10 de junho de 2014

DESMAIO, SÍNCOPE E REFLEXO VAGAL

 
497 COMPARTILHAMENTOS

O desmaio é um sintoma relativamente comum. Pode indicar problemas cardíacos, problemas neurológicos, uma queda súbita da pressão arterial, hipoglicemia (falta de açúcar no sangue)  ou apenas uma manifestação de excesso de ansiedade ou histeria, também conhecida como transtorno conversivo.

Publicidade

O desmaio é cientificamente chamado de síncope e pode ser descrito como uma abrupta perda da consciência, associada à perda do tônus postural (perda da capacidade de permanecer em pé), seguida de uma rápida e completa recuperação. Ou seja, a pessoa perde a consciência e cai, acordando logo a seguir sem sequelas. A síncope não é uma doença, é um sintoma de alguma doença.  A causa mais comum é a chamada reação vagal ou síncope vasovagal, relacionada à ativação inapropriada do nervo vago (explicaremos ao longo do texto).

Se você tem quadros de tonturas, sensação de que vai cair por perda da força, mas em momento algum perde a consciência, isso é chamado de pré-síncope.

Quando a síncope é um evento isolado na vida da pessoa, em geral, as causas são benignas. Porém, se o paciente apresenta quadros repetidos de síncope ao longo de vários dias ou semanas, o mais provável é que haja alguma doença por trás, habitualmente de origem neurológica ou cardíaca.

Situações que podem ser confundidas com síncope (desmaio)

Antes de falarmos especificamente sobre as causas de desmaios, é importante saber diferenciar as síncopes de eventos graves, como AVC (leia: AVC | ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL | DERRAME CEREBRAL), paradas cardíacas ou morte súbitas.

No AVC, também conhecido como derrame cerebral, o doente pode até apresentar uma queda por perda de força dos membros inferiores, mas, em geral,  ele não desmaia, ou seja, não perde a consciência. Nos casos de AVC que ocorrem perda da consciência, a recuperação não é rápida e quase nunca completa. Se o paciente desmaia e posteriormente acorda apresentando sequelas, tais como paralisia dos membros, boca torta, desorientação ou incapacidade de falar, isso é um AVC e não uma síncope.

Na parada cardíaca, também chamada de morte súbita, o paciente perde a consciência, cai e permanece no chão sem respirar e sem pulso (sem batimentos cardíacos perceptíveis). Se não forem imediatamente iniciadas as manobras de ressuscitação, o paciente evolui para o óbito. Uma parada cardio-respiratória, obviamente, não é um desmaio.

É muito importante também diferenciar as síncopes verdadeiras das histerias ou simulações, que recebem vários nomes na prática médica: distúrbio neurovegetativo, transtorno conversivo ou disfunção autonômica somatóforme. Não são síncopes reais e o paciente muitas vezes realiza estas simulações de modo inconsciente. Ele realmente acredita que desmaiou.

Outra situação que pode ser confundida com síncope é uma crise epilética. Às vezes, a distinção é difícil em um primeiro momento, principalmente se a crise não tiver sido testemunhada por ninguém. Em geral, o paciente com crise epilética não se recupera tão rapidamente após retomar a consciência. Muitas vezes, o indivíduo apresenta crises convulsivas não testemunhadas e só é encontrado caído no chão, já acordado, mas meio desorientado, com poucas forças. A presença de mordidas na língua, o fato do doente ter  as roupas sujas de urina ou fezes, e múltiplas lesões no corpo sugerem que ele tenha tido uma crise convulsiva e não um simples desmaio (leia mais sobre epilepsias: EPILEPSIA | CRISE CONVULSIVA | Sintomas, tipos e como proceder).

A principal característica da síncope é o fato do paciente desmaiar e acordar logo em seguida de forma espontânea. Entretanto, se durante a queda o paciente bater a cabeça com força no chão ou em alguma quina ou objeto duro, ele pode não acordar imediatamente por conta do traumatismo craniano. Neste caso, o paciente apresenta síncope seguida de concussão cerebral.

Como ocorre o desmaio – Importância do nervo vago

Antes de descrever com mais detalhes cada uma das principais causas, é preciso explicar um pouco da fisiologia do corpo humano para uma melhor compreensão da origem da síncope, principalmente daquela que chamamos de síncope vasovagal.

O sistema nervoso autônomo é a parte do sistema nervoso que controla funções básicas e vitais, tais como a respiração, pressão arterial, controle de temperatura e digestão, apenas para ficarmos com alguns exemplos.

O sistema nervoso autônomo é dividido em duas partes: Sistema nervoso simpático e Sistema nervoso parassimpático. Esses dois sistemas se antagonizam e o equilíbrio de suas funções é que mantém o organismo funcionando adequadamente. Por exemplo, o sistema nervoso simpático aumenta a pressão, acelera os batimentos cardíacos e nos deixa mais alerta, enquanto que o sistema nervoso parassimpático reduz a pressão arterial e desacelera o coração.

O nervo vago carrega fibras do sistema nervoso parassimpático. Este nervo, que nasce dentro cérebro e envia ramos para várias partes do corpo, inerva diversos órgãos, como o coração, estômago, laringe, pulmão, esôfago, intestinos, pele, etc. É através dele que o cérebro recebe as informação do estado das nossas vísceras. O nervo vago também é responsável pelo controle de algumas das funções destes órgãos, como a produção de suor, a frequência cardíaca, a pressão arterial, movimentos dos intestinos e da musculatura do pescoço e da boca.

Muitas causas de desmaios têm origem na ativação inadequada do nervo vago, o que leva à queda da pressão arterial e desaceleração dos batimentos cardíacos.

