Artigo atualizado em 27/04/2014

GRIPE H1N1 | GRIPE SUÍNA

Entre 2009 e 2010 o mundo viveu uma pandemia de gripe A (H1N1) que ficou conhecida popularmente como gripe suína, uma variação da gripe comum provocada pelo vírus Influenza A.

O vírus Influenza A (H1N1) circula no mundo desde, pelo menos, o início do século XX, tendo sido ele o responsável por grandes epidemias de gripe do passado, como a famosa gripe espanhola de 1918, que levou ao óbito cerca de 60 milhões de pessoas em todo o mundo.

Assim como qualquer Influenza A, o subtipo H1N1 possui uma grande capacidade de mutação, fazendo com que de tempos em tempos uma nova cepa seja responsável por grandes epidemias.

Neste artigo vamos abordar especificamente a Gripe A (H1N1), causadora da pandemia de gripe de 2009. Se você procura informações sobre a gripe comum, acesse o seguinte link: GRIPE SAZONAL.

Epidemia de gripe A (H1N1) de 2009

Nós temos contato frequente com vários subtipos e várias cepas diferentes do vírus Influenza, o que faz com que tenhamos sempre algum grau de imunidade contra os vírus da gripe que circulam entre os humanos. As epidemias graves costumam acontecer quando cepas vindas de aves ou outros mamíferos conseguem atravessar a barreira das espécies e contaminar o homem. Normalmente, não temos anticorpos contra estas novas cepas e ficamos mais susceptíveis a infecções.

A última epidemia de gripe H1N1  havia ocorrido no final da década de 1970. Desde então o vírus circulava entre humanos sem causar grandes estragos. Em 2009, porém, surgiu no México uma nova cepa de H1N1 que teve origem no Influenza A H1N1 que afetava porcos (daí o nome gripe suína). Esta cepa suína  sofreu uma mutação e passou a ser capaz de infectar seres humanos. Este novo H1N1 possuía em seu DNA características do vírus Influenza A presentes em aves, porcos e humanos, sendo diferente do H1N1 que circulava até então.Gripe suína

Entre 2009 e 2010 cerca de 99% dos casos de gripe provocados pelo Influenza A (H1N1) foram causadas por essa nova estirpe originada dos porcos.

Curiosamente, esse novo H1N1 atacou preferencialmente pessoas jovens, princialmente aqueles com menos de 25 anos. Ao contrário do que ocorre nas outras formas de gripe A, os idosos foram o grupo com menos casos de gripe durante a epidemia de 2009. Isso provavelmente ocorreu porque esse grupo já tinha uma imunidade parcial ao H1N1 adquirida durante as epidemias da década de 50 e 70.

Diferenças entre a gripe suíça e a gripe comum

Apesar do pânico gerado, em grande parte pela cobertura sensacionalista dos meios de comunicação, a nova gripe H1N1 não era mais letal do que a gripe comum, conhecida também como gripe sazonal.

A gripe sazonal é provocada por variações do vírus Influenza A e B e sempre causou mortes e internações hospitalares. Nos Estados Unidos, anualmente são internadas mais de 200.000 pessoas devido à gripe comum. Entre 1972 e 1992 foram mais de 400.000 mortes atribuídas a complicações dos diversos tipos de Influenza A.

Assim como a gripe sazonal, a gripe suína apresentava uma taxa muito baixa de mortes, menor que 1% dos casos.  A gripe suína assustou muito porque o número de pessoas susceptíveis a esta nova cepa do vírus era imenso. Isto resultou em milhões de casos da nova gripe A (H1N1) em todo mundo entre 2009 e 2010. Doenças que acometem milhões de pessoas em pouco tempo levam a muitas mortes, mesmo que a sua taxa de mortalidade seja baixa. Em todo mundo foram cerca de 20.000 mortes pelo novo H1N1 durante a epidemia.

Na verdade, a gripe suína apresentou durante a epidemia uma taxa de mortalidade mais baixa que nas outras epidemias de gripe. Porém, como as mortes ocorreram em um curto espaço de tempo e foram amplamente divulgadas pela mídia em todo mundo, foi gerada a falsa sensação de que vivíamos uma epidemia altamente letal.

A pandemia de H1N1 durou um pouco mais de 1 ano, entre Abril de 2009 até Agosto de 2010. Desde então, esta nova cepa do H1N1 continua circulando no mundo junto com as outros subtipos de Influenza A e B, sendo responsável ainda por vários casos de gripe.

A atual vacina para gripe já cobre essa cepa de H1N1, sendo esta uma das causas da grande redução do número de novos casos nos últimos anos.

Transmissão da gripe suína

A gripe suína é transmitida, como qualquer outra gripe, através de secreções respiratórias e de mãos contaminadas. O primeiro caso foi transmitido através de um porco, porém os atuais casos se dão pela transmissão de humano para humano. Não é preciso ter medo de entrar em contato com porcos. Da mesma forma, não há riscos de contaminação pela carne do porco. O vírus não sobrevive ao processo de cozimento.

O período de incubação é semelhante ao da gripe sazonal, variando de 1 a 3 dias. O período de infectividade, ou seja, a fase em que o paciente pode contaminar outras pessoas, inicia-se no dia anterior ao surgimento dos sintomas e dura por cerca de 5 a 7 dias. Em geral, o paciente deixa de eliminar o vírus pelas secreções respiratórias 1 a 2 dias depois do fim dos sintomas.

O uso de máscaras foi muito difundido na população durante a epidemia de 2009, porém, não há indícios de que máscaras comuns efetivamente protejam contra a infecção pelo H1N1 ou qualquer outra forma de gripe. As máscaras comuns após algum tempo ficam úmidas devido à respiração e à transpiração, perdendo completamente a sua capacidade de proteção. O seu uso deve ser restrito a profissionais de saúde em contato com doentes e pessoas que tenham familiares doentes no mesmo domicilio. Na verdade, a máscara é mais indicada para as pessoas que estão doentes, diminuindo a disseminação de vírus pelo ambiente, do que para as pessoas que estão saudáveis.

O vírus H1N1 pode ficar vivo em objetos inanimados por até 8 horas. Uma simples limpeza com sabão ou detergente é suficiente para matá-lo. Piscinas não transmitem o vírus devido à presença de cloro.

Como prevenção sugere-se:

- Evitar contato próximo com pessoas contaminas (pelo menos 2 metros).
- Evitar contato direto das mãos com olhos e boca sem antes as terem lavado.
- Lavar as mãos frequentemente.
- Evitar ficar em ambientes com pouca circulação de ar e com muitas pessoas.

Sintomas da gripe H1N1

Os sintomas da gripe suína são muito semelhantes aos da gripe comum, sendo comum a ocorrência de febre, dor de cabeça, tosse, dor de garganta e dores musculares. Ao contrário da gripe sazonal, a gripe A (H1N1) provoca mais sintomas gastrointestinais, como diarreia e vômitos.

A febre é o sintoma mais importante para o diagnóstico, ocorrendo em mais de 90% dos casos. Tosse é o segundo sintoma mais comum, presente em cerca de 83% dos pacientes.

Ao contrário dos resfriados, que são provocados por vírus diferentes do Influenza, a gripe é uma infecção que evoluiu muito rápido. Em questão de 24 horas, o doente já apresenta todo o quadro clínico estabelecido. No resfriado, os sintomas vão surgindo de forma mais lenta. Para entender as diferenças entre gripe e resfriado, acesse o seguinte link:  DIFERENÇAS ENTRE GRIPE E RESFRIADO.

Complicações da gripe H1N1

É importante destacar que na maioria dos casos, a gripe H1N1, assim como a gripe sazonal, provoca sintomas brandos.  Porém, quando a doença é forte o suficiente para que o paciente procure atendimento médico, a taxa de complicações é relativamente alta, ao redor de 20%.

As complicações da gripe suína são as mesmas da gripe comum. A principal é a pneumonia e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que costuma ser a causa de morte naqueles que evoluem mal.

Os sinais e sintomas que merecem atenção, pois podem indicar a ocorrências de complicações da gripe são:

- Dificuldade respiratória.
- Dor torácica para respirar.
- Pressão arterial baixa.
- Alterações da consciência.
- Desorientação.
- Vômitos persistentes.

As complicações da gripe são mais comuns nos pacientes que pertencem aos grupos de risco que serão expostos a seguir.

Fatores de risco para gripe H1N1

Qualquer pessoa pode ser contaminada com o influenza A (H1N1), mas determinados grupos são susceptíveis a terem doença severa, com maior risco de complicações. São eles:

- Menores que 5 anos.
- Maiores que 65 anos.
- Indivíduos menores que 19 anos que fazem uso crônico de aspirina.
- Grávidas.
- Indivíduos com doenças pulmonares, incluindo asma, bronquite e enfisema.
- Indivíduos com doença cardiovascular (exceto aqueles com hipertensão isolada).
- Insuficiência renal.
- Insuficiência hepática/cirrose.
- Diabetes.
- Anemia falciforme.
- Imunossuprimidos, incluindo pacientes com AIDS.
- Desnutridos.
- Obesidade mórbida.

Obs: os grupos de risco são basicamente os mesmos da gripe sazonal.

Tratamento da gripe suína

Mais uma vez, é importante ressaltar que na maioria das pessoas, a gripe suína apresenta um quadro leve, semelhante a qualquer gripe, com resolução espontânea, sem complicações.

O uso de um antiviral só está indicado em pacientes com sinais de gravidade ou que pertençam ao grupo de risco. Pessoas fora do grupo de risco e com sintomas leves não correm risco de morte, por isso, não necessitam da droga.

