VÍDEO: Quantas células e bactérias existem no nosso corpo?

0

Visite nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/mdsaude

Transcrição do vídeo

Todos os seres vivos, sejam eles bactérias, fungos, plantas ou animais, são compostos por células, que são as nossas unidades básicas funcionais e estruturais.

Alguns seres vivos, como as bactérias, são chamados de unicelulares, pois eles são compostos por apenas uma única célula.

Já o ser humano, que é o produto de bilhões de anos de evolução, é um ser pluricelular, formado por uma quantidade literalmente incontável de células.

Temos tantas células no nosso corpo que se fôssemos contá-las uma a uma demoraríamos cerca de 300 mil anos para terminar.

Mas o fato do número de células ser incontável não significa que ele não possa ser estimado de forma relativamente precisa.

Existem várias formas diferentes de se estimar o número de células do nosso corpo, incluindo análises de DNA, contagem automatizada de células sanguíneas e até avaliação do peso e da densidade de diferentes órgãos através de exames de ressonância magnética.

Os estudos mais recentes sobre o assunto estimam que um adulto com cerca de 70 quilos possui algo em torno de 30 trilhões de células.

Mas esse cálculo leva em conta apenas as células humanas, nosso organismo serve de lar para mais de 40 trilhões de bactérias de diversos tipos, grande parte delas presentes no nosso intestino.

Isso significa que o seu corpo possui mais bactérias do que células humanas e que das 70 trilhões de células que compõem o seu organismo, somente 40% possuem o seu DNA.

Mas a história fica ainda mais interessante quando avaliamos o quanto cada uma dessas células contribui para o nosso preço total.

Por exemplo: apesar das bactérias representarem 60% do número total de células do nosso organismo, o peso delas corresponde a míseros 200 gramas, ou seja, apenas a 0,3% do nosso peso.

Isso acontece porque as bactérias que vivem conosco são muito menores que as nossas células naturais, principalmente aquelas que formam nossos músculos e o tecido gorduroso.

Para se ter uma ideia, uma célula muscular humana chega a ser até 10 mil vezes mais volumosa que uma bactéria intestinal.

Mas essa desproporção de massa não ocorre somente entre uma célula bacteriana e uma célula humana, entre as nossas próprias células existe também uma grande variação de volume.

Cerca de 90% de todas as células humanas estão presentes na corrente sanguínea. Só de hemácias, conhecidas também como glóbulos vermelhos, nós temos cerca de 25 trilhões de células.

Essas células sanguíneas são pequenas e pesam em conjunto algo em torno de dois quilos e meio.

Para que essa desproporção entre a quantidade de células e o seu peso fique mais clara, veja o seguinte exemplo:

Imagine um homem de 70 quilos que possui cerca de 70 trilhões de células. Vamos dividir suas células em quatro grupos:

  • bactérias, que correspondem a 40 trilhões de células;
  • glóbulos vermelhos, que correspondem a 25 trilhões de células;
  • células dos ossos, de todos os órgãos, medula óssea, pele e vasos sanguíneos, que correspondem a 4.94 trilhões de células;
  • células dos músculos e da gordura, que correspondem a 60 bilhões de células.

Os grupos 1, 2 e 3 correspondem a 99,9% do total de células do nosso corpo, mas juntos pesam apenas cerca de 13 quilos.

Somente as células dos músculos e do tecido gorduroso, que correspondem a míseros 0,1% do total de células, pesam quase três vezes mais, totalizando 35 quilos.

Isso significa que cerca de 80% do seu peso total é composto basicamente por água e apenas 0,1% das suas células.

VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES