Coletor menstrual – Como Usar, Prós e Contras

Ecologicamente correto, mais barato e com menos risco de infecção que os absorventes internos.

O coletor menstrual, também chamado de copo menstrual, é um produto que tem como objetivo ser uma alternativa mais prática, econômica e higiênica aos clássicos absorventes íntimos, externos ou internos, utilizados há décadas pelas mulheres.

Apesar de existir desde a década de 1930, o coletor menstrual só tornou-se realmente popular nos últimos anos. As redes sociais, o crescente processo de empoderamento feminino e uma maior consciência ecológica tiveram muita influência nessa recente popularização do dispositivo.

O coletor menstrual é um pequeno copo flexível, feito de silicone, látex ou TPE (Elastômero termoplástico, que um tipo de borracha usado em procedimentos cirúrgicos). Em vez de absorver o fluxo menstrual, como um tampão ou absorvente externo, ele coleta e armazena temporariamente a menstruação.

Neste artigo, vamos abordar os seguintes pontos sobre o coletor menstrual:

  • O que é.
  • Como usá-lo.
  • Como retirá-lo
  • Marcas confiáveis.
  • Tipos e tamanhos de coletores.
  • Vantagens e desvantagens.
  • Dúvidas mais frequentes.

O que é o coletor menstrual

O coletor menstrual faz exatamente aquilo que o nome indica: coleta o sangue expelido durante a menstruação.

O fato do coletor menstrual armazenar em vez de absorver a menstruação é exatamente o que o torna diferente e alegadamente mais vantajoso sob diversos pontos de vista.

Por ser feito de material bastante flexível, o copo menstrual é capaz de se ajustar ao canal vaginal, não provocando nenhum tipo de desconforto à mulher. Se o produto for do tamanho adequado e tiver sido inserido de forma correta, o canal vaginal fica completamente vedado, evitando qualquer tipo de vazamento indesejado.

Em média, o coletor menstrual pode ficar inserido na vagina por 6 a 12 horas seguidas, dependendo do volume do fluxo menstrual. Não há nenhum problema em dormir com o copo menstrual. Após esse período de até 12 horas, o copo deve ser retirado, esvaziado e lavado com água e sabão antes de ser inserido novamente*.

Se utilizado de forma correta, o copo menstrual pode durar por até 10 anos.

* Conforme veremos mais à frente, há também um tipo de coletor menstrual descartável, que deve ser desprezado e substituído por um novo após cada esvaziamento.

Como colocar coletor menstrual

Antes do primeiro uso, aconselhamos esterilizar o produto por 3 a 5 minutos em água fervendo.

Antes da inserção do coletor no canal vaginal, lave bem as mãos com água e sabão.

A introdução do coletor vaginal é feita através dos seguintes passos:

Passo 1: dobre o copo menstrual em forma de “U” ou “C”, conforme a imagem abaixo (outras formas de dobrar o coletor também são aceitáveis, caso você as ache mais fáceis).

Copo menstrual

Passo 2: encontre uma posição confortável, que pode ser sentada no vaso sanitário, de cócoras, deitada com os joelhos fletidos ou mesmo de pé, com uma das pernas levantadas e apoiadas em uma cadeira ou banco.

Não existe uma posição que seja claramente melhor. Com o tempo, você descobrirá qual dessas posições é a mais fácil para você introduzi o coletor.

Passo 3: afaste os grandes lábios, relaxe a musculatura pélvica e introduza o coletor menstrual no canal vaginal com um ângulo de entrada de mais ou menos 45º (isto é, levemente inclinado).

Quando introduzido de forma correta, você sentirá um leve estalo, que ocorre no momento que o coletor abre-se no interior da vagina.

Se houver dificuldade na hora da introdução, um lubrificante vaginal à base de água pode ser usado.

Dependendo da morfologia do canal vaginal, o copo menstrual pode ficar mais ou menos introduzido. O ideal é que você o introduza até sentir que ele ficou confortável.

Tenha atenção, porém, para não introduzi-lo demais, pois você vai precisar alcançar a ponta do coletor facilmente na hora de removê-lo. O coletor vaginal não precisa ser tão introduzido na vagina como um absorvente interno. O ideal é que a ponta não fique mais do que 1,0 cm de distância da entrada do canal vaginal.