O tratamento com antivirais diminui a incidência de complicações e encurta o tempo de doença, favorecendo a quebra da cadeia de transmissão. As principais drogas usadas no tratamento da gripe são o oseltamivir (Tamiflu®) ou o Zanamivir (Relenza®) . O medicamento funciona melhor se tomado nas primeiras 48 horas de sintomas.

Desde 2010, a vacina anual contra a gripe já é capaz de imunizar os pacientes contra a cepa H1N1 que provocou a pandemia de 2009.

Publicidade
  • Anonymous

    Mais como agente pega essa Gripe???
    E se agente comer uma carne de Porco que um dia teve com Gripe???
    Me responda melhor Doutor:Pedro Pinheiro

  • moreijo do diHITT

    Dr. gostei muito de seu blogue…vou acompanhar sempre…valeu…fuiiiiiiiii

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    O vírus da gripe suina é uma variação do vírus da gripe comum. Se pega da mesma maneira que a gripe, através dos contato com pessoas contaminadas.

    Pode-se também pegar o vírus após contato com porcos contaminados, mas NÃO SE PEGA ATRAVÉS DA COMIDA. apenas por contato com porcos vivos e “gripados”. Se vc não é fazendeiro e não lida com porcos, a única maneira de pegar é através de outras pessoas, como em qualquer gripe.

  • Bernardo Amaral

    Já foi localizado a região na qual a gripe surgiu?
    Na última vez que li sobre a notícia, especulavam México, já li noticias também sobre bioterrorismo. Mas acredito que seje apenas um alarde causado a população sem conhecimentos sobre o assunto.
    Teria alguma forma de acabar com o vírus da gripe como fizeram com o da varíola?

  • Ludmilla Souza e Valéria Andrade

    às vezes tenho a impressão de que as pessoas comentam antes mesmo de ler os posts.. ¬¬

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Bernardo,
    Sem teorias da conspiração…

    Eliminar o vírus da gripe é muito difícil, primeiro porque existem várias cepas e subtipos diferentes. Segundo porque ele sofre mutações com muita facilidade. A transformação é tão grande que de ano a ano é preciso modificar as vacinas.

    abs

  • Anonymous

    Dr,
    Quem morre de gripe suína vira espírito de porco ?

    Desculpe, não resisti.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Prefiro não comentar… :)

  • Anonymous

    Dr, às vezes ficamos gripados mesmo sem ter tido contato com pessoas infectadas. Depositamos a culpa no tempo instável, frio, etc… Pergunta: o vírus estaria, nesse caso, no ar e esperando para atacar um imunossuprimido? Ou me engano em afirmar que gripamos “por acaso”?

    Existe sobrevida viral em ar ambiente? E com essa variação que está aí, não há chance de acontecer o mesmo??

    Obrigada!

    Júlia Passos

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Júlia,
    A gripe começa a ser transmitida mais ou menos 24 horas antes dos sintomas aparecerem. Outro fato é que algumas pessoas são mais resistentes a certos vírus e quase não apresentam sintomas quando são infectadas, prém, mesmo assim são capazes de transmiti-lo

    Por isso, às vezes ficamos gripados e não sabemos da onde veio o vírus.

  • Anonymous

    Por favor, por quanto tempo o vírus da gripe do porco, resiste no meio ambiete (temperatua ambiente), ou seja, fora do corpo do indivíduo contaminado?
    Grato
    Naldo

  • http://www.bancodesaude.com.br/ Luciana Moreira

    Oie, aqui é a Luciana do Banco de saúde, ajude a divulgar nossa matéria sobre o tratamento de gripes comuns.
    Até por que a gripe suína está em alta e não possui preferências, mas um organismo saudável é mais resistente a ela.

    Contribua para a saúde dos seus leitores. Faça um link da matéria no seu blog. http://www.bancodesaude.com.br/gripe/remedios-gripe-0

    Contamos também com suas idéias e sugestões.

    Luciana Moreira
    Banco de Saúde
    relacionamento@bancodesaude.com.br

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Naldo,
    pouco tempo.
    Exatamente com o que vc está preocupado ?

  • Larissa Santos

    Oi, bom dia!
    Uma pessoa acabou de chegar de um país contaminado, mas ainda não apresentou nenhum sintoma. Em quanto tempo o vírus pode aparecer e por quanto tempo essa pessoa poderia estar transmitindo esse vírus? Ou seja, por precaução quantos dias devemos nos manter longe?
    Obrigada,
    Larissa Santos – BH

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Larissa,
    A resposta está no texto. Releia-o com calma.

  • Fernanda

    por favor doutor… eu recebí alguns pacotes da China, contendo celulares e webcam… gostaria de saber se é possivel alguma contaminacao por este meio… carta ou pacotes enviados. é urgente. se puder me enviar a resposta por e-mail, eu agradeceirei. nandamuiloka@hotmail.com

    obrigada

  • Fernanda

    lembrando que geralmente eles demoram 2 semanas para chegar.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Não, fernanda.
    Não se preocupe.

  • Maria Isabel

    obrigada pela suas explicações, como cheguei ontem de viagem ao Chile, apesar de tomas as precauções como lavar as mãos com bastante frequencia, usar gel antiséptico e envitar locais com muita aglomeração, tirando o aeroporto, onde é impossivel evitar contato com estranhos, eu percebi hj no meu trabalho, uma resistencia das pessoas, ela mal chegaram perto de mim, como se eu fosse contaminá-las, estou cansada da viagem apenas, mas bem de saude, sem sintomas, gostaria de saber quantos dias preciso observar ainda e ficar alerta caso apresente algo, como disse retornei de viagem a um pais de risto ontem dia 28/06

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Maria Isabel,
    O ministério da saúde recomenda atenção por 10 dias após o regresso.

    O mais irônico é que se vc estivesse com uma gripe comum, ninguém estaria tão assustado. Mas a mídia criou um pânico na população desnecessário, já que o vírus H1N1 até o momento é mais brando que o vírus influenza comum.

    abs

  • Anonymous

    Dr, ja tive gripe comum duas vezes este ano, posso ter criado defesas contra este tipo de gripe ou é indiferente?

    JP

  • Anonymous

    Dr. mais uma dúvida!
    Meus pais estão em viagem turistica em Buenos Aires apesar de toda a recomendação para se evitar a viagem para lá. Tenho uma filha de 1 anos e 7 meses e estou com medo de um contato com eles…qto tempo devo esperar para vê-los depois que eles voltem de viagem? Obrigada!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    JP,
    Se o influenza que te atacou for parecido com o da gripe A existe chance de vc ter mais defesas.

    Tem-se notado em alguns países que pessoas mais velhas e saudáveis, expostas a uma infinidade de vírus da gripe diferentes durante a vida, parecem ter um sistem imune mais apto a combater o atual H1N1.

    Na verdade não há como saber, e o melhor e evitar contato com pessoas gripadas nesta fase.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    O intervalo preconizado pelo ministério da saúde é de 10 dias.

  • Anonymous

    Morro em uma cidade com indice considerável de contaminação da gripe suína. A população parece estar apreensiva e se comenta muito sobre o assunto. Informações desencontradas acabam assustando. Suas informações são relevantes e concerteza me deixa mais tranquilo. Não se sabe quantas pessoas serão contaminadas aqui, no país e no mundo. Minha questão é a seguinte: A gripe suína segundo informações tem tratamento, mas a cura acontece? O indice de cura é baixo ou alto? Os óbitos que estão acontecendo, mesmo aqui, as pessoas tiveram agaravamento da doença pela baixa imunidade ou porque pertenciam a algum grupo que pode ser considerado de risco, quero dizer já apresentavam algum quadro de doença? Pelas respostas desde já agreadeço.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    O índice de cura é alto com ou sem tratamento. É igual a gripe.

    Normalmente quem morre de gripe, seja suína ou não são pessoas do grupo de risco descrito no texto. Raramente uma pessoa jovem e saudável apresenta complicações, seja da gripe suína ou comum

    Por favor assinem os comentários

  • Adriana

    Dr. Pedro

    Eu e minha família, incluindo minha mãe de 58 e minhas duas filhas uma de 5 e a outra de 7 , estivemos em Gramado RS, de férias , do dia 10 ao 17 de julho. No aeroporto e no avião tinha muita gente espirrando e fiquei apavorada. Chegamos e minha mãe está sentindo dor de garganta, tosse , pouca dor de cabeça e não apresanta febre. A minha filha, que tem 5 anos e é muito alergica, vive com bronquite e rinite, está tendo tosse seca e coriza, sendo que tudo isso sem febre.Tô apavorada e preocupada se poderia ser a tal gripe A. O que vc acha, tenho medo por minha filha ser alergica, queria saber se pessoas alergicas que contraem a virose suina, tem chance de sobreviver caso pegue.Já a minha mãe, foi ao médico e o mesmo apenas medicou um antibiotico pra garganta e falou que sem febre discaracteriza a hipotese da gripe suina.
    Qual sua opnião?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Adriana,
    A mortalidade da gripe suína é muito baixa. A chance de sua filha evouluir mal é muito pequena, mesmo ela sendo alérgica.

    É preciso ter febre para se pensar em gripe suína.

    Se o médico prescreveu antibiótico é pq ele achou se tratar de infecção bacteriana e não viral. Portanto, nem gripe comum é.

  • Ivan Torres

    Boa tarde Dr. Pedro

    Eu e minha noiva temos uma viagem para Gramado-RS (estado onde a gripe suína mais teve mais casos)dia 16/08. Sei que há um pouco de exagero da mídia e não estou querendo cancelar a viagem, porém fico com um pouco de medo, pois ela está grávida, o que a deixa mais vulnerável a contrair a gripe. Dr, quais os cuidados que precisamos ter para nos proteger sem ter que cancelar a viagem? Ou seria mais prudente cancelar visto que se ela contrair a gripe não poderá tomar medicamentos?

