CLOTRIMAZOL – Gino Canesten – Creme para Candidíase e Micoses

Informações simples e concisas sobre o Clotrimazol, medicamento habitualmente usado para tratar micoses.

0

clotrimazol

O clotrimazol, cujo nome comercial mais famoso é Canesten ou Gino Canesten, é um medicamento habitualmente utilizado para o tratamento da candidíase vaginal ou das micoses de pele (infecção da pele por fungos).

O clotrimazol pode ser encontrado sob a formas de creme vaginal, creme dermatológico (creme para aplicação na pele), spray, solução tópica em gotas ou comprimidos vaginais.

Publicidade - Publicidad

Neste artigo vamos fazer um resumo sobre o clotrimazol, explicando, entre outras coisas, sua utilidade, forma de administração, efeitos colaterais e contraindicações.

Atenção: este texto não pretende ser uma bula completa do clotrimazol. Nosso objetivo é ser menos técnico que uma bula e mais útil aos pacientes que procuram informações sobre este medicamento.

Se você está à procura de informações sobre outros medicamentos antifúngicos, acesse os seguintes links:

FLUCONAZOL – Tratamento para Candidíase e Micoses.
CETOCONAZOL – Pomada, Shampoo e Comprimidos.

Para que serve o clotrimazol

O clotrimazol é uma substância com ação antifúngica de ação tópica*, que pode ser utilizada em uma grande variedade de micoses.

* Um medicamento de ação tópica é aquele que exerce seu efeito no local onde é aplicado, como, por exemplo, cremes na pele ou comprimidos intravaginais.

Entre as indicações mais comuns para o tratamento com o clotrimazol podemos citar:

As bulas do clotrimazol frequentemente fazem referência ao seu uso para o tratamento das micoses de unhas (onicomicoses), entretanto, esse medicamento não é considerado de primeira linha para esse tipo de micose, uma vez que há diversas outras opções mais eficazes (leia: MICOSE DE UNHA – Causas, Sintomas e Tratamento).

Publicidade - Publicidad

Também é possível encontrar algumas bulas que fazem referência à dermatite seborreica (leia: DERMATITE SEBORREICA – Sintomas, Causas e Tratamento), porém, novamente, o clotrimazol não costuma ser nem a primeira nem a segunda opção para esse tipo de dermatite.

Nomes comerciais do clotrimazol

O clotrimazol é um medicamento que pode ser encontrado sob sua forma genérica. Entre as marcas comerciais, o clotrimazol é mais conhecido como Gino Canesten, que é vendido sob as formas de creme vaginal ou comprimido vaginal, ou Canesten, que é vendido sob a forma de creme dermatológico ou solução tópica.

Além do Gino Canesten e do Canesten, o clotrimazol também pode ser encontrado sob os seguintes nomes comerciais:

  • ABC.
  • Antimicotico Ctl.
  • Clomazen.
  • Clomazol.
  • Clotren.
  • Clotriderm.
  • Clotrigel.
  • Clotrimix .
  • Dermobene .
  • Dermo Trimazen.
  • Dermotrizol.
  • Fungisten.
  • Neo Clotrimazyl.

É importante destacar que há diferentes formulações do clotrimazol, que são indicadas para diferentes micoses. Por exemplo, o tratamento da candidíase vaginal é feito com uma formulação diferente do tratamento da micose de virilha ou pé-de-atleta. Se o tratamento é para candidíase vaginal, as formas mais corretas são o creme vaginal ou o comprimido vaginal. É preciso ter atenção para não comprar a formulação errada para a sua micose.

Como usar o clotrimazol

As diversas formas de apresentação do clotrimazol são igualmente eficazes. Você pode escolher aquela que lhe parece mais fácil ou confortável de aplicar.

Clotrimazol para candidíase vaginal:
Creme vaginal 1% – 1 aplicação (5 g) à noite por 7 a 14 dias dias.
Creme vaginal 2% – 1 aplicação (5 g) à noite por 3 dias.
Comprimido vaginal 500 mg – 1 comprimido intravaginal à noite em dose única.
Comprimido vaginal 100 mg – 1 comprimido intravaginal à noite por 6 dias.

Clotrimazol para candidíase peniana:
Creme dermatológico 1% –  2 vezes ao dia, por 1 a 3 semanas.

Clotrimazol para frieira ou micose na virilha:
Creme dermatológico 1% – aplicar na área afetada uma fina camada 2 a 3 vezes por dia por 3 a 4 semanas.
Solução tópica em gotas ou spray 1%- aplicar na área afetada 2 gotas ou 1 puff de spray e esfregar 2 a 3 vezes por dia por 3 a 4 semanas.

Clotrimazol para pitiríase versicolor:
Creme dermatológico 1% – aplicar na área afetada uma fina camada 2 vezes por dia por 1 a 3 semanas.
Solução tópica em gotas ou spray 1% – aplicar na área afetada 2 gotas ou 1 puff de spray e esfregar 2 vezes por dia por 1 a 3 semanas.

Efeitos colaterais do clotrimazol

Como todo medicamento de ação tópica, a absorção da droga pelo organismo é muito baixa, o que torna a ocorrência de efeitos colaterais um evento pouco comum.

Em geral, o único efeito adverso relevante é uma ardência na região vulvovaginal, que pode ocorrer em 5 a 10% dos casos. Nos homens, a ardência na região da glande costuma aparecer em menos de 1% dos pacientes.

Reações alérgicas são raras e ocorrem em menos de 1% dos pacientes.

Contraindicações do clotrimazol

A única contraindicação formal ao clotrimazol é história de alergia a algum dos componentes da sua fórmula.

O clotrimazol pode ser utilizado durante a gravidez, mas nos 3 primeiros meses, como em qualquer outra medicação, o seu uso só deve ser feito em caso de estrita orientação médica.

Para o tratamento da candidíase vaginal durante a gravidez, a formulação preferida a de comprimidos vaginais, que podem ser administrados sem a necessidade do aplicador.

Como não há absorção sanguínea do fármaco, a sua concentração no leite materno é desprezível.

Interações medicamentosas do clotrimazol

O clotrimazol quando aplicado nas áreas genitais pode interferir na eficácia de métodos contraceptivos à base de látex, tais como camisinhas e diafragmas.

Não há nenhum tipo de interferência do clotrimazol sobre o efeito das pílulas anticoncepcionais.

Publicidade - Publicidad

Assuntos Relacionados:

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.