3 de julho de 2014

CAUSAS DE INFARTO EM JOVENS

O infarto em jovens é realmente mais grave? O que faz um jovem infartar?

Publicidade

Esse texto é exclusivo sobre infarto em jovens. Se quiser ler sobre infarto na população geral, estes são os seus textos: SINTOMAS DO INFARTO AGUDO DO MIOCÁRDIO E ANGINA e INFARTO DO MIOCÁRDIO | Causas e prevenção

Se está a procura de um texto sobre dor no peito: DOR NO PEITO | Principais causas e sintomas

Existem alguns mitos sobre o infarto do miocárdio em adultos jovens. É muito comum ouvirmos que o infarto em jovens é mais grave, que quem infarta jovem sempre morre, que pessoas antes dos 30 não podem infartar por isso pode-se beber, fumar e consumir qualquer coisa até esta idade.

Realmente infartar antes dos 35 anos é raro. De todos os infartos menos de 5% acontecem em pessoas com menos de 40 anos.

Resolvi escrever esse texto porque hoje, por acaso, atendi um paciente de 35 anos que havia infartado com 29. É incomum? É, mas pode acontecer.

As pessoas jovens que infartam, normalmente apresentam 2 ou mais dos seguintes fatores de risco:

– Obesidade (leia: OBESIDADE E SÍNDROME METABÓLICA).
– Tabagismo (leia: COMO E PORQUE PARAR DE FUMAR CIGARRO).
– Hipertensão (leia: SINTOMAS E TRATAMENTO DA HIPERTENSÃO).
– Diabetes (leia: DIAGNÓSTICO E SINTOMAS DO DIABETES MELLITUS).
– História familiar.
– Colesterol elevado (leia: COLESTEROL BOM (HDL) E COLESTEROL RUIM (LDL)).

Além dos fatores de risco comuns descritos acima, é frequente encontrar entre os jovens (menores que 40 anos) que infartam, as seguintes condições especiais:

– Alterações da coagulação como doença de Leiden
– Síndromes familiares que apresentam colesterol elevadíssimos
– Vasculites (doenças que causam inflamações dos vasos) como Kawasaki
– Insuficiência renal em hemodiálise com inicio na infância
– Doenças auto-imunes como lúpus (leia: LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO (LES))

O cigarro parece ser o principal fator de risco, já que 81% dos jovens que infartam apresentam o hábito de fumar.

parada cardíaca

Mas toda vez que nos deparamos com uma pessoa jovem com suspeita de infarto, principalmente se não houver os fatores de risco descritos acima, é imprescindível pensar no consumo de 2 drogas: anfetaminas e cocaína. 25% dos infartos em jovens estão relacionados ao uso de cocaína. Na primeira hora após o seu consumo, o risco de se ter um infarto é 24x maior do que o risco de base. Agora imaginem o estrago se essa pessoa acumula 2 ou 3 fatores de risco e ainda consome a droga.

O grande mito sobre o infarto em jovens, é que esse seria muito grave, pois não há circulação colateral desenvolvida. Isso não tem nenhuma base científica e é uma interpretação errada da fisiologia humana. Na verdade os infartos em jovens costumam ser MENOS graves.

Vejam os dados sobre cateterismos realizados em menores 40 anos e maiores de 50 anos:

– 18% dos jovens não apresentava nenhuma lesão visível nas coronárias contra apenas 3% dos mais velhos

– 60% dos jovens apresentam doença em apenas 1 artéria coronária (sinal de doença “leve”) contra 24% dos mais velhos.

– Quando se fala em obstrução em 3 artérias ao mesmo tempo (sinal de doença arterial grave), apenas 19% dos jovens a apresentam, contra 39% dos mais velhos.

A mortalidade intra-hospitalar após o infarto é de apenas 2,5 em menores de 45 anos, 9% entre 45 e 70 anos e 29% em maiores de 70 anos. A sobrevida após 10 anos do infarto também é maior em quem o sofre antes do 45 anos.

Portanto, quanto mais velho, mais grave costuma ser um infarto.

O ponto a ser chamado a atenção é o seguinte: uma pessoa que infarta aos 40 anos, tem em média mais 40 anos de vida para conviver com as consequências e limitações de um coração infartado, além do risco de infartar de novo. Um senhor que infarta aos 75 anos, já passou sua fase produtiva e a própria idade avançada se encarrega de limitar suas ações.

"CAUSAS DE INFARTO EM JOVENS", 5 out of 5 based on 41 ratings.
Publicidade
  • http://www.mdsaude.com/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    O CK-MB isoladamente, sem uma história clínica, eletrocardiograma e outras enzimas cardíacas, é impossível de ser interpretado.

  • Luana

    Tenho 24 anos e no exame de sangue que fiz deu alterado meu ckmb-28, indica q eu tive um infarto??

  • Daniela

    Somente através da ausculta o médico consegue ver se tive um infarto? Obrigada.

    • https://plus.google.com/u/0/113288925849694682313/posts Pedro Pinheiro

      Não.

  • Marcia

    Oi, tenho 23 anos. Desde da semana passada estou sentindo meus batimentos cardiacos acelerados e no fim de semana tive uma crise forte de dor de estômago junto com uma agonia terrivel! Quando fui ao medico meu batimento estava 102bpm o medico so me deu remedio pra dor e me despachou desde de então toda noite tenho dor na mandibula que vai ate a cabeça sera que estou com problemas cardiacos?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Com 23 anos é mais fácil que isso esteja relacionado a um distúrbio de ansiedade do que com doenças cardíacas. Porém, para se ter certeza, só indo ao cardiologista.

  • Edmilson

    Ola ja faz uma sema que sinto uma queimação no peito seguido de agonia e um ansiedade gigante, nao sei mais oq fazer, fui no cardiologista 2 vezes e todos os exames, raio x e ecg deram normais, as vezes sinto uma queimação no estomago, e as 2 vezes que fui tomei calmante, na primeira foi o valium e na segunda vez foi rivotril, apos tomar essas medicações me sinto bem melhor, nao sinto mais a agonia,

    nao sei mais oque fazer, estou com um encaminhamento para um psiquiatra, mas estou com medo que seja um infarto

    • andre

      tudo indica sindrome do panico

  • http://profile.yahoo.com/YVI2ZUBCHAU63JOZLIEMA2PT74 Natasha

    Olá dr. Tenho 13 anos e desde os 12 sinto algumas dores um pouco abaixo do seio esquerdo, mas não exatamente, a dor só aparece quando estou deitada, o que poderia ser?

  • http://twitter.com/ElisBllanco Élis Cristhianne

    Dr. tenho 14 anos , desde que começei a malhar , aparesceu varias veias nos meus seios , isso é normal ? agradeço desde já , adorei a pagina !

  • Élis Cristhianne

    Dr. Tenho 14 Anos começei a fazer academia , desde então surgiu veias nos meus seios isso é Normal ? Agradeço desde já !!

  • Simpson Kakaio

    eu tava com seu mesmo problema… eu resolvi parar mas ele disse que era pra mim tomar so a metade, mas meu caso foi por causa da sindrome do panico… essas agulhadas deve ser gases.. flw

  • Matheus M.

    Dr. Tenho 26 anos, devido a uma hipertensão leve, estou sendo medicado com Atenolol 25mg de uso contínuo (a 2 meses). Ultimamente tenho percebido uma queda grande no rendimento de meus exercícios físicos e também no ritmo cardíaco, meu batimento em repouso fica entorno de 54bpm e durante o exercício raramente ultrapassa os 135bpm. Antes da medicação, os exercícios facilmente atingiam os 160bpm. Porem nesse tempo senti umas 2 agulhadas no peito do lado esquerdo quando estava sentando em frente ao computador. Devo me preocupar com essas alterações cardíacas ou é comum?

  • Matheus M.

    Dr. Tenho 26 anos, devido a uma hipertensão leve, estou sendo medicado com Atenolol 25mg de uso contínuo (a 2 meses). Ultimamente tenho percebido uma queda grande no rendimento de meus exercícios físicos e também no ritmo cardíaco, meu batimento em repouso fica entorno de 54bpm e durante o exercício raramente ultrapassa os 135bpm. Antes da medicação, os exercícios facilmente atingiam os 160bpm. Porem nesse tempo senti umas 2 agulhadas no peito do lado esquerdo quando estava sentando em frente ao computador. Devo me preocupar com essas alterações cardíacas ou é comum?

