Nimesulida – Para que Serve, Posologia e Efeitos Adversos

Bula simplificada: informações importantes sobre o medicamento nimesulida em linguagem acessível a todos.

O que é a nimesulida?

A nimesulida é um medicamento da classe dos anti-inflamatórios não esteroides (AINE), que possui ações anti-térmicas (contra febre), analgésicas (contra dor) e anti-inflamatórias.

Presente no mercado desde 1985, até os primeiros anos da década de 2000, a nimesulida era um dos anti-inflamatórios mais vendidos em todo o mundo. Porém, depois de alguns casos de grave toxicidade hepática (lesão do fígado) terem sido reportados às agências de farmacovigilância, a sua comercialização foi proibida em vários países, incluindo EUA, Índia, Finlândia, Espanha, Japão, Nova Zelândia, Reino Unido, Alemanha e Canadá.

No Brasil e em Portugal, a nimesulida ainda é comercializada, sendo muito utilizada no tratamento sintomático de dores de garganta, dores articulares, febre ou dor de dente. No entanto, para minimizar o risco de lesão do fígado, o tempo máximo de tratamento atualmente preconizado é de 7 dias.

Por existirem vários outros anti-inflamatórios com ação semelhante e menor risco de lesão hepática, como o ibuprofeno, cetoprofeno ou o diclofenaco, vários médicos optam por não mais prescrever a nimesulida, mesmo para tratamentos de curta duração. Essa também é a posição da ISDB (International Society of Drug Bulletins), que desde 2007 sugere que a nimesulida seja retirada do mercado em todo o mundo.

Índice

Neste artigo vamos fornecer as seguintes informações sobre a nimesulida:

  • Nomes comercias mais comuns.
  • Para que serve.
  • Posologia.
  • Efeitos colaterais.
  • Problemas no fígado causados pela nimesulida.
  • Contraindicações.
  • Interações medicamentosas.

Atenção: esse texto não tem como objetivo reproduzir a bula completa da nimesulida. O que faremos é uma revisão crítica da bula, eliminando as partes com linguagem mais técnicas e comentando com um vocabulário mais acessível ao público leigo as informações mais importantes sobre esse medicamento.

Se você deseja informações gerais sobre toda a classe dos anti-inflamatórios não esteroides, leia: ANTI-INFLAMATÓRIOS – Ações e Efeitos Colaterais.

Nomes comerciais

No Brasil e em Portugal, a nimesulida já é vendida como medicação genérica, sendo muito fácil encontrá-la nas farmácias.

Em relação aos nomes comerciais disponíveis no mercado, os principais são:

  • Arflex Retard (Diffucap Chemobras).
  • Aulin (Angelini)*.
  • Cimelid (Cimed).
  • Deltaflan (Delta).
  • Donulid (Rega Farma)*.
  • Fasulide (Laboratil).
  • Flogilid (Neo Química).
  • Inflalid (Legrand)
  • Mesalgin (Sun Pharma).
  • Neosulida (Neo Química).
  • Nilsagen (UCI – Farma).
  • Nimalgex (Sandoz).
  • Nimed (Azevedos)*.
  • Nimelit (Vitapan).
  • Nimesulix (Teuto).
  • Nimesilam (EMS).
  • Nimesubal (Baldacci).
  • Nosoflan (Geolab).
  • Nisofar (Elofar).
  • Nisulid (Aché).
  • Optaflan (Gallia).
  • Scaflam (Cosmed).
  • Scaflogin (Laboratório Globo).
  • Scalid (União Química).
  • Uciton (UCI – Farma).

* Comercializados em Portugal.

Preço médio da nimesulida

O preço da caixa de 12 comprimidos de 100 mg pode variar bastante dependendo da marca e da farmácia. No Brasil é possível encontrar a nimesulida custando desde 2 reais até mais de 30 reais. Em Portugal, esse remédio é comparticipado pelo Estado, e preço máximo atual é 3,72 euros (caixa com 20 comprimidos de 100 mg).