    Agradeço pela ajuda desde já!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Ivan,
    Os cuidados são iguais aos da gripe comum. O mais importante é lavar as mãos com frequência e evitar contato com pessoas com sintomas. Ela, por ser de grupo de risco, pode usar máscaras apesar de ainda não haver comprovação que esta seja eficaz.

    Se ela não for ficar em ambientes fechados com muita gente, o perigo de contágio apenas na rua é pequeno.

    Não sei exatamente como está a situação em Gramado, mas acredito que não seja necessário cancelar a viagem. Na verdade, ainda não há nenhuma orientação do ministério da saúde em relação a se evitar viagens pelo Brasil.

  • Lu Barbin

    Muito boa postagem Dr. Pedro!!

    Aproveitando a deixa gostaria de dizer que possuo 2 pessoas em minha casa que trabalham no RJ, e moramos na região serrana. No caso meu marido e cunhado, que estavam com todos os sintomas da tal gripe suína. Ambos estão melhorando. Eu e meu filho de 12 anos também pegamos a mesma gripe que os 2. Meu filho tb já está melhor. Eu manisfestei os primeiros sintomas na quinta feira passada (16/7). Tive dores de cabeça bem fortes, no sábado dores no corpo e moleza com um pouco de febre.
    Ontem tive dores nas articulações e febre de 38,5o e surgiu a tosse. Não entrei em pânico e tratei como trato quaquer outra gripe. Hoje minha febre baixou para 37o e as dores passaram, apenas estou com tosse, e estou usando xarope expectorante. Caso a febre volte logo à noite tomarei um anti-térmico.

    Gostaria de saber se esse procedimento está correto e se tem como saber pelo declínio de sintomas se estou melhorando.

    Obrigada.

  • Neide

    Ola Dr. tenho uma duvida, estive a 10 dias no paraguai, e apresentei os seguintes sintomas, tosse, irritaçao na garganta alguns espirros, dor nas costa ou seja pulmao, mas nao tive febre.
    isso poderia ser sintomas da gripe h1n1.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Lu,
    È isso mesmo. Só se deve procurar médico se houver sinais de gravidade ou se o quadro não melhorar.

    Se a febre está baixando e os sintomas aliviando, vc está em processo de cura.

    O único conselho que dou é procurar um médico se houver alguma recaída com retorno da febre alta ou alguma alteração respiratória.

    De resto é isso mesmo.

    abs

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Neide,
    Para ser H1N1 tem que haver febre alta.

    Provavelmente foi apenas um resfriado.

    abs

  • PCAngelo

    Bom dia Dr.
    Gostaria de saber qual o tempo médio que a gripe suína demora após os sintomas iniciais para ser considerada grave? isto é:
    - Febre
    - Dificuldade respiratória
    - Dor torácica para respirar
    - Pressão baixa
    - Alterações da consciência
    - Desorientação
    - Vômitos persistentes

    Muito Obrigado, abraços
    Paulo Cesar Angelo
    http://pcangelo.wordpress.com

  • Anonymous

    Boa tarde Dr. Pedro Pinheiro.
    Só gostaria de parabeniza-lo pelo otimo trabalho..Assim,deixamos as pessoas conscientes sobre a gripe suína que está causando tanto medo e pavor na população. Tenho vários amigos que estão deixando de viver devido a esse virus…Se escondendo …Etc. Ja mandei o link pra eles e agora estão mais tranquilos.

    Att,
    Priscila.

  • Patricia

    Olá! Estou grávida de 27 semanas, e estou com muito medo dessa gripe. Moro no Sul, e na minha cidade ainda não apareceu casos confirmados. A minha pergunta é se toda grávida q contrair a gripe A vai ter complicações? Já teve algum caso de gestante que tenha pego a gripe e se curado?

    Abraços
    Patricia

  • Anonymous

    Boa Tarde Dr.

    Parabens pela matéria. Estes esclarecimentos chegam a ser um alívio diante de tantos outros que a mídia vem mostrando. Pois, do jeito que eles passam é de qualquer um se trancar dentro de casa e deixar de viver…
    Mas, diante do exposto, ficou entendido que as mulheres grávidas estão no grupo de risco. E eu ainda não estou grávida, porém a um mês iniciei um tratamento para engravidar. Gostaria de sua opnião, se devo adiar este sonho para o ano seguinte, pois não sabemos ainda qual será a repercussão da epidemia aqui no Brasil. E assim não me incluiria no grupo de risco.
    Obrigado desde já.
    Kalyne Azevedo.

  • Anonymous

    Dr. Pedro Pinheiro.

    Estou gravida de 2 meses, e estou com muito medo. gostaria de saber quais os cuidados devo tomar. E se estes medicamentos que são utilizados para tratar esta gripe não prejudicaria a gravidez, caso seja necessário utiliza-los. E tambem pq as grávidas estão no grupo de risco.

    Desculpe por muitas perguntas de uma vez só, É que realmente assusta saber que se faz parte deste grupo.

    Obg.
    Júlia-RN

  • carlos alves

    Caro Dr. Sou de Lagoa Vermelha RS, região norte do estado, meu filho mais velho apresentou todos os sintomas da gripe suína, foi encaminhado ao médico de família e tratado com antibióticos e paracetamol. Depois de 2 dias todos foram contagiados, eu tive febre até acima de 40 por dois dias consecutivos, com diarreia e vômito, segui o mesmo tratamento mas todos nós não tomamos antivirais, e nos curamos. Uma pessoa que passou por nosso lar, teve complicações e foi diagnosticado o caso como Gripe A.
    Questão: É possível que eu e meus dois filhos e mãe deles tenhamos passado pela gripe sem maiores danos? Qual o tempo que devemos esperar para não transmiti-la aos outros?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    PC Angelo,
    Normalmente as complicações surgem com 48-72 horas de evolução.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Patricia,
    Pelo contrário, a grande maioria das grávidas que pegam gripe suina não apresentam complicações.

    O raciocínio é igual a qualquer gripe.

    Lembre-se, a gripe suína até o momento tem se comportado exatamente como uma gripe comum. A taxa de complicações é semelhante.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Kalyne,
    Acho que vc não deve adiar a gravidez não. Vírus da gripe circulando vai sempre existir. Se vc não pegar gripe suína agora, pode pegar outra gripe depois. E como a taxa de complicações está igual, tanto faz.

    Vc pode pegar gripe suína agora e nada acontecer e pegar gripe comum daqui a um ano e ter complicações.

    Vc tem que pensar que o risco de pegar gripe suína grávida é igual ao risco de pegar gripe comum grávida.

    A gripe suína não é mais grave que a gripe comum.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Júlia,
    O Tamiflu não deve ser usado na gravidez. Ainda não existem trabalhos que confirmem sua segurança para o feto. O sua indicação em grávidas deve ser restrita a casos excepcionais e SEMPRE com indicação médica.

    Os cuidados são os mesmos para qualquer gripe. Evitar contato com pessoas com sintomas, evitar locais fechados e com muita gente, lavar as mãos frequentemente…

    A gravidez é um estado de alteração hormonal e de imunidiade mais baixa, por isso há maiores taxas de complicação da gripe (suína ou não).

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Carlos,
    Vcs provavelmente tiveram gripe A e passaram sem problemas como 99% das pessoas que tem essa gripe ou qualquer gripe comum.

    A transmissão ocorre até 24 horas depois do desaparecimento dos sintomas, nomeadamente da febre.

    Em geral recomenda-se 7 a 10 dias de isolamento após o início da gripe.

  • falves2

    Olá Dr.
    Atualmente estou fazendo um tratamento com um remédio a base de Isotretinoína, mais conhecido como Roacutan. A sua função é combater a acne. Esse tratamento terá a duração de oito meses, sendo que já estou no terceiro mês.
    Minha pergunta é:
    um dos efeitos colaterais desse remédio é a redução da imunidade. Gostaria de saber se Vitamina C ajuda a aumentar a imunidade?
    Caso contrário, gostaria que o senhor me recomendasse outras vitaminas pelas quais poderão favorecer a esse aumento.
    Desde já agrade a atenção.
    Obrigado pelas dicas aqui no Blog.

    Felipe Alves.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Felipe,
    Vitamina C não ajuda não.
    Na verdade o que ajuda é uma alimentação balanceada, generosa ingestão de líquidos e boas horas de sono.

    Tenho um texto sobre mitos das vitaminas que talvez seja interessante vc ler:

    http://www.mdsaude.com/2009/03/vitaminas.html

  • Vivian

    Dr Pedro,
    meu filho tem problemas alérgicos e também asma. Ele fez um tratamento com um emédio chamado Singulair por 6 meses. Durante esse tempo teve apenas 2 crises, mas que foram fáceis de controlar. Eu estou com medo de mandá-lo para a escola, pois li que quem tem problemas respiratórios está no grupo de risco. A minha pergunta é por ele ter feito esse tratamento ele criou um pouco mais de imunidade e eu posso mandá-lo para a escola? Ou é melhor eu não mandá-lo?
    Obrigada,
    Vivian
    Paraná

  • juliana_luques

    Dr. Gostaria de saber se pessoas que possuem anemia talassemia baixa que é tratada apenas com remédio, estão entre o grupo de risco da gripe suína?

    JULIANA

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Andria,

    A organização mundial de saúde (OMS) só recomenda que pessoas com sintomas deixem de viajar de avião.

    As aeronaves possuem um sitema de troca e filtragem do ar muito eficiente, o que o mantém sempre com baixos níveis de patógenos.

    Não há ainda nenhumar ecomendação para o usode maáscaras durante viagens aéreas.