Principais causas de desmaios (síncope)

Existem várias causas para o desmaio. Em muitos casos, a origem é apenas um excesso de emoção, calor intenso, nervosismo, etc. Porém, algumas doenças também podem se manifestar através de desmaios frequentes.

A síncope ou desmaio é um evento que causa muita apreensão no paciente e nas pessoas que testemunham o fato. Muitas vezes, o desmaio é também um desafio diagnóstico para o médico. Em muitos casos, mesmo após extensa investigação, não conseguimos identificar a origem do problema. Até 1/3 dos casos de síncope ficam sem diagnóstico definitivo.

Boa parte das síncopes ocorrem por causas benignas, porém, todo episódio deve ser investigado pensando que os desmaios podem ser uma manifestação de uma patologia grave e potencialmente fatal.

A síncope ou desmaio tem várias causas, sendo as principais os ataques vaso-vagais e causas cardíacas. A seguir, vamos explicar a origem das principais causas de desmaio clinicamente relevantes.

1- Síncope vasovagal

Uma anormal estimulação do nervo vago pode levar a grandes desacelerações do coração e à uma abrupta queda da pressão arterial, diminuindo temporariamente o aporte de sangue e oxigênio para o cérebro. Esse tipo de desmaio ocorre normalmente em pessoas jovens e sem outras doenças. A síncope vasovagal é normalmente precedida de sintomas como suores frios, palidez e escurecimento súbito da visão.

Síncope vasovagal

Síncope

A síncope vasovagal pode ser induzida por dor intensa, calor forte, por ficar em pé durante muito tempo, por medo ou estados de ansiedade intensa. É a causa de desmaios naqueles que tem pavor de agulha e precisam colher sangue, dos jovens em shows de música, ou de cirurgiões ou guardas que ficam muito tempo em pé sem se movimentar.

Em muitos casos, o estímulo vagal pode não ser suficiente para causar desmaios, levando apenas à mal estar, tonturas, enjoos e vômitos. O paciente senta-se ou deita-se e depois de alguns minutos sente-se melhor.

Apesar de ocorrer preferencialmente em jovens, alguns idosos podem apresentar repetidos episódios de síncope vasovagal, muitas vezes sem um fator desencadeante claro, como os citados acima. Em alguns desses pacientes, o estimulo desencadeador pode ser algo simples como urinar ou tossir.

Existe também aqueles com a chamada hipersensibilidade do seio carotídeo, uma região do pescoço onde passam as fibras do nervo vago. Nestes, uma simples massagem na região lateral do pescoço pode estimular o nervo vago e levar à síncope. São pessoas que podem desmaiar com um simples virar mais rápido do pescoço ou mesmo durante pequenos esforços, como evacuar ou assoprar contra uma resistência.

Apenas como curiosidade, a estimulação do nervo vago pode ser feita de forma proposital para fins médicos. A massagem vigorosa do seio carotídeo com os dedos  é chamada de manobra vagal. Algumas arritmias com frequências cardíacas elevadas podem ser controladas apenas com estímulo repetido no seio carotídeo, através de intensa massagem na região lateral do pescoço.

2- Hipotensão postural

Hipotensão postural é queda da pressão arterial quando mudamos da posição deitada/sentada para a em pé. Todo mundo já sentiu isso alguma vez na vida ao se levantar de forma rápida e ficar tonto, com a vista escura. Na maioria dos casos o que ocorre é uma pré-síncope, mas em algumas pessoas a hipotensão pode ser tão grande que chega a causar síncope.

Essa queda abrupta da pressão arterial ocorre geralmente em pessoas desidratadas, que tomam diuréticos (leia: PARA QUE SERVEM OS DIURÉTICOS ?), em pacientes diabéticos, idosos, pessoas medicadas com remédios para a pressão alta ou que consumam álcool de forma excessiva.

3- Arritmias cardíacas

As arritmias cardíacas são causas comuns de desmaios. Um coração arrítmico bombeia o sangue ineficientemente, levando à uma má oxigenação cerebral e, consequentemente, à síncope.

Quando a arritmia que dá origem à síncope ainda se encontra presente no momento do atendimento médico, o diagnóstico é fácil de ser estabelecido. O problema é que boa parte dessas arritmias são intermitentes, duram alguns segundos e desaparecem. Quando o doente chega ao médico já não há sinais de alteração na condução elétrica do coração.

Na síncope causada por arritmias, o paciente habitualmente perde a consciência sem apresentar sintomas prévios. No máximo, um quadro de palpitações precede o desmaio.

Tanto as bradicardias (coração que bate muito lentamente) quanto as taquicardias (coração que bate muito rapidamente) podem provocar síncopes.

As síncopes de origem cardíaca são potencialmente perigosas, pois elas podem ser causadas por arritmias malignas, com risco de evolução para parada cardíaca.

Leia também: PALPITAÇÕES, TAQUICARDIA E ARRITMIAS CARDÍACAS

4- Outras doenças cardíacas

Doenças das válvulas cardíacas, principalmente da válvula aórtica podem levar à síncope. Outras doenças, como cardiomiopatia hipertrófica e embolia pulmonar também podem causar desmaios.

Publicidade
  • Samira Reis

    O que fazer para segurança do aluno que possui este sincope, durante a atividade física?

    • http://www.mdsaude.com/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Ele tem que ser acompanhado por um cardiologista. Quem tem síncope com frequência precisa ser investigado e tratado.