Portanto, pesquise bem antes de comprar, mas tenha atenção à data de validade. Frequentemente, quando um determinado medicamento encontra-se muito barato é porque a data de validade está próxima do vencimento.

Indicações – Para que serve a nimesulida?

A nimesulida é um remédio anti-inflamatório não esteroide que está indicado para o tratamento das dores de leve a moderada intensidade, com ou sem febre associada.

O medicamento demora cerca de 15 minutos para agir contra a dor e uma hora para baixar a febre. O tempo de ação contra a febre e a dor é de aproximadamente 6 horas, sendo o pico de ação alcançado entre 2 e 3 horas após a sua ingestão.

Patologias que não devem ser tratadas com nimesulida

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) em 2012 emitiu parecer contra o uso da nimesulida para o tratamento de problemas osteoarticulares crônicos que necessitam do uso prolongado de anti-inflamatórios.

Sabemos atualmente que quanto maior for o tempo de uso da nimesulida, maiores serão os riscos de efeitos colaterais graves, principalmente de lesão hepática. Sendo assim, nenhuma doença que precise de tratamento analgésico ou anti-inflamatório de forma prolongada deve ser tratada com a nimesulida. Exemplos:

Patologias que podem ser tratadas com nimesulida

A Agência Europeia do Medicamento e a ANVISA autoriza o uso da nimesulida apenas para o tratamento de dores agudas e de curta duração, que necessitam de poucos dias de tratamento anti-inflamatório, como são os casos de:

Apesar da autorização, a agência ressalva que a nimesulida não deve ser a primeira opção de tratamento para essas condições. Sempre que possível, o paciente deve dar preferência a outros anti-inflamatórios. Quando utilizada, o tempo máximo de tratamento com nimesulida não deve ultrapassar os 15 dias.

A posição pessoal dos médicos editores do MD.Saúde é de não utilizar a nimesulida em nenhuma situação, uma vez que existem no mercado dezenas de outros anti-inflamatórios que não possuem o mesmo elevado risco de lesão hepática. As ações analgésica, anti-inflamatória ou antipirética da nimesulida não são superiores às de outros AINE presentes no mercado, não havendo, portanto, vantagens que compensem os seus riscos, apesar da lesão hepática grave ser relativamente rara.

Posologia – Como tomar

A nimesulida é habitualmente vendida nas doses de 50 mg, 100 mg ou 200 mg. Também existe a apresentação em gotas 50 mg/ml.

Como tomar a nimesulida em comprimidos?

O medicamento pode ser administrado 1 ou 2 vezes por dia. A dose máxima que recomendamos é 100 mg de 12 em 12 horas. Não aconselhamos a dose de 200 mg de 12/12h que está descrita em algumas bulas do medicamento.

Como tomar a nimesulida em gotas?

Cada gota possui cerca de 2,5 mg de nimesulida. A dose diária total recomendada é uma gota por quilo de peso, que deve ser dividida em 2 tomadas diárias. A dose máxima segura é de 80 gotas por dia.

Nimesulida para dor de garganta

A dose preconizada é de 50 a 100 mg, duas vezes por dia por 3 a 5 dias.

Nos casos de faringite viral ou alérgica, os anti-inflamatórios servem apenas como sintomáticos. Eles não tratam a infecção viral nem o processo alérgico que está provocando a dor de garganta. Já nos casos de faringite bacteriana, o tratamento deve ser feito com antibióticos apropriados, como a amoxicilina ou a penicilina benzatina. Os anti-inflamatórios servem apenas para aliviar os sintomas nas primeiras 48 horas, período no qual o antibiótico ainda não atingiu o seu efeito máximo.

Se você não sabe a diferença entre esses dois tipos de medicamento, leia: DIFERENÇAS ENTRE ANTIBIÓTICOS E ANTI-INFLAMATÓRIOS.

