31 de outubro de 2014

FIBROMIALGIA | Causas, sintomas e tratamento

A fibromialgia é um dos maiores mistérios da medicina. É uma doença que se caracteriza por dores difusas envolvendo músculos, tendões e ligamentos. O paciente com fibromialgia tem múltiplas dores pelo corpo e se sente constantemente exaurido, todavia apresenta ótimo aspecto, o exame físico não demonstra nenhuma anormalidade óbvia e as análises e exames complementares são normais.

Publicidade

Portanto, se você tem dores por todo o corpo, sente-se frequentemente cansada(o), já foi a vários médicos e nenhum deles consegue identificar uma causa, o seu problema pode muito bem ser fibromialgia.

Neste texto vamos abordar os seguintes pontos sobre a fibromialgia:

  • O que é fibromialgia.
  • Causas da fibromialgia.
  • Sintomas da fibromialgia
  • Tratamento da fibromialgia

Após a conclusão deste texto, não deixe de ler também: FIBROMIALGIA | Perguntas mais comuns.

O que é a fibromialgia?

A fibromialgia é uma doença crônica que cursa com dor muscular generalizada e sensibilidade excessiva em muitas áreas do corpo. Muitos pacientes com fibromialgia também sofrem de fadiga, sono excessivo, dores de cabeça e distúrbios do humor, como depressão e ansiedade. Curiosamente, apesar da riqueza de sintomas, não há alterações detectáveis nos exames laboratoriais nem nos exames de imagem, como radiografias, ultrassonografia, tomografias, etc. Além da dor, mais nada é detectado através do exame físico do paciente com fibromialgia. Biópsias realizadas nos músculos, tendões e ligamentos nada revelam, não há sinais de inflamação, não há lesões e muito menos alterações estruturais.

Exatamente pela falta de achados objetivos, a fibromialgia era no passado considerada uma doença de natureza psicossomática (de origem psicológica). Seu reconhecimento como “doença real” só foi obtido em 1987.

As atuais teorias sugerem uma alteração nas áreas cerebrais responsáveis pela percepção da dor. O cérebro dos pacientes com fibromialgia parece ser excessivamente sensível aos estímulos dolorosos que chegam a si. Isso significa que estímulos indolores para a maioria das pessoas são interpretados como dor pelo cérebro do paciente fibromiálgico.

Exames radiológicos mais modernos, ainda pouco usados na prática médica do dia-a-dia, conseguiram demonstrar que pacientes com fibromialgia apresentam sinais precoces de envelhecimento do cérebro, com redução da área cinzenta (local do cérebro onde ficam os neurônios). Estas alterações podem justificam uma exagerada interpretação do cérebro aos estímulos externos.

Porém, como já referido, não existe nenhum exame laboratorial ou de imagem que confirme o diagnóstico de fibromialgia. Na verdade, estes exames só servem para se descartar outras causas de dor crônica. Se durante a investigação algum exame laboratorial ou de imagem detectar alterações, ou ainda, se houver a presença de sinais inflamatórios nas articulações (artrite) ou sinais de lesões neurológicas detectáveis durante o exame físico feito pelo médico, o diagnóstico de fibromialgia deve ser repensado, uma vez que estas alterações apontam para a existência de uma outra causa para as dores.

A fibromialgia é seis vezes mais comum em mulheres e a sua prevalência aumenta conforme a idade. Cerca de 2% da população jovem e 8% da população idosa são portadores desta doença. A maior parte dos casos de fibromialgia inicia-se entre os 30 e 55 anos.

Em 50% dos casos os sintomas iniciam-se após um evento pontual, tal como um estresse físico ou psicológico. Nos outros 50% não se consegue detectar nenhum gatilho para o surgimento dos sintomas. Pessoas com história familiar positiva apresentam 8 vezes mais chances de ter fibromialgia que o resto da população, o que sugere fortemente uma causa genética.

Sintomas da fibromialgia

O principal sintoma da fibromialgia é uma dor difusa, podendo envolver músculos, ligamentos e tendões. Muitas vezes o doente refere sensação de articulações inchadas, o que na verdade é apenas uma sensação, já que o edema não é comprovado ao exame físico. Não há sinais clínicos de artrite nas articulações doloridas.

Quando questionados aonde dói, muitos respondem: dói tudo. São dores constantes, que pioram ao toque. O paciente com fibromialgia tem um limiar para dor mais baixo, isto é, estímulos dolorosos de intensidade igual são muito mais sentidos por quem tem a doença.

Um dos critérios para o diagnóstico da fibromialgia é a dor a palpação em pelo menos 11 dos 18 pontos sensíveis ilustrados abaixo.

Pontos dolorosos da fibromialgia

Pontos dolorosos da fibromialgia

Outra descrição comum para os sintomas da fibromialgia é a de sensação de estar com uma forte gripe que não passa, causando dor no corpo, mal estar, dor de cabeça e astenia.

Além da dor difusa, a fadiga é outro sintoma frequentemente presente no paciente fibromiálgico. O cansaço é mais forte de manhã, logo que o paciente acorda, mas também pode ser bastante incômodo no final da tarde. A fadiga matinal ocorre mesmo que o paciente tenha dormido mais de 10 horas durante a noite. A sensação é de um sono não revitalizante. Na verdade, uma das características da fibromialgia é o sono leve. Os pacientes acordam com frequência durante a madrugada e têm dificuldade em voltar a dormir. Alguns trabalhos mostram que esses pacientes não conseguem se manter no estágio 4 do sono, que é o do sono profundo, também conhecido como sono restaurador.

O fibromiálgico passa o dia sentindo uma completa falta de energia, com sensação de pernas e braços pesados e dificuldade de concentração, denominada pelos pacientes como “cérebro cansado”. É muito comum a associação da fibromialgia com a síndrome da fadiga crônica (leia: SÍNDROME DA FADIGA CRÔNICA).

Dor de cabeça tipo enxaqueca ou cefaleia tensional é um sintoma comum e acomete mais de 50% dos pacientes com fibromialgia (leia: DOR DE CABEÇA – ENXAQUECA, CEFALEIA TENSIONAL E SINAIS DE GRAVIDADE).

Os pacientes também podem apresentar uma variedade de sintomas mal compreendidos, incluindo dor abdominal, dor no peito, sintomas sugestivos de síndrome do intestino irritável, dor pélvica, sintomas urinários, como ardência para urinar e necessidade de ir ao banheiro com frequência, problemas de memória, olhos secos, palpitações, tonturas, formigamentos, flutuações constante de peso, perda da libido, intensas cólicas menstruais e alterações do humor.

A associação com a depressão e distúrbios de ansiedade é muito comum (leia: O QUE É DEPRESSÃO?). Cerca de 70% dos pacientes com fibromialgia desenvolverão um dos dois distúrbios ao longo da vida.

O grande desafio para o médico é quando a fibromialgia ocorre concomitantemente com outras doenças que também cursam com dores difusas, como osteoartrite, polimialgia reumática e artrite reumatoide (leia: ARTRITE REUMATOIDE). Nestes casos, o diagnóstico de fibromialgia é muito difícil de ser estabelecido.

É importante saber que, se por um lado a fibromialgia não é uma doença que acarrete risco de morte ou cause deformidades, por outro, os sintomas podem ser incapacitantes, determinado uma péssima qualidade de vida ao paciente. Pacientes com fibromialgia costumam ter uma qualidade de vida muito ruim se não tiverem o diagnóstico estabelecido e não estiverem sob tratamento.

