RAIVA HUMANA – Transmissão, Sintomas e Vacina

A raiva é uma grave infecção de origem viral, que, após o início dos sintomas, possui taxa de mortalidade de praticamente 100%.

Raiva

A raiva é uma zoonose (doença transmitida de animais para o homem) causada por um vírus. É uma das doenças mais graves que se tem conhecimento, com taxa de mortalidade de quase 100%. Nenhuma outra doença infecciosa tem taxa de mortalidade tão elevada. Apesar da existência da vacina e da imunoglobulina, que ajudam a prevenir a raiva humana, ainda morrem de raiva anualmente aproximadamente 70.000 pessoas em todo mundo.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Neste texto vamos abordoar os seguintes pontos sobre a raiva:

  • O que é a raiva humana.
  • Transmissão da raiva.
  • Sintomas da raiva.
  • Tratamento da raiva (vacina contra raiva).
  • Relação da raiva com morcegos.

Se você procura informações sobre os cuidados necessários com feridas provocadas por mordidas de cães, acesse o seguinte link: MORDIDA DE CACHORRO – Cuidados e Tratamento.

O que é a raiva humana

A raiva é uma grave doença infecciosa causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, da família Rhabdoviridae, que leva ao óbito praticamente 100% dos pacientes contaminados. Desde o século XIX, porém, já existe vacina contra a raiva, sendo ela bastante efetiva em impedir o avanço da doença, caso administrada em tempo hábil.

A raiva é uma doença transmitida somente por animais mamíferos, geralmente através da mordida e inoculação do vírus presente na saliva dentro da pele.

O vírus da raiva tem atração pelas células do sistema nervoso, invadindo imediatamente os nervos periféricos após ser inoculado através da pele. Quando nos nervos, o vírus passa a se mover lentamente, cerca de 12 milímetros por dia, em direção ao sistema nervoso central. Ao chegar no cérebro, o vírus causa a encefalite rábica, a temida complicação que leva os pacientes à morte.

Transmissão da raiva

A raiva é uma zoonose. O vírus é transmitido por mordidas e arranhaduras de mamíferos contaminados. Na maioria dos casos, a transmissão ocorre através de cães ou morcegos. Porém, vários outros mamíferos podem transmitir a doença, entre eles:

– Furão (ferrets).
– Raposas.
– Coiotes.
– Guaxinins.
– Gambás.
– Gatos.
– Macacos.

Mamíferos não carnívoros, como porco, vaca, cabra, cavalo, etc., também estão associados a casos de raiva, mas estes são mais raros.

Roedores pequenos, como esquilos, ratos, coelhos, porquinho-da-índia e hamsters não são transmissores usuais de raiva, não havendo na literatura médica relatos de casos de raiva humana transmitidos por eles. Animais não mamíferos, como lagartos, peixes e pássaros NUNCA transmitem raiva.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Desde a implementação de programas de vacinação contra a raiva em cães e gatos, o número de casos de raiva humana despencou. Na Europa e nos EUA, por exemplo, o vírus da raiva circula atualmente mais em raposas e morcegos do que em cães, o que diminui o risco de exposição dos seres humanos.

Segundo dados do Ministério da Saúde, no período de 1990 a 2009, foram registrados no Brasil 574 casos de raiva humana, nos quais, até 2003, a principal espécie transmissora foi o cão. A partir de 2004, porém, o morcego passou a ser a principal fonte de transmissão de raiva no Brasil.

Virtualmente todos os casos de raiva humana são transmitidos através de mordidas ou arranhões de animais infectados. Como o vírus encontra-se presente na saliva dos animais contaminados, outra via de transmissão possível, mas bem menos comum, é através de lambidas em mucosas, como a boca, ou feridas abertas. Aquele antigo hábito de oferecer feridas para cães lamberem, além de facilitar a infecção bacteriana da lesão, pode também ser uma fonte de contaminação de raiva.

Não existe transmissão entre seres humanos, não havendo nenhum risco para familiares ou para a equipe médica que cuida dos pacientes*. A transmissão também não ocorre por objetos ou alimentos, uma vez que o vírus não sobrevive no meio ambiente, morrendo rapidamente quando exposto à luz solar ou quando a saliva contaminada seca. Não há casos, por exemplo, de transmissão da raiva através de frutas manipuladas por morcegos contaminados.

* Na verdade, há raros relatos na literatura médica de transmissão de raiva entre humanos, mas estes são casos isolados e mal documentados. A única forma de transmissão da raiva entre humanos devidamente documentada é através do transplante de órgãos, com doador infectado.

O contato com a pele íntegra não oferece risco, mesmo que o animal a lamba. Do mesmo modo, tocar em animais contaminados, como fazer carinho em cães ou apenas encostar a mão em um morcego, também não oferece risco de contaminação. O vírus só está presente para transmissão na saliva, não havendo risco de contaminação quando há contato com sangue, fezes ou urina de animais infectados.

Sintomas da raiva humana

O vírus da raiva tem atração pelo sistema nervoso central, alojando-se frequentemente no cérebro, após longa viagem pelos nervos periféricos.

A encefalite, inflamação do encéfalo, é o resultado final da instalação e multiplicação do vírus no sistema nervoso central. Os sintomas da raiva são todos decorrentes deste acometimento do cérebro. São eles:

– Confusão mental.
– Desorientação.
– Agressividade.
– Alucinações.
– Dificuldade de deglutir.
– Paralisia motora.
– Espasmos musculares.
– Salivação excessiva.

Uma vez iniciados os sintomas neurológicos, o paciente evolui para o óbito em 99,99% dos casos.

A evolução da raiva pode ser dividida em 4 partes:

1) Incubação – O vírus se propaga pelos nervos periféricos lentamente. Desde a mordida até o aparecimento dos sintomas neurológicos costuma haver um intervalo de 1 a 3 meses. Mordidas na face ou nas mãos são mais perigosas e apresentam um tempo de incubação mais curto.

2) Pródromos – São os sintomas não específicos que ocorrem antes da encefalite. Em geral, é constituído por dor de cabeça, mal-estar, febre baixa, dor de garganta e vômitos. Podem haver também dormência, dor e comichão no local da mordida ou arranhadura.

3) Encefalite – É o quadro de inflamação do sistema nervoso central já descrito anteriormente.

4) Coma e óbito – Ocorrem em média 2 semanas após o início dos sintomas.

Tratamento da raiva

Uma vez que o paciente tenha desenvolvido os sintomas da raiva, já não há tratamento eficaz. A taxa de mortalidade é de praticamente 100%. Existem relatos de 2 pacientes que sobreviveram à raiva após o uso das drogas antivirais ribavirina e amantadina (chamado protocolo Milwaukee). Esse tratamento, porém, foi testado em vários outros pacientes com sintomas raiva e foi ineficaz.

Felizmente, se por um lado praticamente 100% dos pacientes morrem após o início dos sintomas, por outro, há vacina e tratamento profilático com imunoglobulinas (anticorpos), que são altamente eficazes e impedem o desenvolvimento da raiva, se administrados em tempo hábil (explicaremos esse tratamento mais à frente).

