TRATAMENTO PARA CANDIDÍASE VAGINAL

75

Candidíase vaginal
A Candidíase vaginal, também chamada de vulvovaginite por cândida, é uma micose provocada pelo fungo da espécie cândida, habitualmente, a Candida albicans. Outras formas de cândida, como a Candida glabrata, também podem provocar vulvovaginite, mas são bem menos comuns.

A candidíase vaginal é uma forma de vaginite extremamente comum, perdendo em incidência apenas para a vaginose bacteriana, provocada, em grande parte dos casos, pela bactéria Gardnerella (leia: VAGINOSE BACTERIANA | Gardnerella vaginalis).  Cerca de 1/3 dos casos de corrimento vaginal de origem infecciosa são provocados por cândidas.

Publicidade - Publicidad

Candida albicans é um fungo comum da flora vaginal, estando presente em 1 a cada 5 mulheres. A sua presença em si não representa nenhum perigo para pessoas saudáveis. A candidíase doença só surge quando a população de cândidas colonizando a pele aumenta demasiadamente. Este aumento pode ser estimulado pelo uso de antibióticos, anticoncepcionais com elevadas doses de hormônios, diabetes, alterações do sistema imunológico, uso de glicocorticoides, entre outros. Portanto, ter Candida albicans colonizando a região genital não significa necessariamente que a mulher terá a doença candidíase.

A Candida albicans pode até ser transmitida pela via sexual em alguns casos, mas na maioria das vezes o fungo tem origem na própria pessoa, geralmente do trato gastrointestinal. Mulheres virgens ou sem relação sexual há anos podem ter episódios de candidíase vaginal, motivo pelo qual essa micose não é considerada uma doença sexualmente transmissível.

Neste artigo vamos abordar exclusivamente o tratamento da candidíase vaginal. Se você quiser informações gerais sobre a candidíase vaginal, incluindo causas, fatores de risco e sintomas, leia: CANDIDÍASE VAGINAL – Causas, sintomas e tratamento.

Tratamento da candidíase vaginal

O tratamento da candidíase só esta indicado nas mulheres que apresentam queixas de vaginite, como prurido ou ardência vaginal, corrimento brancacento ou dor na região vaginal na hora de urinar ou durante o ato sexual. Mulheres assintomáticas não precisam tomar remédios para candidíase. O mesmo vale para os parceiros assintomáticos.

Para fins de tratamento, a candidíase vaginal é dividida em dois grupos:

  • Candidíase não-complicada.
  • Candidíase complicada.

1) Tratamento da candidíase não-complicada

Para ser considerada uma candidíase vaginal não-complicada, a infeção precisa ter as seguintes características:

– Ser esporádica, ocorrendo, no máximo, 3 episódios por ano.
– Não provocar sintomas graves.
– Ser provocada pela Candida albicans.
– Surgir em mulheres saudáveis e não grávidas.

Publicidade - Publicidad

Para as pacientes que se encaixam nesta forma menos grave de infecção, existem várias opções de remédios e pomadas para candidíase vaginal.

Na forma não-complicada de candidíase, tanto os comprimidos por via oral, quanto os tratamentos tópicos intravaginais, como pomadas, cremes ou óvulos, são altamente eficazes, com taxa de cura acima de 90%. Como a eficácia é semelhante, escolha do tratamento mais adequado, seja ele oral ou intravaginal, deve ser decidida em conjunto com a paciente, de acordo com as vantagens e desvantagens de cada forma.

A administração dos medicamentos contra candidíase por via oral costuma ser mais cômoda, porém, a taxa de efeitos colaterais, como náuseas, diarreia ou dor de cabeça, é um pouco mais comum. Os remédios por via oral também demoram cerca de 24 a 48 horas a mais para aliviar totalmente os sintomas da vulvovaginite, quando comparados às pomadas ou óvulos vaginais.

