ESCARLATINA | Sintomas e tratamento

A escarlatina é uma infecção de origem bacteriana, que se manifesta habitualmente com os sintomas de dor de garganta, febre e erupções avermelhadas na pele (rash cutâneo), que começam na cabeça e vão se espalhando de forma descendente por todo o corpo.

- PUBLICIDADE -

A escarlatina é uma infecção que ocorre mais frequentemente em crianças na idade escolar, mas pode acometer também adultos.

Neste artigo vamos explicar o que é a escarlatina, quais são os seus sintomas, as formas de transmissão e as opções de tratamento disponíveis.

O que é escarlatina?

A escarlatina é uma doença causada pela bactéria Estreptococo beta hemolítico do grupo A, também conhecida como Streptococcus pyogenes. O S. pyogenes é a mesma bactéria que provoca outras infecções, tais como:

– Faringite ou amigdalite bacteriana (leia: DOR DE GARGANTA – FARINGITE E AMIGDALITE).
– Erisipela (leia: ERISIPELA | CELULITE | Sintomas e tratamento).
– Impetigo (leia: IMPETIGO COMUM e IMPETIGO BOLHOSO | Sintomas e tratamento).
– Glomerulonefrite pós-infecciosa aguda (leia: O QUE É UMA GLOMERULONEFRITE?).
– Febre reumática (leia: FEBRE REUMÁTICA | Sintomas e tratamento).

Na verdade, a escarlatina é uma reação do organismo a toxinas produzidas pela bactéria Streptococcus pyogenes, geralmente durante um episódio de faringite ou amigdalite bacteriana. Mais raramente, a escarlatina pode desenvolver-se devido a um quadro de impetigo ou erisipela.

Toxinas produzidas pelo Estreptococo beta hemolítico do grupo A desencadeiam uma reação inflamatória na pele, que manifesta-se tipicamente com exuberantes manchas vermelhas por todo o corpo, sinal mais típico da escarlatina.

A escarlatina, porém,  só ocorre em cerca de 10% das faringites por Streptococcus pyogenes, porque nem todas as pessoas apresentam sensibilidade às toxinas produzidas pela bactéria. É perfeitamente possível, por exemplo, haver em uma mesma casa um irmão que desenvolva escarlatina e outro que tenha apenas um quadro comum de amigdalite. Tudo depende da forma com o sistema imunológica de cada indivíduo reage à presença das toxinas produzidas pelo Estreptococo.

A escarlatina é mais comum em crianças entre 5 e 15 anos. A partir da adolescência, mas de 80% das população já possui anticorpos contra as toxinas do Estreptococo, motivo pela qual a escarlatina é pouco comum nos adultos e não costuma surgir mais de uma vez na vida.

Como se pega escarlatina?

A bactéria Streptococcus pyogenes costuma ser transmitida de uma pessoa para outra através do contato com secreções das vias respiratórias. Entre as formas possíveis de transmissão da bactéria estão a tosse, o espirro e o contato com saliva, seja através do beijo, de gotículas durante a fala, ou pelo compartilhamento de copos ou talheres.

A transmissão através de mãos contaminadas com secreções respiratórias também é muito comum, sendo a higienização adequada e frequente das mãos uma importante medida de controle da transmissão. Toalhas, roupa de cama e roupas pessoais também podem ser uma fonte de transmissão.

A bactéria Streptococcus pyogenes é extremamente contagiosa. Apenas 12 horas após ter sido contaminado, o indivíduo já é capaz de transmiti-la para outras pessoas, mesmo que ainda não tenha desenvolvido qualquer doença ou sintoma. O período de contágio costuma terminar 12 horas após o fim da febre ou 24 horas após o início do tratamento antibiótico.

Mais uma vez, vale a pena lembrar que apenas uma pequena fração das pessoas que entram em contato com o Estreptococo beta hemolítico do grupo A acaba desenvolvendo escarlatina. O fato da bactéria ser altamente contagiosa não significa que necessariamente todo mundo que foi contaminado irá ficar doente.