A maioria dos pacientes com fibromialgia vive com os sintomas durante anos até o diagnóstico ser finalmente feito. Durante a investigação, estes pacientes costumam passar por dezenas de exames e múltiplos especialistas. Alguns pacientes acabam sentindo-se rejeitados pelos médicos, enquanto outros temem que uma doença fatal oculta acabe por ser encontrada.

Tratamento da fibromialgia

O tratamento é idealmente feito com uma equipe multidisciplinar, com um reumatologista, um fisioterapeuta e um psicólogo ou psiquiatra. Entender o que é a doença, acabando com pensamentos negativos do tipo “vou morrer”, “tenho câncer” ou “isso é uma infecção sem cura”, ajuda muito a combater os sintomas.

A longo prazo, a imensa maioria dos pacientes com fibromialgia melhora dos seus sintomas e consegue manter uma vida ativa e com qualidade. Comentários do tipo ” isso é coisa da sua cabeça” ou “pare de frescura que não há nada de errado consigo” são inverdades que só prejudicam o tratamento.

Entretanto, não existe cura fácil ou rápida para fibromialgia. Fuja de tratamentos que prometem milagres. Doenças crônicas e de difícil tratamento são um prato cheio para charlatões e aproveitadores.

Contraditoriamente, apesar do paciente sentir-se persistentemente cansado, não fazer nada ao longo do dia tende a piorar os sintomas. Nada é pior para os sintomas da fibromialgia do que o sedentarismo. Exercícios físicos aeróbicos e musculação melhoram a qualidade de vida e diminuem a intensidade das dores e a sensação de cansaço. O paciente deve ser encorajado a sair da inércia e vencer a indisposição inicial. Um tipo de atividade que tem se mostrado muito eficiente é o Yoga, que ajuda a melhorar o cansaço, as dores e a qualidade do sono.

Também é importante evitar álcool, cigarros e cafeína.

Medicamentos para fibromialgia

Uma grande variedade de medicamentos têm sido usados ​​para controlar os sintomas da fibromialgia. Os medicamentos que têm sido mais eficazes são os de ação no sistema nervoso central, como os antidepressivos (leia: ANTIDEPRESSIVOS: Escitalopram, Citalopram, Fluoxetina, Sertralina e Paroxetina) e as drogas anticonvulsivantes. Em contraste, medicamentos que agem exclusivamente na dor, como anti-inflamatórios e analgésicos, são menos eficazes. Estes últimos, porém, podem ser usados em associação com os antidepressivos, potencializando seus efeitos contra a dor.

Exemplos de medicamentos de ação central que podem ser usados no tratamento da fibromialgia:
– Fluoxetina
– Paroxetina
– Ciclobenzaprina
– Amitriptilina
– Gabapentina
– Pregabalina

Recentemente três novas drogas antidepressivas de última geração mostraram-se efetivas no controle dos sintomas da fibromialgia: Venlafaxina, Duloxetina e Milnaciprana (Savella®).

Com o correto diagnóstico e tratamento, a longo prazo, mais de 2/3 dos pacientes com fibromialgia mantém-se ativos e referindo pouca ou nenhuma interferência da doença no seu dia-a-dia.

Acupuntura para fibromialgia

Não há evidências de que a acupuntura funcione para fibromialgia. Só como exemplo, um estudo publicado em 2005 dividiu um grupo de pacientes em dois. Um recebeu tratamento com acupuntura e outro com placebo (falsa acupuntura feita com objetos pontiagudos que não eram inseridos na pele e nem estimulavam os pontos tradicionais da acupuntura chinesa). Os pacientes do grupo placebo não sabiam que estavam usando placebo, todos achavam que estavam sendo submetidos a acupuntura tradicional. No final, não houve diferença entre os dois grupos, ambos apresentaram uma redução da dor em 30% dos casos. Em 2010 houve também uma grande revisão dos principais estudos envolvendo acupuntura e novamente não se conseguiu demonstrar evidências de melhora quando comparado ao placebo. Portanto, não há evidências científicas inequívocas de que, pelo menos na fibromialgia, a acupuntura seja superior a um simples efeito placebo.

Ao contrário da acupuntura, todas as drogas citadas no tópico anterior mostraram, em trabalhos científicos, serem superiores ao placebo no controle da dor da fibromialgia.

Leia também: FIBROMIALGIA | Perguntas mais comuns

Vérsion en español:  FIBROMIALGIA | Síntomas y tratamientos

"FIBROMIALGIA | Causas, sintomas e tratamento", 5 out of 5 based on 38 ratings.
Publicidade
      
ARTIGOS SELECIONADOS PARA VOCÊ:
- LEIA ANTES DE COMENTAR -
O nosso site tem recebido mais de 150 mil visitas por dia e centenas de perguntas espalhadas pelos mais de 550 textos que já publicamos. Como o volume de comentários é muito grande, as perguntas podem demorar até 10 dias para serem aprovadas e publicadas. Neste momento, temos mais de 1500 perguntas em fila para serem lidas, aprovadas e respondidas. Infelizmente, é humanamente impossível responder a todos, por isso, selecionamos diariamente apenas um percentual dos comentários para ser publicado. Lamentamos se a sua pergunta não for selecionada.

Não fazemos consultas nem opinamos sobre casos pessoais pela Internet. Antes de enviar uma pergunta ou comentário, leia atentamente as REGRAS DO SITE para entender os nossos critérios de seleção.

Para que possamos dar prioridade aos textos menos comentados, encerramos temporariamente a seção de perguntas dos artigos com mais de 400 comentários publicados. Agradecemos a paciência e a compreensão.
  • Susana

    Muito bom o artigo! Foi-me diagnosticada uma fibromialgia, após ter sido internada com dores intensas s/ razão aparente, os exames não diagnosticaram nenhuma alteração, tive alta e foi aconselhada a procurar um neurologista que pelos sintomas e exames já efetuados, diagnosticou-me fibromialgia, vim procurar mais sobre a doença, já tinha ouvido falar mas não sabia que o é. Confesso que quando me foi receitado os antidepressivos achei que era demasiado, pois não compreendia o motivo pelo qual eram necessário tomar antidepressivos, ao nível psicológico sinto-me bem, no vosso artigo vem indica que é a mediação correta nestas situações e a explicação é muito clara,mas não me sinto doente, sinto-me cansada com dores nas costas, pescoço, tornozelos, axilas, braços e claros as típicas dores de cabeça sempre. Sobre o episódio de internamento o neurologista indica que foi uma crise de ansiedade seguida de dores profundas. Tenho alguma dificuldade em combater esta inercia enorme que sinto no meu corpo, parece estou sempre a precisar de descansar, quanto mais descanso mais cansada me sinto… resta-me agradecer vos pelos vosso esclarecimentos ;) obrigada

  • Susana

    Muito bom o artigo! Foi-me diagnosticada uma fibromialgia, após ter sido internada com dores intensas s/ razão aparente, os exames não diagnosticaram nenhuma alteração, tive alta e foi aconselhada a procurar um neurologista que pelos sintomas e exames já efetuados, diagnosticou-me fibromialgia, vim procurar mais sobre a doença, já tinha ouvido falar mas não sabia que o é. Confesso que quando me foi receitado os antidepressivos achei que era demasiado, pois não compreendia o motivo pelo qual eram necessário tomar antidepressivos, ao nível psicológico sinto-me bem, no vosso artigo vem indica que é a mediação correta nestas situações e a explicação é muito clara,mas não me sinto doente, sinto-me cansada com dores nas costas, pescoço, tornozelos, axilas, braços e claros as típicas dores de cabeça sempre. Sobre o episódio de internamento o neurologista indica que foi uma crise de ansiedade seguida de dores profundas. Tenho alguma dificuldade em combater esta inercia enorme que sinto no meu corpo, parece estou sempre a precisar de descansar, quanto mais descanso mais cansada me sinto… resta-me agradecer vos pelos vosso esclarecimentos ;) obrigada

  • Elisete

    Adorei a página, há um mes começou uma dor na minha nuca que se arrastou pelo lado esquerdo da s minhas costas. uma dor terrível como se estivesse purgando depois a dor veio pro meu cotovelo e diretamente até as mãos, ao fechar a mesma dói muito, dor nas pernas e prncipalmente nas dobras das coxas, sinto me sempre cansada dor de cabeça constante e como sou oesa e hipertensa os médicos dizem que tudo é proveniente do peso. Eu não concordo e agora lendo essa página, será que o que tenho é fibriomialgia? que especialista devo procurar? obgda

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      O especialista é o reumatologista.

