Esquizofrenia – Sintomas, Causas e Tratamento

A esquizofrenia é uma desordem psiquiátrica caracterizada por quadro de psicose crônica ou recorrente.

A esquizofrenia é um transtorno mental grave no qual os pacientes passam a interpretar a realidade de forma anormal. A esquizofrenia costuma causar uma combinação de alucinações, delírios, pensamento desordenado e comportamento que prejudicam o funcionamento diário do indivíduo.

A esquizofrenia é uma condição crônica, que exige tratamento ao longo da vida.

Neste artigo vamos explicar o que é a esquizofrenia, seus sintomas e opções de tratamento.

O que é esquizofrenia

A esquizofrenia é uma desordem psiquiátrica caracterizada por quadro de psicose crônica ou recorrente, que leva à deterioração progressiva das capacidades funcionais.

A psicose é o termo usado para uma alteração do estado mental caracterizado pela perda da realidade, com sintomas tais como alucinações, delírios, pensamentos e discursos sem lógica e comportamentos caóticos.

O doente psicótico costuma ser extremamente desconfiado, ouve vozes e vê coisas que não existem, imagina ter poderes especiais, acha que a TV ou radio mandam mensagens especialmente para eles, e podem imaginar que existe algum tipo chip ou antena que consegue ler seus pensamentos e monitoriza suas atividades. Um bom exemplo é a personagem do Russel Crowe no filme vencedor do Oscar ” Uma mente brilhante” (A beautiful Mind no original).

Para saber mais sobre a psicose, leia: SINTOMAS DA PSICOSE.

A esquizofrenia acomete homens e mulheres na proporção de 1,4:1, e apresenta pico de incidência entre 20 e 30 anos de idade. O diagnóstico é puramente clínico uma vez que não existem testes laboratoriais ou de imagem específicos. Raramente inicia-se na infância ou em idosos.

Até 10% dos pacientes conseguem recuperação total, mas para 55% a doença tem curso crônico. Os restantes 35% apresentam episódios intermitentes.

80% apresentam uma associação com abuso de substâncias como álcool, drogas lícitas é ilícitas. É uma relação de consequência e não causal. O doente esquizofrênico tem uma chance 3 vezes maior de adquirir algum vício do que a população em geral.

Existe claramente um fator genético, mas que sozinho não é suficiente para desencadear a doença. Parentes de primeiro grau apresentam uma taxa de acometimento de 10%. Irmãos gêmeos idênticos, de 50%. Fatores ambientais ainda não claramente identificados apresentam grande peso.

Sintomas da esquizofrenia

O quadro clínico pode ser bem heterogêneo e os sintomas se caracterizam por 4 grandes grupos:

1. Sintomas positivos: são os sintomas da psicose descritos acima. Delírios e alucinações (especialmente auditivas) são os mais comuns.
2. Sintomas negativos: são sintomas de perda das características usuais. Pode ser perda da resposta afetiva, da expressão verbal, da motivação pessoal, da atenção ao ambiente, da interação social…
3. Alterações cognitivas: diminuição da atenção, capacidade de raciocínio, da memória, da linguagem e da capacidade em realizar funções.
4. Alterações na afetividade: problemas de humor com mudanças repentinas, manifestações inapropriadas ou bizarras de afetividade ou comportamento. Depressão é comum após períodos de exacerbação da psicose.

De acordo com o conjunto de sintomas, a esquizofrenia é dividida em 5 subtipos:

Paranoide: São os indivíduos que apresentam delírios e alucinações, sem alterações no pensamento lógico, na afetividade ou comportamento. É o subtipo que apresenta o melhor prognóstico. Esses grupo de pacientes costumam conseguir manter o emprego e o relacionamento familiar. Porém, como são os que mais percebem a doença, este é o subgrupo com maior taxa de suicídio.

Desorganizado: São os doentes com pensamento desorganizado e comportamento bizarro e inapropriado. Apresentam o pior prognóstico, com maior taxa de incapacidade funcional, perda de relacionamento e necessidade de institucionalização.

Catatônico: São os paciente que perdem interação com ambiente e assumem posturas estranhas. Não atendem a solicitações e resistem a tentativas de movê-los. A catatonia ocorre episodicamente.

Residual: São pacientes que apresentam longos períodos de ausência dos sintomas positivos, porém apresentam outros sintomas de modo discreto, como alterações no pensamento e afetividade.

Indiferenciado: São os que não se encaixam em nenhuma das categorias anteriores, apresentando sintomas de mais de um subtipo.

Não existe um sintoma ou sinal patognomônico. O diagnóstico é feito pelo conjunto de sintomas. A psicose é uma manifestação típica, mas não é um sintoma exclusivo da esquizofrenia.

