Unha inflamada – paroníquia

Paroníquia é nome dado à infecção bacteriana que surge em feridas ao redor da unha.

27

O que é paroníquia?

A paroníquia, chamada popularmente de panarício ou unheiro, é uma inflamação da pele ao redor da unha, geralmente de origem bacteriana, que surge após ferimentos nesta região.

A paroníquia pode ser aguda, com duração de poucos dias, ou crônica, com duração de várias semanas.

Como surge a paroníquia?

A paroníquia é, na maioria dos casos, uma infecção de origem bacteriana que provoca intensa inflamação na pele do canto da unha. A paroniquia pode surgir nos dedos das mãos ou dos pés.

A inflamação surge quando bactérias comuns da pele conseguem contaminar feridas produzidas ao redor da unha, geralmente após pequenos traumas, como lesões na cutícula, roer as unhas, cortar a unha em excesso, topadas com o dedão do pé, uso de sapatos apertados, ou quando a manicure “tira um bife” do seu dedo.

É importante entender que a pele é uma barreira física que protege o nosso organismo contra germes do meio exterior. Sempre que essa barreira sofre uma lesão, surge uma porta de entrada para que as bactérias da pele tenham acesso aos tecidos mais profundos.

Além de traumas, outras situações também podem provocar pequenas fissuras na pele ao redor da unha, favorecendo a invasão por bactérias.

Entre os principais fatores de risco podemos citar:

  • Traumas ou feridas na região ao redor da unha.
  • Chupar o dedo.
  • Trabalhos que exijam que as mãos fiquem imersas na água por muito tempo.
  • Contato frequente das mãos com produtos químicos.
  • Pessoas que trabalham com jardinagem
  • Diabetes mellitus
  • Pacientes com problemas circulatórios nos membros.

Quais germes provocam inflamação da unha?

Na maioria dos casos, a lesão é invadida por bactérias que colonizam a nossa pele. O agente mais comum é a bactéria Staphylococcus aureus. Outras bactérias da pele também podem causar a paroníquia, entre elas o Streptococcus e a Pseudomonas.

Quando a lesão da pele ao redor da unha é provocada por mordidas ou pelo ato de roer a unha, microrganismos naturais da boca podem ser o agente invasor, incluindo, além do Staphylococcus e do Streptococcus, bactérias como Eikenella corrodens, Fusobacterium, Peptostreptococcus, Prevotella e Porphyromonas.

Se nas paroníquias agudas as bactérias são as causas mais comuns, na forma crônica o agente infeccioso pode ser o fungo Candida albicans. Todavia, mesmo nas formas crônicas, a prevalência de infecção bacteriana também é alta, sendo comum a infecção mista por bactérias e fungos ao mesmo tempo.

A paroníquia crônica, porém, costuma ser causada por um processo eczematoso, com inflamação da pele sem relação com agentes infecciosos.

Nesses casos não há infecção, apenas inflamação. Esta forma é comum em pessoas que trabalham com produtos químicos ou vivem com as mãos úmidas.

Sintomas da paroníquia

A paroníquia aguda geralmente acomete um único dedo e se caracteriza por uma inflamação, com inchaço, vermelhidão e dor, em um dos cantos da unha, na região onde houve o trauma que deu origem à invasão bacteriana.

É comum que a infecção dê origem a um pequeno abscesso, sendo frequentemente possível notar a presença de pus abaixo da pele. O paciente apresenta o canto da unha bem inflamado, com uma pequena mancha branca ou amarelada, que é a coleção de pus logo abaixo da epiderme.

Na forma aguda, a inflamação surge rapidamente, apenas algumas horas depois da pele ser ferida. O quadro evoluiu de forma rápida, e a inflamação atinge seu ápice em mais ou menos 1 ou 2 dias.

Unha inflamada
Paroníquia

Febre não costuma ocorrer, mas se ela estiver presente, isso pode ser um sinal de que a infecção está se espalhando. Uma das complicações comuns da paroníquia é a erisipela ou a celulite.

Paroníquia crônica

A paroníquia crônica é uma resposta inflamatória persistente à exposição repetida a substâncias irritantes ou alérgenas. O quadro costuma ter duração maior que 6 semanas.

A colonização da lesão por fungos ou bactérias pode acontecer, mas é considerada uma ocorrência secundária e não o evento inicial que desencadeia a inflamação.

Na forma crônica a unha costuma estar menos inflamada e não é habitual haver coleção de pus. As pontas dos dedos acometidos podem ficar inchadas, mas a dor e a vermelhidão não são tão importantes. Mais de uma unha pode encontra-se inflamada ao mesmo tempo.

Nos casos de infecção por fungos, o quadro tem instalação mais lenta, demorando dias para a inflamação surgir plenamente.

Tratamento da unha inflamada

Paroníquia aguda

Na maioria dos casos, a paroníquia pode ser tratada apenas com compressas quentes, 3 a 4 vezes por dia, e higiene adequada do local.

Se houver sinais de pus, o recomendado é drená-lo. Se a quantidade de pus for pequena, uma massagem suave no dedo imerso em água morna costuma facilitar a drenagem. Lembre-se de manter a região sempre bem limpa para evitar reinfecções. Se o inchaço e a coleção de pus forem grandes, o ideal é que a drenagem seja feita por um médico. Não tente espremer abscessos em casa.

Na maioria dos casos não é necessário usar antibióticos, mas se a lesão estiver piorando progressivamente, eles podem ser indicados para impedir a disseminação da bactéria para tecidos mais profundos. Os antibióticos mais usados são a cefalexina, amoxicilina + clavulanato ou clindamicina.