Algumas marcas possuem uma haste muito comprida que pode ser cortada de forma que, após a correta introdução do coletor, ela não fique saindo para fora da vagina. Se você pretende cortar a haste, consulte a manual de instruções do coletor para saber como cortar de modo a não danificar o produto.

Passo 4: certifique-se que o copo não ficou dobrado passando o dedo em volta dele. Outra opção é segurar a haste com os dedos e girar gentilmente o coletor para ver se ele está corretamente encaixado no canal vaginal. Se não houver dobras, o copo irá girar sem resistência.

Como retirar o coletor menstrual

Um dos motivos do coletor ficar bem posicionado dentro do canal vaginal é o fato dele formar vácuo, exercendo uma pressão negativa que o impede de cair mesmo quando a mulher está em pé ou até pulando. No momento da remoção do coletor, porém, esse vácuo deixa de ser útil e precisa ser eliminado para que o copo saia sem causar dor.

Antes de iniciar o processo de remoção, lave bem as mãos. Em seguida, posicione-se de forma confortável, relaxe a musculatura pélvica e pressione com o polegar e o indicador  a haste que fica na ponta do coletor, de forma a permitir a entrada de ar e a eliminação do vácuo. Puxe o coletor fazendo uma leve rotação e apertando o meio do copo para ele ficar com tamanho menor. Algumas mulheres preferem fazer força com a musculatura pélvica, como se fossem iniciar uma defecação. Essa contração muscular empurra levemente o coletor para baixo no canal vaginal, facilitando a chegada dos dedos no mesmo.

As primeiras duas ou três remoções podem ser um pouco mais difíceis, mas com a prática, o processo se torna bem mais fácil.

Como e quando lavar o coletor menstrual

O coletor menstrual deve ser esterilizado com água fervendo antes do primeiro uso e após o fim de cada ciclo menstrual, antes dele ser guardado.

Durante a menstruação, o copo deve ser trocado, no mínimo, 2 vezes por dia. Entre as trocas, o coletor pode ser lavado apenas com água fria e sabão.

O coletor menstrual é individual e não deve ser compartilhado com outras pessoas, mesmo depois de lavado.

Quais são as melhores opções de copos menstruais disponíveis no mercado?

Existem diversas marcas de copo menstrual disponíveis no mercado. As mais famosas são:

  • Fleurity.
  • Inciclo.
  • Ladycup.
  • Lunette.
  • MeLuna.
  • Prudence Softcup (descartável).

Os coletores não descartáveis custam cerca de 70 a 90 reais no Brasil e 20 a 30 euros em Portugal. Já a caixa do Prudence Softcup, que é descartável, vem com 4 unidades e custa cerca de 20 reais no Brasil e 5 euros em Portugal.

Vamos falar sucintamente sobre cada uma das principais marcas:

1. Coletor Menstrual Fleurity

O coletor da marca Fleurity é feito de silicone e pode ser encontrado em dois tamanhos:

Tipo 1 – Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já tenham tido filhos (não importando a via do parto). O coletor tipo 1 tem 4,5 cm de diâmetro e 8,2 cm de comprimento, com uma capacidade total de 28 ml.

Tipo 2 – Recomendado para mulheres com menos de 30 anos e que ainda não tenham tido filhos. O coletor tipo 2 tem 4,0 cm de diâmetro e 8,2 cm de comprimento, com uma capacidade total de 25 ml.

2. Coletor Menstrual Inciclo

O coletor da marca Inciclo é feito de silicone e também pode ser encontrado em dois tamanhos:

Inciclo A – Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já tenham tido filhos (não importando a via do parto).

Inciclo B – Recomendado para mulheres com menos de 30 anos e que ainda não tenham tido filhos.

No site do fabricante não há informações sobre o diâmetro e o comprimento do coletor. Eles apenas dizem que a capacidade de armazenamento é de 30 ml.