Tratamento da esquizofrenia

O tratamento com medicação antipsicótica é para a vida toda. Doentes muito agitados que colocam a sua vida e a de outros em perigo, devem ser internados até estabilização.

Entre os fármacos mais utilizados estão os chamados antipsicóticos de segunda geração, que produzem menos efeitos colaterias que os psicóticos mais antigos. São eles:

  • Aripiprazol (Abilify®).
  • Asenapina (Saphris®).
  • Clozapina (Leponex®).
  • Olanzapina (Zyprexa®).
  • Paliperidone (Invega®).
  • Quetiapina (Seroquel®).
  • Risperidona (Risperdal®)
  • Ziprasidone (Geodon®).

Os antipsicóticos de primeira geração mais conhecidos são:

  • Clorpromazina (amplictil®).
  • Haloperidol (Haldol®).

Os adultos com esquizofrenia que não respondem à terapêutica medicamentosa podem ser submetidos à terapia eletroconvulsiva (ECT), que provoca alterações na atividade elétrica do cérebro por meio de passagem de corrente elétrica pelo corpo, estando o paciente sob anestesia geral.

A ECT parece ser um tratamento assustador, mas ela é um procedimento seguro, eficaz e indolor.

VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES

64
Deixe um comentário

avatar
300
Deuzalina
Visitante
Deuzalina

Há12 anos descobri q tenho esquizofrenia o que me ajudou foi a hipnoterapia atraves dela eu pasei a me conhecer melhor

Iraci Carvalho França
Visitante
Iraci Carvalho França

Infelizmente se vê muitos casos de esquizofrenia hoje em dia. Acho que o assunto mereceria uma boa reportagem (ou documentário) com entrevistas, etc e que não fosse tão superficial, como algumas emissoras mostram tais assuntos. As pessoas sempre desejam saber mais. Mostrar exemplos reais de esquizofrênicos, como eles agem e por quê. Como é a vida dos familiares que convivem com um esquizofrênico, etc. O que acontece quando a doença se torna crônica, etc.

Marisa Louzeiro
Visitante
Marisa Louzeiro

Boa tarde, pelos sintomas que estive a ler, a minha mãe está assim, esquizofrénica desde que eu nasci. ela teve o parto sozinha em casa e depois ficou assim, isolada, diz que ouve vozes de espiritos que falam com ela, de dia dorme e de noite não consegue dormir porque diz que os espiritos não a deixam dormir, não sai à rua, fala raramente com as pessoas, só cmg e com o meu pai, não quer ser tratada e sente-se sempre perseguida e atacada, além disso, as vezes lamenta-se de coisas e depois começa-se a rir e só quer ir a “casas de bruxaria” para tratar dos espiritos, ela diz que eles estão sempre no tecto à noite…enfim coisas assim…o meu pai é completamente normal mas vai-se adaptando a isto que já dura uns 20 anos, desde q nasci pois o meu pai diz que antes disso, ela era completamente normal. ela teve-me com 35 anos…eu nasci e já fiz exames e tenho tudo certo, no entanto tanho medo que essa doença possa passar para os meus filhos, é possivel???
Obrigada e aguardo uma resposta

Monique Driely
Visitante
Monique Driely

Bernardes,pode ser cansaço,porque nao tira umas férias?
ás vezes esse sonhos pertubadores seje só cansaço,devido ao trabalho extressante que o Sr tem!
Marque uma consulta com um psicólogo tbm,ou psiquiatra!

Monique Driely
Visitante
Monique Driely

Bernardes,pode ser cansaço,porque nao tira umas férias?
ás vezes esse sonhos pertubadores seje só cansaço,devido ao trabalho extressante que o Sr tem!
Marque uma consulta com um psicólogo tbm,ou psiquiatra!

Monique Driely
Visitante
Monique Driely

Rodrigo,nao fique assim,querendo achar resposta de tudo!! Marque uma consulta com o psiquiatra,só ele e Deus,podera te ajudar
!!

debora oliveira
Visitante
debora oliveira

Tenho um amigo que se mudou aqui pra minha casa alegando está sendo perseguido , querendo ir pra longe , se escondendo, esta com mania de perseguição diz que o celular pode esta sendo rastreado porem perguntamos e ele não sabe dizer quem esta o perseguindo ele diz que não sabe diz que recebe ligaçoes de ameaça a quais não vemos ,uma vez um amigo ligou pra ele e ele pos no viva voz pra eu ouvir alegando que a pessoa com quem ele estava falando ao telefone estava querendo fazer mal a ele e levalo pra algum lugar pra fazer isso .. porem a unica coisa que ouvir foi ele chama – lo pra ir dá um rolé como amigo normal .. isso começou depois que ele deu um entrevista sem mostrar o rosto ou seja ninguem sab que foi ele que deu a entrevista mais ele ficou com mania de perseguicaçao , conspiraçao e acredita que todo mundo o reconheceu ele esta muito agitado ele pode ser esquizofrenico ?? bom vim aqui porque ja presenciei um caso e achei os sintomas muito parecido com o que aconteceu .