  • Rennê & Tatiane Rocha

    Dr. tenho 28 anos e a dias estou sentindo uma dor forte no braço esquerdo, que vem do ombro até a mão, várias vezes fui ao PS e hospital emergência, porém todas as vezes me indicaram a procura de um psicologo e acompanhamento, tenho PVM tomo Selozok 25mg e Alprazolan 0,5mg a noite, sinto que as vezes meu braço fica um pouco vermelho, e sim me concentro totalmente na dor, a ponto da adrenalina subir e pensar em ter tido alguma isquemia, ou esta tendo um infarto.
    A ponto de fazer exames como CPK – MB , Ck e tromponia I e II. (trabalho na àrea da saúde)
    A proposito tomo aspirima 100mg uso continuo.
    Realmente com a sua experiência poderia me ajudar?
    Uma pessoa pode estar tendo um infarto ou isquemia cardiaca por muito tempo sem saber?
    Porque minha dor esta a mais de um mês, até Nimesulida de 100mg tomei, podendo ser inflamação, pois fatores reumatóides todos deram exames negativos.
    Obrigada no aguardo…
    Att, Tatiane Rodrigues

  • Juliano Silverado

    Tenho 26 anos estou um pouco acima do peso mas nada q chega a exagero, não bebo não fumo e não faço uso de drogas nem medicamentos e evito o máximo possível comidas gordurosas e salgadas. Tenho escoliose com desvio acentuado para direita e me disseram que isso provoca dores no peito similares a de um infarto. mas minha pressão não passa de 14/10 nunca isso e quando estou ansioso e 88 BPM no maximo. Queria saber se preciso procurar um cardiologista pra tirar essa sisma ou não devo me preocupar.

  • anabela

    doutor, o meu marido é aparentemente saudavel, tem feito exames frequentemente e estes tem tido um bom resultado, ele tem 31 anos e ultimemente tem sentido uma dor forte no peito, mas é quando está dormindo, ou seja, ele acorda ja com essa dor no peito, e esta demora por volta de 5 a 10 min a passar e depois ele passa bem o dia ou os dias até que, de novo á noite ele acorda com a mesma dor, nao sei o que posso fazer? ele devera ir ao medico? ele sempre foi um desportista, mas ultimamente ele tem feito um pouco menos. será por causa disso?

  • Michelle S S

    Olá, tenho 24 anos de idade e estou há dias com dor do lado esquerdo, 04 dedos do bico do peito para cima, mais ou menos em direção ao braço. É uma dorzinha fina e me dá pânico quando a sinto. Quando ela vem fica minutos e depois volta, isso por dias… Normalmente ela vem acompanhada de gases e a minha pulsação fica muito forte, além de sentir uma aceleração nos batimentos cardíacos. Contei ao médico a história e ele simplesmente me encaminhou a um psicólogo. Fiz um check-up, e tudo ok, colesterol um pouco abaixo do normal, mas, nada demais. Tenho 1m60 e estou com 87 kg, o que estou providenciando reduzir. O que o Sr. acha que pode ser? Grata;
    Michelle

    • Pedro Gomes

      Há alguma coisa que a tem preocupado ultimamente? Algo que sinta que deve resolver mas que anda a adiar a algum tempo e isso provoca-lhe desconforto, ou medo? E quando essa dor vem? Fica imediatamente muito preocupada e centrada nela, a ponto de, por exemplo numa situação social dar por si a pensar nessa dor e a tomar atenção e preocupar-se com ela, pensando que pode ser um ataque cardíaco ou infarto? Pelos sintomas que disse, taquicardia, gases, e dor “fina” no peito, o mais provável é tratar-se de ansiedade. Se essa ansiedade se prolongar e continuar a incomodar demasiadamente a sua vida, há dois tratamentos possíveis, diferentes mas complementares: tratamento médico através de psicofarmacologia e tratamento psicológico através de psicoterapia.

      No entanto, posso-lhe dar algumas dicas para quando estiver a sentir esses sintomas:

      dica número 1: respiração diafragmática – consiste em , logo que sinta os sintomas descritos, começar a respirar “pela barriga” sem “insuflar” o peito – este tipo de respiração é recomendável porque quando ficamos ansiosos ou preocupados com algo, tendemos a suster um pouco a respiração, o que faz com níveis de dióxido de carbono no nosso corpo aumentem, o que faz com q hormonas “do stress” aumentem e os sintomas de taquicardia, tensão muscular, entre outros, apareçam e tudo se torna numa “bola de neve”

      Dica número 2: Quando ficamos ansiosos, e a pensar que há algo de muito mau q vai acontecer connosco, existe um “desligar” do processamento sensorial no nosso cérebro, como se deixássemos de ver claramente o que está a nossa frente e começamos a ter pensamentos obsessivos sobre aquilo que nos causa ansiedade. Assim, outra dica que eu posso dar é centrar-se nas coisas que tem à sua frente, tentar concentrar-se em olhar bem para o q esta a sua volta, centrar-se no que vê, no que ouve, no que cheira, no que toca…

      Por último, é importante dizer que ninguém morre (e raramente há pessoas que desmaiam) por ansiedade…A ansiedade sobe sobe sobe, atinge um pico que é o ataque de pânico (pessoas sentem taquicardia, apertos e dores no peito semelhantes a um infarto, pensam (ou às vezes têm a certeza) que vão morrer, ou ficar malucas, pensam estar fora de si ou fora do mundo, sentem formigueiros pelo corpo todo, falta de ar, um medo extremo daquilo que estão a sentir) e depois desce…A ansiedade é justamente o contrário da morte, o ataque de pânico é o extremo da activação emocional, nunca ninguém está tão “vivo” e activado como quando tem um ataque de pânico…A morte é justamente o contrário.

      Pedro Gomes

    • http://profile.yahoo.com/NFBIAMYI3ZF7WX3ZCUAG24JIRY Jeunes Cabral

      Fique atenta se você estiver usando algum medicamento vaso-constritor nasal, tipo sorine ou afrim, podem estar de causando espasmos coronarianos e existe o risco de infarto, eu tive com 33 anos devido ao uso desses medicamentos.

  • Charles

    Vejo que possível infartar e não saber, mas quais quais são os sintomas? O Dr. poderia me explicar melhor? Pois eu já fiz vários exames, inclusive o Ecocardiograma, a Cintilografia e agora a minha médica me pediu para realizar um  Cateterismo Cardíaco. Foi constatado que eu estou com um problema cardiovascular, eu nunca infartei, ou seja nunca percebi, eu tenho 24 anos.         

  • Eanis

    olá tenho 33 anos,treino capoeira a uns 13 anos.
    Em 2001 e 2005 tive sindrome do panico e sinto q até hoje não me livrei dele.
    No inicio da doença sentia dores no peito o braço ficava adormecido suava frio em fim eu achava que iria morrer e acreditava que era o coração logico antes de saber que era sindrme do panico
    O que eu quero saber é que quando estou treinado me canso muito rapido sinto muita ansiedade acabo ficando muito estressado porque eu sei que eu posso me dar mais mas é como isso me limita
    sempre comedo de passar mal, muitas vezes paro no mei do treino,tenho medo de continuar e enfartar. desculpas me estendi d+ gostaria de um conselho.

  • Alicelyspectory

    Boa tarde!

    é possivel caracterizar o nome da doença som os seguintes sintomas?

    intensa dor no toráx e nas costas

  • Alicelyspectory

    Boa tarde!

    é possivel caracterizar o nome da doença som os seguintes sintomas?

    intensa dor no toráx e nas costas

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não entendi a pergunta.

  • Andreribeiroguedes

    Boa tarde, tenho 21 anos e a polco menos de 1 més tive um começo de pneumonia, tomei a medicação e esto bem. fiz uso de Predonisona Cloridrato de Ambroxol, LEVOFLOXACINO,maleato de dexclorferniramina + betametasona e corticortem tratamento que duro mais ou menos 6 meses, desda primeira crise alérgica até o desenvolvimento da pneumonia. mais esto bem, mais minha pressão tem picos de 14 por 90 a 16 por 90. sem esforço físico, ou esstrese emocional e sinto fadiga, cansaço falta de ar.
    aperto desconforto e queimação no peito.
    tenho sentido dores no peito, que se irradia nas costas. PRINCIPALMENTE quando DURMO.
    meus eletros deram normais.
    fui ao cardiologista ele me paço exames simples laboratórias.
    Hemograma completo.
    Glicose
    colesterol
    trigliceridios
    tsh.
    e histórico de pressão durante 7 dias. medindo minha pressão 2x ao dia.
    mais ainda esto preocupado com as dores no peito, aparentemente sou atlético e saudável.
    e vendo isso talvez ele n tenha ouvido muito bem minhas queixas.

    Devo retorná-lo com algum outro exame que serias mais eficaz no meu diagnostico?

  • Andreribeiroguedes

    Boa tarde, tenho 21 anos e a polco menos de 1 més tive um começo de pneumonia, tomei a medicação e esto bem. fiz uso de Predonisona Cloridrato de Ambroxol, LEVOFLOXACINO,maleato de dexclorferniramina + betametasona e corticortem tratamento que duro mais ou menos 6 meses, desda primeira crise alérgica até o desenvolvimento da pneumonia. mais esto bem, mais minha pressão tem picos de 14 por 90 a 16 por 90. sem esforço físico, ou esstrese emocional e sinto fadiga, cansaço falta de ar.
    aperto desconforto e queimação no peito.
    tenho sentido dores no peito, que se irradia nas costas. PRINCIPALMENTE quando DURMO.
    meus eletros deram normais.
    fui ao cardiologista ele me paço exames simples laboratórias.
    Hemograma completo.
    Glicose
    colesterol
    trigliceridios
    tsh.
    e histórico de pressão durante 7 dias. medindo minha pressão 2x ao dia.
    mais ainda esto preocupado com as dores no peito, aparentemente sou atlético e saudável.
    e vendo isso talvez ele n tenha ouvido muito bem minhas queixas.

