Benefícios e Perigos da dieta Dukan

Adorada por parte dos usuários, detestada pelos nutricionistas. Entenda porque a Dieta Dukan não convence a comunidade científica.

A indústria das dietas é uma das áreas da saúde mais rentáveis da atualidade. Anualmente somos bombardeados com diversas novas “dietas milagrosas” que prometem relevante perda de peso com mínimo esforço. De tempos em tempos, algumas dessas dietas conquistam celebridades, geralmente modelos ou atrizes famosas, e passam a ter grande visibilidade nos meios de comunicação.

A dieta Dukan, criada pelo médico francês Pierre Dukan, ganhou muita notoriedade nos últimos anos, depois que celebridades, como Jennifer Lopez, Giselle Bundchen, Penelope Cruz e Kate Middleton, tornaram público que eram adeptas da dieta.

Porém, da mesma forma que a fama rendeu milhões de dólares ao seu autor e tornou a dieta uma das mais famosas do mundo, houve também uma enxurrada de críticas de várias sociedades médicas e de nutrição, principalmente da British Dietetic Association, que desde 2010 contraindica o seu uso e classifica a dieta Dukan entre as 5 piores “dietas dos famosos”*.

O auge dos ataques ocorreu em Janeiro de 2014 quando a Ordem dos Médicos da França cassou a licença médica do Dr. Pierre sob a alegação de quebra do código de ética, devido à excessiva promoção comercial de produtos sem a devida comprovação científica.

* (http://www.nhs.uk/news/2011/11November/Pages/dukan-diet-celebrity-diets-unproven-dangerous.aspx)

A dieta Dukan não é cientificamente reconhecida porque os seus autores nunca tiveram interesse em submetê-la a estudos rigorosos, principalmente no que tange a parte dos efeitos colaterais e eficácia a longo prazo.

Por outro lado, parece ser inegável que a dieta funciona a curto prazo, principalmente para aqueles pacientes que pretendem perder até 10 quilos. Porém, como não há grandes estudos científicos sobre a dieta, é impossível dizer exatamente qual é a sua taxa de sucesso. Há muita propaganda e poucas evidências científicas. Em saúde, isso não costuma ser um bom sinal.

Neste artigo vamos explicar o que é a dieta Dukan, quais são os seus resultados em relação à perda de peso e por que ela sofre tantas críticas das entidades de saúde.

O que é a dieta Dukan

A dieta Dukan, apesar de sua roupagem moderna, é, na verdade, uma releitura da também famosa dieta do Dr. Atkins, muito popular nas décadas de 1970 e 1980.

Assim como a dieta Atkins, a dieta Dukan é baseada em uma rigorosa restrição a alimentos ricos em carboidratos e um grande estímulo ao consumo de alimentos ricos em proteína animal. A diferença entre ambas dietas está no fato da última também ser muito restritiva em relação às gorduras.

Portanto, na dieta Dukan, o paciente pode comer grandes quantidades de proteína animal ou vegetal e quase nenhuma quantidade de carboidratos e gordura.

A dieta do Dr. Pierre Dukan é dividida em 4 fases:

1ª fase da dieta Dukan: fase de ataque

Essa fase é bem simples. O paciente só pode comer carnes magras, a quantidade que quiser ao longo do dia. O autor fornece uma lista de 72 fontes de proteínas, incluindo carne de vaca, peixes, aves sem pele, ovos, leite desnatado, queijos magros, tofu, seitam e soja. Apenas carne de porco, cordeiro, pato e ganso não são permitidas.

Fora o consumo de proteínas, nesta primeira fase, só é indicado o consumo de 1 colher e meia de farelo de aveia e cerca de um litro e meio de água por dia.

Essa fase dura até 10 dias, e o objetivo é perder pelo menos 2 a 5 quilos.

2ª fase da dieta Dukan: fase de cruzeiro

Na fase de cruzeiro o paciente pode comer os mesmos alimentos da fase 1, mais alguns vegetais pobres em carboidratos em dias alternados. Portanto, em um dia você come só proteína e no outro você come proteína e algum vegetal sem carboidrato.