Nimesulida para dor de dente

A dose preconizada é de 50 a 100 mg, duas vezes por dia por 5 a 7 dias.

Se não houver melhora do quadro após uma semana de anti-inflamatórios, o seu médico deve ser consultado.

Nimesulida para febre

A dose preconizada é de 50 a 100 mg, duas vezes por dia.

O tempo de uso deve ser sempre o menor possível. Os anti-inflamatórios têm ação antipirética, mas não tratam a causa da febre em si. Se o paciente tem febre persistente por mais de 48 horas, a causa precisa ser esclarecida para ser tratada com medicamentos específicos (geralmente antibióticos).

Nimesulida para sinusite

A dose preconizada é de 50 a 100 mg, duas vezes por dia por 3 a 5 dias.

Assim como ocorre na faringite, as sinusites podem ter origem viral, alérgica ou bacteriana. Os anti-inflamatórios agem apenas de forma sintomática e devem ser utilizados por poucos dias para alívio da dor e/ou da febre.

Efeitos colaterais

Sendo um anti-inflamatório não esteroide (AINE), a nimesulida partilha de boa parte dos efeitos colaterais da classe. A lesão do fígado, que é uma característica própria da nimesulida, será abordada separadamente mais abaixo.

Os principais efeitos colaterais da nimesulida são:

  • Diarreia.
  • Dispepsia (queimação no estômago).
  • Náuseas.
  • Azia.
  • Manchas na pele.
  • Coceira.
  • Tonturas.
  • Visão turva.
  • Sonolência.
  • Retenção de líquidos e edemas.
  • Prisão de ventre.
  • Excesso de gases.
  • Diminuição do volume urinário.

Duas complicações graves do uso prolongado da nimesulida, que também podem ocorrer com qualquer outro anti-inflamatório, são a úlcera péptica e a insuficiência renal.

Lesão hepática pela Nimesulida

Uma característica no perfil de segurança da nimesulida que a distingue dos outros anti-inflamatório não esteroides é o maior risco de grave lesão do fígado.

A toxicidade hepática está associada ao uso prolongado e com doses elevadas. A lesão do fígado por variar de quadros bem leves e assintomáticos, apenas com elevação laboratorial das enzimas hepáticas (TGO e TGP), até quadros de hepatite grave, com insuficiência hepática aguda e necessidade de transplante de fígado urgente.

Só para exemplificar, na Irlanda, antes da sua proibição, foram detectados 56 casos de hepatite medicamentosa causados pela nimesulida, sendo seis com necessidade de transplante de fígado e três mortes por insuficiência hepática.

Precauções e contraindicações

A nimesulida não deve ser administrada a nenhum paciente que já tenha tido reação alérgica ou crise de broncoespasmo (asma) relacionada à qualquer anti-inflamatório não esteroide ou ácido acetilsalicílico (aspirina).

Nos pacientes com cirurgia programada, a medicação deve ser suspensa pelo menos 48 horas antes para reduzir o risco de hemorragia intra e pós-operatória.

A nimesulida também não deve ser administrada em pacientes com:

Devido ao elevado risco de lesão do fígado, a nimesulida não deve ser consumida com outras substâncias que também possam ser hepatotóxicas, como as bebidas alcoólicas, por exemplo.

Uso em crianças

A nimesulida não deve ser utilizada por crianças menores de 12 anos, pois já foram descritas algumas reações graves, incluindo casos de Síndrome de Reye, que é uma doença rara, mas potencialmente fatal, que causa inflamação do cérebro e insuficiência hepática aguda.

Uso nas gestantes

Não existem ainda dados adequados sobre a segurança da nimesulida em mulheres grávidas ou amamentando. Dessa forma, a sua prescrição deve ser evitada durante a gravidez e a fase de aleitamento materno.