Sintomas da escarlatina

O período de incubação da escarlatina é de 2 a 5 dias. O início do quadro costuma ser abrupto, com inflamação na garganta, dores pelo corpo e febre acima de 38,5ºC. Aumento dos gânglios do pescoço, dor de cabeça, dor abdominal, náuseas e vômitos também podem estar presentes. 12 a 24 horas após o início do quadro, surge o sinal característico da doença, que é o rash cutâneo.

Escarlatina-no-troncoO rash da escarlatina normalmente inicia-se na cabeça ou pescoço e desce pelo corpo ao longo das horas seguintes, em padrão de dispersão chamado craniocaudal. As palmas das mãos e as plantas dos pés costumam ser poupados.

O acometimento da pele pela escarlatina caracteriza-se pelo aparecimento de numerosas erupções avermelhadas de 1 a 2 mm, com discreto relevo, que podem dar à pele uma textura levemente áspera. Além de serem muito avermelhadas, as lesões da escarlatina costumam se tornar transitoriamente pálidas quando pressionamos a pele acometida com o dedo. Alguns pacientes queixam-se de coceira, mas isso não ocorre em todos os casos.

Essas lesões do rash costumam se aglomerar nas áreas de dobras, como axilas, virilhas, prega do cotovelo, formando uma linha bem vermelha nestas regiões, que recebe o nome de linhas de Pastia.

EscarlatinaOutro achado característico é a chamada “língua em framboesa”. A língua fica inchada e as suas papilas muito avermelhadas, o que causa o aparecimento de múltiplos pontinhos vermelhos na língua. Palidez ao redor dos lábios também é outra manifestação comum da escarlatina. O acometimento da língua pode surgir antes do aparecimento das erupções na pele.

Nos primeiros dias do quadro pode haver uma capa branca por cima língua, mas esta desaparece geralmente no 4º dia.

Língua da escarlatinaApós uma semana de rash cutâneo, as manchas avermelhadas começam a desaparecer, ocorrendo uma descamação, principalmente nos dedos das mãos, dos pés, virilhas e axilas.

O diagnóstico da escarlatina é normalmente feito clinicamente, através do exame físico. Se houver dúvidas, o médico pode colher amostras da orofaringe para pesquisa do Streptococcus pyogenes.

Para ver mais fotos de escarlatina, acesse o seguinte link: ESCARLATINA | FOTOS

Complicações da escarlatina

Até o início do século XX, a escarlatina era considerada uma infecção grave, pois não havia tratamento adequado e as complicações eram muito comuns. A mortalidade chegava a ser de 20%. Com o advento dos antibióticos, porém, a taxa de complicações despencou, tornando a erisipela uma doença com ótimo prognóstico. Atualmente, a taxa de mortalidade é menor que 1%.

Quando não tratada, a escarlatina pode complicar com formação de abcesso na garganta ou infecções nos pulmões, rins, coração, ouvidos ou sistema nervoso. A febre reumática e a glomerulonefrite pós-estreptocócica são complicações raras atualmente, mas que ocorriam com relativa frequência no passado.

Tratamento da escarlatina

O tratamento da escarlatina é feito com antibióticos, de forma a eliminar o Estreptococo beta hemolítico do grupo A e interromper, assim, a produção das toxinas que provocam as reações na pele. Além de curar os sintomas, o tratamento com antibiótico também é importante para reduzir o risco de transmissão da bactéria para outras pessoas e, principalmente, para reduzir o risco do paciente desenvolver as complicações citadas acima.

O antibiótico de escolha no tratamento da escarlatina são a penicilina V ou a amoxicilina (leia: AMOXICILINA E AMOXICILINA COM CLAVULANATO | Bula simplificada). O tempo de tratamento indicado é 10 dias. Uma opção com posologia mais simples é a penicilina benzatina, que é administrada por via intramuscular em dose única (leia: PENICILINA BENZATINA | Injeção de benzetacil).