O Fluconazol em comprimido, 150 mg em dose única, é o tratamento mais usado para candidíase vaginal (leia: INFORMAÇÕES SOBRE O FLUCONAZOL). Uma opção com posologia menos cômoda é o Itraconazol 200 mg  por dia, por 3 dias.

Em relação aos tratamentos por via vaginal, o leque de opções é bem maior. Alguns dos esquemas mais indicados são:

Clotrimazol para candidíase
– Clotrimazol creme 1% – 1 aplicação (5 g) à noite por 7 a 14 dias.
– Clotrimazol creme 2% – 1 aplicação (5 g) à noite por 3 dias.
– Clotrimazol comprimido vaginal 500 mg – 1 comprimido intravaginal à noite em dose única.
– Clotrimazol comprimido vaginal 100 mg – 1 comprimido intravaginal à noite por 6 dias.

Miconazol para candidíase
– Miconazol creme 2% – 1 aplicação (5 g) à noite por 7 a 14 dias.
– Miconazol óvulo 200 mg – 1 óvulo intravaginal à noite por 3 dias.

Nistatina para candidíase
– Nistatina creme 100.000 UI – 1 aplicação (4 g) à noite por 14 dias.

Publicidade - Publicidad

Terconazol para candidíase
– Terconazol creme 0,8% – 1 aplicação (5 g) à noite por 3 a 5 dias.
– Terconazol óvulo 80 mg – 1 óvulo intravaginal à noite por 3 dias.

2) Tratamento da candidíase complicada

Para ser considerada uma candidíase vaginal complicada, a infeção precisa ter uma ou mais das seguintes características:

– Ser recorrente, com mais de 4 episódios por ano.
– Provocar sintomas muito intensos.
– Ser provocada por uma cândida que não a Candida albicans, como, por exemplo, Candida glabrata.
– Acometer grávidas, pacientes com diabetes mal controlado ou qualquer doença que provoque imunossupressão.

a) Candidíase vaginal recorrente

O tratamento dos casos recorrentes de candidíase pode ser difícil, demorado e frustrante. O tratamento deve ser basear no tripé: remoção dos fatores predisponentes (por ex: controlar melhor o diabetes, usar pílulas mais fracas ou outros métodos anticoncepcionais, evitar o uso desnecessário de antibióticos, evitar duchas vaginais, etc.), eliminar a infecção atual e evitar a recorrência.

O tratamento mais indicado para candidíase recorrente é Fluconazol 150 mg por via oral, 3 doses com intervalo de 72 horas entre cada uma. Ao final deste esquema, inicia-se o tratamento preventivo, com Fluconazol 150 mg, 1 comprimido por via oral, 1 vez por semana por 6 meses.

Uma alternativa para quem não deseja o tratamento por via oral é usar qualquer um dos esquemas intravaginais descritos no tópico anterior por 14 dias, seguido por Clotrimazol comprimido vaginal 500 mg, 1 comprimido intravaginal 1 vez por semana por 6 meses.

b) Candidíase vaginal com sintomas intensos

Em caso de candidíase não recorrente, mas com sintomas muito intensos, o tratamento pode ser feito com Fluconazol 150 mg por via oral, 3 doses com intervalo de 72 horas entre cada uma.

Uma alternativa para quem não deseja o tratamento por via oral é usar qualquer um dos esquemas intravaginais descritos no tópico anterior por 10 a 14 dias.

c) Candidíase não-albicans

Quando o tipo de cândida responsável pela vulvovaginite não é a Candida albicans, o tratamento deve ser dirigido de acordo com a cândida isolada. A pesquisa do tipo de cândida geralmente é feita nos casos de infeção recorrente ou de difícil eliminação.

Candida glabrata: Ácido bórico, cápsula vaginal de 600 mg, 1 vez por dia durante 14 dias.
Candida krusei: Cotrimazol, Miconazol ou Terconazol intravaginal por 7 a 14 dias.

d) Candidíase na gravidez

Nas grávidas, o tratamento deve ser feito por via intravaginal. O Cotrimazol e o Miconazol por 7 dias são as drogas mais usadas.