Cuidados iniciais

Em caso de mordida por qualquer mamífero, devemos lavar bem a ferida com água e sabão para evitar a contaminação pelas bactérias presentes na saliva dos animais (leia: TRATAMENTO DE FERIDAS E MACHUCADOS). Depois desta primeira limpeza, o paciente deve procurar um centro médico para que a equipe de saúde possa avaliar se há necessidade de iniciar tratamento profilático (preventivo) com a vacinação contra raiva. É importante também vacinar o paciente contra o tétano, caso a última vacinação tenha mais de 10 anos (leia: TÉTANO | VACINA E SINTOMAS).

Se o animal for doméstico é importante obter a caderneta de vacinação do mesmo, atestando sua imunização contra a raiva. Animais devidamente vacinados não são fontes de transmissão da raiva. Nestes casos, não há necessidade de iniciar qualquer tratamento a não ser que o animal passe a apresentar sintomas da raiva poucos dias depois da mordida.

Em cães, gatos e furões, o tempo máximo de evolução da doença, desde o aparecimento do vírus na saliva até a morte, é de apenas 10 dias. Quando alguém é mordido ou arranhado por um destes animais, indica-se a observação do mesmo por até 10 dias. Se o animal não adoecer neste intervalo é porque ele não estava contaminante no dia da mordida, não havendo, portanto, risco algum de raiva para o paciente.

Se o animal for um cão de rua, sem dono, ou selvagem, como um morcego ou raposa, é importante capturá-lo para que ele possa ser analisado por um veterinário, de modo a procurar sinais do vírus da raiva. Se a captura do animal não for viável, o tratamento profilático deve ser indicado, partindo do princípio que este esteja contaminado com o vírus da raiva. Portanto, o tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível, já que a profilaxia contra a raiva é considerada uma urgência médica.

Mordidas na cabeça ou no pescoço são bem mais graves por estarem próximas do cérebro. Mãos e pés também são perigosos pois são áreas com muita inervação, facilitando a chegada do vírus aos nervos periféricos. Nestes casos, o tempo de viagem do vírus até o encéfalo é bem mais curto do que o habitual, podendo o período de incubação ser de poucos dias. Estes pacientes devem receber tratamento profilático urgente independente da situação do animal.

O mais importante é entender a gravidade da raiva. Não se deve nunca negligenciar uma mordida ou arranhadura por animais. Não se baseie apenas na aparência do animal para definir se este tem ou não raiva. Uma vez mordido, procure um posto de saúde para receber as orientações.

O tratamento contra a raiva é divido em profilaxia pré-exposição e profilaxia pós-exposição. Vamos falar um pouquinho sobre elas.

Profilaxia pré-exposição

A profilaxia pré-exposição é o tratamento preventivo para os indivíduos que ainda não foram expostos ao vírus. Ela é feita com a vacina contra raiva e só está indicada para indivíduos com alto risco de contaminação, como:

– Médicos veterinários.
– Biólogos.
– Agrotécnicos.
– Pessoas que trabalham em laboratórios de virologia.
– Pessoas que trabalham com animais silvestres.
– Pessoas envolvidas na captura e estudo de animais suspeitos de raiva.
– Pessoas que vão viajar para áreas onde ainda não há controle da raiva nos animais.

A vacina contra raiva é administrada em três doses, nos dias 0, 7 e 28. Duas semanas após o fim da vacinação deve-se colher sangue para avaliar se houve resposta imunológica, com produção adequada de anticorpos.

A vacina contra a raiva pode ser administrada por via subcutânea ou intramuscular. A região glútea, porém, não costuma ser usada, pois resulta em níveis mais baixos de anticorpos que o desejado.

Profilaxia pós-exposição

A profilaxia pós-exposição é aquela que é feita somente após o indivíduo ter sofrido uma mordida de um mamífero.

Existem vários esquemas de tratamento profilático, envolvendo vacinas e imunoglobulinas. Dependendo da gravidade da lesão, o esquema pode incluir até 10 dias seguidos de vacinações diárias mais a administração de imunoglobulina. Todo paciente agredido por animais deve procurar um posto de saúde o mais rápido possível para receber orientações sobre o tratamento.

Segundo o Ministério da Saúde, a profilaxia pós-exposição pode ser resumida neste quadro:

vacina+raivaPara saber mais detalhes técnicos sobre a vacinação contra raiva, acesse as normas técnicas de profilaxia da raiva humana do Ministério da Saúde: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/normas_tecnicas_profilaxia_raiva.pdf

Morcegos e raiva – Um caso à parte

Morcegos são animais habitualmente infectados pela raiva. Nos EUA nos últimos 15 anos, mais de 90% dos casos de raiva foram causados por mordidas de morcego.

O grande problema é que a mordida pode passar despercebida, principalmente enquanto a vítima dorme. Por isso, é indicada profilaxia pós-exposição para todos aqueles que acordam e encontram um morcego em seu quarto, mesmo não havendo sinais de mordida ou arranhadura. Como a raiva é muito letal, na dúvida, deve-se sempre assumir que a mordida aconteceu.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Não deixe de ler também:

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.

205 Comentários

  1. Alessandra Gonçalves

    Doutor.
    Minha filha só me falou agora que foi mordida na perna por um morcego à 6 dias atrás. Vou levá-la amanhã no posto. Devo me preocupar mesmo ela tomando a vacina?

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Com a vacina vai ficar tudo bem.

  2. Domingos Neto

    Bom dia doutor!
    Uma cachorro do sítio do meu pai tentou me morder quando eu tentava separar uma brigar entre osi cachorros , porém, eu estava de calça e cabos sendo apenas um arranhão superficial sem sangramento.
    Não sabemos se o cachorro foi vacinado contra a raiva, pois quando compramos o sítio o cão já estava lá.
    Infoemaro que o cachorro não apresentar qualquer sinal de Raiva, pois é bem saudável. Também informo que é possível observa-lo tranquilamente nos próximos 10 dias.
    Pergunto, e necessário procurar atendimento médico ou espero os próximos 10 dias?

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Basta observar o cão por 10 dias.

  3. Renata

    Minha gata mordeu meu pe ela e muito docil devo procura medico

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Se a sua gata for vacinada, não precisa.

  4. Amanda silva

    Boa Noite Dr , fui mordida pela mh cachorrinha cortou um pouco e sangrou pouco e ela toma vacina anti-Rabica anual,sera que é presiso tomar alguma vacina?? Obrigado!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Se a sua cadela é vacinada anualmente, não tem com que se preocupar.

  5. Rita De Cassia Feliciano

    Dr ,um morcego me mordeu essa noite,levantei e fui tomar vacina mas nao tem o soro ,como devo preceder?tomei uma vaciana anti rabica e tenho que voltar e tomar as outras.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      O ideal era que você consultasse um infectologista para ter certeza de que o soro é desnecessário no seu caso.

  6. João Pedro

    Ola dtr, há 3 dias,um cachorro me arranhou na perna, fez-me duas feridas , umas delas sangrou, contudo quando cheguei a casa lavei a ferida com muito alcool e pus o antisseptico, meu amigo disse que estava vacinao , mas o cao apareceu em sua casa, .A zona onde ele bateu com a pata, doi como se fosse um hematoma, e está quente, será necessário tomar a vacina, ou observar o cao durante 10 dias.