Luana
Visitante
Luana

Eu tenho alguns sintomas como faço pra saber se tenho esquizofrenia?

Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

Vá a um psiquiatra.

ShirleyPontes
Visitante
ShirleyPontes

Tenho uma cunhada que está trancada dentro de casa a mais de anos, mora sozinha, não sai de casa, só fala com a filha, que mora com a mãe dela e leva comida e água para ela. Sua única comunicação com o mundo é através da Internet. A casa dele vive suja, não põem o lixo para fora, saiu do trabalho, não se relaciona com ninguém, sempre preferiu viver isolada da sociedade. A cada dia que passa ela se isola inda mais. O problema é que a família não sabe como ajudá-la, pois ela não aceita que está doente, e se recusa a sair de casa. Ela pode ser uma esquizofrênica?

Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

É provável que seja depressão. De qualquer modo, o tratamento é com psiquiatra.

Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

Procure ajuda de um psiquiatra, isso não é normal.

Danielamuniz20121111
Visitante
Danielamuniz20121111

tenho alguem muito proximo a mim que tem reações estranea pois, é uma otima pessoa mas quando está´com raiva se transforma fica agressivo ,só fala em matar depois arrepende de tudo que falou, já foi usuario de maconha tem 30 anos é muito possesivo tem cíumes da esposa não quer trabalhar em lugares presos para não deixar a esopsa na rua sozinha, ela está muito desesperada para saber o que ele tem, muito medo de acontecer algo pior num momento desses apesar dele não ter agredido fisicamente. Ajude a identificar o que ele tem pois não tem condições financeiras pelo amor de DEUS

Josué Frota
Visitante
Josué Frota

Estou com dificuldade de atençao, e vivo me afogando em pensamentos, me distraio o tempo todo. Eu tenho 17 anos e sinto que estou me desligando do mundo real

apareida camargo rossi
Visitante
apareida camargo rossi

Dr quero saber se o que sinto é sinal de esquisofrenia, pois desde os 10 anos eu sinto na maior parte das vezes é quando vou dormir,sinto como meu corpo fosse tomado por outra entidade e me sinto paralizada não consigo falar mas sinto tudo e sei tudo que acontece ao meu redor,muitas vezes ouço vozes, e ultimamente eu to confundindo as frases, eu preciso parar e cpmeçar novamente o fato ou alguma historia que eu tava falando.por favor me responda

Josué Frota
Visitante
Josué Frota

Estou com dificuldade de atençao, e vivo me afogando em pensamentos, me distraio o tempo todo. Eu tenho 17 anos e sinto que estou me desligando do mundo real

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Vou contar o q me tem passado nestes ultimos dias. Há 2 dias no dia 11/9 estava a a ver videos do youtube sobre os atentados do 11 de setembro de 2001. Estava a ver um vídeo de uma chamada de um homem e a 1ª torre desabou ouviu-se o homem a gritar. Senti algo estranho e fiquei um pouco indiferente. A partir daí comecei a não me importar com nada a n ter sono, enorme indiferença, comecei a ter pensamentos de matar alguém (especialmente os meus familiares), e começo a pensar que já não quero saber de ninguém!!!!! E o mais estranho é que não me importo com isso. Isto é estranho para caramba!!!! Ajudem-me!!! Parece que dentro da minha cabeça está a ocorrer uma batalha entre o meu pensamento completamente enlouquecido e o meu subconsciente.

PS: Já tinha comentado sobre este assunto. Mas não o aprofundei muito. Sim sou o utilizador abaixo que comentou a sua enorme vontade de matar os pais.

Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

Você tem que procurar ajuda psiquiátrica.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Tenho um problema. Hoje a partir das 13 horas comecei a ter pensamentos de matar os meus pais. E isto não me sai da cabeça. Gosto muito deles e sempre gostei.

Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

Procure ajuda de um psiquiatra, isso não é normal.

Rodrigo
Visitante
Rodrigo

Isto agora tem acalmado. Mas terá a ver com hipocondria? É que no ultimo mês tem sido horrível para mim. Dores no coração que afinal não eram nada. Dores de cabeça que já passaram. E agora posso muito bem estar com a mania que estou louco. Sou hipocondriaco.

Monique Driely
Visitante
Monique Driely

Rodrigo,nao fique assim,querendo achar resposta de tudo!! Marque uma consulta com o psiquiatra,só ele e Deus,podera te ajudar
!!

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OkSaiba mais