3. Coletor Menstrual Ladycup

O coletor da marca Ladycup é feito de silicone e pode ser encontrado em dois tamanhos:

Pequeno – Recomendado para mulheres com menos de 25 anos e que ainda não tenham tido filhos. O coletor pequeno tem 4,0 cm de diâmetro e 4,6 cm de comprimento, com uma capacidade total de 21,2 ml.

Grande – Recomendado para mulheres com mais de 25 anos ou que já tenham tido filhos (não importando a via do parto). O coletor grande tem 4,6 cm de diâmetro e 5,3 cm de comprimento, com uma capacidade total de 34,3 ml.

4. Coletor Menstrual Lunette

O coletor da marca Lunette é feito de silicone e pode ser encontrado em dois tamanhos:

Tamanho 1 – Recomendado para mulheres virgens ou com menos de 30 anos e que ainda não tenham tido filhos. O coletor tamanho 1 tem 4,1 cm de diâmetro e 4,7 cm de comprimento, com uma capacidade total de 25 ml.

tamanho 2 – Recomendado para mulheres com mais de 30 anos ou que já tenham tido filhos (não importando a via do parto). O coletor tamanho 2 tem 4,6 cm de diâmetro e 5,2 cm de comprimento, com uma capacidade total de 30 ml.

5. Coletor Menstrual MeLuna

O coletor da marca MeLuna é feito de TPE (Elastómero Termoplástico) e pode ser encontrado em quatro tamanhos:

Tamanho S  – Recomendado para adolescentes ou mulheres virgens. O coletor tamanho S tem 3,8 cm de diâmetro e 4,5 cm de comprimento, com uma capacidade total de 23 ml.

Tamanho M – Recomendado para mulheres que ainda não tiveram filhos. O coletor tamanho M tem 4,1 cm de diâmetro e 4,8 cm de comprimento, com uma capacidade total de 28 ml.

Tamanho L – Recomendado para mulheres que já tiveram filhos ou que apresentem grande índice de massa corporal. O coletor tamanho L tem 4,4 cm de diâmetro e 5,1 cm de comprimento, com uma capacidade total de 34 ml.

Tamanho XL – Recomendado para mulheres com patologias uterinas que provoquem grandes perdas de sangue (menorragia). O coletor tamanho XL tem 4,7 cm de diâmetro e 5,6 cm de comprimento, com uma capacidade total de 42 ml.

6. Coletor menstrual Prudence Softcup

O coletor da marca Prudence Softcup é o único das grandes marcas que é descartável.

Apesar de vir em tamanho único, o fabricante refere que o coletor tem capacidade para permanecer inserido por até 12 horas na maioria das mulheres.

Ao retirar o coletor, o mesmo deve ser desprezado e trocado por um novo.

A grande vantagem do coletor Prudence Softcup é o fato dele ter comprimento menor e ficar inserido mais profundamente no canal vaginal, o que permite que a mulher tenha relações sexuais sem causar incômodos a si mesma ou ao parceiro.

Como escolher o melhor coletor menstrual para o seu caso

O tamanho do coletor menstrual não está necessariamente ligado ao volume do fluxo menstrual.

Uma mulher com menstruação volumosa, mas que ainda não tenha engravidado e tenha um índice de massa corporal baixo, não consegue utilizar um coletor grande pelo simples fato de que este não irá se adaptar bem ao tamanho do seu canal vaginal.

Da mesma forma, uma mulher com mais de 30 anos e 2 filhos, provavelmente vai precisar de um copo de tamanho maior, mesmo que o seu fluxo menstrual seja pequeno.

Se a mulher tiver que utilizar um coletor de tamanho menor, ela pode precisar trocá-lo com mais frequência, a cada 6 ou 8 horas em vez das 12 horas preconizadas.

O importante é que o copo não cause desconforto nem permita vazamentos.

As orientações de tamanho fornecidas no tópico anterior são apenas orientações. Muitas vezes, a mulher precisa testar mais de um tamanho e marca para encontrar aquele que melhor se adapta ao seu corpo.

Não há problema em alternar o uso de um coletor descartável com um não-descartável, caso você queira ter relações durante a menstruação.