    1. Pedro Pinheiro

      Peça um comprovante da vacinação do cão. Se não houver, o ideal é observar por 10 dias.

  7. Pilar

    Passei embaixo de uma árvore com morcegos e parece que a saliva de um deles caiu na minha mão ! Corro algum risco ?!?! Na minha mãe não tinha nenhum machucado !!!

    1. Pedro Pinheiro

      Não.

  8. Everton Almeida

    Doutor, acordei com um morcego na cabeceira da minha cama. Olhei pelo corpo todo e não identifiquei nenhuma mordida aparente! Há a possibilidade dele ter me mordido? já se passaram 3 dias que isso aconteceu, ainda posso tomar o soro?

  9. Shymenny Goulart Mota

    Ola Dr. Bom dia!!! Na fazenda dos meus país um cavalo foi a óbito e o diagnóstico final acusou Raiva… Após isso enterraram o animal na fazenda mesmo , isso pode acarretar algum problema para o solo? Como devemos proceder???

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Acredito que não, mas essa é uma questão que foge da minha alçada. Um veterinário saberá lhe responder melhor o que fazer com o corpo do animal.

  10. Tainá

    Olá doutor, parabéns pelo site.
    É o seguinte, um cachorrinho muito fofo da rua veio brincar comigo, na brincadeira ele encostou os dentes na minha mão e apertou um pouco, isso não causou nenhuma lesão na minha pele, mesmo assim eu devo procurar um medico e tomar a medicação anti-rabica?

  11. Priscilla João

    Meu cachorro foi mordido por um rato não lembro quando o vacinei, por isso corri para um veterinário e dei uma anti rabica , já faz 10 dias e não vi nenhuma alteração nele, devo me preocupar ? Tenho que me tratar também já que sempre mexo nele e cuidei da ferida dele?

  12. Pryscilla

    Doutor fui mordida pelo meu cachorro, tomei 5 doses da vacina só que uma foi na data errada tem algum problema?

  13. isabella andrade

    estou grávida de 2 meses. fui socorrer um gato de rua filhote que estava afogando, como ele estava desesperado ele me mordeu. eu posso tomar a vacina e o soro? é necessario?

  14. junior de Oliveira

    Doutor, fui fechar a porta da minha casa e tinha um morcego nela, ele mordeu meu dedo mas aparentemente não teve nenhuma lesão, so ficou um pouco avermelhado. Existe risco de contaminação com o vírus da raiva? O que devo fazer?

  15. Juliana E. Fernando

    Olá, Doutor!
    As fezes desses animais (gato, cachorro ou morcego) transmitem raiva? Em quanto tempo o vírus morre no meio ambiente?
    Parabéns pelo site, sempre que tenho uma dívida vejo por aqui.
    Desde já agradeço.

  16. Marcelo

    Doutor entrei em contato com um morcego morto(já havia sido comido em boa parte por formigas)eu o peguei por sua pata para joga-lo no lixo gostaria de saber se eu corro risco de contrair raiva obs eu comprimentei um parente meu pois havia esquecido estamos seguros.

  17. patrícia

    Dr,estou apavorada,esesperada me responda por favor.Minha filha foi mordida por um morcego durante a noite e levei ela no hospital umas 18 hs depois e ela recebeu a vacina e soro,ainda vai tomar as outras quatro doses.Minha dúvida é se ela ainda corre risco de contrair a raiva ou se posso me tranquilizar…Desde ja agradeço.

  18. José Augusto Ribeiro

    Doutor, nas minhas férias visitei um resort em Alagoas e lá encontrei vários saguis do tufo branco. Não resisti e os alimentei. Os animais lambiam o meu dedo e um dia acabei por não lavar as mãos e roer as unhas… Li em alguns sites que a contaminação pode ocorrer pelo contato em mucosas, o que me deixou bastante assustado. Os animais eram totalmente dóceis e mesmo sendo silvestres, pareciam fazer parte do resort. Já faz mais de duas semanas desde o incidente… Devo me preocupar? Obrigado…

  19. Brenda Pinheiro

    Doutor meu cachorrinho de apenas 2 meses estava agindo estranho à alguns dias atrás, agressivo, salivando muito(formando espuma na boca), se tremendo e se batendo nas coisas, ele me mordeu, ele está infectado com o vírus da raiva?

  20. Jordane Lima

    Doutor fui mordida por um morcego enquanto dormia, e só confirmei quando encontrei um morcego no quarto e o matei. Do episódio até meu atendimento demorou quase 72h…tomei vacina e soro..ainda faltam 4 doses de vacina…corro risco de contrair a raiva????

  21. Adriano Cavalcante

    Depois de tomar as 5 doses da vacina anti-rábica, quanto meses ou anos eu fico imunizado?

  22. Daniel Gomes

    Doutor meu gato com suspeita de raiva me mordeu mas não chegou a rasgar a pele corro o risco de infecção?

  23. vinicius

    Doutor Eu Pisei em um Rato morto eu tenho um machucado no pê, eles não transmitem raiva?

  24. Beatriz

    Dr me ajudaaa…dia 10/10 fui mordida no dedo pela cachorra de uma colega, a mulher garantiu que a cachorra é vacinada.Porém fui ao medico mesmo assim que me disse não haver mais perigo pois a cachorra não morreu.Devo me preocupar?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se depois de 10 dias a cadela estiver saudável, ela não tem raiva. Peça para ver a caderneta de vacinação. Se ela for mesmo vacinada você pode ficar tranquilo.

  25. Bruno kaique

    Dr algum cachorro de rua pode transmitir raiva atraves do espirro se ele no caso espirrar perto de voce?

    1. Pedro Pinheiro

      Não. É preciso haver alguma ferida na sua pele.

  26. Priscila Louise

    Oi dr !
    Eu gostaria de saber se é possivel contrair o virus da raiva , comendo frutas sem lavar , direto do pé. Mais precisamente amoras silvestres. Eu moro no meio urbano , mas tem alguns bosques aqui no bairro. Eu ja vi diversos morcegos voando no fim das tardes por aqui. Comi as frutinhas e agora estou procupada.
    É possivel eu estar com o virus , se deslocando para o meu sistema nervoso central?
    Obrigada !

    1. Pedro Pinheiro

      O vírus não sobrevive no ambiente para tornar as frutas perigosas.

  27. Rebeca

    Consigo detectar o vírus da raiva através de exame de sángue? Obrigada desde já.

    1. Pedro Pinheiro

      Consegue através de exames específicos.

  28. Rebeca

    Doutor, fui dar comida para uma cachorra de rua e a mesma raspou o dente na minha mão. Não chegou a sangrar e nem atingiu a derme. Corro algum risco de ter contraido raiva? Consigo detectar esse vírus através de exame de sángue?

    1. Pedro Pinheiro

      Se não houve lesão da pele, não há risco. De qualquer modo, procure um centro de saúde para algum médico ver sua mão para confirmar este fato.