Interações medicamentosas

Associações medicamentosas com a nimesulida que devem ser evitadas:

  • Os seguintes medicamentos podem aumentar o risco de hemorragias: abciximab, apixabana, acebutolol, citalopram, clopidogrel, dalteparina, danaparoide, duloxetina, enoxaparina, escitalopram, fluoxetina, ginkgo biloba, heparina, paroxetina, pentoxifilina, rivaroxabana, ticlopidina, varfarina, venlafaxina e zimeldina.
  • Os seguintes medicamentos podem aumentar o risco de lesão renal: ciclosporina, tacrolimos, qualquer outro AINE, diuréticos, anti-hipertensivos das classes do inibidores da ECA (ex: enalapril, ramipril, lisinopril e captopril) ou antagonistas dos receptores da angiotensina 2 (ex. losartan, candesartana, olmesartana e valsartana).
  • Os seguintes medicamentos podem aumentar o risco de hipercalemia (excesso de potássio no sangue): espironolactona, amilorida, qualquer outro AINE, anti-hipertensivos das classes do inibidores da ECA ou antagonistas dos receptores da angiotensina 2.
  • Os seguintes medicamentos podem aumentar o risco de crise convulsiva: levofloxacino, norfloxacino ou ofloxacino.

A nimesulida não deve ser tomada antes ou após 24 horas de tratamento com metotrexato, pois há um grande aumento da sua toxicidade, com elevado risco de leucopenia (baixa dos leucócitos), trombocitopenia (redução das plaquetas), anemia, lesão renal e úlceras gástricas ou duodenais.

O extrato de Feverfew potencializa os efeitos colaterais da nimesulida, havendo maior risco de sangramentos, alterações renais e lesões gástricas.

Composição

Nimesulida 50 mg/mL suspensão oral (gotas)

Cada 1 mL (20 gotas) de suspensão contém:

Nimesulida – 50 mg.
Excipientes – 1 mL.

(Excipientes: ácido cítrico, citrato de sódio diidratado, goma xantana, laurilsulfato de sódio, sacarose, sorbitol, aroma de acerola, metilparabeno, propilparabeno e água).

Nimesulida 100 mg comprimidos

Cada comprimido de nimesulida contém:

Nimesulida – 100 mg.
Excipientes – 1 comprimido.

(Excipientes: lactose monoidratada, celulose microcristalina, docusato de sódio, estearato de magnésio, hiprolose, óleo vegetal hidrogenado, amidoglicolato de sódio).

Nimesulida Gel Dermatológico

Cada g do gel dermatológico contém:

Nimesulida – 20 mg.
Excipientes – 1,0 g.

(Excipientes: carbômer 934, metilparabeno, propilparabeno, trietanolamina, propilenoglicol, óleo de rícino, álcool isopropílico, água purificada).


Referências:


VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES

75
Deixe um comentário

avatar
300
Tatiana
Visitante
Tatiana

No caso de inflamação na garganta, qto tempo depois de ter dado nimesulida para minha filha posso dar novalgina caso a febre dela não baixar?

Viviane
Visitante
Viviane

Nimesulida pode influenciar na menstruação? Por exemplo, causar atrasos ou até mesmo não menstruar?

Rayna bastos
Visitante
Rayna bastos

Doutor tem problema de dar nimesulida em gts p criança mesmo sem febre,dou pro meu filho quando está com a garganta inflamada,tenho q continuar dando p ele sem está com febre?fico com medo da temperatura dele baixar muito,pode acontecer isso?

Adeir Coelho
Visitante
Adeir Coelho

Bom dia, doutor! Tive candidíase após o uso de nimisulida. Pode ser um efeito colateral da medicação ou apenas uma coincidência?

Alessandro
Visitante
Alessandro

Dr. Eu posso usar nimesulida no combate as espinha

Angela
Visitante
Angela

oi dr estou com amigdalite porem não tenho dor nem febre esse medicamento resolve ou tenho que tomar antibióticos.