    Devo retorná-lo com algum outro exame que serias mais eficaz no meu diagnostico?

  • Danuzia

    oi, tenho 31 anos sou diabetica e obesa apos um etresse grande tenho sentido dores como se fosse um peso no meio do peito no dia do ocorrido fiquei tão nervosa que não consegui dormi e o braço esquerdo doeo e formigou depois disso sempre que durmo acordo com a dor no peito.danuzia

  • Danuzia

    oi, tenho 31 anos sou diabetica e obesa apos um etresse grande tenho sentido dores como se fosse um peso no meio do peito no dia do ocorrido fiquei tão nervosa que não consegui dormi e o braço esquerdo doeo e formigou depois disso sempre que durmo acordo com a dor no peito.danuzia

  • Bella

    Oi, doutor! Ando muito preocupada… Tenho 19 anos, e ando sentindo dores na região do coração, não sei realmente explicar como ela é, mas não é nada insuportável. De uns dias pra cá, minhas costas estão doendo bastante também. Minha mãe acredita que eu esteja sofrendo crises de ansiedade e síndrome do pânico – e de fato, tive experiências traumatizantes esse ano, e sempre fui uma pessoa de ter muitos medos. Consultei dois cardiologistas, meus eletrocardiogramas deram ok (somente coração acelerado, culpa do nervoso), e vou fazer ecocardiograma e teste ergométrico no início de novembro. Os exames de sangue farei essa semana, mas continuo receosa. Não consigo parar de pensar se posso ter alguma coisa, e tenho medo de sofrer algo antes de fazer os exames. Será que é somente ansiedade? Obrigada desde já.

  • Bella

    Oi, doutor! Ando muito preocupada… Tenho 19 anos, e ando sentindo dores na região do coração, não sei realmente explicar como ela é, mas não é nada insuportável. De uns dias pra cá, minhas costas estão doendo bastante também. Minha mãe acredita que eu esteja sofrendo crises de ansiedade e síndrome do pânico – e de fato, tive experiências traumatizantes esse ano, e sempre fui uma pessoa de ter muitos medos. Consultei dois cardiologistas, meus eletrocardiogramas deram ok (somente coração acelerado, culpa do nervoso), e vou fazer ecocardiograma e teste ergométrico no início de novembro. Os exames de sangue farei essa semana, mas continuo receosa. Não consigo parar de pensar se posso ter alguma coisa, e tenho medo de sofrer algo antes de fazer os exames. Será que é somente ansiedade? Obrigada desde já.

  • cesar

    Dr,tenho 35 anos e fui infartado e fiz 2 angeoplastia mas agora que sai do hospital ta dando falta de ar e ancia de vomitos pode ser outro infarte?

  • Alyssonbruno99

    Dr,meu nome e alysson tenho 18 anos e sinto dores no coraçao desde feverero tive muita ansiedade por algumas coisas mais hj ja terminei tudo e ainda sinto fincadas o que o doutor acha?

    • Pedro Gomes

      Às vezes, quanto temos ansiedade por muito tempo devido a certos assuntos, mesmo depois desses assuntos “resolvidos” na prática, eles não ficam resolvidos verdadeiramente. Isto é, o nosso organismo habitua-se a viver com a ansiedade, com a incerteza e com o medo, que mais que o assunto resolvido, ele precisa de sentir que já não há razão para sentir esse medo e essa incerteza, o próprio organismo precisa de “resolver” esse assunto…Ou seja, apenas quando as emoções e pensamentos, ou quem sabe, problemas relacionais, forem resolvidos dentro de si, é se pode considerar que o assunto está mesmo resolvido…Para isso o que é recomendável é que consulte um psicólogo.

      Melhores cumprimentos e espero que consiga ultrapassar esse mal-estar com brevidade.

  • Bianca

    Meu nome é Bianca. Tenho 17, estou sentindo dores no peito a três dias, e meu braço esquerdo dói e me sinto mal, o tempo todo, como se fosse desmaiar e o sangue não chegasse a meu cérebro. Comentei com minha mãe e ela disse que é só ansiedade por eu estar prestes a fazer vestibular. O que o doutor acha?

  • Anacaggiano Giacomo

    Dr. eu tenho 21 anos e essa semana senti uma dor no braço esquerdo, como se fosse uma queimação, meu braço ficou arrepiado(só o esquerdo), minha veia saltou e meu músculo ficou contraído.Após isso, eu comecei a sentir moleza, tontura e muita dor no fundo do olho. Fiquei preocupada com esses sintomas, e resolvi pesquisar. O que esses sintomas podem ser doutor? Outra pergunta é se podemos ter tido um infarto e não saber? Obrigada

  • Anonymous

    Dr. tenho 19 anos e tenho o LDL alto sendo que sou magra,tenho 1,72 de altura e 62 kg. Faz mais ou menos um ano que sinto algumas dores no peito,mas mais do lado esquerdo. Não faço exercicios e estou preocupada. Tenho serias chances de sofrer um infarto?

  • Bianca

    Dr. tenho 17 anos, não sou obesa nem uso drogas, nem bebidas alcoólicas ou cigarros. Minha avo e minha mãe têm sopro cardíaco. Eu nunca apresentei sintomas, porém, nos últimos meses eu sinto palpitações. Antes era bem raro. Porém sinto varias vezes ao dia atualmente. Isso pode ser um sinal de que eu tenha alguma complicação? Nao fui ao cardiologista ainda.

  • Janaina

    doutor,é um agravante prolapso associado a hipertensão e ao colesterol alto?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não.

  • anabela

    doutor, o meu marido é aparentemente saudavel, tem feito exames frequentemente e estes tem tido um bom resultado, ele tem 31 anos e ultimemente tem sentido uma dor forte no peito, mas é quando está dormindo, ou seja, ele acorda ja com essa dor no peito, e esta demora por volta de 5 a 10 min a passar e depois ele passa bem o dia ou os dias até que, de novo á noite ele acorda com a mesma dor, nao sei o que posso fazer? ele devera ir ao medico? ele sempre foi um desportista, mas ultimamente ele tem feito um pouco menos. será por causa disso?

  • Eanis

    olá tenho 33 anos,treino capoeira a uns 13 anos.
    Em 2001 e 2005 tive sindrome do panico e sinto q até hoje não me livrei dele.
    No inicio da doença sentia dores no peito o braço ficava adormecido suava frio em fim eu achava que iria morrer e acreditava que era o coração logico antes de saber que era sindrme do panico
    O que eu quero saber é que quando estou treinado me canso muito rapido sinto muita ansiedade acabo ficando muito estressado porque eu sei que eu posso me dar mais mas é como isso me limita
    sempre comedo de passar mal, muitas vezes paro no mei do treino,tenho medo de continuar e enfartar. desculpas me estendi d+ gostaria de um conselho.

  • Micael angelo

    doutor, eu estou acima do peso,mas eu pratico muita atividade fisica ,sou competidor de jiu jitsu,o ultimo exame que fiz nao apontou nada em meu sangue.mas de um tempo para ca ,eu venho me sentindo cansado ,e com palpitaçoes ,mas quando estou treinando jiu jitsu eu me sinto muito bem sem nenhum sintoma.Tenho 19 anos e estou com medo de ser algum problema coronariano ,o que q o senhor acha do meu caso?aguardo resposta.

  • Micael angelo

    doutor, eu estou acima do peso,mas eu pratico muita atividade fisica ,sou competidor de jiu jitsu,o ultimo exame que fiz nao apontou nada em meu sangue.mas de um tempo para ca ,eu venho me sentindo cansado ,e com palpitaçoes ,mas quando estou treinando jiu jitsu eu me sinto muito bem sem nenhum sintoma.Tenho 19 anos e estou com medo de ser algum problema coronariano ,o que q o senhor acha do meu caso?aguardo resposta.