Exemplos de vegetais permitidos: alface, agrião, rúcula, escarola, tomate, berinjela, pimentão, azeitona, abóbora, cogumelo, pepino e aipo.

Essa fase dura o tempo que for necessário para o paciente atingir o peso desejado. A velocidade de perda de peso nesta fase é de 1 a 2 quilos por semana.

3ª fase da dieta Dukan: fase de consolidação

Uma vez que o paciente tenha atingido o peso desejado, ele pode passar para a terceira fase da dieta. A fase de consolidação dura 10 dias para quilo de peso perdido. Portanto, se o paciente até aqui perdeu 10 quilos, ele deverá permanecer na fase 3 por 100 dias; se perdeu 15 quilos, a fase 3 durará 150 dias, e assim por diante.

Nesta fase o paciente pode comer proteínas (inclusive as proibidas nas 2 primeiras fases) e vegetais sem carboidratos à vontade, sem precisar alternar dias. A partir de agora, a dieta permite a introdução gradual de frutas, pão, massas e queijos gordurosos. 1 a 2 vezes por semana o paciente pode fugir da dieta, comendo aquilo que desejar.

4ª fase da dieta Dukan: fase de estabilização

A partir desta fase o paciente fica liberado para comer o que bem entender, contando que siga as seguintes 3 regras:
– 1 dia por semana ele deve comer somente proteínas como fazia na fase 1.
– Comer 3 colheres de sopa de farelo por dia.
– Caminhada de 20 minutos por dia.

A dieta Dukan funciona?

Sim, os pacientes realmente emagrecem com essa dieta, principalmente quando pensamos apenas no curto prazo.

Qualquer dieta para ser efetiva precisa fazer com que o paciente ingira menos calorias do que ela gasta no seu dia a dia. Emagrecer ou engordar é uma simples conta aritmética. Se o paciente gasta 2000 calorias por dia e ingere apenas 1500, ele irá emagrecer. Se o paciente gasta 2000 calorias pro dia e ingere 2500, ele irá engordar. É simples assim.

Como a dieta Dukan restringe muito o consumo de calorias, ela realmente causa relevante perda de peso nas suas fases iniciais. Em média, o consumo calórico diário nas 3 primeiras fases da dieta fica ao redor de 1000 calorias por dia, o que é suficiente para uma perda de 0,5 a 1 kg por semana na maioria das pessoas.

Portanto, as principais críticas à dieta não são em relação a sua efetividade a curto prazo, mas sim à ausência de estudos científicos, principalmente quanto à sua segurança e eficácia a longo prazo.

Críticas à dieta Dukan

A dieta Dukan não ensina o paciente a comer melhor, não muda os seus hábitos alimentares e não dá ênfase à atividade física para que o paciente perca calorias fazendo exercícios e melhorando o seu condicionamento cardiorrespiratório. O programa até sugere caminhadas diárias, mas o foco principal é mesmo a restrição de carboidratos e gorduras. Isso significa que sua efetividade a longo prazo não é das melhores.

Outro grave problema da dieta é que nas fases iniciais há restrição completa de alguns grupos alimentares. Não é recomendado subtrair de forma radical carboidratos e gorduras da dieta. Isso implica em impedir o paciente de consumir nutrientes importantes para a sua saúde.

A quantidade de proteínas ingerida pelo paciente, que se dá de forma praticamente exclusiva nas primeiras semanas de dieta, também é alvo de preocupação.  Proteínas são importantes, mas não devem ser a única fonte de alimento. Aliás, nenhuma fonte de alimento isoladamente é recomendada. O que torna uma dieta saudável é exatamente o equilíbrio entre as diversas fontes de nutrientes.

Um estudo realizado na Polônia em 2015 com 51 mulheres entre 19 e 64 anos mostrou que durante as 3 primeiras fases da dieta Dukan, que podem durar vários meses, a dieta dos pacientes estava totalmente desequilibrada, com ingestão acima do recomendado de nutrientes como proteínas, fósforo, vitamina A e sódio, e abaixo do recomendado para carboidratos, vitamina C, ferro, potássio e ácido fólico.