  • Gizele Aguiar

    Olá Doutor, minha mãe ontem de madrugada levantou, vestiu uma blusa e rapidamente as vistas escurecerem e ela caio, segundo ela foi uma tontura só que meu pai disse que chamou ela logo depois que ela caio e ela não respondeu e que ela batia a cabeça no chão, mas tudo isso muito rápido e logo em seguida ela recobrou a conciencia. Pode ser o que doutor?

    • https://plus.google.com/u/0/113288925849694682313/posts Pedro Pinheiro

      Essa descrição pode sugerir uma crise convulsiva.

  • Kátia

    Dr. Pedro, adorei a postagem, frequentemente tenho desmaiado em shows que vou. Passo muito mal, sinto fraqueza e desmaio, porem ao retornar estou muito bem. Meus amigos sempre ficam assustados pois permaneço de olhos abertos e caio, porem para mim eu nao vejo nada. Desmaio sem beber e as vezes ao beber tenho falta de ar. Por isso acho que estou, pelo seu comentario, com a sincope vasovagal. Gostaria de saber quais as consequências e se existe algum tratamento.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Sim, existe tratamento, mas primeiro você tem que fazer esse diagnóstico corretamente. Procure um cardiologista.

  • isabel moringa

    tenho ido parar as urgencias com aerocolia, bav grau 1. tomo medicamento p hipófise… sinto snsações de desmaio… o que será? o síndrome vertiginoso pode provocar bav ?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      O BAV é um problema de transmissão dos impulsos elétricos do coração. Ele não é provocado pela vertigem.

  • Lucas Fernandes Ribeiro

    Parabéns, nota 1000 !!!

  • adenilson

    Dr. Pedro me esclarece uma situação que venho presenciando com minha esposa, ela sente que vai desmaiar e logo então tenho de leva-la ao banheiro, pois defeca muito e sente muita dor na região da barriga que chega a desmaiar, o que pode ser? e o que deve fazer sessa hora? Grato!!!

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Cólicas abdominais podem causar síncope vasovagal. Se isso é frequente, ela deve procurar um neurologista ou cardiologista.

      • adenilson

        Obrigado! Faremos isso…

        Enviado pelo meu Windows Phone

  • Paulo Santos

    Prolápso da Válvula Mitral (PVM) pode levar o indivíduo a sofrer uma síncope vaso vagal de origem cardíaca?
    Parabéns pelo artigo.

    Paulo Cesar dos Santos

  • Jorge Carneiro

    Qual o desdobramento que pode ocorrer por ter a Síncope vasovagal? Tenho isso já diagnosticado que vai e vem durante as fases da minha vida. Por causar alguma outra doença grave?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não costuma.

  • Kaio Márcio Magalhães Batista

    Dr. Pedro,no ultimo domingo comecei a sentir uma fraqueza muito grande, ditei-me mas não melhorou,logo veio um enjoo vomitei, veio uma falta de ar muito grande, tremor, frio intenso, pressão no peito, tremura, o corpo já não obedecia aos comandos, meus dentes tremiam tanto que fiquei com medo de machucar minha língua, achei realmente que estava tendo um derrame ou enfarto, fiquei por dois dias no UTI fiz varios exames no coração eco, esteira, entre outros, só faltou cintilografia e o tilttext que farei durante esta semana. Estou com muito medo principalmente por não ter ainda um diagnostico. Já teve algum caso parecido? Pode ter alguma relação com síndrome do panico?

  • Cyluma

    Parabéns pelo artigo. muito esclarecedor. Obrigada.

  • http://www.facebook.com/Nara.Debora Debora Nara

    Parabéns pelos artigos tão eclarecedores. É necessário consultar o profissional, porém, o paciente leigo precisa de explicações que não está ao seu alcance.

  • Aurea Maria Silva

    O artigo foi muito importante peois levou-me a entender os desmaios de minha irmã de 75 anos, que faz acompanhamento médico com pneumologista para tratamento de asma, e recentemenmte  fez exames clínicos, inclusive um doppler da carótida, mas nada foi constatado. Tudo o que antecede ao desmaio corresponde  ao que lí sobre a síndrome vasovagal. Que especialista procurar, pois é preocupante as quedas? 
    Aurea Maria

  • Draimo10

    tenho um filho adolecente (14 anos)e por duas vezes teve um rapido escurecimento da vista seguido por nauseas e vontade de evacuar, na primeira vez estava correndo na esteira egometrica e na segunda eu estava tirando ferpas de madeira com uma agulha que haviam em sua mão e mesmo sem sentir dor sofreu os sintomas tendo desta vez uma rapida perda de conciência. vou consultalo com um medico mas se  me adiantasem um diagnostico agradeço diante mão

  • Edvania Lourenco de Oliveira

    gostaria de saber se a doenca sincope vasovagal da direito a aposentadoria.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Depende da causa.

  • Maria das graças

    Dr. Pedro , já varias vezes acordei a noite sentindo um mau estar , ñ sabendo se era vontade de vomitar ou de evacuar , mais quase todas as vezes desmaiei ,e quando voltava eu tinha feito xixi.outra coisa se eu sentir dor na barriga ou de uma pancada eu quase sempre desmaio . O que vem ser isso Dr Pedro? por favor me ajude.

    Obrigada.

  • Isabela

    Dr. Pedro, tive um desmaio e logo em seguida vomitei, o que pode ser ? Levando em consideração que eu estava no metrô lotado ?

  • Hortences

    Bom dia Sueli,
    procure conversar com seu medico sobre hipoglicemia reativa, é um problema novo no brasil mas, será muito comum no futuro, pois faz parte da evolução do organismo humano se adaptar com o meio e seu novo estilo de vida. O organismo se adapta a quebra rápida das moléculas glicêmicas e seu corpo precisa cada vez mais de açúcar. Mas cuidado com isso.
    Por isso, coma sempre produtos integrais. Arroz integral, açúcar mascavo e muita fruta.
    Mas antes disso, converse com seu medico!