  • Glaucia Torres

    Dr. Pedro,

    Tenho 26 anos, sou mulher, faço uso de anticoncepcionais e controlo a minha alimentação na medida do possível. Meu perfil lipídico é bem alterado (em torno de 270 para colesterol e trigligerídeos) em função de histórico familiar e também por um sedentarismo moderado.
    Há algum tempo venho sentindo dores no peito, como se fossem pontadas. Elas duram de 1 a 5 minutos, mas não são constantes e surgem em ondas. São bem localizadas no lado esquerdo do peito, na altura média dos seios. Às vezes sinto uma leve dorzinha e uma pulsação nos braços (ambos os lados), mas que não dura muito. Outras vezes a sensação é que irradia para a nuca!
    Já consultei um cardiologista para averiguar a situação, mas ele foi enfático ao dizer é muito improvável um infarto na minha idade, ressaltando, ainda, a questão da proteção hormonal que estão sujeitas as mulheres jovens. Me passou apenas um eletrocardiograma e exames de sangue.
    Nesta semana preguei os resultados e meu CPK deu muito alterado, em torno de 500, mas como iniciei um programa de atividades físicas em uma academia, me tranquilizei ao saber que a elevação de CPK pode estar associada à pratica de exercícios.
    Não estou muito convencida do diagnóstico médico. Não que eu queira ter problemas cardíacos, mas é preocupante a minha situação, já que todos da minha família são cardiopatas!
    Até acredito que possa ser ansiedade, mas não sei se as dores podem se apresentar desta forma. 
    A minha pergunta é a seguinte: preciso me preocupar com o quadro que apresento ou devo buscar uma pesquisa mais detalhada sobre minha saúde? Que exames posso solicitar para que eu me sinta mais segura? Posso continuar praticando atividades físicas até uma próxima consulta com o cardiologista?

    Grata pela atenção!

    Gláucia Torres 

  • Daniel Medeiros

    Olá doutor meu nome é Daniel, tenho 26 anos, não bebo não fumo, sou magrinho e pratico exercicios acredito que eu não tenha nenhum fator de risco, mas durante alguns dias eu senti meu coração bater forte quando eu respirava fundo e soltava o ar ele batia rapido por alguns segundos e depois dava a impressão que tinha parado.Tem idéia do que pode ser?a minha pressão costuma estar sempre por volta de 12×8 e frequencia cardiaca normal.Tenho um pouco de transtorno de panico, mas não sei se pode estar relacionado a isso.

  • marcio

    doutor,estou tomando lozartana potassia um comp cedo de 50 mg,e a noite eu tomo selo zok um comp d50 mg 
    tbm,queria saber se moderadamente posso tomar uma cervejinha com os amigos,e tbm se faz mau tomar o remedio selo zok depois de ter tomado cerveja,muito obg doutor abçs!

  • marcio

    doutor,estou tomando lozartana potassia um comp cedo de 50 mg,e a noite eu tomo selo zok um comp d50 mg 
    tbm,queria saber se moderadamente posso tomar uma cervejinha com os amigos,e tbm se faz mau tomar o remedio selo zok depois de ter tomado cerveja,muito obg doutor abçs!

  • Yan leite

    Tenho 18 anos e sinto de vez em quando uma pressao no lado esquerdo do peito e os braços adormecem ou ficam fisgando… posso estar ou ja ter infartado ?

  • Camila de Almeida

    Olá! Me chamo Camila, tenho vinte e um anos e estou muito preocupada com uma dor que venho sentindo no peito. Ela simplesmente não cessa, é bem no centro e sinto como se minha garganta fechasse, muitas vezes tenho fome, mas não sinto vontade de comer. Malho todos os dias em média de trinta a uma hora, me alimento bem, não fumo, não bebo, detesto drogas e sou surfista. Li sobre os sintomas de infarto e tudo mais, o que vem me perturbando é que a dor simplesmente não pára. Eu durmo com ela, acordo com ela e algumas vezes ela parece agravar, sinto enjôos e tonturas, mas esporadicamente. Estou assim a quase um mês, acreditei na possibilidade de ser ansiedade, agonia sentimental, mas estou ficando preocupada. Marquei uma cansulta, só que vou ter que esperar um pouquinho. Tenho quase certeza que não é nada grave, sou extremamente temperamental, escrevo romances, e tenho alterações radicais de humor e comportamento. Talvez tudo esteja interligado, só que os analgésicos não fazem quaisquer efeitos em mim, meu desespero me trouxe até aqui. Preciso saber se a minha alteração radical de humor e comportamento tem haver com essa dor que não pára.
    Agradeço desde já. 

  • verediana

    Boa tarde, tenho 19 anos..sou muito estressada, ansiosa…. há alguns dias comecei a sentir uma dor debaixo da axila (esquerda), não dei muita bola achei que fosse algum nervo ou mau jeito, só que a dor aumentou e passou a doer o braço todo, principalmente no meio do braço (veias) e no pulso…e senti algumas vezes uma dor no meio do peito (no osso esterno) isso pode ter relação com problema de coração?

  • Sandramaralourenco

    Olá, estive lendo, porque estou com um jovem internado no hospital das clinicas de curitiba, queria saber mais sobre o infarto. Eu entendi bem, mas o que  o Dr. pode me falar sobre, um jovem de 15 anos, que caiu ao chão, e eu acho que demoraram para socorrer, que está respirando por aparelhos, já faz dez dias, e não tem nenhuma reação, já está fazendo hemodialise, manchas no pulmão, infecção que não sabem da onde é, com indas e vindas de febre, ?? obrigada desde já

  • helber de melo

    meu nome é: helber

    tenho 19 anos e de vez em quando 
    sinto dores no peito do lado esquerdo, nao sou obeso,nem fumo ou uso drogas
    o que pode ta causando essas dores?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Seu cardiologista é quem deve dar essa orientação.

  • Rcmathias

    Ola dr ,pedro Meu nome e Robson tenho 33 anos  , sindo  diaramente dores no peito do lado esquerdo ja fiz varios  exames deu tudo  normal . mais ainda sindo  esta Dor , dr pedro ja  eletro , holther 24 horas , mrpa , ecogradiograma mais  nada constou oque sera .

  • Elaine Pires

    Prezado Dr Pedro Pinheiro, meu nome é Elaine Pires, tenho 38 anos, pratico esportes regularmente. Ha 03 anos, comecei a me sentir muito cansada, chegaram a diagnosticar OVER TRARINING. Como ja havia varios casos na familia com problemas cardiacos, resolvi fazer exames mais detalhados, não concordava com o diagnostico de TREINAMENTO EM EXCESSO. Descobriu-se então que sou portadora de Diverticulo de kommerell, e em consequencia disso surgiram aneurismas na Haorta. Fiz a cirurgia no Hospital Biocor em BH com o Dr Roberto Max. O Procedimento foi considerado um sucesso. Recebi alta apos 10 dias e em 03 meses ja me liberaram dos retornos medicos. Concluiram que podia levar uma vida “normal”. Entendi portanto, que poderia voltar as minhas atividades aerobicas, pratico ciclismo de estrada e Montain Bike. Acontece que em uma visita de rotina a um cardiologista, o mesmo proibiu categoricamente que eu continuasse nessas atividades. Segundo ele não ha como prever se terei novos aneurismas e se a cirurgia me permite fazer esforço fisico, pois por se tratar de patologia rara, não ha registros medicos para tal caso. O citado medico não quis continuar no caso e me dispensou. Gostaria de saber seu parecer a respeito e orientação. Meu e-mail é elainepiresgeo@gmail.com.
    gmail 
    Desde já agradeço a atenção.
    Elaine

  • Edduardoo

    usei cocaina e tive um comeco de infarto gostaria de saber se posso ter uma vida normal com esportes tenho 28 anos e o que seria um comeco de infarto

  • MICHELE SIQUEIRA2012

    E NORMAL UMA MENINA DE 15 ANOS TER DOR NO LADO ESQUERDO DO TORAX

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Não só é possível como é muito comum.

  • paulo

    olá doutor. tenho 27 anos e sofri um infarto a pouco mais de 9 meses. de uns 2 meses pra ca venho sentindo dores fortes no peito. depois de 1 mes apos um infarto comecei a sentir dores no peito e essas dores me acompanham diariamente ate hoje.. nao sei o termo certo e esse mais tenho crises de dor no peito a cada 2 semanas. nesta ultima semana tenho sentido muito cansado e as crise de dor no peito chegam a ser insuportaveis por sem um dor meio forte e demorada. isso e preocupante ou algo normal devido ao infarto.

  • Débora

    Olá, meu nome é Débora, meu esposo tem 25 anos e vem sentido dores no peito e que vai ate as costas do lado do coração ele diz que nao doi muito mais quase todos os dias ele vem sentindo essas dores…
    estou grávida de 9 meses a qualquer momento o nosso filho pode nascer, as dores que ele vem sentindo pode ser apenas ansiedade por causa da gravidez? ou pode ser algo mais grave?
    haaa ele fuma e tambem bebi.
    Obrigada!

  • Marcos

    OLá Dr. 
    Tenho 32 anos e não fumo. Sou usuário de final de semana de cocaína, e um dia desses joguei futebol  e senti palpitação no coração depois de 30 min de jogo. saí do campo e fui para casa com o coração ainda palpitante. Nunca havia sentido isto.   

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Bom, isso pode ter três motivos. Vejamos
    1- O título não sugere que o texto seja sobre sintomas.
    2- O título diz que o texto é sobre CAUSAS de infarto em jovens.
    3- O sintomas do infarto são semelhantes, independente da idade. Se você quiser saber os sintomas do infarto, no 2ª parágrafo do texto eu indico um link para este texto.