  • Elisete

    Adorei a página, há um mes começou uma dor na minha nuca que se arrastou pelo lado esquerdo da s minhas costas. uma dor terrível como se estivesse purgando depois a dor veio pro meu cotovelo e diretamente até as mãos, ao fechar a mesma dói muito, dor nas pernas e prncipalmente nas dobras das coxas, sinto me sempre cansada dor de cabeça constante e como sou oesa e hipertensa os médicos dizem que tudo é proveniente do peso. Eu não concordo e agora lendo essa página, será que o que tenho é fibriomialgia? que especialista devo procurar? obgda

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      O especialista é o reumatologista.

  • janice

    tenho todos esses sintomas,gostaria de saber se tenho essa doença e qual especialista eu procuro?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Procure um reumatologista.

  • Claudia

    Dr. Pedro além de todos os sintomas que se descreve sobre a fibro e eu já fui diagnosticada ..tenho ela, ultimamente tenho sentido como se fosse agulhas furando em diversas parte do meu corpo……isso pode ser da fibro tbm? é uma agonia só…a Minha Médica receitou o Prebictal 75mg….mas, estou com medo de usar e ter reação alérgica….o sr. conhece? agradeço se puder responder….

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      1- Sim.
      2- Faça o que a médica sugeriu.

  • Erica

    Gostaria de saber porque os médicos receitam medicamentos antidepressivos que não alivia as dores são caros e deixa você sentido cansaço , fadiga e lesado o dia todo…Já tomei neural, tramadol, pregalina, miosan,movatec, movatec injetável, fiz bloqueio endovenoso e bloqueio local(altas agulhadas) doloridas…faço pilates e assim mesmo continuo sofrendo com dores… Vocês médicos estudaram 10 anos de medicina e não conseguem achar um medicamento/tratamento mais eficaz…isso me revolta… isso é Brasil….

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Infelizmente, a medicina ainda não tem resposta para tudo. Doenças como câncer são infinitamente mais estudas que a fibromialgia e ainda assim vários casos não tem tratamento. Muitos pacientes com fibromialgia conseguem melhorar, mas como em qualquer doença, há os casos mais complicados, que se comportam de forma refratária ao tratamento existente. O corpo humano é extremamente complexo. Tenha certeza que não é só no Brasil.

  • Marcia Carvalho

    Gostaria de dar os parabéns aos profissionais responsáveis pelo artigo, porque é muito difícil encontrar explicações tão claras a repeito da fibromialgia . Eu tenho fibromialgia a pelo menos uns 3 anos e tenho pesquisado e pela primeira vez leio uma matéria que me ajudou muito. trato com antidepressivos e faço terapia e melhorei muito das dores, porém me sinto escrava da medicação não vejo a hora de poder ter alta desses remédios… Peço a Deus que me ajude e me cure totalmente. Mas vou cuidando , não é fácil viver todos os dias com dor…. Obrigado e que um dia a medicina possa encontrar a cura dessa doença!

  • kleber lima

    para saber que tem fibromialgia tem que estar sentindo dores difusas a mas de tres meses fazer alguns exames laboratorial, imagens e etc para afastar outros tipos de doenças para chegar ao diagnostico!!

  • silvanna

    Adorei a explicação,pois,tirei minhas dúvidas que a anos venho indo ao médico e não resolve nada,cheguei a tomar tramal e nada de melhorar,já agendei um reumato e um especialista de coluna neurocirurgião. Pelo que indica tenho fibromialgia a anos.Agora vou trata-lá.

  • maria oliveira

    Muito bom e esclarecedor esse artigo.

    Tudo indica que tenho fibromialgia, tenho uma dor difusa por todo corpo e uma severa dor de cabeça diariamente, levanto sem ânimo e com dor, melhoro um pouco durante o dia, mas a noite as dores voltam, não consigo dormir, tenho muita insonia.

    Estou em tratamento há mais de 5 anos com ESCITALOPRAN e para dores tomo neusadina, advil mas não resolve, o oxycodone é que me dá mais alivio, mas agride meu estomago.
    Faço pilates 3 vezes por semana e 2 vezes fisioterapia.
    Gostaria saber se estou no caminho certo, porque já não aguento mais essa dor de cabeça.
    muito obrigada

  • http://www.facebook.com/mariarodrigues.pinheiro.1 Maria Rodrigues Pinheiro

    desde dos meus 26 anos , que convivo com essa doença maldita , a cada dia que passa fico mais pior , não posso trabalhar pois sofro muito , me acho inútil e invalida. e peço a Deus que der inteligencia aos médicos , para que acabe com esse sofrimento , não só meu , mas de todos as pessoas que sofrem também dessa doença.

    • Izenilde Amorim

      eu sofro muito com isso…As vezes penso que vou morrer e muita dor hoje estou muito ruim com fraqueza, triste sem graça com tudo… Eu ja chorei de mais sem saber o que fazer minha sorte e que meu esposo me compreende

  • picarete

    A mim nada há que me tire estas horriveis dores pelo corpo todo, já tomei quase tudo não sei mais onde recorrer,e as pessoas que acham sempre que se tem bom aspeto não deve ser tanto como dizemos,isso ainda doi mais, sinto que estou perdendo as minhas poucas forças.

  • picarete

    Bom dia,sou paciente de fibromialgia já 16 anos crises como agora nunca tive ,recorri reumatologista receitou-me Lyrica ,Flexiban e Tramadol não senti melhoras nenhumas até piorei ,já não sei o que fazer estou desmotivada e sem saber o que fazer para sentir melhor.É horrivel só quem tem sabe o que isto é,nem familia nos entende estou cansada de tanto sofrimento,por favor ajude-me.M.João.