  • Wandre

    Dr Pedro, já duas vezes, fui urinar, sentir mal e apaguei, caindo no banheiro, antes disso, bebi suco de laranja e permaneci deitado. isto aconteceu a noite, o que pode ser isso?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Se isso já aconteceu mais de uma vez, essa síncope tem que ser investigada.

  • Anonymous

    Dr. Pedro, estou com minha esposa a 7 anos ela tem hoje 32 anos, e estive com ela durante 6 desmaios aproximadamente 1 por ano, ela já passou por dezenas de neurologista desde a infancia, pois sempre desmaiou, gadernal…efexor…enfima muitos outros….hoje ela trata com paroxetina…porem ja aconteceu 2 crises com aproximadamente 1 a 4 minutos….sendo que estas houve endurecimento dos braços…e um grunido com a boca fechada….o atual medico dis trata-se de deficit de atençao e hiperatividade…porem quando vai acontecer a crise é muito rapido de 2 a 10 segundos apos ela sentir uma vertigem ela desmaia….desacorda por 10 a 30 segundos….e volta endurecendo os braços…gemendo..por mais uns 30 segundos depois acorda normal porem muito cansada….

    ainda nao foi definido o diagnostico…epilespsia ou sincope vasovagal ou outro motivo da sincope….se puder nos ajudar…ou orientar…ass. RICARDO FERREIRA RODRIGUES….email: ricardoportall@yahoo.com.br minha esposa se chama Daniela, tenho muito receio de que aconteça na rua sozinha e ela bata a cabeça algo assim…abraço

  • jose

    Olá a todos,

    Dr. Pedro, já tive situações de pessoas que desmaiam a colocar lentes de contacto. Os casos que tive foram em jovens. Tive duas situações em que percebi claramente que o jovem ia desmaiar e tirei a lente antes de tal acontecer.Podia-me confirmar se tem a ver com a síncope vasovagal e se existe algo que posso fazer para evitar.

    Obrigado

  • jose

    Olá a todos,

    Dr. Pedro, já tive situações de pessoas que desmaiam a colocar lentes de contacto. Os casos que tive foram em jovens. Tive duas situações em que percebi claramente que o jovem ia desmaiar e tirei a lente antes de tal acontecer.Podia-me confirmar se tem a ver com a síncope vasovagal e se existe algo que posso fazer para evitar.

    Obrigado

  • Sueli

    Dr.Pedro Pinheiro
    Sempre tive problemas de gastrite, de uns 5 anos para cá foi uma peregrinação em médico, por conta do estomago. Muita dor no estomago, inchaço,arroto, dor de cabeça, sinto algo sendo jogado do estomago para o cérebro, visão começa a distorcer, tonturas,pressão na cabeça.Preciso me alimentar a cada 2h, se não sinto que vou desmaiar, mas não é qualquer alimento que meu organismo aceita.Passei por muitos especialistas e cada remédio prescrito piorava o problema. Um médico disse que pode ter um desequilíbrio no nervo vago, ou reflexo vaso vagal por causa da digestão.
    O sr. pode me orientar o que fazer, onde ir, que especialista pode me ajudar. Estou sofrendo muito e já com minhas atividades limitadas, por conta de reações que sinto.
    agradeço a atenção, Sueli

    • Hortences

      Bom dia Sueli,
      procure conversar com seu medico sobre hipoglicemia reativa, é um problema novo no brasil mas, será muito comum no futuro, pois faz parte da evolução do organismo humano se adaptar com o meio e seu novo estilo de vida. O organismo se adapta a quebra rápida das moléculas glicêmicas e seu corpo precisa cada vez mais de açúcar. Mas cuidado com isso.
      Por isso, coma sempre produtos integrais. Arroz integral, açúcar mascavo e muita fruta.
      Mas antes disso, converse com seu medico!

  • Franciscaisabelmota

    oi eu quero saber como  faço para descobrir se tenho essa vaso vogal pois ja desmaie tantas veses que ja perdi a conta por  favor me ajude/?

  • Jose pereira

    O uso continuo de amiodarona pode causar síncope

  • Le Amf

    Dr.Pedro venho tendo casos de taquicardias seguidas ou não de arritimias,principalmente durante a noite após as dez horas), tenho melhoras nos sintomas apos tomar meio comprimido de diazepan(5 mg). Já fiz vários exames cardiológicos  q  me classificaram com boa aptidão física, mas qdo não estou bem , sei q se fizer algum esforço, terei arritimia e /ou taquicardia que demora uns 25 minutos para passar após o esforço. já percebi tbém q se no dia anterior passei por algum nervoso, e fizer esforço ,certamente terei taquicardia  pelos 20 minutos citados . O Dr.teria alguma ideia dq pode ser? que medico devo procurar ….?Obrigado pela atenção.Leandro.

  • Fábio

    DR. acho que minha irmã teve esse problema Síncope vasovagal, ela teve todos esses sintomas e chegou a desmaiar, o estranho é que ele se queixava de uma dor intensa nas costas no lado direito pouco abaixo do ombro, o que devemos fazer com a pessoa para não chegar a desmaiar? Obrigado!

  • KarinaLunardo

    Entao Dr. o motivo é basicamente, calor e atividade fisica, isso basta para passar mal. Não fico desmaiada por muito tempo, no maximo 2 minutos, mas o mal estar continua pelo resto do dia. 
    minha pressao arterial é normalmente 9×6, no exame do tilt test estava 9×6, 8×5,4×0 e 0×0, e então desmaiei.