  29. Angélica Escomação

    Boa Noite Drº Pedro!
    A minha pergunta é: Encontrei no coqueiro da minha casa um ninho de Morcego,corro algum risco de transmissão?Estou apavorada,quem devo procurar?

    1. Pedro Pinheiro

      Se você nunca viu morcego no seu quarto ou na sua casa, é pouco provável que haja risco.

  30. Patrícia Duarte

    Boa Noite Dr.
    Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo site.
    Fui mordida pelo meu cachorro de 2 anos. Ele está com a vacinação em dia, inclusive um mês antes de me morder, ele havia sido vacinado pela segunda vez contra raiva. Minha dúvida é a seguinte, pelo que entendi, como é um cão vacinado, só será necessário procurar um médico ou iniciar algum tratamento se houver alguma alteração no animal né?

    1. Pedro Pinheiro

      Exatamente.

  31. CELIA SILVA

    Boa Noite , Dr. Pedro!!
    Estou bastante apreensiva, meu gatinho de dois anos que costuma ser mto dócil (demais até) passou alguns dias sumido (dois) voltou “morto” de fome, comeu bastante mas notei que ele se isolou, achei que era cansaço, fui fazer-lhe carinho e ele virou-se agressivamente e mordeu meu tornozelo indo embora p/rua outra vez e ñ mais voltando.
    Resumindo: vacina atrasada e ñ tomei nenhuma providência qto ao ocorrido, por favor ajude-me !!!
    Mto Obrigada!

    1. Pedro Pinheiro

      Se o gato não estava com a vacina em dia você deve procurar um posto de saúde imediatamente.

  32. Ricardo Dutra

    Olá Dr. boa tarde. Tenho uma amiga que foi mordida pelo seu próprio cão, o animal havia sido atropelado e acabou morrendo. o mesmo nunca havia apresentado sintomas de raiva, porém não era vacinado. O acidente ocorreu em Janeiro desse ano. Agora ela tem apresentado sintomas depressivos, irritabilidade e salivação excessiva. Porém nunca apresentou febre. Há algum exame que possa diagnosticar se ela contraio vírus. só encontrei algo a respeito de analises microscópicas de amostras de decido. Onde isso pode ser feito e de que forma?? Aguardo, agradeço e parabenizo pelo excelente site

    1. Pedro Pinheiro

      Sim, é possível o diagnóstico laboratorial de raiva em humanos, mas ele não é simples. O ideal é que sua amiga seja vista por um infectologista.

  33. Rodrigo

    Olá, hoje fui dar comida para um cachorro de rua e sem querer arranhei meu dedo no dente dele, foi um corte pequeno(o tamanho é de metade de uma unha), com um pouco de sangramento, na minha cidade não há casos de raiva desde 1990.
    Preciso buscar algum tratamento?

    1. Pedro Pinheiro

      Se você não tiver como acompanhar de perto a saúde do cão por 10 dias, o ideal é que procure um posto e saúde para receber orientações.

  34. Victor Oliveira

    Dr. Boa noite. A cadelinha aqui de casa tava no escuro e pisei nela sem querer, onde ela em ação defensiva, ameaçou me morder, chegando apenas a arranhar quando viu que era eu. Nos últimos 3-4 anos não a vacinamos. Devo procurar um posto médico imediatamente ou esperar 10 dias? Que tipo de alteração no animal ocorre após os 10 dias (em caso de raiva) que identifiquem a suspeita de raiva?

    Agradeço a atenção.

    1. Pedro Pinheiro

      Se você tem como observar o cão por 10 dias, não precisa iniciar vacinação. Se o cão ficar claramente doente neste período, leve-o ao veterinário e faça as vacinas. A raiva no cão provoca agitação, excesso de salivação, irritabilidade, contração muscular, convulsões…

  35. Augusto

    Olá,perfurei superficialmente meu braço ao vacinar meu cachorro com a vacina anti-rabica,gostaria de saber se esse virus da vacina apesar de ser inativado pode causar a doença ,preciso tomar a vacina ? existe algum risco de contrair raiva nessa situação ?

    Grato
    Augusto

    1. Pedro Pinheiro

      A vacina para humanos é com vírus morto. Nos animais não sei dizer.

  36. Débora

    Sou estudante de veterinária e fiz a vacina pré-exposição, fiz o exame de dosagem de anticorpos, mas entrei em contato com um cavalo com raiva antes de receber o resultado. Tenho que fazer algum exame ou mais uma vacina?

    1. Pedro Pinheiro

      Em princípio não, mas a opinião de um infectologista seria interessante.

  37. Luisa

    Minha mãe foi mordida pelo cachorro da minha casa, so que a vacinação dele esta atrasada, nesse ano ele não se vacinou contra a raiva. Fui ao hospital e lá eles disseram que minha mãe deveria se vacinar, tivemos que procurar um posto de saúde pois la não havia a vacina, só tinha o soro. Só que quando chegamos ao posto de saúde o médico de la disse que ela não precisaria tomar a vacina. Que teriamos que avaliar o animal durante dez dias. Mais ficamos muito em dúvida pois tivemos opiniões diferentes dos dois médicos. O que devemos fazer? Pois hoje faz 7 dias que minha mãe foi mordida pelo cachorro e ela ta se sentindo ruim, sente muitas dores de cabeça e no ouvido, não sei se esta relacionado com a mordida!

    1. Pedro Pinheiro

      Em geral, pode-se observar o cão antes do tratamento. Mas depende também de onde tenha sido a mordida e do risco do cão poder estar contaminado (é cão de apartamento ou fica solto na rua?)

      1. domingos

        em que local deve ser administrada as doses de vacinas contra raiva…

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          A administração da vacina deve ser feita por via subcutânea ou intramuscular. Em geral, evita-se a região dos glúteos, pois
          pode resultar em níveis de anticorpos neutralizantes mais baixos que o desejado.

  38. Thaís

    Dr. , a transmissão de raiva por arranhadura de gatos é possivel? tive uma no dedo e uma na palma da mao, e 3 no braço.Minha gatinha estava no meu colo, qdo se assustou com outra pessoa, e na tentaiva de sair do meu colo por isso, acabou me arranhando. Ela não tem nenhuma dose de vacina, pois tem 3 meses e a vacina para ela eh dada aos 4 meses de idade. Lavei com agua e sabao, mas nao sei se foi o suficiente e depois de uma hr me lembrei de passar alcool, mas fiquei preocupada. Qual o risco ? Ela só fica dentro de casa.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Sim arranhadura pode passar raiva. Mas se a sua gata é novinha e nunca teve contato com outros animais, ela não tem como ter sido infectada. De qualquer modo, peça a opinião do veterinário.

  39. Lavínia

    Gostaria de saber se a vacina anti rábica pré exposição é a mesma que se toma na pós exposição. Sou estagiária de veterinária e trabalho com silvestres e preciso tomar mas no posto de saude não sabem me orientar e disseram que somente se houver mordida para tomar a vacina??O que devo fazer?

  40. Kaique Piatã

    Dr. no postinho me disseram ser ate 3 meses a vacina dura no corpo mas como voce disse o ideal seria fazer a titulaçao ou teste imunologico moro na bahia interior onde posso e pra quem solicito esse exame?