  • Ju_Fer

    Sou paciente no tratamento de fibromialgia, e desde que entendo da patologia vejo que ela não é nada crônica, pois o poder da cura está dentro de nós mesmos, a cura acontece inicialmente quando trabalhamos a nossa mente, as palavras, as atitudes e quando exercitamos e alimentamo- nos, de mais otimismo e trabalhamos mais a nossa fé. A Fibromialgia parte de tensões nervosas, são causas de nossas ações mentais, pouca fé, falta de otimismo e fragilidade emocional. Ela não é uma doença sem cura, podemos retirá- la dentro de nós mesmos, desde que passemos a tratar o nosso espírito, a mente e o corpo, e isso, se faz, desde que venhamos a revestir-nos de mais otimismo, fé, a busca pela paz, e energia, interior e exterior. Podemos fazer meditação, reflexão, e através do REIKE podemos ter melhora, o Reike é uma terapia alternativa,de muita eficácia e de grande importância, para que essa recuperação aconteça precisamos viver a paz, o amor dentro de nós mesmos, e viver sentimentos de alegria, de busca rumo ao bem estar, a final as doenças existem porque nós as criamos mentalmente, provocamos, desenvolvemos. Devemos buscar renovar as nossas energias, tratando o pensamento com atos mais positivos, com palavras ditas mais sadias, tomando sempre atitudes e ações positivas no exercício da fé. Precisamos viver Deus, e o evangelho do Senhor JESUS CRISTO, dentro de nós mesmo e cuidar mais de nosso corpo e espírito. Sugiro a todos que procurem um tratamento alternativo, de técnica de meditação, boa música, boas leituras, tirem tempo para o amor, vivam esse sentimento dentro de se mesmo, para depois viver com o outro, façam passeios, viagens, cuidem do eu espiritual, procurem o tratamento de técnica japonesa : o Tai Chi Chuan, e o Reike, é muito bom, devemos melhorar as energias, e cuidar mais do espírito que somos nós, pois muitos, ignoram, e acreditam que somos apenas seres humanos, e esquecem que somos espíritos encarnados em um corpo humano, busquem a cura espiritual, trabalhem a fé, evoluam na fé. A Espiritualidade e ciência andarão sempre juntas , Busquem a cura com a troca de energias e melhorem a fé !

    Juliana Rodrigues

  • Ju_Fer

    Adorei a página, tomar nota de novas informações, me ajudaram a entender melhor o quadro de fibromialgia !

  • Ju_Fer

    Adorei a página, tomar nota de novas informações, me ajudaram a entender melhor o quadro de fibromialgia !

  • bianca1009

    Dr. Pedro, boa tarde! Há pouco fui diagnosticada com fibromialgia e venho fazendo o tratamento adequado passado por meu médico e que está conforme suas observações (fluxene e lyrica). tenho me sentido melhor. Entretanto uma conhecida alertou-me que estes medicamentos são como corticóide, e que causam inchaço e que eu iria engordar. Fiquei apreensiva e não encontrei tais informações nas bulas, pois já as havia lido antes. Gostaria de saber se tais informações procedem. Obrigada . Bianca Paes

  • bianca1009

    Dr. Pedro, boa tarde! Há pouco fui diagnosticada com fibromialgia e venho fazendo o tratamento adequado passado por meu médico e que está conforme suas observações (fluxene e lyrica). tenho me sentido melhor. Entretanto uma conhecida alertou-me que estes medicamentos são como corticóide, e que causam inchaço e que eu iria engordar. Fiquei apreensiva e não encontrei tais informações nas bulas, pois já as havia lido antes. Gostaria de saber se tais informações procedem. Obrigada . Bianca Paes

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Pode haver ganho de peso, mas se você cuidar da dieta e fizer atividades isso não costuma ser problema.

      • bianca1009

        Agradeço sua atenção Dr. Pedro. Abraços.

  • fernandorafael

    boa noite preciso de ajuda, tenho uma amiga k tem fibromialgia e precisa de ajuda eu quero ajudala mas preciso k alguem me indique alguns medicos para a poder ajudar nesta doença, agradeço a todos k me poderem ajudar, obrigado

    • Antonio Carlos

      Procure o Hospital das Clinicas (Fisiatria) tenho fibromialgia a 30 anos

  • fernandorafael

    boa noite gostava de saber mais premenores sobre a doença, tenho uma amiga k precisa de ajuda penso k tem fibromialgia, precise k alguns conselhos e recomendaçoes de medicos k possa prequentar, agradeço se alguém me possa ajudar, obrigado

  • http://profile.yahoo.com/YHYRWH75FK2N5Q55UGKUE7MIBI Fatima

    Bom dia,meu nome é Fátima e fui diagnosticada com fibromialgia,tomo ciclobezaprina 5mg e sertralina 50mg,e remedios analgésicos para dores.As vezes tenho crises fortissímas mas me controlo bem.A reumatologista o qual eu me tratava saiu e veio outra no lugar,e me disse que o tratamento estava tudo errado.Ai fica dificil entender ,gostaria de respostas para esta pequena confusão entre especialistas,kkk desculpem a brincadeirinha,más só assim para podermos conviver com esta doença do seculo eu acho ,obrigada.

  • francineide

    sou francineide estou com muitas dores no corpo inteiro naum sei mais oq fazer
    naum estou conseguindo mais trabalha doi td perna bracos pescoso sinto muito sono minhas costa queima  minha cabeca doi muito

  • Brenda

    Dr. Pedro, tenho 39 anos, estou grávida sinto fortes dores de cabeça na região do pescoço e acho que tenho fibromialgia, mim ajude Dr. pois não aguento as dores são fortissimas.

  • Alessandra Dantas

    Dr. ja faz tres anos que sofro com esas dores ja fiz muitos exames é não consta nada,os medicos me diz isso que estou com fibriomalgia,tomei remedio antdepressivo e me senti bem.so que nesses ultimos dias piorei bastante ja estou nervosa achando que é outra coisa,pois ate o peito doi.minhas dores sao todas do lado esquerdo do corpo.sera que é realmente fibriomalgia?
    posso tomar esses emedios citados por voce poe conta propria?

    Espero resposta.
    Alessandra Dantas
    Tuparetama-PE
    aledantasleite@hotmail.com

  • Alessandra Dantas

    Dr. ja faz tres anos que sofro com esas dores ja fiz muitos exames é não consta nada,os medicos me diz isso que estou com fibriomalgia,tomei remedio antdepressivo e me senti bem.so que nesses ultimos dias piorei bastante ja estou nervosa achando que é outra coisa,pois ate o peito doi.minhas dores sao todas do lado esquerdo do corpo.sera que é realmente fibriomalgia?
    posso tomar esses emedios citados por voce poe conta propria?

    Espero resposta.
    Alessandra Dantas
    Tuparetama-PE
    aledantasleite@hotmail.com

  • Silvanathaly

    bom dia minha filha tem 18 anos e desde criança sofre de dores nas pernas,cansaço ,dores nas articulações e problemas urinários e tem piorado com dores de cabeça ,dificuldADE DE concentração dores nos músculos e já fez váreos tipos de exames para descobrir o problema de urina ,até que finalmente lie este site e tenho quase certeza que minha filha tem fibromialgia , o que o senho acha? obrigada me responda por favor.

  • Silviaimato

    Dr tenho 47 anos e há mais ou menos um ano sinto dores na coluna, eu tenho escoliose, lordose mas no ultimo diagnostico o ortopedista colocou que tenho essa doença, receitou antiinflamatorios, 20 sessoes de fisioterapia e agora estou fazendo rpg, mas tb estou com nervo ciático doendo, minha perna direita repuxa muito ainda e tenho dor nas´nádegas, enfim, na figura do artigo, tenho dor em todas essas regiões, agora nsa cervical tb, nao consigo dormir direito…Ele colocou fibromialgia com espondilose e radiculopatia. Só que não estou melhorando, eu tenho que me consultar com qual especialista afinal: ortopedista, neurologista, reumatologista?? A gente fica confusa, e lendo esse artigo vejo que tem como tratar, porém, com o profissional certo ne. Por favor peço uma orientação. Muito obrigada.

  • MARCELLA

    DRº SINTO UMA DOR FINA NO LADO DIREITO DO PESCOÇO, EM SEGUIDA UMA DORMENCIA NO BRAÇO SEGUIDA DE DORES MUSCULARES, TAMBÉM SINTO Q HÁ ALGO DE ERRADO NOS MEUS OSSOS, POIS SINTO DORES.
    ISSO POSA SER FIBROMIALGIA OU O QUÊ?

