TOMAR ANTICONCEPCIONAL ENGORDA?

Há quem diga que a pílula engorda, há quem jure que ela emagrece e ainda há aquelas que dizem não sentir efeito algum.

14

Um dos maiores mitos acerca do uso da pílula é em relação a um suposto ganho de peso que as mulheres apresentam após iniciarem o anticoncepcional. Infelizmente, queixas de ganho de peso talvez sejam o principal motivo para o abandono das pílulas.

Mas, afinal, a pílula anticoncepcional realmente engorda ou isso é apenas uma percepção errada sem embasamento científico? A resposta curta e grossa é: não, não há evidências de que pílula anticoncepcional engorde.

Bom, aposto que você não está convencida. Quando dizemos que o ganho de peso relacionado ao uso da pílula é um mito, muitas mulheres torcem o nariz. Provavelmente, a sua experiência própria lhe diz exatamente o oposto. Se for o caso, você não está sozinha, milhares de mulheres juram que engordaram após terem iniciado o uso de anticoncepcionais hormonais. Estudos mostram que mais de 80% das mulheres acham que a pílula anticoncepcional faz engordar. Mais que isso, há muitos médicos que também acreditam nesta relação e contribuem para a perpetuação do mito.

Porém, é importante destacar que milhares de mulheres também afirmam que o seu peso não se alterou com a pílula, e outras milhares garantem que até emagreceram com o anticoncepcional. E agora, baseado em experiências pessoais, podemos dizer que anticoncepcional engorda, emagrece, ou será que o efeito é individual?

Advertisements

A verdade é que o assunto é polêmico. Não bastam relatos pessoais. Não é assim que a ciência funciona. Precisamos dissecar um pouco mais a questão e apresentar o que os estudos científicos já nos mostraram. Vou citar alguns estudos e, ao final, farei breves comentários, resumindo os seus resultados.

Neste artigo abordaremos apenas o ganho de peso relacionado ao uso da pílula anticoncepcional. Se você quiser ler sobre outros efeitos colaterais da pílula, acesse: EFEITOS COLATERAIS DOS ANTICONCEPCIONAIS.

Estudos sobre a relação entre ganho de peso e o uso de anticoncepcionais

Nas últimas décadas, dezenas de estudos foram publicados tentando esclarecer a relação entre ganho de peso e uso de pílulas anticoncepcionais.

Um famoso estudo realizado pelo departamento de obstetrícia e ginecologia da Hebrew-University Hadassah Medical School, em Jerusalém, Israel, resolveu acompanhar 80 mulheres jovens e magras que nunca haviam tomado anticoncepcionais antes. Essas mulheres foram divididas em 2 grupos. O primeiro, com 31 mulheres, continuou sem tomar nenhum medicamento. O segundo grupo, composto por 49 mulheres, passou a tomar uma pílula contendo 30 mcg etinilestradiol mais 75 mcg de gestodeno, uma formulação bastante comum no mercado. A quantidade de estrogênio presente nessas pílulas é semelhante a que existe em marcas como o Yasmin, e menor do que em outras, como Diane e Selene.

Depois de 6 meses, os médicos responsáveis pelo estudo foram avaliar peso, índice de massa corporal, percentual de gordura, percentual de água e tamanho da circunferência do quadril e do abdômen. Pois bem, os resultados foram os seguintes:

– 30,6% das mulheres que iniciaram a pílula ganharam mais de 0,5 kg de peso neste intervalo.
– 35% das mulheres que não iniciaram os anticoncepcionais ganharam mais de 0,5 kg de peso neste intervalo.

– 20,4% das mulheres que iniciaram a pílula haviam perdido pelo menos 0,5 kg de peso.
– 19,3% das mulheres que não iniciaram os anticoncepcionais  haviam perdido pelo menos 0,5 kg de peso.

Em ambos os grupos, cerca de metade das mulheres mantiveram o mesmo peso que tinham 6 meses antes.

A comparação entre percentual de gordura, tamanho do quadril e abdômen, percentual de água, IMC e variação do peso foram semelhantes em ambos os grupos. Portanto, neste estudo, o uso de pílulas anticoncepcionais com doses de estrogênio semelhantes àquelas contidas nas marcas mais famosas não pôde ser considerada responsável por ganhos ou perdas de peso.