Vantagens do coletor menstrual

O coletor menstrual tem ganhado popularidade rapidamente devido às várias vantagens que ele apresenta sobre os absorventes externos e internos. Podemos citar algumas:

  • Não costuma provocar alergias.
  • Um único coletor pode durar até 10 anos.
  • É ecologicamente correto (exceto os descartáveis).
  • É financeiramente mais vantajoso.
  • Apresenta menos odor que os absorventes comuns.
  • Só precisa ser trocado, em média, a cada 8 ou 12 horas (menos trocas diárias que os absorventes comuns).
  • O volume de sangue que ele é capaz de armazenar é maior que o dos absorventes comuns.
  • Tem menos risco de infecção que os absorventes internos.
  • Não interfere com pH vaginal.
  • Não provoca secura vaginal.
  • Menor risco de vazamento.

Desvantagens do coletor menstrual

  • Pode provocar irritação, principalmente se for inserido com as mãos sujas.
  • Há um curva de aprendizado para conseguir inserir o coletor corretamente.
  • Algumas mulheres demoram até encontrar o tamanho correto.
  • A remoção pode ser embaraçosa e provocar alguns acidentes como respingos na roupa, principalmente nos primeiros meses de uso.
  • Alguns ginecologistas não indicam o seu uso em mulheres que utilizam o DIU por risco de deslocamento deste (leia: DIU de Cobre e DIU Mirena – Anticoncepcional Intrauterino). Não é contraindicado, mas é preciso autorização do ginecologista.
  • Não permite ter relações sexuais (exceto os modelos descartáveis).
  • A remoção e inserção em banheiros públicos pode ser difícil, principalmente em locais com má higiene.
  • O coletor não pode ser utilizado no período pós-parto, pois aumenta o risco de infecção e lesão do canal vaginal.

De modo geral, os coletores menstruais são opções melhores que os absorventes íntimos.

Para as mulheres que se adaptam rapidamente ao produto, ele é claramente uma opção muito superior.

O problema, porém, é que para algumas mulheres, a curva de aprendizado e o tempo de adaptação são um pouco longos, o que faz com que algumas delas acabem desistindo do produto.

Dúvidas frequentes sobre copo menstrual

1. O coletor causa dor?

Nos primeiros dias de uso, o coletor pode causar algum desconforto na hora da inserção. Com o tempo, porém, você vai pegar o jeito e a introdução tende a se tornar mais fácil.

O correto é que o copo não provoque dor nem desconforto durante o seu uso. Se ele estiver inserido de forma certa, você vai até se esquecer que o está usando durante alguns períodos do dia.

2. O coletor é tão fácil de ser inserido quanto um absorvente interno?

Não, esse é único ponto em que o coletor é nitidamente inferior aos absorventes. Há uma curva de aprendizado. No início é mais difícil, mas com o tempo vai ficando fácil.

3. Qual é o limite máximo de tempo que posso ficar com o coletor menstrual inserido?

Todos os fabricantes sugerem um tempo máximo de permanência de 12 horas, mesmo que o fluxo menstrual seja pequeno e não consiga encher o copo. O ideal é trocar o coletor no mínimo 2 vezes por dia.

4. O acumulo da menstruação no coletor não provoca cheiro forte?

Não, o que dá origem ao mau odor da menstruação é o contato do sangue com o ar e o algodão. O coletor não tem algodão para absorver o sangue e ainda veda a passagem de ar pelo canal vaginal, sendo muito mais eficaz em impedir odores que os absorventes comuns.

5. Posso praticar atividade física com o coletor inserido?

Sim, o coletor menstrual foi feito de forma a permitir que a mulher consiga fazer todas as suas atividades diárias habituais.

Há relatos de mulheres que utilizam o coletor durante ciclismo, ginástica olímpica, aulas de aeróbica, mergulhos e até saltos de para-quedas.

6. Posso ir à piscina com o coletor?

Sim, estar dentro de uma piscina não aumenta o risco de vazamento.

7. É possível ter relação sexual usando o coletor menstrual?

Na maioria dos casos, não, pois o coletor obstrui o canal vaginal. Porém, os coletores menstruais descartáveis, como o coletor menstrual Prudence Softcup, são bem menores e ficam inseridos mais profundamente, permitindo que a mulher tenha relações sexuais sem desconforto para ela para o parceiro.