  • rosana

    minha mãe teve um desmaio do nadafoi socorrida,agora está bem e lendo este artigo pude entender melhor o que aconteceu com ela.agradeço pela informação me foi muito útil

  • Susiane Bohn

    Tenho 43 anos, e desde mocinha sempre tive taquicardia (sinto o coração bater forte na garganta), mas elas são irregulares, não é sempre que acontece. Porém nunca investiguei as causas. Há três anos estava limpando o banheiro, quando senti as batidas acelerando, e de repente tudo apagou, mas não cheguei a me machucar porque fui escorregando pelas paredes do box. Voltei à consciência rapidamente, e fiquei muito assustada. Nunca fui no médico relatar este episódio, porém nunca esqueci o que aconteceu. O que pode ter acontecido?

  • Ludimila

    Bom dia!

    Minha irmã quando tinha quatro anos, sentiu uma dor na barriga seguido de desmaio e vômito. E agora depois de quatro anos teve aproximadamente cinco crises dessas somente em 2012. O que pode ser? Lembrando que os sintomas são, uma dor na barriga, seguido de desmaio e logo depois do desmaio vem o vômito.

    • Ani_cipri

      Minha filha tem 3 anos e passou por isso tbm, ainda não investiguei mas estou procurando um neuro.. Gostaria muito de saber. lembrando que ela disse que a barriga tava doendo, depois de uma hora ela desmaiou e eu ficava chamando o nome dela e ela olhava pra mim vagamente, e desmaiava de novo. Depois de totalmente acordada já no hospital ela ao acordar estava falando estranho mas dava pra entender, e ela ficou mordendo a língua. Depois dormiu a noite inteira como se tivesse dopada.

  • maria das graças

    oi bom dia , eu fis um tratamento eletrofisiológico com ablasao, há trés meses mas ainda me sinto fraca para qualquer esforço físico mesmo sabendo que perante os médicos eu já estou curada.devo procurar o cardiologista. 

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Cardiologista.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Pode.

  • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Pode.

  • leticia

    uma pessoa que ja teve choque anafilatico e depois de um longo tempo nao mais, pode ter dinovo

  • leticia

    uma pessoa que ja teve choque anafilatico e depois de um longo tempo nao mais, pode ter dinovo

  • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Amanda, procure ajuda de um psiquiatra. Não é preciso desistir da Medicina. Há várias especialidades que não lidam com sangue.

  • Amanda

    Olá, Doutor Pedro,

    Eu estava pesquisando a respeito de fobia a sangue e acabei encontrando seu artigo, o qual achei muito interessante. Tenho 22 anos e descobri recentemente que desmaio ao ver sangue, provavelmente tenho síncopes vasovagais, pois  quando vejo sangue escorrendo tenho “suores frios, palidez e escurecimento súbito da visão”. Isso só acontece quando a cena é ao vivo e como eu ainda não tinha tido a oportunidade de acompanhar uma cirurgia, eu desconhecia esse meu problema. Acontece que agora, depois de quatro anos de estudo, passei no vestibular para medicina, e de fato sempre sonhei com esse curso e com um dia ser uma boa profissional. Por causa dessa minha história gostaria de saber se esse problema tem cura, se uma ajuda psicológica resolveria, que especialista devo procurar, se esses desmaios têm fundamento genético ou se terei que desistir da medicina. Estou desesperada e sem dormir só pensando nisso, sem contar que minha família e amigos estão naquele clima de parabenização por causa da aprovação. Estou muito tensa.

  • Zeneto

    olá doutor, me chamo jose cabral , moro em itaporanga-pb;
    tenho a sindrome do vasovagal. me pergunta é a seguinte; possso trabalhar na area da saúde, mais especificamente , como condutor socorrista. desde já agradeço pela atenção.

  • marcia

    Bom dia, tenho desmaiado a muitos anos. Fui a todos os especialistas e apos varios exames nada foi constatado. Meus sintomas dors de cabeca, estomado e as vezes vomito apos os desmaios. Pontadas no peito asxveses lado esquerdo ecas vezes lado direito, o dr pode me dar uma luz. Muito obrigado.

  • Maria José – Portugal

    Boa noite,

    Antes de mais queria felicitar os médicos intervenientes e responsaveis por este site que foi o único site que encontrei até agora que esclarece de forma simples e concisa.

    Gostaria de perguntar se em vez de visão escura se se vir uma espécie de flashs (faíscas) de tal forma que se por exemplo se se estiver a ler nesse momento, as letras ficam meio apagadas, se isso é também sintoma de síncope mesmo que não se desmaie.

    Gostava ainda de perguntar se a Síncope vasovagal também pode ser induzida por estar demasiado tempo na posição deitada e com a cabeça levantada, fazendo esforço no pescoço.

    Por fim, relativamente à Hipotensão postural, o texto refere que a abrupta queda da pressão ocorre geralmente em pessoas desidratadas, que tomam diuréticos, diabéticos, idosos, pessoas medicadas com remédios para a pressão alta e consumo de álcool. Eu toda a minha vida, sempre que me agacho e me levanto, tive sempre essa queda de pressão seguida de tontura, não tomo diuréticos,não sou diabética, não tomo medicamentos nem bebo álcool e não me parece que tenha estado toda a vida desidratada. Pelo que gostava de saber, tendo tido toda a vida este sintoma quais outras possíveis causas que o induzem.

    Agradecida pela atenção.