A principal fonte de energia para as nossas células é a glicose e sua principal origem são os carboidratos. Quando o paciente assume uma dieta sem carboidratos, o organismo precisa lançar mãos de alguns mecanismos para obter a energia que tanto necessita. O modo mais simples é através da queima dos estoques de gordura, fazendo com que o organismo produza corpos cetônicos, substâncias ácidas originadas da quebra da gordura em ácido graxo, que são utilizados como fonte energética alternativa à glicose.

A dieta Dukan é, portanto, uma dieta cetogênica, e boa parte dos seus efeitos colaterais vêm deste estado de cetose.

Efeitos colaterais da dieta Dukan

Dietas cetogênicas são velhas conhecidas da medicina, pois nas primeiras décadas do século XX eram a única forma de tratamento de pacientes com epilepsia. A própria dieta do Dr. Atkins já foi estudada como alternativa para controlar epilepsia em crianças.

É graças à cetose que o paciente consegue perder peso rapidamente nas primeiras semanas. Mas ao contrário do que o paciente imagina, relevante parte desse peso perdido não é gordura, mas sim água. A acidose gerada pelos corpos cetônicos faz com que o rim tenha de trabalhar mais para impedir que o sangue torne-se muito ácido. Isso significa eliminar na urina grandes quantidade de ácido, que costumam ir junto de sódio e água. Portanto, o paciente desidrata nos primeiros dias de dieta. Por isso, indica-se o consumo de pelo menos 1,5 litro de água por dia nas fases iniciais.

Efeitos colaterais comuns da dieta Dukan provocados tanto pela desidratação quanto pela cetose são náuseas, mal-estar, mau hálito (conhecido como hálito cetônico), boca seca, dor de cabeça e fraqueza. A falta de fibras colabora para prisão de ventre, motivo pelo qual é recomendada a ingestão de farelo de aveia.

O consumo excessivo e quase que exclusivo de proteínas aumenta o risco de doenças renais, principalmente a formação de pedras nos rins. Lesão renal aguda pelo excesso de proteínas também é uma preocupação nos pacientes que já possam ter alguma lesão renal prévia (muitas vezes desconhecida pelo paciente). Aumento nos níveis de ácido úrico e maior risco de desenvolvimento de gota também são efeitos colateiras possíveis das dietas cetogênicas. Elevação do nível de colesterol e redução da massa óssea (osteoporose) são outros problemas potenciais desta dieta.

Dietas com grandes restrições de carboidratos e consumo excessivo de proteínas também já foram relatadas como causa de cetoacidose, um efeito colateral potencialmente grave provocado pelo aumento da produção de ácidos no sangue.

Durante as diversas fases da dieta, o paciente pode apresentar o famoso efeito sanfona, que é a perda e o ganho de peso de forma cíclica. Hoje em dia sabemos que essa é a pior forma de emagrecer, pois é a que está mais associada a riscos cardiovasculares. É menos perigoso não emagrecer nada do que alternar de forma rápida ganhos e perdas de massa gorda.

Além disso, nos últimos anos, as evidências de que exista uma relação entre o alto consumo de carnes vermelhes e a incidência de alguns tipos de cânceres têm se tornado cada vez mais fortes. Muitas pessoas que aderem à dieta Dukan acabam aumentando muito o seu consumo de carne vermelha, apesar desta não ser a única opção de carnes da dieta (leia: CARNE VERMELHA REALMENTE CAUSA CÂNCER?).

Veredito sobre a dieta Dukan

Por tudo o que foi explicado neste artigo, diversas sociedades médicas e de nutrição não consideram a dieta Dukan uma opção aceitável para perder peso. O efeito a longo prazo é pobre, o paciente pode variar muito de peso ao longo da dieta (efeito sanfona), há graves restrições nutricionais e os efeitos colaterais podem ser graves.

Um estudo feito na França com 5000 pessoas que se submeteram à dieta mostrou que cerca de metade delas já havia engordado tudo de novo em menos de 1 ano; e após 4 anos, quase 90% das pessoas tinham o mesmo ou até mais peso que antes da dieta. Isso nos mostra que a dieta Dukan, além de não ser saudável, não ajuda o paciente a perder peso de forma persistente.