  • Brenda

    Dr. Pedro, tenho 39 anos, estou grávida sinto fortes dores de cabeça na região do pescoço e acho que tenho fibromialgia, mim ajude Dr. pois não aguento as dores são fortissimas.

  • silvana

    dr como se avalia um pequeno nodulo no lado esquerdo do pescoço proximo a veia sendo que nao tem dores mas irritaçao na garganta …..

  • Joseane

    É acho que pelos sintomas é isso que eu tenho, mas só um médico mesmo pra avaliar um médico bom é que tá difícil…

  • Joseane

    É acho que pelos sintomas é isso que eu tenho, mas só um médico mesmo pra avaliar um médico bom é que tá difícil…

  • Cristiane

    Dr. Pedro, tenho 28 anos, possuo les e sempre me queixo de fadiga crônica, meu reumato diz que é normal da doença, mas não é possível, pois, se eu pudesse eu viveria para dormir, eu tomo por conta própria ômega 3 e melhorou um pouco, mas gostaria de saber oq fazer? meu e-mail: crismorenamatos@hotmail.com. Atenciosamente, Cristiane.

  • Ana Paula

    Dr. Boa Noite
    Tenho uma ansiedade muito elevada e muita dores nas costas, cotovelos e joelhos, sensação de queimação em partes do corpo e cansaço, pareço uma senhora de 70 anos rsrsrs, e tenho apenas 21. Joguei na internet esses sintomas e aparecereu seu site, foi bom pois agora vou  conversar com um médico a respeito desta doença. Já fiz diversos exames e nenhum acusa nada.
    O Sr. é muito lindo!
    Parabéns pelo site.

  • ubirajara moraes

    boa noite dr venho sentindo uns sintoma  muito complicado dore nos nas articulaçao na coluna lombar na coluna cervical febri ancia  de vomito tontura vista embaçada por muita vesse perdi os    sentido e quando tornei nao mim lembrava de nada ja fui em vario medico mas nenhun  mim falou nada  pasaro vario medicamento gabapentina 300 600             tramal  de 100    omega3   folifer realisei um exeme rm e conclusao foi suspeita de tomores ossio mesmo assim ele nao mim falou nada mas estou muito preocupado com todo isso porfavor mim ajude

  • Mara Bobbio

    Como ter certeza se esse cansaço no corpo, essa sonolência, ansiedade, depressão, irritação é “FIBROMIALGIA”… Já fui em todos os médicos, como: clínico geral, geriatra, ginicologista, endocrinologista, reumatologista e todos os exames possiveis não acusam “nada” e isto me deixa mais infeliz, pois se eu soubesse a causa poderia entender esse cansaço que não me deixa saír da cama o dia todo. Eu mesmo acabo me sentindo mal.. uma preguiçosa… pois é, o que sou???que doença tenho??? como descobrir???
    Caso seja possível, diga-me, como proceder, a quem devo procurar ajuda, o que fazer???mara.bobbio@yahoo.com.br . Grata

  • Joana

    Caro Dr. Pedro Pinheiro. Li o seu artigo sobre Fibromialgia e gostaria de comprimenta lo pela vericidade dos fatos.E fazer um comentario: Eu fiquei muitos anos sofrendo de dores que nenhum medico sabia identificar. Veio uma grande frustacao e a certeza de que eu nao estava inventando ou imaginando essas dores. Depois de 6 anos de varios exames, musculares, testes de sono, testes de nervos, raios x e testes sanguineos, e tambem tratamentos evasivos, como aculpuntura, fisicoterapia, relaxantes musculares, injecoes de cortizona, antinflamatorios, e outros. Um otimo reumatologista Dr. Yoel Drucker de Sarasota, FL USA, me diagnosticou com fibromialgia. O que me deu grande alivio de saber o que eu realmente tinha. Dr. Drucker receitou me Savella, comecou com dosagem de 1 vez ao dia 50mg. Eu fiquei extremamente emocionada com  o efeito quase imediato do santo remedio Savella. A dosagem foi aumentada para 100mg duas vezes ao dia apos um mes.Eu sou mae de tres criancas e trabalho tempo integral fora de casa. Era extremamente dificel consegjuir fazer, as vezes ,ate mesmo as minimas tarefas.Havia dias em que minha filha pequena  nao podia nem mesmo me dar um abraco, pois me doia muito. Estava tambem muito mal humorada, e perto de perder meu trabalho de mais de 15 anos e tambem de perder minha casa, pois perdendendo o trabalho nao teria como pagar as mensalidades do mortgage, estava vendo minha vida acabando se lentamente e com ela a dos meus filhos tomando caminho incerto. Depois do Savella e alguns outros remedios, pois tambem tenho reumatismo, osteoartrites, tyroide hypo active e pressao alta, a minha vida tornou se muito mais eficiente. Eu consegui voltar ao controle. No trabalho estou mais eficiente e nao perdi minha casa. As dores ainda continuam, os cancassos e todos os outros sintomas, porem sao controlados com o Savella e consigo ter uma vida de melhor qualidade. Minha querida filha pode abracar me.Sempre tento instruir me sobre minhas doencas, aceita las e controla las. Combatendo diariamente essa doenca terrivel com natacao ou andando, alem da santa Savella, sinto bem tambem com massagens locais e passei a comer menas carne. Com certeza agora, nao preciso mais ter pena de mim mesma. Meu comentario tem como proposito principal em pedir encarecidamente que profissionais de medicina levem em consideracao a possibilidade do paciente ter fibromialgia e trata lo o mais rapido possivel. Pois vejo que ainda ha muita duvida e preconceito sobre a verecidade das reclamacoes de dores do paciente. E assim pessoas com fibromialgia ficam anos sofrendo e arriscando o nivel de sua vida e dos seus, quando poderiam serem diagnosticadas e tratadas em menos tempo. Obrigada pelo artigo.

    • Nadir Squinalha

      Boa tarde Joana,gostaria de saber o que é savella, se é prduto natural?

  • Rita de Cassia

    Por favor ,me indique um lugar que possa me tratar .Tenho esse problema e estou sem beneficio por que não tenho um laudo que eles querem ,isso complica muito pois sem salário não da para comprar  remédios. Por favor me ajude.

  • Fatima Romero

    eo tenho 27 anos sofru muita dor e desmaio cuando fazo actividade fisica no examen laboratoriales no saio  nada e mia flia pensa q so ciosa da cabeça

  • Sillyseavon

    No dia 09 de junho, após várias semanas sentindo uma dor do lado esquerdo das costas, mas sem um ponto definido procurei meu médico de confiança da pequena cidade onde resido no interior de Pernambuco. Após exames que nada acusaram, ele diagnosticou que eu tenho fibromialgia. Passou a medicação e já no dia seguinte a dor praticamente desapareceu. Continuei o tratamento e após uns 25 dias, apresentou-me outro sintoma sem explicação. Estou sentindo uma sensação de queimadura na pele da barria, mais ou menos na altura do umbigo, também do lado esquerdo. Essa semana termino o remédio. Estou pensando, será que é alguma reação da medicação, ou será uma mudança do sintoma e ainda é o mesmo problema da fibromialgia. Acho que vou aguardar mais alguns dias, caso não melhore vou voltar a procurá-lo.
    Achei este blog bem informativo e resolvi colocar o meu problema atual. Caso queira comentar algo eu agradeço desde já.
    Boa sorte!

  • Rosimeire05

    eu sinto todos os sintomas mas ja fas dois anos que faço tratamento de depressão e so agora e q eu sei que tenho fibromialgia tenho dores constantes !!!