    Melhores cumprimentos.

    MJ

  • Sdesigncards

    Dr Pedro, então é normal uma pessoa em crise convulciva sentir vontade de urinar e evacuar ou vomitar?
    Qual a melhor postura que devemos deixar a pessoa em crise convuciva se ela tiver querendo vomitar ou evacuar?

  • Mah Sasso

    Dr. Pedro, queria saber se é normal ao sentir que a pressão baixou chegar a quase desmaiar e vomitar antes que isso ocorra e voltar ao normal depois?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    As síncopes geralmente são tratadas por cardiologistas ou neurologistas.

  • Marcia Dias

    Muito bom o artigo, muito esclarecedor. Fico apenas curiosa em saber qual médico devo procurar se as síncopes forem provocadas pelo nervo vago.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      As síncopes geralmente são tratadas por cardiologistas ou neurologistas.

  • Caroline Furman

    Olá boa noite,as vezes me da mal estar fico com calafrios dor no estomago e se fico em pé parece que vou desmaiar, já desmaiei algumas vezes. Hoje aconteceu de novo mas deitei e depois de um tempo a sensação de mal estar e ansia de vomito passou, porém comecei a sentir fortes dores na cabeça, o que eu tenho?

  • Mariadeloures Feitosa

    meu filho, tem 24 anos, sofreu um desmaio ao cortar os dedos acidentalmente. Na verdade está é a segunda vez. Ao ver o próprio sangue, ele desmaia. Quero levado a um neurologista, mas ele não quer… o que faço, pode ser grave?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Sim.

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Sim.

  • maria das graças

    oi bom dia , eu fis um tratamento eletrofisiológico com ablasao, há trés meses mas ainda me sinto fraca para qualquer esforço físico mesmo sabendo que perante os médicos eu já estou curada.devo procurar o cardiologista. 

  • Cida

    Oi boa tarde. A falta de ar, taquicardia………não diagnosticadas pelos exames de eco e eletro; pode ser da sindrome vasovagal? e qual profissional procurar?
    Desde já agradeço.
    Cida
     

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Cardiologista.

  • Dayaneyazima

    Ola Dr aqui esta uma mae desesperada tenho uma filha d 9 anos a uns 7 anos descobri que ela tem a sindrome vagal!Dr me ajuda ja procurei todos os medicos que vc pode imaginar,ontem a noite ela teve outra crise me ajudemmmmmmmm por favor!Nao sabemos mas oque fazer,temos muito medo.na crise dela ela vomita bastante e sempre tem dores abdominal e as veses chega ate evacua na roupa.quando todo esse tormento vai acaba????qual ´medico e qual o esames que precisamos fazer????a palides dela quando td acontece me deixa nervosa geralmente ela nem se lembra como aconteceu.me ajudemmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm obrigada espero resposta!

  • Fernanda

    Vivo desmaiando, Desde os 4 anos. Hote tenho 25. Ontem mesmo desmaiei porque bati o cotovelo. É rápido, mas fico bem mal. Já fui a neurologista, endocrinologista, cardiologista. Esse último pediu que retornasse ao neuro pq so o eletro poderia nao ser suficiente. Ainda nao retornei. Cansada de ir a medico desde pequena e nada. Já bati forte a cabeça varias vezes´, ficando com dor de cabeça durante dias, e em nenhuma delas fizeram exames.
    Me identifiquei com as caracteristicas da sincope vasovagal e hipotensão postural. Mas esses motivos de desmaios nunca me foram apresentados.
    Há o q fazer? Aguardo resposta.
    Grata,
    Fernanda

  • Talita Laureth de Lorena

    Ola meu Avô teve dois desmaios seguidos, onde ele vomitou nas duas vezes, e fiquei com muito medo por que estava vomitando e desmaiado, deitei ele de lado isto é o certo a se fazer?
    O medico falou que ele estava com os batimentos cardíacos fracos isso pode ter feito com que ele tivesse estes sintomas?
    agradeço desde já.
     

  • rosana

    minha mãe teve um desmaio do nadafoi socorrida,agora está bem e lendo este artigo pude entender melhor o que aconteceu com ela.agradeço pela informação me foi muito útil

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Karina Lunardo
    Depende do motivo da sua síncope e da gravidade. Geralmente há várias opções de tratamento, procure uma segunda opinião.

  • Karina Lunardo

    Dr Pedro,
    Fiz o teste de esforço, e o tilt test, ambos deram positivo. Tenho reflexo, e sincopes por qualquer esforço fisico, calor.
    Ja fui a cardiologista e ela me disse que não existe tratamento, que devo evitar o calor, ficar em pé, fazer esforços.
    Porém, quero me exercitar, fazer musculação, mas qualquer exercicio fisico me faz passar mal, e posteriormente desmaiar.
    É isso mesmo? Não existe tratamento? Nunca poderei me exercitar?

    Obrigada.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Isa
    O tilt test não ajuda em nada a melhorar, ele é apenas um exame para se fazer o diagnóstico.

  • Anonymous

    Isa

    ola ,o exame TILT TEST , ajuda de que forma , na Sindrome vaso-vagal ?

    Desde ja , obrigada

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @ritaccarioca@hotmail.com
    Pela sua descrição, parece-me que o neurologista seria o mais indicado.

