PIELONEFRITE – Causas, Sintomas e Tratamento

A infecção dos rins, chamada pielonefrite, é a forma mais grave de infecção urinária.

Infecção urinária é qualquer quadro infeccioso que acometa uma ou mais partes do trato urinário, composto pelos rins, ureteres, bexiga e uretra. As infecções urinárias baixas são aquelas que acometem a bexiga e/ou a uretra. As infecções urinárias altas ocorrem quando há comprometimento de pelo menos um dos rins.

– A infecção da bexiga recebe o nome de cistite.
– A infecção da uretra é conhecida como uretrite.
– A infecção renal é chamada de pielonefrite.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Neste artigo iremos focar apenas a infecção dos rins, ou seja, a pielonefrite.

O que é pielonefrite

A pielonefrite é uma infecção bacteriana de um ou ambos os rins. A infecção renal é um caso potencialmente grave, já que estamos falando da infecção de um órgão vital. É um quadro que pode ter gravidade semelhante a uma pneumonia. Se não tratada a tempo e corretamente, pode levar à sepse (leia: O QUE É SEPSE E CHOQUE SÉPTICO?) e falência de múltiplos órgãos. Felizmente, a imensa maioria dos casos responde bem ao arsenal de antibióticos disponível no mercado. Os casos que evoluem de forma negativa são aqueles que demoram para receber tratamento ou quando o paciente já se encontra muito debilitado por outras doenças.

A pielonefrite é uma frequente causa de formação de cicatrizes nos rins, podendo levar à perda parcial da função renal, principalmente nos pacientes que têm infecções recorrentes.

Causas da pielonefrite

A infecção dos rins acontece de duas maneiras. A principal via é a ascendente, quando bactérias da bexiga alcançam os ureteres e conseguem subir até os rins. Isto ocorre normalmente nas cistites não tratadas ou tratadas de forma inadequada.

Menos frequentemente, a colonização assintomática da bexiga por bactérias também pode ser a fonte de uma infecção renal. Nestes casos, o paciente tem bactérias em sua bexiga, mas não apresenta sintomas, pois os germes estão apenas colonizando-a, sem atacá-la. Portanto, nem todas as pessoas relatam sintomas de cistite antes do surgimento da pielonefrite.

Pielonefrite - Bactérias da bexiga subindo para os rins

O segundo modo de infecção dos rins é pelo sangue, quando uma bactéria que está provocando infecção em algum local do corpo viaja pela corrente sanguínea e se aloja no rim. Esta via é bem menos frequente do que a via ascendente.

Além da cistite, que é o principal fator de risco, existem outras situações que podem aumentar o risco de infecção dos rins. Podemos citar o uso de cateteres vesicais (algália), cirurgias urológicas, cálculo renal, anormalidades anatômicas do trato urinário e doenças da próstata que causam obstrução do fluxo da urina (leia: CÂNCER DE PRÓSTATA E HIPERPLASIA BENIGNA DA PRÓSTATA).

Pacientes com sistema imunológico fraco, como nos casos de diabéticos, insuficientes renais, cirróticos, portadores do vírus HIV ou pacientes em uso de medicamentos imunossupressores apresentam maior risco de apresentarem uma cistite que evolua para pielonefrite.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Sintomas da pielonefrite

Os sintomas típicos da pielonefrite são febre, dor lombar, náuseas, vômitos e queda do estado geral. Podem haver também sintomas de cistite, como dor ao urinar e vontade de ir ao banheiro com frequência, mesmo quando a bexiga está vazia. Outro sinal comum é a presença de sangue na urina (hematúria), que se apresenta normalmente como uma urina cor de Coca-Cola (leia: HEMATÚRIA – URINA COM SANGUE).

A pielonefrite é clinicamente dividida em 3 categorias:

– Pielonefrite aguda não complicada.
– Pielonefrite aguda complicada.
– Pielonefrite crônica.

1) Pielonefrite aguda não complicada

Ocorre normalmente em mulheres jovens, sem antecedentes de doenças ou alterações na anatomia do sistema urinário.