    Não há dados que mostrem um maior risco de contaminação em aviões.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Vivian,
    Ele por ter doença pulmonar apresenta maior risco mesmo. Mas é importante lembrar que este risco é o mesmo que ele sempre correu com as gripes comuns.

    A gripe A não é mais grave do a gripe comum. O risco que ele corre agora é o mesmo que ele correu quando teve a última gripe.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Juliana,
    Sim, o risco é maior. Mas lembre-se que é o mesmo risco que para qualquer gripe.

  • Fernanda

    Olá Doutor Pedro!

    A repercursão da midia sobre os casos de gripe H1N1 é realmente assustador! percebo que a incidência de mortes é baixa mas o que me assusta é que não existe grupo de risco, é como se fosse uma roleta russa… Qualquer um de nos gozando de máxima saude pode contribuir com as estatisticas de óbitos nos próximos dias? O que posso fazer pra reforçar o sistema imunologico de minha filha de 9 anos(possui rinite) e meus pais idosos (um com hipertensão e outro com bronquite? Quanto tempo o virus sobrevive fora do organismo no meio ambiente? Quais temperaturas eles resistem? A vacina pra gripe comum é eficiente pra H1N1? O quanto é recomendável o adiamento da volta as aulas?
    Muito obrigada, até mais

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Maristela,
    O tempo de quarentena deve ser de 7dias.

    O vírus sobrevive por qté 8 horas no ambiente. Uma simples limpeza com água e sabão é suficiente para matá-lo. Detergentes e desinfetantes tb servem.

    Lavem bem as mãos e evitem levá-las diretamente para os olhos ou bocas.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Fernanda,
    Como ocorre a centenas de anos, qualquer um pode morrer por complicações da gripe. Nada mudou. Apenas o nome a divulgação pela imprensa.

    Não há o que fazer para reforçar imunidade. Aconselh-se beber bastante líquidos, alimentar-se bem, e dormir bastante.

    O vírus sobrevive umas 8 horas fora do organismo. Quanto mais quente o dia, menor o tempo de sobrevivência.

    A vacina para gripe comum parece ser apenas parcialmente efetiva. Porém ela é muito importante já que as outras cepas são tão graves quanto esta da gripe A.

    O adiamento da aulas é mais uma medida de efeito psicológico. Infelizmente médicos, entidades médicas e governamentais estão perdendo a batalha para o alarmismo da imprensa. Medidas de cunho psicológico ajudam a diminuir o pânico na população.

    Todo ano existem surtos de gripe, e nunca se falou em suspender aulas. Esta gripe até o momento mata tanto quanto qualquer outra. E o número de casos de gripe também está dentro da média dos outros anos.

  • Maria Isabelle

    Boa Noite Dr. Pedro.
    Estou grávida de 23 semanas, moro no sul do país. Aqui em minha cidade já foram registradas várias mortes pela gripe suína, incluindo duas grávidas. Confesso que estou muito preocupada, pois tenho medo de pegar esse vírus e não resistir.
    Tenho tido cuidado com a higiene e já comprei alcool gel, e ainda uso máscara para ir a faculdade, sem falar que estou cuidando ainda mais da minha alimentação.
    Minha dúvida é quanto à esse remédio, o Tamiflu, se uma grávida contrair gripe suína, tem outros meios de se curar, ou somente tomando o Tamiflu ela se cura? Pois pelo que li o Senhor disse que grávidas não podem tomar esse remédio, mas então o que uma grávida infectada faz para se curar dessa gripe? Que remédios toma? Ela consegue sobreviver sem tomar o Tamiflu, ou acaba morrendo? e o bebê, é prejudicado com o tratamento dessa gripe?

    Desculpa o enorme número de perguntas, mas é que estou mto preocupada por fazer parte desse grupo de risco.

    Obrigada pela atenção,

    Maria Isabelle

  • Aline

    ólá dr.
    Estou muito preocupada pq uma parente minha foi ao Paraná e já fazem 7 dias q ela retornou, porém, ela está tossindo um pouco apenas, mas disse q ja saira daki com esta tosse…ontem ela foi a nossa casa e ate ajudou no preparo dos alimentos…existe algum risco para os q estavam lá?obrigada
    mariselia

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Andria,
    No momento a pior maneira de se informar sobre a gripe A é pela imprensa. A cobertura está sensacionalista e irresponsável.

    A gripe suína é tão perigosa para grávidas quanto qualquer outra gripe. Acontece que os casos brandos e curados não estão sendo divulgados, dando a impressão que toda grávida que pega a gripe A evolui mal.

    Acredito que até Setembro os casos vão diminuir. A época de surto de gripe é agora durante o inverno. Conforme o tempo for esquentando a transmissão cai muito.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Maria Isabelle,
    O tamiflu não é contra-indicado. Como eu disse, o CDC autoriza o seu uso em grávidas.

    O risco de complicações pela gripe é a mesma de qualquer gripe. Durante séculos as grávidas foram expostas a gripe e nunca houve histeria. Até o momento, nada mudou. A taxa de mortalidade em gravidas com gripe A é a mesma de grávidas com gripe comum. A única diferença é que agora a imprensa resolveu fazer contagem dos casos fatais

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Aline,
    Se a tosse já existia antes, e ela não apresenta febre, não há porque pensar em gripe A.

  • MICHELLE LEMES, 23, JORNALISTA

    Olá, Dr. Pedro, gostaria de parabenizá-lo. Com toda humildade, o senhor está atendendo a população que está tremendamente carente de informações.

    Sou de Goiânia, a minha irmã tem 22 anos, tem rinite alérgica e já teve faringite, inclusive já retirou as amigdalas. Ela é estudante de Quimica Industrial e trabalha em uma grande indústria, dentro de um laboratório, onde não tem janelas para a circulação do ar e um ar-condicionado muito forte, muito gelado. Do lado de fora, é sempre muito calor e muito sol. Na execução do trabalho dela, ela precisa sempre sair e coletar material lá fora e voltar pro laboratório e isso tem provocado algumas reações nela. Teve febre repentina ontem, por volta das 13h, um cansaço enorme, fortes dores musculares, dor de cabeça e muita dor de garganta. Como ela já teve dor de garganta outras vezes não pensamos em gripe suína, mas os sintomas são os mesmos. Ela já tem uma certa dificuldade para respirar e coriza no nariz (fluxo nasal). Porém, não está com tosse. Também teve ardência nos olhos. Hoje, ela foi trabalhar novamente, está tomando apenas torsilax e antitérmico. Parece que os sintomas estão melhorando. Ela tem que tomar outros medicamentos, como aqueles para resfriado comum ou deve permanecer apenas com esses? Devemos procurar atendimento médico ou esperar pra ver se melhora? Mas, enquanto isso, ela pode estar transmitindo pra inúmeras pessoas, né? Tem chance de ser gripe suína? Depois de passar esse período quanto tempo ela deve esperar para tomar a vacina contra a gripe comum?

    Um grande abraço
    Que Deus o abençoe

  • Rose

    OLÁ DR PEDRO, ESTOU AQUI PARA PARABENIZÁ-LO POR SUA GRANDIOSA ATITUDE, ESTAVA BASTANTE PREOCUPADA COM ESSA NOVA GRIPE, MAS VEJO AGORA QUE REALMENTE HÁ UM CERTO EXAGERO POR PARTE DA MÍDIA.PARABÉNS MAIS UMA VEZ PELO SEU TRABALHO!VOU DIVULGAR COM TODA CERTEZA SEU BLOG!BJS, ROSE.

  • vdecari

    OLÁ DR.PEDRO,LI ALGO FALANDO QUE É MTO DIFÍCIL PEGAR A GRIPE SUÍNA DENTRO DO AVIÃO,MAS NÃO EXPLICAVA O PORQUE,GOSTARIA DE SABER SE ESTA INFORMAÇÃO É REAL E SE CASO FOR EXPLICAR OS MOTIVOS.
    ATENCIOSAMENTE,
    VANESSA – CAMPINAS/SP

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Michelle,
    Se há suspeita de que possa ser gripe suína, ela deveria procurar um médico. Porque eu digo isso? Se ela tem a gripe suína, indo trabalhar ela poderá contagiar vários colegas. Ela pode e deve se recuperar sem problemas desta gripe (seja suína ou não) mas não sabemos se algum dos seus colegas, por exemplo, tem algum recem-nascido ou alguém doente na família que seja mais susceptivel ao virus da gripe. Uma pessoa com um doença contagiosa não deve ir trabalhar, seja esta gripe suína ou sazonal.
    A vacina contra gripe pode ser tomada assim que o paciente esteja sem sintomas.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Vanessa,
    Não é que seja muito difícil pegar no avião. Simplesmente parece que não é tão fácil quanto em outros ambientes fechados, porque o ar no avião é constantemente filtrado e trocado. Mas se vc sentar-se ao lado de algum doente, provavelmente irá se contaminar na mesma.

  • Dioni Rodrigues

    Dr. Pedro
    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo ótimo e explicativo blog.
    Gostaria de perguntar quanto tempo o medicamento (Tamiflu) leva para fazer efeito e acabar com os sintomas e curar a gripe.
    Obrigado

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Dioni,
    Na verdade o Tamiflu não acaba com a gripe, ele apenas encurta o tempo de doença e diminui as complicações. Mas só funciona se inciado nas primeiras 48 horas.

  • Anonymous

    Boa tarde Dr. Pedro.

    Em sua concepção quando e qdo o Brasil poderá se estabilizar com relação a esta gripe? Pois vejo na Mídia que o Mexico já se estabilizou. Na verdade isso significa o que??? Que o vírus deixou de circular por lá?