O dieta do Dr. Dukan já existe há vários anos, rende muito dinheiro e tem centenas de milhares de adeptos, muitos deles com boa resposta em relação à perda de peso a curto prazo. Não há motivos, portanto, para que os seus apologistas ainda não tenham realizado um grande estudo científico sobre a mesma. Basta um grande estudo, com boa metologia científica e seguimento dos pacientes por alguns anos, para que a comunidade científica passe a ver a dieta Dukan com menos restrições. Enquanto isso não ocorrer, infelizmente, não é possível indicar esse tipo de dieta para a população.

VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES

85
Deixe um comentário

avatar
300
Val Sartorelli
Visitante
Val Sartorelli

Na minha pequena e humilde opinião, essa “guerra” de isso é péssimo, isso é ótimo só tem relação com uma coisa: GRANA! Sou adepto de uma alimentação, podemos dizer, cetogênica, emagreci 10 kgs, estou ótimo, como muitos vegetais, legumes, verduras, oleaginosas, ovos, gordura e muitas outras coisas que adoro!
Me sinto bem alimentado, muito mais do que quando a base de minha alimentação era mesma da pirâmide “mentirosa”, que mesmo defasada ainda é amplamente e erroneamente difundida. Cortei carboidratos ao máximo, assim como, trigo e açúcar, ao que me consta na minha alimentação tenho todo o que preciso para ser completamente saudável!!!! Quando a medicina ou a ciência tiver realizado estudos sérios randomizados provando tudo o que está escrito acima, posso até mudar minha opinião, do contrário, estudos por associação, não me convencem mais!!!

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Val, você parece que não entendeu o texto. O texto é sobre a falta de evidências científicas da Dieta Dukan. Além disso, a “ciência” não é uma entidade, a “ciência” não prova nada. É como dizer, eu quero que a “saúde” prove que isso está certo. Ciência é o termo utilizado para o acúmulo de conhecimento produzido através do método científico. O que eu digo no texto é que a dieta Dukan não teve sua eficácia e segurança testadas através do método científico. Só isso. O problema é que as pessoas não entendem como o método científico funciona e acabam valorizando de forma exacerbada a própria experiência pessoal. E acabam defendendo de forma passional tratamentos baseados em pseudociência ou na base do “comigo funcionou”. O mesmo ocorre com homeopatia, medicina ortomolecular, iridologia, piramidologia, numerologia, astrologia, ufologia… Duvido que você aceitasse que os remédios da indústria farmacêutica passassem a ser comercializados sem antes passar pelo crivo dos estudos científicos e sem terem evidências claras de eficácia e segurança. Mas você defende uma dieta que não passou por nenhum desses testes. A única coisa que eu peço é que me mostrem estudos randomizados e com grupo controle demonstrando que a dieta Dukan… Read more »

Erika Morais
Visitante
Erika Morais

Dr. Pedro, estou fazendo a dieta Dukan e já emagreci 20 kg. Também faço academia 5x por semana. Já emagreci 30 kg 2 vezes; engordei de novo todas as vezes pois tomo remédios psiquiátricos. As 2 vezes que emagreci foram com nutricionistas e academia, mas da forma convencional, com suas porcentagens de gordura, carboidratos e proteínas, ou seja, com todos os grupos alimentares. Creio que todas as dietas são válidas se acompanhadas por profissionais. Hoje faço Dukan com acompanhamento de uma endócrino, que me pede exames dos rins e colesterol e triglicérides a cada 2 meses e para minha surpresa meus rins estão em ordem e meu colesterol e triglicérides passaram de 300 para 130 sem remédios. Faço academia com acompanhamento de um personal que não é fã da Dukan, mas percebeu que meu corpo se adequou bem, que não tenho tonturas, mau hálito, náuseas e dor de cabeça, nem quando treino pesado. Acho válido alguns comentários pois só quem passou ou passa pela dieta pode definir os resultados e seus sintomas. Acho também que sim, faltam mais estudos comprovando sua eficácia e seus potenciais efeitos colaterais nocivos à saúde. Obrigada e parabéns pelo artigo.