  • albuquerque

    falo falo e não descreveu os sintomas de acordo com titulo

  • albuquerque

    falo falo e não descreveu os sintomas de acordo com titulo

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Bom, isso pode ter três motivos. Vejamos:
      1- O título não sugere que o texto seja sobre sintomas.
      2- O título diz que o texto é sobre CAUSAS de infarto em jovens.
      3- O sintomas do infarto são semelhantes, independente da idade. Se você quiser saber os sintomas do infarto, no 2ª parágrafo do artigo eu indico um link para um texto sobre sintomas.

  • Apaulacury

    É possivel infartar e nao saber?

  • Anne

    Muito bom. muito explicativo

  • Anne

    Muito bom. muito explicativo

  • Letícia

    Olá Dr. meu nome é Letícia tenho 24 anos, ontem ao limpar minha casa, fiquei extremamente fadigada, até estranhei, e ainda umas dores do lado esquerdo do peito ligada as costas e ao meu braço direito. Acordei ainda com essa dor. Não fumo nem uso drogas
    Sei que tenho que fazer exames. Mas o Senhor acha que tenho riscos de morrer mesmo tenho 24 anos?
    Obrigado

  • Letícia

    Olá Dr. meu nome é Letícia tenho 24 anos, ontem ao limpar minha casa, fiquei extremamente fadigada, até estranhei, e ainda umas dores do lado esquerdo do peito ligada as costas e ao meu braço direito. Acordei ainda com essa dor. Não fumo nem uso drogas
    Sei que tenho que fazer exames. Mas o Senhor acha que tenho riscos de morrer mesmo tenho 24 anos?
    Obrigado

  • Lilian

    Boa noite Dr, meu nome e Lilian meu namorado tem 45 anos e já teve 2 infartos de vez enquanto a pressão dele está 20/17 fico preucupada. Aprofissão dele e de Pedreiro le faz muito esforço e não está cuidando da alimentação eu não sei o que faço. Dr quem já teve o segundo infarte tem mais risco de morte, obrigado, boa noite.

  • Lilian

    Boa noite Dr, meu nome e Lilian meu namorado tem 45 anos e já teve 2 infartos de vez enquanto a pressão dele está 20/17 fico preucupada. Aprofissão dele e de Pedreiro le faz muito esforço e não está cuidando da alimentação eu não sei o que faço. Dr quem já teve o segundo infarte tem mais risco de morte, obrigado, boa noite.

  • Aline

    olá doutor tenho 31 anos hoje estou sentindo uma dor no ombro acima do peito e tb no pescoço e pode ser isso pois estou muito preocupada.

  • Danieli

    Olá Dr. Pedro tenho 17 anos e semana passada sofri um infarto. Parasse muito improvável, mas isso ocorreu semana passada. Os médicos da minha cidade ficaram pasmos diante de tal situação. Fiz quase todos os exames ( ainda restam alguns) e atá agora não se sabe o motivo disso. Tenho uma vida corrida e um alto nível de stress. Não fumo. Morro em uma cidade pequena, ninguém nunca tinha visto ou ouvido falar de uma garota de 17 anos infartar.
    Se existe qual é a porcentagem de novos episódios? Tenho muito medo de isso ocorrer novamente, morro sozinha. E ando demasiadamente preocupada.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Impossível responder suas perguntas sem antes descobrir a causa do infarto, Se vc realmente infartou, tem que ser estudada, pois com certeza há uma doença por trás que ainda não foi identificada,

  • vi

    Oi doutor tenho 14 anos hoje tive uma dor muito forte no esterno dps que eu corri na escola isso ocorreu pela manhã e ate agora essa dor não passa a tarde toda quero sabe uque faço?

  • Anonymous

    Dr.tenho 29 anos senti incomodos no peito e braços,uso cocaina meu coração disparou e fiquei acordado a noite toda nunca senti isso,pode ser sintoma de infato,pois não consigo relaxar,tbm estou com gases?

  • Reinaldo

    ola doutor tenho 34 anos infartei aos33, minha DA esta 40% obstruida, tomo clopdogrel 75, somalgin 100, sinvastatina 20, faço caminhada e dieta rica em legumes e frutas, nao consigo fazer esforço meu peito doi, sera que nao seria o certo ter feito angioplastia ao inves  so do tratamento, tenho muito medo tenho 3 filhos, e quero ve los crescerem, obrigado.

  • Danieli

    Olá Dr. Pedro tenho 17 anos e semana passada sofri um infarto. Parasse muito improvável, mas isso ocorreu semana passada. Os médicos da minha cidade ficaram pasmos diante de tal situação. Fiz quase todos os exames ( ainda restam alguns) e atá agora não se sabe o motivo disso. Tenho uma vida corrida e um alto nível de stress. Não fumo. Morro em uma cidade pequena, ninguém nunca tinha visto ou ouvido falar de uma garota de 17 anos infartar.
    Se existe qual é a porcentagem de novos episódios? Tenho muito medo de isso ocorrer novamente, morro sozinha. E ando demasiadamente preocupada.

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Impossível responder suas perguntas sem antes descobrir a causa do infarto, Se vc realmente infartou, tem que ser estudada, pois com certeza há uma doença por trás que ainda não foi identificada,

  • Anonymous

    Olá DR, sou Fabiana.
    Meu esposo tem 39 anos e em 27 outubro 2011 ele teve um infarto IAM, ele ficou em obervacao por 48h na CTI, fizeram depois de 4 dias o procedimento de cateterismo, angioplastia e lhe introduziram 1 stent, foram duas artérias obstruídas, mas uma chegou a ser aberta só com a angioplastia. Ele nao é gordo, seu peso é ideal, pesa 74kg e mede 1,73, nao fuma, nao bebe, nao é hiper-tenso, nao fazia exercícios físicos, o único quadro na família é da irma, mais vleha que ele 1 ano que apresenta arritmia cardíaca, o agravante do meu esposo eram os triglicerides que 3 meses antes do infarto era de 801, vendo isso o medico lhe medicou gemfibrozilo e exercício físico e mesmo assim infartou. Aqui na Colombia ele chegou a fazer um tratamento depois de 3 meses de infartado que chama contrapulsacao cardíaca, creio que há aí no Brasil, e lhe foi muito bem.
    Os remédios que ele tem tomado atualmente:
    Metropolol 50mg (1 diária)
    AAS 100mg (1 diária)
    Clopidogrel 75mg (1 diaria)
    Lovastatina 20mg (2 diaria)
    fenofibrato 200mg (1 diaria)

    Minha dúvida é:
    O médico do tratamento dele que o acompanhou manteve esses remédios, mas temos que nos apresentar ao plano de saúde onde ele foi acompanhado no infarto e no cardiologista do plano mandaram ele tomar enalapril, e esse medicamento o médico do tratamento nao havia recomendado… Escrevi pra ele, já que ele está em outra cidade, mas ele ainda nao respondeu. E pra falar a verdade eu gostaria de uma orientacao de alguém do Brasil para me sentir mais tranquila. Li alguns sites no Brasil e recomenda sim o uso do enalapril, o que o sr acha?

    OBS: o colesterol mal está em bom n{ivel o colesterol bom é que está no limite baixo, sempre! Hoje o triglicerices está bem, varia entre 112 e as vezes 207 (sei q esse já é mais altinho) visto que os laboratorios daqui toleram até 170.

  • Anonymous

    Esqueci de colocar meu nome no comentário anterior.

    Bárbara

  • Anonymous

    Olá, Bom dia.
    Tenho 21 anos 1.62 de altura e peso 55 kilos.
    Há uma semana já senti 3 vezes dor no peito que se estende até o pescoço, mas que passa repentinamente com 5 minutos.
    O que será???
    Estou com secreção no pulmão e estou tomando expectorante e antialérgicos.

  • carmemsantos

    Olá, doutor Pedro!
    Então, não sou usuária de drogas, e nem
    gosto dessas coisas.
    Tenho 18 anos e há um ano, mais ou menos, uns amigos meus iam fumar maconha, e eu me
    chamaram e eu fui(já tinha fumado antes, pouquissimas vezes, e nada me tinha acontecido)
    e fumei duas ou três “bolinhas” e meu coração acelerou muito e ele doia, apertava, e acelerava, e doia o estômago, e apertava o coração e ficou nisso umas 4 horas.
    Aí, eu não fumei mais.
    Esses dias,( há mais ou menos um mês e meio, dois meses) eu não sei porque, entrei em uma de querer “filosofar” e comecei a fumar maconha, fumei uma semana, uma ou duas vezes ao dia, aí, numa segunda-feira, eu fumei de manhã bem pouquinho, e a tarde mais um pouco (de manhã foi muito pouco mesmo, mas mais ou menos lá pra meio-dia fumei mais, um pouco mais do que pela manhã), aí, lá pras 15, depois de ter almoçado, fui fumar mais um
    pouco (bem pouco, de novo = duas bolinhas), comecei a ter um “treco” de novo.
    Meu coração acelerou muuuito, novamente, e meu
    peito doia, apertava, doia, apertava e eu tava mal.
    Quando medi minha pressão, estava 16/11 e meus
    batimentos a quase 130.
    E desde então, venho sentido uma pequena pressão do lado esquerdo do pescoço, aonde eu sinto as batidas do coração, e meio que me dá um
    incômodo na garganta. E fica dando um frio de leve no estômago, e um incômodo na língua.
    Quando tento ficar normal, meio que fico tonta (acho que adquiri labirintite(pelo que pesquisei pelos
    sintomas), aí, volto a sentir a pulsação no pescoço.
    Seriam isso sequelas?
    O que houve comigo, doutor?
    A quem devo recorrer?
    O que devo fazer?
    É normal sentir isso?
    O que eu ando sentindo? Tem nome? É conhecido?
    Como eu me curo?
    É pra sempre?