  • Eliane

    Bom dia! Dr. Pedro, estou passando por tudo isso já fui em varios medico e o ultimo me falou depois de muitos exames que não tenho nada de grave e sim Fibriologia, mas já me passou remedios e não sinto melhoras cada dia aumenta minhas dores e a falta de disposição. Estou perdendo a vontade de tudo, não quero estudar, pois sinto dificuldades de apredizado, coisa que nunca ocorreu comigo. Acho meu trabalho um tedio…Para falar a verdade eu só queria deitar e dormir. O pior é que as pessoas não entendem eu sei que isso não é normal pois sinto sintomas que não podem ser diagnosticados….Preciso de sua ajuda. Hoje evito de falar sobre o que sinto, afinal as pessoas acham que é algo bobo, mas só eu sei o que passo durante o dia e o esforço que faço para não deixar ser vencida. Já abrir mão de muitas coisas, hoje faço natação, caminhada, mas não ajuda, só aumenta o cansaço e as dores, cada dia surge um novo ponto de dor.

    Ane

  • Sílvio Luís Rafaeli Neto

    Caro Dr. Seria possível haver fibromalgia na face e ela causar queimação no palato? Minha esposa está com uma dor facial há 6 anos e ainda não conseguimos um diagnóstico correto, nem tratamento. O músculo facial direito (a bochecha) parece estar menor ou menos denso que o do lado esquerdo. Obrigado. Sílvio (Lages, SC).

  • Eliane

    Bom dia! Dr. Pedro, estou passando por tudo isso já fui em varios medico e o ultimo me falou depois de muitos exames que não tenho nada de grave e sim Fibriologia, mas já me passou remedios e não sinto melhoras cada dia aumenta minhas dores e a falta de disposição. Estou perdendo a vontade de tudo, não quero estudar, pois sinto dificuldades de apredizado, coisa que nunca ocorreu comigo. Acho meu trabalho um tedio…Para falar a verdade eu só queria deitar e dormir. O pior é que as pessoas não entendem eu sei que isso não é normal pois sinto sintomas que não podem ser diagnosticados….Preciso de sua ajuda. Hoje evito de falar sobre o que sinto, afinal as pessoas acham que é algo bobo, mas só eu sei o que passo durante o dia e o esforço que faço para não deixar ser vencida. Já abrir mão de muitas coisas, hoje faço natação, caminhada, mas não ajuda, só aumenta o cansaço e as dores, cada dia surge um novo ponto de dor.

    Ane

  • Su

    Boa tarde, Dr. Pedro Pinheiro. Preciso muito da sua ajuda, visto me encontrar no estrangeiro a morar e existe a barreira linguística. Não consigo explicar tão bem aos médicos devido ao inglês. Eu tomo Lyrica 75mg e Flexiban 10mg há perto de 4anos. Agora gostava muito de engravidar mas preciso de saber se tenho de deixar estes medicamentos primeiro e se sim quanto tempo antes tenho de os deixar antes de engravidar? Eu já li muita coisa aqui na internet, desde que a lyrica provoca defeitos no feto e li também testemunhos de pessoas as quais as suas médicas disseram para continuar pois não iria afectar. Diga-me também por favor de que forma hei-de deixar esta medicação pois não queria interromper de uma forma bruta devido a habituação aos mesmos desde há 4 anos. Ajude-me por favor. Muito obrigada, Su 

  • Diego

    Oi Dr.Pedro , estou tendo a 5 meses problema com refluxo e dores pelo corpo. Ultimamente , meu quadro tem piorado em função de uma Labirintite descoberta. E , juntando tudo isso meu corpo *trava* , parece que perco meus movimentos da cintura pra baixo , e durante essa ação sobe um refluxo horrivel em mim. Esses sintomas seriam de fibromialgia e Labirintite ?                                                              Tenho constantes pontadas na cabeça , dor nas juntas ( ligamentos nervosos) e uma dor no lado esquerdo do peito ( Aonde fica o coração) . Fiz uso de Rivotril durante 3 meses , porém , fui proibido de continuar tomando. Como disse , já fiz exames de cabeça , abdomen e raio X , porém , nada foi constatado. Já fui parar no hospital diversas vezes , e todos dizem que não tenham nada , como consequência me receitam um psiquiatra.

  • Ana Claudia

       Ola Dr Pedro eu tenho 37 ano e te confeço sinto vergonha de mim pois nao consigo fazer quaze nada as vezes me impogo e faço tudo mas aaaaantes de acabar ja estou com dor em todod corpo,faço tratamento mas meu cabelo cai,e tb quando paro o remedio a dor volta,e ohorrivel espero que quando descobri algo que nos livre deste sofrimento compartilhe com nosco, mas ja estou feliz en ler e entender mais sobre esta doença ,e uma pena que aaaaaas pessoas de um modo geral nao se entereçe

  • Luzia sueli cda silva

    Eu luzia  tenho muitas dores  estou tendo dores de cabeça mais como uma veia que não circula .
    Dores no corpo todo é na coluna fica até meses passa para o joelho faço exame avezes não da nada.

  • Rosemeire

    perna direita,sinto esse sintoma de fraqueza somente nesta perna,minha reumatologista me disse que e fibromialgia,mas nao tenho dores,meu sono e pessimo,acordo toda hora…fico agitada,nervosa…enfim por favor me ajude!!estou tomando GABAPENTINA 300 MG,se tomo fico bem,qdo nao tomo volta tudo,mas a medica ja me disse que nao posso fazer uso continuo…porem tenho minhas duvidas se realmente tenho fibromialgia…me oriente…estou desesperada!!!

  • Rosemeire

    Ola Dr Pedro!ja fiz varios exames,praticamente todos…tenho uma cansaço dentro da mi nha perna direita,sinto esse sintoma de fraqueza somente nesta perna,minha reumatologista me disse que e fibromialgia,mas nao tenho dores,meu sono e pessimo,acordo toda hora…fico agitada,nervosa…enfim por favor me ajude!!estou tomando GABAPENTINA 300 MG,se tomo fico bem,qdo nao tomo volta tudo,mas a medica ja me disse que nao posso fazer uso continuo…porem tenho minhas duvidas se realmente tenho fibromialgia…me oriente…estou desesperada!!!

  • Anonymous

    ola tenho 43 anos e á 4 anos sofro com a fibromialgia, no entanto agora as dores tem sido mais fortes, não consigo fazer mais nada com tanta dor e muitas olham para mim e me acham muito bem, mais Deus sabe o quanto sofro, comecei a ter tremores nas mãos isso é fibromialgia tambem??

  • Nicinha Menezes Campos

    Sinto muitas dores na coluna, tambem sinto uma fadiga nas pernas do joelho para baixo, q começou nos pés e já está nos joelhos. Pode ser Fibromialgia?

     

  • Soara Lelis

    olá Drº Pedro eu tenho fibromialgia e faço uso do MIOSAN 10 mas cofesso não uso direto pois meu cabelo cai de mais melhora o meu quadro mas porém cai meu cabelo tenho um problema horrivel com o sono não sei o que é dormir bem mas se fico nervosa tudo se complica mais ainda a rede pulblica não tem medicos muito enteressado no problema e eu como paciente do SUS sofro a beça mas valeu pelas informações Soara 

  • Rosimeire05

    eu sinto todos os sintomas mas ja fas dois anos que faço tratamento de depressão e so agora e q eu sei que tenho fibromialgia tenho dores constantes !!!