O quadro clínico é de febre alta, calafrios, náuseas, vômitos e dor lombar. Os sintomas de cistite, como ardência ao urinar, podem ou não estar presentes.

Assim como nas cistites, a principal bactéria causadora de pielonefrite é a Escherichia coli (leia: BACTÉRIA Escherichia coli | E.coli).

Só há necessidade de internação em casos mais graves. Se o paciente tiver bom estado geral e for capaz de tomar antibióticos por via oral, o tratamento pode ser feito em casa.

2) Pielonefrite aguda complicada

A pielonefrite complicada é aquela que evolui com abscesso dentro ou ao redor dos rins,  necrose da papila renal ou produção de gases dentro do rim, um quadro chamado pielonefrite enfisematosa.

A pielonefrite complicada normalmente ocorre em pessoas com obstrução do trato urinário, bactérias resistentes aos antibióticos ou em diabéticos.

O quadro clínico é igual ao da pielonefrite não complicada, porém apresenta pouca resposta aos antibióticos. O paciente pode apresentar uma resposta apenas parcial, com uma pequena melhora do quadro, mas com fadiga, mal estar, falta de apetite e náuseas que persistem por vários dias.

Uma pielonefrite que não melhora completamente após antibioticoterapia apropriada deve ser estudadas com exames de imagens, como tomografia computadorizada e ultra-som (ecografia), para investigação de anormalidades que possam estar perpetuando a infecção.

3) Pielonefrite crônica

A pielonefrite crônica é um quadro de infecção urinária recorrente, habitualmente associada a má-formações urinárias, obstruções por cálculo renal ou refluxo vesico-ureteral (refluxo da urina da bexiga de volta para o ureter e rins). Costuma levar à cicatrização do rim e à insuficiência renal crônica, principalmente em crianças com refluxo urinário.

Complicações da pielonefrite

Como já referido, se a pielonefrite não for tratada corretamente com antibióticos, existe um risco grande de evolução para sepse grave. As bactérias presentes nos rins conseguem facilmente alcançar a corrente sanguínea, espalhando-se por todo o organismo, podendo levar à falência de múltiplos órgãos.

Outro problema da pielonefrite, principalmente se recorrente, é a lesão permanente do rim. Pacientes com pielonefrite crônica podem evoluir com insuficiência renal terminal e necessitar de hemodiálise (leia: O QUE É HEMODIÁLISE?).

Diagnóstico da pielonefrite

O diagnóstico da infecção renal é geralmente feito apenas com os sintomas clínicos. Exames laboratoriais ajudam a confirmar o diagnóstico. O hemograma tipicamente apresenta uma elevação da contagem de leucócitos e a PCR encontra-se elevada. No exame de urina são comuns os achados de pus (leucócitos na urina) e sangue (hemácias na urina).

Leia também:

A urocultura deve ser sempre solicitada, pois ela é capaz de identificar a bactéria que está provocando a pielonefrite, ajudando na escolha de antibióticos adequados. Porém, como a urocultura demora pelo menos 48 horas para ficar pronta, não devemos esperar o seu resultado para começar o tratamento com antibióticos. Após o resultado sair, o médico decide se mantém o esquema antibiótico inicial ou muda para um mais efetivo.

Tratamento da pielonefrite

Em geral, o tratamento da pielonefrite é feito de forma intra-hospitalar com antibióticos intravenosos. Se o paciente tiver boa saúde e ainda estiver com bom estado geral, ele pode receber a primeira dose por via intravenosa e depois completar o resto do tratamento em casa com antibióticos por via oral. Na maioria dos casos, porém, o paciente encontra-se bem debilitado, e dois ou três  dias de internação acabam sendo necessários para controlar a infecção.

Nos pacientes com pielonefrite crônica, a avaliação do urologista é necessária. Muitas vezes, o paciente precisa ser submetido a uma cirurgia para correção de anormalidades anatômicas do sistema urinário que estejam perpetuando uma infecção dos rins.

A pielonefrite não é uma doença contagiosa, portanto, não há risco de contaminação de familiares ou pessoas próximas.