    Muito obrigada, doutor.
    Carmem.

  • Anonymous

    Maria de lourdes

    Ola Dr: pedro, minha amiga sofreu
    um infarto ha 5 dias, no momento ela esta na UTI. Ainda não foi realizado nada de cirurgia, a unica coisa que fizerm, foi exame de sangue, onde apareceu o diagnostico de infarto. O fato è que, ela se queixa muito de dor no peito…pórque os medicos não medicam algum remedio que sane a dor. Esta dor que ela sente pode ser o indicio de outro infarto que esta por vir?

  • Apaulacury

    É possivel infartar e nao saber?

    • https://plus.google.com/+PedroPinheiro/ Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Não só é possível como é muito comum.

  • Marcos

    OLá Dr. 
    Tenho 32 anos e não fumo. Sou usuário de final de semana de cocaína, e um dia desses joguei futebol  e senti palpitação no coração depois de 30 min de jogo. saí do campo e fui para casa com o coração ainda palpitante. Nunca havia sentido isto.   

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Os fatores de risco citados no textos são os mais comuns. Há dezenas de outros.

  • Genicleide

    Oi Dr.!!! Meu nome é Genicleide tenho 31 anos e infartei há 6 meses. Nenhum dos fatores de risco citados acima se encaixam no meu histórico. A causa desse infarto causado por trombos está sendo a incónita da minha vida. Meu cardiologista suspeita do anti-inflatório que tomava todo mês para cólicas. O senhor conhece algum caso parecido? grata pela atenção

    • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

      Os fatores de risco citados no textos são os mais comuns. Há dezenas de outros.

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Qualquer problema não, mas alguns podem ser diagnosticados pelo eletrocardiograma.

  • Raquel_abdias

    Olá tenho 29 anos e sinto dores no peito frequentemente e ultimamente tbm sinto um descompasso em meu coraçao queria saber se qualquer problema em meu coraçao pode ser percebido em um eletrocardiograma. obrigado

  • Jefe Duarte

    Dr. meu nome é jeferson, tenho 28 anos e no ano passado tive uma taquicardia que me levou a 205 bpm, bom fui a tres cardiologistas me diagnosticaram estress e tals. nao me deram medicação , fiz holter ,esteira, ecocardiograma e eletro, e nao deu nada , mas agora toda vez que vou caminhar mais rapido ou correr , sinto as tais de extra sistole, fico apavorado e paro imediatamente oque estou fazendo, exame de sangue tbem td certo, só que estou com o meu coração acelerando até para subir escada, sera que tento continuar caminhando? me exercitando ou paro e tento so controlar na alimentação? tem remedio para extra sistole? obrigado pela ajuda.

  • Marcos Luis010

    boa noite tenho 25 anos sinto varios sitomas dor no peito,queixo,costas já fis exames naum deu nada pratico esporte naum tenho colesterol elevado naum uso drogas naum bebo naum fumo. o que pode ser?

  • helber de melo

    meu nome é: helber

    tenho 19 anos e de vez em quando 
    sinto dores no peito do lado esquerdo, nao sou obeso,nem fumo ou uso drogas
    o que pode ta causando essas dores?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    O importante na história familiar é o parente de primeiro grau (pais ou irmãos) que tenham tido infartos antes dos 55 anos. Isto é uma história familiar relevante

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    O importante na história familiar é o parente de primeiro grau (pais ou irmãos) que tenham tido infartos antes dos 55 anos. Isto é uma história familiar relevante.

  • Anonymous

    meu nome é: alan

    fiquei com algumas duvidas sobre o texto.

    é mencionado que jovens normalmente apresentam alguns fatores de risco que pode causa infarto.
    um dos que fiquei na duvida foi sobre a parte que diz ”História familiar”.

    minha duvida é quantos parentes é necessário pra que uma pessoa seja considera com o histórico familia de infarto?
    eu tenho um avó que teve um infarto com 78 anos(mas ta viva) e um tio que morreu de avc.
    uma ou duas pessoas já pode ser considerado o fator de risco?
    ————————-
    a outra duvida sobre o texto é que fala que além dos fatores de risco as drogas como a cocaína pode causa infarto.
    mas e os jovens que não tem nenhuma dessa característica também podem enfarta?

    porq é justamente essa minha situação,eu não fumo,muito raramente bebo bebida alcoólica,não uso drogas,sou magro mas meu coração as vezes dispara e sinto dores no braço esquerdo,eu li os texto sobre sintomas do infarto e angina e meu sintoma bate com eles.

    meu nome é: alan

  • https://plus.google.com/113288925849694682313 Dr. Pedro Pinheiro – MD.Saúde

    Seu cardiologista é quem deve dar essa orientação.

  • Divinamusica11

    ‘dizem que tive dois enfartes e um derrame E FIZ DOIS CATETERISMOS E ANGIOLASTIA. ESTOU COM 62 anos e o que mais temo e saber se osso fazer exercicios em academia. Tenho medo e nao sei se osso fazer musculação, etc. O que me dizem. Muitissimo obrigada.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @Joelma
    Fique à vontade. Só peço desculpas pelos erros de português. Às vezes respondo as peguntas na hora do almoço e não tenho tempo de revisar uma por uma.

  • Anonymous

    Bom dia Dr. Pedro, meu nome é Joelma e sou estudante de enfermagem 6ºP. Resolvi pesquisar sobre o assunto pq a dúvida(inclusive da Prof(a)),surgiu na última aula.Achei ótimo seus textos e respostas aos leitores.Vou levar suas respostas para debatermos,ok?
    Abraço!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @mexeapera
    Sim, a periodontite causa um pequeno aumento no risco de doença cardiovasculares.

  • mexeapera

    Doutor, e quanto a influencia da gengivite?
    é a nova onda dizer que há uma grande influencia..e minha boca sangra as vezes qnd escovo os dentes..
    é realmente mt perigoso?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    @mexeapera
    Infarto em pessoas jovens saudáveis e sem fatores de risco é muito raro. Geralmente são pessoas que usam cocaína ou que nasceram com algum defeito cardíaco não identificado.

  • mexeapera

    Oi doutor, nem sei mais se o senhor responde esse post.
    Gostaria de saber, para me confortar, pois morro de medo.
    Eu tenho 20 anos, sou magro, nunca fumei, não bebo, alimento-me bem, prático esportes..
    mas as vezes vezes noticias de que pessoas como eu sofrem infarto.
    Porque isso acontece?
    Porque nunca ouvimos falar que um fígado de repente párou e o coração parece algo tão previsivel?
    Muito obrigado.

  • Anonymous

    parabens dr. muita informacao util….

  • Anonymous

    Parabéns belo Blog! De verdade!

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Kais,
    1 a cada 5 usuários de crack morre nos primeiros 5 anos de uso da droga. 25% dos infartos em jovens estão relacionados a cocaína. Usuários de crack têm 8x maior chance de morrer prematuramente.
    Ou você procura ajuda urgentemente, ou prepare-se para as consequências.

    obs: a chance de largar o vício sem ajuda especializada é quase nula.

  • Kais mabelle

    Dr sou usuaria de crak, e uso umas 4 pedras por dia, só que ontem a noite começei a sentir algo estranho, ai parei de fumar e deixei pra hoje cedo, ai fumei mas logo percebi que minhas veias saltaram, senti pontadas no coração, meus ouvidos ficaram sensiveis, e suei muito, agora estou melhorando, o suor parou, estou mais tranquila, tenho 21 anos, mas ainda sinto umas pontadas fraquinhas, pode ser algo muito grave? eu posso morrer ? aguardo resposta.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Juliana,
    Não se deve fumar nunca, indepedente de estar tomando ou não medicamentos.

    Pessoas que fazem uso de drogas diarimente devem evitar ao máximo consumir bebidas alcoólicas. O álcool reduz a eficácia do medicamento e ainda pode aumentar a sua frequência cardíaca, efeito contrário ao do Sotalol.

  • juliana

    ola doutor(a)
    me chamo juliana tenhu 28 anos
    gostaria de saber kuais os riscos de beber e fumar fazendo uso de sotacor 160mg, uma vez ao dia?
    posso beber? e fumar?
    o q o alcool e o cigarro interfe no medicamento ou q tipo de reação pode dar misturados com o remedio?
    agradeço desde ja
    obrigada

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Beto,
    Beber moderadamente é 1 copo de cerveja ou uma taça de vinho por dia.
    Não é aconselhável beber mais que isso.