Nos pacientes alérgicos à penicilina, a eritromicina é uma alternativa viável (leia: ALERGIA À PENICILINA).

- PUBLICIDADE -
  • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

    É possível que isso aconteça.

  • Aline

    Doutor, quantos dias demora para benzetacil eliminar as (plaquinhas) de pus na garganta devido a uma escarlatina?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Em 24 a 48 horas já começa a haver resultado.

  • socorro

    Drº
    um bebe de 1 ano e 4 meses pode ter escalartina? tem febres de 39 e manchinhas no corpo, mas não é semelhante as manchas das fotos acima. ou pode ser uma simples virose?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Pode-se ter escarlatina com 1 ano, mas nesta idade, muitas viroses causam rash. Tem que fazer o diagnóstico correto.

  • Ednei

    Boa tarde,
    Doutor
    Minha filha de 8 anos está com todos esses sintomas, mas o médico diagnosticou com inflamação na garganta e receitou amoxicilina.
    Esse antibiótico é apropriado para essa doença?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Sim.

  • janaina castelo

    Doutor, meu filho teve escarlatina há uns 10 dias atrás, já terminou com o antibiótico, e agora está despelando muito as pontas dos dedos das mãos, isso é assim mesmo? Está trocando a pele, está soltando toda…

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Sim, isso é bastante comum e pode demorar algum tempo para melhorar de vez.

  • César de Souza da Silva

    Dr. Minha filha tem 6 anos e contraiu a escarlatina. A Dra. medicou ela com uma dose única de benzetacil e medicamento para aliviar o desconforto da coceira, que minha filha reclama muito.
    Pergunto o seguinte: Apenas esta dose da benzetacil é suficiente?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Sim, é dose única.

  • Camila

    Eu gostaria de saber porque essa doença é comum em crianças de 2 a 10 anos?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Porque elas fazem muita lesão de pele e por terem o sistema imunológico ainda em formação.

  • Fernanda Oliveira

    Dr. Pedro.
    Tenho 32 anos e infecciono a gargata com frequencia, formando-se sempre umas placas na superfície das amigdalas e dentro das amigdalas também forma placas que se soltam quando eu pressiono as amigdalas. Uma dentista que trabalhei me disse que seria bom tirar as amigdalas porque elas estão já todas furadas.
    Esse quadro pode ter contribuido para uma escarlatina que minha filha de 3 anos desenvolveu?

  • Cristinatavares222

    DTOR dei um beij a uma menina que tinha escarlatina eu não sabia que estava doente tenho 40 anos isso pega-se

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      A bactéria que causa a escarlatina pode ser transmitida pelo beijo, mas a maioria dos adultos acaba desenvolvendo apenas dor de garganta, e não a escarlatina.

  • Thais

    minha netinha de ano e oito meses esta com escarlatina gostaria de saber
    o que eu posso passar na pele dela

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Não é preciso passar nada.

  • Marisa Ferreira

    Boa tarde Drº , tenho uma menina com 5 anos e já teve escarlatina 2 vezes. Esta semana começou com febre repentina sendo o pico maior de 39.4 fui com ela ao médico de familia e fizeram o teste do combur onde acusou vestigios de sangue na urina mas não apresentava quaisquer sinais de infeção urinária. Li que esta doença poderá causar problemas a nível renal, poderá me esclarecer ? Deverei fazer análises pormenorizadas à minha filha? Muito obrigada.

  • Ivani Maria

    Minha filha de 10 anos está com escarlatina. É necessário ficar em casa, ou seja, não ir para a escola?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Sim, é recomendável.

  • Jéssica

    após a aplicação de benzetacil os sintomas da escarlatina desaparecem com quanto tempo??

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Começam a melhorar em 24 a 48 horas.