A pielonefrite deve ser sempre tratada com antibióticos. Medicamentos ditos “naturais” podem proporcionar alívio temporário, porém, apenas postergam o tratamento correto da infecção, acarretando em riscos para o paciente.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Não deixe de ler também:

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.

54 Comentários

  1. Janice de Aveiro

    creatinina 0,30 mg/dl é normal?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      É um valor baixinho. Pode ser normal em crianças ou pessoas muito magras.

  2. Janice de Aveiro

    quanto tempo uma pielonefrite dura?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Dura até ser tratada.

  3. Juliana

    Posso tomar somente os antibioticos por via oral?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Depende do estado clínico do paciente. Se for jovem, saudável e estiver bem, sim.

  4. Daniely

    Esse site é ótimo muito bem explicado, pela primeira vez tive pielonefrite, não sabia o que era ate chegar no pronto socorro me torcendo de dor e o médico ao examinar me dizer q era pielonefrite a dor veio muito rápido, e chegar ao ponto de chorar e me torcer de dor.

  5. Lívia

    ótimo site, muito bem explicado. Já tive três vezes pielonefrite e estou passando pela quarta agora. E esta graças a Deus é a primeira que não precisei internar. Os sintomas aparecem muito de repente e progridem muito rápido. Parabéns pelo trabalho.

  6. Daiane

    Eu estava com sintomas de pielonefrite a mais de 15 dias e começei o tratamento só agora, isso nao implica em problemas maiores? Quantos dias pra passar a dor depois do inicio do tratamento?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Será que é pielonefrite mesmo? Geralmente com 15 dias sem tratamento o paciente fica mal. É mais provável que seja apenas um cistite. Com 24-48 horas os sintomas tem que melhorar de forma relevante.

  7. Paola

    Em caso de uma pessoa infectada, ha necessidade do tratamento em casal? E necessario manter relaçoes sexuais com camisinha?

  8. Fernanda

    Olá, pode afetar o útero e o ovário?

  9. ArturCavalcante

    em algum desses casos pode causar incomodo na bexiga, como dores e sensação de inchaço?

  10. g. defens

    alguns desses casos pode causar fortes dores na barriga?

  11. Patrícia

    Olá Dr. Gostaria de saber se constantes infecções nas vias urinárias representa um quadro de Pielonefrite.

    Patrícia Santos

    1. Pedro Pinheiro

      Não necessariamente. Só se a infecção atingir os rins. Se ficar restrita à bexiga, não é pielonefrite.

  12. Isabela

    Dr Pedro, uma paciente que realizou vários exames de sangue e urina, sem alterações, pode ainda assim sofrer de pielonefrite, no prazo de uma semana após o último exame de sangue e urina?

  13. Leandro Ramos

    Ola Dr a uns dias sinto minha bexiga inchada, vou no banheiro mas ainda continua aquela sensação que não esvaziou. O que faço? Pois já fiz um exame completo de urina e não deu bactéria, apenas os leucócitos que estavam o dobro. Procurei um medico ele falo que não tenho nada. Pois não sinto dor nenhuma para urinar apenas aquela sensação chata de bexiga inchada. =,(

  14. Helena Carrilho

    Olá Dr.
    Há umas três semanas doeu-me a bexiga ao urinar. Desde dia 26 que estou com febre alta, com dores de cabeça, dores de rins e náuseas.
    Ontem fui à minha médica de família e ela apenas me receitou um medicamento para baixar a febre e passou-me umas análises à urina. Os resultados só estão prontos segunda feira.
    Disse-me que podia ser uma infeção úrinária ou uma virose.

    Estou um pouco preocupada por causa da febre (já cheguei aos 39.5) e com as dores de rins. Será que é algo mais grave? Tenho apenas 23 anos.
    O que me aconselha a fazer?

    Obrigada.
    Helena

  15. Aline Linda

    oi dr minha vida é ter infeccao urinaria esse ano ja tive 5 vezes, algum remedio para que eu possa ficar livre de ver por toda desse mal que me persegue a 5 anos.bjs obrigadaaaaaaaaaa

  16. tania margarete da silva

    gostaria de saber se tomando antibiotico para infeçao urinaria resolve as dores nos rins?