  41. Daniela da Silva Faria

    Fui mordido por um filhote de gato de rua, tomei a vacina apenas no dia 0, a do dia 3 eu esqueci de tomar, posso tomar a 7 normalmente?

  42. Daiana

    Fui mordidda por um mico que estava em frente a minha casa, aparentemente ela não parecia estar com raiva, o que devo fazer nesses casos ? não acredito que ele tenha dona já que o mesmo foi visto varias vezes por ali ! eu lavei com agua e passei alcool !

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Procure um centro de saúde para receber orientações.

  43. Deborah

    Eu cuidei de um morcego durante dois dias, alimentando e e mantendo aquecido, na maior parte do tempo usei luvas, mas ele eram tão bonitinho e pequenino que não resistir e fiz vários carinhos. Ele não estava machucado só desorientado por causa das chuvas e vento, assim que se recuperou eu o soltei. Corro algum risco?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Só se houve alguma lesão na sua pele. Porém, sugiro que você procure um posto de saúde para que seu caso possa ser avaliado com mais cuidado.

  44. bruno kaique

    Dr semana passada completei todas as vacinas por causa do meu cachorro tomei o soro 3 doses e 5 vacinas tdo completo ai essa hoje eu fui arranhando por um gato pequeno da casa do meu primo preciso tomar tudo de novo eu estou vacinado? e por quanto tempo dura a imunizaçao completa?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      A vacina costuma conferir imunidade por anos. Mas o indica-se que todo paciente que sofra uma acidente com animais procure o posto de saúde novamente para que a equipe médica possa avaliar sua condição imunológica e decidir se um reforça na vacina é necessário.

  45. Kaique Piatã

    Oi Dr estou uma duvida por favor me ajude pois fui num lugar as duas horas da tarde com sol e chegando la tinha um arvore com pé de azeitona roxa ai peguei uma e mordi e joguei fora sera que corri risco de transmissao por ter mordido essa frutinha?

  46. bruno souza

    Dr. tomei uma mordida dilacerante no dedo dao mao esquerda do meu cachorro um poddle ele ta normal so aqui do lado d casa tem morcego num sei se tem alguma coisa a ver tomei essa mordida dia 27 do 01 e hoje dia 01 do 02 no msm dia da mordida n tinha vacina ai tomei todas no outro dia 28 e a ultima quinta feira 31 so que to com dor d cabeça mas nao e dor é como ela tivesse sendo espremida a e ontem eu tava espirrando e to assim to com muito medo e o cachorro ta normal por enquanto nao apresento nenhuma mudança comportamental ou fisica e outra duvida se a pessoa contraiu raiva e na primeira semana fes o tratamento a alguma chance de cura?

  47. Sheyla Arruda

    Doutor, minha sogra pegou uma cadelinha da rua, levou ao veterinário e ele disse que o animal deveria ter um mês e meio aproximadamente. Passou remédio para vermes e disse que ela estava desnutrida. Ela já deu a primeira vacina da série de 3 que todo cachorro toma. E no domingo ela me arranhou na perna com a pata. Devo procurar auxílio médico pra tomar a anti-rábica ou anti-tetânica?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      A antitetânica deve ser tomada a cada 10 anos, havendo ou não feridas novas. No caso da raiva, o ideal é procurar a orientação de um posto de saúde. Mas em geral, quando o cão é da própria pessoa, a conduta inicial é apenas observá-lo por dez dias para ver se o mesmo desenvolve sintomas da raiva (esse o tempo de incubação da raiva nos cachorros).

  48. Lauriano

    Olá Doutor!! Tenho uma piscina de 1000 litros em casa e fui fazer o primeiro tratamento com produtos químicos nela, e coloquei o braço na água da piscina para dissolver o cloro, e me deparei com um morcego morto no canto da piscina. Queria saber se há algum risco de contaminação pois a água ainda estava sem cloro, eu havia acabado de colocar o cloro.
    Muto obrigado!

  49. Lucas miranda ∆

    Doutor fui mordido por um cao de raiva masi ainda nao sinto os sintomas se eu beijar alguem eu possocontaminala ? obrigado pela atençao

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Deixa ver se eu entendi bem: você diz que um cão com raiva lhe mordeu e parece que você não procurou atendimento médico. É isso mesmo? A raiva mata em quase 100% dos casos. Procure urgentemente um posto de saúde.

  50. Júnior Ferrari

    Olá Doutor Pedro,
    Parabéns pelo site. O artigo foi muito útil. Tenho apenas uma dúvida e gostaria de ajuda.

    Estava dirigindo na rua e vi um cão que me parecia estar perdido. Tinha coleira e parecia bem cuidado. Mas vinha andando de algum lugar bem distante, pois não havia nada por perto. O cão estava salivando muito, babando, com a boca branca. Parei o carro e ele subiu na minha janela, sujou a porta do meu carro de saliva e eu tive um leve contato com esta saliva na mão e braço. Depois ele foi embora, não me atacou, continuou andando pela rua como se procurasse o dono ou algo assim.

    Fiquei com medo que o contato possa transmitir a raiva. É possível que eu necessite de doses da vacina ou não preciso me preocupar? Não existe ferida visível onde tive contato com a saliva… Mas depois fiquei com isso na cabeça por bastante tempo, tentei não encostar na boca nem nos olhos… Enfim. Uma preocupação real.

    Se puder me ajudar, agradeço.

    Obrigado!

    JF

  51. Rodrigo Nazareth

    Doutor, tomei uma vacina na segunda e a outra tava marcada pra quinta feira, mas na quarta fui observar o cão e eu estava brincando com ele e ele me deu uma mordidinha de brincadeira isso tira o efeito da vacina ou posso continuar o tratamento normalmente ?

  52. LHChenchi

    Dr., gostaria de saber também se existe algum exame (de sangue, por exemplo), que confirme se a doença foi transmitida.

  53. LHChenchi

    Bom dia!! Quinta-feira passada, dia 29/11/2012, estava passando por uma rua traquila e de repente, sem q eu percebesse, um cachorro mordeu minha panturrilha.
    Como estava de calça jeans, fez não chegou a furar minha pele, mas ficou uma pequena marca de sangue pisado no local (mas nem sangrou), e a calça ficou babada.
    Como estava em horário de almoço, tive que voltar a trabalhar e não fui nem ao hospital e nem no local tentar identificar o dono para conhecer o histórico do cachorro.Mas aparentemente me parecia um cachorro sadio.

    Gostaria de saber se devo procurar por um hospital, mesmo que não tenha nem furado a pele.

    Desde já, obrigada pela atenção.

  54. janaina de paula

    Há uma semana um cachorro de rua pulou no colo do meu filho e brincou: deu umas mordidinhas na mão… qdo vi fiquei louca, lavei bem as mãos dele e olhei tanto que até deixei o menino encanado!!

    Não tinha nada: nem arranhões, nem marca das mordidinhas… a pele da criança tb não tinha nenhuma lesão.Mas fiquei tão encanada com aquilo…

    Tem algum problema??

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se o cão lambeu alguma ferida ou mucosa (como a boca) o ideal é levá-lo ao posto de saúde, contar a história e perguntar a opinião dos médicos de lá.