Paroníquia crônica

Nos casos de paroníquia crônica, as medidas mais indicadas são evitar a umidade e o contato com produtos químicos nos dedos afetados.

Para acelerar a cura, pomadas contendo antifúngicos (cetoconazol, itraconazol ou fluconazol) ou tacrolimos podem ser usadas, mas as pomadas contendo corticoides, como a betametasona, são as melhores opções se não houver infecção na lesão.

Referências


ARTIGOS SEMELHANTES
27 Comentários
  1. Adriana Bastos

    a minha filha tem um canto de unha ta inflamado ja faz meses..tou amornando agua todo dia pra ver se estoura sem precisar de ir pro medico .o que vc acha?….

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Acho que se isso já tem meses, o ideal é levá-la ao médico. Pode não ser o que você imagina.

  2. Lili

    meu filho fica com manchas brancas na pele quando a ferida sara,no local onde estava a ferida fica uma manchinha branca

  3. Gabriel

    Doutor, eu estava com a paroníquia e entroduzi o dedo na vagina de uma mulher, corro o risco de pegar alguma DST ou até mesmo o HIV? detalhe que meu dedo já estava inchado e com pus, no dia seguinte eu furei e extrai o pus, dois dias depois meu dedo já estava quase bom, abraços!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Teoricamente sim, há risco, mas ele é baixo.

  4. Gabriel

    eu li as regras, fiz como pediram e mesmo assim deletaram a pergunta..

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD.Saúde

      Gabriel, conforme as regras deixam claro, nem todas as perguntas são respondidas. Eu, neste exato momento, ainda tenho 1350 perguntas para ler, aprovar e responder. É humanamente impossível eu responder a todos. O site é gratuito, eu não tenho uma fonte de renda que me permita contratar algum outro médico para responder milhares de perguntas dos leitores. Espero que você compreenda.

  5. Gonçalo

    Tenho o dedo inflamado á algumas semanas(2semanas) o que faço?

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Dependendo da gravidade da inflamação, pode ser necessário alguma intervenção médica, seja com antibióticos ou com retirada da unha.

      1. Edgar peixoto

        retirada da unha????? O_O oh my god!!!

  6. kelly

    doutor estou com o canto da unha inflamado com vernelhidao, e soltando pus e esta bastante dolorido depois de uma coticula tira mas ja estou tomando intibiotico e antiflamatorio juntamente aplicando um spray no local quero saber quantos dias mais ou menos para a melhora?? desde ja agradeço

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Em 1 ou 2 dias tem que ter sinais de melhoria.

  7. Renata

    Boa noite, uma manicure fez minha unha há praticamente 1 mês, e ela tirou mt bife, dps de uma semana comecei a criar pequenos pus, e paroníquia no canto do meu dedão esquerdo, todos os outros já estão sarados, só esse q ainda tá . estou embebedando água oxigenada em uma pequena parte do algodão e pondo no em cima do dedo e deixando ele um pouco lá até o algodão secar, faço todos os dias isso, já deu uma grande melhorada, mais ainda dói se eu bater o dedo em algum lugar e até msm para por tênis. Como poderia fazer para ter uma cicatrização mais rápida? desde já agradecida!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Melhor coisa é água quente. Deixe o pé durante 5 a 10 minutos em uma bacia com água quente (não fervendo) e depois seque bem e passe algum produto anti-séptico. Faça isso 2x por dia.

  8. Luis Fiuza

    Muito boa explicação! Sou mais um que foi ajudado pelo site. Obrigado por vocês existirem na Internet, ajudando pessoas. Deus abençoe.

  9. adiano rogerio da silva

    doutor estou com o dedão do pé inflamado,bem embaixo da unha tá com pus e lateja muito. O que devo fazer uma pomada como nebacetin resolve ??

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Só o nebacetin não deve ser suficiente. Se for unha encravada, tem que desencravar.

  10. Edgar peixoto

    o q que é drenagem? e Doutor, e se o pus tiver com sangue???

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Drenar no caso é retirar o pus. Normalmente há sangue junto.

  11. Edgar peixoto

    e como vou saber se a unha esta encravada????

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      O dedo tem que estar inflamado e doendo.

  12. Sandro

    Boa noite dr. Meu filho machucou o dedo.. levantou a unha com a batida da porta a duas semanas e nada resolve.. a unha caiu mas continua a unha nová com pus estou passando Trok N o q mais posso fazer?

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Tem que levá-lo ao médico. Se ainda há coleção de pus, talvez tenha que drenar e/ou fazer antibiótico.

  13. Douglas Natureza

    Dr. Pedro meu querido, grato desde já pela atenciosidade, lhe pergunto: Quando o abscesso ou pus se aloja embaixo da unha do pé, qual seria as medidas à serem tomada para tira-lo?. Belo dia e muita luz.

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      O procedimento habitual em relação aos abscessos costuma ser a drenagem do pus, que deve ser feita sempre por um médico.

  14. Solange Kaneko

    Excelente a matéria, ajudou muito. Fui fazer minha unha e cutuquei o cantinho, acabou lesando, doi muito, já sei o nome da inflamação e qual procedimento usar, agora vou seguir as recomendações. Obrigada.

  15. Thiago Wirz (21986178283)

    Puts, me ajudou muito. Obrigado.

Qual é a sua dúvida?

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OkSaiba mais