  17. roberto fischetti

    Excelente trabalho muito esclarecedor ,Dr. Pedro continue sempre a nós fazer entender com seus artigos Parabens 

  18. Gabrielpeixede100

    Dr. Pedro. Fiz um exame de urina e foi detectado “bacteria”, não sinto nada no penis mas sinto vontade de ir ao banheiro frequentemente e um incomodo na barriga quando urino e a dois dias sinto dor nas costas (la embaixo). O que devo fazer?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Levar este resultado para seu médico. Se tem infecção ela deve se tratada.

  19. Cmaduoro

    ola doutor,estou sentindo dores lombar e verificando o meu xixi hoje percebi que ele esta com gosto de salgado isso e sintoma de infecçao urinaria

  20. Elisa Rocha

    Apresentar sintomas de infecção urinária apenas algumas vezes, sem sequencia de dias, é sinal de alerta?

  21. Thiago Sato

    Conheci este site hoje e já li uns 5 artigos seus Dr. Pedro. Gostaria apenas de dizer parabéns por essa “bíblia” de medicina para leigos e pelos textos muito bem escritos que com certeza ajudam e educam milhares de pessoas! Tenho certeza que todos que passam por aqui desejam encontrar um profissional como você quando infelizmente precisar de ajuda médica! Abraços e obrigado! 

  22. Juliana

    olá Dr. pedro já fiz uma pergunta aqu e fiquei contente ao ser respondida. estou eu aqui novamente. sei que é complicado de um médico fazer indicações sem ter conhecimento a fundo do caso de cada paciente, mas gostaria de saber se quando se tem um rim que atrofiou e parou de funcionar e se tem constantes infecções urinaria ( cistites e pielonefrites) se é indicada a retirada do rim que não funciona mais ou se pode deixa-lo lá. é valido esclarecer que a médica que faz o meu acompanhamento ja descartou qualquer possibilidade de o rim atrofiado voltar a funcionar.

  23. Mirtzefranciane

    estou com duplo j a 11 meses sem avaliaçao pode o correr alguma complicaçao

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Pode, principalmente infecção urinária

  24. Cintia Ribeiro

    Também causa inchaço nas pernas?
    Pergunto pois à algum tempo tive uma crise muito forte e meus pés e pernas incharam muito.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Pode causar se houver acometimento da função renal.

  25. Edson_policena

    existe remedio para destruir calculos renais

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não.

  26. Priscila

    ola dr . Pedro gostaria de saber se a pieolefrite tem cura total!!!  pois sa tive do lado esquerdo agora esta no lado direito 

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Sim.

  27. Manduskita

    Vou fazer uso de macrodantina todos os dias 100 mg antes de dormir não prejudicariameu fígado?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não.

  28. Mirnamms

    Esse Blog é super 10, li muito e esclareceu muitas dúvidas. Tive uma dor na suprapúbica tipo cólica, mas não tenho útero mais, procurei um PS depois que senti um leve ardor ao urinar,  o exame de urina com 650.000 leucócitos e nitrito presente o médico me passou norfloxacino por 7 dias, tomei direitinho, mas agora depois de 10 dias do término do tratamento sinto dor nas costas lado esquerdo bem abaixo da última costela que as vez irradia para barriga, um mal estar generalizado as vezes, li num estudo científico que a maioria dos casos de infecção na urina com nitrito presente são bactérias gra-positivas resistentes ao floxacino e ciprofloxacino, acha que devo procurar o PS de novo ou marcar uma consulta de rotina que está demorando em média no meu convênio uns 20 dias???Está bem suportável a dor…minha preocupação é que estou tomando um combinado de medicações analgésicas para fibromialgia que pode estar mascarando a dor mais intensa, já que na infecção urinária foi isso que me pareceu porque a dor era bem suportável também…Agradeceria se pudesse me responder a essa pergunta…
      Mirna

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Na verdade, é o oposto, nitrito positivo é mais comum em infecções urinárias por bactérias gram negativas. Agora, se você está se sentindo mal, 20 dias é muito tempo para esperar.

  29. Wanessa

     Olá…
    A partir de que periodo getacional pode surgir a pielonefrite?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Qualquer um.