Remédios caseiros para candidíase

Não há nenhuma evidência científica de que os seguintes tratamentos caseiros funcionem:

– Iogurte com lactobacillus por via oral ou por via vaginal.
– Comer ou passar alho na vagina.
– Aplicações de vinagre.
– Aplicações de suco de limão.
– Comer maçã.
– Suplementos de vitaminas.
– Probióticos.
– Ômega 3 (leia: ÔMEGA 3 – Benefícios para a saúde).

Este post também está disponível em: Espanhol

Assuntos Relacionados:

  • Rosa Duarte

    A Candida albicans se desenvolve em meio ácido, então o vinagre seria totalmente contra indicado.

  • belo

    dr.pedro fui ao medico ele mim passou floconazal 150 mg e uma pomada vaginal nistantina,já faz dez dia q estou usando e naõ passou …falei novamente com meu medio e ele falou q era sim mesmo…é verdade e se n for o q devo fazer tomar outro remedio e outro creme pois morro no interior e n tem muitos medicos aqui ….obrigo pela atenção

  • Com 10 dias já era para ter melhorado alguma coisa. Se ao final de 14 dias não tiverem sumidos os sintomas, volte ao seu médico.

  • Daniela

    olá, eu tenho candidíase a mais de três anos e sempre q aparece tomo fluconazol 150ml indicado pelo médico, mas depois de uns três meses torna a voltar, o q pode sr? existe algum outro tratamento?

  • Elton de Andrade

    doutor qualker pómada ki eu uso num adinta oq eu faço

  • roberta

    Tomei o fluconazol de maneira errada ele não fara mais efeito da proxima vez que eu tomar de novo?

  • Mirna

    Doutor! eu sou virgem e fui diagnostica com candidíase, minha média me indicou o tratamento com pomada, que ela ainda vai prescrever, através de aplicador varginal, meu único sintoma é o corrimento, não sinto mais nada. Será que é mesmo necessário esse tipo de tratamento? Apenas tratamento oral não seria suficiente?

    • Difícil criticar a conduta da médica a distância. Ela é quem lhe examinou. Com certeza ela tem mais condições de indicar o tratamento mais adequado.

  • Mirna

    Doutor! eu sou virgem e fui diagnostica com candidíase, minha média me indicou o tratamento com pomada, que ela ainda vai prescrever, através de aplicador varginal, meu único sintoma é o corrimento, não sinto mais nada. Será que é mesmo necessário esse tipo de tratamento? Apenas tratamento oral não seria suficiente?

    • Pode ser que seja, mas se a sua ginecologista achou por bem usar também a forma intravaginal , o melhor é seguir o que ela orientou.

  • Brenda Costa

    Doutor…Ultimamente tenho sentido muita comichão na zona íntima,e as fezes arde muito, também tenho tido muito corrimento, gostaria de saber se tenho Candadidíase,nunca fui ao ginecologista, e o meu período é irregular

  • valdete bessa

    minha filha ha mais de um ano tem coceira na vagina,e um corrimento tipo leite qualhado, as vezes tem mau cheiro,por favor dr ajuda a esclarecer isso por favor e se é perigoso abraço. Sim e só alivia quando vem a mestruaçao depois volta tudo

    • Ela já fez um exame ginecológico e uma pesquisa desse corrimento? Sem isso é impossível saber a causa.

  • antonia

    Dr fui diagnosticada com candidíase é a primeira vez que tenho e estou em trata mento, mesmo q a regiao continue avermelhada posso ter relação sexual?

  • elzeni

    doutor quero saber sobre a candidíase e normal a mulher que tem sentir cólicas todos os dias ou e um tipo de infequicao mesmo ela tomando o antconsepsonal todos os dias sinto muitas cólicas

  • Aline

    Doutor estou gravida de 9 meses e sai um liquido paracendo o da candidise e coça bastante posso usar alguma pomada pra amenizar a coçeira ?