8. O coletor menstrual serve como método contraceptivo de barreira?

Não, o coletor menstrual não tem nenhuma ação contraceptiva. Ele serve apenas para armazenas a menstruação, não tendo nenhuma capacidade de prevenir a passagem dos espermatozoides em direção ao útero.

Portanto, apesar do risco de gravidez ser baixo durante a menstruação, o correto é utilizar um método contraceptivo junto com coletor (leia: É POSSÍVEL ENGRAVIDAR ESTANDO MENSTRUADA?).

9. O coletor menstrual impede a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis (DST)?

Não, o coletor menstrual não funciona como método de barreira contra a transmissão das DST.

10. Sou virgem, posso usar o coletor menstrual?

Sim, algumas marcas possuem coletores vaginais de tamanho pequeno que podem ser utilizados por mulheres virgens. Porém, como o orifício vaginal é mais apertado, a inserção do copo pode ser um pouco mais difícil.

11. Existe risco de romper o hímen com o uso do copo menstrual?

Sim, existe sempre o risco de rompimento do hímen. Se isso for uma questão relevante para você, procure o seu ginecologista antes de utilizar o produto.

12. Posso dormir com o coletor?

Sim, o coletor pode permanecer inserido a noite toda

13. O coletor menstrual interfere na lubrificação vaginal?

Não, ao contrário dos absorventes internos, o coletor não absorve a umidade interior da sua vagina nem interfere com o pH vaginal.

14. Posso cortar a haste caso ela incomode ou fique muito pra fora da vagina?

Sim, muitas marcas inclusive incentivam que você corte parte da haste de forma a adequar o tamanho do copo à sua vagina.

15. posso testar um copo vaginal de uma amiga?

Não, para reduzir o risco de transmissão de germes, o copo deve ser de uso individual e intransferível, mesmo que ele seja previamente esterilizado com água fervendo.

16. Posso usar o coletor menstrual junto com um absorvente interno?

Não, tanto o copo quanto o absorvente devem ser usados isoladamente. É um ou outro.

17. Pode haver vazamento de sangue

Pode, mas geralmente isso é sinal que o tamanho do coletor não está adequado para você ou que ele foi inserido de forma incorreta.

Algumas mulheres precisam de 1 ou 2 ciclos menstruais até acertarem o uso do copo.

18. Qual é a vida útil de um coletor menstrual?

Se utilizado de forma correta, o coletor pode durar mais de 10 anos.

19. Posso utilizar lubricantes para facilitar a inserção do coletor?

Sim, lubrificantes à base água são permitidos.

20. Quem tem alergia ao látex pode usar o copo vaginal

Sim, basta utilizar uma das marcas de coletor que não são feitas de látex (a maioria é feita com silicone ou TPE – elastômero termoplástico).

21. Existe risco do copo ficar entalado dentro da vagina?

Não, não há risco do coletor ficar preso de forma definitiva.

Se em algum momento você tiver dificuldade de remover o coletor, relaxe a musculatura pélvica (ficar tensa pode tornar o procedimento mais difícil), mude de posição e procure com os dedos retirar o vácuo de dentro do copo. Fazer força com a musculatura do períneo, como se fosse evacuar, também pode ajudar.

22. posso utilizar o copo menstrual durante um voo de avião?

Sim, não há problema nenhum.

23. O que é melhor para quem tem fluxo menstrual intenso, os absorventes tradicionais ou o coletor?

A capacidade de armazenamento do coletor menstrual é bem maior que o dos absorventes, sendo este mais indicado para quem menstruação volumosa.

24. Como é feita a limpeza do copo?

Após cada retirada, o coletor deve ser lavado com água corrente e sabão neutro. Se puder fazer isso no banho, melhor.

Após o fim de cada ciclo menstrual, o coletor deve ser esterilizado em água fervendo por 3 a 5 minutos e armazenado em local seco e aerado. A maioria das marcas fornece um recipiente para guardar o coletor quando ele não está sendo usado.

25. Como proceder se eu precisar trocar o coletor em um banheiro público?

Aconselhamos que ao sair de casa você sempre carregue um coletor extra na bolsa, principalmente se for ficar muitas horas na rua.