    Obg.
    Uziel

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Uziel,
    A previsão é de que em 1 mês e meio, no máximo 2 meses a epidemia começa a abrandar. É o que ocorre todos os anos com a gripe. Conforme o inverno acaba, o vírus diminui sua circulação.

  • Anonymous

    Dr,
    meu namorado esta apresentando os seguintes sintomas: febre 37,5C, dor nas pernas,tosse seca,resfriado,dor de cabeça. Ele pode estar com a gripe suina?

    Obrigada Lorraine

  • Natália Lavado

    Dr, eu gostaria de uma informação:
    quem tem prolapso da valva mitral corre mais riscos de complicação na gripe suína?

    Obrigada!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Lorraine,
    Poder, pode. A febre tá um pouco baixa…

    Pode ser gripe comum, pode ser resfriado. Se ele estiver bem, não precisa se preocupar.Na dúvida peça para ele ter contato com o menor número de pessoas possível nesta fase.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Natália, à princípio não.

    Não ví descrição sobre isso em nenhum lugar, seja no CDC americano, na OMS ou no ministério da saúde.

    PVM não parece ser fator de risco.

    abs

  • Ariana

    Dr. To com dor de garganta tem quase uma semana, mas não tive febre, nem os outros sintomas, tive dor nas costas e mais nada.
    Mas o medo e o pânico q a mídia tem causado, ta me deixando louca, detalhe, sou um pouco hipocondriaca e isso tem me assustado. Acha q pode ter algo a ver com a H1N1?

    PS:
    Sua matéria é excelente.
    Deixa a gente mais confortada e menos apavorada.

    Deus abençoe.

  • Anonymous

    Dr,
    Se não há este perigo todo que está sendo divulgado,baseado no que o início das aulas é adiado?Porque se permite que se crie este clima de pânico? O que nós,pessoas comuns,podemos fazer para ajudar a controlar esta situação?
    abs, Lilian

  • Anonymous

    Dr Pedro,

    Tenho dor de garganta, um pouco de diarréia, minha temperatura nao passa de 36 graus…
    Posso estar com a gripe A?
    ps: tomei astro pra infecção na garganta.

    Klaus

  • PCAngelo

    Boa noite Dr. Acho que devemos ficar preocupados pois as estatísticas estão sendo encobertaspor (por falta de diagnóstico já que só faz diagnóstico em casos “graves”) e outro motivo é que muitos hospitais apesar de diagnosticar o h1n1 não estão sendo contabilizados nas estatísticas do pais, conforme alguns amigos médicos me informaram.

    Outro ponto preocupante, é que de acordo com as regras que o ministério da saúde passou na semana passada, ninguem mais vai ter um tratamento eficiente, veja bem:
    1) só o governo tem o remédio.
    2) o remédio só funciona se tomado até 48Hrs depois.
    3) o diagnóstico só será feito em casos graves.
    Bom… certamente o prazo para diagnóstico de um caso grave será mais que as 48horas, sendo assim o Tamiflu não faz efeito segundo o fabricante.
    Veja todas as fontes dessa notícias no seguinte post:
    http://paramudarobrasil.wordpress.com/2009/07/22/gripe-suina-o-problema-e-muito-maior-que-o-divulgado/

    abraços
    Paulo Cesar Angelo

  • Isabel Asckar

    Bom dia Dr.Pedro,
    Vou viajar de avião com meu filho de 3 anos que teve histórico de bronquiolite qdo bebê.
    Existe risco de contrair o virus da gripe CASO ALGUÉM NO AVIÃO ESTEJA INFECTADO E NÃO SAIBA? Eh prudente eu e ele viajarmos de mascara?
    SE alguem espirrar do meu lado, pelo fato de estarmos de mascara não estaremos mais protegido?
    Obrigada, Isabel

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Ariana,
    Os seus sintomas não são compatíveis com a gripe A

    abs

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Lilian,
    Infelizmente as entidades médicas e governamentais estão perdendo a guerra de informação para a imprensa sensacionalista. O adiamento das aulas tem um efeito muito mais psicológico do que efetivo. Como se espera que a gripe ainda dure uns 2 meses, adiar aulas por 1 ou 2 semanas não muda muita coisa.

    A verdade é que os governos se sentem acuados diante do pânico da população e medidas como essa ajudam a diminuir tensões. No fundo não está de todo errado.

    O mais importante é a população se conscientizar que pessoas com sintomas da gripe devem evitar contatos com outras.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Klaus,
    Seu quadro não sugere gripe A. Se não há febre, não há gripe A.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Isabel,
    Em qualquer lugar, seja avião ou não, há risco de se contrair a doença caso haja contato com alguém doente.

    Não nenhum trabalho que comprove que a máscara impede a contaminação pela griep A. Até porque a maor parte das transmissões de gripe (A ou não) é feita pelas mãos ao se tocar nos olhos, boca ou nariz.

  • Anonymous

    Dr. Pedro, minha faxineira apresentou, no domingo, muita febre alta, calafrios, dor de cabeça, tosse etc etc etc. Todos os principais sintomas da gripe suina.
    Hoje, na sexta, ela veio trabalhar normalmente mas ainda está tossindo e fanha. Não tive como manda-la para casa. Como faço para me proteger desse vírus? Estou resfriada mas não tive febre. Apenas espirros e tosse. Tenho receio de pegar a gripe suina pois sou fumante e sei que o virus ataca muito os pulmões.
    Assim que ela for embora devo limpar a casa novamente onde ela possivelmente teve contato?
    Obrigado,
    Otavio

  • Tatiane

    Tenho uma filha de 1 ano e 9 meses, sei que ela está no grupo de risco.Tenho procuado na internet casos de gripe suina em crianças desta faixa etária e não tenho encontado bons prognosticos.
    A gripe suina evolui rapidamente e no caso desta faixa etária sempre existem complicações?
    Vacinas como a prevenar, meningite e remedios como o broncho-vaxon podem ajudar, caso a gripe seja contraida?
    Tenho feito o que posso para ajuda-la a aumentar sua imunidade,mais tenho duvidas.
    Ela possui todas estas vacinas,incluindo da gripe comum, e esta começando agora a tomar broncho-vaxom.
    Toda vez que ela tem uma gripe acaba evoluindo para sinusopatia,isto é um indicativo que minha filha pode ter complicações com a gripe suina?
    Obrigada.
    Tatiane

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Otavio,
    Se há suspeita de gripe A e ela ainda tem sintomas, o ideal é que ela fica em casa e não vá trabalhar.

    Não há como limpar tudo. Não tem como vc saber exatamente aonde ela tocou.

    Lave bem as maõs e evite leva-la aos olhos e boca.

    Se não aparecer febre, fique tranquilo.

    Como ela já está melhor, existe a chance de não estar mais transmitindo o vírus

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Tatiane,
    Sua filha já teve alguma gripe? Pois é, a gripe A é igual. O risco é o mesmo. Provavelmente ela vai ter mais uma vez sinusite. E só.

    Não há nenhum dado que comprove que a gripe A é mais grave que a gripe comum em nenhuma faixa etária. A única dúvida no momento é em relação as grávidas.

    Estar no grupo de risco não quer dizer que obrigatoriamente ela terá complicação. Mesmo no grupo de risco a maioria das pessoas se recupera bem, como em qualquer gripe.

    O grande problema é que as pessoas nunca deram valor a gripe e de repente a imprensa começou a criar pânico divulgando mortes que sempre ocorreram.

  • liliani

    Olá Dr pedro,tenho 24 anos e a 12 anos faço tratamento com bezetacil devido a uma febre reumatica, tenho prolapso de valvula mitral e gostaria de saber se me enquadro no grupo de risco, por favor aguardo anciosamente sua resposta… grata
    liliani!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Liliani,
    Se o seu único problema no coração é o PVM, então vc não está no grupo de risco.

  • Anonymous

    Dr. Pedro, parabéns por suas explicações, além de tranquilizantes num momento de total incerteza sobre a saúde pública, vem ajudar a população em relação a muitas dúvidas ligadas à Gripe Suína. Doutor estou grávida de 14 semanas, e como as várias grávidas que já colocaram suas dúvidas e se mostraram bem preocupadas, me incluo neste grupo.Trabalho em uma empresa multimacional em que muitas pessoas vão e voltam de viagem para o exterior. Há perigo de disseminação por ar-condicionado? Há risco de contaminação em uma operação de CallCenter onde em um único andar possam trabalhar mais de 1000 pessoas ao mesmo tempo? Reforçando o questionamento, o índice de grávidas (quando infectadas)que se salvam e maior do que as que falecem?
    Agradeço imensamente sua ajuda, pois além de estar fazendo um trabalho social, está fazendo também uma ação humanitária.
    Abs.Regiane

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Regiane,
    Locais fechados e com muitas pessoas são mais propensos a transmitir virus.

    Ar condicionado central não transmite o vírus.

    Apesar das grávidas terem um taxa maior de complicações que a população normal, a maioria delas não sofre nada além de uma simples gripe pelo H1N1

  • giovanna

    Dr. Pedro
    Porque as aulas voltam exatamente dia 17/08. Significa que a partir dessa data o vírus estará controlado???
    Devemos mandar nossos filhos para a escola?!?!
    Grata…Giovanna

  • Antonio

    Dr., a população não sabe até que ponto a mídia tem reportado a verdade, as notícias são aterrozizantes. Tenho um filho de 2 anos e meio, único, foi difícil conseguir. Ele teve várias otites (de repetição) quando bebê, tomou/toma muito anti-biótico, tem baixa imunidade, qualquer gripe nele vira uma “ite”. Toda criança que contraia H1n1 está correndo risco de morte? As crianças pequenas, com históricos alérgicos ou baixa imunidade têm chances de sobreviver? Não deixe de responder por favor, estou entrando em pânico, perdendo sono e tendo crises de choro com medo dessa pandemia, moro no Rio de Janeiro e trabalho em universidade, muita circulação de pessoas e próximo a aeroporto. Só em pensar em sair de casa e por as mão num ônibus já desespero, nunca fui assim… Helena Oliveira.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Giovanna,
    Na verdade espare-se que a gripe A diminua sua circulação a partir de Setembro, já que historicamente é isso que acontece com todas as gripes sazonais.

