Vídeo: saiba se os seus rins podem estar doentes

Visite nosso canal no Youtube para ver todos os vídeos já publicados: https://www.youtube.com/mdsaude


Transcrição do vídeo

Os rins são órgãos que filtram o sangue, ou seja, são responsáveis pela eliminação de toxinas e de substâncias que estejam em excesso no nosso organismo.

Eles são órgãos extraordinários capazes de filtrar cerca de 190 litros de sangue a cada 24 horas, o que equivale a limpar todo o sangue mais de 40 vezes por dia.

A insuficiência renal acontece quando os rins ficam doentes e o seu funcionamento fica comprometido.

As principais causas de insuficiência renal crônica são o diabetes e a hipertensão. Mas o tabagismo, a obesidade e o colesterol alto também colaboram para a perda de função dos rins.

A doença renal crônica é, hoje em dia, um problema importante de saúde pública, porque a sua incidência tem vindo a aumentar de forma acelerada nas últimas décadas.

Nos últimos 10 anos, o número de pacientes com insuficiência renal precisando de tratamento com hemodiálise mais do que dobrou.

No Brasil, existe uma estimativa de que mais de 3 milhões de pessoas sejam portadoras de insuficiência renal crônica.

O que mais assusta é que boa parte delas nem sequer desconfia que tem os rins doentes. Muitos só irão descobrir sua doença tarde demais, quando o único tratamento possível será a diálise ou o transplante renal.

Isso ocorre porque a insuficiência renal crônica é uma doença que na maioria dos casos não provoca sintomas até fases muito avançadas.

Habitualmente, não há dor nos rins ou diminuição do volume urinário e nem sempre existem alterações na aparência da urina.

Portanto, como não há sintomas, a única forma de saber se os seus rins funcionam bem é através de um exame simples, como a dosagem da creatinina no sangue e a análise da urina.

A dosagem da creatinina e o exame de urina podem ser feitos em qualquer pessoa, mas devem fazer sempre parte da avaliação médica de rotina de pacientes diabéticos, hipertensos e idosos

Eles também são importantes para pacientes com outros fatores de risco ou história familiar para doença renal.

Lembre-se: os seus rins podem estar doentes sem que você tenha conhecimento. Converse com o seu médico sobre o exame da creatinina. O diagnóstico precoce da doença renal é essencial para o tratamento adequado do paciente.


Autor(es)

Médico graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com títulos de especialista em Medicina Interna e Nefrologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Universidade do Porto e pelo Colégio de Especialidade de Nefrologia de Portugal.

COMENTÁRIOS (por favor, leia as regras do site antes de enviar a sua pergunta).
Temas relacionados
Glomérulo Glomerulonefrite: o que é, sintomas e tratamento
Diálise - insuficiência renal crônica Insuficiência renal crônica: sintomas e tratamento
Cisto no rim Cisto renal (simples, complexo, cortical, Bosniak)
Creatinina Creatinina e ureia [exame para avaliação dos rins]
Rins policísticos Rins policísticos: causas, sintomas e tratamento
Hemodiálise Hemodiálise: o que é, para que serve e como se faz
Diuréticos Diuréticos (remédios e naturais): como funcionam
Fármacos e rins Remédios que fazem mal aos rins (nefrotóxicos)
Pielonefrite O que é pielonefrite (infecção dos rins)
Nefrolitíase Cálculo renal (pedra no rim): causas, tipos e tratamento
Vontade de urinar Urina em Excesso – Vontade de urinar a toda hora
Edema com cacifo Inchaço nas pernas (edema – retenção de líquido)
Diabetes insípidus Diabetes insipidus – Causas, sinais e tratamento
Nefrologista O que faz o médico Nefrologista?
Insuficiência renal aguda - hemodiálise INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA
Doença de Fabry Doença de Fabry – Causas, Sintomas e Tratamento
Hemodiálise Dieta adequada para pacientes em hemodiálise
Doença óssea hemodiálise Metabolismo cálcio-fósforo na insuficiência renal