Advertisements

Uma grande revisão feita com 49 estudos publicados até 2011 chegou à mesma conclusão. Apesar da percepção de muitas mulheres, e até de médicos, de que o uso da pílula anticoncepcional esteja relacionado a ganho de peso, quando se vai estudar a sério a questão, com criteriosa observação do peso e de outros índices relacionados ao ganho de gordura, como percentual de gordura e IMC, conclui-se que não há bases científicas para culpar a pílula por relevantes ganhos de peso. Mesmo naquelas mulheres que ganharam 1 ou 2 quilos, não se conseguiu provar que a culpa era da pílula, pois os grupos que não tomavam o anticoncepcional também apresentaram mulheres com ganhos de peso dessa magnitude.

O que os estudos mostram é que as mulheres podem engordar ou emagrecer por diversos fatores. Ao longo de 6 a 12 meses é muito comum haver variações no peso das pacientes, estejam elas tomando ou não contraceptivos hormonais. O problema é que quando essas variações ocorrem em quem está tomando a pílula, o medicamento acaba recebendo a culpa injustamente.

Qual anticoncepcional engorda mais?

Junto com o mito que diz que anticoncepcional engorda, há também o mito de que certas marcas de contraceptivos orais fazem engordar mais que outras. Segundo essa crença popular, se você engordou tomando uma pílula, basta trocar de marca até encontrar aquela que não vai lhe fazer ganhar peso.

Essa teoria também não tem nenhum sustentação científica. Na verdade, lá no início da década de 1960, quando as primeiras pílulas anticoncepcionais começaram a ser comercializadas, as doses de estrogênio e progesterona chegavam a ser 10 vezes maiores que as de hoje. Naquela época, os anticoncepcionais realmente engordavam. E não só isso, a taxa de efeitos colaterais e complicações era elevadíssima. Muitos dos medos que as mulheres têm dos contraceptivos orais vêm de problemas causados por estas drogas há décadas atrás.

Dentre os 49 trabalhos científicos revisados que não mostraram nenhuma relação entre ganho de peso e uso da pílula, as doses de estrogênio (etinilestradiol) estudada variava de 20 mcg a 50 mcg, o que engloba praticamente todas as pílulas do mercado, incluindo as famosas, Diane, Selene, Yasmin, Belara, Cerazette, Yaz, Nordete e outras.

Portanto, não foi possível reconhecer nenhum benefício particular em relação às atuais formulações dos anticoncepcionais. Você pode até ter a impressão que determinado anticoncepcional engorda mais que outro, porém, essa afirmação carece de sustentação científica.

O que fazer se o anticoncepcional provocar ganho de peso

É possível que você ainda não esteja convencida, principalmente se o seu peso tiver aumentado enquanto você tomava anticoncepcionais.

Portanto, alguns passos podem ser tomados. O primeiro é saber que a maioria dos efeitos colaterais da pílula desaparece após 3 meses de uso. Se você jura que ganhou peso, não desista da pílula com menos de 6 meses de uso. A tendencia é que o seu peso se estabilize e você note que a interferência do contraceptivo oral não foi tão grande quanto você imaginou nos primeiros meses.

É sempre bom lembrar que os anticoncepcionais podem provocar alguma retenção de líquido nos primeiros meses, sendo esta a responsável por discretos ganhos de peso. Neste caso, você ganhou peso, mas não engordou. A tendência é a retenção desparecer após o 3º mês e o peso retornar ao seu valor anterior.

O segundo passo é fazer uma honesta autocrítica. Algumas perguntas podem ajudar a entender o que aconteceu. Durante o seu ganho de peso você estava praticando atividades físicas de forma regular? Estava controlando corretamente a ingestão de calorias? Você tem feito uma dieta equilibrada? Tem dormido pelo menos 7 horas por noite? Tem evitado beliscar doces ou outras fontes de carboidratos durante o dia, fora das refeições? Essa é a primeira vez na vida que seu peso se altera? Você nunca engordou antes, mesmo sem estar tomando a pílula?

Advertisements

É muito mais fácil e cômodo culpar a pílula pelo ganho de peso do que fazer uma autocrítica e perceber que o fato de ter engordado provavelmente ocorreu por culpa dos hábitos de vida e alimentares da própria paciente.

Nas décadas anteriores, quando os anticoncepcionais realmente engordavam, a causa era um aumento do apetite. Portanto, o que engordava não era a pílula em si, mas o aumento do consumo de calorias ao longo do dia. Logo, se ao mesmo tempo que você jura que a pílula lhe engordou, também jura que não está comendo mais do que antes, há algo que não fecha na sua história. No final das contas, a pessoa só engorda se estiver constantemente ingerindo mais calorias do que consegue gastar. Isso é uma regra (leia: Calorias para emagrecer).