  • ritaccarioca@hotmail.com

    Que especialista pode diagnosticar o problema de uma menina de 12 anos que há 10 meses vem sofrendo constantes sequencias de desmaios? Sou professora da Rede Pública do município de Juiz de Fora, e tenho uma aluna que apresenta o quadro descrito na pergunta. Ela já foi várias vezes socorrida no SUS sem um diagnóstico. Hj, durante um passeio ao cinema, com a escola, sofreu aproximadamente 10 desmaios consectivos. Segundo informação do responsável, todos dos exames “não deram nada”. Volto a perguntar, que especialista do SUS estaria mais apto a descobrir a causa dos desmaios?
    Professora Rita de Cássia Gomes Machado
    E.M Carlos Drummon de Andrade – JF – MG

  • Anonymous

    excelente artigo.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Gabriela,
    Se o aneurisma romper, pode haver sim parada cardíaca.

  • gabiela

    Gabriela oi Desculpe mais gostaria de saber se este nervo vago quando ocorre o aneurisma cerebral ele pode ser alterado de modo a dar arritimia cardiaca e parada cardica levando ao obito…

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Alcione,
    Nestes casos, o ideal é não oferecer nada para comer ou beber. Existe sempre o risco do paciente se engasgar ou voltar a perder a consciência e vomitar, podendo aspirar o vômito.

  • Alcione

    Olá, sou professora e hoje aconteceu que um aluno desmaiou sem causa aparente e logo voltou, e após o desmaio estava com suor frio, pálido e boca seca. Foi oferecido aguá, gostaria de saber se nesse caso a pessoa pode bebar agua ou não.
    Obrigado.

  • Carolina-Piracicaba

    Matéria muito esclarecedora,tive alguns desmaios na adolescencia,mas nunca vi o assunto tão bem explicado,agora percebo que é uma coisa bem mais simples do que eu imaginava.Parabéns pelo blog!!!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Joana,
    O segundo caso chama muito mais a atenção. A síncope com perda do controle dos esfincteres é um sinal de acometimento neurológico. Pode ser epilepsia, por exemplo.

  • Joana

    Olá! Entre os vários tipos de desmaios existentes, há alguma agravação entre aqueles em que o paciente somente desmaia e volta rapidamente e aqueles que ao desmaiar, ainda se urinam por completo e mesmo assim, voltam rapidamente, permanecendo somente tontos, enjoados e etc?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Delmar
    vc teve um quadro de sincope e precisa investigar a causa. Como isso já tem mais de 30 anos, não deve ser grave, caso contrário vc já teria tido maiores complicações. De qualquer maneira vc precisa ser visto por um médico. Aconselho um cardiologista ou um neurologista

  • Delmar

    ola!! meu nome é Delmar e tenho um problema que acho na minha opinião de leigo impossível de resolver, eu quando tinha 13 anos quando jogava futbol tive um desmaio quando fui dar um drible senti como se fosse uma falta de reflexo e cai e acordei minutos depois sem saber o que tinha acontecido , perdi um pouco da memoria por uns instantes depois daquilo fiquei com medo de jogar e cada vez que tentava jogar acontecia algo parecido e as vezes quando eu dormia e sonhava com aquelas cenas tambem eu tinha os mesmos sintomas e por muitos momentos da minha vida tentei jogar mas era sempre a mesma coisa, até que um dia desisti de jogar futebol e aprendi a me controlar, mas ate hoje eu com 43 anos meu sonho era de poder voltar a jogar me faz muita falta , mas tenho muito medo ,porque sei se forçar meu cerebro tenho certeza que acontecera de novo é como se me desligassem da tomada por decimos de segundo, tempo suficiente para eu cair no chão sem poder ter nenhuma chance de me defender como se me faltasse reflexo talvez falta de oxigenio no cerebro sei la por favor me ajudem me de uma luz me indique algo a fazer ficarei eternamente grato . agradeço sem mais no momento…. Delmar

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Valéria,
    Isso pode ser realemente algo de origem psicológica. Beber água não muda nada.

    Síncope neuromediada é igual a síncope vaso-vagal

  • Valéria Cristina

    O que é uma síndrome neuromediada em sua forma mista? Um estado pré sicopal pode levar uma pessoa a sentir sempre sensação de fraqueza, tontura, enjôo e falta de vigor físico? Minha filha tem 16 anos, qeixa-se de cansaço permanente e extremo; tontura constante; náusea e tem até dificuldade para realizar tarefas simples como assistir tv, ler e estudar. Os exames cardíacos, como Eco, não apresentaram anormalidade. É muito ansiosa. A ansiedade pode acentuar ou agravar esses sintomas? Ouvi dizer que ingerir bastante água minimiza esses sintomas e melhora o estado geral? Isso é verdade?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Lígia,
    Isso não parece síncope não. Pode ser simplesmente cansaço mesmo. Não vejo nada de grave no seu relato.

  • Lígia

    Há mais uma coisinha. A outra vez de que falei também aconteceu quando fui dormir, lembro-me de me deitar e nem piscar os olhos de sono, só acordar de manhã.
    Eu desde que tive uma depressão há dois anos, noto que o sono é muito importante para mim, agora estou recuperada e já não tomo medicação, mas a ansiedade vai e volta. Mas quando estpu pior sei que se dormir pouco no dia seguinte estou com mais tonturas/vertigens e sinto-me pior. O que é certo é que não tenho dormido nada de jeito (para mim claro) pois tenho que acordar às sete horas e deito-me perto da uma e não durmo seguido, estou sempre a acordar. Mais uma vez não sei se será cansaço ou se terei algo pior. Obrigado mais uma vez
    Lígia

  • Lígia

    Bom dia.
    Já por duas vezes me aconteceu o seguinte, sendo esta ultima mais inexplicável.
    Cheguei a casa por volta da meia noite e meia, vesti o pijama, deitei-me, lembro-me de ligar o despertador e depois lembro-me apenas de acordar passadas umas tres horas, com o candeeiro aceso e o telemóvel na cama. Podemos através do cansaço “apagar” assim facilmente ou terei tido uma síncope?
    Obrigado
    Lígia

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Jose,
    Vc teve uma síncope e como tal precisa ser investigada. O fato do teste de esforço ter sido normal não exclui a necessidade de continuar a investigação.