  • Vanilda_feliz

    oi ,colega tbem a 8 meses sofro com essa l fibromialgia que a ate entao,eu nem sabia que existia ,pois sofro muito com dores ,ja fui em varios medico e so o reumatologista que encontoru a miha doença ,tbem sofri muito com o msm q vc passa ,poq todos falam q nunca ninguem nem viu falar a respeito, ate meus familaires a vezes desacredita de mim ,eu nao aquetto mais de tantas dores no meus ossos ,ja fiz vatios exames e nada de responda assim fika dicifil pra aquelels q nao cre e nos, tomos varios remedio e ate po contar propria fui ate para no ponto socorro pq devidos os remedios minha pressão caiu e cheguei ao desmaio,nao sei mais o que fazer o pior e a noite nao durmo bem e quando acordo, parece  q fiquei a noite toda acordada essa fibromialgia deveria ter um diagnostico atraves de exames uma coisa mais concreta como podemos trabalhar com tantas dores nao tem nem como corre atrs do seus direito no inss ,pq nao tem como provar ,ja pago a previdencia a 22 anos e tenho 39 anos aalguem podera me ajuda meu email vanilda _feliz@hotmail.com

  • Fernandinha Bertolline

    Otimo esse site.Parabéns.

  • Silviagarevi

    Olá, me chamo Silvia, fui diagnosticada com Fibromialgia há 05 anos, mas já sofro hé mto mais tempo, atualmente tomo BUP, (há 01 mês), não notei grande diferença, será  q com o tempo trárá resultados melhores e mais eficientes? Aguardo reposta e mto obrigada.

  • Rosangela

    Boa tarde!
    Parabéns Dr. Pedro por seu trabalho.
    Aos meus 31 anos começou a surgir dores pelo meu corpo e principalmente nos ombros e nuca, onde tratei um tempo com ortopedista ficando eu até com o pescoço mobilizado. Foi onde o ortopedista viu q o meu problema era nos musculos e nervos e assim foi descoberto q eu era portadora da Fibromialgia, e nesses longos 7 anos tenho sofrido com dores crônicas, me impossibilitando de fazer tarefas das mais simplis, tomo vários tipos de remédios e não melhora. Gostaria que se pudece me ajudar respondendo. O portador da Fibromialgia Crônica tem direito de receber auxilio ou se aposentar por não conseguir permanecer mais q 3 meses  numa firma por motivos das crizes da Fibromialgia?

    Obrigada.
    Rosangela
    Ribeirão Preto S.P

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Rosângela, tô fora do Brasil já há algum tempo. Realmente não sei.

  • http://www.facebook.com/people/Patricia-Almeida/100002466887692 Patricia Almeida

    Muito importante este esclarecimento sobre a fibromialgia,tenho esta doença e estes esclareimetos me ajudaram muito.

  • Anonymous

    Ola, Dr. Pedro!
    Gostei muito das informaçãoes publicadas, são elas que me ajudam a entender melhor o acontece comigo e a buscar alternativas que melhorem minha qualidade de vida. Gostaria de registrar aqui o preconceito que enfrento, principalmente no trabalho, pelo fato de não apresentar sinais visíveis de que estou doente. Costumo ouvir coisas do tipo ” onde está essa doença que ninguém vê? ” ou ” tudo é um motivo para faltar ao trabalho “. Por favor, deixe seu comentário, vai me ajudar. Obrigada!

  • fabianog

    Gostei muito parabens

  • Anonymous

    desde os 29 anos descobrir que tinha fibriomialgia,hoje to com 34 e tomo meloxican e cedimeditina manipulado, mas as dores nao passam as veses acho que tenho muitas doenças pois e tantos os sitomas,mas faço exame e nao da nada ,se fico nervosa ou preocupado se faz frio ou muito calor as dores pioram,a musculatura do corpo fica dura com se tivesse inchado se coloco a dedo doi e muitas dores nas costas,se pego peso ou faço serviços domesticos ai que doi tudo nao sei mas o que fazer,as veses so quando faço caminhada que da uma melhorada.fico muito tensa e nervosa com essas dores!!a barriga fica dolorida o pescoço tenso,parece que doi o coraçao o peito esquerdo de renpente a dor some e vai pra outras partes do corpo,as veses penso que nen e essa tal de doença!!tem dia que to com meu astral pessimo muito desanimada.me ajude!!minhas dores acumulam mais e nas costas e pescoço!sinto cansaço desanimo!!e uma dor que fica queimando quando ela ta bem atacada!!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @ana márcia
    Pode ajudar sim.

  • ana márcia

    Dr Pedro, boa tarde…a aproximadamente 8 meses procurei um reumatologista e fiz vários exames que deram negativo, chegou-se a conclusão que estava com fibriomialgia…noto o seguinte, ao me levantar parece que estou toda quebrada e a medida que começo a movimentar-me a dor vai passando e melhora muito mesmo quando tomo uma ducha bem quente. Sinto que se ficasseo tempo todo dentro da água quente não sentiria dor. A água quente ajuda a combater a dor???? Informo que tomo amitripilina 25 mg.

  • http://www.novoshabitos.net/ William Carlos

    Parabens pelo artigo, realmente muito esclarecedor quanto ao assunto. Existem muitas dúvidas, principalmente entre as mulheres, sobre a fibromialgia, e o artigo com certeza esclarecerá muitas delas.

    William Carlos,
    http://www.novoshabitos.net

  • Anonymous

    a anos venho correndo atrás de muitos médicos,e sempre eles me dizendo que não tenho nada,teve um que mandou eu fazer cirurgia das duas mãos.sempre voltando pra casa chorando de dor.Agora DEUS colocou um médico no meu caminho que descobriu que é fibromialgia,infelismente,já não estou conseguindo mais trabalhar

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Elsa, a fibromialgia pode piorar, sim, no frio. Isto é mais facilmente notado aqui na Europa onde faz frio de verdade.

  • Elsa Aparecida

    Olá Dr.Gostaria de saber se a fibromialgia piora
    com a mudança do tempo.Pois sempre que esfria ou
    chove eu fico com o corpo todo dolorido.Meu reumatologista disse que é coisa da minha cabeça,
    mas tenho certeza que não é.Me ajude por favor.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Jussara,
    Infelizmente não há cura. Vc vai ter que aprender a viver com a doença.

  • Anonymous

    Bom dia Dro. Pedro
    Quero parabenizado pelo texto. Realmente, tudo o que está no texto assino em baixo, fui diagnósticada com fibromialgia, os sintomas são estes mesmo, eu que o diga inclusive vou usar seu texto no processo judicial para obter passe livre no transporte publico municipal devido a minha incapacidade para o trabalho. Gostaria de ressaltar Dro. Que nem todo mundo que tem fibromialgia tem tolerância ao exercício físico que é o meu caso.
    Tenho 35 anos fui diaguinosticada com fibromialgia em 2005 e há cinco anos venho tentando melhorar desse problema sem sucesso. Já tentei tratamentos alternativos a pedido dos médicos como acupuntura, osteopatia e exercício físico como caminhada.
    A simples ida ao supermercado por uma hora me deixa completamente sem energia o cansaço físico é tão grande que tenho que ficar na cama e as dores são intensas… já fiz uso de vários medicamentos como Fluoxetina, pondera, cortisona, miosan , meloxican com paracetamol etc hoje estou com 175 mg de sertralina e 0,25 de amitripilina faço acompanhamento Reumatologico e Psicoterapia e Psiquiatrica no HC da Unicamp
    Minha Pergunta para você Dro. Pedro é será que algum dia a Fibromialgia pode dar trégua ao paciente?
    Jussara Crevelario

  • Anonymous

    realmente, tudo o que está no texto assino em baixo, fui diagnósticada com fibromialgia, os sintomas são estes mesmo, eu que o diga.