Solange
Visitante
Solange

Parabéns ao Dr. Pedro e ao site mdsaude, matéria muito bem feita.

mucarrey
Visitante
mucarrey

Tomei Nimesulida e Dipirona, sob orientação médica, por um dia. A nimesulida deu gases em mim ao ponto de doer muito e eu ter que ir ao hospital por duas vezes. Mais nunca tomarei Nimesulida! E não orientarei para ninguém. Pois é muito ruim ter gases e isto ainda dói muito!

Maria Ramiro
Visitante
Maria Ramiro

Olá Dr. ! Estou fazendo algumas cirurgias odontologicas com frequencia quinzenal ou mensal. Ainda faltam 3 cirurgias e a cada uma o cirurgião me recomenda o uso de 7 dias de antibióticos e de nimesulida. Posso solicitr outro antiflamatório ou mesmo a suspensão deles, sem graande risco? Grata,

Maria Ramiro

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Sim, se você puder optar por outro anti-inflamatório, é melhor.

Natalia
Visitante
Natalia

Boa noite Dr. meu marido é alérgico ao dipirona, ele pode tomar nimesulida?

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

É difícil saber, pois muitas pessoas alérgicas à dipirona também têm alergia aos anti-inflamatórios. Só fazendo um teste cutâneo pra saber.

ADILSON VICENTE FERREIRA
Visitante
ADILSON VICENTE FERREIRA

DR .. meu medico me receitou o nimesulida por causa de uma inflamação no joelho.. acontece que fui pesquisar sobre este remédio, vi que é proibido em muitos países ,, por causa do efeito devastador que causa no Figado. ai eu pergunto é seguro tomar este remédio .. ja estou 60 anos

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Eu prefiro outros anti-inflamatórios. Você pode entrar em contato com o seu médico e explicar a sua preocupação.

Adriel Azevedo
Visitante
Adriel Azevedo

Ola doutor, eu tomo nimesulida a mais de 1 ano por que tenho muitas espinhas e sempre que tomo meu rosto fica sem nenhuma espinha, só que depois de ler isso fiquei preocupado, e recentemente começaram a aparecer algumas marcas no meu peito semelhantes a espinhas, muitas, será que é por causa do uso excessivo do medicamento? E qual anti-inflamatorio seria mas recomendado para o alívio dessas espinhas?
Obrigado.

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Não se trata acne com anti-inflamatório. Dê uma lida nesse artigo: https://www.mdsaude.com/2013/09/tratamento-acne.html

Alysson Vinicius
Visitante
Alysson Vinicius

Boa Noite doutor . estou a 2 dias com dores na garganta e no ouvido . fui na farmaçia e pedi 1 remedio pra melhorar isso.dai farmaceuta receito nimesulida tomar 12 em 12 horas 12 comprimidos resolve esse remedio ou tinha que ser outro remédio pra inflamação?

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Os anti-inflamatórios em geral tem efeito semelhante. O problema é que se for uma infecção bacteriana, o anti-inflamatório sozinho não vai resolver. O ideal é ser medicado por um médico e não por um farmacêutico.

fabíola
Visitante
fabíola

boa tarde Doutor essa semana fui no medico pois bati o dedinho do pé até então o médico me disse que só foi um traumatismo e passou para que eu tomasse nimesulida de 8/8 horas isso ta certo?
pois a médica era nova estou com medo não seria de 12/12 horas?

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

A dose máxima recomendada é 100 mg de 12 em 12 horas

Laiza Nascimento
Visitante
Laiza Nascimento

Olá doutor eu estou com a garganta inflamada, tomei 3 injeções e comecei a tomar nimesulida por seis dias mesmo assim depois que o efeito do remédio acabou minha garganta voltou a inflamar então continue usando o nimesulida. Devo parar mesmo?

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Se for uma infecção bacteriana, o tratamento é com antibióticos, não adianta você ficar se enchendo de anti-inflamatórios.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OkSaiba mais