    Se vc quiser ajuda personalizada com a alimentação, procure uma nutricionista.

  • Beto Maranha

    Dr Pedro, infartei feio em fins de agosto. Passei por cirurgia na véspera do meu aniversário de 48 anos e hoje tenho 3 pontes. Estou ótimo. Não sou hipertenso, não sou obeso, não sou alcoolatra. Mas tinha todos os fatores de risco: sedentarismo, stress, cigarro por 30 anos (já tinha parado fazia 5 meses), genética vinda de pai e mãe, bebia muito todos os finais de semana, assim como o consumo de churrasco. Agora controlo o que como, caminho muito todos os dias, tomo os remédios direitinho. Quero saber o quanto eu posso beber e comer de carne. Pois não posso sair do mundo. Só se fosse morar numa ilha deserta. Onde quer que eu queira ir, lá estará a cervejinha esperando. Quanto é beber moderadamente? Posso ficar bêbado pelo uma vez ao mês? Obrigado. Abraço

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Juliana,
    1- Não. Prolapso de mitral ocorre com muita frequência na população

    2- Se vc parou com a cocaina, o seu risco passa a ser o mersmo de outras pessoas da sua idade.

    3- Não tenho certeza, mas acho que não. Se estiver muito caro converse com seu médico, pois há opções mais em conta.

  • juliana

    ola meu nome é juliana tenho 28 anos e estou com algumas duvidas, recetentemente passei por um cardio q diagnosticou um prolapso de valva mitral, com leve refluxo, no inicio comecei com propanolol 40mg e passou para 80mg, não tendo muito resultado hoje estou tomando cloridrato de sotalol 160mg, sou ex usuária de cocaína, mas precisamente parei há 4 meses.
    1. O resultado do meu exame é devido ao uso de cocaína?(tenho antecedente na familia com problemas no coração)

    2.não uso mais a droga ainda corro risco de sofrer um infarto?

    3. e por ultimo o senhor(senhora) pode me dizer se este medicamento tem distribuição em UBS? Pois a compra do mesmo todo mesmo fik muito caro pra mim.
    Obrigada

  • Diego

    Esqueci de dizer tb que tb tenho algumas falhas, tipo ta batendo normal ai ele para e volta ao normal. Ja li sobre o sopro mas nao é o mesmo sintoma.

  • diegosanches216

    Tenho 21 anos, nao fumo e tb nao tenho diabetes.

    Estou procurando perder peso, só fiquei assustado.

    Obrigado pela resposta.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Diego,
    Vc não me disse sua idade.

    A obesidade é um fator de risco para infarto. Mas se vc não fuma, não tem diabetes, hipertensão ou qualquer outro fator de risco adicional, imaginado que vc seja jovem, o risco de infarto continua sendo baixo, porém, mais alto do que seria se vc fosse magrinho.

  • Diego

    Dr. Pedro

    Em setembro, estava sentado vendo tv, meu coração disparou do nada, isso ocorreu umas 3x no decorrer da semana.

    Fiz exame de sangue e e coloquei o Hoter(Mapa), no exame de sangue deu tudo normal, nem abaixo, nem no limite, no hoter a minha minima e muito baixa, chegando a 13 por 4, e as vezes sinto uns desconfortos no peito em repouso, uma leve dolorido no centro do peito.

    Sou obeso tenho 124kg e tenho 1.81

    Na minha idade entra na estatistica de menos de 5% de infartos em jovens ?

    Eu posso desenvolver um infarto na minha idade ?

    Desde ja agradeço a atenção.

    Obrigado

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Thayná,
    Poder vc pode, mas é provavelmente desnecessário. Vc só deve estar fora de forma.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Alexandre,
    No seu caso podem.

  • thayná

    Olá Dr. Pedro sou Thayná tenho 15 anos,168cm e 73 kg ,e gostaria de saber se posso fazer todos os tipos de exames que há de coração?? Pois tenho certas dúvidas ,de vez enquando sinto pontadas que vem do nada,e tenho medo de malhar, correr,me canso muito fácil,E agora quero largar a vida de sedentária e malhar.!

  • Alexandre

    Sou jovem tenho 23 anos, tive dores no peito tipo queimação, outras vezes contínuas. Fiz exame ECG, e exame de sangue das enzimas.
    Deu tudo normal, estes dois exames podem afastar com segurança o risco de enfarto ?

    Obrigado.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Viviane,
    Extra sistoles isoladas no holter não significam nada. É normal.

  • VIVIANE LEÃO

    olá Dr pedro

    já fiz varios exames e não encontraram nada de grave, mais tive uma taquicardia por conta de remedio pra emagrecer, de lá pra cá ouve mais uma vez.. tomo selozok 25 mg,mais qaundo passo por algum problema sinto tipo um desconforto que não chega ser dor,mais é chato,evito frituras,nao tenho doença clinica,mais com o holter deu episodio de extra sistole o queé obrigado viviane 29 anos e 70 kilos,caminho 3 vz por semana.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Carlos,
    Gastrite pode dar dor no peito, assim como ansiedade. O sildenafil é contra indicado para quem tem doença cardíaca e toma nitratos.

  • Carlos André

    DR. Sinto umas dores no peito às vezes…mas isso só acontece quando bebo muito nos fins de semana…consultei 3 médicos…disseram que era gastrite…achava que as dores de gastrite eram só no estômago. Pode ser no peito também?? ou talvez ansiedade?? e quanto ao uso sildenafil?? afeta o coração ou não??

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Geise,
    Se o seu rx sugere uma área cardiaca aumentada, vc precisa fazer um ecocardiograma antes da cirurgia para ver se se confirma ICC. Se vc não tem sintomas nem hipertensão, é provável que esse aumento não seja real.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Aline,
    Acho que sim. Esses sintomas são típicos de ansiedade.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Mirinha,
    Se ele bebe moderadamente, esse agora é o menor dos problemas. O que ele não pode é parar a medicação e abandonar o seguimento com o cardiologista.

  • geise

    Ola´meu nome é Geiseane, sou enfermeira e resolvi fazer uma cirurgia plastica redutora das mamas, oa fazer o rx de torax para o risco cirurgico apresentou a area cardiaca aumentada.Eu tenho antecedentes familiares cardiopatas(meu pai tem I.C.C. e minha tia causa do obito tbm coraçao)estou acima do pesopois tenho 154 e peso 82Kg.Não apresento nenhum sintoma como cansaço,edema,minha PA é sempre 100/60 ate menos as vezes, nunca fumei, ou bebi alcool,meu unico problema e a correria do dia.Ha algum risco para a realização da cirurgia ou mesmo de um infarto?Desde ja obrigada.

  • Anonymous

    Dr. Pedro, meu nome é Aline e tenho 28 anos, em maio deste ano meu coração disparou e tive sensações horríveis, fui ao cardio fiz eco, eletro hemograma e tudo ok apenas um prolapso de valvula sem degeneração e o cardio falou que era ansiedade, de lá p/ cá varias crises, como bolo na garganta, pressão na cabeça e dores no peito e formigamentos, fui em outro cardio e tbm falou a mesma coisa como sindrome do panico, mais na verdade é que qdo sinto parece ser um problema de saúde, ainda não procurei um pisiquiatra o dr. acha que devo procurar?

  • Mirinha

    Oi Dr.Pedro.Mas e quanto a bebidas alcolica que ele toma.O risco de outro infarto aumenta? Ele tem que voltar a tomar os medicamentos?
    obrigada.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Mirinha,
    Se ele tem um stent e parou com as medicações, o risco de oclusão do mesmo é grande. Ainda mais pq se ele teve infarto aos 24 anos é porque alguma alteração na coagulação ou nos vasos ele tem.

    Praticar esportes não é o problema, contanto que ele siga as orientações médicas corretamente.

  • Mirinha

    Dr.Pedro, Boa Tarde.Meu namorado tem 28 anos e sofreu infarto aos 24anos,qdo estava jogando bola num domingo com os amigos.Ele era fumante ativo e consumia bebidas alcolicas.Nunca usou drogas.Ele teve que colocar um stent e tomava varios remedios, como ass, somalgim,pravastatina e outros.Mas a um ano ele parou de tomar os medicamentos, tomar bebibas alcoolicas em excesso e voltou a jogar bola e tambem nunca mais voltou au cardiologista. Mas sempre esta medindo pressão, e ela é controlada, não tem diabetes.Gostaria de saber qual o risco q ele esta correndo e se voltar a jogar bola será mais prejudicial ainda.
    Estou muito preocupada.
    Agradeço desde Já.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Priscila,
    Provavelmente não. Porém, dor no peito nunca deve ser subestimado. Não é o tipo de sintoma que pode ser desprezado sem ao menos 1 visita ao cardiologista.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Emanuelle,
    Acho que vc deveria ser seguida por um psiquiatra e não um neurologista.

    Quanto a dor, com 24 anos, já tendo sido vista por um cardiologista e com antecedentes de ansiedade, provavelmente isso não é nada grave. Mas de longe não tenho como fazer um avaliação precisa.