Como já foi dito, as pessoas podem engordar de um mês para o outro sem ter muita noção do motivo. Às vezes, pequenos hábitos do dia a dia, como beliscar, passam despercebidos e o paciente jura que tem controlado sua ingestão de caloria.

Portanto, concluindo, a pílula anticoncepcional não engorda. Não há como culpar a pílula por ganhos de peso acima de 2 kg e ganhos mais discretos costumam desaparecer após alguns meses de uso.

Este artigo foi útil?  
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, Total: 5,00 de 5)
Loading...
Advertisements
Advertisements
VEJA OUTROS ARTIGOS SEMELHANTES
14 Comentários
  1. Nayara Rodrigues

    Olá, tomo anticoncepcional a uns 2 anos quase, q foi qdo casei, engordei mais de 10kgs, troquei a pílula mas msm assim nao adiantou, fora q nao consigo emagrecer mais… será q tem algo a ver com a pílula?

    Grata,

    1. Dr. Pedro Pinheiro

      Geralmente não causa ganho de peso tão grande quanto 10 quilos. Mas você pode fazer o teste mudando para outro anticoncepcional, como o DIU, por exemplo.

  2. Elen

    Depende do organismo da pessoa, eu sou a prova viva que o Selene me faz engordar.
    Tenho ovários micro policísticos e a médica me indicou o uso do Selene, tomei por seis meses da primeira vez e tive que trocar por outro anticoncepcional ganhei oito kg durante os meses que tomei, quando troquei a marca perdi os oito kg em 3 meses.
    Pensei que seria apenas coincidência e um ano depois me arrisquei de novo a tomar o selene, e ganhei seis kg em cinco meses. Quando mudei para outra marca voltei ao peso original em um curto período de tempo. Então no meu caso tenho certeza absoluta que foi o selene que fez com que eu ganhasse peso, mas tenho amiga que toma ele mais de um ano e é super magra. Então dependendo do organismo da pessoa algumas marcas engordam sim.

  3. Danilo Costa

    Eu queria fazer uma pergunta sobre um tema diferente… mas nao sei como !!! onde eh gente?!

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Antes de acreditar em qualquer tipo de tratamento milagroso, procure saber se existem estudos científicos publicados sobre esse método. A primeira coisa que um produto sério faz antes de entrar no mercado é se submeter as exigências dos estudos científicos.

  4. Campos

    Dr. Você acha que pode existir alguma associação entre o uso de anticoncepcional, mudanças de humor e consequentemente ganho de peso?
    Eu creio nessa correlação. Tomei três tipos e tive mudança de humor com os três o que me levou a comer mais e engordar bastante.
    Hoje estou livre deles e meu humor está muito bem, incluindo libido e peso.

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Sim, isso pode ocorrer. Mas é uma reação muito individual.

  5. valéria borges

    vou casar e começar a tomar, estava com muito medo de engordar, mas lendo tudo isso me aliviou muito! ótima matéria parabéns.

  6. luciane

    engorda e muitoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

    1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

      Conforme o texto diz, isso depende de cada organismo. Não adianta querer extrapolar experiências pessoais para toda a população. Se for assim, posso usar o exemplo da minha esposa, que emagreceu quando começou a tomar a pílula. É para isso que existem os estudos científicos, que avaliam o resultado da ação dos medicamentos em milhares de pessoas.

      1. Val

        Pois lá está! Se ela emagreceu, também podemos engordar. O Efeito é o mesmo, cada uma vai ter uma reação, não vale é dizer que não engorda :)….Engorda, altera o humor, retém líquido, enfim….se pudéssemos o indicado seria o método das nossas bisas, ou seja, tabela e lua….aiai :(

        1. Dr. Pedro Pinheiro - MD. Saúde

          Diz-se que não engorda porque não há comprovação de que haja relação direta. Se entre 100 mulheres que tomam a pílula, 10 engordam ao longo de 6 meses, e entre 100 mulheres que não tomam a pílula, 10 também engordam, não há dados para você estabelecer uma relação de causa e efeito.

  7. izamara

    amei a materia.. me sinto mais segurança com o anticoncepcional .

  8. Renata Mendonça Celestino

    Adorei a matéria! Muito interessante e instrutiva!! <3

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.