    • Não use nada sem o conhecimento do seu obstetra. Se você está próxima do parto, esse corrimento tem que ser visto e tratado, pois o bebê ao passar pelo canal vaginal durante o parto pode se contaminar se isso for uma infecção.

  • Juliana Castro

    Doutor tenho 17 anos, e estou tendo corrimentos diários há alguns meses, ele é branca e parece uma gosminha tipo clara de ovo, nunca tive relações sexuais. O que tenho? É normal pra minha idade?

  • Lily

    Dr. Estou desesperada, tenho 20 anos e estou a uns meses com corrimento amarelo, mais a alguns dias ele é transparente e em grande quantidade, tambem estou sentindo umas pontadaa ao urinar. O qur pode ser isso? Me ajude, me indicaram usar uma pomada chamada Gynopac. É confiavel?

  • suh

    Olá doutor, qual a diferença entre creme e óvulo? Porque o tratamento com óvulo é mais rápido? E qual é o melhor?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      O óvulo é tipo um supositório. Ele costuma ser mais simples de aplicar.

  • Heloiza

    Olá,estou preocupada,perdi minha virgindade e depois de duas semanas fiz sexo novamente,porém dessa ultima vez,no dia seguinte sentia dor na vagina,agora com 4 dias está saindo um corrimento branco amarelado,e sinto muita ardência na área,obs: usei caminha nas relações

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Tem que ir ao ginecologista fazer um exame ginecológico.

  • Rosana Cardoso

    Fiz uma coposcopia e o resultado da lesão foi: Epitpelio de area shiller positiva face superior do colo. Conclusão: Epitélio acetobranco plano no colo uterino. Area shiller positiva no colo uterino. O médico disse q não é nada e q eu curo somente com um creme vaginal nitrato de fenticonazol. Estou com cancer???????

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      O resultado positivo pode ser só da infecção.

  • beth

    a muito tempo venho tentando resolver corrimentos como candida e gardinerela que sempore consta nos meus exames de papanicolau ja usei via vaginal via oral e nunca sara porque?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Porque a estratégia de tratamento não deve estar sendo a mais eficaz.

  • cris

    Doutor Creme vaginal e geleia vaginal tem diferenca???

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Basicamente a mesma coisa.

  • Laís

    Doutor, eu sou virgem e vejo as pessoas aqui comentando sobre o aplicador, que tem que colocar dentro da vagina….Não dói?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Não tem problema.

  • tayara

    doutor no tratamendo de candidiase com fluconazol pode-se ter relaçoes sexuais ?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      O ideal é evitar durante o tratamento.

  • Helena

    Tive sintomas bastante intensos, iniciei com fluconazol e um ovulo. Devo repetir algum deles?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Você tem que seguir a prescrição do médico. Como foi que ele lhe orientou a fazer?

  • Sara Domingues Silva

    Ola doutor, pacientes que se enquadram no caso de candidiase recorrente o parceiro tambem tem que fazer o tratamento? Obrigado

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Se a cura está difícil, pode-se tentar. Mas isso é um tema controverso, nem todos os médicos concordam.

  • Maria Fonseca

    Doutor, fui à minha ginecologista e ela me passou o comprimido via oral, dose única e a pomada ginna por 7 dias.
    O tratamento resolve de verdade? Ou há risco de voltar?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Sim, resolve. Mas há sempre o risco de voltar.

  • Tati

    Doutor to com candidiase fui ao medico e ele me receitou a pomada nistatina com aplicador mas sou virgem e estou vom medo de introduzir ela me ajude por favor ??

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não é contraindicado, uma vez que o aplicador costuma ser fino. Tem é que ter cuidado para não machucar o hímen. Se você estiver insegura, peça orientação ao seu ginecologista.