    A suspensão das aulas é muito para efeito psicológico devido ao pânico que a imprensa tem criado na população. O que não pode ser considerado de todo errado.

    Na verdade, se as crianças não vão a aula mas continuam saindo normalmente às ruas, indo ao shopping, andando de ônibus, indo a estádio de futebol, ao clube… A suspensão das aulas efetivamente não muda nada em relação a circulação do vírus.

    As orientações no mundo todo são para apenas não madar para escola aquelas crianças que apresentem algum sinal ou sintoma de gripe.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Helena,
    Se o seu filho toda vez que pega uma gripe, desenvolve alguma infecção secundária, então ele pode ser considerado grupo de risco.

    A mortalidade do H1N1 é igual a da gripe comum. 99% das pessoas sobrevivem.

    O problema é que como a gripe é uma doença muito contagiosa, milhares de pessoas se contaminam. 1% de milhares é bastante coisa.

    Se 10.000 pessoas têm a gripe, 100 irão falecer. Em 6 meses teremos a média de 16 mortes por mês ou 1 a cada 2 dias. É isso o que os jornais têm mais ou menos feito, divulgado diariamente o falecimento desse 1% da população. Parece que é muito, mas não é.

    Lave sempre bem as mãos antes de pegar no seu filho. E sempre que chegar em casa.

  • Anonymous

    Dr.

    Os sintomas iniciam devagar? Ou seja, começa apenas com uma coriza e vai ficando cada vez mais sério??

    Se tivermos uma leve dor de garganta e um pouco de corisa por exemplo, podemos tomar um medicamento para resfriado? Não tem perigo de mascarar a doença?

    Obrigada

    Paula S.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Paula,
    Na gripe, ao contrário do resfriado, os sintomas surgem rapidamente. Em 24-48 horas o quadro já está todo estabelecido.

    Os sintomáticos podem e devem ser tomados. Quem vai evoluir mal da gripe o faz independente desses remédios.

    Se depois de 48-72 horas vc ainda está bem, dificilmente haverá grande piora.

  • http://www.blogger.com/profile/05508360217839510736 Marco Cid

    DR PEDRO.. PARABÉNS E VAMOS AOS FATOS:

    Moro em Curitiba, onde tivemos 10 dias de chuvas, muita umidade relativa e muito frio. São diversas as “noticias” que chegam todos os dias sobre a H1N1 e sempre com muita especulação. Sabemos que o frio e a umidade são um ótimo aliado ao vírus da gripe e isso acaba gerando ainda mais desconforto.

    As escolas e universidades adiaram o retorno às aulas, mas de que adianta se a maioria dos alunos se entocam em salas de cinemas e shoppings?

    MEU CASO.
    Iniciei com uma baita dor de garganta já fazem 7 dias. Estou à 5 dias tomando amoxicila receitada por uma médica, nos tres primeiros dias acompanhado de paracetamol 750 mg e loratadina por dois dias, alem de rinossoro 3 x ao dia.
    A dor de garganta ainda persiste, assim como uma leve aredencia pelo corpo, porém o máximo que termómetro (mercurio axilar)chega é 37,5. No final da tarde é terrivel, aumenta a dor nas costas e o nariz e a testa parece que estão carregados.
    Tenho averiguado o termometro de tempo em tempo, para prevenir.
    Certamente tenho um faringite (coisa que nunca havia tido antes)
    O QUE DEVO REALMENTE FAZER?
    Uma coisa é certa, melhorei muito minha higiene e alimentação, além de tomar agua o tempo todo, chás e sucos naturais.

    OBS: UMA OUTRA DUVIDA QUE SURGIU.
    SEXO, PODE SER FEITO NORMALMENTE?

    DEU TE ABENÇOE

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Marco,
    A sua primeira obsrvação está perfeita.

    Em relação ao seu caso, parece que vc tb tem uma sinusite. Com mais de 5 dias de antibiótico, eu já esperaria que vc estivesse bem melhor. Talvez velesse a pena que seu médico o reavaliasse.

    Evite sexo até os sintomas desaparecerem. Não que seja contra-indicado, mas evita que sua parceira possa contrair o seu agente infeccioso

  • Priscila

    Bom dia Dr. Pedroe Dra. Renata.
    Parabens, pelo site nos ajuda muito.
    Bom eu estou gravida de 25 semana, e graças a Deus tenho uma saúde que posso considerar boa, não costumo ficar nem gripada, porém com o surgimento da nova gripe Influenza A (h1n1), estou muito preocupada, pois a midia trata das grávidas como se qualquer grávida que contrair a gripe morrerá, isso me deixa quase em panico, minha mãe então vive me ligando e chorando por causa disso.
    Queria saber se toda grávida que contrair esse virus morre? Ou não?temos chance de nos salvar?
    Desde já agradeço a atenção.
    Priscila.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Priscila,
    De acordo com os dados mais atuais do ministério da saúde, apenas 7% das grávidas que são diagnosticadas com H1N1 apresentam complicações. E dessas, menos de 1/3 vem a falecer.

    É importante lembrar que ainda existem os casos de grávidas com gripe A que têm um quadro tão brando que sequer vão ao médico, e por isso, não entram nas estatísticas.

  • Juliana

    Dr. Boa Tarde

    Gostaria de parabeniza-lo pela iniciativa de um blog que possibilite melhores informações sobre a gripe.
    Minha mãe no domingo começou com uma tosse seca e hoje resolveu ir até o médico, pois estava sentindo muitas dores no corpo, garganta e ouvidos inflamados e a mesma tosse seca, entretanto ela não apresentou febre.
    Fico preocupada, pois estão dizendoq ue já tiveram casos que a pessoa não apresentou febre é verdade?
    Ela pode estar com o Vírus.
    Foi receitado para ela antibiotico e antiinflamatorio.
    Também ouvi dizer que antibiotico não deve ser receitado em caso de gripe e sim antigripais.
    Obrigada
    Boa semana
    Juliana

  • PCAngelo

    Olá Dr. Pedro,parabéns pela iniciativa e pelas respostas.

    Então Dr., como o senhor disse: “Normalmente as complicações surgem com 48-72 horas de evolução.”

    Agora veja: O remédio só será ministrado em “casos graves” ou seja, em casos que já tenha passado de “48-72 horas de evolução”, e o remédio só funciona em até 48 horas após o inicio dos sintomas.

    Então será ineficiente utilizar o remédio, concorda? Veja a informação que o fabricante do Tamiflu disponibiliza em seu site:

    “When you or someone in your family begins to experience flu symptoms, you have 48 hours to take action. Trust TAMIFLU, the number-one prescribed antiviral flu medicine* “
    Fonte: http://www.tamiflu.com/treat.aspx

    Existe alguma fonte científica que mostre evidencias que o remédio tem alguma eficiência se tomado após o período sugerido pelo fabricante?
    Caso contrário, o efeito é somente placebo, né? Se for este o caso, pode valer a pena guardar o remédio todo e vender para países que tenham como diagnosticar a gripe com maior eficiência e salvar vidas de verdade.

    Abraços
    Paulo Cesar Angelo
    http://paramudarobrasil.wordpress.com/2009/07/22/gripe-suina-o-problema-e-muito-maior-que-o-divulgado/

  • Sandra

    Boa Tarde Dr. Pedro Pinheiro e Dra. Renata Campos…

    Em primeiro lugar muito obrigada por seu blog que mais que um trabalho humanitário para esclarecimentos sobre a Gripe Suína…é um trabalho de amor…porque a impressa comum, em todos os veículos de mídia inclusive internet, está mesmo deixando todo mundo em pânico…algumas dúvidas:

    1) Purificadores de ar ou mesmo Ionizadores de ar em ambientes em casa (ou empresas) possuem alguma eficácia no combate e eliminação do vírus ou mesmo prevenção da transmissão da gripe suína pelo ar nos ambientes onde eles estão funcionando?

    2) Tenho alergia a proteína animal (carnes, leite e ovos)…e quando acontece ingestão acidental (de carne por exemplo) fico uma semana de cama com febre de 2 em 2 horas (pior que malária cuja as febres podem ser de 4 em 4 ou 8 em 8hrs). Este tipo de alergia, em especial, pode ser considerada um fator de risco?…minha intolerância a proteína animal tem aumentado muito com o passar dos anos (tenho 47 anos).

    3) Mulheres grávidas estão em grupo de risco por causa de alterações hormonais devido a gravidez, correto? Mulheres em menopausa ou pré-menopausa, que também estão passando por e com alterações hormonais devido a isto, também podem ser consideradas em grupo de risco?

    4) Recentemente descobri…depois de alguns exames porque estava com o ciclo do sono alterado…que meu sistema respiratório (desvio no septo, estreitamento dos dutos respiratórios, adenóides muito grandes e inchadas) é ‘comprometido’ e que também minha língua, normalmente, cobre metade da minha garganta quando estou em vigília -não dormindo-)…este tipo de quadro pode ser considerado um fator de risco tendo em vista que esta gripe causa complicações e agravamentos respiratórios?