    Procure um cardiologista e relate o ocorrido.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Cláudia,
    Comum não é. Sugiro que vc contacte o pediatra.

  • jose eduardo

    Drs

    Antes do verão devo ter sido acometido dum reflexo vagal.

    Sou hipertenso há mais de 10 anos e faço desporto diário, desde há 2 anos, num ginásio.

    Um Sábado, de manhã, tomei um diuréctico, em jejum, e depois o Fositem, remédio que tomo diariamente, com pequeno almoço. Pelas 12 h fui para o ginásio e fiz uma aula de RPM, durante 50 minutos.

    Posteriormente fui almoçar com um amigo do ginásio que é enfermeiro. Comemos as entradas e a 1ª dose da refeição – arroz de lampreia, prato típico em Portugal, w tudo estava bem. Quando o empregado nos serviu a 2ª dose do conduto e após ter posto a 1ª garfada à boca olhei para o meu parceiro, que estava a falar, e comecei a vê-lo turvo e acto contínuo desmaei.

    Passado um lapso de tempo acordei deitado no chão e lentamente retornei à vida. Despois levantei-me e fui para fora do restaurante apanhar o ar fresco da tarde. Entretanto o meu amigo disse-me que me segurou para não cair abruptamente no chão, no ínicio do desmaio, e depois que me efectuou a recuperação para a vida. Disse-me ainda que tinha sido um REFLEXO VAGAL.

    Entretanto foi chamada a Assistência Médica que quando chegaram a minha situação já estava normalizada não tendo sido necessário deslocar-me ao Hospital.

    Dias mais tarde efectuei uma prova de esforço ao coração e não acusou nada.

    Fico a aguardar algum comentário

    José Eduardo

  • Cláudia Molina

    Bom dia Dr. Pedro,
    Gostaria de saber se a síncope é comum em crianças depois de um episódio de vômito, com aparente desvio de visão (como se fosse um estrabismo temporário).
    E se elas costumam demorar mais que 10 a 15 minutos.
    Um abraço,

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Raquel,
    Se vc tem pedra na vesícula e dor, isso significa que deve haver inflamação a vesícula. Eles através dos exames conseguem detectar se há sinais de inflamação ou não.

    Se houver, está indicado a cirurgia.

  • Raquel

    ola dr Pedro,a uns tres meses atras desmaie pois estava com colica menstrual muito forte,fui ao medico ele disse q nao tinha nada e me liberou(estou no japao)(nada a ver com as colicas q sempre foram frequentes) eu sentia muita dor no estomago dores horriveis,fui a tres medicos daqui e naum acharam as causas,ate q procurei na net pelos sintomas e descobri q estava com pedras na vesicula fui a outro medico e foi confirmado,mas ja desmaiei duas vezes por causa das dores no estomago q na verdade vem da vesicula.
    E normal isso acontecer estou preocupada pq eles querem me operar da vesicula e eu nem sei se e so vesicula o meu problema…muito agradecida desde ja e desculpa pelo comentario enoorme

    bjus

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Nane,
    O coração possui 4 válvulas e há várias doenças diferentes que podem acometê-las. Cada uma com um tipo de quadro clínico e tratamento diferente.

    Esse seu relato não me esclarece nada.

    É por isso que não dá para eu avaliar casos a distância e descritos por leigos.

    abs

  • Anonymous

    minha vó tá com um problema na válvula do coração!
    aí ela está com medo de fazer a cirurgia, será que tem algum remédio, ou tratamento para ajudar ela ?

    muito obrigada, Nane

  • Anonymous

    Ótimo site, tenho esclarecido muitas dúvidas sobre sáude com seus textos.

    Parabéns!

  • http://www.bancodesaude.com.br/ Banco de Saúde

    Bom dia, Dr. Pedro

    Sou Dr. José Hamilton, diretor editorial médico do Banco de Saúde (http://www.bancodesaude.com.br).

    Parabéns pelo seu site. Ele foi indicado para Destaque Saúde na Rede.

    Seria uma grande satisfação tê-lo como colaboradore na especialidade de clinica médica e nefrologia.

    Ficaremos contentes em receber sugestões pelo email contato@bancodesaude.com.br

    ATT,

    José Hamilton
    Diretor Médico

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Dora,
    De longe é difícil estabelecer diagnósticos ou emitir opinões.

    Existe uma síndrome chamada de “dumping” que ocorre mais ou menos 2 horas após a alimentação em pessoas submetidas as cirurgias do estômago. Ela ocorre pelo rápido esvaziamento gástrico. Pode dar tonturas, palpitações, suores e mal estar. Normalmente está associada a comidas ricas em carboidratos.

    Acho que é uma opção. Repare se os sintomas não estão associados a um tipo específico de alimentos e se ocorrem entre 2-4 horas após as refeições

    abs

  • Anonymous

    Operei o estômago, gastroplastia escopinaro, desde então tenho sentido muita sonolência, dores de cabaça e tonteiras, diz o cardilogista que isso se dá por causa do nervo vago,vagotomia, me sinto mal toddos os dias e não me explicam o que seja isso e o que tenho que fazer oara melhorar, já estou cansada de tanto me sentir mal, estou muito mal humorada com os efeitos que isso causa o que devo fazer, Dora.