CHOQUE CIRCULATÓRIO

O choque circulatório, ou simplesmente choque, é um estado caracterizado por uma redução da perfusão de sangue nos tecidos, resultando em uma insuficiente oxigenação dos mesmos (hipóxia celular). A hipóxia se não revertida, leva a morte de células, que leva a morte de tecidos, que leva a falência múltipla de órgãos.

- PUBLICIDADE -

O choque circulatório está quase sempre associado a hipotensão, em geral menor que 90/60 mmHg (atenção, algumas pessoas podem ter níveis pressóricos próximo disto e não significar choque ou doença. Para ser choque tem que haver sinais de má perfusão).

Além da hipotensão, pacientes em choque costumam apresentar redução da produção de urina, fraqueza, diminuição do nível de consciência, alterações no padrão respiratório e uma pele fria e úmida.

Choque circulatório

Existem 3 tipos principais de choque:

Choque hipovolêmico: Quando há uma grande redução do volume de sangue circulante, seja por sangramentos, desidratação ou em grandes queimados.

Choque distributivo ou séptico: Quando há uma vasodilatação exagerada fazendo com que a pressão sanguínea caia apesar de volumes normais de sangue. É causado em geral por infecções bacterianas graves (sepse) ou anafilaxia (reação alérgica grave) (leia: O QUE É SEPSE E CHOQUE SÉPTICO ?)

Choque cardiogênico: Quando a bomba cardíaca falha e não consegue promover uma circulação adequada de sangue. Ocorre nos infartos extensos, na insuficiência cardíaca avançada, nas arritmias graves e na embolia pulmonar (leia: INFARTO FULMINANTE | Causas e sintomas)

Uma vez estabelecido o estado de choque, este deve ser rapidamente revertido e sua causa diagnosticada.

O tratamento básico do choque é reposição vigorosa de líquidos. Se isso não for suficiente, lançamos mão de drogas que aumentam a pressão arterial. Esses medicamentos são administradas por infusão contínua até que o organismo consiga novamente manter a pressão arterial controlada sem ajuda. Nos casos de choque séptico, é necessário também o tratamento com antibióticos potentes.

Doentes em choque muitas vezes precisam de ventilação mecânica e hemodiálise devido a falência dos pulmões e rins, respectivamente.

O choque é um estado muito grave com uma taxa de mortalidade elevadíssima, principalmente se o tratamento não for iniciado precocemente.

- PUBLICIDADE -
  • mahria

    Excelente este blog, com linguagem acessível aos leigos. Parabéns!

  • http://twitter.com/pikenomaskote Magno

    doutor meu pai fez uma cirurgia e tiraram um pedaço do pancreas, depois disso ele desenvolveu uma pancreatite e a mesma foi comendo ele todo por dentro. comeu o intestino, e ta fazendo um estrago nele por dentro, ele pegou infecçao devido a perfuraçao do intestino e agora os medicos disem q nao podem fazer nada. hj eu fui ver ele e a pressao dele tava 6/5 mesmo com doses muito altas de noradrenalina e encrise.. isso pode ser revertido? estou desesperado pois meu pai nao sentia nada nao tinha nenhum sintoma por favor me responda. meu pai tem 52 anos é obeso e cadeirante

  • FernandaFionitelli

    Doutor sinto pontadas no coração ao fazer exercícios musculares e principalmente ao correr em esteiras. Já fiz Ecocardiograma, Eletrocardiograma, Triglicérides e Colesterol.

    Todos esses exames deram normais! Tenho 20 anos e mesmo tendo feitos esses exames continuo com as pontadas + dores no braço, ficando com medo de fazer exercícios musculares.

    O que devo fazer ?

    Brigadinha doutor, beijão! hehe

  • FernandaFionitelli

    Doutor ao praticar exercícios musculares na academia, e correr durante a esteira sinto pontadas na região do coração e até tonturas ( Essa eu acho que por causa de pânico. ) . Fui ao cardiologista, e fiz Eletrocardiograma, Glicemia,Colesterol,Triglicérides e Ecocardiograma Colorido.

    Todos esses exames deram normais.