Se você não tiver como limpá-lo de forma adequada, pode utilizar um papel higiênico ou lenços umedecidos. Ao chegar em casa, pode terminar a limpeza do coletor.

26. O coletor pode ser utilizado fora do período menstrual por quem tem corrimento vaginal?

Não, pois o produto não foi concebido com esse objetivo e não há estudos clínicos sobre a segurança do coletor nesses casos.

27. O coletor aumenta o risco de infecção ginecológica?

Não, o coletor é até mais seguro que os absorventes clássicos, se for utilizado da forma correta.

28. Quem tem candidíase de repetição pode utilizar o coletor menstrual?

Sim, em alguns casos, as mulheres referem até redução do número de infecções após iniciarem o uso do copo (leia: Candidíase Vaginal – Causas, Sintomas e Tratamento).

29. Posso utilizar o coletor durante o tratamento para infecção ginecológica?

Não, se você tem uma vulvovaginite e está utilizando pomadas, o ideal é não utilizar o copo menstrual até o fim do tratamento.

30. O coletor menstrual aumenta o risco de infecção urinária?

Não, não há relação alguma entre o uso do coletor e o aumento do risco de ter infecção urinária.

31. O copo menstrual atrapalha na hora de urinar?

Não, a sua urina sai da uretra e não de dentro do canal vaginal. O coletor não interfere em nada na hora de urinar.

32. Quem tem útero invertido pode usar o coletor?

Sim, não há problema algum.

33. O uso do coletor pode alargar o meu canal vaginal?

Não, isso é um mito. Os coletores são extremamente maleáveis, eles não provocam pressão sobre a parede vaginal.

34. Existe limite de idade para o uso do coletor?

Não, toda mulher que menstrua, não importa a idade, pode utilizar o copo.

35. Como saber que o copo está cheio e é hora de esvaziá-lo?

Não há como saber com certeza se o copo está cheio. Você vai aprender qual é a hora certa de esvaziá-lo com o tempo. No início, se você tiver fluxo elevado, pode realizar as trocas a cada 6 horas e ir vendo quanto tempo sua menstruação demora para encher o coletor.

Na imensa maioria da mulheres, se o coletor estiver bem inserido, não ocorrem vazamentos por transbordamento do copo.

36. Qual é o volume de menstruação que o coletor é capaz de armazenar?

A capacidade de armazenamento dos coletores varia de 20 a 40 ml, dependendo do modelo e da marca. Na maioria dos casos, porém, a capacidade é de aproximadamente 30 ml.

Uma mulher perde, em média, 60 ml de sangue a cada ciclo menstrual. Portanto, na maioria dos casos, o volume de armazenamento do coletor é suficiente para não haver vazamentos.

37. Quem usa o DIU pode também usar o coletor menstrual

Sim, mas é preciso ter cuidado para na hora da remoção do copo menstrual para não puxar acidentalmente o fio do DIU, fazendo com que ele saia do lugar.

Nestes casos, o ideal é conversar com o seu ginecologista antes de usar o coletor. Ele pode indicar uma redução do tamanho do fio do DIU para reduzir o risco de deslocamento.

38. Quem toma anticoncepcional hormonal pode usar o copo menstrual?

Se você menstrua, sim. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

39. Como saber qual é a melhor marca para mim?

É difícil dizer de antemão qual é a melhor marca. O ideal é estudar as especificações de cada tipo de coletor para ter uma ideai geral do melhor modelo. Em muitos casos, porém, as mulheres acabam experimentando mais de uma marca antes de decidir qual é a que se sente mais confortável.

40. Quanto custa um coletor menstrual?

Os modelos descartáveis custam cerca de 20 reais e os não descartáveis entre 70 e 100 reais, dependendo da marca.

VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES

2
Deixe um comentário

avatar
300
Danielle
Visitante
Danielle

Durante o uso do coletor, sinto uma grande irritação, como se estivesse com infecção urinária. Sinto uma dor e vontade de ir no banheiro fazer xixi várias vezes. Será que tem relação com o coletor?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OkSaiba mais