CIPROFLOXACINO – Dose, Indicações e Efeitos Colaterais

O ciprofloxacino é um dos antibióticos mais utilizados na prática médica, servindo para o tratamento da infecção urinária, da prostatite e das diarreias bacterianas.

Ciprofloxacino

O cloridrato de ciprofloxacino (ou ciprofloxacina) é um antibiótico da família das quinolonas, quimicamente semelhante a outras drogas da mesma família, como norfloxacino, ofloxacino, levofloxacino, moxifloxacino entre outros.

O ciprofloxacino é um antibiótico muito usado para o tratamento das infecções urinárias, diarreias bacterianas e infecções da próstata.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Neste artigo vamos abordar os seguintes pontos sobre o ciprofloxacino:

  • Para que serve o ciprofloxacino.
  • Nomes comerciais.
  • Como tomar.
  • Efeitos colaterais.
  • Contraindicações.
  • Interações medicamentosas.

Atenção: este texto não pretende ser uma bula do ciprofloxacino. Nosso objetivo é ser menos técnico que uma bula e mais útil aos pacientes que procuram informações sobre este medicamento.

Para que serve o ciprofloxacino

O ciprofloxacino é uma quinolona de 2ª geração, com ações contra diversas bactérias, incluindo: Staphylococcus aureus, Escherichia coli, Haemophilus influenzae, Proteus mirabilis, Klebsiella pneumoniae, Moraxella catarrhalis, Shigella, Salmonella, Neisseria gonorrhoeae, Enterobacteriaceae, Pseudomonas aeruginosa e Proteus mirabilis.

Entre as infecções que podem ser tratadas com a ciprofloxacina, podemos citar:

– Cistite (leia: INFECÇÃO URINÁRIA | CISTITE).
– Pielonefrite (leia: INFECÇÃO URINÁRIA | Pielonefrite).
– Prostatite (leia: PROSTATITE | Sintomas e tratamento).
– Gonorreia* (GONORREIA | Sintomas e tratamento).
– Diarreias bacterianas (leia: DIARREIA | Causas e tratamento).
– Infecções intra-abdominais causadas por E.coli (leia: BACTÉRIA Escherichia coli | E.coli).
– Infecções respiratórias*.

*Não costumam  ser a primeira opção de tratamento, pois existem antibióticos mais efetivos para esses casos.

Nomes comerciais do ciprofloxacino

O ciprofloxacino é um antibiótico já existente no mercado há muitos anos. Você pode adquiri-lo sob a forma genérica ou pelos vários nomes comerciais disponíveis, incluindo:

– Bactoflox.
– Ciflox.
– Cinoflax.
– Cipro.
– Ciprobiot.
– Ciprocin.
– Ciproxil.
– Cirok.
– Cypro.
– Procin.
– Proflox.
– Quinoflox.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

O cloridrato de ciprofloxacino é habitualmente comercializado em comprimidos de 250 mg, 500 mg, 750 mg ou 1000 mg.

Como tomar o ciprofloxacino

Como acontece com a maioria dos antibióticos, a dosagem e tempo de uso dependem de qual infecção estamos lidando. A dose máxima para adultos habitualmente indicada é de 1500 mg por dia.

As indicações mais comuns para o uso da ciprofloxacina são as infecções urinárias. Nas cistites, a dose recomendada é de 250 mg a 500 mg de 12/12 horas. O tratamento dura 3 dias nas mulheres e 7 dias nos homens (leia: TRATAMENTO PARA INFECÇÃO URINÁRIA). Na pielonefrite, o tratamento é feito com 500 mg de 12/12 horas por 7 a 14 dias. Nas formas graves, a via intravenosa é a mais indicada.

Nas diarreias infecciosas, o tratamento é feito habitualmente com 500 mg de 12/12 horas por 3 a 7 dias, dependendo do agente bacteriano causador da infecção.

Os casos de prostatite aguda ou crônica são tratados com ciprofloxacino 500 mg de 12/12 horas por 4 a 6 semanas.