      1. janaina de paula

        Olá Drº Boa Tarde!!
        Inicialmente, obrigada pela atenção!!!
        Não.. o cão não lambeu a boca dele… Isso aconteceu em Minas, no feriado.
        Tb não havia nenhuma ferida/lesão que o cachorro pudesse lamber… Me preocupei muito com as mãos, que conforme o relato do meu filho, ele passou a mão no cão e brincou (mordidinhas)…

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          Difícil saber se essa mordidinhas são inocentes ou não. Repito a orientação, procure um posto de saúde e relate essa história para que os médicos possam avaliar a necessidade ou não de prevenção.

  55. betaprais

    Boa noite,
    Meu filho foi mordido pelo cachorro de uma amiga quenao era vacinado. Fui orientada no posto para dar 2 doses com intervalo de 3 dias. Eu dei certinho. Hoje, (2 meses depois), ele estava brincanco com um filhote na praca e o cachorrinho acabu furando ele com os dentinhos afiados. Gostaria de saber se a vacina ainda tem validade ou se terei que dar outra dose?
    Nao sei o que faco…
    Me ajudem,por favor…

  56. Patricia amalia

    Boa noite Doutor
    será que tomar soro anti rabico após 3 dias de arranhadura do gato de rua me protege ? Com menos de 24h tomei a vacina,porem ao ir tomar a segunda dose me aplicaram também o soro,achei estranho…
    Muito obrigada e boa noite.

  57. Diego

    A história é o seguinte doutor, fui mordido por um cachorro ( na realidade cadela, ela estava deitada no chão, e acredito eu, estava grávida) eu passei perto dela, e ela me mordeu atrás do joelho, eu estava com uma calça jeans e um cuecão ( tava frio) por baixo, a mordida não rasgou nem a calça nem o cuecão, e nem chegou a deixar marca na perna. Gostaria de saber se tem algum problema isso? Lembrando, não chegou nem a arranhar a calça. Há algum risco de pegar raiva?

      1. Diego

        Obrigado doutor, realmente muito obrigado, porém, só para esclarecer uma dúvida, o que se entende por lesão na pele nesse sentido? ( arranhões, ferimentos?)

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          Qualquer tipo de lesão, mesmo um arranhão leve. O vírus precisa penetrar no organismo, por isso, se a pele estiver íntegra, não há riscos.

        2. Diego

          Obrigado novamente doutor, a pele não foi afetada, está íntegra,não houve um arranhão sequer, nem a calça rasgou, mas, o susto foi grande ( nunca tinha sido mordido por cachorro na vida) mais uma vez obrigado doutor.

  58. Telcilene

    Dr. Pedro,
    Ao assistir uma reportagem onde dizia que a espécie de morcego frugívoro transmitia o vírus da raiva, fiquei curiosa, porque até onde eu sei apenas a espécie hematófago transmite esta doença. O senhor poderia me dizer se isto é possível?

  59. Elisangela Bonjardim

    DR. Pedro,
    Adotamos uma cachorrinha do centro de Zoonóse de Santo André, Quando vimos o animal faziam 3 dias que o haviam encontrado. Na mesma semana ela foi castrada e depois de 7 dias
    fomos buscá-la. Quando buscamos nos deram uma carteirinha constando a vacinação 2012 anti rabica. Estamos preocupados com a raiva pois, ela morde bastante e às vezes rosna sem motivo. Ela pode ter adquirido a raiva antes de ser recolhida pela Entidade? Ela mordeu o dedinho da minha filha de 4 anos e saiu um pouco de sangue (lavei imediatamente com água a sabão). A cadelinha tem aproximadamente 3 meses e está vacinada com a 1° dose de V10 e anti-rábica. O que devemos fazer? Obrigado desde já.
    Elisângela

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se ela foi vacinada, a princípio está imune e não há riscos de raiva. Mas se você estiver insegura, leve-a a um veterinário para que ele possa examiná-la.

  60. Luana

    Onde é o Local desse artigo e o volune e número????

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Artigo? Volume?

  61. Joel neto da silva

    Bom dia Dr.Eu acordei e vi que um roto mordeu meu dedo!fiquei muito assustado e não consegui mais dormi,ai passei o resto da manhã acordado.ha não ficou nem uma cicatriz!só foi mais o medo mesmo.Pergunto?O rato é transmitiu algum virús pra mim?Por favor me responda logo que eatou muito ancioso e com medo.muito grato.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Rato não transmite raiva, mas pode causar outras doenças. Sugiro que você procure orientação médica.

  62. Alinesouza

    Dr. gostaria de saber se até um cão vacinado pode adquirir a Raiva.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Com vacina em dia, não.

  63. Leomax Feitosa

    Dr. Vi um morgego comendo um mamão, uns cinco minutos depois eu fui retirar este mamão do pé, acabei pegando no local onde ele estava mordendo,na hora lavei bem as mão, no dia seguinte tomei a vacina anti-rabica, quando vui tomar a segunda dose da vacina me recomendaram eu tomar um soro antirabico no hospital e mais tres vacinas eu ja tomei duas vacinas e o soro anti rabico, tomarei mais tres vacinas, tem alguma possibilidade de eu adquiri o virus da raiva?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se a sua pele estava íntegra, é pouco provável.

      1. Leomax Feitosa

        Muito Obrigado Dr, Pedro Pinheiro, o Sr. me tirou um peso das costas, e com relação as vacinas eu soro que tomei e as vacinas que estou tomando tem algum problema? ou é só mais uma garantia?

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          Se elas foram indicadas por um médico, você deve seguir o que foi prescrito.

        2. Leomax Feitosa

          Dr. Pedro depois desse tratamento ainda corro algum risco ou esse tratamento garante minha imunidade?

        3. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

          Se o tratamento for feito de modo correto, não há risco.

        4. Leomax Feitosa

          Dr. Pedro, posso ficar despreucuoado com relação ao virus da raíva depois de tomar as cinco vacinas e o soro SAR, com relação ao risco que corri?

  64. Math

    Se a raiva for tratada durante o Pródromos, há chance da pessoa não morrer ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Já é tarde, a mortalidade é muito alta.

  65. Sílvia Afonso

    boa tarde,sou mãe de um estudante de medicina veterinária.o meu filho vai para o estrangeiro para uma zona endémica estagiar pelo que é obrigado a tomar a vacina da raiva.onde pode adquirir e tomar a vacina?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Centro de saúde. Mas a faculdade dele deveria orientá-lo sobre isso.

  66. Sullyvan marks

    a raiva tambem da cançaço,pontada na cabeça e dor de cabeça?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não é habitual.

  67. Andressa .

    Meus cachorros estavam brigando e eu fui tentar separar, levei mordida dos dois um mordeu no braço e o outro no dedo, eles n tomam vacina há 2 anos se não me engano, tenho risco de estar contaminada ? 

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Vc tem que levar seus cães para o veterinário avaliar. Se houver risco de um deles ter raiva, vc tem que iniciar o tratamento.