  • Rose Maciel

    Dr. Pedro minha filha tem 6 anos foi diagnosticada com escarlatina, medicad com dose unica de bezatacil, a pegunta por quanto tempo ela deve ficar sem ir a escola?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Até a febre desaparecer.

  • Leny_as

    Bom dia, meu filho esta com escarlatina ele foi medicado com dipirona e a dra. tb receitou besetacil é necessário tomar a besetacil??
    e passou um anti alérgico hidroxizina 3ml  em 8hs …

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Sim, o benzetacil é o antibiótico. Ele é o mais importante.

  • Alexandra

    Boa noite Dr. Pedro, minha filha esta com escarlatina e sua boca e ao redor esta descamando, ha alguma pomada q eu possa passar para sair mais rapido? e a vermelhidao demora qt tempo para sumir?
    obrigada

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Não é preciso passar nada. No máximo, um hidratante.

  • jhenifer

    doutor tenho dezessete anos e estou com escarlatina, faço estagio em uma escola estou com medo de passar para os alunos falei pro medico e ele disse q nao eh contagioso q eu posso fica despreocupada quanto a isso.
    posso mesmo continuar trabalhando???

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      É contagioso, sim. O ideal é ficar fora do trabalho até a febre desaparecer.

  • Mmarizasiva

    levei minha filha ao medico ela,ta com vermelidao pelo corpo mas nao teve febre,o medico falou q e farigem  devo confiar, ele falou p esperar 24hs p ver se ela nao tiver febre nao dar o remedio passado por ele  

  • vivianne

    Olá Dr. Estou a falar de Portugal teno 26 anos e também fui vitima se assim posso chamar do cirus escarlatina, acho que foi a minha filha mais velha de 2 anos que trouxe da creche e pegou a toda a familia mas quem ficou com mais machas fui eu e a minha filha de ano. A pergunta que eu pretendo-lhe fazer é: Eu sou alérgica a penincilina o que devo tomar??? Obrigado fico aguadar resposta.
    Sintomas que tivemos foram:
    Febre
    Sonolência
    Corpo arder
    Transpiração
    Corpo as machas
    Comichão
    Dor de Barriga
    Vomitos
    Diarreia
    Dor de Ouvidos
    Garganta Arranhada

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      O tratamento para alérgicos à penicilina costuma ser feito com eritromicina.

  • Raqueldmaciel

    e comum repetir a escarlatina com frequencia?
     

  • Raqueldmaciel

    e comum repetir a escarlatina com frequencia?
     

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Não, geralmente não repete.

  • Johnny Pedrosa

    Tenho um filho com 6 anos que ontem durante a noite fez febre 39.5 e apresentava queixas de dores de garganta e barriga. De manha liguei com o pediatra que o examinou e lhe diagnosticou escarlatina, prescreveu uma injecção de penicilina, avamys, zaditem e brisovent para tomar durante 10 dias.Pelo que o pediatra me disse o meu filho esta no inicio da infecção o que é muito vantajoso para a sua cura. Nunca tinha ouvido falar de tal vírus se assim se lhe pode chamar e pelo que tenho lido na Internet é uma doença que pode causar sérios problemas de saúde nas crianças. A minha dúvida é se o meu filho a partir de agora esta mais frágil ao contagio da doença.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não entendi a pergunta, como assim mais frágil ao contágio? Pelo o que entendi ele já está contaminado e está sendo tratado.

  • Renatapepe

    Boa noite, estou preocupada com minha filha. Ela tem 6 anos e está com vários sintomas da escarlatina a 3 dias, (febre, tipo de uma alergia no corpo todo, garganta incomodando e a lingua com bolinhas avermelhadas) mas a médica que a examinou disse que não poderia confirmar o diagnóstico por que no exame de sangue deu tudo ok. Essa doença pode ser diagnosticada por um hemograma?  Devo esperar mais 3 dias até começar com antibiótico?  Obrigada.

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      O hemograma não serve nem para descartar nem para confirmar o diagnóstico.