Renata Silva
Visitante
Renata Silva

Eu me senti muito mal, tive mau hálito, boca seca com gosto estranho, tonturas, dificuldade pra dormir e fiquei muito enjoada e de mau humor. E o meu colesterol que já era alto disparou. Pode até ter funcionado para alguns, mas pra mim não foi bom.

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

É por isso que os estudos clínicos fazem tanta falta. Há gente que ama a dieta e há gente que odeia. Para que as pessoas deixem de assumir posições radicais em defesa e ou contra a dieta é que existem os estudos científicos. Infelizmente, a dieta Dukan nunca foi submetida a um grande e independente estudo clínico de longo prazo. Provavelmente, os estudos nunca foram feitos porque o número de pessoas como você, que não toleraram a dieta, deve ser alto. Imaginemos a seguinte situação: se a cada 10 pessoas que fazem a dieta há 3 que sentem-se muito mal, isso significa que ela é ótima pra 70% e péssima para 30%, o que é uma taxa alarmante. Sem os estudos, é óbvio que a opinião dos 70% beneficiados vai ser muito mais ouvida e difundida do que a da minoria. Mas 30% de efeitos colaterais importantes é uma taxa muito alta, que obrigaria as agências de saúde do mundo inteiro a tomar providências contra a dieta, o que seria desastroso para um negócio que movimenta milhões de dólares. Repito o que tenho dito, se a dieta é assim tão maravilhosa, por que os seus autores ainda não a submeteram… Read more »

Laila Schulze
Visitante
Laila Schulze

Boa Noite Dr. Pedro! Li seu artigo da mesma forma que li o livro do Dr. Dukan…acho que pra todos se aparecerem (ter fama) é necessário (criar) aquilo que leva discussão e debate. Existe sim a grande restrição e comecei a fazer a dieta do Dr. Dukan que se for analisada é quase a mesma dieta que se usa pós – bariátrica, digo porque fiz a bariátrica e foi como comecei a comer, a primeira e principal alimentação seja em almoço ou jantar é a carne (proteína)…o queijo é fundamental pros ossos…os legumes são liberados depois de um mês da bariátrica e depois que se adaptou com a carne, ai sim libera os carboidratos. Acredito que muitos voltaram a engordar não pelo fato de ter feito apenas a 1 ou 2 fase, conforme o livro diz, precisa seguir a risca a 3 e 4 fase e com certeza não fazem ou dão as famosas escapadas e por isso muitos voltam a engordam acreditando que depois do peso certo jamais vão engordar…pura ilusão. Fiz a bariátrica a 2 anos e 10 meses…engordei 7kg sendo que precisei engordar 3 para uma cirurgia e quero manter no que tinha. Tenho pedra no rim,… Read more »

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

O site e o livro seriam banidos por quem? As sociedades de medicina e nutrição não têm poder de censurar ou retirar de circulação nenhum livro ou site. O máximo que se pode fazer são críticas públicas. O que ele faz não é crime pra ser banido pela justiça. A crítica é porque ele publica orientações não baseadas em amplos estudos clínicos. Igual a esse livro existem dezenas em todo o mundo. Aliás, o que mais existe atualmente é medicina alternativa não baseada em estudos científicos.

Você tomaria um medicamento que pode causar efeitos colaterais importantes se ele não tivesse sido previamente aprovado por estudos científicos? Você aceitaria se submeter a um tratamento potencialmente danoso que nunca tivesse sido estudado em ensaios clínicos? Você aceitaria passar por exames médicos cuja a segurança nunca foi estudada? Essa é a crítica que a maioria das pessoas parece não conseguir entender.