    5) Costumo tomar (uma vez por semana) uma aspirina ou outro comprimido a base de acido acetilsalicílico porque no passado foi muito divulgado que tomar aspirina faz bem para o coração e circulação. Só tomo uma vez por semana porque sei que alta dosagem pode causar hemorragias internas e mesmo externas. O fato de tomar um comprimido por semana pode contribuir para aumentar minha imunidade para esta ou qualquer outro tipo de gripe?…normalmente não costumo ficar gripada…

    6) Tenho uma amiga que toda vez que fica resfriada ou gripada fica com a garganta muito inflamada (como disse uma pessoa em um comentário acima -“desenvolve uma ‘ite”- só que toda vez na garganta. Ela poderia estar ou ser considerada em grupo de risco também?

    Obrigada antecipadamente por toda a sua atenção e resposta a este post (comentário). Desculpem pelo texto que está um pouquinho grande :)

    Grande Abraço

    Sandra

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Juliana,
    Se sua mãe for idosa, pode ser que não apresente febre, sendo a infecção viral ou bacteriana.

    Se o médico prescreveu antibióticos é porque suspeita de infecção bacteriana. Da onde eu não sei, pois não tenho dados para avaliar esta parte.

    De qualquer maneira, O antibiótico não vai ser prejudicial não, mesmo sendo gripe.

    Como a doença começou Domingo, já temos quase 48 horas de evolução. Se ela está estável não se preocupar. Se houve visível piora do quadro, talvez fosse interessante uma nova avaliação.

    Não tenho como dizer se é gripe ou não. O importante é obsversar a evolução do quadro dela.

  • Anonymous

    Caro Dr. Pedro,

    Na quinta-feira (30/07) fui até um hospital público do Rio de Janeiro, pois estava com muita dor de garganta, pouca tosse e febre que começou em 37,5 e foi até 38,5. No hospital o médico pediu um raio X e um hemograma completo. Disse me que estava tudo bem e que não poderia afirmar se eu estva com gripe suína, pois o exame só é indicado em casos gravíssimos. Mandou que eu tomasse amoxilina de 8 em 8 horas durante 10 dias, paracetamol, caso tivesse febre e trimedal, também de 8 em 8 horas. Não tive mais febre, a dor de garganta passou, porém contiuo com tosse, expelindo catarro e ontem a noite comecei a sentir muita falta de ar.
    Já tive 3 pneumonias, fico gripada e resfriada com muita frequência e sou bastante alérgica.
    Não sei se devo procurar o hospital novamente, pois pedem que evitemos para não pegar a gripe de alguém infectado que lá esteja, mas ao mesmo tempo tenho medo que possa estar mau ainda. O fato é que estamos todos muito assustados e acredito que acabamos por sofrer alguns males apenas psicologicamente, como é o caso da falta de ar. O que deve fazer.
    Att,
    Camila

  • Juliana

    Olá,

    Sou médica, estou gestante e gostaria de uma orientação sobre um site confiável, com informações a respeito da gripe suína em gestantes. Já existem dados sobre porcentagens de gestantes que contraíram a doença e sobreviveram/morreram?

    Grata.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Paulo,
    O Tamiflu está indicado para todos aqueles que façam parte do grupo de risco e que tenham quadro de gripe ou para aqueles que apresentem sinais de complicações nas primeiras 48 horas (o que ocorre na grande maioria das pessoas que complicam).
    Estas indicações não são exclusivas do Brasil, ela é a mesma no mundo inteiro.

    Você pode ver as indicações do CDC americano como são iguais: http://www.cdc.gov/h1n1flu/recommendations.htm

    Na verdade eu me expressei mal. Quando eu escrevi “surgem com 48-72h”, eu quis dizer é que os sinais de gravidade quando surgem, normalmente o fazem DENTRO das primeiras 48-72h, portanto, quase sempre dentro do período útil para o antiviral

    Um doente fora do grupo de risco que nas primeiras 48 horas não apresente sinais de doença grave ou complicações, dificilmente irá apresentar algum problema. Este tipo de paciente não evolui mal.

    É importante frisar que em saúde pública não se mira o indivíduo mas sim a população. É óbvio que existirão casos que fogem a essa regra, porém a distribuição indiscriminada de Tamiflu é a longo prazo muito pior. Não se faz políticas públicas pensando na exceção.

    Já há registros de cepas do H1N1 resistente no Japão, Canadá e Inglaterra.

    Veja os dados que eu mostrei no texto. Das mais de 10.000 pessoas que procuram atendimento médico por gripe, só 25% realmente tinham esse diagnóstico confirmado por laboratório. Se o Tamiflu fosse liberado, 75% das pessoas o receberia desnecessariamente. Isso é má prática médica.

    Se fosse assim, ano que vem, quando tivermos a próxima epidemia de gripe (ela ocorre todo ano, só não é divulgada pela imprensa), o vírus virá com altas taxas de resistência, e aí quem precisar do antiviral, não vai ter opção porque o vírus já não vai responder mais aos atuais. E então, o número de mortes será muito maior.

    O tamiflu pode e deve ser usado nos casos graves, mesmo depois das 48h iniciais. Ele funciona sim. Porém, a taxa de sucesso é maior nas primeiras 48h. Mas de modo algum ele vira placebo.

    É claro que o fabricante vai dizer que todo mundo tem que tomar o remédio dele. Fora de períodos de epidemia, isso nem está tão errado. No atual momento essa indicação só serve para enriquecer a Roche. O impacto na saúde é irrelevante, até pq o Tamiflu não é milagroso e as complicações podem ocorrer a despeito do seu uso. Isso sem falar nos efeitos colaterias que não são incomuns.

    A atual orientação é para que os médicos decidam aqueles casos fora do grupo de risco que devem receber o antiviral. Não é preciso apresentar complicações, mas o médico precisa identificar sinais de que a doença pode complicar nas próximas horas.

    Não é preciso diagnosticar a gripe para se prescrever o tamiflu. A indicação do remédio é clínica e não laboratorial.

    O importante é evitar de se usar remédios para quem não precisa.

    abs

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Sandra,
    1) Nunca li nada a respeito. À princípio não

    2) A alergia é um sinal de descontrole do sistema imune. Encare a gripe suína como outras gripes. Como foi sua reação nos quadros gripais que vc já teve? Se sempre foram brandos, não há porque se preocupar, já que o H1N1 não é mais grave que a gripe sazonal. Agora se vc costuma regir muito mal as viroses que já teve, podemos te considerar como grupo de risco.

    3) Não.

    4) Sim

    5) Não. E se vc tiver gripe a aspirina é contra-indicada.

    6) O quadro dela será de faringite como em qualquer gripe. Não necessariamente ela corre mais risco por isso.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Camila,
    Se vc tem muita falta de ar, deveria procurar atendimento médico, sim.

    Este é um dos critérios de gravidade da gripe A. É preciso que algum médico re-examine seu pulmão.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Juliana,
    Eu tenho acompanhado os CDC americano (http://www.cdc.gov/h1n1flu/pregnancy/) e o site do ministério da saúde.

    Os 2 estão sempre com informações bem atualizadas. Eu também tenho visto algumas revistas médicas, mas aí é preciso ter senhas.

    O último informativo mostrava que apenas 7% das gestantes que procuravam atendimento médico apresentavam lguma complicação da gripe A. semelhante ao da gripe sazonal.

  • PCAngelo

    Boa tarde Dr. Pedro,
    Muito obrigado pela resposta, o seu trabalho é muito bom!

    Agora compreendi bem melhor. Se o diagnóstico pode ser clínico e não necessáriamente laboratorial e o diagnóstico geralmente ocorre na maioria dos casos a tempo de usar o remédio e mesmo nos outros casos o remédio ainda oferece algum tipo de ajuda ao paciente, isso realmente dá possibilidades aos médicos efetivamente trabalharem.

    Na verdade a minha crítica não era com o intuito de liberar o remédio indiscriminadamente, concordo que que sempre temos que tomar remédio de acordo com a avaliação de um médico competente.

    A crítica era mesmo com relação a capacidade/demora de diagnóstico laboratorial e se os médicos realmente tinham os requisitos mínimos para exercerem seus trabalhos e sua explicação esclareceu isso.

    Muito obrigado por todo o esclarecimento, vou indicar seu site como uma boa referência de saúde no meu blog.

    Tenha uma ótima tarde.
    abraços
    Paulo Cesar

  • Anonymous

    Boa noite Doutor (A)

    Eu tenho há 2 dias muita dor de cabeça, tem momentos que parece que fico até meio confuso, mais em momento algum eu tive febre, mais tive secreções e espirros, pode ser diagnosticada a Gripe A sem ter febre ?

    Grato,
    Welington

  • Camilla

    Olá Dr. Estou muito preocupada.Ontem acordei com muita dor de cabeça e nos olhos.Alguns espirros durante o dia e sinto meu nariz um pouco entupido.Hoje, não tenho mais dor de cabeça,porém, desde a manhã,estou com diarréia e náuseas e um pouquinho de dor de garganta.Não tive febre,graças a Deus. Posso estar com essa gripe?
    Muito obrigada,estou aflita.
    Camilla Freitas

  • http://www.blogger.com/profile/05508360217839510736 Marco Cid

    Boa Noite, dr…

    Se minha mãe viva fosse tiraria esta duvida com ela, pois tenho muitas duvidas do que é a TOSSE SECA.

    1) Tenho dor de garganta, mas sem fébre, sem dor no corpo, sem espirros e com muita fome. To dormindo bem e tomando muito liquido, agua principalmente.

    2) Hoje tossi um pouco, agora no final da tarde e inicio da noite, como se tivesse coçando dentro do peito e alguns pigarros.

    3) Dores nas costas bem próximo do pescoço e braços, desconfio ser má postura e a coluna reagindo.