  68. Luiz

    Sabe me dizer se em todos centros hípicos que cuidam de cavalos eles dão vacina à todos os cavalos? Fui mordido por um cavalo de lá, sadio e lindo. Me disseram que lá os cavalos são tratados com prioridade e as vacinas sempre estão em dias…

  69. Aurélio Macedo

    Dr. Pedro, 
    Minha turma de veterinária da FZEA Pirassununga atende animais voluntariamente na faculdade. A cidade está com um surto de raiva em animais de grande porte. Há 2 semanas atrás tivemos contato com um cavalo que não apresentava sintomas de raiva, então, erroneamente, o avaliamos rapidamente sem luvas, inserindo as mão em sua boca. 14 dias após, soubemos que o cavalo morreu com sintomas iguais aos da raiva, mas com feridas na boca e sangue na urina, os quais também são característicos de picada de cascavel e não são sintomas da doença. Mesmo assim, as recomendações dos professores foram de tomar as vacinas. Nossa turma já as havia tomado no ano anterior e agora tomamos novamente segundo as recomendações médicas. Isso duas semanas após termos tido contato com o animal. Muitos dos alunos tinham cortes nas mãos. Ainda assim, estamos preocupados se há alguma possibilidade de termos adquirido o vírus. Muito obrigado pela sua atenção.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Possibilidade há, mas a vacinação serve para evitar. O ideal era fazer uma necrópsia do cavalo para descobrir a real causa da morte. Confirmando-se a raiva, pode ser que alguns do alunos precisem de imunoglobulina além da vacina. O ideal é consultar um infectologista.

  70. Rodrigo

    Olá
    Novamente voltando ao assunto, eu sou o Rodrigo da postagem anterior, eu gostaria de saber se eu já estou previnido da Raiva, pois não sei se a anti tetânica é a mesma anti rábica, eu não tomei o reforço da anti tetânica aos 10 anos, e aos 14(tenho 15) eu me cortei com vidro e me deram uma única dose como reforço.Estou protegido contra a raiva com esta vacina.

     

  71. LUIS fELIPE DINIZ FAGUNDES

    Minha filha sofreu uma pequena mordida de um hamsters, no dedo indicados, o roedor é nosso fazem 2 meses que temos ele, foi adquirido em uma loja de animais. Devo me preocupar?

  72. Eliane Soares Souza

    Minha mãe foi mordida pelo seu proprio cachorro,na mão e na área da cutícula ,ele é vacinado.Ela corre algum risco?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se o cão tem a vacina em dia não há risco de raiva.

  73. Carol

    como e possível aplicar a vacina depois do contato da pessoa com o vírus ? 

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      O vírus tem replicação muito lenta. Se a ferida não foi no rosto ou nas mãos, dá tempo do organismo criar anticorpos antes do vírus alcançar o sistema nervoso. O período de incubação chega a ser de vários meses dependendo do local mordido.

  74. Edvancasagrande

     Boa noite.

    Estava dormindo por volta das 19:00h, minha mãe nessa
    hora viu um morcego embaixo da cama, não sei se ele teve contato comigo,
    procurei e não achei nenhum sinal de mordida ou arranhão (estava tapado
    com um cobertor, de calça e meias nos pés), faz cinco dias, recomenda
    que eu procure um hospital urgente?

  75. Dimas

    Olá, fui mordido por um cachorro há mais ou menos 10 meses, e tomei 4 doses de vacina anti-rabica, tendo visto que o cachorro não teve alterações de comportamento, interrompi o tratamento inicialmente planejado para 5 doses. Hoje, fui mordido mais uma vez por um cachorro que segundo os vizinhos nao é vacinado. Devo me preocupar em iniciar outro tratamento ou as vacinas jah tomadas me imunizaram por algum periodo?
    Ambas as mordidas foram na canela.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Provavelmente vai ter que começar tudo de novo. Mas o ideal é consultar um infectologista.

  76. Sarasantiago_

    Meu namorado acha que comeu uma fruta que um morcego havia mordido, antes de comê-la ele verificou se havia mordidas, mas estava limpa. E outra, onde ele mora há vários morcegos, ele acha que nunca foi mordido e tudo mais. Tem risco de ele me passar raiva através de beijo?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não.

  77. Beatriz Pilan Landin 12 anos

    mto obrigado vcs me ajudaram com uma pesquisa de trabalho,só que eu acho que vcs deveriam colocar mais imagens sobre a tal.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      As imagens têm dois problemas: a questão dos direitos autorais e o fato de tornar as páginas mais pesadas para carregar.

  78. Bruno Nazaro

    Dr. Pedro, tudo jóia,
    semana passada fui mordido por um cão da raça basset de uma amiga minha, nas duas coxas, por cima da bermuda deu mais ematoma do que arranhão, segundo ela o cão é vacinado, fui no posto de saúde me falaram que eu tinha que esperar os 10 dias, só aplicariam a vacina se fosse mordida nas mãos no pescoço , cabeça ou pés, tudo bem em relação a isso, eu quero saber se tenho que tomar a antitetânica, não tomei e fui mordido a 4 dias.
    Desde já agradeço.
    Um abraço!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se a última dose foi há mais de 10 anos, há indicação de fazer o reforço.

  79. Fkbgarritano

    minha cadelinha de 2 meses tomou só  2 vacinas, me mordeu e fez um pequeno corte, tem perigo de pegar raiva ?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      O cão para ter raiva precisa pegar de outro cão. Com 2 meses sua cadelinha não deve ter saído de casa ainda. É pouquíssimo provável que ela tenha adquirido raiva para poder te contaminar.

  80. Tatati

    Olá, dr. Pedro. Sempre leio seus artigos e já aprendi muita coisa!

    Hoje me cortei com uma faca, enquanto lavava a louça. Esse corte sangrou, porque foi meio profundo. Uns 20 minutos depois desse corte (que foi no meu dedo), encostei esse mesmo dedo em várias superfícies, como o muro e o portão da minha casa.

    Fiquei com muito medo de que essas superfícies possam ter saliva contaminada pela Raiva.

    Eu corri algum risco de contrair raiva?

    Esse possível contato com saliva raivosa é o que os sites chamam de CONTATO INDIRETO (aquele que não requer tratamento)? Não consigo encontrar a definição para esse tal “contato indireto” em lugar nenhum…

    Estou muito aflita aqui!!!

    Muito obrigada!

    Tatiana.

  81. Oro

    Tomei vacina anti-rábica à 4 anos e a tetânica ano passado, hoje fui arranhada por meu gato, ele não é vacinado, devo mesmo assim me preocupar?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Em relação à raiva, sim. Em relação ao tétano, não.

  82. Carolineribeiro20

    Dr. Pedro,
    Ontem quando estava passeando com meus cachorros, fui surpreendida com um gato de rua que tentou atacá-los, na hora tentei contê-lo com o pé e o gato acabou me dando um arranhão no pé, pequeno. Quando cheguei em casa, lavei com sabonete e depois passei um antiséptico. Gostaria de saber se devo mesmo assim procurar uma unidade de saúde para fazer o tratamento, pois só soube hj que a raiva pode ser transmitida por arranhões.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      SIm, vc deve fazer o tratamento contra raiva.