  • Fernanda Roberta

    Parabéns ….

  • Anonymous

    OLá leitores, meu filho tb ta com escarlatina, mais ja esta sendo medicado tb fiquei super preocupada! Mais graças a DEus ele ja esta melhor! Ele so esta com um pouco de agonia no estômago e molinho ainda.

  • Anonymous

    Dr.Pedro Pinheiro, levamos o Pedro ao otorrino, ele o examinou e ficou constatado otite sim, ele recomendou novocilin( 8 em 8h) e betnovate tb de 8 em 8h.
    vamos levar ele novamente ao pediatra na segunda para que o mesmo passe exames de sangue, para ver se é normal essas 2 infecções com essa frequencia.
    Mas como moramos na região litoranea e aqui a mudança de tem é muito brusca, acho q explica um pouco né, fora o fato q o meu filhote é bem teimoso, só quer andar descalço rs.
    Muito obrigado pela sua atenção, e parabens pelo desprendimento em estar aqui ajudando pais no sufoco!!!!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Daiana
    Essa secreção no ouvido não é comum na escarlatina. Parece mais um quadro de otite. É preciso que o pediatra o veja para saber se é necessário outro antibiótico.

  • Anonymous

    Dr. Pedro Pinheiro,Meu nome é Daiana primeiro quero agradecer sua boa vontade de estar aqui esclacerendo nossas duvidas!
    Meu filho foi diagnosticado comescarlatina, ele teve febre, manchas asperas por todo o corpo, falta de apetite e todos os outros sintomas aqui descritos, no entanto ele tb apresento alguns dias atras dores no ouvido, antes que fosse diagnosticado a escarlatina. e agora depois que o tratamento começou ( dose unica de bezentacil) e hixizine de 8 em 8 horas. o ouvido de esta saindo uma secreção de um liquido levemente amarelado.
    eu gostaria de saber se é normal esse liquido esta saindo, ou se tera que tomar medicação especifica para o ouvido?
    ah ele tb apresenta um pouco de dificuldade em ouvir o que falamos em voz baixa!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Ludmila
    escarlatina é doença de crianças. Adultos costumam ter imunidade. Apenas evite partilhar talheres e contatos muito próximos, como beijos, até ele estar curado.

  • Ludmila

    Dr., meu filho de 2 anos está com escarlatina e eu estou grávida de 6 meses. Há algum risco para a gravidez? E em quanto tempo a doença deixa de ter risco de contágio?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Regiane
    Amoxil é um tipo de penicilina

  • Anonymous

    Olá drs…minha filha de 1 ano e meio foi diagnostica com escarlatina…ela está sem febre…nós pais corremos o risco de pegar tbm?.. e a médica dela receitou amoxil BD,e eu li que o mais indicado é penicilina…o amoxil vai ajudar?
    Regiane

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Edvaldo,
    sim

  • Anonymous

    meu nome é edvaldo..bom dia Dr:gostaria de sabe se a vacina bezetazil substitui os antibiotico por 7 dias ….

  • Anonymous

    drs parabéns pelo blog

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Mirella,
    O ideal é permanecer fora da escola até os sintomas desaparecerem. Não há dieta específica.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Mirella,
    O ideal é permanecer fora da escola até os sintomas desaparecerem.

  • Anonymous

    Olá Doutores… Gostaria de saber depois do rash, quantos dias o paciente deverá volta a escola para não passar para os coleguinhas? Deve ter alguma restrição de alimentação?
    Obrigada
    Mirella

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Alice,
    não é comum, mas tb não é impossível

  • alice

    Olá Dr.
    Meu filho esta com escarlatina, mas a nossa dúvida é que em nenhum momento ele apresentou febre. Existe escarlatina sem febre?
    Grata
    Alice

  • Aline

    Olá, moro em Rio das Ostras , RJ. Minha filha foi diagnosticada com escarlatina, em conversa fique sabendo hoje de mais 3 casos. Vale o alerta a população dos sintomas.
    Aline