  • Cristiani

    ME CUREI COM Saccharomyces boulardii !!! Cinco anos atrás, devido baixa imunidade, tive uma candidíase muito forte, e recorrente, fiquei um ano sofrendo, apesar de passar antifúngico local e tomar medicamentos via oral, conforme o médico indicou. Tentei cortar doces e me alimentar melhor, mesmo assim nada. Como estava desesperada fui pesquisar mais sobre o assunto e descobri que o probiótico Floratil (Saccharomyces boulardii) eliminava o excesso do fungo Candida (vide bula). Comecei a tomar 2 comprimidos de 200 mg ao dia, em jejum, durante 1 mês e me curei. Como o Floratil é caro, comprava os similares, como o Repoflor e o Flomicin. Espero que os médicos indiquem para suas pacientes graves, porque é uma cura natural, sem complicações.

    • renata

      Cristiani esse medicamento pode ser comprado sem receita medica

  • Juliana Ribeiro

    ola estou com coceira ardência e corrimento branco ja a muito tempo fui em varios medicos utilizei varios remedios e nada resolve.

  • Maria

    Muito útil e esclarecedora sua pagina, tinha um monte de duvidas que esclareci lendo aqui… obrigada e parabéns!

  • Caroline Teixeira

    Olá Dr.
    Para ser cândida é “obrigatório” ter coceiras? Pois sinto dores durante a relação e após a relação dor ao urinar, e apresento corrimento, mas conceiras nada.

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      É comum, mas não é obrigatório.

  • leiliane

    ola doutor tenho um corrimento a mais de dois anos ja tomei varios remedios e nao parou fui a minha ginecologista mais nao resolveu o que faco

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Procure outro ginecologista. Ou esse corrimento é apenas fisiológico e não indica doença, ou ele precisa ser diagnosticado e tratado adequadamente.

  • Maria Antonia Neres Izidoro

    Parabéns doutor,excelente trabalho educativo,obrigada!

  • Eva Galhanas

    Continue o bom trabalho, sem comparação a fidedignidade do SITE. Parabéns pela excelente matéria.

  • mary

    A questão dos alimentos caseiros eu comi maçã e tome yakut e realmente diminuiu mais de qualquer forma fui ao médico.

  • livia

    É obrigatório ir à um gineo. .. ou pode – se fazer o tratamento sem orientação. .

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Tem que ir a um médico, de preferência um ginecologista.

    • Andréa Guimarães

      tenho do tipo recorrente. já fui a diversos médicos… mandam usar um
      creme e pronto. enfim achei um tratamento que pode funcionar (esse de
      usar creme por 6 meses uma vez por semana!) vou tentar, vejo uma luz no
      fim do túnel, e achei isso num site…
      nem sempre consultar o médico resolve. a maioria nem te examina, mal te deixa falar, só escreve a receita e acabou.

  • Carol Santos

    Dr.fis todo tratamento e não fiquei boa ,posso comprar outra medicação pra cândida sem voltar ao médico .

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      A chance de dar errado é grande.

  • Letícia

    Fui ao Ginecologista, fiz citologia, transvaginal e coposcopia e todas deram normal, mas estou com algum desses sitomas, minha médica receitou nistatina, mas não resolveu? posso tomar o Fluconazol, ou devo voltar com ela?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Deve voltar nela. Se os exames foram todos negativos e o tratamento com antifúngico não funcionou, os sintomas podem ter outra causa que não a candidíase.

    • valeria

      citologia e colposcopia não veem candidiase

      • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

        A citologia não, mas na colposcopia pode ser colhido material para pesquisa.

  • Sara

    Ola estou com sintomas: inchaço nos labios vaginais, cocheira ardencia, e corrimento branco.
    Isso é candidíase?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      É possível.

  • Nayra

    Estou só com escorrimento esbranquiçado, posso tomar fluconazol ? Já tomei uma vez estava com todos os sintomas, mas não tomei a 2 dose. Isso faz uns 5 meses. Se eu tomar novamente o escorrimento some?

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Não se automedique. Vá ao seu ginecologista para ele examinar esse corrimento.

  • Fran

    Para candidiase continua seria o fluconazol 150mg teuto ou o cimed???

    • Dr. Pedro Pinheiro – MD. Saúde

      Tanto faz o laboratório fabricante, o que importa é ser fluconazol.