  • Anonymous

    Olá Dr. Pedro. Meu nome é Priscila. Tenho 25 anos e há 2 meses tenho dores (tipo uma queimação) no seio esquerdo (as vezes acima), debaixo do braço e costas. Nao há nenhum problema ginecológico. Nao fumo, minha pressão é boa e bebo muito pouco. Fico adiando a ida a um cardiologista devido a problemas que estava ultrapassando. É algum sinal preocupante? Obrigada.

  • Emanuelle

    Olá Dr. Pedro, meu nome é Emanuelle tenho 24 anos e faço tratamento para o TOC. Há duas semanas tive fortes dores no peito, fui ao Cardiologista, fiz exames e deu tudo certo. Meu Neurologista disse que tive uma crise de ansiedade e com o remédio que estou tomando não daria mais. Essa semana tive 2 vezes de novo, foi mais forte, com forte dor no braço esquerdo, e no peito esquerdo inteiro e nas costas. Preciso me preocupar?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Fred,

    Tenho um texto sobre maconha, se quiser ler.
    http://www.mdsaude.com/2008/09/marijuana.html

    O uso pontual de maconha é realmente relaxante, mas à longo prazo, ela está associada a distúrbios psiquiátricos, como depressão e crises de ansiedade.

    Acho que pode ter a ver sim. Se eu fosse vc, largava o cigarro e a maconha, e começaria novamente a praticar exercícios com regularidade. Garanto que em menos de 6 meses vc será outra pessoa.

  • fred

    Olá Dr sou Fred , fui ao médico cardiologista e meu coração vai muito bem , hj fiz exames de sangue , colesterol e etc…Check up completo pois nunca havia feito.Aquelas coisas q eu sentia passaram acho q era mesmo nervosismo pq algum motivo.Acho q tenho ansiedade viu Dr . Mas nao queria tomar remedio sera q tem alguma outra forma de trata-la ?Pq com o coração vai indo tudo bem e nao sinto mais aquelas taquicardias exageradas e achando q podia ter 1 infarto.Sou usuario de canabis de longa data mas hj só venho usando um por noite e para relaxar.Será q pode ter alguma relação ? Ah e outra boa , larguei o cigarro ,desde segunda feira sem fumar !e vo manter a firmeza.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Fred,
    Como eu disse, parece muito com ansiedade. Mas antes de procurar ajuda psicológica, vá ao cardiologista, pq isso servirá também para te acalmar. Se o cardiologista também achar que se trata de ansiedade, aí sim, vc deve procurar um psiquiatra.

  • fred

    Oi Dr , sou Fred mais uma vez , nao sou obeso , e larguei o cigarro ha poucos dias .Tenho sentido uma pressão no peito , como uma angustia , as vezes os batimentos aceleram ao extremo e fico ate com medo.E um tipo de queimação bem ao centro do peito , tipo no externo.Sinto tmb um desconforto no peito .O q será Dr ?
    Parece ser de stress é o andam me dizendo.Sugere uma consulta ao psicologo ? Ou psiquiatra ?
    Minha consulta com meu cardiologista é amanha .

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Fred,
    Pode e parece ser só estresse sim. Vamos esperar a consulta com o cardiologista.

    De qualquer maneira, PARE DE FUMAR.

  • Fred

    Olá Drs , tenho 29 anos , sou Fred ativo esportista quando criança e adolescente.Mas de 8 anos pra ca nao tenho feito exercicios.Tenho tido alguns desconfortos e alterações nos batimentos cardiacos algumas vezes.Marquei uma consulta no Cardio , e vou ver o q ele me fala.Será q estou encanado a toa?
    Pq normalmente isso acontece quando como muito e ja tive q tratar uma h pilory no começo do ano.Sou tabagista desde os 17 e estou me esforçando a laragar o cigarro.Pode ser de fundo emocional estas coisas q sinto?

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. Pedro Pinheiro

    Patricia,
    Nenhuma cara de infarto. Pode ser refluxo.
    Procure um médico para te avaliar.

  • PATRICIA

    Dr. Boa tarde!
    A uma semana sinto dores no peito (na região central) que não piora com a respiração e nem com atividade física. Às vezes não é dor, é uma queimação. Tenho 32 anos, não fumo, não bebo, sou magra e me alimento bem. A dor é contínua e incomoda, mas não atrapalha minhas atividades. Pode ser algum problema cardíaco, como um infarto? Às vezes sinto que meu coração dispara. Obrigada

  • FREDY DORTS

    OI DR. PEDRO PINHEIRO , tenho 29 anos , ex-usuario de cigarros,alcool,
    e CRACK ,tive uma esquemia = IAM ,fiquei internado por 8 dias , já fiz os seguintes exames : Eletro, eco doppler ,ck (de sangue).Tomo os seguites remedios : Propanolol,plaketar,AAS,Sinvastatina.
    JÄ fiz a cintilografia por perfusão
    para saber qual foi o “estrago” !!
    Estou com baixa estima e me arrependo do uso das drogas.
    À “Galerinha” Fique Vivo Não Use Drogas !!!!!!! Fredy Dorts Oliveira.

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Ana,
    130 x 60 mmHg ainda não é diagnóstico de hipertensão.

    De qualquer maneira, procure um médio para que el possa confirmar esses valores.

    abs

  • MULHER DE DEUS

    olá dr pedro a seis anos foi diagnosticado q tive um tvp e faço uso diario de marevan 5 mg. so q tem uns dois dias q venho apresentando dor de cabeça, cansaço,tonturas. minha pressão deu uma pequena elevada de 11/6 a 13/6. sera q sou mais uma vitima de ser uma hipertensa? aguardo sua resposta.faço a minha alimentação de acordo coma prescrição medica. aguardo sua resposta, desde ja agradeço pela ajuda profissional. ana claudia e meu imail é wawrodrigues@gmail.com

  • davi de sá

    Obrigado pela atenção dr. Pedro.
    Eu não sou obeso, tenho 88kg e 1,80altura.
    Na minha familia não há história de tromboses (a que eu saiba até parentes de 1 grau não) e eu nunca tive em outras partes do corpo não.

    abraços

  • http://www.blogger.com/profile/07948507723271517173 Dr. PEDRO SARAIVA PINHEIRO

    Davi,

    1- Todo infarto é causado por um trombo que normalmente se forma em cima de placa de ateroma que se instabilizou.

    2- O percentual de novos episódios depende de vários fatores e precisa ser avalaido caso a caso.

    3- Estatisticamente se vc já infartou, o seu risco de novo infarto é maior do que em pessoas que nunca infartaram.

    4- Com certeza a hipertensão e principalmente o cigarro colaboraram para o seu quadro. Vc não me disse se é obeso ou se usa drogas (cocaina é o principal fator de risco em jovens.).

    Ainda assim é pouco comum um infarto aos 28 anos, sem história familiar e com colesterol apenas no limite.

    Na sua familia não tem história de tromboses ? Vc nunca teve trombose em algum outro ponto do corpo ?

    O principal agora é mudar o estilo de vida, nunca mais fumar, controlar bem a pressão e o colestorol, praticar exercícios físicos e emagrecer, se for o caso.

    abs

  • DAVI DE SA CAVALCANTE

    Olá Dr. Pedro achei interesantissimo o seu informativo.Me Chamo Davi,dentista tenho 28 anos, era fumante há 5 anos(25 cigarros media/dia) trabalhava 10hs dia as vezes extressadissimo,sem historia familiar ,colesterol e triglicerideos no limite, Hipertenso, sofri um infarto há mais ou menos 8 meses depois de jogar futebol.Foi diagnosticado um trombo na descendente anterior que obstruia 80% do fluxo (imagens vista em catererismo)fiz AGASTRAT por 72 hs em UTI e depois heparina subcutanea por 15 dias.Fiz praticamente todos os exames possiveis(Ecocardiograma,Teste Hergometrico,eletro,exames hematologicos de mutações etc…
    Resultados todos normais, sem lesão cardiaca,ou insignificativa.Faço o uso de Plavix 75 mg e Benicar anlo 20/5 diariamente.
    Desde o episódio tenho pesadelos,e durante o dias medo de infartar novamente, começo a sentir dores e logo vou ao hospital, faço eletro e teste de enzimas e todos normais (Já retornei umas 10 vezes com esses sintomas e sempre da o mesmo resultado – normal-).
    Desde então preocurei Psiquiatra(estou fazendo tratamento para ansiedade) e um novo Cardiologista(para ter mais segurança).
    Tenho muito medo de Infartar novamente ,existe artigos sobre jovens infartando com trombo?
    Se existe qual é a porcentagem de novos episódios?
    Só pq infartei tenho mais possibilidades de infarto(mesmo tomando todos os remedios) do que outra pessoa.
    Na sua opinião o que deve e em que proporção ocasionou o meu infarto.
    O cigarro tem um papel muito grande nesse episodio, porcentualmente?
    Posso ter uma vida normal a que eu tinha antes?

    Desde já agradeço imensamente a sua atenção.