Não se faz ciência sem estudos científicos. Medicina é ciência.O dia que o Dr. Dukan publicar um grande ensaio clínico sobre a sua dieta, todas as críticas desaparecerão. Dinheiro e pacientes para o estudo com certeza não lhe faltam.

jaqueline
Visitante
jaqueline

Nao vejo nada de bom nessa dieta. Fala serio quando vcs estiverem mais velhos vao ver o resultado. A Falta que os nutrientes q vcs nao usaram vao fazer. Nao faço dieta assim pesada que coloque minha saude em risco.
Mais fiz uma reeducaçao alimentar agora por esse dias e perdi 8kg. Nao precisamos de dieta dukan sei la nps mesmo termos capacidade de mudar nossos hábitos. E eu como de tudo mais moderado. Pense bem nao coloque em risco suas vidas.

Luis Fernando De Alvarenga
Visitante
Luis Fernando De Alvarenga

Durante o processo evolutivo do homem, onde ele achou tantas fontes de carboidratos? Pq se registros históricos agricultura começou a 10000 anos, nao tinhamos carboidratos a vontade, os graos nao eram melhorados geneticamente e eram pobres em carboidratos. Como podem os carboidratos serem a maior fonte de energia da célula se foi uma fonte mais dificil de achar, ja que a maior parte da historia dos hominídeos todos eram majoritariamente caçadores? O fato de carboidrato ser quebrado com mais facilidade que lípideos e proteinas nao indica que eles devem ser ingeridos em maiores quantidades, trata -se apenas de estrutura molecular. Se fossemos tao aptos a ingerir altas quantidades de carboidratos não teríamos tantos problemas com insulina. Acho importante o equilíbrio nutricional, porém a velha piramide alimentar ja foi modificada por diversos países. Não faço a dieta dukan apenas reduzi a quantidade de carboidratos e passei a ingerir mais fibras juntos com esses carboidratos nunca mais tive aquela sonolência após comer.

priscila souza
Visitante
priscila souza

sou a priscila e acho q nao devian fazer essa dieta,motivos por doenças, anemia,fraquesas.dores de cabeça pedra nos rins,vcs pode achar normal mas la na freite isso vai fazer um mal terrivel,a dieta dukan pode matar,vcs tenque pensar na vida de vcs se vale a pena mesmo proocurem um medico nutricionista sou psicologa e ja passei por perca de passoas por causa dessa dieta,bem eu deixo a minha opiniao

Elloradana Biesek
Visitante
Elloradana Biesek

Eu vou fazer a dieta Dukan como está no site da própria na primeira fase ( que me foi indicada à durar apenas 3 dias só ingerindo proteínas mais farelo de aveia e 2200 ml de água por dia) vou fazer tudo certinho até a fase de consolidação que DEVE DURAR A VIDA INTEIRA e se não der certo volto aqui e explico o que deu errado. Beijinhos.

Danielly F. Bravo
Visitante
Danielly F. Bravo

Olá! Estudei bastante antes de iniciar a dieta. Li alguns livros e artigos e vi prós e contras. O emagrecimento rápido é um grande ponto a favor contudo a restrição de outros grupos alimentares é um ponto contra. Ainda assim decidi começar a dieta Dukan ( já tinha feito a Atikins há alguns anos atrás) ainda estou na fase cruzeiro mas o que tenho a dizer é que me auxiliou na reeducação alimentar sim pois nos dias de PL como muitos legumes e antes da dieta eu não comia e agora estou aprendendo a gostar dos legumes e fazer coisas mais naturais como beber mate no lugar do refrigerante, chás , fazer meu próprio molho de tomate caseiro sem conservantes e muito sódio etc etc etc mas confesso que discordo de algumas recomendações do Pierre Dukan. No livro ele diz que as frutas não são alimentos tao bons. Que nem tudo que é natural é bom. Permite refrigerante zero adoçantes e muitas coisas que hoje sabemos que fazem mal. Ainda assim estou seguindo, já perdi 8kg mas procura ser o mais natureba possível. Consumindo pouca carne vermelha, dando preferencia aos peixes e frango e alimentos naturais. Após a consolidação, vou… Read more »

Aldo Scully
Visitante
Aldo Scully

Fazer dietas eu acho que é valido, alias varias coisas para perder peso, mas temos de manter um bom senso a vida toda, se nao tudo volta novamente. Tem pessoas que pensam que depois que fazem uma dieta e emagrece nunca mais voltará a engordar. triste isso..

