez, todos os fetos têm mais ou menos o mesmo tamanho. Por isso, medidas biométricas simples, tais como o tamanho do osso fêmur, circunferência da cabeça, comprimento céfalo-caudal e a circunferência da cintura, ajudam o médico a estabelecer a idade gestacional. Após a 20ª semana de gravidez, a genética entra em ação e cada bebê passa a crescer em um ritmo diferente. Desta forma, a partir deste momento, torna-se mais difícil afirmar com exatidão a idade gestacional baseado no tamanho do feto.

Mesmo nas mulheres que sabem apontar sua DUM, o cálculo da idade gestacional é realizado pela ultrassonografia fetal para se confirmar a estimativa. O cálculo feito através do ultrassom é mais confiável que a data da última menstruação.

Para saber mais sobre o ultrassom obstétrico, leia: ULTRASSOM NA GRAVIDEZ.

Tamanho do útero

O tamanho do útero é outra forma de se estimar o tempo de gravidez. Antes do advento do ultrassom, esta era a forma usada para estimar a idade gestacional em mulheres que desconheciam sua DUM. Até 12 semanas de gravidez,  não conseguimos palpar o útero. A partir da 12ª semana conseguimos palpar o útero logo acima da sínfise púbica (parte frontal do osso da pelve). Com 16 semanas, o útero pode ser palpado no meio do caminho entre a sínfise púbica e o umbigo. Com 20 semanas de gravidez, o útero encontra-se na altura do umbigo.

Como calcular o dia do parto

Quando calculado pela DUM, uma gestação normal (ou a termo) é aquela que dura entre 37 a 41 semanas. Se o bebê nascer antes da 37ª semana, ele é considerado prematuro. Se nascer após a 42ª semana, ele é chamado de bebê pós-termo.

Na maioria dos casos, os bebês nascem ao redor da 40ª semana de gravidez. Portanto, quando o obstetra lhe diz a data prevista para o parto (DPP), ele simplesmente contou 40 semanas após a sua DUM. Uma forma rápida de estimar a DPP sem ficar contando os dias no calendário é através  da fórmula de Naegele:

1º – Pegue o primeiro dia da sua última menstruação (DUM) e adicione sete dias.
2º – Diminua três meses.
3º – Some um ano.

Exemplo 1:
DUM = 05 de Maio de 2014
Some 7 dias = 12 de Maio de 2014
Subtraia 3 meses = 12 de Fevereiro de 2014
Some um ano e obtenha a DPP = 12 de Fevereiro de 2015

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Exemplo 2:
DUM = 02 de Janeiro de 2014
Some 7 dias = 09 de Janeiro de 2014
Subtraia 3 meses = 09 de Outubro de 2013
Some um ano e obtenha a DPP = 09 de Outubro de 2014

Obviamente, isso é apenas uma estimativa. O objetivo não é tentar adivinhar o dia do parto, mas, sim, informar a mãe da época provável do nascimento, caso a gravidez vá até as 40 semanas. Na verdade, somente cerca de 5% dos bebês realmente nascem na data estimada no início do pré-natal.

Utilize a nossa calculadora gestacional para saber sua idade gestacional e quando será a sua DPP.