    4) Enfim, começou um grande movimento de que muito provavelmente tudo em Curitiba e região deva parar… shoppings, repartições, alguns mercados, e outros. Dizem que será igual ao México, parada por uns 10 dias… Pronto começou o pânico e já tem gente correndo pra suprimentos.
    Lembras de algo assim ter ocorrido no México? pelo que souber foram alguns lugares que realmente fecharam para tentar parar a epidemia.

    Novamente parabenizo seu trabalho e peço a Deus que lhe de sabedoria cada vez mais para nos auxiliar e nos informar.

    Abraços

  • ana

    Olá Gostaria de saber se os medicamentos indicados nas gripe comum como analgésicos, antitérmicos, descongestionantes,antibióticos ajudam como coadjuvantes no tratamento das complicações da nova gripe? Eu tenho visto tanta gente com início súbito de sintomas do h1n1 até preocupantes como pneumonia, mas que se curam quase que espontaneamente com medicamentos comuns, será que é possível?

  • Welington

    Boa noite Dr.

    Tem como uma pessoa estar com pneumunia e não ter tosse, dor no peito, febre, dor de cabeça ?

    2)Qual a direfença entre broncopneumunia e pneumunia ?

  • Anonymous

    Olá. Tenho 20 anos, e tive problemas com bronquite até os 15 anos – sendo que em 2004, quase morri devido à broncopneumonia, porém fui curado. Gostaria de saber se posso me considerar dentro do grupo de risco, e se há mais precauções a serem tomadas, fora as já publicadas diversas vezes na internet e na tv. Obrigado

    Júnior, Conselheiro Lafaiete – MG

  • sss

    Tenho estenose aortica congenita, eu faço parte do grupo de risco? Corro algum risco de ter compplicações maiores caso eu contrair a gripe suina??

  • André Augusto – SP

    Dr. Pedro e Dra. Renata, seria redundante dar parabéns. Minha ´duvida é em relação ao tempo de transmissao do vírus por parte do infectado. 1) quanto tempo antes de aparecer os sintomas ele transmite o vírus ?
    2) Durante quanto tempo após o inicio dos sintomas o vírus é transmitido? 3) após quanto tempo depois do fim da febre ele continua transmitindo?
    Grato pela atenção

  • Anonymous

    Doutor, estou tossindo um pouco à uma semana mais ou menos. Hoje, ao levantar cuspi catarro com sangue.
    E os sintomas são só esses, sem febre, sem dor no peito, sem falta de ar.
    o que poderia ser?

    Obrigada, Natalia.

  • PCAngelo

    Bom dia Dr. Pedro.
    Meu pai tem 55 anos e tem bronquite asmática bastante forte, sempre que tem gripe a bronquite costuma atacar e já teve vezes de ele ser internado por pneumonia em casos passados.

    Ontem a noite meu pai teve inicio de sintomas de gripe e hoje pela manhã ele já está com o pulmão cheio, ele é considerado um grupo de risco né?

    Devo procurar um hospital particular ou ir a algum hospital especifico de gripe suína?

    O Sr. faz atendimento particular? se fizer por favor me passe seus contatos para que eu possa agendar uma consulta contigo: pauloangelo@gmail.com

    Muito Obrigado.
    Abraço
    Paulo Cesar Angelo

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Welington,
    Exceto em idosos, imunossuprimidos e crianças muito pequenas, a ausÊncia de febre fala muito contra o diagnóstico da gripe A.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Camila,
    A resposta é a mesma que eu dei ao Welington acima. Muito pouco provável.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Marco,
    No México e nos EUA a gripe cedeu muito mais pelo fato de lá ser verão do que pelas atitudes. Realmente se fechar tudo e todo mundo ficar dentro de casa, a gripe vai acabar.

    Mas qual o custo disso? E realmente isso funciona ?

    Infelizmente quem está pautando o tratamento da gripe é a imprensa e não o ministério da saúde.

    Aqui em Portugal toda vez que se fala em gripe A, lembra-se que ela apresenta a mesma taxa de mortalidade das gripes comuns. Aqui a população está bem mais calma.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Ana,
    Sim.

    Quem tem sintomas graves logo de início, deve procurar atendimento médico e tomar o Tamiflu. São essas pessoas que correm riscos de terem complicações.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Welington,
    MUito difícil. A dor de cabeça e no peito pode até não ter, mas a tosse e febre ocorrem em mais 90% dos casos.

    Os dois são as mesma coisa.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Júnior,
    Sim. Quem tem histórico de bronquite precisa ser observado mais de perto.

    As preucações já estão todas divulgadas. Não há nada diferente

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    SSS,
    Sim. Porém, se a estonose for pequena e tiver pouca repercussão, o risco é baixo.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    André,
    Esses dados estão texto

    abs

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Natalia,
    Tenho um texto só sobre esse assunto. Dê uma lidinha.
    http://www.mdsaude.com/2009/07/tosse-e-escarro-com-sangue.html

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Paulo,
    Sim, ele é grupo de risco.
    Tem indicação de fazer tamiflu.

    Vá ao um hospital que tenha atendimento de urgência.

    Não faço consultório particlar no momento. Além disso, eu atualmente moro em Lisboa, Portugal.

    De que cidade vc é ?

  • dim

    olá, DR. Pedro. eu ñ sabia que o senhor morava tb em portugal, ja te fiz algumas perguntas antes, e tenho outras agora. o senhor sabe si no aeroporto de lisboa estão tendo algum cuidado com relaçao a gripe suina os funcionarios. e si tem algum orgão de saude la para dar orientação aos passageiros. como pretendo ir embora dia 9 de setembro estou preocuçpada tanto aqui , que ja esta crescendo o numero de doentes como no brasil para onde vou e estou gravida. abraços tchau, andria

  • PCAngelo

    Boa tarde Dr. Pedro,
    Então, de ontem para hoje o pulmão do meu pai começou a ter catarro amarelado. Geralmente a bronquite leva cerca de 3 a 4 dias para atacar ele, então achei estranho já que ocorreu isso em apenas um dia conforme comentei aqui.

    Fui ao hospital hoje pela manha/tarde e a médica Diagnosticou como um resfriado(eliminando a possibilidade de ser gripe suína), pois não teve febre acima de 38 e nem falta de ar e pediu para voltar lá caso isso ocorra. Dr. e este o procedimento correto mesmo ou seria interessante passar em algum outro médico ?

    O enfermeiro que examinou a pressão dele detectou estava com a pressão alta. (Pelo que vi nos sinais de gravidade aqui no seu blog, o problema seria se a pressão estivesse baixa né?)

    Ah sim, eu moro em São Paulo.

    Obrigado novamente.
    Abraços
    Paulo Cesar

  • Júnior

    Júnior, Conselheiro Lafaiete – MG

    Doutor Pedro, tenho esse histórico de bronquite como já citado antes, porém depois da última crise, acho que me curei completamente. O motivo de eu achar isso é que, dá última vez que adoeci, foi devido à alergia a tinta-óleo, porém, depois que me curei, já fui exposto novamente a essa tinta, e a outros produtos onde eu trabalhava (mineradora) e não me aconteceu nada. Mesmo dessa forma, ainda fico dentro ddo grupo de risco e preciso de cuidados especias ?
    Obrigado.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Andria,
    Viajei há umas 2 semanas e não vi nenhum tipo de cuidado aqui no aeroporto.

    Sei que no Brasil eles estão impedindo o embarque de pessoas com sintomas, mas aqui entrei e sai do avião e não vi nenhum controle.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Paulo,
    Acho que se ele já foi avaliado por um médico, não precisa ir em outro.

    Um resfriado é realmente suficiente para descompensar a bronquite. O impotante é o seguimento. Ele não pode piorar. Se isso acontecer, ele deve ser reavaliado.

    Ter pressão alta é um fator de risco para complicações. A pressão estar baixa é um sinal de complicação já está em curso.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Junior,
    Neste caso não.

  • Daniela

    Dr.Pedro, estou com viagem marcada para Barcelona e Portugal, com saida dia 20/09 e retorno dia 14/10. Eu, meu marido e minha filha de 1 ano. Quais os cuidados devemos tomar? Estamos receosos qto as horas de voo, principalmente por nossa filha. Outra coisa: ja ouviu falar algo sobre o medicamento KALOBA? È eficaz para este tipo de gripe? Parabens pela iniciativa do blog e muito obrigada!
    aBÇ, dANIELA

  • Welington

    Boa noite Dr,

    Muito obrigado pela resposta, é bom sabermos a falta de alguns sintomas, pois todos se preocupam com a transmissão, mais não se preocupam em saber dos sintomas, pois muitas pessoas vão ao hospitais com sintomas que não tem nada a ver com a doença, fazendo assim ficarem superlotados.

    Então sem febre e tosse praticamente está descartada a gripe A ?

  • Joana

    Dr.
    É possivel que se contraia o virus e nao ocorra nada? Por exemplo, pessoas serem resistentes e nao apresentar nenhum sintoma? Caso isto ocorra, tambem é possivel que a pessoa com o virus, mas sem nenhum sintoma transmita o virus para outra? Estou questionando isso, pq uma mulher que trabalha com o meu marido foi dispensada do serviço hoje pq esta com suspeita da gripe A. Antes dela ficar gripada, mais ou menos uma semana atrás, meu marido teve tosse por 3 dias, mas nao teve febre, agora ele está bem. Eu nao tenho nenhum sintoma. Mas, meu pai fez transplante a 3 meses e eu tenho receio que eu ou meu marido mesmo estando bem, possa ter contraido o virus dela e passar para o meu pai que tem a imunidade baixa por causa do transplante. Devo evitar ter contato com ele?