    Só que minhas pontadas na região, e dores nos braços continuam. O que devo fazer ?

    Brigadinha desde já! Boa Noite. Tenho 20 anos hehe

  • Emmanuel Britto

    Prezado dr. Pedro,
    Tenho um adenoma de hipófise. Foi tentado o uso de cabergolina mas não houve redução. Entretanto, o mesmo está estável e inerte. Em consequência, minha glândula supra renal praticamente parou de funcionar, razão pela qual tomo corticóide (PREDSIN). Inicialmente, há 4 meses, usei 7,5mg reduzindo um mês e meio depois para 5mg e há duas semanas para 2,5mg.
    Tenho tido efeitos colaterais sendo excesso de peso ( aumentei de 76 para 83 kg) e um certo desconforto (pressão na parte superior do estômago).
    Poderia me explicar esse desconforto? O que pode ser feito para minorar essa sensação?

  • claudilene da silva

    ola dr meu nome e claudilene gostaria de saber quais riscos o uso de corticoides para pessoa idosa , debilitada que tenha tido avc e insuficiencia cardiaca , qual a realaçao custo/beneficio .

  • Jamylle Cardoso

    Olá DR,meu nome e Jamylle tomo predinisona de 20mg a mais de 2 anos,tive um aumento de peso e vivo estressada,por isso resolvi parar de tomar o medicamento…mais sinto dores de cabeça todos os dias e me sinto com o rosto inchado e parece q nem dormi durante a noite,sempre acordo com dores na coluna e nao consigo puxar a respiraçao q doe ainda mais,faz uns tres dias q sinto falta de ar, ja tinha sentido outras vezes mais era passageiro e nao me encomodava mais agora eh frequente e tem dias q nao consigo dormi por causa disso. Eu ja tomei muitos medicamentos devido eu ter uma alergia na pele a muito tempo,fiz um tratamento e deu tudo certo ateh as marcas sumiram,mas assim q acabei o tratamento depois de um dias a alergia voltou e continuei tomando ( predinisona 20mg e maleato de desclofeniramina 2mg) hoje faz uma semana q parei de tomar esses medicamentos mais nao estou me sentindo bem sinto tonturas e uma grande falta de ar sem contar q a alergia voltou eh uma mancha vermelha q cossa e vira uma ferida eq vai aumentando rapidamente e por isso tomei durante esse tempo e agora estou muito preoculpada com minha saude. Dr. por favor me ajude.

  • Croliveira1977

    ola, eu tomo choque em qualquer material metalico que eu encoste, porta do carro, prateleiras, etc isso é normal ou posso ter algum tipo de doença

  • Delma

    DR.PEDRO, SEI QUE A RESPOSTA NÃO VEM DE IMEDIATO, MAS VOU RELATAR MEU CASO. SOU HIPERTENSA A QUASE 10 ANOS, SEMPRE CONTROLEI MINHA PRESSÃO ACOMPANHADA COM MINHA CARDIOLOGISTA, A QUASE 2 MESES ELA TROCOU MINHA MEDICAÇÃO ESTAVA TOMANDO BENILCAR ANLO JUNTO COM ABLOK, SENDO QUE O ABLOK ESTAVA CAUSANDO MUITAS CÂIMBRAS E DORES NAS PERNAS, MUDAMOS PARA INADIPEN E BENILCAR ANLO, ONTEM MINHA PRESSÃO CHEGOU A 8/6, NÃO TOMEI MAIS A MEDICAÇÃO COMO TAMBEM NENHUMA OUTRA, HOJE A MINHA PRESSÃO ESTÁ 10/5. O QUE FAÇO? CONTINUO A ESPERAR ELA NORMALIZAR? A MINHA CARDIOLOGISTA NÃO PASSOU NADA SÓ DISSE QUE ERA PARA REPOUSAR. 

  • angel of night

    minha fez um tratamento de tuberculose de seis meses e nao voltou pra ser avaliada,ela morreu com os seguintes problemas:choque sepse,broncoaspiracao,ela estava e coma enduzido,depois parou o rins e teve de fazer emodialise,a tuberculose ha matou ou a bacteria sepse.