  83. ssfarias

    Oi Dr. tenho uma dúvida que esta me incomodando muito, aqui em casa apareceu um sagui ele tava entrando dentro da casa pelo telhado e semana passada ele estava  dentro de casa então eu o espantei para fora, isso aconteceu pela tarde. De noite quando eu estava na mesa da cozinha peguei duas bananas e as comi, só que eu notei que minha mão ficou com um cheiro muito forte, tenho a impressão que foi o sagui que urinou na fruteira. Não posso afirmar isso, mas acho que pode ter sido, enfim minha dúvida é se teria alguma possibilidade da raiva ser pega assim, apesar de ter lido em vários lugares que o meio de contaminação é a saliva, e também do fato de que as frutas estarem com as cascas. O que o senhor acha? Obrigado.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não se transmite raiva assim.

  84. Ana

    Meu namorado foi mordido por um gato de rua na mão e não se sabe o paradeiro do animal. Ele já tomou 3 doses da vacina anti-rabica e o soro antirábico. Ainda faltam mais 2 doses da vacina e ele ingeriu bebida alcóolica. Queria saber se precisa refazer o tratamento todo, se essa ingestão de bebida vai interferir no tratamento, se ele corre o rico de contrair a raiva humana. Estou bem preocupada! Obrigada!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Não interfere, mas o ideal é evitar bebida alcoólica durante qualquer tratamento médico.

  85. NatyRocha

    Olá gostaria de saber, encontrei um sagui filhote machucado aqui perto de casa enrroscado em um arame farpado, tentei solta-lo e tomei uma mordida ai enrrolei ele em um pano e consegui tira-lo do arame.
    Estou cuidando dele em casa faz uma semana e aparentimente esta bem…já poderia até ter solto ele, mas me disseram que tenho que ficar com ele até 10 dias pra ver se num tem raiva.
    Fica minha pergunta: Já faz uma semana que ele me mordeu, devo tomar alguma vacina ou soro?
    Devo realmente ficar com ele até completar 10 dias ou mais?
    Obrigada!!!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Há casos relatados de raiva em saguis, principalmente na região Nordeste. Não sei qual é o tempo de incubação da raiva nestes animais. O intervalo de 10 é para cães e gatos. Sugiro que você procure a secretaria de saúde da sua cidade para obter mais informações.

  86. Karine Silva

    Ola, eu tô fazendo um trabalho de biologia, e queria saber quais são os vetores do vírus da raiva?
    Desde já Obrigado!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Vetor é um ser vivo capaz de transmitir uma doença infecciosa. No caso da raiva os mais comuns são o morcego e o cão. No texto exemplifico outros.

  87. Victória Roma

    Olá Doutor tudo bom?  Estou fazendo um trabalho de Ciências sobre a raiva. E gostaria de saber a taxa de mortes no Brasil por raiva entre 1950 a 2000. Você sabe, ou conheçe algum lugar que tenha a resposta? Obrigada!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Procure essa informação no site do ministério da saúde. Se não houver, escreva para eles pedindo estes dados.

  88. Luiza Laviola

    Ola Dr Por gentileza, eu sofri um ataca de cao desconhecido,houve laceraçao em face lateral de 1 dedo
     da mao E arranhaduras e equimoses difusas.
    Ja foram feita  a medicaçao  necessaria no instituto Pasteur ;Mas  sinto fortes dores no local, qual especialista devo procurar  acredito que tenha afetado perfuraçao em tendao? Obrigada  aguardo breve resposta . luizalaviola@ig.com.br   

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Pode ser um ortopedista.

  89. Davisminori

    Olá Dr. quarta-feira passada fui mordido por um porquinho-da -india ocasionando uma lesão no meu dedo, corte um pouco profundo com sangue e tudo mais. Já tomei a anti-tetânica e queria saber se preciso tomar a anti-rábica? Obrigado.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Roedores não costumam transmitir raiva.

  90. Mônica

    Tenho uma doença chamada Psoríase, e um cãozinho filhote lambeu e anhanhou as feridas da minha perna causadas por essa doença. Dias depois ele morreu, a suspeita é que ele tenha morrido com essa doença ‘a raiva’. Antes de morrer ele teve crise; batia a cabeça na parede e babava, não ouvia ninguém, e queria morder todo mundo.
    Fui no hospital da minha cidade 2 dias depois que ele morreu e disseram que eu não corro perigo e não tenho direito à vacina. Queria saber se corro o risco de ter sido contaminada, e o que devo fazer; Já se passaram 3 dias que ele morreu. A minha idade ajuda na cura se eu tiver sido contaminada? Tenho 15 anos. 

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Procure um infectologista. Pelo o que você me conta é possível que seja indicada a profilaxia. Também é preciso confirmar se o cãozinho morreu de raiva.

  91. Rodrigo Peres

    Doutor,
    Conforme artigo acima a profilaxia pos exposição deve ser iniciada o mais rápido possível, mas gostaria de saber se há algum intervalo de segurança ja visto ou pesquisado entre a mordida e o inicio do tratamento.  Pois fui mordido por um cachorro de rua na praia, o ferimento foi na mão, mas superficial. O problema é que demorei 5 dias para começar com o tratamento. será que ainda corro algum risco ??  

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      O melhor é iniciar a profilaxia o mais rápido possível. Não há uma data limite. Geralmente, 5 dias ainda é um intervalo seguro.

  92. D.k.m.

    Minha amiga (burra) tava cuidando de um morcego. Ele fugiu, mas antes disso, ele “espirrou” nela. A tonta beijou o namorado, e recebeu a nossa turma de amigos na casa dela. Acredito que além do fato dessa guria não ser muito higiênica (mesmo tendo conhecimentos e estudando biologia), é capaz de termos bebido no mesmo copo. Ela tomou uma antirrábica por precaução e tá fazendo o tratamento. Os riscos maiores são pra ela e o namorado, ou todos nós corremos também? Por favor, preciso saber disso pra avisar meus outros amigos.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      O único que está em risco é ela própria.

  93. Leo

    Um gato que nunca foi vacinado me mordeu a 5 dias e não tomei vacina, apenas lavei com água, passei pomada e coloquei um bandaid. A ferida ja cicatrizou, mas minha mae ta quase me arrastando pra me levar a um hospital, sera que pode ter algum problema?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Sua mãe está certa, procure orientação médica. Lembre-se, raiva não tem cura, a taxa de morte é de 99,9%. Acho bom você se precaver.

  94. MDoficial

    Adorei esse texto… De pra retirar muita coisa dele.

  95. Alessandrasousa87

    minha mãe foi mordida por um cachorro pitbull que aparentemente nao parece ter raiva ele toma todas as suas vacinas tem todo cuidado, ele lavou o local e foi no medico e tomou a vacina anti raiva . Há perigo de contrair a raiva?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se o cão não tem raiva não há risco.

  96. Juliane Moreira

    O meu namorado foi mordido por um gato que aparentemente nao parece ter raiva, ele lavou o local e foi no medico mas lá nao tinha anti rabica… ai o medico perguntou se o cartao de vacina dele estava em dia…ele disse que sim e omedico o liberou… Há perigo de contrair a raiva?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Se o gato está vacinado não há perigo. Se após 10 dias o gato estiver bem, não há riscos.