Marilia Estevão
Visitante
Marilia Estevão

As pessoas que fazem a dieta dukan e engordam depois não seguem as orientações de manutenção para o resto da vida. Logo, o problema não é da dieta, mas das pessoas. Pessoas fracas de vontade não conseguem seguir nenhuma dieta. Bem, eu emagreci 10 kg há 4 anos com a dieta Dukan e NUNCA MAIS ENGORDEI. Para quem atinge a fase de manutenção, a dieta não é restritiva. Você pode comer de tudo, mas com comedimento. Ou seja, ela ensina sim a gente a se controlar e a dizer não ao excessos. É uma incrível forma de liberdade para os eternos gordinhos que percebem que ser livre é saber que tudo é permitido, mas nem tudo nos convém e, baseados nisso, escolher comer aquilo que vale a pena. A comida que está na frente é calórica, mas é mmmuito boa? Estou com vontade de comê-la? Então como! Mas depois compenso pegando mais leve, fazendo mais exercício. Não caio mais de boca em qualquer salgadinho que não valem as calorias ingeridas. Um dia de dieta proteica na semana e seis dias comendo alimentos de todos os grupos e com moderação é a minha rotina e estou ótima. Tenho 52 anos, meço… Read more »

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Mas se a pessoa tem disciplina, força de vontade e pratica exercícios com frequência, ela não precisa da dieta Dukan.

Como você mesmo disse, os seus resultados são frutos do seu esforço e não da dieta.

Qualquer pessoa que faça dieta (qualquer uma) e consiga mudar hábitos de vida vai emagrecer e permanecerá magra.

Marilia Estevão
Visitante
Marilia Estevão

Concordo com o senhor, tudo é uma questão de força de vontade. Contudo, eu já estava na pré-menopausa, período em que é dificílimo perder peso. Já havia tentado várias outras dietas sem sucesso (e eu sou uma pessoa determinada). Ou seja, meus resultados são frutos sim da dieta e do estilo de vida prescrito por ela e cumprido por mim .

Até hoje não vi uma crítica procedente em relação ao método Dukan. Parece que seus críticos não leem o livro direito. Ninguém saudável (como o livro diz, essa dieta é para quem é SAUDÁVEL) morre por passar, no máximo, uma semana se alimentando até a saciedade de carne bovina, frango, peixe, camarão etc, além de leite desnatado, queijo magro, ovo etc. Logo depois todos os grupos alimentares vão sendo incluídos paulatinamente. Uma vez alcançado o peso é adotada uma estratégia para evitar o efeito sanfona – 10 dias de dieta de manutenção para cada quilo perdido. Passado esse período, é só aprender a comer de tudo, mas sem excessos. Simples assim.

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Marília, as críticas não são baseadas no livro em si, mas sim na ausência de estudos clínicos controlados que comprovem a segurança e a eficácia a longo prazo deste tipo de dieta. A dieta cetogênica não é uma invenção do Dr. Dukan. Ela é usada desde a década de 1920, ele só adaptou aquilo que já era conhecido há décadas. E antes da dieta do Dr. Dukan, já existia desde a década de 70 a dieta do Dr. Atkins, que na época também fez muito sucesso. O Dr. Dukan agiu de forma antiética, pois em medicina não se pode vender e muito menos transformar em produto de marketing tratamentos que não dispõem de sólida base científica. Do ponto de vista científico não há evidências que permitam indicar esse tipo de dieta para ninguém, muito menos vendê-la para milhões de pessoas como se fosse milagrosa. O fato dela ter sido boa pra você não significa que ela será boa pra todo mundo. Na verdade, muitas pessoas sentem-se muito mal com a dieta e a maioria apresenta efeito sanfona. É para isso que servem os grandes estudos clínicos controlados. É preciso testar qualquer tratamento de forma científica em uma grande população e… Read more »