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Shigemi,
    sim. Qualquer quadro febril pode causar dores articulares

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Vitória,
    Se ela tomar os antibióticos, o risco é mínimo. O fato dela ter febre ou não não influencia.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Dani,
    1. É possível
    2. Sim

  • shigemi

    Olá doutores estou com um filho de oito anos com escarlatina e está com todos os sitomas que vcs descreveram no texto acima,gostaria de saber se dor nas articulacoes é nomal

  • Anonymous

    olá doutores!

    minha filha estava com todas as característica da escarlatina, porém não se tem certeza, mesmo após de se fazer o exame, contudo a médica após ter a certeza de ser uma bactéria receitou antibiótico.
    minha filha ainda corre o risco de ter uma febre reumática já que depois de todos os sitomas ela nunca teve febre?
    vitória.

  • dani.zoot

    Olá. Gostarria de agradecer pela iniciativa de vcs. Isso tranquiliza um pouco mais mães como eu, que estão enfrentando essa doença
    Minha filha de 4 anos está em tratamento, ainda com a pele descamando e sentindo coceira.
    Gostaria de saber 2 coisas:
    – ela pode desenvolver a doença novamente?
    – os lábios dela ficaram muito grossos e inchados, e depois descaacaram. é comum?
    Obrigada

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Cristina,
    Existe o risco de contágio, sim. Esses remédios não vão mascarar os sintomas.

  • Cristina

    Olá Doutores,

    Um amigo do colégio da minha filha teve escarlatina; se tratou e voltou a frequentar a escola depois de 6 dias, ainda no tempo de tratamento com antibiótico. 1 semana depois que soubemos desse amigo com escarlatina, uma amiga apareceu com a mesma doença. Está em tratamento. Há possibilidade disso atingir todas as crianças da turma? Minha filha é muito próxima a eles. Ela está no risco? São todas crianças entre 3 e 4 anos. Minha filha está com tosse e tomando xarope para isso (trifedrin). Interfere o aparecimento de sintomas?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Lafaiete,
    é pouco comum mas pode.

  • Lafaiete

    Adulto tambem pode ter escarlatina?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Jailson,
    Sim, eu falo isso no último parágrafo do texto.

    Normalmente não. Vc deve estar confundindo com caxumba

  • Jailson

    Tive escarlatina quando estava com 7 anos, há quase 20 anos. Foi exatamente assim. Tive infecção de garganta, depois veio a escarlatina. Gostaria de fazer duas perguntas.
    Primeiro: logo depois da escarlatina, tive nefrite. Fiquei semanas nos hospital trantando de tudo. Ouvi dizer que tem ligação entre as duas patologias. Isso é verdade?
    Segundo: A escarlatina deixa alguma sequela? Ouvi dizer que pode deixar o paciente estéril, no caso dos meninos.

  • sabrina

    Olá leitores…fico agradecida ao Dr.Pedro por dar detalhes a doença, meu filho ficou com escarlatina ele tem dois anos fiquei desesperada….
    Ainda estou cuidando dele mais fiquei mais aliviada por saber mais sobre tal doeça…
    Obrigada!!!!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Elaine,
    Não existe febre localizada. O aumento de temperatura da febre é sempre em todo corpo.

  • Elaine Correa

    Bom dia Dr. Pinheiro e Dra. Campos, antes de tudo, gostaria de parabeniza-loos pelo espaço dado aos internautas em pdoer tirar duvidas a respeito de algumas doenças.
    Em se tratando de febre, gostaria de saber se existe febre apenas na região da cabeça, ou na região da face? Isso seria um mito ou verdade?
    Obrigada.
    Elaine Correa

  • Anonymous

    Olá drs.
    Só gostaria de dar os parabéns pelo blog e pela disponibilidade em ajudar as pessoas sem cobrar nada. Acredito que falo em nome da maioria das pessoas que frequenta este site.

    Maria Antônia