  • Orlando/Fernanda

    Caro Dr. Pedro, gostaria de parabeniza-lo pelo seu trabalho e como seu colega gostaria de saber da sua opinião. Recebi uma paciente em meu consultório para acompanhamento de Fibromialgia. Não entendi porque ela me foi encaminhada pq sou Endocrino mas encaminhei-a para um Reumatologista. Passado algum tempo esta paciente retornou para mim e disse ter ficado desiludida com o colega especialista pq ele disse justamente para ela aquilo q vc disse que não se deve falar para o paciente: Que ela não tinha nada! A paciente tinha sido medicada por mim com Nortriptilina 75 mg e sentiu melhoras do seu quadro. Agora ela quer que eu a acompanhe em sua doença. Qual a sua sugestão e qual o seu parecer sobre o fato de um Endocrino a acompanhar no tratamento? Meu nome é Orlando da Costa Coelho e moro no Norte do Esp.Santo na cidade de São Mateus. Abraços e parabéns.

  • Wanessa

    Olá a todos! Fui diagnosticada com Fibromialgia há dois anos. Desde então passei por diversos tratamentos, como amitriptilina associada com ciclobenzaprina em várias dosagens diferentes, mas não consegui melhora do quadro álgico, além de não me adaptar ao medicamento.
    Atualmente utilizo o Lyrica (pregabalina) para controle das crises de dores e o Amato (topiramato) para controle da cefáleia intensa . Após o exame de polissonografia, descobri que tinha distúrbio do sono, o qual me foi receitado o Stilnox (zolpidem) durante um certo período. Além, é claro, dos exercicios físicos.
    Recomendo a todos que possuem esta doença que façam o tratamento corretamente, por mais longo que seja, e não o troquem em definitivo por tratamentos alternativos. Estes tratamentos, caso tragam algum benefício para a pessoa, devem ser utilizados somente como complemento, nunca como substituição.
    É importante também esclarecimento sobre o assunto, para que não seja gerada mais ansiedade do que as dores já provocam.
    Abraços a todos!
    Wanessa

  • Anonymous

    Olá, dr, só passei aqui para elogiar este excelente texto sobre fibromialgia e seus sintomas.
    Fátima

  • http://www.blogger.com/profile/04393336581392706630 Dra. Renata Campos

    Irany,
    Não, os sintomas da artrose são diferentes. A dor da artorse em geral é localizada nas articulações acometidas, e não generalizada. Sugiro que você procure um reumatologista para diagnóstico da fibromialgia e tratamento adequado, inclusive da artrose.
    Abraços.

  • Irany

    dr pedro obrigada por seus esclarecimentos as nossas maiores duvidas.
    gostaria de saber se os sintomas da artrose são identicos aos da fibromialgias, pois tirei rx dos joelhos e foi diagnosticados artrose, mais sinto todos os sintomas da fibromialgia, até nos pontos q o senhor diagnosticou. me esclareça e o q eu posso fazer para remediar essas dores horriveis q sinto em todo o corpo. aguardo sua resposta, obrigada

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Amélia,
    Exercícios físicos só ajudam e estão indicados

  • Amélia Maria de Oliveira – MT

    Ótimo trabalho. Estou iniciando tratamento e gostaria de tirar uma dúvida: Exercícíos físicos que desenvonvem músculos, digo aqueles que se pratica com elásticos, afetarão negativamente os pontos doloridos?
    Desde já agradeço a atenção; e parabéns pelo trabalho e dedicação.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Felizmente o conhecimento científico não é baseado em experiências pessoais. O que deu certo para vc não necessariamente funciona para todos. Por isto existe os trabalhos científicos: para avaliar aquilo que funciona em larga escala e não apenas em alguns indivíduos.

    Para vc dizer que um trabalho é furado é preciso apresentar argumentos mas sólidos do que um simples “em mim funciona”. Existem pessoas que juram que ficam melhores dos seus sintomas bebendo o próprio xixi e nem por isso esta técnica passa a ser válida.

    Se vc quer criticar um trabalho aponte aonde estão as falhas dele. Em que ponto do desenho do estudo poderia haver problemas que levassem a resultados duvidosos?

    Eu citei apenas um, mas existem dezenas de trabalhos que não conseguem estabelecer benefício da acunpuntura na fibromialgia. E essse trabalhos são feitos com pessoas reconhecidamente com conhecimento de acunpuntura. Não é com qualquer mané que faz curso por correspondência.

    Se vc encontrou uma clínica em Niteroi que consegue resultados melhores que nos outros centros mundiais, ótimo para vc. Aliás, sugiro que a clínica entre em contato com algum universidade e se submeta aos critérios um trabalho científico. Se ela comprovar que o método dela é o ideal, milhões de pessoas ao redor do mundo vão se beneficiar.

  • Anonymous

    A Acupuntura só dá resultada quando feita adequadamente, existem diversos profissionais, e diversos pontos. Nem todos sabem e acertam os pontos certos no paciente para que gere um resultado perceptivel. Esta pesquisa esta completamente furada. E ninguem me falou, EU SOU FIBROMIALGICO E SEI! Nenhuma acupuntura de minha cidade funcionou, mas em Niteroi funcionava.
    Saiba tudo sobre Fibromialgia acessando a comunidade correta. http://www.orkut.com/CommTopics.aspx?cmm=204426

  • ci

    Post muito completo…

    beijo da ci

  • JOAO BATISTA DE ABREU

    Ola, acho, ou melhor, tenho certeza que posso te ajudar, pois ja tive fibromialgia e hoje estou completamente curado. Tenho 48 anos, aos 35 descobri que tinha fibromialgia e doia o corpo inteiro, meu médico na época me desanganou de pratica esportiva e a qualidade de vida foi la em baixo tomando um caminhão de remédios que não valia nada. A receita? Ai vai:
    Bom, primeiramente elimine da sua mente todos os pensamentos negativos, mude completamente o modo de pensar e pense somente coisas positivas, tipo: meu corpo é perfeito, eu sou uma pessoa completamente saudável e assim por diante. Comece agora mesmo a praticar exercícios físicos moderamente como caminhada, seja uma pessoa 100% ativa, faça uma série de alongamentos todos os dias. Dentro de 30 dias você ja vai sentir uma diferença enorme. Mantenha-se sempre otimista, em forma e tenha uma ótima qualidade de vida sem nenhum medicamento. Tenha uma alimentação saudável com frutas, verduras e legumes, agua e sucos naturais, evite as porcariadas do dia a dia, refrigerantes, frituras, doces, etc.
    Bom no meu caso resolveu e ja faz 13anos que não tomo nenhum comprimido e mais; comecei a correr a 10 anos e hoje ja tenho 120 provas no meu curriculo e um corpo completamente curado e em plena forma. Recuperei toda autoestima e vivo com plena saude.
    Espero ter ajudado, agora é com você, coloque tudo isso em pratica e seja feliz.
    abraços

  • moizés

    Bom dia, sou paciente com fibromialgia já faz 5 anos que descobriram, até então, eu vinha consultando vários médicos e fiz muitos exames e não constavam nada, isto em um período de 10 anos antes. E, depois que uma médica do Sus descobriu que era a tal fibromialgia, então me receitou amitriptilina 25 mg . tomar 1 a cada 12 horas. e, também o rivotril de 2 mg tomar 1 antes de dormir. Então passei a sentir 50 por cento melhor. E, já faz 1 ano que tomo 1 amitriptilina 25 mg de 8 em 8 horas. E, estes medicamentos são gratuito pelo SUS . Agora me sinto 70 por cento melhor. e, durmo bem com estes 2 medicamentos. E, faço alongamentos e meia hora de caminhada todos os dias.