Habitualmente, a bula do cloridrato de ciprofloxacino também indica o antibiótico para o tratamento da gonorreia ou de infecções do trato respiratório. Porém, há no mercado várias opções mais efetivas para essas infecções, fazendo com que, na prática, o Cipro acabe sendo somente a 3ª ou 4ª opção nestes casos.

O ciprofloxacino pode ser tomado com estômago cheio ou vazio.

Efeitos colaterais do ciprofloxacino

O ciprofloxacino é uma droga com boa tolerabilidade, com baixa incidência de efeitos colaterais.

Entre os efeitos adversos mais descritos estão a diarreia (comum em quase todos os antibióticos), que ocorre em até 5% dos pacientes. Outros efeitos comuns incluem náuseas, tonturas, dor abdominal, rash de pele e dor de cabeça.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Assim como ocorre com outro antibióticos, a ocorrência de candidíase vaginal também pode ser uma complicação do tratamento com a Cipro.

Nos últimos tem sido descrito com alguma frequência casos de lesão do tendão aquiles secundários ao uso do ciprofloxacino. O risco de lesão dos tendões é maior em pacientes idosos ou que fazem uso crônico de glicocorticoides. Doses excessivas do antibiótico também aumentam o risco.

Nos pacientes com insuficiência renal, a dose deve ser ajustada de acordo com a taxa de filtração glomerular para evitar intoxicação pela droga.

Contraindicações do ciprofloxacino

O ciprofloxacino, assim como qualquer quinolona, deve ser evitada nas crianças, pois pode causar lesões ósseas. Atualmente, apenas nos casos de infecção respiratória na fibrose cística, a ciprofloxacino é indicada na população pediátrica.

O ciprofloxacino é contraindicado nas grávidas e durante a amamentação, pois o mesmo é excretado pelo leite materno.

O ciprofloxacino também deve ser evitado nos pacientes com miastenia gravis, pois pode provocar exacerbações da doença (leia: MIASTENIA GRAVIS – Causas, Sintomas e Tratamento).

Nos pacientes com epilepsia, o ciprofloxacino pode facilitar a ocorrência de crises convulsivas (leia: EPILEPSIA | CRISE CONVULSIVA | Sintomas e tratamento).

Interações medicamentosas do ciprofloxacino

Antiácidos, sucralfato, multivitamínicos, sevelamer, sulfato ferroso ou sais de cálcio, como o carbonato de cálcio, diminuem a absorção do ciprofloxacino.

Nos pacientes que usam anticoagulantes, o ciprofloxacino pode aumentar o efeito da varfarina, causando elevação do INR (leia: VARFARINA (Marevan,Varfine, Coumadin) | Controle do INR). Cafeína e teofilina também têm seus efeitos exacerbados pela Cipro.

Por risco de arritmia, o ciprofloxacino deve ser usado com cautela nos pacientes medicados com antiarrítmicos, como sotalol, amiodarona, procainamida ou quinina.

O ciprofloxacino não interfere com a eficácia da pílula anticoncepcional (leia: PÍLULA ANTICONCEPCIONAL | Interações medicamentosas).

O ciprofloxacino pode interagir com uma série de outros medicamentos. Se você faz uso de várias medicações, sugerimos uma consulta à bula do medicamento para obter uma lista mais extensa.

PUBLICIDADE - PUBLICIDAD

Deixe um Comentário

Antes de comentar, leia as REGRAS PARA COMENTÁRIOS.

Seu email não será publicado.

3 Comentários

  1. FRANCICO PAULO PONCIANO DE FREITAS

    Tai gostei muito das informaçoes contidas neste site, e para mim foi muito importante porque neste momento estou me tratando de uma infecçao urinaria. Para mim foi muito esclarecedor, meu muito obrigado valeeeeu

  2. Gorete Assumpção

    Eu uso cipro pq tenho itu por repetição

  3. Fernando Gonçalves Simao

    Eu uso o cipro por causa da infecção na uretra!