FOTOS: Lesões de pele e mucosas provocadas pelo HIV

A síndrome da imunodeficiência adquirida, mais conhecida pelo acrônimo AIDS, é uma doença causada pelo vírus HIV (vírus da imunodeficiência humana), que provoca uma progressiva e lenta queda das nossas defesas imunológicas, deixando o organismo susceptível a inúmeras infecções.

Nesse texto, vamos mostrar algumas fotos doenças de pele e mucosas tipicamente relacionadas à infecção pelo HIV.

Infecção aguda pelo HIV

Chamamos de infecção aguda pelo HIV o quadro viral que surge geralmente entre 2 a 4 semanas após o paciente ter sido contaminado pelo vírus. O sinal mais comum é a febre, porém o rash também é frequente.

Rash da infecção aguda pelo HIV: manchas vermelhas na pele que ocorrem 48 a 72 horas após o início da febre e costumam durar entre 5 e 8 dias.

O rash costuma se apresentar como lesões arredondadas, menores que 1 cm, avermelhadas, com discreto relevo e distribuídas pelo corpo, principalmente no tórax, pescoço e face. Também podem acometer solas dos pés e palmas das mãos.

Para ler sobre infecção aguda pelo HIV, acesse: INFECÇÃO AGUDA PELO HIV – Síndrome retroviral aguda.

Candidíase oral e candidíase esofagiana

A Candida é um fungo que é considerado um membro normal da flora gastrointestinal e geniturinária dos humanos. A maioria das pessoas são colonizadas por Candida e nenhum sintoma apresentam, pois o nosso sistema imune a mantém controlada.

Porém, qualquer desequilíbrio na flora local ou no estado imunológico do paciente pode levar esse fungo a se proliferar e invadir tecidos, causando assim a candidíase. Como a AIDS é uma doença que causa imunossupressão, um dos sintomas mais comuns é o aparecimento da candidíase oral e do esôfago.

A candidíase oral é muito comum no HIV, entretanto, ela não é específica do HIV, podendo ocorrer em várias outras doenças, em crianças, em idosos, em pessoas tomando drogas imunossupressoras e até após cursos prolongados de antibióticos.

Já a candidíase do esôfago é um sinal muito sugestivo de deficiência imunológica. Se já não houver um diagnóstico estabelecido que justifique a imunossupressão, a AIDS deve ser uma hipótese diagnóstica a ser pesquisada.

Temos um texto mais amplo sobre candidíase: CANDIDÍASE | Sintomas e tratamento

Sarcoma de Kaposi

O sarcoma de Kaposi é um câncer indolente, que surge dos tecidos dos vasos sanguíneos e linfáticos. As células cancerígenas do sarcoma de Kaposi formam tumores que normalmente se apresentam clinicamente como nódulos arroxeados ou acastanhadas na pele. Elas lesões podem ser muito dolorosas.

O Kaposi é um tumor típico de pacientes imunossuprimidos. Ele era uma doença muito rara antes da pandemia da AIDS e tem se tornado novamente pouco comum com o advento do coquetel retroviral, que tem controlado bem a proliferação do vírus HIV no organismo.

Temos um texto próprio sobre Kaposi: SARCOMA DE KAPOSI | Sintomas da AIDS.

ARTIGOS SEMELHANTES

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OkSaiba mais