Giovanna Eleonara Soulstar
Visitante
Giovanna Eleonara Soulstar

Dr Pedro, me desculpe, mas seja o Dr Dukan um antiético ou qualquer outra coisa, “sua” dieta ajudou e ajuda muitas pessoas, inclusive a mim. Era obesa e perdi muitos quilos sem voltar a engordar. No livro diz que a dieta deve ser acompanhada de um profissional, ou seja, metade das pessoas NÃO LEEM o livro e saem fazendo tudo de qualquer forma, por isso passam mal e culpam a dieta. A Dieta Dukan deve ser feita as 4 fases rigorosamente, pra ter um bom resultado e se reeducar no final. Como o senhor mesmo disse acima “pra quem tem um bom hábito alimentar não necessita de dieta” e li também um trecho que diz que ” as pessoas que terminaram a dieta voltaram ao mesmo peso um ano depois”.. Sobre a primeira frase tenho a dizer que pra muitos cortar carboidratos e gorduras funciona também como método de reeducação, meu caso, por exemplo. Já o segundo comentário te afirmo que mesmo quem faz uma reeducação alimentar, emagrece, e depois volta a comer só bobagens VAI VOLTAR A TER O MESMO OU MAIS PESO. Ou seja, não é por culpa da dieta que as pessoas voltaram a ser gordas, e… Read more »

Fernando Manfre
Visitante
Fernando Manfre

Segundo dia da dieta e fiquei com tontura e uma dor de cabeça insuportável, fome eu não sinto, mas sinto como se tivesse uma pedra no estômago. Assim achei esse blog e só me arrependo de não ter pesquisado antes. Na verdade estava achando estranho mesmo suprimir grupos alimentares por completo, enfim, não existe milagre, realmente, semana que vem farei como devia ter feito, vou arrumar tempo e me inscrever em alguma academia, quem sabe pego gosto pela atividade física.

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Todas as sociedades de nutrição e endocrinologia do mundo condenam a dieta. Não há base científica que assegure a sua segurança.

Há uma diferença abissal entre fofoca e conclusões baseadas em método científico.

mary
Visitante
mary

Desculpa doutor, eu fiz a dieta fiquei linda maravilhosa, meu peso estou conseguindo manter graças essa dieta, as dietas comuns passada por vcs, são verdadeiras bombas calóricas, digo por experiência não tive nenhuma alteração já passei por vários exames, estou muito bem… Recomendo, desde q cumpra a regra da dieta!

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Quanto tempo tem que você acabou a dieta?

scarlat da Conceição
Visitante
scarlat da Conceição

Eu li o livro e acho a matéria de vocês exagerada quando falam do que o doutor Dukan sugere que se faça e coma. Vocês fizeram de propósito um texto negativo a respeito da dieta. Podiam ter sido mais honestos. Ficou parecendo fofoca de celebridade.

Tiziane Paladini
Visitante
Tiziane Paladini

Acho que tudo depende do organismo da pessoa, tenho problemas com glúten e outras alergias alimentares…estou fazendo a Dukan, sem variação, sigo à risca o livro da dieta e me senti muito melhor em vários aspectos, inclusive a sinusite que não me larga (mesmo tomando leite que é permitido na dieta) em 1 ano e meio foi a primeira vez que consegui dormir sem desentupidor nasal, não tive constipação e não me senti fraca…acho que nada deve ser generalizado dessa forma.

Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde
Visitante
Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

Mas no seu caso a questão não é a dieta Dukan, mas sim uma dieta na qual você evita alimentos que é intolerante do ponto de vista alérgico. Você poderia fazer a mesma restrição de forma mais saudável. A dieta Dukan não a dieta indicada para quem tem intolerância ao glúten.

Tiziane Paladini
Visitante
Tiziane Paladini

Não a estou fazendo pela minha intolerância, e sim para emagrecer, só quero colocar que não me sinto menos saudável com ela, meus exames de sangue são excelentes e sinto um grande bem estar. Sei que algumas pessoas fazem e se sentem mal, por isso disse que depende do organismo…alguns se dão melhores com um tipo de alimentação e outros com outra. Só não acho que deve haver generalizações de “isso não funciona” ou “isso te faz mal sempre”, cada organismo reage de uma forma diferente.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. OkSaiba mais